Política

Plenário do STF confirma decisão de Barroso que determinou instalação da CPI da Pandemia

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (14), por 10 votos a 1, referendar a decisão do ministro Luís Roberto Barroso que determinou ao Senado a instalação de uma CPI para investigar as ações do governo federal no combate à pandemia de Covid.

Cumprindo a ordem de Barroso, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), fez nesta terça (13) a leitura do requerimento da CPI, o que oficializou a criação da comissão.

A decisão do plenário prescindiu da manifestação de voto da maioria dos ministros. Somente Luís Roberto Barroso, o relator, apresentou o voto.

Depois disso, o presidente do STF, Luiz Fux, perguntou aos demais se concordavam com a decisão.

O ministro Marco Aurélio Mello pediu então a palavra e afirmou que não cabia “referendar ou deixar de referendar” a decisão de Luís Roberto Barroso.

Ele argumentou que a decisão de Barroso seguiu a Constituição e que, se fosse relator, teria o mesmo entendimento. “Se distribuído a mim, daria a liminar”, afirmou.

Os demais ministros acompanharam o voto do relator.

A análise da liminar (decisão provisória) concedida por Barroso estava marcada inicialmente para começar na próxima sexta-feira (16) em plenário virtual. Após conversações entre os ministros do Supremo, a data foi antecipada, em razão da “urgência e a relevância da matéria”.

Barroso é o relator da ação protocolada no STF pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO). Ao todo, 31 senadores assinaram o pedido de criação da comissão – quatro a mais que os 27 exigidos pelo regimento.

O requerimento que pedia a criação da CPI foi protocolado no Senado em 15 de janeiro. No entanto, Pacheco resistia a autorizar a instalação sob o argumento de que atualmente a prioridade é o combate à Covid-19.

O voto do relator

Ao votar na sessão desta quarta, o ministro Luís Roberto Barroso defendeu sua decisão e afirmou que é “fato notório” o requerimento da CPI.

Para o ministro, o Supremo pode exercer o controle judicial de atos do Legislativo. “Esse controle está previsto na própria Constituição”, disse.

Segundo o ministro, não há nada novo na decisão que tomou.

“A instalação de uma CPI não se submete a um juízo discricionário da Casa Legislativa seja do plenário da casa legislativa. Não pode o órgão diretivo ou a maioria se opor a tal requerimento por questões de conveniência ou de oportunidade políticas. Atendidas exigências constitucionais, impõe-se a instalação da comissão parlamentar de inquérito”, afirmou.

Segundo o ministro, “nada há de criativo, original ou inusitado na decisão liminar, que concedi à luz da doutrina. Quanto à jurisprudência, o tema foi objeto de apreciação pelo STF em diversas ocasiões, com a participação de componentes atuais do nosso plenário”.

Barroso também defendeu o direito de oposição das minorias. “Há de ser aparelhado com instrumentos que viabilizem sua prática concreta no âmbito de cada Casa do Congresso Nacional”, afirmou.

“Como regra geral, decisões políticas devem ser tomadas por quem tem voto. Todavia, o que está em jogo não são decisões políticas, mas o cumprimento da Constituição, e o que se discute é o direito das minorias de fiscalizarem o poder público, no caso específico diante uma pandemia que já consumiu 360 mil vidas apenas no Brasil”, disse.

No voto, Barroso disse ainda que não cabe ao Senado decidir se vai abrir a CPI e sim como vai proceder. “Caberá ao Senado se por videoconferência, presencial ou por modo semipresencial”, disse.

“O procedimento a ser seguido pela CPI deverá ser definido pelo próprio Senado, diante das regras que vem adotando para o funcionamento dos trabalhos na pandemia”, afirmou.

Antes de Barroso, o vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, afirmou que a instalação de CPI é um ato vinculado, ou seja, obrigatório, e que não há um “litígio entre poderes”.

“Entendemos com toda a naturalidade que o parlamento, especialmente minorias parlamentares, têm a possibilidade de, em nome da sociedade, investigar fatos e problemas, descobrir soluções, encontrar apurações, modificar as regras jurídicas se o caso for e, na eventualidade de encontrar responsáveis que podem ser judicialmente conduzidos, encaminhar isso ao MP”, disse Medeiros.

Segundo o vice-PGR, o julgamento no STF “é apenas e tão somente o exercício de uma pretensão de controle que existe em uma sociedade democrática sobre todo e qualquer poder”.

A decisão liminar

Na decisão individual, Barroso cita o agravamento da pandemia de Covid-19 como um dos argumentos que justificariam a instalação da CPI.

“Além da plausibilidade jurídica da pretensão dos impetrantes, o perigo da demora está demonstrado em razão da urgência na apuração de fatos que podem ter agravado os efeitos decorrentes da pandemia da Covid-19. É relevante destacar que, como reconhece a própria autoridade impetrada, a crise sanitária em questão se encontra, atualmente, em seu pior momento, batendo lamentáveis recordes de mortes diárias e de casos de infecção”, descreve Barroso.

Barroso afirmou que a Constituição estabelece que as CPIs devem ser instaladas sempre que três requisitos forem preenchidos:

assinatura de um terço dos integrantes da Casa;

indicação de fato determinado a ser apurado;

e definição de prazo certo para duração.

Segundo o ministro, não cabe omissão ou análise de conveniência política por parte da Presidência da Casa Legislativa sobre quando a comissão deve ser criada.

“É certo que a definição da agenda e das prioridades da Casa Legislativa cabe ao presidente da sua mesa diretora. No entanto, tal prerrogativa não pode ferir o direito constitucional do terço dos parlamentares à efetivação criação da comissão de inquérito”, escreveu.

G1

Opinião dos leitores

    1. Fala qual o estado seu mentiroso, vá assistir as reportagens e procure ler seu alienado mental.

    2. Não adianta Henrique…não adianta discutir com os que usam argola na venta… já desisti…. são como uma ameba sem cérebro…🤷

    3. Henrique… alienado mental deve ser vc e esse Caio , vão se informar melhor, o estado é o estado da Bahia, se for mentira então a mentira é de todos os sites , agora vc não se informa e chega com uma mau educação contra uma pessoa que vc nem conhece, melhore pra não passar vergonha novamente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

TJ-SP confirma que Marisa Letícia desistiu de triplex e manda restituir valor pago

Santo André- SP- Brasil- 15/08/2016- Ex-presidente Lula e sua esposa Marisa Letícia durante encontro das mulheres e militantes que marca os 10 anos da lei Maria da Penha, na Casa Portugal. Foto: Heinrich Aikawa/ Instituto Lula

Foto: Heinrich Aikawa/ Instituto Lula

A 8ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo determinou, nesta quinta-feira (24), que a construtora OAS e a Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop) restituam integralmente as parcelas pagas pela ex-primeira-dama Marisa Letícia na compra de um triplex no Guarujá (SP).

