Tráfico à beira-mar… nós temos!

Qualquer tipo de atividade comercial somente se sustenta através do movimento. Correto? É uma premissa de qualquer ramo comercial. Então, como explicar que uma barraca de praia, que vende apenas cerveja e refrigerante, possa ter saúde financeira e ainda funcionar todos os dias, até o sol raiar?

Mistério? Não. O Blog do BG vai mostrar, de forma inédita, um submundo que poucos conhecem. Barracas nas praias urbanas (praia do Meio) são o novo point de venda de drogas à beira-mar.


O movimento de clientes em mesas, praticamente todos os dias, é escasso.

Mas, o vai e vem de carros e motos é intenso.  Carros e carrões de bacanas, que descobriram um meio fácil, rápido e sem riscos de comprar cocaína a qualquer horário.

Os traficantes da área tiveram uma grande sacada comercial. Pra que colocar os ‘aviões’ nas ruas estreitas e becos de Brasília Teimosa, Rocas e nas ruas Miramar e Jordanês, se podem estar na praia, discretamente e com menos riscos de prisão?

Como funciona, quem são os personagens, como isto começou? Daqui a pouco, o Blog do BG conta tudo, sem segredos …

__

Este post continua em: “Tem cerveja de R$20

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Parabéns pelo blog começou muito bem!

  2. Serapião disse:

    Bruno,
    Façaa um jeito de a exemplo do que acontrece no blog de Thaisa que , quando comentamos não é necessários sair da pagina

  3. Milton Simao disse:

    Boa leitura. Do meu agrado.

  4. eduardo disse:

    parabens pelo blog bruno!

COMENTE AQUI