Diversos

ARTIGO: O Maior desastre ambiental do RN — Por Marcus Aragão

Pois é. Foi isso mesmo que você acabou de ler. Conversando com a equipe de peritos encarregada pela perícia na Lagoa do Bonfim para ser entregue ao Ministério Público. A equipe me garantiu que caso a situação da Lagoa do Bonfim continue e as 6 lagoas cheguem a secar, este fato será o maior desastre ambiental do RN.

Todos já sabíamos que a situação era grave mas é pior do que se podia imaginar.

Foi firmada uma TAC (termo de ajustamento de conduta) entre o Ministério Público e a Caern em 1998 na qual estabelecia que o nível da lagoa do Bonfim, que na época estava na cota 42, não poderia descer para a cota 39. Este era o limite. Mas para o órgão politico que regula o abastecimento de água não existem limites. Hoje a cota baixou para 37 e a bomba da Caern continua exaurindo o meio ambiente. Você nem percebeu mas já sugaram quase 60% da lagoa em volume de água. Tá vendo? Não, você não está vendo. Este é o complicador pois tudo ocorre abaixo da superfície.

Imagine, caro leitor, se fosse uma motosserra derrubando as árvores dos canteiros da Prudente de Morais. Eita, que caos, hein? Crianças chorando abraçadas as árvores, buzinaço, celulares filmando tudo, reportagens e os ambientalistas parando o trânsito em frente ao Midway.

Poderíamos até retirar as árvores da Prudente, da Salgado Filho e de todas as vias de grande fluxo. Aliviava o trânsito imensamente para todos diariamente. Em compensação as árvores retiradas seriam replantadas numa quantidade 3x maior em outro local mais adequado. Compensação perfeita.

— Infelizmente não se pode fazer o mesmo com as Lagoas! Não existirá compensação depois que secar a última gota de esperança.

Demorei uma hora para escrever este artigo. Como sai 442 litros/segundo. Durante os 60 minutos que escrevi foram escoados da lagoa 1 milhão, quinhentos e noventa e um mil litros da nossa maior lagoa do RN. Fazer um pouco é fazer muito nesta questão. Desde que seja a coisa certa. Segundo a equipe de peritos, apenas abrir poços resolveria grande parte do problema desde que localizados em regiões estratégicas que sejam próximas das pessoas que precisam do acesso à água e longe dos lençóis freáticos.

O governo do Estado gastou 12 milhões de reais para construir 12 poços em outras regiões visando aliviar a sucção na Lagoa do Bonfim — Só o dinheiro do contribuinte foi sugado. Repare. 8 poços já estão abandonados/quebrados e apesar de 4 estarem funcionando, a sucção da bomba da Caern não foi reduzida.

O programa das adutoras foi uma boa ideia mas que deveria ter sido substituído em tempo hábil por uma solução definitiva. Um remédio administrado por tanto tempo sempre trás efeitos colaterais.

Esperamos não precisar ver nosso Estado mais uma vez em destaque nacional por razões que nos façam vergonha por falta de vergonha dos governantes. Cidade mais violenta do Brasil, Apreensão de 7 bilhões em cocaína em nosso Porto, e agora o vexame de ter encontrado a solução para um problema que ampliou o mesmo. Ou seja, para resolver a questão da seca, ampliamos o problema secando também 6 lagoas.

É lamentável que muitos fiquem boiando na água em relação a essa questão. Relutam em fazer algo por razões políticas ou por achar que está tudo bem. E o tempo está passando como se a lagoa fosse uma ampulheta onde a água escorre no lugar da areia. O tempo de fazer algo também está passando.

Vou terminar o artigo com aquela história do sujeito que caiu do décimo andar. Enquanto ele caia rumo ao solo, respondeu tranqüilamente a pergunta que fizeram do segundo andar:

— Como vai? Perguntou o vizinho.
Ele respondeu: — Até aqui tudo bem.

Marcus Aragão
Publicitário
Instagram @aragao01

Opinião dos leitores

  1. Infelizmente os problemas ambientais que nos cercam e que são muitos só são resolvidos qdo o caso vira uma catástrofe.