O suposto recebimento de um triplex no edifício como propina paga pela OAS em troca de vantagens em contratos com a Petrobras foi central na sentença do juiz Sérgio Moro, que manteve Luiz Inácio Lula da Silva preso de abril de 2018 a novembro de 2019.

Em março deste ano, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, anulou todos os atos processuais da Lava Jato de Curitiba (PR) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A defesa do ex-presidente sempre afirmou que o apartamento de três quartos no condomínio Solaris, no Guarujá, tinha sido adquirido legalmente, mas que com a desistência de compra por dona Marisa, nem ela nem Lula usufruíram do imóvel.

De acordo com o site da ConJur, ao apreciar o caso, o TJ de São Paulo confirmou que dona Marisa desistiu da aquisição do imóvel e disse não existir evidência de que Marisa ou seus familiares usufruíram do apartamento e que a devolução dos valores se justifica pelo atraso na entrega.

“Não há prova nos autos de que, em algum momento, a autora tivesse recebido a posse do imóvel ou de que ele tivesse sido disponibilizado em seu favor”, disse, durante seu voto, a relatora do processo, desembargadora Mônica de Carvalho, segundo o site ConJur.

Matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. Sério mesmo isso? O casal assinou contrato de compra e venda de imóvel, pagou (mesmo??), exigiu e encabeçou o mando das reformas do apartamento e quando começou a sair nos jornais, assinaram a desistência do imóvel e ainda vão 100% do dinheiro pago pelo imóvel (mas pagaram mesmo???) e mais a mora? Sensacional isso… Mas faltou falar de uma coisa: Cadê o documento de Distrato da Compra? Apresentaram onde? O povo ainda não viu este documento…
    Tenho visto tanta decisão que não existia na legislação que estou ficando zonzo, a cada sentença, cria uma nova regra, desrespeitando todas as demais que existiam

  2. E esse dinheiro da Avon dava para comprar um Triplex, a minha esposa vende Natura faz uns 15 anos e nunca conseguiu juntar dinheiro nem para comprar uma carroça imagina um triplex.

  3. não é preciso fazer faculdade de direito penal para entender essa maracutaia! simplesmente ela assinou o contrato de consórcio como uma cliente normal. a diferença é que nunca pagou uma prestação e, a OAS por sua vez carimbava o valor pago, sem ser pago das parcelas. recebeu de propina e agindo como cliente comum.

  4. Bom conferir as transferências bancarias, alguém pagou por ela. Se fosse com os produtos avon, não comprava uma casa do programa do governo. Esse agentes imobiliário vai esclarecer o que fizeram esses trambiqueiros.

  5. Sério isso? Quer dizer que todo brasileiro que assinar contrato de compra e venda de imóvel, começar a pagar e desistir, vai ter 100% do dinheiro devolvido? Sensacional isso…
    Vamos lá pessoal quebrar as incorporadoras e construtoras…
    Compra 01 imóvel, exige a reforma, recebe mora, depois desiste. Vai receber o dinheiro de volta e ainda morou de graça.
    Eita Brasil de ponta cabeça…
    Tenho visto tanta decisão que não existia na legislação que estou ficando zonzo, a cada sentença, cria uma nova regra, desrespeitando todas as demais que existiam

  6. Marísia Letícia, a Galega, como o Sapo Cururú, se referia a ela, deve estar dando boas gargalhadas!!!! E pensando: Esse Lula é um BANDIDO, mesmo! Comprou todo mundo!
    Ainda de quebra lascou o Moro!!

  7. A farsa tá caindo…

    Espero que um dia o Bozo possa provar que não recebeu dinheiro da rachadinha (corrupção)…😃😃😃

    1. É gente como vc que precisa provar as mentiras que está dizendo. Injúria, calúnia e difamação são crimes previstos no Código Penal. Sua sorte é sua insignificância.

    2. Injúria, meu nobre jurista, onde ela incorreu? Misturou as bolas e se meteu no mesmo nível da que tu acusa.
      Sem vergonha você.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Ministério da Saúde confirma acordo com a Moderna para compra de 13 milhões de vacinas contra a Covid-19

 Foto: REUTERS/Eduardo Munoz

O Ministério da Saúde informou à CNN nesta sexta-feira (5) que fechou acordo com a Moderna para compra de vacinas contra a Covid-19 produzidas pela farmacêutica americana.

Ao todo, o acordo prevê 13 milhões de doses da vacina no segundo semestre de 2021.

Segundo integrantes da pasta, o acordo foi fechado durante a reunião do secretário-executivo do ministério, Elcio Franco, com representantes da Moderna na manhã desta sexta (5).

Os auxiliares do ministro Eduardo Pazuello ressaltaram que o contrato ainda não foi fechado. A previsão é de que a assinatura ocorra nas próximas semanas após ajuste dos termos.

Confira o cronograma previsto de entrega das doses da vacina:

Total: 13 milhões de doses em 2021

Até final de julho: 1 milhão de doses

Até final de agosto: 1 milhão

Até final de setembro: 1 milhão

Outubro e dezembro: 10 milhões

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Julhoooo?? Kkkkk, esse ministério da saúde é uma piada. Ainda bem que o presidente DORIA, tomou a frente e possibilitou vacina para os brasileiros.

    1. Eh só esse “argumento “ que vc tem pra defender seu MINTOmaníaco? Kkkkkkk. A limitação intelectual parece ser condição sine qua non pra ser bolsopetista!

    2. Mais uma vez o Bozo cancela o pronunciamento que ia fazer na tv….
      O Mito é um frouxo mesmo…..
      Ser uma vaca sebosa de um covarde como o Bozo é o fundo do poço da decadência

  2. Massa! Assim quem sabe não sofreremos tanto na terceira onda, pq agora na segunda a pilha de mortos vai pra conta do MINTOmaníaco!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

VÍDEO: Bolsonaro confirma comitiva que irá a Israel neste sábado negociar spray nasal contra a covid-19 para pacientes graves

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que o Brasil enviará uma comitiva na noite de sábado (6.mar) a Israel para negociar a realização da fase 3 de testes no Brasil para pacientes graves de um spray nasal contra a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, comandará a missão, que contará com 10 pessoas no total. O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, receberá os integrantes.

