Saúde

China fechará fronteiras a estrangeiros para evitar nova onda de contaminação do coronavírus

Médicos usam roupas de prevenção à Covid-19 para trabalhar em um hospital de Hubei, na China Foto: NOEL CELIS / AFP

A China decretou nesta quinta-feira que fechará temporariamente suas fronteiras para a maioria dos estrangeiros, mesmo aqueles com vistos de entrada ou autorização de residência válidos, devido à pandemia da Covid-19, anunciou o Ministério das Relações Exteriores. A medida, que entrará em vigor à 0h local de sábado (13h de sexta-feira no horário de Brasília) visa evitar a reincidência da disseminação em massa do vírus no país.

Em comunicado, Chancelaria afirmou que “é uma medida provisória que a China está sendo forçada a tomar para lidar diante de uma situação de repique” da epidemia, citando medidas semelhantes adotadas por outros países.

A China, onde a pandemia do novo coronavírus começou em dezembro, na cidade de Wuhan, não registrou novos casos de transmissão local em seis dos últimos oito dias, mas o número de casos em pessoas que chegam do exterior chegou a 500. Todos os 67 casos novos relatados até o final da quarta-feira foram importados, e todos os 47 comunicados no dia anterior idem, disse a Comissão Nacional de Saúde em um comunicado emitido nesta quinta-feira. O número total de casos está em 81.285 no momento.

Mais cedo, Pequim já havia ordenado que as companhias aéreas reduzissem drasticamente o número de vôos dentro e fora do país, pois Pequim teme que os viajantes do exterior possam reacender o surto de coronavírus que paralisou o país por dois meses.

A Administração da Aviação Civil da China (AACC) ordenou as companhias aéreas chinesas a manter apenas uma rota para qualquer país e limitar o número de voos para um por semana, a partir de 29 de março. Companhias aéreas estrangeiras também serão obrigadas a reduzir a suas rotas internacionais para a China e a operar apenas uma rota para o país.

Em comunicado, o órgão regulador afirmou que, “de acordo com a necessidade de contenção de epidemias, a AACC pode imprimir uma política para reduzir ainda mais o número total de vôos internacionais de passageiros”.

Cerca de 80% dos vôos internacionais já estavam sendo cancelados antes do anúncio, mas as companhias aéreas chinesas foram convidadas a não cortar suas rotas internacionais até o pedido feito nesta quinta-feira pela AACC.

Reforço também no Japão

O Japão, que até agora conseguiu evitar a disseminação em massa do coronavírus que atingiu a Europa e a América do Norte, também tomou novas medidas urgentes nesta quinta-feira para responder ao que o primeiro-ministro, Shinzo Abe, descreveu como uma “crise nacional”, após uma onda de casos em Tóquio.

Com 47 novos casos relatados na capital, Abe proibiu a entrada de cidadãos de 21 países europeus e do Irã e criou uma nova força-tarefa para crises — um passo preliminar para declarar estado de emergência, apesar de seu governo ter dito que não havia nada planejado nesse sentido.

— Para superar o que pode ser descrito como uma crise nacional, é necessário que o estado, os governos locais, a comunidade médica e o povo ajam como um só e avancem com medidas contra infecções por coronavírus — disse Abe em um encontro da força-tarefa.

Abe disse ainda que lançou a força-tarefa sob uma lei recentemente revisada, depois de receber um relatório que apontava uma grande chance de o vírus se espalhar amplamente pelo país.

Na noite de quinta-feira, o Japão tinha 1.369 casos domésticos de coronavírus, além de 712 do cruzeiro marítimo atracado perto de Tóquio, que durante um tempo chegou a ser a maior fonte de infecções fora da China, de acordo com registros da emissora NHK. Houve 46 mortes domésticas e 10 de passageiros do navio.

As autoridades japonesas temem que um aumento de casos sem fonte conhecida de infecção possa sinalizar uma nova onda maior.

Em Tóquio, o total diário de novos casos quase triplicou nos últimos quatro dias. Na última quarta-feira, a governadora Yuriko Koike já havia alertado para o risco de um aumento explosivo de infecções na capital. Koike pediu aos moradores que evitem passeios não essenciais até 12 de abril, especialmente no fim de semana.

A governadora solicitou ainda que as prefeituras vizinhas de Saitama, Chiba e Kanagawa pedissem a seus residentes que se abstivessem de viagens não urgentes e não essenciais a Tóquio, informou o jornal Nikkei. Mais tarde, o governador de Kanagawa pediu aos moradores que ficassem em casa neste fim de semana.

— O governo e as autoridades locais cooperarão com a consciência de que este é um momento muito crítico para impedir a propagação do vírus — disse em entrevista coletiva o secretário-geral do gabinete, Yosihide Suga.

Mais tarde, Suga afirmou, no entanto, não haver necessidade de mudar o plano de reabrir as escolas no início de abril. Muitas fecharam no início deste mês a pedido de Abe.

O Globo

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Celebridades

Termina pela 10ª vez o relacionamento de Maiara e Fernando

Foto: Reprodução

Acabou pela 10ª vez o relacionamento de Maiara e Fernando Zor. A informação foi confirmada na madrugada desta sexta-feira (1º/7) com pessoas próximas ao casal, de acordo com a coluna LeoDias.

Foram cerca de três meses desde a última reconciliação até aqui, e quando tudo parecia estar em um dos melhores momentos entre tantas idas e vindas, eis que a surpresa veio na madrugada de quarta para quinta-feira.

Segundo a coluna, amigas próximas a Maiara dizem que ela está muito bem, reagiu com tranquilidade ao término e está completamente focada no estrondoso sucesso da dupla. “Ela está sem tempo nem pra sofrer”, disse uma amiga.

Fernando e Maiara começaram a namorar há 3 anos. O número exato de separações é impreciso, mas fãs calculam que até a última reconciliação, que como citado acima foi em abril deste ano, a soma é de nove separações.

Com informações de Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Cantor Filipe Ret é investigado por tráfico de drogas após ‘open maconha’ em festa de aniversário

Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Civil do Rio instaurou um inquérito para investigar o cantor e rapper, Filipe Cavaleiro de Macedo da Silva Faria, mais conhecido como Filipe Ret, pelo crime de tráfico de drogas, após ele oferecer um “open beck” ou “open maconha” em sua festa de aniversário, no último dia 23.

Em imagens postadas nas redes sociais pelo próprio artista, ele segura um balde azul com o que parece ser cigarros da droga dentro.

Convidados que estiveram no evento, como o surfista Pedro Scooby e o ex-jogador Ronaldo Fenômeno, devem ser intimados a depor na sede da especializada, na Cidade da Polícia, Zona Norte do Rio. A festa contou ainda com a presença de ex-BBBs Jade Picon, cantores, atores e atletas.

O Globo

SAIBA MAIS: Festa do rapper Filipe Ret tem “open maconha” e viraliza nas redes

Opinião dos leitores

  1. Esses cantor de rap são todos envolvidos com droga, não coloco rap nem fundo pra tocar na minha empresa, só gosto de cliente cidadão de bem

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Policial freia camburão bruscamente, preso bate a cabeça e fica paraplégico

Um homem preso ficou paraplégico depois de bater com a cabeça logo após uma freada do camburão em que o transportava.

O policial que conduzia o veículo precisou frear bruscamente e o detento, que estava algemado e não usava cinto de segurança, foi arremessado. Câmeras de segurança de dentro do camburão flagraram o momento do acidente.

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social

TikTok remove 20 milhões de contas no 1º trimestre por suspeita de serem de menores de 13 anos

Foto: REUTERS

O TikTok removeu 20,2 milhões de contas no 1º trimestre por suspeita de serem de menores de 13 anos, o que vai contra as regras da rede social. O número é o maior desde que o relatório de aplicação das diretrizes da comunidade passou a ser divulgado, em 2020.

A “segurança de menores” continua sendo a principal razão para a derrubada de vídeos, segundo a empresa. Fazem parte desta categoria, conteúdos que explorem nudez e atividade sexual envolvendo menores — que são o principal montante entre os vídeos deletados dentro dela —, “atividades prejudiciais”, danos físicos e psicológicos, exploração sexual e comportamento de aliciamento.

“A nossa subpolítica de ‘nudez e atividade sexual envolvendo menores’ proíbe uma ampla gama de conteúdos, inclusive ‘menores com roupas mínimas’ e ‘dança sexualmente explícita'”, diz o TikTok. “Estas duas categorias representam a maioria dos conteúdos removidos com base nessa subpolítica. Materiais de abuso sexual infantil (CSAM, na sigla em inglês) são contabilizados separadamente.

g1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro critica governadores que acionaram o STF contra redução do ICMS da gasolina: “Acham que está barata?”

Foto: Reprodução

Na tradicional live de quinta, o presidente Jair Bolsonaro (PL) condenou a ação dos governadores que foram à Justiça para barrar a diminuição do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Segundo o mandatário, muitos políticos estão ajudando, mas todos os nove chefes do Executivo estadual da região Nordeste – Pernambuco, Maranhão, Paraíba, Piauí, Bahia, Sergipe, Rio Grande do Norte, Alagoas e Ceará – se opuseram à medida e estão “unidos contra o trabalhador”.

“Esse pessoal [os governadores] que diz que está ajudando o pobre, é mentira. Ele quer mais é que o pobre se exploda”, declarou.

Bolsonaro também ressaltou que os partidos políticos que comandam os Estados da região são de esquerda, como o Partido dos Trabalhadores, Partido Comunista do Brasil e o Partido Socialista Brasileiro. “Estão achando que a gasolina está barata?”, questionou o comandante do Planalto.

Com a palavra, os governadores.

Jovem Pan

Opinião dos leitores

  1. Zema pra vice presidente, ia zerar os imposto todos
    Diferente de Fatman que liberar o álcool no preço da gasolina, assim fica ruim pros eleitores do PT que bebe até álcool de posto kkkkkkkkk

  2. Vamos aguardar o que Fátima Bezerra vai dizer. Responda aí Fátima pq vc é CONTRA A REDUÇÃO DE IMPOSTO, afinal vc tá contra o povo??

  3. Veio bom, justo e pelo povo é Bolsonaro. Esses governadores só querem saber de enricar os empresários e não estão nem aí para o povo.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

VÍDEO: Policial penal grava vídeo indignada com a morte de mais um policial civil no RN

Após o assassinato de um policial civil na noite desta quinta-feira (30), quando cinco indivíduos invadiram a casa de Cláudio Ferreira da Silva, amarraram sua família e lhe executaram aproximadamente 500 metros de sua residência, a policial penal Vilma Batista compartilhou um vídeo impactante.

No registro, ela solicita ao Governo do Estado e vários outros nomes competentes que reforcem todos os órgãos da polícia e reúnam, assim realizando uma varredura no Rio Grande do Norte contra esses criminosos.

“Se a gente não der a devida resposta, amanhã pode ser eu, você, qualquer um. Não podemos deixar que o crime tome conta do Estado e invada as nossas casas”, afirmou Vilma.

Opinião dos leitores

  1. O crime no RN é organizado. Quanto mais com o PT no governo. Ponham uma coisa na cabeça, enquanto a facção PT estiver no poder, tudo vai piorar. Imaginem se o bandido maior deles o Lula ladrão vencer?

  2. Sra. Wilma faz discurso apenas para colher frutos em momento de dor. Não é de atribuição da polícia penal atividade policial fora do âmbito peisional

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

MG: Zema baixa ICMS de gasolina, energia, telefonia e internet

Foto: Alex Silva/Estadão

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou nas redes sociais desta sexta-feira (1º) que assina o Decreto que reduz o ICMS da gasolina, energia elétrica, serviços de telefonia e internet no Estado.

“O imposto da gasolina era 31%, energia elétrica 30% e comunicação 27%. Todos passarão para 18% em nosso Estado a partir de hoje”, afirmou o governador.

Opinião dos leitores

  1. Parabéns governador Zema (MG), vc tá do lado do povo, diferentemente de Fátima (RN) que tá contra o povo. Vejam a diferença de um homem público!

  2. Parabéns governador Zenaide (MG), vc tá do lado do povo, diferentemente de Fátima (RN) que tá contra o povo.

  3. E aqui a jumentada segue de orelha murcha, com os coices que a lider da tropa contnua dando no povo.
    E dá-lhe coice !!!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Terezinha destaca luta do prefeito Paulinho pela Estrada da Produção em São Gonçalo

Foto: Reprodução

“Assim que ele foi eleito, antes de tomar posse, contratou uma equipe para fazer o projeto. Ele acreditou. Ele sonhou junto com a população da zona rural”. A fala é da ex-primeira-dama de São Gonçalo do Amarante/RN, Terezinha Maia, ao destacar a luta e empenho do saudoso prefeito Paulinho Emídio para construir a Estrada da Produção que liga a comunidade Poço de Pedra, zona rural, ao Centro da cidade.

A obra, que já estava finalizada, foi inaugurada, oficialmente, nesta quarta-feira (29), pela governadora Fátima Bezerra e prefeito Eraldo Paiva em evento no IFRN campus São Gonçalo. “Infelizmente ele não está aqui hoje conosco. Mas ele foi feliz por ter visto a estrada concluída”, disse a viúva, concluindo: “Fica a marca de um grande guerreiro, que muito nos orgulhou como gestor, como pai de família e como companheiro”.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

Marinha emite alerta de ventos de até 61 km/h no litoral do RN

Foto: Natinho Rodrigues/SVM

A Marinha do Brasil emitiu um alerta de ventos fortes no litoral do Rio Grande do Norte.

De acordo com o alerta, ventos de direção Sudeste a Leste, com intensidade de até 61km/h (33 nós), atingem a faixa litorânea entre os estados da Bahia e do Rio Grande do Norte, do sul de Salvador (BA) ao sul de Touros (RN). O alerta é válido entre a manhã do dia 01 e a noite do dia 03 de julho.

“Alerta-se aos navegantes que consultem essas informações antes de se fazerem ao mar e solicita-se ampla divulgação às comunidades de pesca e esporte e recreio”, diz o comunicado.

A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no site.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

No RN, campanhas ao governo terão limite de R$ 7,1 milhões

Foto: Divulgação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fixou os limites de gastos de campanha por cargo eletivo em disputa nas Eleições 2022, os mesmos valores adotados nas as Eleições 2018, atualizados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), aferido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ou por índice que o substituir.

A atualização do IPCA terá como termo inicial o mês de outubro de 2018 e como termo final o mês de junho de 2022 e será calculada pela Secretaria de Modernização, Gestão Estratégica e Socioambiental (SMG) do TSE e, por esse critério, o limite de gastos previsto para candidatos a governador do Rio Grande do Norte deverá ser de R$ 7.119.183 no primeiro turno e acrescido de R$ 3.559.592 no segundo turno. Em 2018, o limite foi de R$ 5,6 milhões e R$ 2,8 milhões nos primeiro e segundo turnos.

Para os outros cargos em disputa no Rio Grande do Norte, a previsão é de que para senador da República, cada candidato ao cargo deverá gastar o limite de R$ 3,81 milhões, enquanto para deputado federal o gasto de campanha será de até R$ 3,175 milhões e para deputado estadual cerca de R$ 1,27 milhão. Há quatro anos, os limites de gastos eram de R$ 3 milhões (senador), R$ 2,5 milhões (deputado federal) e R$ 1,0 milhão (deputado estadual).

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *