Sesap confirma dois novos casos de sarampo no RN

Foto: Ilustrativa

Mais dois casos de sarampo acabam de ser confirmados no Rio Grande do Norte, passando para seis o total já registrado no Estado. De acordo com o novo Boletim Epidemiológico sobre a doença divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública, o número de casos notificados é 85, dos quais 52 foram descartados e 27 permanecem em investigação.

Os casos confirmados são de duas pessoas do sexo masculino, um com 30 anos, de Natal, e o outro com 29 anos residente em Parnamirim. O paciente de Natal teve contato com o homem de 54 anos, primeiro caso de sarampo no Estado registrado em julho deste ano e que teve histórico de viagem a São Paulo. Já o homem de 29 anos teve o caso notificado em setembro, também após viagem à cidade paulista.

Os outros já confirmados e divulgados anteriormente pela secretaria foram uma criança de 6 anos, do município de Macaíba, uma criança de 1 ano e 6 meses, residente no município de Tibau do Sul – em ambos os casos a fonte de infecção ainda está em investigação –, e de uma mulher de 19 anos, do município de Extremoz que também teve contato com o senhor de 54 anos.

Imunização

A confirmação dos dois novos casos é um alerta importante para que a população do Rio Grande do Norte continue procurando as Unidades Básicas de Saúde para receber a vacina da tríplice viral.

Para ampliar a atualização da caderneta vacinal, o Ministério da Saúde deu início à Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo. Até o momento, o Estado tem cobertura vacinal de 73,43% em crianças de um ano – recentemente, o ministério modificou a forma de cálculo da cobertura.

A partir do dia 18 de novembro, começa a etapa para adultos na faixa etária de 20 a 29 anos de idade, que ainda não atualizaram a caderneta de vacinação. O “Dia D” está marcado para 30 de novembro.

A doença

Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. Qualquer indivíduo que apresentar febre e manchas no corpo (exantemas) acompanhado de tosse, coriza ou conjuntivite deve procurar os serviços de saúde para a investigação, principalmente aqueles que estiveram nos 30 dias anteriores em viagem a locais com circulação do vírus. Casos suspeitos devem ser informados imediatamente às Secretarias Municipais de Saúde.

A mais efetiva forma de prevenção é a vacinação. Para ser considerada vacinada, a pessoa precisa ter o registro em caderneta de vacinação conforme esquema vacinal.

Bolsonaro confirma, através de ministro, fim da taxa adicional cobrada na tarifa de embarque internacional

Foto: Reprodução

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse nesta segunda-feira (28) que o governo vai deixar de cobrar a taxa adicional na tarifa de embarque internacional. Segundo o ministro, a medida faz parte de uma série de ações que o governo vai tomar para diminuir regulamentações no setor, visando incentivar o setor de aviação civil e a entrada de novas empresas aéreas no país.

“Vou antecipar uma das medidas: é a eliminação da taxa adicional de US$ 18 para voos internacionais”, disse o ministro após participar do Fórum de Líderes da Associação Latino-Americana de Transporte Aéreo (Alta).

Criada em 1999, é taxa é paga pelos passageiros que viajam para fora do país e feita junto com a tarifa de embarque e é uma das fontes de receita do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC), que financia melhorias na infraestrutura aeroportuária.

O fim da cobrança da taxa extra de embarque deve ser incluído em uma medida provisória que agrega ações para o fomento do turismo no país.

De acordo com o ministro, a intenção do governo é aumentar a quantidade de passageiros e também de cidades com voos no país. Atualmente 140 milhões de passageiros são transportados por ano no país, em voos para 140 localidades.”Nossa ideia é chegar a 200 milhões de passageiros em 200 localidades em 2025, com os investimentos que estão sendo gestados até agora”, disse Freitas.

O ministro disse acreditar que com o fim da taxa adicional, as empresas de baixo custo, que já atuam em voos internacionais no país, vão passar a ter interesse no mercado doméstico

“Temos várias empresas que estão em tratativas com conosco. Essas empresas começam a operar as rotas internacionais e na sequência elas devem ingressar no mercado nacional fazendo voos domésticos”, disse.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Epitácio Venâncio disse:

    Excelente. Agora todos os 13 milhões de desempregados vão poder viajar para a Europa e para Dubai.

  2. Marieta disse:

    Excelente iniciativa! ahahahahahha

  3. Eu disse:

    Claro que esse desconto será repassado de imediato aos passageiros, da mesma forma como na gasolina.

  4. Geraldo disse:

    Isso deve beneficiar os mais pobres…

    • Marcelo disse:

      … Exatamente, os mais pobres é quem faz viajem internacional….

    • Bergamim. disse:

      Não pode NUNCA esqucer os mais ricos, são eles que geram empregos pros mais pobres.
      Pense nisso Gerardo.