A droga citada por Bolsonaro ficou conhecida depois que pesquisadores do Ichilov Hospital, em Tel Aviv, Israel, afirmarem que a substância foi eficiente no tratamento contra o covid em 29 de 30 pacientes. Os cientistas disseram que o remédio, desenvolvido por Nadir Arber, do Centro Integrado de Prevenção do Câncer, seria capaz de curar os enfermos em 5 dias.

Com acréscimo do Diário do Poder

Opinião dos leitores

  1. O cara vai mandar 10 pessoas pra Israel pra ver um spray nasal que foi testado em 30 pessoas??‍♀️

  2. Os esquerdinhas só acredita na vacina! Eles esquerda que o HIV não tem vacina! Só remédios para tratamento

  3. Pra quê gastar com spray nasal israelense. Use Vick vaporub ou se achar cara, rapé!!! O gado vai achar que cura!!!

  4. Não precisa ir a Israel, basta distribuir as sementes milagrosas do apóstolo Valdomiro Santiago

  5. Ao invés disso bastava dar o exemplo e usar máscara né. Derrotado, incompetente, gestor broxa.

  6. O idiota ao invés de ir atrás do máximo de vacinas, fica tentando tratamentos experimentais. Tirem esse cara daí, na moral!

    1. A onde tem vacinas em grandes quantidades pixuleco?
      Leia o blog pra se informar.
      Kkkkkkkkkk
      Pensa que é assim.
      Se encontra na pratileira do supermercado.
      É um boi tabaco essa turma do pixuleco, não escapa um.
      Rsrsrsrs…

    2. Vacinas covid são uma das alternativas emergenciais. Ainda são vista como preventivas, e não a única solução possível.

  7. Olha para onde estamos caminhando, esse governo querendo devolver ao povo o direito a se defender. Como pode isso, o ex presidente já disse e ordenou que o cidadão, o trabalhador não podem andar amados, isso é um perigo para sociedade.
    Só bandido e membros de facções tem direito a andar armado com revolver, pistola, rifle, facão. foice e tudo que estiver ao alcance deles. Só segurança de político pode andar armado para protegê-los, o povo não, deve aceitar ser assaltado sem reação.
    Onde já se viu, um bando de desocupados entrando armado numa fazendo para roubar tudo que o proprietário conseguiu com muito trabalho, e ser surpreendido pela reação raivosa e violenta de um trabalhador defendendo sua família e bens.
    O povo tem que continuar desarmado, não podem reagir aos assaltos e violências de pessoas armadas contra os coitados dos bandidos, que absurdo.
    Só bandido sabe usar arma. O cidadão e a PM não sabem atirar, por isso a mídia sempre diz que toda bala perdida vem das armas dos policiais. Se houve assassinato com arma de tiro e não tinha policial por perto, o crime nem é noticiado, afinal, de onde vieram as balas?

    1. Né isso, concentra tuas energias na compra de vacina, depois fica aí querendo empurrar isso no nariz do povo, como fez com a cloroquina. Demorou só 7 meses pra fechar um acordo com a Pfizer, foi bem rapidinho…

    2. E os 5 milhões dos respiradores quando serão devolvidos ao Estado? Dava pra comprmilhões de doses.

    3. As vacinas estão compras.
      Falta os laboratórios entregar.
      Pode perguntar a Fátima do PT.
      Ela sabe o dia a hora minutos e segundos, não pode chegar um lote que corre pro Aeroporto de São Gonsalo pra tirar retrato.
      Tô vendo a hora ser atropelada por um Air bus A330.
      Kkkkkkkkkkk
      O spray, já é outra providência do PR, que vai ser reeleito em primeiro turno.
      Chupa turma do pixuleco.
      Ele agora diversifica os nomes ói.
      Tem que só a mulesta agora, é pra pensarem que tem muita gente contra o PR.
      Ele sozinho coitado, contra a torcida do Flamengo.
      Só por aí ele ja tem uma pesquisa.
      Hehehehehe
      Tadim!!!!!!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Itep confirma que vazamento de gás causou explosão em Mãe Luíza

Peritos trabalham desde o dia da tragédia para identificar os elementos da explosão que culminou com a morte de quatro mulheres. Fotos: Diego Hervani/Itep

O Itep/RN promoveu, nesta quarta-feira (17), uma coletiva de imprensa para detalhar o andamento da perícia sobre a explosão que ocorreu no último dia 7 de fevereiro, em Mãe Luíza, e culminou com a morte de quatro mulheres.

De acordo com os peritos que trabalham no caso, a explosão se deu após um vazamento de gás. “O BOPE fez a análise no local e descartou a presença de explosivos a base de nitrato. A explosão também tem características de uma explosão por gás e os indícios também corroboram com as informações passadas pelos vizinhos, que sentiram forte cheiro de gás antes da explosão”, destacou o perito criminal Amaury Malta.

Com as análises que aconteceram, também foi possível confirmar que a explosão se deu na parte térrea da morada da senhora Maria das Graças Ildefonso, de 57 anos, que ficava no meio das residências das três outras vítimas fatais. “Ela era a única das vítimas que apresentou queimaduras, alguns objetos da casa também apresentarem traços condizentes com fogo e o impacto na casa das duas pessoas que sobreviveram também confirmam que a explosão ocorreu na casa de Maria das Graças”, afirmou o perito.

O Itep recolheu diversos objetos do local da tragédia e segue investigando qual o “gatilho” que provocou a explosão. “Essa tragédia serve de alerta para que as pessoas tomem cuidado onde colocam os botijões de gás, que devem ser colocados em locais com ventilações, pois se ficarem em locais fechados, como foi aconteceu nesse caso, um vazamento de gás vira um potencial explosivo”, explicou o perito Marcos Brandão, diretor do Itep/RN.

Com o trabalho intenso feito pelas equipes do Instituto, os corpos das vítimas foram identificados e liberados para que os familiares e amigos pudessem realizar as devidas homenagens e despedidas já no mesmo dia da tragédia.

Durante as perícias, o Itep contou com o apoio do Batalhão de Operações Policias Especiais (BOPE), Corpo de Bombeiros Militar e Prefeitura do Natal.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Maia reclama de “traição” de partido e confirma que vai deixar o DEM para fazer oposição a Bolsonaro

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ), confirmou que vai deixar o DEM para fazer oposição a Jair Bolsonaro. Após ver seu candidato na eleição à Presidência da Câmara abandonado em nome da aproximação de seu partido com o Presidente da República, Maia disse que o DEM regrediu aos tempos de Arena, voltando à extrema-direita.

