Educação

VÍDEO: Filho de lavadeira é aprovado em 1º lugar em medicina na UFRN

(ASSISTA AQUI)

Luiz Gustavo de Oliveira, de 19 anos, natural de Caicó, filho de uma lavadeira, foi classificado em primeiro lugar no curso de medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte(UFRN) via Sisu.

Reportagem da InterTV Cabugi conta que o jovem teve que se desdobrar para buscar a aprovação, abdicando, inclusive, de finais de semana, e tendo ajuda de familiares e uma bolsa de estudo para conseguir o objetivo da aprovação.

Opinião dos leitores

  1. Mais um caicoense humilde brilha nas letras demonstrando que o conhecimento liberta o ser humana.
    Lembro bem do tetraplégico que numa cadeira de rodas em 1974 também enalteceu a cidade de Caicó com aprovação em medicina sendo na época a maior média do Norte e Nordeste

  2. Todo Caicoense Raiz sabe que “O sabor da Vitória depende da intensidade da Luta!” Parabéns Guerreiro Conterrâneo!

  3. Parabéns! Faça sempre o bem para as pessoas que estará cumprindo os ensinamentos de Deus. Boa sorte!

  4. São nossas superações, fico sem palavras, contudo, é um Guerreiro e vencedor…com o futuro bastante promissor!!

  5. Meu conterrâneo, um guerreiro batalhador, não conheço mais desejo sorte e felicidades, vá em guerreiro

    1. Está provando que será profissional de suma competência. Seguia em frente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

SUCUPIRA PERDE: Juiz solta o próprio filho preso por dirigir bêbado e causar acidente

(FOTO: MONTAGEM MIGALHAS)

O juiz de Direito Noé Pacheco de Carvalho, da 1ª vara de Floriano/PI, proferiu decisão concedendo liberdade provisória ao próprio filho, após ele ser preso por dirigir embriagado e causar acidente.

O pai-juiz registrou na decisão que o autuado é seu filho, mas justificou que o juiz substituto legal estava em férias e que somente o TJ poderia designar outro juiz, o que acarretaria demora. Noé diz, ainda, que o crime imputado ao filho comporta liberdade provisória.

Consta nos autos que os policiais militares foram informados sobre um acidente de trânsito e, ao se deslocarem até o local, encontraram uma moça caída ao lado de motocicleta. O namorado da vítima teria interceptado o veículo envolvido no acidente.

A Polícia Federal foi acionada e fizeram o teste de etilômetro, no qual foi diagnosticado o teor de 1,6mg/l de álcool por litro de ar. Dessa forma, o autuado foi preso em flagrante.

Na decisão, o juiz ressaltou que a conduta em si não causou significativo abalo da ordem pública nem evidenciou periculosidade exacerbada do autuado, de modo a justificar sua segregação antes do momento constitucional próprio.

“Ademais, o indiciado é tecnicamente primário e possui residência fixa. Não há indicativos concretos de que os suspeitos pretendam furtar-se à aplicação da lei penal, tampouco que irá perturbar gravemente a instrução criminal.”

Dessa forma, decidiu pela concessão de liberdade provisória ao autuado, independente da prestação de fiança, justificando que ele não dispõe de renda própria.

Matéria com a decisão na íntegra AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. Com essa justiça brasileira estamos lascados, é bandido sendo solto, bebum dirigindo embragado sendo julgado pelo pai(juiz) ou sem juizo isso tá virando uma zorra.

  2. Como disse na matéria anterior, a cada dia que passa, as decisões do judiciário brasileiro ficam mais esdrúxulas, também, tendo como exemplo as penadas dos togados do supremo, tudo é possivel nesse Brasil varonil. Aqui a única coisa que não pode é ser pobre, isso é crime.

  3. Num país em que a sua corte maior , o STF, é useiro e vezeiro em ações análogas. Onde o STF manda soltar bandidos e prender homens de bem.
    Esse é o exemplo que a corte maior da justiça brasileira oferta ao seus pares.
    Logo, pelo efeito do exemplo e da jurisprudência, os vassalos do baixo clero do judiciário entendem que também devem proceder dessa maneira.
    Já foi-se o tempo em que os juristas brasileiros atinham-se aaplicar ética e moralmente as leis nesse país.

  4. Nada de mais…tem governante que deseja golpe miliar pra proteger a prole de rachadinhos (peculato) que criou…

  5. O póbi do filho do juiz não podia passar um dia na cadeia né gente?! Isso me lembra outro pai que faz de tudo pra proteger a corrupção de rachadinha dos filhos… Ou o esquema seria dele também já que está mamando no esquema faz mais de 30 anos? E ainda tem gente que fala que lulaladrao roubou mais… Se o MINTOmaníaco passar mais 6 anos na presidência veremos se ele não dobra a meta do lulaladrao…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia dos EUA prende filho de brasileiros que participou de invasão do Capitólio

Foto: Reprodução/Facebook

A polícia dos Estados Unidos prendeu nesta quarta-feira (20) Samuel Camargo, um filho de brasileiros que vive na Flórida, pela participação dele na invasão ao prédio do Capitólio no último dia 6. Na ocasião, 5 pessoas morreram, após um um grupo de extremistas apoiadores do ex-presidente Donald Trump tentar impedir a certificação da vitória eleitoral de Joe Biden.

Camargo foi preso por, entre outras acusações, tentar impedir um policial de exercer seus deveres durante um tumulto e por desordem civil, ao entrar sem autorização em um prédio de acesso restrito.

Samuel Camargo é americano, mas os pais dele são de Sabinópolis, em Minas Gerais. Toda a família mora nos EUA.

A prisão ocorreu depois que os investigadores do FBI receberam denúncias de um ex-colega de turma de Camargo que tinha conexão com ele pelas redes sociais. Segundo o relatório do investigador, o filho de brasileiros havia publicado imagens de sua participação na invasão.

O relatório também aponta que Camargo admitiu que participou dos protestos em Washington DC em 6 de janeiro de 2021 e que depois voltou para a Flórida.

Em uma das imagens, Camargo aparecia com um pedaço de metal de alguma estrutura do prédio do Congresso e dizia que tinha levado uma lembrança.

Em outra imagem, ele aparece junto com uma multidão na escadaria do Congresso. Ele também publicou imagens em que ele luta com um policial para poder abrir uma porta do prédio.

De acordo com o relatório do FBI, alguns vídeos foram apagados posteriormente.

