Após exames, Bolsonaro confirma que vai à reunião da ONU

Foto: Marcos Corrêa/PR – 4.9.2019

O presidente Jair Bolsonaro confirmou na manhã desta sexta-feira (19) que irá à Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York, na semana que vem, a partir de terça-feira (24). Ele foi submetido a exames em Brasília, no Hospital DF Star, e foi constatado que ele tem saúde suficiente para fazer a viagem na semana que vem.

Em sinal de melhora, o presidente vai participar de um evento no Palácio do Planalto na tarde desta sexta para sanção da Medida Provisória da Liberdade Econômica. Nos últimos quatro dias, ele despachou do Palácio da Alvorada, uma das residências oficiais da Presidência.

Quarta cirurgia

Bolsonaro foi submetido a uma cirurgia no domingo (8) para retirada de hérnia incisional em uma das cicatrizes de operação anterior. Foi a quarta cirurgia do presidente desde a facada durante campanha em Juiz de Fora (MG), há pouco mais de um ano.

Ele deixou o hospital após alta na segunda-feira (16).

Questionado se o presidente tem outro problema de saúde que atrasa a recuperação, o médico Antonio Macedo afirmou que “em todas as cirurgias que fizemos, houve um retardo na recuperação, mas, quando ele retorna, vai rápido”.

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. O MICO disse:

    Depois dos exames vem os vexames!

  2. natalsofrida disse:

    Chora petralhada. Bando de vagabundos sem vergonhas.

  3. fernando disse:

    Vau falar dos dois dias deve cagar e outras besteiras.Aguardem

  4. natalsofrida disse:

    Eu topo, mas primeiro vamos fazer uma aposta: Quanto foi roubado dos cofres públicos pelos petralhas? Digo que não tem ninguém que consiga contar e vc? Quanto acha que foi? Aposto cinco paus! Topas?

    • Ana leticia disse:

      No mínimo Hum trilhão, e continuam, o sorteio da Sena de ontem foi mais uma manobra dessa cambada.

  5. Tonho disse:

    Aposto que vai arrumar 10 brigas, 8 polêmicas e vão perguntar pelo Queiroz. Quem vai? Até 1 real eu topo

    • Maria disse:

      Eu só digo que ele vai quando eu vir. Se for, vai passar vergonha, são tantos protestos que ele nåo vai saber digerir e se tiver que improvisar o discurso em algum momento, meu Deus, sai de baixo. As delegações,qdo nåo gostam do dirigente, costumam deixar o ambiente. Meu Deus, se isso acontecer, tende piedade de nós.

COMENTE AQUI