Em assembleia, servidores da saúde do RN aprovam continuidade da greve

Na manhã desta quinta-feira (21), a categoria da saúde realizou uma assembleia para discutir os rumos da greve que completou 38 dias. Com a notícia de que os salários de novembro seriam iniciados nesta quinta, para quem recebe até R$ 2 mil reais e que o governador Robinson só iria pagar o 13º no dia 10 de janeiro, os servidores da saúde do RN decidiram continuar a greve.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergiomacaiba disse:

    João amigo vá estudar para fazer concurso

  2. joao disse:

    So deixar o salario de todos abaixo de 2 mil e ta resolvido. vao ser os primeiros a receber.

Em assembleia, servidores da saúde do RN decidem manter a greve

Servidores farão ato em frente à Sesap e vão recorrer de decisão judicial

Em assembleia nesta terça (04), os servidores da saúde estadual decidiram manter a greve iniciada no dia 30 de junho, mesmo após a decisão que determina a manutenção de 70% dos servidores trabalhando. O Sindsaúde irá cumprir a decisão enquanto recorre à Justiça. A liminar concedida pelo Desembargador Amilcar Maia reconhece a legalidade da greve.

“A greve da saúde continua. Essa decisão não vai nos intimidar, pois quem é ilegal é o governo Robinson que não paga em dia os servidores e não prioriza a saúde pública do RN. A assessoria jurídica do sindicato irá recorrer dessa decisão, pois entendemos que 70% é um percentual exagerado”, disse Manoel Egídio Jr.

O governador Robinson Faria (PSD) entrou com um pedido de ilegalidade da greve antes mesmo dela começar, no dia 28 de junho. O desembargador negou o pedido de ilegalidade da greve, no entanto, determinou que 70% dos servidores permaneçam trabalhando. O sindicato foi notificado oficialmente nesta segunda-feira (03).

Além da continuidade da greve, a categoria aprovou um calendário de atividades para toda a semana. Nesta terça-feira (05), os servidores farão um ato em frente à Secretaria de Saúde Pública do Estado (Sesap), às 09h.

A assembleia também aprovou que irá reivindicar a abertura da UTI cardiológica do hospital Walfredo Gurgel, fechada há mais de duas semanas.

Médicos da Coopmed-RN decidem, em Assembleia, suspender os serviços do Walfredo Gurgel

Em Assembleia realizada na noite de segunda-feira (25), os médicos cooperados decidiram, por unanimidade, suspender os serviços do Walfredo Gurgel, que inclui a Cirurgia Vascular, Ortopedia, Cirurgia Geral e Clínica Médica, 72 horas após notificação feita à Secretaria de Saúde do Estado, que deverá realizar os pagamentos referentes aos meses de abril e maio deste ano. Se não houver o pagamento, os serviços serão suspensos por tempo indeterminado até a quitação do débito. O retorno se dará quando o pagamento estiver disponível na conta Coopmed/RN, que veiculará em seu site e nas mídias de amplo alcance (e-mails e whatsapp). A equidade dos pagamentos foi outra exigência que notificada pelos médicos. Eles querem que haja uma padronização nos hospitais para que não ocorram mais falhas. Se um serviço em uma unidade prestadora de serviços de porta recebe o seu pagamento, as outras que prestam o mesmo serviço também deverão receber.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. FRASQUEIRINO disse:

    E os médicos que trabalham na COOPMED-RN, mas que são funcionários do Estado também vão deixar de atender???

  2. Nice disse:

    Agora danou-se!!!! Sem estruturas já é um horror, e sem médico? Deus tenha misericórdia de quem estiver precisando de atendimento!!!

Em Assembleia, categoria decide por encerramento da greve no IFRN

30.11.2015 - Assembleia Geral - Fotos Tonny Medeiros (2) 30.11.2015 - Assembleia Geral - Fotos Coletivo Foque (1)

Fotos: Tonny Medeiros / Coletivo Foque

O Sinasefe Seção Sindical Natal realizou nessa segunda-feira (30) uma Assembleia Geral Extraordinária para, além de outros assuntos, decidir os rumos da greve no IFRN, retomada em 10 de novembro de 2015. Na plenária, a categoria decidiu pelo encerramento do movimento, com 125 votos a favor da finalização e 25 abstenções.

