Equipes Potiguares chegam ao fim dos Sertões

Finalmente chegamos a Fortaleza, e só quem já correu o Sertões sabe a sensação de subir a rampa e receber uma medalha de conclusão da prova.

Muitos dias de uma rotina pesada, andando em media 500km por dia em um carro quente, com muita poeira, preso a um cinto que mal permite que se respire, se alimentando mal, dormindo pouco, com uma pressão psicológica enorme… Alguém pergunta: porque??? uma mistura de adrenalina, companheirismo e competição faz com que alguns meio loucos passem por isso e fiquem com vontade de repetir todos os anos.

Essa é uma prova que gostaria de correr todas as edições, foi minha segunda participação e espero que não seja a ultima, um pouco diferente da primeira vez, esse ano experimentei a frustração de ficar quebrado no meio do deserto do Jalapão e ver uma excelente segunda colocação ir embora junto com a agua do radiador….  A decepção passou e a vontade de chegar ao final foi mais forte.

A ultima especial foi pequena, 103km, mas muito boa de andar, andamos forte e fizemos o 16º tempo na geral, o carro estava excelente e chegou inteiro ao final, seguimos em deslocamento até Fortaleza e vimos uma grande festa com os competidores comemorando com suas equipes.

O potiguar Flavio França ficou em 3º lugar na geral junto com o cearense Riamburgo Ximenes e a dupla da Equipe Riograndense Daniel Brasil/Wellington Rezende ficou em 4º lugar na categoria Super production, ficamos em 34º na geral, a frente de 12 equipes que ficaram pelo caminho na edição que parece ter sido a mais difícil de todos os tempos.

Henrique Oliveira

Navegador equipe Buongustaio/Riograndense

 

 

Vejam como foi a segunda-feira das duplas potiguares nos Sertões

Ontem tivemos o dia mais tranquilo do rally, saímos de Petrolina/PE e seguimos para Iguatu no estado do Ceará, com uma especial de 143km muito prazerosa de andar, com retas e piso bom.

O carro estava muito bom e a única dificuldade foram algumas ultrapassagens dificultadas pela poeira.

Na geral o rally esta praticamente decidido, com a dupla francesa Peterhansel/Cottret na primeira colocação, seguidos pelos brasileiros Spinelli/Hadad em 2º e a dupla nordestina Riamburgo/Flavinho em  terceiro.

Na superproduction a dupla potiguar Daniel Brasil/Wellington Rezende surgem em terceiro, 3 minutos atrás dos segundos colocados, e vão tentar tirar a diferença na ultima especial, que será entre Iguatu e Fortaleza, onde a prova termina com uma grande festa.

Apesar do sofrimento, um sentimento de que está terminando já toma conta dos competidores, muitos ficaram pelo caminho e os sobreviventes, independente da colocação, tem motivo para comemorar a chegada ao final da edição que muito provavelmente foi a mais difícil das 20 realizadas até agora.

Henrique Oliveira

Navegador Equipe Buongustaio / Riograndense

FOTO: Vejam como foi a quinta-feira das equipes Potiguares nos Sertões

O dia do Sertões hoje foi um pouco diferente, saímos de Carolina no estado do Maranhão e chegamos em Palmas, capital do Tocantins.

A especial de 238km foi muito prazerosa, com estradões de piso bom onde os carros atingiram velocidades muito altas, acima de 170km/h.

Como o piso era muito bom, poucos veículos tiveram problemas e a maioria chegou à Palmas sem problemas.

As duplas potiguares seguem na tocada de sempre com o objetivo de chegar a Fortaleza, Daniel/Wellington terminaram em 20º na geral e Jefferson/Henrique em 30º, poupando o carro para a etapa de amanha, a maior da prova com 468km de especial .

Para mim o dia foi atípico, minutos antes de largar, recebi a noticia da morte do meu avô Varela, meu segundo pai de quem eu herdei muito do que sou hoje e também minha paixão por carros e aviões.

Longe de casa e sem ter muito o que fazer, prometi que em sua homenagem faria a melhor navegação possível, e fiz.

Uma especial limpa sem erros, mesmo que por alguns momentos meus pensamentos estivessem distantes, hora na minha infância em Genipabu e em outros momentos já na minha vida adulta, onde sempre recebi o apoio incondicional dele.
Espero que Deus o receba com alegria e que as lembranças boas fiquem na memória de quem o conheceu.

Henrique Oliveira

Navegador equipe Buongustaio/Riograndense