AL rejeita reajuste de 16,38% para servidores estaduais; subsídios para procurador e defensor público aprovados

Foto: Eduardo Maia

A Assembleia Legislativa aprovou, nesta quinta-feira (07), o projeto de Lei Nº: 0017/2019, de iniciativa do Governo do Estado, que institui o Conselho Estadual de Segurança Pública e de Defesa Social do Rio Grande do Norte (Consesp/RN), os Conselhos Comunitários de Defesa Social (CCDS) e dispõe sobre o Fundo Estadual da Segurança Pública e de Defesa Social (Funsep), a unanimidade. Quatro emendas foram encartadas ao projeto e também foram aprovadas a unanimidade pelos vinte a quatro deputados presentes em plenário.

“A aprovação desse projeto de Lei vai permitir que o Estado receba, nos próximos meses, recursos do Governo Federal direcionados para a segurança pública, principalmente, na aquisição de equipamentos para a Polícia Militar”, explicou o deputado George Soares (PL), líder do governo.

Durante a votação foi aprovado o projeto de Lei Nº: 0005/2019, que dispõe sobre o subsídio mensal dos defensores públicos do RN. Também foram aprovados os projetos de Leis Nº: 1224/2019 e o Nº: 0012/2019, que dispõem sobre a revisão do subsídio mensal dos procuradores da Assembleia e revisa o subsídio mensal dos Procuradores do Estado, respectivamente, todos por maioria dos votos.

Durante a votação da emenda ao projeto de Lei Nº 12/2019, de autoria do deputado Nelter Queiroz (MDB), que estendia o aumento salarial concedido aos procuradores do Estado, a todos os servidores públicos estaduais (ativos, inativos, pensionistas e da administração direta e indireta), de 16,38%, o líder do governo, George Soares (PL), encaminhou o voto de abstenção da bancada do Governo na Assembleia. “Para não atrapalhar a votação da emenda do deputado Nelter, eu encaminho o voto de abstenção da bancada do Governo”, explicou George. A emenda, portanto, foi prejudicada, não tendo os 13 votos necessários.

ALRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. BC3331986GAC disse:

    A Forasteira e seu Bando, um dia pagará pelos danos causados a esse Estado.

  2. Tertu disse:

    Igualzinho ao governo luladrão que privilegiou os megaempresários, os gestores de órgãos públicos, ministros, todos corruptos e facções criminosas, essa guvernadora está com os mesmos propósito, ao restantes dos mortais e vulneráveis, no máximo uma esmola. E ao término do mandato continuarão cidadãos viciados em esmolas, já a casta nobre que participava dos banquetes, mais ricas ainda, e o país com mais desigualdade social. Uma lástima!

  3. Almir Dionísio disse:

    Esses deputados vão ter o troco nas proximas eleições.
    Se o estado tá falido então não pode conceder aumento p ninguém.
    Esse Governo tá um caos.
    Vai acabar com o RN

  4. Zanoni disse:

    Este é o verdadeiro governo do PT.

  5. M.D.R. disse:

    Boa tarde BG, quais os DEPUTADOS votam pro e contra.

  6. Renato disse:

    Estado com 3 meses de salários atrasados e mesmo assim reajustando subsídios dos Defensores e dos Procuradores, onde estes já recebiam (antes mesmo do aumento) os maiores salários do país para estes cargos. Ê RN!

  7. Vergonhoso disse:

    Foi estranho essa aprovação seletiva e discriminatória em um governo do PT, negando a quem ganha menos e dando a quem ganha mais. Começamos a testemunhar no RN a verdadeira história daqueles que dizem defender o povo, eles falam uma coisa e praticam outra. Essa situação é uma prova incontestável disso, dando a quem já tem muito e negando a quem precisa.
    Alguma dúvida? Os fatos estão postos, a situação de conhecimento público.

    • M.D.R. disse:

      Que vergonha do PT , tudo pela classe PROLETARIADO, mas de heraque. O que esse PT é experto em manipular, agora em distribuição de RENDA é péssimo. Somente a alta cúpula que tem direito altos SALÁRIOS e eis a prova na gestão de FATÃO .

  8. Mário disse:

    Procurador ganha mais de 30 paus, e ainda acha pouco é!!!!! Um Estado falido como o nosso não pode pagar salários nesses patamares. O teto salarial no fudido RN não deveria passar de 15 mil reais.

  9. Zé 100 disse:

    Já sabia que iria dar nisso.
    Agora só faltar o Estado responder onde foi parar o dinheiro da venda da folha dos servidores ao BB.

COMENTE AQUI