O Comando Geral de Greve iniciou a reunião com os informes sobre a agenda da greve na semana anterior e com um histórico de todas as atividades realizadas pelo Comando desde a retomada da greve.

Na Assembleia também foram feitos os informes sobre os eventos que foram realizados, como a 138ª Plena, realizada nos dias 14 e 15/11; e a Marcha das Mulheres Negras, que aconteceu no dia 18/11 em Brasília; e os próximos eventos agendados, como o Curso de Formação Política do Nordeste, de 18 a 20/12 em Natal; o Seminário de Educação, Carreira e Aposentados, de 11 a 13/12 em Brasília; os debates dos candidatos a diretores-gerais dos Campi – que já estão acontecendo – e a reitor do IFRN; a 139ª Plena, de 11 a 13/12 em Brasília; e o Consinasefe Eleitoral, agendado para o período de 18 a 21/03/2016.

A decisão pelo encerramento da greve dos técnico-administrativos em educação do IFRN se deu após a avaliação do Movimento Paredista Local. O servidor André Palhares iniciou a avaliação destacando o desgaste do movimento e propondo o encerramento da greve. A coordenadora do Sinasefe Natal, Socorro Silva, destacou o histórico do movimento, que foi iniciado em novembro 2014 e se estende até agora.

Em sua análise, o servidor Tonny Medeiros citou que o reitor do IFRN, Belchior de Oliveira, foi o primeiro reitor a ajuizar uma greve, e disse que na sua opinião o movimento foi válido. A servidora Lourdes Teixeira colocou que é a favor da saída organizada da greve, destacando que houve ganhos.

Na plenária a categoria foi consultada sobre a continuidade da greve e nenhum servidor se manifestou pela continuação do movimento. Na votação, foram contabilizados 125 votos pelo encerramento da greve, nenhum voto favorável à continuidade e 24 abstenções.

O Sinasefe Natal reforça que a finalização da greve não encerra as negociações do movimento, que continuarão através de mesa de trabalho. Os servidores retornarão às suas atividades amanhã (02 de dezembro).

Também foi discutido sobre o acordo MEC/MPOG. Socorro Silva falou sobre o acordo e a discussão ocorrida na 138ª Plena com o enxugamento da pauta de reivindicação e a finalização da minuta. Em seguida ela fez a leitura do acordo.

No encontro, foi realizada a votação para escolha de delegado para a 139ª Plena e Tonny Medeiros foi eleito representando a base.

Confira, abaixo, outros encaminhamentos deliberados na Assembleia:

– Aprovação da portaria 1.641/2015, com constituição de GT para rever os pontos críticos;

– Aprovação da minuta de portaria de serviços e setores com constituição de GT para rever os pontos críticos;

– Reabrir a mesa de negociações com o Reitor;

– Fazer uma caravana a Brasília solicitando a RSC dos TAEs;

– Sindicato apresentar documento com os pontos críticos, reposição dos dias parados;

– Pedir o posicionamento do Consup sobre a não suspensão do processo eleitoral.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Helio Motta disse:

    Nada me alega mais que ler notícias como essa. Filhotes adoradores do PT voltando de uma greve lambendo as feridas e com os rabinhos entres as pernas sem ganhar nem um bom dia.
    Fingem, apenas como consolo, que ganharam algo de porte, mas não apresentam esse ganho. Apenas saem latindo o famoso "a categoria está de parabéns". Parabéns estamos nós que não somos cúmplices nem apoiamos a quadrilha. Se Bandilma tivesse perdido a eleição essa corja comunista estaria todos os dias cacarejando que Aécio era o Darth Vader do Brasil.
    Em 2018, bando de bestas, votem no PT. kkkkkk