  5. Az disse:

    Certeza que vai passar em nenhuma televisão

    • Neto disse:

      Sinceramente tu acha que uma medida dessas ajuda em que? Ao ponto de ter que ser noticiada na Televisão.

  6. willian disse:

    AGORA VAI !!!

‘Rei Arthur’ confirma compra de votos para escolha do Rio nos Jogos Olímpicos de 2016

Foto: Divulgação

O empresário Arthur Menezes Soares Filho, o “Rei Arthur” , confirmou o esquema de pagamento de propina para delegados africanos na escolha do Rio de Janeiro para sede dos Jogos Olímpicos de 2016. A revelação faz parte dos termos de um acordo de colaboração premiada que está em andamento junto ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ). Foi a colaboração, inclusive, que salvou ele do risco de deportação para o Brasil, após ser detido na sexta-feira, em Miami.

De acordo com as investigações, Arthur Menezes usou a offshore Matlock Capital Group para transferir US$ 2 milhões para a conta de Papa Diack, filho de Lamine Diack, então presidente da Federação Internacional de Atletismo, a maior federação olímpica, de uma conta nos EUA. Outros US$ 10,4 milhões foram transferidos para Cabral via doleiro Renato Chebar, na conta do EVG Bank. Esta transação foi comprovada por documentos fornecidos pelas autoridades de Antigua e Barbuda, e pelo gestor do banco Enrico Machado, doleiro e colaborador da Calicute.

Detido na sexta-feira passada pelo U.S. Citizenship and Immigration Services (USCIS), serviço de imigração local, quando tentava renovar o visto de permanência, ele foi liberado no mesmo dia depois que os advogados apresentaram cópia dos termos do acordo.

O acordo, segundo O GLOBO apurou, só será homologado pela Justiça quando ficar comprovada a efetividade das revelações feitas por Soares. A sentença também deverá confirmar o valor da multa a ser paga por “Rei Arthur” às autoridades americanas. Com isso, não há previsão de extradição do empresário, mas ele pode até ficar preso no país americano a depender do seu julgamento.

Queda de braço e alvo da Receita

Desde outubro de 2017, o Ministério Público Federal (MPF) aguarda a resposta americana ao pedido de extradição de Soares. A princípio, as autoridades americanas responderam que as provas apresentadas pelo Brasil eram insuficientes para a abertura do processo de extradição do empresário. Todavia, fontes da Lava Jato garantiram que o pedido de complementação já foi atendido há meses.

As negociações para a volta de Soares ao Brasil são motivo de desgaste entre brasileiros e americanos, devido ao silêncio e dificuldade de negociação encontrados pelos integrantes da força tarefa nos EUA.

Recentemente, Arthur Soares trocou de advogados (do escritório Mestieri para o jovem Nythalmar Dias Ferreira) na esperança de negociar um acordo no Brasil. O empresário, que está solto, não esconde a dificuldade da adaptação, particularmente com barreira de idioma. Seus amigos, igualmente envolvidos na Lava-Jato, estariam impedidos de ingressar em território americano, o que aumentaria o seu isolamento.

Embora o acordo com o governo americano garanta a sua permanência na Flórida, Arthur Soares autorizou os advogados a iniciar entendimentos com a força-tarefa da Lava-Jato no Rio para fechar uma colaboração premiada no Brasil.

Um dos trunfos foi a situação de uma das empresas de seu grupo no país, que teria sido abordada pelos mesmos auditores fiscais da Receita Federal envolvidos na operação Armadeira. Eles teriam tentado cobrar propina do Rei Arthur, a exemplo do que fizeram com outros empresários extorquidos, para perdoar multas milionárias por alegada sonegação de impostos.

Na sexta-feira passada, a defesa de Soares afrmou que se trata de “fake news” a especulaçao sobre a extradição de Arthur Soares, além de tratar seu status como sendo de foragido. O MPF, no entanto, trata o empresário como “réu foragido” e espera que sejam cumpridos os pedidos já formalizados às autoridades americanas afim de dar prosseguimento ao processo.

Cabral confirma propina

O depósito foi feito no dia 29 de setembro de 2009, em Dakar, no Senegal, três dias antes da escolha da capital carioca como sede das Olimpíadas, segundo a peça do MPF. Ele foi feito pela Matlock Capital Group, uma holding nas Ilhas Virgens, paraíso fiscal, que tem ligação com Arthur.

O MPF listou ao menos 19 documentações que deram suporte à operação ‘Unfair Play’, entre elas: depoimento de Eliane Pereira Cavalcante, sócia de Arthur; calendário e agenda telefônica obtidos pela quebra telemática de Arthur Soares; e-mails e documentos obtidos com a quebra telemática de Eliane Cavalcante; relatórios de Inteligência Financeira do COAF e contratos Administrativos firmados pelo Estado do Rio de Janeiro e a empresas do Grupo KB Participações Ltda, de Arthur Soares.