  2. Em pleno século 21, vejo pessoas que olham pro próprio umbigo e culpam o outro, seja político ou vizinho… vejo pessoas ainda hj, lavando carros e calçadas, justificando que elas pagam suas contas, porém, no final será cobrado de todos, principalmente dos que não tem recursos financeiros. Parabéns pela matéria, mas precisamos de matérias e materiais que eduquem a população, senão o fim será terrível!

  3. Artigo importante. Parabéns pelas duas publicações. Desde o começo dos estudos para levar água da adultora para a população do interior indicava justamente esse alarme. Cabe ao atual governo tomar medidas urgentes, e implantar as várias soluções. É dever da sociedade exigir essas soluções. As soluções EXISTEM, custam, devemos implantar.

  4. Não podemos assistir parados esse absurdo de acabarem com nosso meio ambiente. São 6 lagoas que vão se acabar. Alô Fátima bezerra

  5. Já venho denunciando esse absurdo há mais de 10 anos até fui ao ministério público uma vez , mas nada foi feito. Como sempre. Tenho fotos de como era quando cheguei em Natal e como estava ficando. Logo que cheguei a profundidade de 30 metros. Hoje não passa de 12-13 metros

  6. A situação ambiental do nosso país só piora. E aqui não tem sido diferente. O seu artigo muito bem fundamentado, retrata direitinho, um problema de amplo conhecimento dos órgãos responsáveis pela preservação ambiental. Ou seja, não é por falta de conhecimento e sim de ações concretas e vontade política. Acorda RN

  7. Fátima está acabando com o meio ambiente.
    Cadê Macron para punir o RN e proibir a importação de queijo do Seridó?

  8. Cabe aos Ministérios Públicos Federal e Estadual intervirem, não é concebivel que as lagoas sequem sem a ação dos que que devem lhe proteger por dever de ofício, por onde anda os que abraçaram as ruínas do Reis Magos? Será que o IDEMA e IBAMA vão continuar a fazer costa grossa para as Lagoas? Assim como os MPS?

  9. O maior desatre ambiental do RN aconteceu nos manguezais de Galinhos/Galos, com o represamento dos canais de maré e a destruição de centenas de km2 de manguezais.

  10. Trágico. O ministério público fez de tudo e conseguiu impedir a ampliação da Av Eng Roberto Freire, alegando que ia ter impacto ambiental se as obras invadissem parte do um inútil descampado.
    Este problema das lagoas é realmente grave e não se vê um pio desses burocratas que se mostram inúteis.

  11. Parabens, Marcos Aragão.
    Infelizmente os gestores públicos nada fazem efetivamente. Ficam apenas a olhar o pior acontecer. Afinal, são milhares de votos em jogo e, pra eles, quem defende a lagoa é meia dúzia de pessoas que têm granja lá, que ficam andando de jet-ski e lanchas. Não sabem eles que muitos que moram ou que têm terreno na lagoa não utilizam essas embarcações, mas simplesmente, amam e preservam esse nosso querido patrimônio natural do RN.

  12. Infelizmente uma grave situação que compromete todo um ecossistema e a situação social dos moradores locais. Cabe a nós cobrarmos a responsabilidade dos órgãos competentes em fiscalizar e punir os responsáveis por esse desastre ambiental!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marketing

Agência Ratts Ratis monta o maior e melhor estúdio de podcast do mercado

Foto: Divulgação

Antenada com as tendências de comunicação atuais, em que o formato de podcast ocupa um lugar de destaque nas estratégias de comunicação, a agência de marketing e comunicação Ratts Ratis, do publicitário Pedro Ratts, inaugurou o maior e melhor estúdio de podcats do mercado publicitário do RN.

Com 40 metros quadrados e equipamentos de ponta, microfones de última geração, fibra ótica e modernas câmeras, de alta resolução e controladas remotamente, além de uma acústica perfeita, o estúdio de podcast da Ratts Ratis é hoje o maior do mercado e tem pautas de gravação todos os dias e já agendadas para mais de três meses.

