Zagueiro do ABC esclarece que deixou de jogar por causa de Virose

Diante dos últimos acontecimentos, venho, em deferência à imensa torcida ABCdista, repor a verdade a respeito dos fatos ocorridos na última terça-feira nas horas que antecederam o jogo ABC x Criciúma.

Desde a última segunda-feira, venho apresentando sintomas de uma virose, tais como dores no corpo, tosse, dor de cabeça, dentre outros. Sintomas estes que foram relatados ao departamento médico do ABC, o qual prontamente iniciou o tratamento medicamentoso com vistas a reduzir estes sintomas.

No entanto, horas antes do jogo, mais exatamente às 19 h, quando verificou-se o agravamento destes sintomas, em conjunto com o departamento médico do clube, tomou-se a decisão de me encaminhar ao Hospital da Unimed, o qual foi feito, tendo sido acompanhando por um médico do clube.

Ao chegar no referido hospital, fui submetido à alguns exames e recebi medicação injetável, tendo ficado no local até a meia-noite daquele dia.

Diante de tamanho transtorno, solicitei, no dia de hoje, cópia do prontuário médico, no entanto, o hospital solicitou o prazo de 8 (oito) dias para o fornecimento de tais documentos.

Logo que recebê-los, colocarei todos estes documentos à disposição da imprensa local como forma de demonstrar que não tive uma simples “dor de cabeça”.

Ademais, reafirmo minha posição de cumprir integralmente o contrato firmado com o ABC Futebol Clube, reiterando o meu desejo de permanecer em Natal junto à minha família, razão pela qual optei por voltar a jogar no Rio Grande do Norte.

Não existe, nem nunca existiu, após minha chegada ao ABC Futebol Clube, qualquer contato com o Sport Clube do Recife, desta forma, é inverídica qualquer afirmação no sentido que estaria assinando contrato com o referido clube.

Coloco-me à disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais.

 

Alisson Wagner