Pedido de desculpas

Camargo publicou um texto em uma de suas redes sociais no qual pede desculpas por suas ações em Washington DC. Ele afirmou que iria cooperar com as investigações e que ficaria longe das mídias sociais.

O agente do FBI que investigava a participação de Camargo fez uma ligação telefônica para o investigado. Durante a conversa, segundo os investigadores, ele se tornou “não-cooperativo” e chegou a questionar a lealdade do agente à Constituição dos EUA. Ele também afirmou ao agente que não tinha informação nenhuma para dar.

Horas depois, Camargo voltou a uma de suas redes sociais (apesar de ter dito que ficaria longe delas) e escreveu o seguinte: “Acabei de falar com o agente do FBI, eu acredito que fui inocentado”.

G1

Opinião dos leitores

  1. Tai, vejam que interessante, os vermelhinhos achando bom a prisão de alguém que invadiu um prédio, aqui o ladrão que roubou milhões de uma população miserável está solto, cômico se não fosse trágico.

  2. Não é muito diferente dos PeTralhas daqui, não querem aceitar a realidade, querem um terceiro turno, bando de idiotas.

    1. Quem tá querendo 3° turno? Agora o palhaço que vc deve ter ajudado a eleger que não que trabalhar, leva o cargo de presidente com irresponsabilidade e jogando p a boiada dele.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

TRISTE E REVOLTANTE: Bandidos matam pai e filho a tiros em sítio na Grande Natal; criança de 6 anos é baleada

Foto: Reprodução/TV Tropica

Pai e filho foram assassinados na noite desse domingo (17), na Comunidade Olho D’Água do Chapéu, em São Gonçalo do Amarante. Eles estavam em um sítio, onde o pai era caseiro, quando homens fortemente armados invadiram o local e cometeram o crime.

De acordo com a Polícia Militar, os criminosos entraram na residência por uma porto nos fundos. Dentro do imóvel, não deram oportunidade para as vítimas e fizeram vários disparos com armas de grosso calibre.

Na ação, uma criança de 6 anos foi baleada e socorrida por populares que foram ao local após a fuga dos criminosos. O estado de saúde da criança não foi informado. O dono do sítio foi ao local, mas preferiu não falar com a equipe da TV Tropical.

Moradores da região estão revoltados com o crime, e reclamam da insegurança no local. No ano passado, invasões a propriedades foram uma constante. Há informações, inclusive, de trabalhadores da região pedindo baixa da carteira pelo medo da insegurança. O efeito policial mínimo na localidade, segundo contam, é o principal facilitador para as ações criminosas,

Com acréscimo de informações do Portal da Tropical

Opinião dos leitores

  1. Fátima do PT ta acabando com o RN.
    O retrato de Robinson.
    A diferença é que agora tem dinheiro e mesmo assim é esse caos.

  2. No RN hoje é mais seguro ter uma boca de fumo do que uma propriedade rural. Está se tornando inviável se produzir neste Estado. A dificuldade de se conseguir mão de obra é terrível, a violência é exorbitante, os atravessadores matam o produtor, sem falar na burocracia governamental IDEMA, IGARN, COSERN. Quem tiver juízo saia da atividade antes de ser morto pelos marginais e/ou devorado pelo Estado.

  3. E daí? Qual o problema? Se não teve PM envolvido o caso nem terá repercussão na mídia. Vai ficar como mais um crime a ser desvendado e a família que se desfez vai ter a vida toda para amargar a dor. Os coitadinhos que tiraram a vida das pessoas serão vistos como vítimas da sociedade e pessoas a serem defendidas por determinado e conhecido partido político. Para isso temos o Passo no SOL.

  4. Não dá para misturar vacina, doriana e Presidente da República com o amor que a esquerda devota ao banditismo mundo afora, especialmente no RN. A criminalidade corre à solta em todo território estadual, com destaque para a região metropolitana. Mas as estatísticas de Fátima e de Ivenio Hermes informam que crimes só ocorriam no governo Robinson Faria.

  5. Caligula to curioso, você ta ganhando quanto para viver dando a sua opinião em todas as reportagens no Blog do BG. Chamando o presidente de mito e tudo, fiquei curioso porque você opina em todas as reportagens que tem o governo no meio e falando mal do PT.

  6. Parece que missão dada ao gado hoje foi atacar a governadora. Não interessa o assunto. Atacar sistematicamente. Interessante. Enquanto isso o Bozo é humilhado pelo Dória. Segue o baile.

  7. Hô Governo Reiêra é esse do RN.
    Enquanto a Governadora Fátima Bezerra PT e Seu Secretário de Segurança, estão preocupados com a escolta e segurança da vacina , fazendo espetáculo midiática, o povo tá morrendo vítimas da incompetência do estado em provê segurança.
    O RN tá entregue a bandidagem, ao tráfico de drogas, contrabando de cigarros.

    1. Concordo com vc quanto a governadora… E no nível nacional , o ministro da saúde fica criando espetáculos mídiaticos por causa da vacina e esquecendo as centenas de mortos em Manaus…

    2. Pois é Manoel… o governador do Amazonas tem sido um dos poucos que reconhecem o empenho e ajuda do governo federal. Há vários vídeos dele com esse conteúdo. Vale lembrar que aquele estado foi alvo de operações da PF, por corrupção, na qual a Secretária de Saúde foi presa. A situação não era para ser esta mas, infelizmente, os políticos não largam esse vício e quem paga é a população. Antes de falar mal do Presidente, gratuitamente, se informe. Você tem todo o direito de não gostar dele, afinal, até agora, não há um só processo contra ele pela prática de corrupção. Isto deve lhe incomodar muito.

    1. Enquanto isso 60 ou mais policiais nessas blitz parados e o caos tomando conta do outro lado, essas blitz tem que circular por todos os cantos da cidade.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Diário Oficial do Município de Natal publica nomeação de filho de Álvaro Dias como secretário de Assistência Social

Foto: Reprodução/DOM

O Diário Oficial do Município desta sexta-feira(15) publicou a nomeação de Adjuto Dias, filho do prefeito de Natal Álvaro Dias, como titular da Secretária Municipal de Trabalho e Assistência Social (SEMTAS). Ele ocupará o lugar da sua tia, Andréa Dias.

Confira publicação AQUI na página 01.

Adjuto foi candidato a deputado em 2018 e perdeu, mesmo com seu pai já sendo prefeito. A probabilidade dele se candidatar novamente a deputado é grande. Agora é aguardar.

Opinião dos leitores

  1. Se ocupa o cargo de delegado, é por ter sido aprovado em concurso público;
    Se foi aprovado em certame público, é por possuir conhecimento/instrução;
    Se tem instrução, tem competência para ocupar o cargo em comissão para o qual foi nomeado;
    Por fim, se a nomeação não é ilegal, só há uma coisa a fazer: é parabenizar o nomeado e desejar-lhe boa sorte no exercício de seu novo mister.

  2. Em Parnamirim no diário oficial é o pau que mais tem na prefeitura, o diário pouco saiu e já vi alguns na cara de pau, vou fazer a denúncia anonima ao MP já que o prefeito parece não saber.

  3. ENGRACADO… VEREADOR NAO PODE NOMEAR PARENTESCO…MAIS PREFEITO PODE! ESSA É A INJUSTIÇA FEITA POR MAUS POLÍTICOS…

  4. A pessoa larga o cargo de delegado, desfalcando a segurança pública que ja e tao carente… para fazer campanha política por 2 anos ate a eleição de deputado estadual!!!!!

    É um absurdo!!!

  5. Pode escrever, que é candidato a Deputado Estadual daqui a 2 anos. Incrível como quase todos calçam 40. A vice de Alvaro Dias é a cunhada de Carlos Eduardo e por aí vai.

    1. Pela lei não é nepotismo quando nomeiam no primeiro escalão…

    2. O Cargo de Secretários Municipais , Estaduais e Distrital, assim como, Ministro de Estado é Cargo de confiança de primeiro escalão e de natureza política, PODE, entretanto, os demais não, como, Diretor, Coordenador, Chefia e etc. Entendimento pacificado pelo STF.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

CONQUISTA: Filho de carroceiro e lavadeira do RN toma posse como juiz do TJPA

Foto: Reprodução

Nascido no município de Pau dos Ferros, região do Alto Oeste Potiguar, filho de um carroceiro e uma lavadeira, Francisco Walter Rêgo Batista, é mais exemplo de superação e tomou posse como juiz do Tribunal de Justiça do Pará, na última segunda-feira, 11.

Em sua trajetória, o novo magistrado sempre estudo em escola pública e se formou no curso de Direito pela Universidade Federal da Paraíba.

A persistência na rotina de estudos e dedicação superando as adversidades foi premiada com a posse efetivada em solenidade no TJPA.

Justiça Potiguar

Opinião dos leitores

  1. Aí uma prova de que ser bandido não é falta de oportunidade e se de caráter.
    Quando se quer se consegue!

  2. Santo de casa não obra milagre. Aqui seria o que? Filho de um carroceiro e de uma lavadeira.

  3. Está de parabéns, que lembre sempre de suas origens e não se deixe contaminar pela mosca azul do Judiciário brasileiro.

  4. Parabéns e sucesso!!! Deus no controle! O desafio é apenas o início de uma brilhante carreira! ??????????

  5. Será que ele precisou de professor para chegar, onde chegou; ou não precisou. Professor é uma profissão importante, para qualquer país ou nação que queira ser grande. O juiz têm seus méritos, mas pode perguntar a ele, que o mesmo terá um professor inesquecível no seu percurso. Parabéns ao juiz, parabéns aos professores brasileiros, que apesar de tanta negação, continuam na batalha por um país mais justo e digno para todos.

  6. Lindo exemplo de vida e superação, isso é à prova de que o ser humano chega aonde quer, parabéns ao jovem Juiz que certamente será um Exemplo na Função e continuará a superar os obstáculos da vida.????

  7. Procurando aqui um comentário realmente proveitoso. Parece-me que não há. Todos os acima, até então, inúteis.

  8. O mérito do rapaz em conseguir chegar ao chargo de Juiz, cargo esse que, via de regra só os mais abastados conseguem, não deve jamais ser agradecido ao marginal Lula e as cotas do PT, que o gado petista não misture a marginalidade do seu líder com o sucesso obtido pelo rapaz. Aos petista só resta relinchar Lula Live e comer alfafa.

    1. Está correto seu comentário. PatbdParabéns !
      Aqui o GOVERNO DO PT, 3 anos administração X 0 para os PELEGAS.
      VIVA O PT!!! VIVA O PT!!!

  9. Até aqui, o besta fera do “Brasil” espuma pela boca, feito um cão raivoso.
    Vai se balançar numa rede e tomar sua canja de pé de galinha, véi esclerosado

    1. Inútil, não se esforce como as pessoas de sucesso, aguarde pela sua cota num concurso de asg, jumento petralha. Rsrsrs

  10. PARABÉNS Dr. Francisco Walter!!!
    Que sua jornada no campo da justiça seja apartada dos maus exemplos do STF.

    1. Obrigado LADRAO CONDENADO LULA, por ter feito o maior roubo da história da humanidade,verme LADRAO, encantador de ASNOS , se alguém der um peito foi o Lula que ajudou …deixa de ser IDIOTA , foi mérito desse JOVEM , e você Jumento , se mude para o paraíso Venezuela ou Cuba

    2. Graças a cota nada,isso se chama esforço e mérito próprio,por exemplo eu tenho dois diplomas universitários que praticamente não serviram para nada,por isso que eu sempre falo quando me perguntam se sou formado,sempre digo que não,prefiro dizer que só tenho o segundo grau mesmo/ensino médio.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Pai é assassinado em Natal após tentar recuperar produto furtado pelo filho viciado em drogas

O Portal BO destaca nesta quinta-feira(31) que um pedreiro de 54 anos, foi assassinado na noite dessa quarta-feira (30), em uma rua projetada, no loteamento Vale Dourado, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, zona Norte de Natal após tentar recuperar em uma boca de fumo um refletor que tinha sido furtado pelo filho, que é usuário de drogas. Segundo polícia, a vítima foi com o próprio filho ao local, mas acabou surpreendido pelo assassino que atirou três vezes. Matéria completa AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Que coisa mais triste! E tem infeliz que quer legalizar as drogas, a maioria não sabe o que é ter um parente como esse garoto: viciado.

  2. Aí! Bolsonaro q foi eleito pra mudar tudo? Fez exatamente o contrário acabando com os mecanismos de combate aí crime organizando pra não chegarem aí filho dele. O ccoafe é só um exemplo, mas ele quer o povo com arma epara fazer o papel do Estado, e depois ir o idiota além de não ter dinheiro pra comprar uma arma e alguns se comprar e usar vai direto para o chilindró!