Um dos principais clientes têm sido os pré-candidatos para as eleições de outubro, além dos clientes da agência. Segundo Pedro Ratts “o formato de podcast, se bem captado e bem editado, encaixa em várias estratégias; nós criamos e batizamos o reelcast, um formato diferenciado, que está conquistando nossos clientes” e complementa que “hoje oferecemos mais este produto aos clientes e também já estamos tendo demandas de não-clientes e de prospects, que se encantam com a estrutura montada e nos contratam este serviço” conclui.

Quer conhecer um pouco mais sobre o que a Ratts Ratis pode fazer pela sua marca, além de podcasts bem elaborados? Entre em contato pelo perfil @rattscom ou manda um zap para 99215-9781, e agende uma visita à nova sede. Sua marca vai ganhar um grande reforço de posicionamento.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Rio Grande do Norte tem três reservas hídricas com 100% da capacidade total

Foto: Reprodução

Com as chuvas que caem no Rio Grande do Norte desde a última semana, pelo menos três lagoas estão com 100% de sua capacidade, de acordo com o Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn), que monitora atualmente 75 reservatórios no RN.

A Lagoa de Extremoz, na Região Metropolitana de Natal, transbordou, provocando inundação nas áreas próximas. As outras duas são as lagoas do Jiqui, na zona Sul da Capital, e a do Boqueirão, no município de Touros.

O transbordamento do reservatório de Extremoz fez com que a água invadisse o comércio local e afetasse o trânsito, especialmente da Avenida Coqueiros, às margens do reservatório.

O Igarn informou, em entrevista ao AGORA RN, que, apesar da cheia, o volume da água teve um impacto positivo significativo no abastecimento da zona Norte de Natal, “garantindo segurança hídrica”.

A Lagoa do Jiqui, com aproximadamente 440 mil metros cúbicos, é a garantia para o abastecimento dos bairros da zona Sul de Natal, conforme o Igarn, assim como a Lagoa do Boqueirão, em Touros, que tem pouco mais de 11 milhões de metros cúbicos, e que deve contribuir para o desenvolvimento do setor agropecuário potiguar.

Além dos reservatórios que estão com o volume completo, a Lagoa do Bonfim, em Nísia Floresta, é destacada com 57,11% da capacidade, de acordo com o Igarn.

“É importante ressaltar que as chuvas, especialmente a partir de junho, concentram-se no Litoral e Agreste, o que impulsiona as atividades agropecuárias e industriais nessas regiões, além de contribuir para o abastecimento público das cidades locais”, informou a direção do Igarn ao AGORA RN.

Agora RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

PESQUISA PERFIL/ BG/ BOA SAÚDE ADMINISTRAÇÃO: Governo Lula é aprovado por 53,7% da população

 

PESQUISA PERFIL/ BG/ BOA SAÚDE também avaliou o cenário de aprovação da administração federal. 

 

O governo Lula foi aprovado por 53,7% da população, enquanto 28,5% aprovam e 17,7% não respondeu.

 

O registro da pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral é o RN-04078/2024. A margem de erro é de 4,9% e o intervalo de confiança é de 95%, a pesquisa entrevistou 400 pessoas, nos dias 13 e 14 de junho.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

PESQUISA PERFIL/ BG/ BOA SAÚDE ADMINISTRAÇÃO: Governo Fátima é reprovado por 72,5% da população

 

PESQUISA PERFIL/ BG/ BOA SAÚDE também avaliou o cenário de aprovação da administração estadual. 

 

O governo Fátima foi reprovado por 72,5% da população, enquanto 15,77% aprovam e 11,7% não respondeu.

