“A recessão resultante de se tirar a economia da tomada vai gerar muito mais mortes”, diz Flávio Rocha sobre paralisação

Foto: Divulgação

Não cai do céu O empresário Flávio Rocha (Riachuelo), que passou o último ano defendendo uma reforma tributária capaz de desonerar a folha de pagamento com base no resgate de um tributo sobre movimentação financeira, viu seu sonho murchar diante do coronavírus, mas não desistiu do objetivo. Afeito a analogias, ele diz que “não adianta jogar dinheiro de helicóptero, se continuar com o aspirador de dinheiro ligado, ou seja, a arrecadação de impostos, principalmente os incidentes sobre a folha”.

Bem maior Rocha, que pouco se manifestou nos últimos dias no debate sobre a eficácia do confinamento para frear o coronavírus, avalia que é tudo um “falso dilema”. Para ele, alguns de seus colegas empresários que recentemente atacaram a quarentena acabaram sendo mal interpretados.

A vida é… “Ou são vidas ou é a economia. Não se trata disso. O bem maior é a vida. Não são só vidas do coronavírus. São vidas que serão perdidas com desemprego, desalento, violência, que serão mais numerosas”, afirma ele.

…feita de escolhas Rocha faz comparações entre as mortes provocadas por H1N1 ou por acidentes de carro com aquelas que o novo coronavírus vem causando.

Cinto de segurança “Poderíamos ter evitado mortes proibindo o automóvel, com um impacto muito menor do que desligar toda a economia: bastaria desligar os veículos. Pouparia 10 mil vezes mais vidas do que o coronavírus”, diz ele.

Paralisação Na semana passada, a Riachuelo suspendeu as atividades de lojas e fábricas da marca.

“Há maneiras de não parar a economia sem colocar a população em risco. A recessão resultante de se tirar a economia da tomada vai gerar muito mais mortes

Flávio Rocha
presidente do conselho de administração da Riachuelo

Painel – Folha de São Paulo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lucas disse:

    Flávio Rocha, você já tomou algo hoje? Então me faça um favor: vá tomar no meio do olho do seu …! Todos os demais países seguem as orientações de confinamento nesse momento inicial, e só na p. desse país esse retardados ficam com essa ladainha escrota!

  2. Zé Mané disse:

    A população vai escapar do vírus e morrer de fome.

  3. Josepe disse:

    Olhem a Itália.

  4. Leo disse:

    Mentiroso e irresponsável. O ídolo dele da América do norte tá vendo a m%$#@ q fez e voltou atrás.
    Esse povo só pensa em dinheiro.

  5. otarocha disse:

    A mascara e a vaga de UTI

  6. Chicó disse:

    Não entendi ! Um dia desses publicaram que Flávio Rocha e o Brasil 200 eram contra Bolsonaro quando este se posicionou contra as medidas restritivas tomadas pelos Estados. Seria mais uma fake news ???

    • M.D.R. disse:

      Dois pesos e duas medidas. Só que o PICO da CORONAVIRUS é no mês de ABRIL, segundo os técnicos da SAÚDE . Importante agora, é continuar no confinamento .

  7. valmir melo da disse:

    Análise feira com muita lucidez. Parabens empresário.

  8. Sergio disse:

    Aposto como a máscara dele tá reservada. Já a sua…

COMENTE AQUI