“O partido voltou ao que era na década de 1980, para antes da redemocratização, quando o presidente do partido aceita inclusive apoiar o Bolsonaro”, disse Maia em entrevista ao jornal Valor Econômico. E completou: “O DEM decidiu majoritariamente por um caminho, voltando a ser de direita ou extrema-direita, que é ser um aliado de Bolsonaro.”

Maia afirmou que vai fazer o pedido de desfiliação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para “dormir tranquilo”. “Vou pedir minha saída no TSE (…). Hoje posso dizer que sou oposição ao presidente Bolsonaro. Quando era presidente da Câmara, não podia dizer. Mas agora quero um partido que eu possa dormir tranquilo de que não apoiará [o presidente]. (…) Não quero participar de um projeto que respalda todos os atos antidemocráticos.”

A decisão de Maia de deixar o partido foi tomada após o DEM abandonar a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) à presidência da Câmara, declarando neutralidade na véspera da eleição, o que liberou os deputados a votarem no candidato bolsonarista, Arthur Lira (Progressistas-AL). O ex-presidente da Casa criticou duramente o presidente do partido, ACM Neto (BA), e o governador de Goiás, Ronald Caiado, pela mudança de posicionamento do partido. “Foi um processo muito feito do Neto e do Caiado. Ficar contra é legítimo, falar uma coisa e fazer outra não. Falta caráter, né?.”

Ainda de acordo com Maia, a formação da chapa encabeçada por Baleia foi discutida com o presidente e o líder partidário, que aprovaram a escolha como parte de uma estratégia para viabilizar também a eleição do candidato Rodrigo Pacheco (DEM-MG) no Senado, esvaziando um possível bloco do MDB em torno do nome de Simone Tebet (MDB-MS).

A “traição” do partido, contudo, só foi notada em uma reunião de líderes no dia 31 de janeiro, às vésperas da eleição. “Não podia imaginar que um amigo de 20 anos ia fazer um negócio desses”, disse Maia sobre ACM Neto. E completou: “Mesmo a gente tendo feito o movimento que interessava ao candidato dele no Senado, ele entregou a nossa cabeça numa bandeja ao Palácio do Planalto.”

Além da questão envolvendo a eleição no Congresso, Maia disse que as decisões dos líderes do DEM estão transformando a sigla em “um partido sem posição” – mencionando uma entrevista em que o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, diz que pode ir “do Bolsonaro ao Ciro Gomes” – e sem projeto de país. “Deste partido eu não tenho mais como participar porque não acredito que esse governo tenha um projeto, primeiro, democrático, e, segundo, de país”.

Maia ainda colocou que, com a aproximação cada vez maior do DEM com Bolsonaro, a tendência é que a aliança entre o partido e o presidente ultrapassem a pauta econômica. “Não descarto nem a hipótese de Bolsonaro acabar filiado ao DEM”.

Estadão

Opinião dos leitores

  1. Os canalhas estão se unindo ao Agripino, frota,Joice, agora o escroto do nhonho e em breve teremos o Kim kataguiri se unindo a esses bandidos antipatrotas.

  2. SE TIVESSE ATENCIPADO ESSE CANALHA DO BOLSOTRALHA JA ESTARIA NA CADEIA…AGORA E IMPECHEMANT JÁ FORA BOLSONARO BOSTAO

  3. É Cômico ler nos comentários petista falando de politico ladrão,envolvido no mensalão,no petrolão,é o mal de todo canalha ter a memória curta.Esqueceram do LULADRÃO,o Adestrador de Jumentos????

    1. Cômico mesmo é ver os bolsopetistas insistirem no argumento de que quem vê o que o MINTOmaníaco faz é petista! Omi, não me fale isso que é pior que xingar! Bolsonaro só quer saber de abafar o esquema de corrupção da família! Lulaladrão e o PT são passado! O que mais torce para Lula ser candidato em 2022 é o próprio MINTO!

  4. O ICMS é mais que o dobro dos impostos federais. Tá na hora dos governadores darem sua contribuição.

  5. Esse Idiota vulgo Botafogo, tem todos os pré-requisitos para se filiar ao PT,até da lista da Odebrecht ja é inscrito !!!!

  6. Quem diria, ver uma "Direita Honesta" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, ficar contra o Botafogo, mas para ficar ao lado do líder do centrão Arthur Lira, deputado do PP (o mesmo partido com o maior número de políticos corruptos pelos no Petrolão e Mensalão), honesto (tá respondendo por alguns crimes em AL investigado pelo MPF e PF), homem de família (só tem que responder por agressão a mulher), mas que a direita brasileira só tem gente boa e de princípios (sqn####).

  7. As máscaras vão caindo. Esse deputado inexpressivo, eleito pelo RJ com míseros 70 mil votos, SABOTOU um governo eleito com 60 milhões, enquanto posava de "democrata". Voltará a sua insignificância política e terá de batalhar MUITO por sua reeleição. E que tome cuidado com a PF, já que está envolvido em investigações em andamento. O "Botafogo" das planilhas de corrupção da Odebrecht.

  8. O DEM vai encolher. O partido é mais um daqueles que cola no governo e abandona quando o mesmo governo afunda.

  9. Deixa esse picareta, enrolado até na alma em falcatruas, que vinha boicotando o Brasil, político de quinta categoria, enfadonho, mentiroso ir para qualquer partido, bom mesmo seria ir para o PT, afinal ele encontraria vários colegas em ascensão politica ou tentando sobreviver nela.

  10. Quem é Maia heim???
    Só sei do DEM.
    AGORA É BOLSONARO.
    Um caba desses traiu o país, aí vem com uma conversinha dessas.
    O maior traíra, vagabundo esse filhote de cesar maia.
    Vai andar nos jatinhos da FAB agora só se for no inferno.
    Cabra de pêia.
    Vai pro PT.
    PSOL
    lá eles te espera, e da mesma sua laia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

TSE confirma suspensão de consequências para quem não votou em 2020

Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou nesta quinta-feira(4), por unanimidade, a suspensão das consequências para quem não votou nas eleições municipais de 2020, que havia sido determinada no mês passado pelo presidente da Corte, ministro Luís Roberto Barroso.

Os ministros não estipularam prazo para a medida, embora a resolução aprovada deixe claro que não se trata de uma anistia, que somente poderia ser aprovada pelo Congresso Nacional. O ministro Tarcísio Vieira defendeu que o TSE envie ao parlamento manifestação em prol do perdão ao eleitor, mas a sugestão ainda deve ser melhor analisada pelo tribunal.

Entre as justificativas para a suspensão, a resolução cita que “a persistência e o agravamento da pandemia da covid-19 no país impõem aos eleitores que não compareceram à votação nas Eleições 2020, sobretudo àqueles em situação de maior vulnerabilidade, obstáculos para realizarem a justificativa eleitoral”.

O texto da norma considera ainda a “dificuldade de obtenção de documentação comprobatória do impedimento para votar no caso de ausência às urnas por sintomas da covid-19”.

O prazo para justificar ausência no primeiro turno encerrou-se em 14 de janeiro. O limite para justificar a falta no segundo turno é 28 de janeiro. Ambas as datas marcam os 60 dias após as votações, que ocorreram em 15 e 29 de novembro.

O que diz a Constituição

Pela Constituição, o voto é obrigatório para todos os alfabetizados entre 18 e 70 anos. Em decorrência disso, o Artigo 7º do Código Eleitoral prevê uma série de restrições para quem não justificar a ausência na votação ou pagar a multa. Enquanto não regularizar a situação, o eleitor não pode:

inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles;

receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal, bem como fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza, mantidas ou subvencionadas pelo governo ou que exerçam serviço público delegado, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição;

participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal ou dos municípios, ou das respectivas autarquias;

obter empréstimos nas autarquias, sociedades de economia mista, caixas econômicas federais ou estaduais, nos institutos e caixas de previdência social, bem como em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo, ou de cuja administração este participe, e com essas entidades celebrar contratos;

obter passaporte ou carteira de identidade;

renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; e

praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Justiça confirma decisão do MPF de arquivar representação de reitora da Ufersa contra estudante

Foto: Reprodução/Ufersa

A Justiça Federal no Rio Grande do Norte ratificou entendimento do Ministério Público Federal (MPF) e confirmou o arquivamento judicial de inquérito policial provocado pela reitora da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), Ludmilla de Oliveira, contra a estudante de Direito Ana Flávia de Lira. A reitora havia denunciado supostos crimes de calúnia, difamação, ameaça e associação criminosa após a estudante se manifestar contra a nomeação dela para o cargo. Ludmilla foi nomeada pelo presidente da República mesmo tendo ficado em terceiro lugar na eleição interna. Leia matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. João Juca e Turci, perfeito o comentário de vcs. Por isso, quê a maioria do povo Brasileiro, não acredita na justiça. João Macena.

  2. Se fosse o contrário (a aluna representando contra a Reitora), certamente a aluna teria êxito na ação. O judiciário brasileiro é uma vergonha.

  3. Incrível. Aluna inocente e Reitora culpada? Haja paciência. "Durma-se com um barulho desses e acorde feliz" Decepção com os ilustres julgadores.

    1. A aluna foi inocentada das acusações da reitora. Ela simplesmente perdeu a ação.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Itamaraty confirma que Índia atrasará entrega de vacinas

Foto: Sérgio Lima/Poder360

O cronograma de entrega dos 2 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford contra o coronavírus que o Ministério da Saúde afirma ter adquirido do laboratório indiano Serum Institute sofrerá atraso. A informação foi confirmada esta manhã, pelo Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty).

Segundo a pasta, o ministro Ernesto Araújo telefonou para o chanceler indiano Subrahmanyam Jaishankar no dia 14 de janeiro, data em que o site Hindustan Times publicou uma notícia informando que, segundo fontes do governo indiano não identificadas na matéria, ainda não há previsão de quando a Índia autorizará o fornecimento dos imunizantes a outros países, incluindo o Brasil.

De acordo com o Itamaraty, Jaishankar manifestou a intenção de atender ao pedido brasileiro “nos próximos dias”, mas não indicou uma data para que as doses da vacina sejam liberadas. O chanceler indiano atribuiu o atraso na liberação a “problemas logísticos” decorrentes das dificuldades de conciliar o início da campanha de vacinação no país de mais de 1,3 bilhão de habitantes ao fornecimento de imunizantes para outras nações.

Mas conforme lembrou o Hindustan Times em sua reportagem, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Índia, Anurag Srivastava, já tinha dito, esta semana, que devido ao início da vacinação nacional, neste sábado (16.jan.2021), era cedo para falar em fornecimento a outros países.

“Você deve se lembrar que o primeiro-ministro [Jaishankar] já disse que a produção e a capacidade de entrega da Índia serão usados para o benefício de toda a humanidade para combater a esta crise, mas o processo de vacinação na Índia está apenas começando. É muito cedo para dar uma resposta específica sobre a destinação para outros países enquanto estivermos analisando nossos cronogramas de produção e entrega. Tomaremos essa decisão no tempo devido”, declarou o porta-voz, segundo o site indiano.

Apesar da indefinição quanto ao fornecimento das vacinas, o Ministério da Saúde informou que a previsão de que o avião comercial adaptado para ir a Índia buscar os insumos da Serum Institute parta esta noite (15.jan.2021), de Recife (PE), está mantida.

Inicialmente o voo estava previsto para decolar na noite de ontem (14.jan.2021), às 23h, mas a viagem foi adiada. Segundo o Ministério da Saúde, por “questões logísticas internacionais”. A aeronave pertencente à empresa aérea Azul partiu ontem a tarde do Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), com destino a Recife, de onde deve prosseguir viagem esta noite.

Na 5ª feira (14.jan.2021), durante uma videoconferência com prefeitos de todo o Brasil, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello condicionou o começo da vacinação contra a covid-19 no Brasil na próxima quarta-feira (20.jan.2021) à chegada dos 2 milhões de doses da vacina indiana e à aprovação, ainda no próximo domingo (17.jan.2021), dos pedidos de uso emergencial dos imunizantes apresentados pelo Instituto Butantan e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Poder 360, com Agência Brasil

 

Opinião dos leitores

  1. Vai atrasar um pouco. Não precisa avião. Manda buscar de jegue. Bozo e seus ministros atrapalhados.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Ministério da Saúde confirma 1º caso de reinfecção por variante do Amazonas; mulher foi diagnosticada pela primeira vez em março e a outra em dezembro, com sintomas leves

FOTO: PIXABAY

O Ministério da Saúde confirmou nesta sexta-feira (15) o primeiro caso de reinfecção pela variante do coronavírus do Amazonas. Trata-se de uma mulher de 29 anos do Estado do Amazonas. Ela está com sintomas leves da covid-19.

A mulher foi diagnosticada com a doença duas vezes, sendo a primeira em março e a segunda, em dezembro – nove meses depois. A segunda análise revelou que ela havia sido infectada pela variante do coronavírus do Amazonas, a B.1.1.28.

Essa variante foi detectada pela primeira vez em viajantes japoneses que tinham passado pela região amazônica. Estudo realizado pela Fiocruz mostra que a mutação detectada na variante é um fenômeno recente, originada entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021.

Até o momento, três casos de reinfecção com linhagens já circulantes no país já foram confirmados. O primeiro no Rio Grande do Norte, o segundo, em São Paulo e o terceiro no Rio Grande do Sul, segundo o Ministério.

Um caso de reinfecção notificado na Bahia causado pela variante da África do Sul ainda não foi confirmado e está em investigação.

A pasta afirma que tem recebido diversas notificações de casos suspeitos de reinfecção por covid-19, mas que elas não cumprem os critérios necessários para confirmação.

“Um caso de reinfecção da covid-19 exige que o indivíduo apresente dois resultados positivos de RT-PCR em tempo real para o vírus SARS-CoV-2, com intervalo igual ou superior a 90 dias entre os dois episódios de infecção respiratória, independente da condição clínica observada nos dois episódios”, afirma.

O ministério da Saúde ressaltou a importância de manter o uso de máscara e higienização constantes das mãos e uso de álcool em gel, sem mencionar o distanciamento social, que faz parte das medidas de prevenção da covid-19.

A variante do Reino Unido, a mais disseminada até o momento, sendo já registrada no Brasil, Chile, Paquistão, Hong Kong, Cingapura, Canadá e Israel, entre outros países, é 70% mais transmissível que o vírus padrão, mas não agrava a infecção, segundo análise do ECDC (Centro Europeu para Prevenção e Controle de Doenças). Já as variantes do África do Sul e do Amazonas ainda estão sendo analisadas.

R7

Opinião dos leitores

  1. Bolsonaro acabou de disser que fez um rigoroso estudo científico em seu condominio, onde, 200 pessoas tiveram covid, mas graças a cloroquina e ivermectina ninguem foi internado. Ora, pra que vacina se temos a solução? Parabéns ao nosso presidente, ele merece o prémio de cientista do ano.

  2. Esse governo consegue ser pior que o governo collor.
    Esse ministro parece uma barata tonta, não sabe ABSOLUTAMENTE DE NADA!
    E para fechar com chave de ouro, tem a boiada espalhando fake news, dizendo que a doença não existe.
    Estamos fudidos.

    1. Ótimo foi o seu ladrao condenado LULA, o maior ladrao da história da humanidade, esse FDP preferiu construir estádios ao contrário de hospitais, esse mesmo VAGABUNDO que doou bilhões para países DITADORES , você é BURRO , IDIOTA ou cego , ou pior os 3 ???
      Vá trabalhar VAGABUNDO

    2. O discurso dos bolsopetistas se resume a: se não apoiar o MINTOmaníaco vc eh comunista, petista, lulista, doriano… Eh impressionante a riqueza de argumentos! Kkkk.

    3. Calma Brasil. Ninguém tá falando de Lula. Será uma fixação sexual sua? Sóestá sendo dito que o Bozo, teu ídolo de merda, é incapaz no que eu concordo plenamente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

Decreto estadual confirma suspensão do Enem no Amazonas

Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

O governo do Amazonas publicou na noite de ontem (14) um decreto que suspende a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no estado, em razão da calamidade provocada pela pandemia de covid-19. As provas estão marcadas para serem aplicadas em todo o Brasil nos próximos dois domingos (17 e 24 de janeiro).

Não foi dada previsão de data para que o Enem seja realizado no Amazonas, onde há mais de 160 mil inscritos, segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação das provas.

O decreto estadual foi publicado após a Advocacia-Geral da União (AGU) recorrer, em nome do Ministério da Educação, de uma decisão da Justiça Federal que já havia suspendido a realização do Enem no Amazonas em razão do avanço da pandemia no estado.

No recurso, o governo federal sustentou que as medidas de segurança sanitária previstas pelo Inep são suficientes para prevenir o contágio e que a não realização do Enem no Amazonas prejudicaria a nível nacional o processo de ingresso nas universidades federais por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Gravidade

O decreto assinado pelo governador Wilson Lima, entretanto, prejudica o recurso da AGU, ao barrar a realização do Enem. Em nota, o governo amazonense disse que a norma “considera a grave crise de saúde pública, em decorrência da pandemia da covid-19”.

Um outro processo que pede a suspensão do Enem em todo território nacional já teve o pedido negado na Justiça Federal de São Paulo. A decisão, contudo, prevê que as provas não poderão ser realizadas caso sejam impostas restrições mais severas de circulação pelas autoridades locais.

Em um outro decreto, o governo estadual decretou toque de recolher em Manaus, entre 19h e 6h. Devido à falta de leitos e de oxigênio nos hospitais, pacientes começaram a ser transferidos para outras unidades da federação.

Segundo boletim divulgado na noite de ontem (14) pela Fundação de Vigilância Sanitária do Amazonas (FVS-AM), foram registrados 3.816 novos casos de contágio e 51 mortes nas últimas 24 horas no Amazonas. Desde o início da pandemia, são 223.360 casos e 5.930 mortes no estado.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

China confirma que missão da OMS irá ao país investigar origem da Covid-19

Foto: Fabrice Coffrini/Pool via Reuters

A Comissão Nacional de Saúde da China confirmou nesta segunda-feira (11) que vai receber nesta semana a missão da Organização Mundial da Saúde (OMS) que investigará a origem da Covid-19.

Em breve comunicado publicado em seu site, a agência indica apenas que os técnicos da OMS chegarão à China na próxima quinta-feira (14), e que irão “cooperar” com os cientistas locais nessas investigações.

A Comissão não especifica os locais para onde os especialistas irão viajar.

A OMS criticou a China na semana passada por demorar para liberar a viagem.

O diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom, afirmou estar “muito decepcionado” com os obstáculos que supostamente estava colocando Pequim na missão, embora as autoridades chinesas negassem que estivessem impedindo.

G1

Opinião dos leitores

  1. O difícil vai ser conseguir entrar lá e receber todas as informações necessárias. País comunista dos inferno.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Marcinho, ex-Botafogo, confirma à polícia que dirigia o carro que atropelou casal, mas nega que estivesse alcoolizado

Marcinho (de branco) ex-Botafogo, e o pai Sergio Lemos de Oliveira (de branco mais ao fundo) chegam à delegacia para depor — Foto: Reprodução / Carlos Trinta, TV Globo

O lateral-direito Marcinho e o pai do jogador, Sergio Lemos de Oliveira, prestaram depoimento na manhã desta segunda-feira na 42ª delegacia da Polícia Civil, no Recreio dos Bandeirantes, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro, para prestar depoimento. O ex-jogador do Botafogo é suspeito de ter atropelado um casal de professores na noite do último dia 30 de dezembro, quarta passada, e não ter prestado socorro.

O primeiro a depor foi Sergio, com o jogador de 24 anos sendo ouvido pela polícia logo em seguida. De acordo com o delegado Allan Luxardo, que comanda as investigações, eles confirmam que Marcinho era o condutor do veículo no momento do atropelamento, afirmam que ele dirigia em baixa velocidade (aproximadamente 60km/h), mas negam que estivesse alcoolizado.

– Ele alegou que estava dirigindo em velocidade normal, isso vai ser comprovado com a perícia. E que o casal entrou na frente dele de forma repentina, foi isso que ele alegou. Nós vamos atrás de testemunhas, que já estão identificadas, para verificar essa versão. Ele também disse que estava com medo, em estado de choque, por ser uma figura pública e por já ter sido ameaçado. E que por isso saiu do local – disse à imprensa o delegado.

Segundo a versão deles, Marcinho acertou Alexandre Silva de Lima em cheio na tentativa de desviar de Maria José Cristina Soares. Eles também alegaram à polícia que o ex-jogador do Botafogo (o contrato com o clube terminou no dia 31 de dezembro) fugiu sem prestar socorro porque ficou com medo de ser linchado pelas testemunhas.

– O Márcio é uma pessoa pública, recebe ameaças pela torcida do Botafogo. Ele ficou com medo de ser linchado porque as pessoas estavam juntando no local – disse à imprensa Gabriel Habib, advogado de defesa.

Alexandre Silva de Lima morreu no local e Maria Cristina José Soares foi internada em estado grave no Hospital Lourenço Jorge. Maria, que tem 66 anos, foi transferida para o Hospital Vitória, onde se recupera de uma cirurgia nas duas pernas realizada no último domingo e encontra-se no CTI.

O delegado destacou o fato de não haver mais dúvidas de quem era o condutor do veículo no momento do atropelamento, mas disse aos jornalistas que não pode tirar outras conclusões no momento.

– Houve fuga, isso eu não vejo como sendo diferente. E isso tudo vai ser levado em consideração no inquérito policial. Houve uma situação grave, uma saída do local – afirmou o delegado, que vai ouvir mais testemunhas entre terça e quarta-feira.

Marcinho se manifestou na última sexta-feira por meio de sua assessoria e disse que estava dando “suporte necessário aos envolvidos”.

“A família do atleta sente muito pelo ocorrido e está dando todo suporte necessário aos envolvidos. O pai do lateral, Sérgio de Oliveira, prestará depoimento, assim como o atleta, durante os próximos dias, de forma exclusiva às autoridades”, disse.

Advogado que representa as vítimas, Márcio Albuquerque nega que que tenha havido qualquer tipo de suporte às vítimas.

– A gente acompanhou o depoimento do jogador Marcinho, ele passou a versão dele do caso. O doutor Allan vai ouvir outras testemunhas, ainda tem a questão da perícia. Então vamos aguardar. O advogado deles disse que estão prestando auxílio, e isso não é verdade. Até agora nenhum auxílio foi prestado. Vamos aguardar, as pessoas têm que responder pelos seus atos – disse o advogado.

Os professores atravessavam a Avenida Lúcio Costa, na altura do número 17.170 quando foram atingidos pelo carro, modelo Mini Cooper. O veículo está no nome de uma empresa de materiais hospitalares. Sergio Lemos de Oliveira, pai de Marcinho, é sócio dessa empresa e por isso foi intimado a prestar depoimento.

O carro foi encontrado abandonado na Rua Hermes de Lima, no Recreio dos Bandeirantes, a cerca de 600 metros do local do acidente. A polícia realizou uma primeira perícia ali mesmo no local, e o veículo em seguida foi levado pela seguradora para a garagem da casa do pai do jogador.

Globo Esporte

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Corpo encontrado em Tibau do Sul é de adolescente de 16 anos desaparecida, confirma exame de DNA

Foto: Cedida

O portal G1-RN noticia nesta quinta-feira(17) que um exame de DNA realizado pelo Itep confirmou que o corpo encontrado em Tibau do Sul é mesmo de Andreza Alves do Nascimento, de 16 anos, que estava desaparecida desde 21 de novembro.

Segundo o Itep, o corpo estava em avançado estado de decomposição, por isso era preciso a prova técnica. O exame de DNA comparou o sangue coletado no corpo da adolescente com o material genético coletado dos pais de Andreza.

A adolescente tinha sido vista pela última vez no dia 21 de novembro, quando saiu do trabalho, uma lavanderia em Pipa, e passou na casa de uma vizinha na comunidade Cabaceiras, em Tibau do Sul, para buscar um documento.

O corpo de Andreza foi encontrado no dia 29 de novembro, em uma área de mata, em Sibaúma, Tibau do Sul. Andreza deixa uma filha de 1 ano e 7 meses.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro confirma que vai liberar R$ 20 bilhões para compra de vacinas

Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, na noite dessa segunda-feira (14), que irá liberar R$ 20 bilhões, por meio de MP (medida provisória), para compra de vacinas contra a covid-19.

“Eu devo assinar amanhã uma medida provisória de R$ 20 bilhões para comprar vacina”, disse Bolsonaro em conversa apoiadores na porta do Palácio do Planalto. O presidente ainda afirmou que outra MP será assinada estabelecendo a necessidade de assinar um termo de responsabilidade para as pessoas quem quiserem tomar a vacina.

“Tem outra medida provisória talvez amanhã. Não é obrigatório, vocês vão ter que assinar termo de responsabilidade para tomar. Porque a Pfizer, por exemplo, é bem clara no contrato: ‘nós não nos responsabilizamos por efeitos colaterais'”, emendou.

O valor citado por Bolsonaro é cerca de dez vezes maior do que o liberado para a compra da vacina de Oxford, em que o governo desembolsou R$ 1,9 bilhões.

Ainda na conversa com apoiadores, Bolsonaro ressaltou que a responsabilidade será da pessoa que decidir por tomar vacina. “Tem gente que quer tomar, então toma, a responsabilidade é tua. Se der algum problema aí, espero que não dê”, disse.

“Para quem está bem fisicamente, não tem que ter muita preocupação. Agora, preocupação é com pessoa com doença, idoso e pessoal gordinho”, completou Bolsonaro.

R7

Opinião dos leitores

    1. Ou Dória viu que as outras vacinas estavam sendo chanceladas por órgãos de controle pelo Mundo, aí ele correu para fazer parecer que a inevitável chancela da Anvisa (por uma das vacinas) fosse uma reação ao marketing dele. Amebas caem no truque.

  1. Hô Véio da cara de Macho, esse é machão todo, por isso ele diz que é imbroxável, imbatível e tem o corpo atlético.

  2. Hô Véio Bom, nunca na história desse país um presidente foi tão competente quanto Jair Messias Bolsonaro. O homem da caneta bic é bom, o homem é espetacular.
    Quem não quiser cair que se deite, a pancada vai ser grande.
    Hô Véio arroxado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Haas confirma Pietro Fittipaldi no lugar de Grosjean em Sakhir, e Brasil volta a ter piloto na F1

(Foto: Haas F1 Team)

Depois de quase três anos, o Brasil vai voltar a ter um piloto no grid do Mundial de Fórmula 1. A Haas anunciou, na manhã desta segunda-feira (30), que Pietro Fittipaldi vai substituir Romain Grosjean, lesionado após o gravíssimo acidente sofrido na primeira volta do GP do Bahrein, na corrida que acontece neste fim de semana no anel externo do circuito de Sakhir. Brasileiro de 24 anos nascido em Miami, o neto de Emerson Fittipaldi é um dos reservas da Haas e vai debutar na Fórmula 1.

Pietro entende que, diante da situação que envolve o titular da Haas, não é o cenário ideal para fazer sua estreia na Fórmula 1. O brasileiro, contudo, se diz grato à cúpula da Haas pela chance de correr na principal categoria do esporte a motor.

“Antes de tudo, estou feliz que Romain [Grosjean] está salvo e bem. Estamos felizmente que os ferimentos foram consideravelmente pequenos após um grave acidente. Obviamente, não é a condição ideal para ter minha primeira oportunidade de competir na Fórmula 1, mas sou extremamente grato ao Gene Haas e ao Guenther Steiner pela confiança de me colocarem no carro neste fim de semana”, disse.

“Estive muito com o time neste ano, na pista e trabalhando no simulador, então estou familiarizado com as operações e procedimentos de um fim de semana de corrida. Vai ser muito empolgante fazer minha primeira corrida na Fórmula 1 e vou dar o máximo, começando pelo treino livre de sexta-feira no Bahrein”, complementou.

“Após decidirmos que a melhor coisa para Romain [Grosjean] seria pular pelo menos uma corrida, a escolha pelo Pietro [Fittipaldi] foi bem fácil. Pietro vai pilotar o VF-20 e ele está familiarizado conosco ao redor nas últimas duas temporadas como piloto de testes e reserva. É a coisa certa a fazer e obviamente uma grande oportunidade para ele. Foi paciente e sempre se preparou para esse momento — e agora chegou”, falou Guenther Steiner, chefe da Haas.

“É por isso que o queremos no carro e estamos certos de que vai fazer um grande trabalho. É muito difícil ser chamado de última hora, como eu disse, mas acredito que seja a coisa certa para a Haas”, acrescentou o dirigente italiano.

Irmão de Enzo Fittipaldi, que neste ano disputou a Fórmula 3, Pietro será o 31º piloto brasileiro a fazer parte de uma prova do Mundial de Fórmula 1. A última vez que um competidor tupiniquim participou de um GP da principal categoria do automobilismo mundial foi Felipe Massa, que fez sua última prova e se despediu da F1 no GP de Abu Dhabi de 2017.

A última corrida disputada por Pietro Fittipaldi foi na etapa de Buriram da Fórmula 3 Asiática, em fevereiro de 2020. O piloto começou sua carreira correndo nas divisões de base da Nascar nos Estados Unidos e mudou seu foco para o automobilismo europeu em 2013, quando passou a correr na F4 Inglesa.

No ano seguinte, foi campeão da F-Renault inglesa e, em 2015, disputou a Fórmula 3 Europeia pela Fortec. Fittipaldi também correu e foi campeão do MRF Challenge, campeonato de base que é disputado no Oriente Médio e na China, antes de seguir com a Fortec para a antiga World Series by Renault, chamada também de Fórmula V8.

Na categoria, já em fase decadente, Fittipaldi conquistou o título da temporada 2017, garantindo a maior parte dos pontos da superlicença que hoje o permite a chance de estrear na Fórmula 1.

Fittipaldi chegou a fazer um dia de teste com a Jaguar na Fórmula E antes de ingressar no radar da Haas a partir de 2018, quando teve a chance de fazer seu primeiro teste com um carro de Fórmula 1. Naquele ano, Pietro se dividiu entre várias categorias, fazendo seis corridas pela Dale Coyne na Indy, uma etapa da Super Formula Japonesa.

Também em 2018, Fittipaldi sofreu um grave acidente durante os treinos para as 6 Horas de Spa-Francorchamps da supertemporada 2018/19 do Mundial de Endurance, quando pilotava o LMP1 da equipe Dragon Speed.

Na sequência da sua carreira, já como piloto reserva da Haas, Fittipaldi teve seis dias de testes pela equipe norte-americana em 2019, além de disputar toda a temporada do DTM pela equipe WRT, vinculada à Audi, tendo marcado 22 pontos e finalizado o campeonato em 15º lugar.

Agora, em 2020, Fittipaldi tem uma inesperada chance de finalmente realizar o sonho de disputar uma prova do Mundial de Fórmula 1.

Grande Prêmio

Opinião dos leitores

  1. Pense você pilotando um Fórmula 1. Isso nunca vai acontecer. Pra que assistir um corrida que você nunca vai poder participar a não ser como telespectador??? O Brasil não terá participante. Um brasileiro participará

    1. Pense você jogando na Copa do Mundo. Isso nunca vai acontecer. Pra que assistir uma partida que você nunca vai poder participar a não ser como telespectador??? O Brasil não terá participante. Alguns poucos brasileiros participarão.

      Pronto, fiz um paralelo pra você ver o quão estranho foi a sua afirmação.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *