Dura realidade. Pimenta Neves vai estar em liberdade daqui a 2 anos

Por Josias de Souza na Folha Online:

O STF mandou prender o jornalista Pimenta Neves. A decisão foi às manchetes como uma boa notícia. Será?

Pimenta é assassino confesso. Matou Sandra Gomide, uma ex-namorada. Conhecera-a nas dependências de ‘O Estado de S.Paulo’.

Ele dirigia a redação do jornal. Ela era repórter do diário. Após um relacionamento de dois anos, Sandra rompeu com Pimenta.

No plano funcional, o chefe mandou a subordinada ao olho da rua. Na esfera emocional, enviou-a à cova.

Deu-se em 2000. Pimenta foi ao encontro de Sandra num haras. Eliminou-a de forma cruel. Dois tiros. Um na cabeça. Outro nas costas.

Levado a júri popular, Pimenta foi condenado a 19 anos, em 2006. Puxou excassos sete meses de cadeia.

Servindo-se de bons advogados, manejou mais de duas dezenas de recursos judiciais.

Ganhou o meio-fio, reduziu a pena para 15 anos e, esgueirando-se pelas brechas da legislação, tornou-se um condenado livre.

Nesta terça (24), a 2ª turma do STF julgou o último recurso. Em decisão unânime, o tribunal mandou o criminoso ao xilindró.

Pimenta teve a casa cercada, em Ibiúna (SP). Entregou-se à polícia no início da noite. Parecia tranquilo. “Eu estava esperando”, disse.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. @borgesneto12 disse:

    Justiça desigual e injusta porque leis feitas pelos senhores deputados e senadores assim permitem. E por que os parlamentares não renovam os Códigos Penal e Processo Penal para que estes sejam aplicados duramente contra quem comete quaisquer tipos de crimes, bárbaros, hediondos ou comuns? Medo de serem pegos e terem que pagar como os cidadãos "normais"… Justiça lenta e injusta por não se igual para todos, corrupção e falta de investimentos sérios na educação (da básica a superior) são as mazelas que atrasam o desenvolvimento do país.