Diversos

Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn) abre vagas para estágios

Foto: Divulgação

O Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn) abre processo seletivo para ocupação de vagas de estágios nas áreas de Administração, Contabilidade, Ecologia, Engenharia Civil e Engenharia Ambiental. Para participar os interessados deverão preencher o cadastro de seleção clicando aqui.

Para participar do processo seletivo, os interessados precisam ter 50% do curso concluído e estar cadastrados no site da Escola do Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales. Os candidatos responderão ainda a um questionário que será enviado pela equipe do Igarn e passarão por análise curricular.

As inscrições ficarão abertas até a 00h de domingo, 06 de setembro. Os selecionados serão divulgados na próxima sexta-feira dia 11 de setembro. Os estagiários serão remunerados e receberão vale-transporte.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: IGARN inicia vistorias de segurança e regularizações de açudes do Oeste

FOTOS: ASCOM/IGARN

O Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte, iniciou nessa terça-feira (23), no município de Campo Grande, o trabalho de vistorias para classificação e regularização dos reservatórios.

Durante os dias 23, 24 e 25 de julho, uma equipe formada pelos engenheiros, Luiz Eduardo e Vera Cirilo, realizarão uma inspeção técnica em alguns dos principais reservatórios dos municípios de Campo Grande, Triunfo Potiguar e Caraúbas. Dentro desse trabalho serão emitidas outorgas de regularização para os empreendedores de barragens.

Para engenheira Vera Cirilo, este trabalho é importante para o Estado, visto que regulariza e classifica as barragens, trazendo uma maior segurança com relação aos reservatórios dos municípios.

O IGARN continuará este trabalho nos demais municípios do Oeste e por outros territórios potiguares. A meta é dobrar a quantidade de reservatórios vistoriados.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Defesa Civil Estadual e Igarn firmam parceria para vistoria de barragens

FOTO: ASSECOM/GAC

Equipes da Defesa Civil Estadual e do Instituto de Águas do RN (Igarn) definiram nesta quarta-feira (8) os termos da parceria para vistoriar barragens do Estado. Neste ano, segundo o diretor-presidente do Igarn, Caramuru Paiva, já foi realizada a inspeção técnica de 20 reservatórios. A meta é chegar a 120 até o final do ano, dobrando o número do ano passado. Para isso, o órgão vai contar com apoio logístico da Defesa Civil Estadual.

Governo criou comitê

O Governo do Estado instituiu um comitê permanente de acompanhamento e monitoramento de barragens envolvendo o Gabinete Civil, Semarh, IGARN, Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e Defesa Civil Estadual.

O comitê permanente vai executar as ações emergenciais necessárias para a segurança das barragens em risco. A atuação vai ser pautada com base na Lei Federal 12.334/2010, que disciplina a segurança das barragens em todo o país.

Como prevê a legislação, o estado vai ampliar o trabalho de fiscalização e classificação de risco dos reservatórios e notificar os proprietários para realizarem os serviços necessários em prazo determinado.

A legislação também permite que a administração pública promova a cassação de outorga concedida aos proprietários de barragens que não realizam a manutenção. Neste sentido a Procuradoria Geral do Estado irá integrar o comitê permanente.

Ação restabeleceu ponte em cinco dias

A cabeceira de uma ponte que havia sido destruída pelas chuvas na RN-041, rodovia que interliga a BR-304 ao município de Santana do Matos, foi restaurada pelo Governo do RN em apenas cinco dias. A governadora Fátima Bezerra destacou, em visita ao local, a atuação integrada dos órgãos e secretarias, sob a coordenação da Defesa Civil Estadual, em sintonia com o governo federal e prefeituras da região.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Igarn projeta que reservas hídricas estaduais cheguem a até 50% após inverno; veja capacidade dos principais reservatórios

FOTO: FELIPE ALECRIM/IGARN

O interior do Rio Grande do Norte está entrando na sua quadra invernosa. Os mananciais potiguares, em algumas regiões, já começaram a ter aumento de volume. Entre os 45 reservatórios monitorados pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), que possuem capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, a estimativa definida pelo setor de monitoramento é que, seguindo a perspectiva de um inverno dentro do normal, as reservas hídricas superficiais possam terminar o período de chuvas com, aproximadamente, 50% do total que conseguem acumular, que é de 4,411 bilhões de metros cúbicos.

O diretor-presidente do Igarn, Caramurú Paiva, ressalta que caso se confirme uma quadra invernosa dentro da normalidade e os reservatórios atinjam os 50% das reservas hídricas superficiais totais, o estado do Rio Grande do Norte atingirá sua melhor situação de abastecimento desde 2013, quando, ao final do inverno no interior, acumulou 45,01% da capacidade total das bacias hidrográficas. “Em 2014, acumulou 39,93%; em 2015, 26,99%; em 2016, 20,18%; em 2017, 17,72%; e 2018, 31,50%”, relembra o diretor.

Com relação aos principais reservatórios estaduais, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, atualmente acumula 495,745 milhões de m³, em termos percentuais, 20,66% de sua capacidade. No início de março de 2018, a ARG acumulava 284,986 milhões de m³, ou apenas 11,87% de máximo que consegue acumular.

Já a barragem Santa Cruz do Apodi, com capacidade para 600 milhões de metros cúbicos, atualmente acumula 133,582 milhões de metros cúbicos. No mesmo período do ano passado estava com 13,84%, o que corresponde a 82,978 milhões de metros cúbicos.

Outro grande reservatório, Umari, que possui capacidade para 292 milhões de metros cúbicos, atualmente acumula 97,899 milhões de metros cúbicos. No mesmo período do ano passado estava com 13% de sua capacidade, 39,230 milhões de m³.

Atualmente, 7 reservatórios estão em volume morto, o que corresponde a 15,55% do total de açudes monitorados. Já os completamente secos são 8, em termos percentuais, 17,77%. No início de março de 2018, 17 mananciais estavam em volume morto e 15 secos.

Situação das lagoas

A lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, está com 7,350 milhões de metros cúbicos, ou 66,38% do seu volume máximo que é de 11 milhões de metros cúbicos. Já a lagoa do Bonfim, que atende à adutora Monsenhor Expedito, 43,350 milhões de m³, ou 51,44% do seu volume total. A Lagoa do Jiqui permanece com 100% da sua capacidade.

 

Opinião dos leitores

  1. Desde o governo passado que o Igarn tem prestado grandes serviços na gestão dos reservatórios do RN. Não fosse esse trabalho estaríamos em condições muito pior. Só sendo muito ignorante para não saber disso.

  2. Além de onerar a máquina (in)administrativa do estado, para que mesmo serve o Igarn?
    Para adivinhar se vai chover? Ah, para isso já temos o Jornal de WM.
    Para acompanhar o "volume morto" da (biodi)gestão da renitente "gove do góipi"? Francamente.
    O RN é um imenso poço sem fundo.

    1. E SÓ AGORA É UM POÇO SEM FUNDO???? COM OS GOVERNOS DOS RIQUINHOS NAO ERA NAO ….??????????????????????? HOMEM PAREM COM ISSO… É MUITA HIPOCRISIA, CHATICE, BABOSEIRAS..!! E A MESMA COISA DO GOVERNO FEDERAL, JÁ FORAM ELEITOS ASSUMIRAM E AGORA AGUENTA QUE DOI MENOS….!!!

    2. Realmente, amigo, mais um órgão que deveria ser extinto no RN. A quantidade de sanguessugas dos parcos recursos do estado é enorme. Mas, duvido que isso vá mudar pois esses órgãos funcionam como cabides de empregos para apaniguados políticos. E ninguém gosta mais de uma "boquinha" do que essa turma da esquerda. Onde estão as ações efetivas para mudar a cara do RN e tirá-lo dessa crise financeira? Oremos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Igarn, Defesa Civil e UFRN testam nova tecnologia de inspeção de barragens

FOTO: ASSECOM/RN

Uma parceria inovadora está sendo firmada entre o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) e Defesa Civil, junto à Universidade Federal do Rio Grande do Norte, por meio do Departamento de Geofísica, trará o auxílio de equipamentos para detecção de fissuras abaixo do solo e das estruturas (que não são vistas apenas com inspeções visuais), análise geológica fornecida pelo próprio departamento, além de utilização de sensores sismográficos, registradores digitais e antenas de GPS, que proporcionarão a otimização dos serviços de inspeção de barragens no RN.

Nesta quarta-feira (30) foi organizada uma visita à barragem de Campo Grande, localizada em São Paulo do Potengi em que representantes do Igarn, Defesa Civil e UFRN discutiram e avaliaram a utilização dos equipamentos no reservatório como uma fase de testes. Posteriormente, serão visitadas as barragens públicas de Passagem das Traíras (em São José do Seridó), Gargalheiras (Acari) e Calabouço (Passa e Fica), e as particulares, Barbosa de Baixo (Caicó) e Riacho do Meio (Equador).

O estudo visa garantir a otimização das vistorias nos reservatórios potiguares possibilitando o monitoramento remoto dos mananciais. O objetivo é que em um segundo momento todos os reservatórios ou outras construções no estado que possam oferecer algum risco de desastre possam ser mapeados.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

IGARN realiza cadastramento dos usuários de água da Lagoa do Bonfim, responsável pelo abastecimento de 30 municípios

Durante o mês de fevereiro, o Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (IGARN), realizou o cadastramento dos usuários de água da Lagoa do Bonfim, situada no município de Nísia Floresta.

A Lagoa do Bonfim é um manancial estratégico, faz parte de um complexo lacustre composto por seis lagoas, sendo responsável pelo abastecimento de água de 30 municípios, através do sistema adutor Agreste-Trairí-Potengi. Ela é uma das maiores lagoas do estado e, no período de chuvas, entre os meses de maio e julho, chega a acumular mais de 80 milhões de metros cúbicos de água, o dobro do período da seca.

Cerca de 130 cadastros foram encaminhados ao IGARN para a legalização. A maior parte dos usuários cadastrados utilizam a água para consumo doméstico, mas também há usuários que utilizam para irrigação.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *