Vejam quais são as cidades mais fáceis e difíceis de conseguir emprego no Brasil

São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba, respectivamente, são as cidades onde é mais fácil encontrar empregos on-line no Brasil. Isso por serem cidades com menor taxa de aplicantes por vaga anunciada, ou seja, onde a competição por postos de trabalho ainda é menor em comparação às demais capitais incluídas na pesquisa realizada pelo site de busca de empregos Adzuna. Curitiba entrou para o ranking este ano, impulsionada por vagas geradas no setor de serviços. Porto Alegre e Goiânia fecham a lista das cinco cidades onde as chances de conseguir um emprego são maiores.

— A pesquisa tem foco em vagas anunciadas na internet, e refletem tendências no mercado de trabalho em cada uma destas capitais. A presença de Curitiba e Goiânia na lista de cidades onde é mais fácil encontrar empregos aponta para uma descentralização na geração de vagas, fora do eixo Rio-São Paulo, dado também confirmado pelas fontes oficiais — comenta João Francisco Lemos, gerente regional do site Adzuna para o Brasil.

De acordo com os dados, a competição por empregos em São Paulo e no Rio de Janeiro aumentou com relação ao levantamento realizado em maio de 2013. São Paulo apresentava uma taxa de 15 candidatos por vaga em maio do ano passado, aumentando para 16 nos dados deste ano. Já o Rio de Janeiro apresentava 13 candidatos por vaga em maio passado, aumentando para 17 nos dados deste ano.

— Este ano, São Paulo ficou à frente do Rio na lista de cidades com menor relação candidato por vaga. E o aumento da competição no Rio de Janeiro pode ser reflexo da desaceleração no número de empregos criados — explica Lemos, ressaltando que a avaliação feita pelo Adzuna não é positiva, se imaginarmos que os números de pessoas à procura de emprego ainda é muito alto, e houve aumento desse número em relação ao ano passado.

A pesquisa aponta Recife como a capital mais difícil para encontrar um emprego no Brasil, com até 90 candidatos para cada vaga anunciada, seguida de Salvador. São Luís, Belém e Vitória completam a lista das capitais mais difíceis para encontrar empregos.

O Adzuna também pesquisou a média salarial anunciada por categorias de emprego. O segmento com maior média salarial foi contabilidade e finanças, com média salarial mensal de R$ 4.496, seguido por engenharias (R$ 3.570) e setor jurídico (R$ 3.272).

Entre as cidades pesquisadas, as que possuem maior média salarial anunciada são Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba.

No seu levantamento, o Adzuna classificou 10 capitais brasileiras de acordo com o número de anúncios de empregos publicados no site, que possui mais de 300 mil vagas atualizadas mensalmente, e comparou este número com os dados sobre desemprego disponibilizados pelo IBGE, CAGED, DIEESE e fontes municipais. A comparação permitiu estabelecer uma proporção da relação de candidatos por cada vaga gerada e fornecer um mapa da empregabilidade no país.

Os setores que mais contratam on-line

De acordo com o levantamento, os setores com maior demanda de contratação são, respectivamente, o setor de serviços (58.640 vagas), setor industrial (32.939 vagas vagas) e setor administrativo (22.082 avgas). O setor que apresentou maior crescimento no número de vagas publicadas entre junho e dezembro de 2013 foi o de logística (11.889 vagas).

No panorama geral, afirma Lemos, o setor de serviços continua à frente na criação de vagas, enquanto finanças, engenharias e tecnologia da informação guardam as melhores ofertas profissionais, a julgar pela média salarial.

O Globo