    1. Esquecesse uma coisa "Chico"… aqui a governadora é do PT… e você provavelmente elegeu ela! A PF duplicou as apreensões, e o valor de bens apreendidos do tráfico hoje é na casa dos bilhões de reais.

    2. A culpa do Bolsonaro kkk. Partidos de esquerda que só defende droga, traficante e tudo de ruim , vc sem noção.

  3. Cadê a turma dos Direitos Humanos? Eles não são contra a pena de morte, este trabalhador foi condenado a morte, e sem direito a audiência de custódia ou recorrer a outras instâncias. Ou se muda o código penal brasileiro ou a nação vai virar refém da bandidagem. Chega de hipocrisia, vamos tratar bandido, como bandido!!!!

    1. Os 'iluministas' da nossa Corte Suprema Celestial, Soberba, Etérea e Progressista não deixam.
      Esse negócio de prender bandido é coisa de gente inferior, reacionária, tacanha que se deixa guiar por sentimentos menores de vingança.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Bolsonaro visita o filho Carlos em hospital do DF

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro foi ao hospital Santa Lúcia, em Brasília, na manhã desta quinta-feira, acompanhar seu filho, Carlos Bolsonaro. Carlos foi submetido a uma endoscopia, exame do sistema gástrico. O vereador teria apresentado dores no estômago. A indicação inicial seria de apenas fazer uma endoscopia, mas outros exames complementares foram solicitados.

Procurada, a Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto disse apenas se tratar de uma agenda privada do presidente. O Hospital Santa Lúcia disse que o presidente foi lá “para acompanhar um procedimento de um familiar” e que Bolsonaro já deixou o local.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Calígula não responde, esse Samuel Uel é o extrato do pum, do cavalo, do bandido que matou Zorro. Mente doentia, apavorada por que só faz o bem e não rouba, na reforma sanitária queriam acabar com os manicômios, uma completa insensatez, para um faísca minúscula como esse extrato, bem que cabia uma vaga.

    1. Vá comprar o panetone do seu marido, antes que ele te bata.

    1. Tudo que você deseja ao próximo, que volte em triplo para você.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Filho do fundador das Casas Bahia é acusado de estupro e aliciamento por 14 mulheres

FOTO: DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE ARARAQUARA

O filho do fundador das Casas Bahia Saul Klein, 66, entregou o passaporte à Justiça e está proibido de ter contato com 14 mulheres que acusam o empresário de aliciá-las e estuprá-las em festas que reuniam dezenas de garotas em sua casa, em Alphaville, desde 2008.

As duas medidas são precauções solicitadas pelo Ministério Público de SP para o andamento da investigação das denúncias, que estão mantidas em segredo de Justiça em um inquérito policial aberto na Delegacia de Defesa da Mulher de Barueri. Em julho, a polícia arquivou outro inquérito com alegações semelhantes e que apurava a suposta exploração sexual de uma menor de idade por Klein.

A defesa do empresário diz que o seu cliente é um sugar daddy, termo que descreve homens que têm fetiche em sustentar financeiramente mulheres jovens em troca de afeto e sexo, mas alega que ele jamais cometeu os crimes apontados pelas alegadas vítimas.

“O sr. Saul Klein vem sendo vítima de um grupo organizado que se uniu com o único objetivo de enriquecer ilicitamente às custas dele, através da realização de ameaças e da apresentação de acusações falsas em âmbito judicial, policial e midiático”, afirma o advogado André Boiani e Azevedo, que representa Klein.

“Várias dessas pessoas já conseguiram se aproveitar dele em outras oportunidades, causando-lhe prejuízo milionário, e estavam acostumadas a essa situação. Quando perceberam que esse tempo acabou, passaram a difamá-lo publicamente”, segue Azevedo.

“Ele [Saul] sente profunda indignação diante desse quadro, mas se defenderá com toda a tranquilidade, pois tem absoluta confiança na polícia, no Ministério Público e no Poder Judiciário, que já atestaram sua inocência em investigação anterior e certamente o inocentarão mais uma vez.”

O advogado afirma que o seu cliente contratava uma agência que lhe trazia sugar babies (como são chamadas as garotas que se dispõem a serem bancadas pelos daddies) e que ele mantém diversos relacionamentos simultaneamente.

“Ele era o ‘daddy’ de todos os ‘daddies’, do qual todas as ‘babies’ gostariam de ser ‘babies’”, afirma Azevedo.

Azevedo aponta que os ataques têm por objetivo chantageá-lo e achacá-lo desde 2019, quando Klein parou de adquirir o serviço da empresa que lhe apresentava as mulheres, por desconfiar que os seus proprietários estavam tentando extorqui-lo.

Saul Klein é filho de Samuel Klein (1923-2014), fundador das Casas Bahia. Ele atualmente disputa a herança do pai na Justiça com o seu irmão mais velho Michel Klein, para quem Saul vendeu a sua parte societária na rede varejista em 2010 pelo valor estimado de R$ 1,5 bilhão.

O empresário também é um dos atuais donos do time de futebol Ferroviária, de Araraquara, no interior de SP, e foi candidato (não eleito) a vice-prefeito de São Caetano do Sul neste ano, cidade cujo time de futebol também teve ele como investidor por anos.

Os relatos das 14 vítimas foram feitos à Ouvidoria da Mulher do Conselho Nacional do Ministério Público, que encaminhou o conteúdo ao Ministério Público de SP (MPSP). A promotoria paulista solicitou à Justiça medidas restritivas para que o empresário não deixe o país nem contate as mulheres que o acusam. O pedido foi acatado pela 2ª Vara Criminal da comarca de Barueri.

A decisão judicial elenca informações apresentadas pelo MPSP baseadas nos testemunhos das supostas vítimas A. P. F. S., F. D. S. M., M. C. D. C., N. E., T. M. C., I. P.. D. F., B. R. B. D. O., A. L. M. P., J. F. S., P. Z., S. G. D. S., M. D. S M. e L. R. G.

“Segundo constou do requerimento, todas as mulheres acima foram vítimas de aliciamento sexual”, aponta o despacho da Justiça citando informações elencadas pela promotoria. “Eram procuradas por aliciadores em redes sociais e outros canais, informadas falsamente de que havia interesse na contratação delas por parte de uma empresa e conduzidas a uma apresentação, a título de teste, para o requerido Saul.”

“Os testes eram feitos em um flat e elas tinham que usar biquínis ou roupa íntima. Elas eram convencidas de que, se satisfizessem a lascívia do requerido Saul, poderiam ser contratadas para eventos na ‘mansão’ de Alphaville, quando então receberiam de mil a três mil reais, ou numa casa de campo dele em Boituva”, segue a narrativa.

