RN terá Programa de Proteção à Crianças e Adolescentes ameaçados

A 21ª Promotoria de Justiça de Defesa da Infância e Juventude da Comarca de Natal instaurou Inquérito Civil Público a fim de acompanhar a implantação, por parte da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc), do Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte – PPCAAM.

O Programa foi instituído por decreto presidencial e deverá ser desenvolvido no âmbito dos Estados, através de convênio com a União, por meio da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, exigindo-se, para tanto, a constituição de um conselho gestor, integrado por representantes governamentais e da sociedade civil (art. 5º do Decreto Presidencial nº 6.231/2007).

Dentre as ações que podem ser desenvolvidas pelo PPCAAM, estão a transferência de residência ou acomodação da criança ou do adolescente para um ambiente compatível com a proteção; a inserção dos protegidos em programas sociais; o apoio e a assistência social, jurídica, psicológica, pedagógica e financeira.

O Promotor de Justiça Marcus Aurélio de Freitas Barros enviou ofício à Sejuc requisitando, no prazo de 10 dias, informações sobre as providências adotadas para a implantação do Programa de Proteção à Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM) no Rio Grande do Norte.

GRAVE: Invasores do CT queriam quebrar as pernas de Pato e Sheik; outros até falaram em matar, diz jornal

thumbA invasão de cerca de cem torcedores ao CT do Corinthians, no último sábado, terminou com um jogador agredido de acordo com o presidente Mário Gobbi: o peruano Paolo Guerrero. Porém, os alvos dos vândalos, aparentemente, eram outros. De acordo com reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”, a ideia dos torcedores era quebrar as pernas de Emerson Sheik e Alexandre Pato.

Funcionários do clube que testemunharam a invasão relataram que os dois atacantes eram os principais alvos da ira dos invasores. Alguns, mais exaltados, falavam até em matar o camisa 7.

Na invasão, ocorrida no último sábado, celulares e rádios de seguranças foram roubados, uma faxineira foi agredida e o patrimônio do clube danificado, assim como veículos particulares de vários atletas, como o do zagueiro Paulo André.

Sheik e Pato estão na mira da torcida desde o fim do ano passado. O camisa 11 passou a ser cobrado após postar, em redes sociais, uma foto dando um selinho em um amigo. O ex-milanista, por sua vez, foi muito cobrado após errar uma cavadinha no pênalti que decretou a eliminação do Corinthians da Copa do Brasil nas quartas-de-final, contra o Grêmio.

Lancenet