Depois de dor de cabeça e virose, Alison fica fora dos relacionados

Pode até ser coincidência, mas depois de ficar fora de dois jogos – um por dor de cabeça e outro por uma virose – o zagueiro Alison parece que vai receber um tradicional “gelo” no ABC. Após o treinamento realizado nesta manhã, o técnico Ademir Fonseca relacionou a equipe do alvinegro para o confronto contra o Guaratinguetá, neste sábado, no estádio Frasqueirão.

Mesmo treinando normalmente, o zagueiro não apareceu nem entre os 20 relacionados. O ABC terá o retorno de Renatinho Potiguar, que cumpriu suspensão na última rodada, e o atacante Elionar Bombinha, que se recuperou de uma lesão.

Confira a relação:

Goleiros: Andrey e Camilo;
Laterais: Pedro Silva, Ivan, Renatinho Potiguar e Airton;
Zagueiros: Leandro Cardoso, Vinicius e Flávio Boaventura;
Volantes: Bileu, Guto e Serginho;
Meias: Jérson, Raul e Fábio Neves;
Atacantes: Adriano, Éderson, Elionar Bombinha, Joelson e Allan.

Zagueiro do ABC esclarece que deixou de jogar por causa de Virose

Diante dos últimos acontecimentos, venho, em deferência à imensa torcida ABCdista, repor a verdade a respeito dos fatos ocorridos na última terça-feira nas horas que antecederam o jogo ABC x Criciúma.

Desde a última segunda-feira, venho apresentando sintomas de uma virose, tais como dores no corpo, tosse, dor de cabeça, dentre outros. Sintomas estes que foram relatados ao departamento médico do ABC, o qual prontamente iniciou o tratamento medicamentoso com vistas a reduzir estes sintomas.

No entanto, horas antes do jogo, mais exatamente às 19 h, quando verificou-se o agravamento destes sintomas, em conjunto com o departamento médico do clube, tomou-se a decisão de me encaminhar ao Hospital da Unimed, o qual foi feito, tendo sido acompanhando por um médico do clube.

Ao chegar no referido hospital, fui submetido à alguns exames e recebi medicação injetável, tendo ficado no local até a meia-noite daquele dia.

Diante de tamanho transtorno, solicitei, no dia de hoje, cópia do prontuário médico, no entanto, o hospital solicitou o prazo de 8 (oito) dias para o fornecimento de tais documentos.

Logo que recebê-los, colocarei todos estes documentos à disposição da imprensa local como forma de demonstrar que não tive uma simples “dor de cabeça”.

Ademais, reafirmo minha posição de cumprir integralmente o contrato firmado com o ABC Futebol Clube, reiterando o meu desejo de permanecer em Natal junto à minha família, razão pela qual optei por voltar a jogar no Rio Grande do Norte.

Não existe, nem nunca existiu, após minha chegada ao ABC Futebol Clube, qualquer contato com o Sport Clube do Recife, desta forma, é inverídica qualquer afirmação no sentido que estaria assinando contrato com o referido clube.

Coloco-me à disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais.

 

Alisson Wagner

Jogador do ABC deixa de jogar por causa de uma Dor de Cabeça

Já vimos muitos tipos de lesões no futebol, agora jogador não participar de jogo decisivo por conta de uma dor de cabeça foi à primeira vez. O caso aconteceu com o zagueiro Alison, do ABC, que não enfrentou o Criciúma nesta terça-feira, em jogo que acabou empatado em 2 a 2.

Vale ressaltar que a CBF estabelece critérios para transferências para outros clubes. Para quem não sabe, um jogador só pode realizar seis jogos com um clube antes de se transferir para outro dentro da própria competição.

Coincidência ou não, boatos dão conta da saída do atleta do alvinegro nos próximos dias. O atleta nega e diz que vai cumprir o contrato até o fim(dezembro 2012). De acordo com informações dos bastidores, o clima não ficou nada bom no vestiário para o jogador. Os colegas não teriam gostado da ausência no confronto contra o líder da competição.

Caso Washington

Segundo informações apuradas pelo Blog do BG, o jogador Washington teria sido chamado novamente para conversar nesta tarde com a diretoria alvinegra. Mais uma vez, o jogador não aceitou acordo para rescisão e teria saído da sala da presidência afirmando que vai cumprir seu contrato até o fim. O W9 ainda teria dito que a pressão da torcida não muda em nada seu trabalho e nem amedronta ele.