“Nesses eventos, que podiam contar com 15 a 30 moças, elas tinham que exibir o tempo todo de biquíni e submeter-se a atividades sexuais com o requerido Saul, inclusive de modo humilhante e a contragosto. Também podiam ter que ingerir droga, permanecer trancadas em um quarto por um dia inteiro e aceitar se submeter a consultas com médicos ginecologista e cirurgião plástico, respectivamente, para cuidar das persistentes e reiteradas doenças sexualmente transmissíveis que as acometia e de outras enfermidades que apresentaram, bem como receber aplicações de botox ou outros tratamentos destinados a prepará-las para as sessões com o requerido Saul.”

“Salientou o Ministério Público que o fato de que as propriedades sempre eram vigiadas por seguranças armados e que as mulheres eram submetidas a atos de brutalidade e de humilhação, exemplificando com cusparadas. Telefones celulares normalmente eram confiscados quando da chegada delas ao local”, cita o despacho. “Em razão da constante exploração, da dependência econômica, do subjugo físico e da intimidação moral, muitas mulheres adoeceram e uma delas chegou a se suicidar.”

“Foi realçado, ainda, o fato de que eram providenciados documentos falsos às mulheres, com nomes e demais dados alterados, o que era especialmente importante para as adolescentes”, emenda o documento sobre acusações sobre a possível relação de Saul com menores de idade.

“[Elas também disseram que] eram ameaçadas a não tratar do que ocorria nesses locais com quem quer que fosse, sob pena de sofrerem consequências”, continua .

A Folha conversou por telefone com duas das alegadas vítimas que acusam o empresário. Uma conheceu Saul em 2008 e conviveu com ele até este ano. A outra começou em 2013. Nenhuma delas quis se identificar, alegando que não querem ser expostas e que têm medo de represálias do empresário. Elas corroboram os relatos elencados na decisão judicial. Uma terceira suposta vítima desistiu de falar com a reportagem.

Azevedo aponta que a relação criada entre Klein e as mulheres nem sempre acarretava em atos sexuais, mas que quando isso ocorria era um algo consensual. Ele afirma que o empresário dava presentes a elas, mas que ele nunca fez pagamentos às suas amantes e não participava desta negociação —quem tratava disso era a agência, que também se responsabilizava por verificar as idades de todas as garotas para que fossem maiores de idade.

“As participantes estavam ali de livre e espontânea vontade —e, saliente-se, todas queriam voltar aos eventos, em demonstração de que estavam de acordo com o que ali acontecia”, diz ele.

A advogada Gabriela Souza, que representa as vítimas, afirma que só se manifestará em janeiro. A investigação segue em segredo de Justiça.

Mônica Bergamo – Folha de São Paulo

 

Opinião dos leitores

  1. Tanto que o velho trabalhou, para o filho jogar fora na prostituição.
    Se havia alguma de menor, é caso de prisão, não de indenização.

  2. Virou Já moda, ninguém pode mais levar amigas pra uma festa que depois já cria coisas da mente delas pra extorquir,tiram fotos do Instagram, Facebook e grupos do whatsapp, tom am whisky 12 anos, cerveja ? Stella artois, Budweiser depois inventa fatos virou moda já no Brasil!

  3. Assim é muito fácil!!!! Curte na mansão do rico com todo o luxo, postando fotos nas redes sociais, depois quer extorquir o cara.

  4. Essas mulheres de hoje são todas uma bombas relógios,logo se percebe que essas relações sexuais eram absolutamente consensuais entre o senhor klein e entre essas decentes e recatadas mulheres,pelo que se sabe elas frequentavam essas festas íntimas de livre e espontânea vontade,e que foram pagas para realizarem os fetiches sexuais do distinto cidadão e agora veem com essas invencionisses de que sofreram assédios sexuais e que foram estupradas,isso é um completo absurdo.

    1. Estou com pena desse distinto e inocente homem do bem,pelo poder que ele possui pode comprar e fazer que quiser com o seu patrimônio,inclusive realizar extravagâncias eróticas e sexuais,agora essas mulheres ingênuas e santas e que sabiam exatamente o que estavam fazendo naqueles ambientes,agora se reuniram para destruir a dignidade do rico homem pelo qual eram todas bem remuneradas para prestarem serviços de apresentações eróticas e sexuais,agora ele será escolhido para ser bombardeado pelas pessoas fracassadas e pelos canais de telecomunicações.

  5. Uma delas ficou desde 2008 nesse "sofrimento"?! Ela estava amarrada em algum lugar, só pode.

  6. Achaque, vivaldinas tentando explorar o empresário. Pelo que li no artigo, ele não obrigou ninguém a nada. Tudo consensual. Agências de garotas existem por todo canto. E ele só está usufruindo de sua condição financeira. Segue o jogo.

  7. As putas mudam o nome de sua ativida pra sugar baby e depois querem extorquir os babacas que caem nessa.
    Kkkkk

  8. Virou profissão curtir com rico e se colocar como vitima. Essas mulheres deveriam pensar antes da balada e das fotos na lancha.

  9. Se não se deve, ou não se pode divulgar os nomes das vítimas, precisa colocar isso: A. P. F. S., F. D. S. M., M. C. D. C., N. E., T. M. C., I. P.. D. F., B. R. B. D. O., A. L. M. P., J. F. S., P. Z., S. G. D. S., M. D. S M. e L. R. G?!!!
    Faria alguma diferença simplesmente não divulgar os nomes ou letras?!!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Caso Rhuan: assassina disse que carne do filho em churrasqueira tinha “cheiro bom”

FOTO: IMAGEM CEDIDA AO METRÓPOLES

A narrativa da curta vida do menino Rhuan Maycon da Silva Castro – morto cruelmente aos 9 anos, em maio de 2019 – teve fim na noite dessa quarta-feira (25/11), quando o juiz Fabrício Castagna Lunardi proferiu, no Tribunal do Júri de Samambaia, a sentença imposta às assassinas da criança. A mãe do menino, Rosana Auri da Silva, e a companheira dela, Kacyla Priscyla Santiago, foram condenadas a 65 e 64 anos de reclusão, respectivamente. Ambas cumprirão a pena em regime fechado.

Na sentença, a qual o Metrópoles teve acesso com exclusividade, estão expostos detalhes de um crime hediondo e “friamente premeditado”, conforme as palavras do magistrado. Eles serão contados pela primeira vez, visto que o processo correu, desde o início, em segredo de Justiça: razão pela qual o julgamento também correu a portas fechadas, no Fórum de Samambaia.

No documento, o juiz destaca a “frieza emocional, comportamento calculista e insensibilidade exacerbada” das rés, em especial de Rosana. Segundo o texto, desde o começo das investigações, a mãe de Rhuan teria prestado afirmações “permeadas de inverdades e incoerências”, além de usar “técnicas de manipulação e teatralidade, colocando-se na posição de vítima”.

A descrição desse traço de personalidade da assassina foi fornecida pelas equipes de médicos-legistas que atuaram no caso.

A ré [Rosana] não demonstrou arrependimento, remorso ou empatia com a vítima, o que evidencia um desvio de personalidade que deve ser valorado negativamente… O nível de perversidade da ré Rosana é tamanho que, ainda no local do homicídio, ao ser perguntada pelo delegado ‘Vocês comeram a carne da criança?’, respondeu a ele: ‘Não, mas o cheiro estava bom’

TRECHO DA SENTENÇA PROFERIDA PELO JUIZ FABRÍCIO CASTAGNA LUNARDI

As duas mulheres queimaram partes do corpo do garoto na churrasqueira da chácara onde a família morava, em Samambaia, na tentativa de se livrar do cadáver. A companheira de Rosana acendia o fogo enquanto a mãe degolava a criança ainda viva, depois de esfaqueá-la outras 11 vezes, segundo aponta o laudo dos legistas. Esse teria sido o ápice de toda uma vida de sofrimentos infligidos pelas duas mulheres ao garoto e a sua irmã.

Rhuan Maycon era impedido de ir à escola, alienado do convívio com o restante da família e obrigado a se mudar constantemente, visto que as duas mulheres fugiam da lei enquanto o pai das crianças desesperadamente buscava resgatar os pequenos. Pior, o garoto foi torturado e teve o pênis decepado numa falectomia caseira, um ano antes de morrer pelas mãos da mãe e da madrasta. Antes de fazer a cirurgia, as duas criminosas teriam pesquisado na internet “como extrair pênis e testículos”, segundo a sentença.

VEJA MAIS: Mãe e companheira são condenadas por esquartejar menino Rhuan Maycon; penas somam 129 anos

Sobre esse ato de crueldade, assim narrou o juiz: “A vítima sofria de dores lancinantes e desconforto prolongado ao urinar, desde o dia da lesão até a sua morte […] Ou seja, para urinar, a bexiga da vítima precisava encher muito, sendo que ela urinava por gotejamento, sentindo uma dor inimaginável, por um pequeno orifício”.

Com Metrópoles

 

Opinião dos leitores

  1. Dá um nó na garganta só de ler a matéria. É impossível não imaginar as dores que esse pequeno sofreu. Agora creio que ele está sendo consolado.

  2. Lendo uma matéria dessa, me vem por um momento um questionamento, quem somos nós e de onde viemos?
    Ficar muda, é o primeiro pensamento que vem, seguido de choro.

  3. Fizeram isso porque neste país de bosta as leis não servem pra nada,tivesse pena de morte ou perpétua,queria ver se não se borravam de medo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Mãe tentou proteger o filho bebê em desabamento de falésia em Pipa e morreu abraçada a ele, diz testemunha

Stella Souza, de 33 anos, Hugo Pereira, de 32, e o filho deles, Sol de Souza, de 7 meses, morreram no local — Foto: Arquivo pessoal

Reportagem do G1-RN conta nesta terça-feira(17) que Stella Souza, uma das vítimas do desabamento de falésia na praia de Pipa, tentou proteger o filho no momento do acidente. Ela foi encontrada abraçada ao bebê de 7 meses, segundo testemunhas. O marido de Stella, Hugo Pereira, de 32 anos, também morreu soterrado.

O empresário náutico Igor Caetano testemunhou o acidente e tentou socorrer as vítimas. Ele contou que a mãe abraçou o filho na tentativa de protegê-lo no momento do desabamento.

Todos os detalhes AQUI em reportagem na íntegra.

Opinião dos leitores

  1. Quando vi essa notícia, me lembrei de quantas vezes fiquei com meus filhos nessa área de falésias.
    Nos veraneios dos anos 80 e 90 era o passeios que mais gostávamos de fazer.

  2. Abram alas para os corvos q são os órgãos de fiscalização q só aparecem depois da tragédia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Após negociação com a PM, homem é preso em Natal depois de agredir esposa e fazer filho de um ano refém

Foto: Ilustrativa/iStock/Getty Images

A Polícia Militar a prisão de um homem em Natal na noite desse domingo (25), no bairro Bom Pastor, por volta de 22h, acusado de agredir a esposa e fazer o próprio filho de um ano de idade refém.

Segundo a PM, a corporação foi acionada após o homem agredir a esposa e pegar a criança como refém, fazendo ameaças e dizendo que mataria o menino. Na sequência, policiais militares especializados nesse tipo de conflito, pertencentes as forças especiais, foram ao local e negociaram a liberação da criança. Após acordo, o homem entregou o filho, foi detido e levado à Central de Flagrantes.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

PF apreende R$ 800 mil no escritório do filho do presidente do STJ

Foto: Reprodução/Record TV

A Polícia Federal apreendeu na manhã desta quarta-feira (9), no Lago Sul, bairro nobre de Brasília, R$ 100 mil em espécie e um cheque de R$ 700 mil no escritório do advogado Eduardo Martins. Ele é filho do presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Humberto Martins, e investigado pela força tarefa da Lava Jato por suposto desvio de dinheiro no Sistema S.

Conforme o R7 Planalto apurou, as cédulas de R$ 50 e R$ 100 estavam em uma sacola de papel, modo normalmente utilizado para pagamentos ocultos em locais públicos. O advogado disse que seriam honorários pagos em dinheiro. Os agentes também encontraram e apreenderam um cheque de R$ 700 mil em nome de Eduardo Martins.

A denúncia ofertada pela Lava Jato do Rio contra Eduardo Martins aponta que ele teria sido contratado para “tentar influir em atos da corte”. De acordo com o documento, ele teria recebido R$ 5,5 milhões para atuar no tribunal..

Um trecho da denúncia diz que “entre fevereiro e maio de 2014, de forma livre e consciente, CRISTIANO ZANIN, com a ajuda também livre e consciente de FERNANDO HARGREAVES e aquiescência de EDUARDO MARTINS, solicitou e obteve de ORLANDO DINIZ a contratação de EDUARDO MARTINS, pela quantia de R$ 5.500.000, a pretexto de influir em atos praticados por ministros do Superior Tribunal de Justiça. (Exploração de prestígio, art. 357, caput, do Código Penal – Conjunto de fatos 23)”. O MPF afirma que a Fecomércio se tornou o melhor cliente do escritório de Martins.

A operação de hoje batizada de Operação E$QUEMA S, pela PF, Receita e pelo MPF, tem como finalidade desarticular estrutura irregular de pagamento a escritórios de advocacia que atuavam em conluio com o ex gestor da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio/RJ), Orlando Diniz. As investigações apontam o desvio de recursos de entidades do Sistema S (SESC / SENAC).

Aproximadamente 170 policiais federais, divididos em 44 equipes, dão cumprimento a 51 mandados de busca e apreensão, em seis estados (RJ, SP, DF, AL, CE e PE) da Federação. Os mandados judiciais foram expedidos pela 07ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

Os investigados responderão pelos crimes de tráfico de influência, exploração de prestígio, peculato, estelionato, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

O que dizem os investigados

Procurado, Eduardo Martins não atendeu aos contatos da Record TV. O STJ (Superior Tribunal de Justiça) também foi questionado e irá enviar posicionamento em breve.

R7

Opinião dos leitores

  1. Para esses advogados "medalhões" que frequentam as cortes superiores (uns frequentam de bermudas e sandálias) esse valor (R$ 800 mil) é uma MIXARIA. Eles estão acostumados com MILHÕES.

  2. Ou BRASIL para ter LADRÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO. Todo dia APARECE MAIS UNS. VERGONHA MUNDIALLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

  3. O pai desse advogado tão astuto, é o mesmo que soltou o Queiroz, correto!!!?
    Engraçado, não vi um comentário da boiada imunda avacalhando o nobre advogado…..

    1. Vá trabalhar e pare de postar o dia inteiro …seu passa fome, deixa de idolatria com verme ladrao condenado Lula, acabou a mamata …seu sem futuro , vá para Venezuela aquele paraíso comunista ….quem é um GADO é você passa fome

  4. Os corruptores foram identificados! E os corrompidos e canalhas ladrões e corruptos vão ser identificados e responsabilizados? Está muito claro quem são os bandidos nessa história.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Família no RN descobre tumor cerebral em filho de 03 anos e faz campanha para arcar tratamento e cirurgia de extrema urgência

 

Ver essa foto no Instagram

 

Quanto vale uma vida? Pois é, me vi hoje desesperado, meu filho, que sempre foi uma criança saudável e feliz, hoje teve um diagnóstico de um tumor cerebral e precisará se submeter a uma cirurgia URGENTE. Diante de todo esse desespero, precisamos levantar um valor de aproximadamente 250.000,00 e estamos desesperados pois não possuímos esse dinheiro e a cirurgia é de extrema urgência. Iremos nos desfazer de nossos bens e do que for preciso, faremos rifas, vaquinhas, tudo que for necessário, pois a vida dele não tem preço. Então você que está lendo isso, você que é um pai, mãe, avô, avó, tem amigos, sobrinhos, se coloque no nosso lugar, não tenha vergonha, eu peço ajuda de vocês, seja qualquer quantia, será muito bem vinda. Deus é conosco, e irá nos ajudar a salvar a vida do nosso filho. Conto com a ajuda de vocês. Segue nossas contas: Bradesco Ag 1038 Cc 1605-5 Pedro raphael pereira da Silva CPF 120.598.687-18 Nubank Ag 0001 Conta 432545-7 CPF 120.598.687-18 Pedro raphael pereira da Silva PicPay @pedro.silva.raphael

Uma publicação compartilhada por Pedro Raphael (@pedroraphael_1) em

“Quanto vale uma vida? Pois é, me vi hoje desesperado, meu filho, que sempre foi uma criança saudável e feliz, hoje teve um diagnóstico de um tumor cerebral e precisará se submeter a uma cirurgia URGENTE. Diante de todo esse desespero, precisamos levantar um valor de aproximadamente 250.000,00 e estamos desesperados pois não possuímos esse dinheiro e a cirurgia é de extrema urgência”. O apelo é do pai Pedro Raphael e da mãe Francimara, pelo filho Pietro Vinicius, de 3 anos.

A mensagem, que vem sendo compartilhada nas redes sociais, ainda completa:

“Iremos nos desfazer de nossos bens e do que for preciso, faremos rifas, vaquinhas, tudo que for necessário, pois a vida dele não tem preço. Então você que está lendo isso, você que é um pai, mãe, avô, avó, tem amigos, sobrinhos, se coloque no nosso lugar, não tenha vergonha, eu peço ajuda de vocês, seja qualquer quantia, será muito bem vinda. Deus é conosco, e irá nos ajudar a salvar a vida do nosso filho. Conto com a ajuda de vocês”, finaliza.

Segue as contas para ajuda:

Bradesco

Ag 1038
Cc 1605-5
Pedro raphael pereira da Silva
CPF 120.598.687-18

Nubank

Ag 0001
Conta 432545-7
CPF 120.598.687-18
Pedro raphael pereira da Silva

PicPay
@pedro.silva.raphael

Foto: Reprodução/Instagram

Opinião dos leitores

  1. Li na Tribuna do Norte que a família já está em SP com o garoto Pietro. Com a campanha já arrecadaram 75% do necessário para a cirurgia. Caso arrecade mais que o valor necessário, a família doará a quantia excedente a entidades que tratam de crianças com câncer. Agora ê torcer para que a cirurgia, que deverá ocorrer no sábado próximo, seja um sucesso e Pietro retorne ao RN, curado, se Deus quiser! Que bonito esse gesto de solidariedade, apesar da crise que o país enfrenta. Deus abençoe a todos. Embora não conheça essa família, não tem como não se emocionar com essa situação.

  2. O art. 6º da Constituição Federal de 1988 afirma que a SAÚDE é um direito social, além da educação, a alimentação, o trabalho, a moradia, o transporte, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância e a assistência aos desamparados.

    Nesse caso, diante do custo e da URGÊNCIA, pergunta-se: quem garantirá a Pietro o direito consagrado na Constituição do nosso País? Há alguma autoridade constituída CAPAZ de garantir esse direito, ou será que seus pais terão que abdicar de outras garantias ou conquistas suas na tentativa de salvar a vida do seu filho?

  3. Vamos fazer uma corrente do bem para ajudar essa criança e sua família. O q mais me indigna é q qdo foi pro vagabundo fazer a remoção da tatuagem “sou ladrão e vacilão” um monte de imbecis logo correram pra contribuir com a vaquinha e arrecadaram mais do que o valor. Num caso como esse a adesão da turma da lacrolândia é pífia. De políticos, então, é esperar muito!

  4. Verdade será que o governo do estado não pode fazer nada por essa criança? Agora e a hora de retribuir o voto recebido pela população. E os deputados também tevem mostrar trabalho também e ajudar na cirurgia dessa criança

    1. O estado tem de garntir todos os custos dessa complexa cirugia, pois se não o fizer, recorreremos ao judiciário onde ocs deuses das Togas que em determinadas circunstância chegam a receber altíssimos salários incluido seus peduricálhos farão uma peça de públicidade diante do sensível fato e darão urgente liminar em prol do caso. Com o poder do senhor essa crianaça terá êxito nesse ploblema tão complexo para alegria de todos nós cidadãos de boa fé.

  5. Será que o governo do estado ou mesmo a prefeitura não poderiam autorizar a cirurgia dessa criança? Professora Fátima Bezerra e/ou Dr. Álvaro Dias, tomem uma providência urgente. Senhores Deputados, Vereadores, Ministério Público, abracem essa causa. Não deixe essa criança sem essa cirurgia. O caso é uregente. Pensem no sofrimento de Pierto e dos seus pais. Consigam essa cirurgia, mesmo pelo SUS, mas em caráter de emergência.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Bolsonaro e o filho, Eduardo, não estão entre alvos de inquérito aberto pelo STF para apurar a organização de atos contra a democracia

Foto: Paladinum2/Wikimedia Commons

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou ontem abertura de inquérito para apurar a organização de atos contra a democracia no país. Ele atendeu a um pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras. As manifestações ocorreram no último domingo em várias cidades. Entre as palavras de ordem, estava o fechamento do Congresso Nacional e do STF, além da intervenção militar e instituição do AI-5, a norma de 1968 que endureceu a ditadura militar no Brasil.

O presidente Jair Bolsonaro participou do protesto em Brasília e fez discurso contra a “velha política”, em frente ao Quartel-General do Exército. O inquérito no STF está sob sigilo e foca na organização dos atos, e não em quem participou deles. Portanto, Bolsonaro não está entre os alvos da apuração. O EXTRA apurou que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, também não é investigado.

O próximo passo do inquérito será Moraes determinar diligências — que podem ser o depoimento de testemunhas, ou a quebra de sigilos bancários e telefônicos de suspeitos.

Ontem, o ministro Gilmar Mendes defendeu que a Polícia Federal peça a quebra de sigilos telefônico e bancário de pessoas que tenham participado da promoção de manifestações com a defesa de medidas contrárias à democracia.

No pedido de abertura de inquérito, Aras não aponta suspeitos. Quer apenas que seja apurada a organização dos atos. Ele menciona, no entanto, o possível envolvimento de deputados federais. Por isso o caso está no STF — que, pela Constituição Federal, é o foro indicado para investigar e julgar os parlamentares. A PGR também quer saber quem mais participou da organização dos atos, e se houve o financiamento de empresários.

Em sua decisão, o ministro salientou que o fato é “gravíssimo”, pois atenta contra o Estado Democrático de Direito e suas instituições. Moraes ressaltou que a Constituição Federal não permite o financiamento e a propagação de ideias contrárias à ordem constitucional e ao Estado Democrático, nem a realização de manifestações visando ao rompimento do Estado de Direito.

Moraes escreveu que é imprescindível a verificação da existência de organizações e esquemas de financiamento de manifestações contra a democracia e a divulgação em massa de mensagens atentatórias ao regime republicano, bem como as suas formas de gerenciamento, liderança, organização e propagação que visam lesar ou expor a perigo de lesão os direitos fundamentais e a independência dos Poderes instituídos.

Extra – O Globo

Opinião dos leitores

  1. A investigação e eventual punição deveria envolver quem cometeu e também os mandantes. Está claro que essas manifestações são orquestradas a partir do palácio do planalto. E o que é pior, com a anuência velada das forças armadas. Os militares serão investigados pelo STF?

    1. Prende quem se organiza contra o povo ou quem se organiza contra a orcrim da alta patente da administração pública?

  2. Sério? Não vão atribuir a eles o que o povo, pacifica e ordeiramente clamam nas manifestações e carreatas? Não vão colocar na conta de Bolsonaro o que a câmara e o senado não fazem pelo povo?
    Não é possível isso.
    Ainda não conseguiram atribuir a Bolsonado toda corrupção existente nos governos anteriores, mas vão tentar, afinal tudo de ruim que acontece é culpa dele, mesmo sem provas, por mais forjadas que sejam. É só olhar o caso Marielle onde tentaram a todo custo culpar quem não tem absolutamente nada haver com o crime.

  3. Quer dizer que soltar CORRUPTOS bandidos, arquitetar contra poderes do presidente eleito, receber propina, auto conceder aumento salarial e manter estruturas de cargos comissionados e mordomias ilimitadas com país em crise financeiro é patriótico? já protestar contra essas aberrações é atentado contra a pátria? O que é canalhas salafrários pra esses patifes?

    1. Mudou em que ate agora? Permanece tudo do mesmo jeitinnho só que com um agravante, estão querendo dar um golpe e voltar os tempos de ditadura. A população tem que parar de passar pano pra politico e ser fiscalizador.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Covid-19: Justiça manda que filho saia de casa por não observar isolamento e colocar idoso em risco no interior do RN

Foto: Ilustrativa

O juiz Osvaldo Cândido de Lima Júnior, em processo da Vara Única da comarca de Luiz Gomes, atendeu ao pedido de um idoso de 92 anos de idade e concedeu liminar para que o filho fosse afastado do lar, por ele não observar as medidas de prevenção exigidas com a atual pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

O autor afirma que o Ministério da Saúde adotou medidas de isolamento domiciliar, como forma de evitar a disseminação do vírus, e que essa medida foi seguida pelo Município de José da Penha, domicílio do requerente. Acrescentou que apesar disso, seu filho se nega a obedecer ao distanciamento social determinado, permanecendo a realizar suas atividades habituais, impondo risco de contaminação ao pai.

Veja decisão AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *