Após mensagens vazadas, Telegram informa que sofreu “poderoso ataque” e alerta usuários

No centro da polêmica envolvendo o vazamento de mensagens privadas trocadas entre Sergio Moro e procuradores da Lava Jato, o aplicativo Telegram informou que sofreu um “poderoso ataque de negação de serviço” nesta quarta-feira.

Em mensagem publicada nas redes sociais, a empresa fala que houve um “DDoS Attack” (sigla para “Distributed Denial of Service”, em inglês) que afetou usuários nas Américas e em outros países. De acordo com o Telegram, os dados pessoais dos usuários estão seguros.

Cerca de 30 minutos depois de informar o ataque, o Telegram comunicou que o problema já havia sido resolvido.

Ontem, a empresa afirmou que “não há evidências de qualquer hackeamento” no aplicativo no caso das mensagens vazadas entre Moro e membros da Lava Jato.

O Antagonista