Dono do grupo Facility, Arthur Soares era um dos principais prestadores de serviços terceirizados no governo Sérgio Cabral, em áreas como limpeza, segurança, alimentação e saúde. Segundo investigação do Ministério Público do Rio (MP-RJ), a Facility participava de licitações fraudadas e depois repassava valores dos contratos, de forma ilícita, a autoridades do Legislativo e do Executivo fluminense. Os contratos do empresário com o governo do Rio chegaram a totalizar R$ 3 bilhões na gestão de Cabral.

Em depoimento ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, em julho deste ano, Cabral admitiu ter comprado votos para a candidatura olímpica do Rio, no valor de U$ 2 milhões. O ex-governador disse que pediu a Arthur Soares que combinasse o pagamento com Leonardo Gryner, braço-direito do então presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Carlos Arthur Nuzman. Segundo Cabral, a verba seria descontada do “crédito” que tinha com o empresário — isto é, de parte das propinas que o ex-governador receberia do “Rei Arthur”.

O acerto do pagamento ocorreu, segundo o MPF, em Paris, em setembro de 2009, dias antes do evento que ficou conhecido como “Farra dos Guardanapos”.

No processo em que prestou depoimento, Cabral é acusado de receber US$ 10,4 milhões em propina de “Rei Arthur”, entre março de 2012 e novembro de 2013, e ocultar o valor no exterior, além de ter recebido um total de R$ 1 milhão no Brasil entre 2007 e 2011. De acordo com o MPF, o pagamento era feito no país com entregas de recursos em espécie, celebração de contratos fictícios com membros da organização criminosa e pagamento de despesas pessoais. Cabral negou a acusação e disse não ter contas no exterior, a não ser a que encerrou em 2003.

COB também no esquema

O Ministério Público Federal (MPF) afirmou ver “fortes indícios” de que o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, teve participação direta na compra de votos de membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) na escolha da sede dos Jogos Olímpicos de 2016 e no repasse de propina a Papa Massata Diack, filho do então presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF) e membro do comitê executivo do COI, o senegalês Lamine Diack.

Segundo os investigadores, Nuzman teria sido o responsável por interligar corruptos e corruptores: “Em busca de votos favoráveis à campanha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016, mancomunado a Sérgio Cabral, buscou representantes africanos do COI para alcançar o intento criminoso”, sustenta a Procuradoria.

O MPF levanta a suspeita de que Nuzman teria, inclusive, obtido nacionalidade russa para poder escapar das investigações. A informação surgiu em depoimento de Eric Maleson, fundador e ex-presidente da Confederação Brasileira de Desportos no Gelo, ouvido por autoridades francesas.

“Segundo o mesmo, Carlos Nuzman está corrompido, e terá até a nacionalidade russa pelo primeiro-ministro russo na altura, em contrapartida ao seu voto a favor de Sochi para a organização dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014. Essa nacionalidade russa deve lhe permitir esperar escapar da Justiça Brasileira se fosse necessário”.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo disse:

    O Lula Ladrão vibrou agarrado com o Prefeito do RJ á época,ladrão enganando o Povo!!!!

  2. #Lula Na Cadeia sempre disse:

    VERGONHOSO….faltou dar uma SURRA GRANDE NO PTRALHA LULADRAO, quem sabe se tivesse tomado uma surra ele não tinha roubado o país

  3. #Vergonha mundial disse:

    Na época da ditadura esse FDP apanhava igual a cachorro e entregava o ladrao chefe LULA , mas agora a quadrilha do STF querem deixar os ladroes todos usufruindo do roubo

    • vergonhoso disse:

      corruptos ricos de colarinho branco nunca apanharam feito cachorro. Nem na ditadura, e nem em epoca nenhuma nesse país.

Fifa confirma Mundial de Clubes de 2021 com 24 times na China

Gianni Infantino presidente da Fifa — Foto: Reuters

A Fifa confirmou na manhã desta quinta-feira que o Mundial de Clubes de 2021 será realizado mesmo na China e terá a inédita participação de 24 clubes. A decisão, oficializada durante a reunião do Conselho da entidade em Xangai, foi comemorada pelo presidente Gianni Infantino, que ressaltou a importância de pela primeira vez ser de fato disputada pelos melhores time do planeta na temporada correspondente.

– É uma decisão histórica para o futebol, porque o conselho da FIFA decidiu hoje, por unanimidade, nomear a China como sede da nova Copa do Mundo da FIFA. O novo (torneio) será uma competição que toda pessoa … qualquer um que ama futebol, está ansioso por ver. É a primeira Copa do Mundo real e verdadeira onde os melhores clubes competirão. Ela contará com 24 equipes e será realizada entre junho e julho de 2021 – destacou Infantino em entrevista coletiva.

O plano para a implementação de de uma nova Copa do Mundo de Clubes foi aprovado em uma reunião do Conselho da FIFA em Miami, em março, e a indicação da China aguardava apenas a confirmação. O reformulado torneio, passaria a ocorrer de quatro em quatro anos entre junho e julho, substituindo no calendário a Copa das Confederações, disputada sempre um ano antes do Mundial de seleções. As edições de 2019 e 2020 da Copa do Mundo de Clubes serão ambas realizadas no mês de dezembro no Catar, ainda com a habitual presença de seis times representando seus respectivos continentes (além de uma equipe local), com a grande final sendo jogada em Doha.

 

Globo Esporte

 

“SURPREENDENTE”: Gerente do WhatsApp confirma ‘envios massivos de mensagens’ ilegais nas eleições de 2018

Guerra virtual escancarada e sem freio, de todos os lados, agora surge como “revelação”

O gerente de políticas públicas e eleições globais do WhatsApp, Ben Supple, admitiu hoje que a eleição de 2018 teve uso ilegal de envios massivos de mensagens, informa a Folha.

“Na eleição brasileira do ano passado houve a atuação de empresas fornecedoras de envios massivos de mensagens, que violaram nossos termos de uso para atingir um grande número de pessoas […] Sabemos que eleições podem ser vencidas ou perdidas no WhatsApp.”

Supple reforçou que o uso do WhatsApp para campanhas políticas não infringe as regras. Neste caso, no entanto, a contratação de sistemas de envios massivos por empresas, que é proibida pelo aplicativo, violou os termos de conduta.

“[O uso do aplicativo para campanha política] Não viola desde que se respeitem todos os termos de uso. Todos estão sujeitos aos mesmos critérios, não importa se quem usa é um candidato à Presidência ou um camponês do interior da Índia.”

O Antagonista com Folha de SP

Após exames, Bolsonaro confirma que vai à reunião da ONU

Foto: Marcos Corrêa/PR – 4.9.2019

O presidente Jair Bolsonaro confirmou na manhã desta sexta-feira (19) que irá à Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York, na semana que vem, a partir de terça-feira (24). Ele foi submetido a exames em Brasília, no Hospital DF Star, e foi constatado que ele tem saúde suficiente para fazer a viagem na semana que vem.

Em sinal de melhora, o presidente vai participar de um evento no Palácio do Planalto na tarde desta sexta para sanção da Medida Provisória da Liberdade Econômica. Nos últimos quatro dias, ele despachou do Palácio da Alvorada, uma das residências oficiais da Presidência.

Quarta cirurgia

Bolsonaro foi submetido a uma cirurgia no domingo (8) para retirada de hérnia incisional em uma das cicatrizes de operação anterior. Foi a quarta cirurgia do presidente desde a facada durante campanha em Juiz de Fora (MG), há pouco mais de um ano.

Ele deixou o hospital após alta na segunda-feira (16).

Questionado se o presidente tem outro problema de saúde que atrasa a recuperação, o médico Antonio Macedo afirmou que “em todas as cirurgias que fizemos, houve um retardo na recuperação, mas, quando ele retorna, vai rápido”.

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. O MICO disse:

    Depois dos exames vem os vexames!

  2. natalsofrida disse:

    Chora petralhada. Bando de vagabundos sem vergonhas.

  3. fernando disse:

    Vau falar dos dois dias deve cagar e outras besteiras.Aguardem

  4. natalsofrida disse:

    Eu topo, mas primeiro vamos fazer uma aposta: Quanto foi roubado dos cofres públicos pelos petralhas? Digo que não tem ninguém que consiga contar e vc? Quanto acha que foi? Aposto cinco paus! Topas?

    • Ana leticia disse:

      No mínimo Hum trilhão, e continuam, o sorteio da Sena de ontem foi mais uma manobra dessa cambada.

  5. Tonho disse:

    Aposto que vai arrumar 10 brigas, 8 polêmicas e vão perguntar pelo Queiroz. Quem vai? Até 1 real eu topo

    • Maria disse:

      Eu só digo que ele vai quando eu vir. Se for, vai passar vergonha, são tantos protestos que ele nåo vai saber digerir e se tiver que improvisar o discurso em algum momento, meu Deus, sai de baixo. As delegações,qdo nåo gostam do dirigente, costumam deixar o ambiente. Meu Deus, se isso acontecer, tende piedade de nós.

VÍDEO: Marinha dos EUA confirma perseguição com possível OVNI

Foto: Reprodução

Em dezembro de 2017 e março de 2018, o jornal norte-americano The New York Times divulgou três vídeos secretos do governo dos Estados Unidos mostrando pilotos da Marinha dos Estados Unidos perseguindo objetos voadores não identificados – que se moviam em velocidade hipersônica, a milhares de pés acima da Terra, sem asas, motores ou sinais visíveis de propulsão.

Joseph Gradisher, porta-voz do vice-chefe de operações navais da Marinha, enviou uma declaração ao site The Black Vault confirmando a veracidade dos vídeos com os “fenômenos aéreos não identificados”, acrescentando ainda que não houve qualquer edição nas gravações.

Os objetos ainda não foram identificados com sucesso como qualquer tipo conhecido de aeronave. Segundo Joseph, as imagens nunca deveriam ter chegado ao conhecimento público. Reporta-se ainda que os vídeos foram divulgados inadequadamente por um ex-funcionário do Pentágono, que pediu permissão para compartilhar entre agências do governo para uma espécie de banco de dados sobre veículos aéreos não tripulados.

Não é possível dizer que tais objetos sejam domínios de “alienígenas”. No entanto, como apontou o The New York Times, na época da divulgação dos vídeos, é estranho que objetos “apareçam repentinamente a 80.000 pés e depois sejam arremessados em direção ao mar, estacionando a 20.000 pés e pairando”. Uma curiosidade é que os vídeos foram divulgados pelo NYT e pela To The Stars Academy of Arts & Science, uma organização criada pelo ex-vocalista e guitarrista da banda Blink-182 Tom DeLonge.

UOL

Após sucesso, prefeito Paulinho confirma edição 2020 da Agrofest São Gonçalo

Fotos: Ariel Dantas

Com acesso à linha de crédito, rodadas de negócios, capacitação, palestras com temas ligados à pecuária, exposição de animais e implementos agrícolas, concurso de leiteiro, corrida de jegue, feira de artesanato e atrações culturais, a primeira feira agropecuária de São Gonçalo do Amarante/RN, a Agrofest, realizada nos dias 29,30 e 31 de agosto, movimentou o setor agropecuário da região.

Realizado pela Prefeitura Municipal, o evento gerou aproximadamente 400 empregos diretos e indiretos. “Estamos felizes em realizar essa grande feira, que gerou oportunidade, renda e muito lazer ao nosso povo. Tratores, gados, piscinas, plantas, tudo foi vendido. Superou nossas expectativas. Próximo ano será ainda maior”, disse prefeito Paulo Emídio.

A feira, que teve apoio do Governo do Estado, Emparn, Anorc, Faern, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, AGN e Santander, foi encerrada com show de Giannini Alencar que atraiu multidão à zona rural.

Bolsonaro confirma que pretende classificar Hezbollah como organização terrorista

Foto: Jorge William / Agência O Globo

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta terça-feira que pretende declarar o movimento xiita libanês Hezbollah como uma organização terrorista . A ideia, contudo, não é unanimidade dentro do governo. A declaração ocorreu após o Paraguai classificar dessa forma o grupo na segunda-feira, depois de a Argentina o fazer em julho.

— Pretendo fazer isso daí. São terroristas — afirmou Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada, ao ser questionado sobre a possibilidade.

Bolsonaro disse que não vê risco de a decisão tornar o Brasil alvo de ataques, já que, de acordo com ele, existem integrantes de grupos terroristas no país:

— Existe informação de que têm pessoas deles por aqui também. Tríplice Fronteira, nos grupos de crime organizado. Eles são unidos. Podem não ser muito organizados, mas são unidos.

O Hezbollah é um misto de milícia, organização social e partido político, com assentos no Parlamento do Líbano e participação no governo do país árabe. Por sua atuação na defesa do Sul do Líbano de ataques de Israel, o grupo também é considerado terroristas pelo Estado judeu. Alguns países europeus classificam como terrorista apenas sua ala militar, e China e Rússia não aderiram à classificação, que nunca foi endossada pelas Nações Unidas.

De acordo com fontes ouvidas pela agência Bloomberg, a medida não seria facilmente implementável devido às particularidades da lei brasileira. A ideia, entretanto, faz parte dos esforços de Bolsonaro para criar vínculos mais fortes com o presidente do Estados Unidos, Donald Trump, com quem também busca fechar um acordo comercial, além de se encaixar nas visões de mundo do presidente brasileiro e de seu círculo mais próximo.

Durante a campanha presidencial do ano passado, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), cotado para se tornar embaixador brasileiro em Washington, já havia defendido uma posição mais dura contra o Hezbollah e o palestino Hamas. Na segunda-feira, no Twitter, o deputado disse que “essa questão do Hezbollah envergonha o Brasil no exterior. Temos que mudar essa realidade o quanto antes. Desconheço argumentos plausíveis que justifiquem considerar o grupo terrorista Hezbollah como partido político”.

Ainda assim, classificar o Hezbollah como uma organização terrorista poderá dificultar as relações de Brasília com o Irã, aliado do movimento xiita que importa cerca de US$ 2,5 bilhões (aproximadamente R$ 10 bilhões) por ano em produtos brasileiros, e com a influente comunidade libanesa do Brasil. Membros do governo temem que a medida transforme o país em alvo de terroristas.

Uma decisão poderá ser anunciada antes de outubro, quando Bolsonaro visitará os Emirados Árabes Unidos e a Arábia Saudita, rivais do Irã e do Hezbollah.

Na segunda-feira, o Itamaraty disse que não considera o Hezbollah uma organização terrorista e que não tem planos de rever esse status. O Gabinete presidencial, o Ministério da Justiça e a Polícia Federal, responsável pelo cumprimento das leis antiterror, se recusaram a comentar.

Atualmente, o Brasil só considera como terroristas grupos que receberam tal designação do Conselho de Segurança das Nações Unidas, como a al-Qaeda e o Estado Islâmico. Pela lei do país, o governo pode barrar a entrada, prender e congelar os bens de suspeitos de fazerem parte desses movimentos.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Allan Polishom disse:

    Oi? Hahahaha pense q isso vai mudar as nossas vidas para melhor, só aí criaremos mas de 13 milhões de empregos, né ? Pelo amor de Deus, o país sofrendo de uma doença enorme como o desemprego, e o presidente ocupado com assuntos dessa qualidade, que triste fim para nós.

FOTO: Em encontro com Paulinho, ministro Mandetta confirma apoio à construção de hospital em São Gonçalo

Foto: Divulgação

Em visita ao Rio Grande do Norte, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, esteve reunido com prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio, Paulinho, e o deputado federal João Maia, na manhã desta sexta-feira (15), em Natal.

Na ocasião, Mandetta confirmou apoio à construção do hospital geral em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, como também à liberação de uma emenda parlamentar da senadora Zenaide Maia no valor de R$ 663 mil para construção de uma unidade de saúde na comunidade Olho D’Água do Carrilho.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gilvan disse:

    E no Novo Santo Antônio não dá pra colocar nem uma placa com esse dinheiro? eu fosse o senhor prefeito eu mandaria fazer ao menos uma placa para o nosso bairro e colocaria logo na entrada ali no Posto 30 de setembro com os seguintes dizeres "COMUNIDADE DOS ESQUECIDOS". Sei não viu seu Prefeito.

BNDES confirma devolução de mais R$ 40 bilhões ao Tesouro

FOTO:  Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) confirmou a devolução antecipada de mais R$ 40 bilhões ao Tesouro Nacional. O anúncio foi feito nesta terça-feira (6) pelo presidente do banco, Gustavo Montezano, no Ministério da Economia, em Brasília.

“Viemos entregar o ofício de devolução de mais R$ 40 bilhões ao Tesouro Nacional. Com isso, totalizamos o pagamento de R$ 84 bilhões. Essa é a nossa terceira meta, alinhada com o Ministério da Economia, onde vamos devolver R$ 126 bilhões até o final do ano. Estou muito feliz de estar cumprindo, em tão pouco tempo, parte substancial dessa meta e preservando de forma bem estável a situação de liquidez e capitalização do banco”, disse Montezano, ao deixar o ministério.

Segundo o presidente do BNDES, o banco tem previsão de desembolsar R$ 70 bilhões em empréstimos neste ano, mas este número deve ser revisado. “A gente está revisando esse número. Pode ser que mude. Só como referência, no primeiro semestre, o banco desembolsou cerca R$ 25 bilhões no primeiro de semestre. Para gente cumprir essa meta, seria necessário acelerar [os desembolsos no segundo semestre]”.

De acordo com Montezano, a demanda por empréstimos está menor do que a esperada. “Mas com a retomada da economia, a gente acredita que esse nível de demanda vai subir”, afirmou.

Os recursos devolvidos pelos bancos públicos ao Tesouro Nacional são usados para reduzir a dívida líquida.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Essa equipe econômica é phóthaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

MPF confirma denúncia contra o ex-senador José Agripino Maia por manter funcionário fantasma

José Agripino nomeou suposto assessor, que era gerente de farmácia em Natal, e poderá responder por peculato e associação criminosa

O Ministério Público Federal (MPF) ratificou a denúncia contra o ex-senador José Agripino Maia, e outras duas pessoas, por associação criminosa e peculato. A ação penal original havia sido apresentada pela Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF), no final de 2018 quando ele ainda exercia o mandato no Senado. Agora, que não é mais parlamentar, o processo tramitará na Justiça Federal de primeira instância no Rio Grande do Norte.

José Agripino é acusado de nomear e manter como secretário de seu gabinete em Brasília – entre março de 2009 e março de 2016 – o “funcionário fantasma” Victor Neves Wanderley (conhecido como Victor Souza), que era gerente de farmácia em Natal e desde 2017 é presidente da Câmara de Vereadores do Município de Campo Redondo. Ele não prestava serviços e repassava a remuneração recebida do Senado a Raimundo Alves Maia Júnior (conhecido como Júnior Maia, primo de Agripino e que declarou ser sogro de Victor).