 

O registro da pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral é o RN-04078/2024. A margem de erro é de 4,9% e o intervalo de confiança é de 95%, a pesquisa entrevistou 400 pessoas, nos dias 13 e 14 de junho.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

PESQUISA PERFIL/ BG/ BOA SAÚDE ADMINISTRAÇÃO: Gestão de Dr. Wellington é aprovada por 85,25% dos eleitores 

A gestão de Dr. Wellington, como prefeito de Boa Saúde, é aprovada por 85,25% dos eleitores do município, segundo a pesquisa Perfil/Blog do BG e 38,25% acreditam em sua provável reeleição.

Questionados sobre como avaliam a administração do Dr. Wellington, os eleitores responderam: ótima 21,75%; boa 33,25%; regular 30,25%; péssima 6,75% e não sabem/sem resposta ficaram nos 5,25%.

Os eleitores de Boa Saúde também foram questionados sobre a expectativa de vitória dos pré-candidatos e responderam assim: Dr. Wellington/Sara 38,25%; João Maria/Guga 23,00% e não sabem/sem resposta 38,75%.

O registro da pesquisa, feita nos dias 13 e 14 de junho, no Tribunal Superior Eleitoral é o RN-04078/2024. A margem de erro é de 4,9% e a o intervalo de confiança é de 95%. Foram entrevistadas 400 pessoas.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

PESQUISA PERFIL/ BG/ BOA SAÚDE ESPONTÂNEA: Dr. Wellington tem 39%, contra 23% de João Maria

PESQUISA PERFIL/ BG/ BOA SAÚDE também avaliou o cenário espontâneo para Prefeitura. Dr. Wellington tem 39%, enquanto 35,2% estão indecisos, 23,5% João Maria e 2,2% branco ou nulo.

O registro da pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral é o RN-04078/2024. A margem de erro é de 4,9% e o intervalo de confiança é de 95%, a pesquisa entrevistou 400 pessoas, nos dias 13 e 14 de junho.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

PESQUISA PERFIL/ BG/ BOA SAÚDE ESTIMULADA: Dr. Wellington abre 16,5% sobre o segundo lugar em Boa Saúde

O Doutor Wellington dispara, abrindo 16,5 pontos de diferença para o segundo colocado, na estimulada para prefeito de Boa Saúde, de acordo com a pesquisa Perfil/Blog do BG, que entrevistou 400 pessoas, nos dias 13 e 14 de junho.

Quando foram citados nomes de pré-candidatos, sendo os eleitores estimulados a optar, as respostas foram as seguintes: Dr. Wellington 40,75%; indecisos 31,75%; João Maria 24,25% e brancos/nulo 3,25%.

O registro da pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral é o RN-04078/2024. A margem de erro é de 4,9% e a o intervalo de confiança é de 95%

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Programa Mais Médicos tem 13 vagas remanescentes para o RN; confira

Foto: Rodrigo Sena

O Rio Grande do Norte tem 13 vagas remanescentes no Programa Mais Médicos, que visa inserir profissionais da área médica em regiões mais vulneráveis e potencializar a Atenção Primária à Saúde (APS), distribuídas em 10 cidades. Ao todo, de acordo com edital publicado pelo Ministério da Saúde, estão sendo ofertadas 1.042 vagas ainda não preenchidas em todo o país. O prazo para confirmação das oportunidades remanescentes pelos municípios segue até esta quarta-feira (26).

No Rio Grande do Norte, com exceção de Natal que tem quatro vagas remanescentes, todas as cidades oferecem uma vaga. Entre elas, estão Barcelona, Canguaretama, Ceará-Mirim, Currais Novos, Extremoz, Macaíba, Mossoró, Nísia Floresta e Santa Cruz. Além do território potiguar, outros estados da região Nordeste, a exemplo de Sergipe e Paraíba, também contam com vagas a serem ocupadas.

De acordo com o Ministério da Saúde, neste 38º ciclo do Programa Mais Médicos, os profissionais contam com oportunidades de especialização e mestrado, benefícios proporcionais ao valor mensal da bolsa para atuarem nas periferias e regiões mais remotas e direito à compensação do valor pago pelo INSS para alcançar o valor da bolsa durante os seis meses de licença-maternidade, no caso das médicas que se tornarem mães. Os médicos que se tornarem pais, terão direito a licença de 20 dias.

O Programa Mais Médicos foi criado pela Medida Provisória (MP) Nº 621, de 8 de julho de 2013, depois convertida na Lei nº 12.871, de 22 de outubro de 2013, com a finalidade de formar recursos humanos na área médica para o Sistema Único de Saúde (SUS). Os dois eixos principais da iniciativa, portanto, são a formação médica com foco no atendimento humanizado e expansão do número de vagas para os cursos de Medicina e residência médica no País; e a melhoria da infraestrutura da APS com ações voltadas à infraestrutura das Unidades Básicas de Saúde.

Confira vagas remanescentes por região:

Centro-Oeste: 62
Nordeste: 316
Norte: 100
Sudeste 364
Sul: 200

Tribuna do Norte 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Tríscele: operação do MPRN combate esquema de golpes a familiares de servidores públicos por aplicativo de mensagens

Fotos: Divulgação 

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta terça-feira (5) uma operação para combater a atuação de um grupo de pessoas que aplicava golpes em familiares de servidores públicos potiguares usando perfis falsos criados no aplicativo de mensagens WhatsApp. A operação Tríscele cumpriu três mandados busca e apreensão na cidade de Goiânia/GO.

A ação apura o cometimento dos crimes de estelionato mediante fraude eletrônica, falsa atribuição de identidade e lavagem de dinheiro. A operação Tríscele teve o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do MP de Goiás (Gaeco/MPGO), da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência do MPGO (CSI) e da Polícia Militar goiana. Participaram da operação promotores de Justiça, servidores dos MPs e policiais militares. O nome da operação é uma referência ao fato tríscele ser um símbolo formado por três espirais entrelaçadas, por três pernas humanas flexionadas ou por qualquer desenho similar que contenha a ideia de simetria rotacional, sendo investigados três suspeitos que cometeram crimes contra três vítimas.

Os estelionatários faziam uso do aplicativo de mensagem eletrônica para emprego do golpe conhecido como “Falso Whatsapp”. Os criminosos conseguiram obter as vantagens financeiras indevidas na medida em que conseguiam induzir familiares dos servidores públicos potiguares em erro ao se passarem simultaneamente por seus parentes.

O grupo agia quase sempre na seguinte dinâmica: primeiro, para ludibriar a família dos servidores públicos, os estelionatários obtinham, possivelmente na internet, fotografias das pessoas pelas quais pretendiam se passar; em sequência, com o uso da imagem conseguida, atrelaram-na a um falso perfil do aplicativo WhatsApp vinculado a terminal telefônico gerido pelos golpistas. A partir disso, faziam contatos com as vítimas para informá-las sobre a mudança de número do parente suposto e, na oportunidade, simulavam uma circunstância econômica desfavorável e urgente para vulnerar o familiar e justificar falsamente o pedido de auxílio financeiro.

Os golpes investigados na operação Tríscele foram aplicados em 2021. O MPRN apura o envolvimento de outras pessoas com os golpes e a existência de outras vítimas do grupo investigado.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meio Ambiente

Pantanal registra maior número de focos de incêndio no primeiro semestre desde 1988

Foto: Joédson Alves/Agência Brasil

O Pantanal teve a maior quantidade de focos de incêndio já registrada no primeiro semestre desde 1988, quando as queimadas começaram a ser monitoradas por satélites pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Entre 1º de janeiro e 23 de junho deste ano, foram detectados 3.262 queimadas, um número 22 vezes maior que o registrado no mesmo período do ano passado (+2.134%), segundo dados do instituto.

Este ano, o Pantanal bateu também o recorde de queimadas ocorridas no primeiro semestre de 2020. Naquele ano, foram 2.534 focos entre janeiro e junho e, ao fim de 12 meses, o fogo atingiu 22.116 focos. Aproximadamente 26% do Pantanal foi consumido pelo fogo, afetando pelo menos 65 milhões de animais vertebrados nativos e 4 bilhões de invertebrados, de acordo com o levantamento.

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *