Bebê do príncipe William e de Kate Middleton é do sexo masculino

Nasceu nessa segunda-feira (22), o filho do príncipe William e de Kate Middleton, duquesa de Cambridge. O privilegiado recém-nascido passou na frente do tio, o príncipe Harry, e se tornou o 3º na linha de sucessão ao trono britânico.

O príncipe Charles (à esq.), avô do mais novo membro da família real, é o 1º na linha de sucessão ao trono. Em seguida, está o príncipe William (no centro da imagem), filho mais velho de Charles.

Até o nascimento do filho de Kate, o príncipe Harry (à dir.) era o 3º na fila dos herdeiros, mas ele perdeu a posição para o bebê e agora está no 4º lugar

Até outubro de 2011 havia a lei da “primogenitura masculina”, ou seja, se o bebê de Kate e William fosse uma menina, ela poderia perder o trono, caso viesse a ter um irmão mais novo.

Entretanto, depois de décadas de discussões para acabar com essa desigualdade, o atual governo de David Cameron reformou a lei e acabou com este tratamento discriminatório entre os gêneros da família real

Apenas 16 dos 54 países da Commonwealth (incluindo o Reino Unido) onde a rainha Elizabeth 2ª (foto) é soberana concordaram com a mudança.

No Reino Unido, o projeto de lei foi rapidamente aprovado pelo Parlamento e consentido pela rainha em abril. Mas para entrar em vigor, deve ainda ser formalmente aprovado em cada um dos outros 15 países

O Palácio de Buckingham e o governo britânico “desejam evitar (…) um cenário no qual teríamos um monarca diferente nestes domínios”, explicou Robert Hazell, diretor do departamento de estudos constitucional da University College London (UCL).

— [Londres] espera que todos os países alterem a sua legislação até ao final deste ano ou, o mais tardar, dentro dos próximos 12 meses

A nova legislação também coloca um fim à proibição de um monarca de se casar com um ou uma católica. No entanto, a coroa está reservada para aqueles “em comunhão” com a Igreja Anglicana da Inglaterra, que exclui as pessoas de outras religiões e não crentes

Antes do nascimento do bebê, estudiosos da genealogia analisaram sua ascendência, encontrando surpresas como um suposto príncipe Drácula e um rei muçulmano de Sevilha que aparentemente descende de Maomé.

A árvore genealógica do pai, William, conta naturalmente com os ancestrais mais distintos da Europa e ali se encontram, junto com os reis da Inglaterra, os da Grécia, Dinamarca, Suécia, Rússia, Áustria, Espanha e muitos nobres alemães.

A família real britânica utilizou o patronímico da Saxônia-Coburgo-Gotha até 1917, quando, em plena guerra com a Alemanha, decidiu trocá-lo pelo de Windsor

Já do lado materno há uma grande maioria de plebeus.

Embora a “Rainha Mãe” — a mãe da rainha Elizabeth 2ª —, e a Lady Di tampouco tenham nascido princesas, “a aliança de William com Kate Middleton terminou verdadeiramente de democratizar a árvore genealógica do bebê”, destacou o famoso genealogista Jean-Louis Beaucarnot.

Na realidade, o futuro rei ou a futura rainha da Grã-Bretanha terá algum nível de parentesco com muitos cidadãos comuns.

R7

Kate Middleton aparece de topless em revista francesa

Capa da 'Closer' e página interna com Kate Middleton de topless: "fotos que vão dar a volta ao mundo"

 

“Oh my god!”. A revista francesa Closer, especializada em celebridades, prometeu e cumpriu: depois de anunciar que tinha fotos de Kate Middleton de topless e iria publicá-las nesta sexta-feira, as imagens da mulher do príncipe William com os seios à mostra chegaram às bancas francesas.

Com as fotos, tiradas na Provença, sul da França, durante uma segunda lua-de-mel do casal, tem início mais um escândalo da família real britânica, alarmada recentemente pelas fotos em que o príncipe Harry aparece nu durante uma farra em um hotel de Las Vegas, nos Estados Unidos.

A duquesa e o duque de Cambridge, que estão em turnê pelo sudeste asiático em comemoração ao Jubileu de Diamante da rainha Elizabeth II, souberam previamente da notícia durante o café da manhã, disse um porta-voz ao jornal britânico Daily Mail.

Segundo a fonte, eles ficaram “obviamente tristes e desapontados” pela violação ao seu “direito à privacidade – especialmente em férias”.  O porta-voz afirmou ainda que o episódio “fazia o relógio voltar 15 anos”, em referência explícita à morte da princesa Diana, que morreu em um acidente automobilístico também na França, em Paris, quando era perseguida por paparazzi.

Kate e William, flagrados na intimidade

A viagem romântica de Kate e William à Provença ocorreu na semana passada. Os dois se hospedaram na mansão do visconde David Linley, sobrinho da rainha. Nas fotos publicadas em cinco páginas, a duquesa de Cambridge aparece de topless à beira da piscina e abaixada enquanto William passa bronzeador nas nádegas da mulher. A editora da Closer, Laurence Pieau, afirmou no Twitter que Kate decidiu tirar a parte de cima do biquíni para “eliminar marcas (de sutiã) ao se bronzear”. A editora disse ainda que o príncipe Harry se sentiria “menos sozinho” após a publicação das imagens.

Apesar do escândalo recém-detonado, o casal real decidiu manter sua agenda durante a viagem à Ásia, que faz parte das celebrações dos 60 anos da coroação da rainha Elizabeth II. Resta saber o que a vovó de William, que este ano rebaixou o status de Kate, vai achar do topless da duquesa.

Fonte: veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gatasarada disse:

    siliconizinho vai bem ein fia…