O esquema ilegal foi montado já que Júnior Maia, que prestava os serviços em Brasília, era servidor da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e, assim, não poderia assumir oficialmente a função no Congresso. O ex-senador promoveu então a nomeação fictícia de Victor Souza e, durante os sete anos, a irregularidade custou quase R$ 600 mil aos cofres públicos.

A denúncia do MPF – ratificada agora em primeira instância pelo procurador da República Fernando Rocha -, além de pedir o ressarcimento do valor com correção e juros, requer indenização por danos morais coletivos em quantia equivalente ao dobro da desviada, bem como a perda do “cargo ou emprego público ou mandato eletivo” que eventualmente os envolvidos estejam ocupando. O processo tramitará na Justiça Federal do Rio Grande do Norte sob o número 0807805-48.2019.4.05.8400.

Gerente – A ação penal destaca que o ex-parlamentar mantinha forte vínculo de amizade e parentesco com Júnior Maia. Entre 2012 e 2014, foram identificadas 905 ligações telefônicas entre os dois. A informação é resultado de quebra de sigilo telefônico autorizada pelo STF. No mesmo período, não foi identificado nenhum contato entre o então senador e Victor Souza, embora ele ocupasse formalmente o cargo de secretário parlamentar.

As investigações revelaram que o funcionário fantasma era, na época, gerente de uma farmácia localizada em Natal e que não costumava ir a Brasília, onde fica o gabinete do senador. As companhias aéreas questionadas durante a investigação não encontraram registros de viagens em nome de Victor, cujo endereço residencial também é na capital potiguar. A análise da frequência nas folhas de ponto revelou simulação no preenchimento, o que reforçou a certeza de que ele não cumpria o expediente de 40 horas semanais no Congresso.

Na ação original, a PGR ressaltou a informação de que Victor Souza confessou ter recebido durante três anos remuneração estadual mensal de mais de R$ 2 mil sem nunca ter trabalhado na Assembleia Legislativa. Os indícios referentes a essa ilegalidade ainda deverão ser encaminhados ao Ministério Público do Estado (MP/RN). Outros fatos relacionados ao esquema, e que possam vir a resultar em novas denúncias, serão avaliados pelo MPF no Rio Grande do Norte.

http://www.mpf.mp.br/rn/sala-de-imprensa/noticias-rn/mpf-confirma-denuncia-contra-ex-senador-por-manter-funcionario-fantasma

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jacques Derrida disse:

    Falta de que???
    De um patriarca de oligarquia, que comandava e comanda um oligopolis??
    Um cara com oito processos parar serem julgados no STF e nada. E vc com saudades? Um dos maiores responsáveis pela rapinagem deste estado em décadas.
    Francamente – Brasileiros como vc são tão inteligentes que se fosse barata vc torceria e trabalharia para o chinelo.

  2. Bento disse:

    Dessa vez não votei no Senhor Senador, mas confesso que esta fazendo falta em Brasilia.
    Até agora estou triste com meu voto, não estou vendo resultado.

Caso Neymar: em entrevista a revista, ex-marido de Najila confirma relato de agressão, mas nega estupro

Neymar e Najila Foto: REUTERS e Reprodução SBT

Estivens Alves, ex-marido de Najila Trindade, a mulher que acusa Neymar de agressão sexual, afirmou em entrevista à revista “Isto é” que a modelo não foi estuprada pelo jogador do PSG. Seu relato se baseia em conversas com a ex-mulher e no vídeo do segundo encontro entre ela e o craque da seleção, em Paris, ao qual Estivens teve acesso na íntegra. Ele confirmou, porém, os relatos de agressão.

O ex-marido de Najila conta que, após o primeiro contato entre os dois na capital francesa, a modelo relatara que Neymar havia sido “escroto” e “imbecil”. “Ela falou que ele tinha sido muito agressivo, mas não citou nada sobre relação sexual e estupro. Então, ela me disse que ia andar um pouco para esfriar a cabeça”, relata o Estivens.

“Estupro é uma palavra muito pesada. Estupro propriamente dito não houve. Essa é a conclusão do Estivens. Não houve estupro. No máximo houve um desentendimento entre ambos no meio da relação sexual. Ele assumiu que bebeu antes e pode ter ultrapassado o limite”, acrescenta.

O publicitário contou que teve acesso à íntegra do vídeo de 7 minutos do segundo encontro entre Najila e Neymar num hotel em Paris. Uma versão reduzida desse episódio, que vazou na internet nos dias seguintes ao escândalo, mostrava a modelo batendo no jogador. Ele narra o que diz ter visto nas imagens:

“Ela vai recebê-lo na porta [do quarto], beija e tudo. Vão para a cama. Ela dá um tapa nele. […] Ele recua um pouco e ela fala: ‘Você vai me bater. Não vai devolver?’. Ele se levanta e ela fala: ‘Você me bateu e me deixou aqui sozinha’. Nesse momento, ela se recolhe. Não dá para ver se está inclinada, não dá para saber se está caída ou abaixada. Mas dá para ouvir. Ele fala: ‘Linda, calma. Relaxa, relaxa’. Ele fica ao lado dela uns três minutos, tentando acalmá-la. Ele a levanta pelos braços, sem agressividade. Com as mãos nos bolsos ela começa a chorar. E pergunta: ‘Por que você fez isso comigo? Por que você me bateu e me deixou aqui?’. E chora. Ele pede calma repetidas vezes, sem responder às perguntas dela.”

E completa:

“Ele se mostra uma pessoa muito assustada com tudo que estava acontecendo, sem esperar por aquela reação dela. Até que ele consegue ter algum controle sobre a situação. Ele senta ela na cama e fala: ‘Eu não te falei que não conseguiria ficar com você. Lembra que eu te falei para trazer uma amiga? Era para você não se sentir sozinha. Eu tenho meus compromissos. Tenho que treinar, tenho meu médico, meus tratamentos e minhas campanhas’. Ela fala: ‘Me perdoa? Eu te machuquei? Eu não queria ter te machucado. Eu estraguei tudo’. Não tenho certeza, mas parece que ele pergunta o que poderia fazer por ela, que responde: ‘Quero ir embora, para minha casa’. Ele pega o celular, liga ou manda mensagem para alguém. Ela levanta, vai ao banheiro, onde estava o celular, e encerra o vídeo.”

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dr. Veneno disse:

    Isso é coisa da mídia atrás de noticia e audiência.
    Não tenho procuração para defender Neymar, mas desde o começo q a coisa está toda dissimulada, com o intuito claro de se obter alguma vantagem com a situação.

  2. Lourdes Siqueira disse:

    Eu não consigo entender o que o ex t com isso. Vai já ser convidado pra fazer novela.
    Noticias requentadas…..

  3. Decio Nascimento disse:

    Estou com Neymar, sendo verdade ou nao.

Estudo do Atlas da Violência tem base em 2017 e confirma o fracasso absoluto do Estatuto do Desarmamento

Foto: Ilustrativa

A imprensa está usando o Atlas da Violência para combater o decreto de Jair Bolsonaro que facilita a posse de armas.

Mas os números assustadores do estudo referem-se a 2017, demonstrando o absoluto fracasso do Estatuto do Desarmamento.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Athanázio disse:

    Desarmar a população é um velho sonho da esquerda para poder eternizar seus tiranos. Vide venezuela.

  2. Cesar Bomone disse:

    Os índices de violência explodiram após o desarmamento, mostrando o fracasso da medida.

Sesap confirma 7 mortes no RN por vírus respiratórios em 2019; veja locais

Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) confirma que 7 pessoas já morreram este ano no estado vítimas de vírus respiratórios. Destas, seis pelo vírus influenza e um pelo vírus sincicial respiratório (VSR) – que é uma das principais causas de infecções das vias respiratórias e pulmões em recém-nascidos e crianças pequenas, e um de muitos vírus que podem causar bronquiolite. Segundo o Boletim da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), divulgado nessa terça-feira (7), de janeiro até o dia 27 de abril foram confirmados 108 casos de notificação da SRAG, número menor que o registrado no mesmo período de 2018, quando foram notificados 146 casos.

Ainda de acordo com a Sesap, as mortes causadas pelo vírus influenza ocorreram em Santa Cruz, Santana do Matos, Ceará-Mirim, Campo Redondo e Jardim do Seridó (2). Já a morte pelo VSR, aconteceu em Natal.

Dentre os casos notificados em 2019, a VII Região de Saúde (Grande Natal) apresentou o maior número de ocorrências, seguida pela II Região (Polo Mossoró) e IV Região (Polo Caicó).

Deste total de notificações, 49 casos foram confirmados por meio de exame laboratorial. Destes, 7 correspondem ao VSR e 42 à influenza, sendo 35 referentes à influenza A H1N1, três à influenza A, um à influenza A não subtipado e três à influenza A sazonal H3.

Influenza

A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção (crianças menores de 5 anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais).

A Sesap reforça que para redução do risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, especialmente as de grande infectividade, como vírus influenza, é importante que, além da vacinação, sejam adotadas medidas gerais de prevenção, como:

Frequente higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento.

Utilizar lenço descartável para higiene nasal.

Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir.

Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca.

Higienizar as mãos após tossir ou espirrar.

Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.

Manter os ambientes bem ventilados.

Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de influenza.

Orientar o afastamento temporário (trabalho, escola etc.) até 24 horas após cessar a febre.

Evitar sair de casa em período de transmissão da doença (até sete dias após o início dos sintomas).

Vacinação

Está em vigor em todo o país a 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe influenza. A ação é promovida pelo Ministério da Saúde. A campanha termina no dia 31 de maio. Em todo o país, a meta a imunizar 59 milhões de pessoas. Destas, 972.875 no Rio Grande do Norte.

Com acréscimo de informações do G1