Finanças

Banco Central faz atualização e Pix poderá ser usado em aplicativos de mensagens e compras on-line

Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

O Banco Central (BC) anunciou nesta quinta-feira(22) uma atualização do Pix para ampliar o uso do sistema de pagamentos instantâneos. Com as alterações, será possível fazer transferências por meio de aplicativos de mensagens e redes sociais, além de pagar as compras feitas pela internet.

Para isso, uma resolução do BC, anunciada hoje, regulamenta regras para as instituições financeiras participantes do open banking (sistema de compartilhamento de dados). Somente essas instituições poderão oferecer os novos serviços. Foram definidos os requisitos técnicos e os procedimentos operacionais para o compartilhamento do serviço de iniciação de transação de pagamento de Pix. A chamada iniciação ocorre quando a instituição que faz a transação do pagamento com Pix é diferente do banco que detém a conta do usuário pagador. Ou seja, o usuário poderá efetuar o pagamento por meio de outro aplicativo que não é o do seu banco onde a conta com a chave Pix foi cadastrada.

A previsão é que o serviço, que é uma nova modalidade para pagamentos instantâneos no Pix, comece a funcionar a partir do dia 30 de agosto.

Novidades

O serviço vai permitir a movimentação de contas bancárias a partir de diferentes plataformas e não apenas pelo aplicativo ou site do banco. Ou seja, com a atualização, será possível efetuar o pagamento com Pix usando o serviço de outras instituições.

Entre as inovações também está a possibilidade de realizar uma transferência por meio de aplicativos como os de mensagens ou mesmo pelas redes sociais.

Outro uso possível pode ocorrer no caso do pagamentos de compras online. Com a nova modalidade, quem comprar um produto pela internet poderá ser automaticamente direcionado para a tela de pagamento da transação no aplicativo do seu banco. Nesse caso, após a conclusão da transação, o cliente será redirecionado automaticamente de volta para a loja virtual ou aplicativo.

A resolução do BC atualiza as regras do Pix e estabelece que as mudanças ocorrerão por fases, de modo que as instituições tenham tempo suficiente para efetuar os ajustes nos seus sistemas para cada uma das forma de iniciação de pagamento por Pix: inserção manual, chave Pix, QR Code estático e dinâmico e diretamente com os dados do recebedor.

Apenas instituições autorizadas pelo BC poderão exercer a função de iniciadoras de Pix. E o usuário terá que autorizar o compartilhamento de dados.

Agência Brasil

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Ministério da Saúde prevê recebimento de 69,4 milhões de doses de vacinas contra Covid em setembro e quantitativo deve imunizar toda população acima de 18 anos

FOTO: FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

O Ministério da Saúde confirmou, na manhã desta quinta-feira (29), o recebimento de 69,4 milhões de vacinas contra a covid-19 no mês de setembro. Com isso, a expectativa é que mais de 132,7 milhões de doses sejam entregues pelos laboratórios contratados nos próximos dois meses.

Para Marcelo Queiroga, ministro da saúde, esse quantitativo de imunizantes vai garantir que o Brasil consiga cumprir a mete de vacinar toda a população acima dos 18 anos até o fim de setembro.

“Estamos recebendo cada vez mais imunizantes, o que permite o avanço rápido na aplicação de vacinas em toda a população adulta no Brasil. Estamos empenhados, desde o começo da nossa gestão, para realizar uma campanha bem-sucedida no combate à pandemia”, afirmou Queiroga.

Já foram aplicadas 98,3 milhões de primeira dose da vacina contra covid-19, o que 46,44% da população brasileira. Além disso, 39,6 milhões de pessoas estão completamente imunizadas com duas doses ou a dose única. O Ministério distribuiu 176,2 milhões de imunizantes.

R7

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meio Dia RN

VÍDEO MEIO-DIA RN: Confira o programa desta quinta-feira

Confira programa desta quinta-feira(29). O Meio-Dia RN, com este blogueiro, debateu os principais assuntos no Estado, pelo país e no mundo. Clique abaixo e assista via YouTube.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Pesquisa do Instituto Paraná mostra empate técnico entre Lula e Bolsonaro na corrida presidencial

Foto: Montagem

Levantamento divulgado pelo Instituto Paraná Pesquisas nesta quinta-feira (29) traz o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) empatados tecnicamente na corrida presidencial de 2022 em três dos quatro cenários avaliados. No quarto cenário, Lula está um pouco à frente de Bolsonaro fora da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Na simulação de segundo turno, Lula venceria Bolsonaro.

Veja os números do levantamento da Paraná Pesquisas:

Primeiro turno

Cenário 1

Lula (PT): 33,7%
Bolsonaro (sem partido): 32,7%
Datena (PSL): 7%
Ciro Gomes (PDT): 6,8%
João Doria (PSDB): 3,9%
Mandetta (DEM): 1,8%
Simone Tebet (MDB): 0,7%
Rodrigo Pacheco (DEM): 0,6%
Nenhum/Branco/Nulo: 9,4%
Não sabe/Não respondeu: 3,3%

Cenário 2

Lula (PT): 33,8%
Bolsonaro (sem partido): 32,8%
Datena (PSL): 7%
Ciro Gomes (PDT): 6,9%
João Doria (PSDB): 4,3%
Mandetta (DEM): 2,1%
Nenhum/Branco/Nulo: 9,6%
Não sabe/Não respondeu: 3,4%

Cenário 3

Lula (PT): 33,9%
Bolsonaro (sem partido): 32,8%
Ciro Gomes (PDT): 7,3%
Datena (PSL): 7,2%
Eduardo Leite (PSDB): 2,7%
Mandetta (DEM): 2,6%
Nenhum/Branco/Nulo: 10%
Não sabe/Não respondeu: 3,5%

Cenário 4

Lula (PT): 39,5%
Bolsonaro (sem partido): 34,2%
Datena (PSL): 11,8%
Nenhum/Branco/Nulo: 11%
Não sabe/Não respondeu: 3,4%

Segundo turno

Bolsonaro x Lula

Lula (PT): 43,3%
Bolsonaro (sem partido): 38,2%
Nenhum/Branco/Nulo: 15%
Não sabe/Não respondeu: 3,4%

Bolsonaro x Datena

Bolsonaro (sem partido): 38,4%
Datena (PSL): 35,5%
Nenhum/Branco/Nulo: 22,3%
Não sabe/Não respondeu: 3,8%

Lula x Datena

Lula (PT): 43,1%
Datena (PSL): 31,5%
Nenhum/Branco/Nulo: 22,3%
Não sabe/Não respondeu: 3%

Metodologia da Paraná Pesquisas

O Instituto Paraná Pesquisas ouviu 2.010 eleitores entre os dias 24 e 28 de julho. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Gazeta do Povo

 

Opinião dos leitores

  1. Comparada com a pesquisa anterior do mesmo Instituto, a vantagem do ex-presidente Lula aumentou; o pior cego é aquele que não quer vê…

  2. o que houve, estava 90% a 10% para o molusko ladrão como agora estar empatado, será que vai ter o voto impresso??????? , se tiver a virada vai ter logo logokkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Nesta é mais fácil acreditar. Empate técnico é razoável. Espero que o Presidente melhore daqui prá frente.

    1. Significa que se Bolso tomar 1/20 dos eleitores de Lula e incorporar aos seus, com o piso de popularidade ficando para trás, ganha fácil.

  4. A boiada pira…
    obs: não foi este instituto que divulgou uma pesquisa pró-Bolsonaro feita em SC (estado mais pró-Bolsonaro do Brasil) como se fosse nacional ?!

  5. Pesquisa feita no vivendas da barra, só pode.
    O Presidente Lula resolve no 1º turno…
    É hoje que o bunda suja vai mostrar as “provas” né?
    Me preparar para rir bastante.
    Esse miliciano é uma chacota eterna.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Medalha de ouro em Tóquio no tiro esportivo, iraniano é acusado de fazer parte de grupo terrorista

Foto: Ann Wang / REUTERS

Uma grande polêmica foi levantada após Javad Foroughi conquistar a medalha de ouro no Tiro Esportivo, na pistola de ar de 10m. De acordo com o grupo United for Navid, que cobra ações imediatas do Comitê Olímpico Internacional (COI), o iraniano é “membro atual e antigo” da Força Quds do Corpo de Guardas da Revolução Islâmica, designado como organização terrorista.

O United for Navid foi criado após a execução do lutador iraniano Navid Afkari, e vem pedindo frequentemente punições ao Irã por conta de violações aos direitos humanos e à Carta Olímpica. Em sua acusação, o grupo pede à Comissão de Ética do COI que inicie uma investigação imediata, ou então será “cúmplice na promoção do terrorismo e de crimes contra a humanidade”.

No comunicado divulgado, o United for Navid ainda exige que, enquanto a investigação esteja em curso, todos os prêmios e medalhas conquistados por Javad Foroughi sejam suspensos. O Irã vem enfrentando pressão diante do COI por continuar se recusando a permitir que seus atletas enfrentem israelenses em competições.

– Conceder uma medalha de ouro olímpica a um membro de uma organização terrorista é uma afronta terrível aos atletas e aos ideais olímpicos e deixa uma marca negra no COI – disse o grupo.

Vale lembrar que, em abril, a Federação Internacional de Judô baniu o Irã por um período de quatro anos depois que o país instruiu Saeid Mollaei a evitar enfrentar um adversário de Israel no Campeonato Mundial de 2019. Até aqui, foi a única entidade a punir o Irã diante da postura polêmica adotada há um bom tempo. O COi ainda não se manifestou sobre o caso.

Globo Esporte

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Assaltantes atacam ciclistas na BR-101 entre Natal e Parnamirim

Por volta das 19h30 dessa terça-feira(27) três ciclistas que pedalavam pela BR-101, na altura do Posto do Dudu, já em Parnamirim, foram atacados por marginais. Pelo vídeo, gravado por uma câmera de segurança, é possível observar que os três assaltantes ficam sentados à margem da BR-101, como se estivessem conversando, e partem para cima dos ciclistas que estavam de passagem pelo local. Das três vítimas, uma conseguiu escapar da abordagem.

O vídeo só ilustra um dos inúmeros relatos de roubos de bicicleta que têm ocorrido em Natal e região metropolitana nos últimos meses.

Com acréscimo de informações do Saiba Mais – Agência de Reportagem

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

VÍDEO: Capotamento na Reta Tabajara deixa vítima presa às ferragens

Capotamento na tarde desta quinta-feira(29) na Reta Tabajara, na BR-304, deixou vítima presa às ferragens. Em decorrência, trânsito no trecho ficou lento. Polícia Rodoviária Federal(PRF) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência(SAMU) no local. Detalhes do acidente são desconhecidos até a publicação deste post.

Vídeo cedido abaixo:

Opinião dos leitores

  1. Entra governo e sai governo e essa Reta Tabajara não termina. Absurdo e irresponsável o governo federal. Será que em 2030 estará pronta?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

EFEITO ÍTALO FERREIRA: Baía Formosa quebra recorde por buscas de informações no Google

Foto 1: Canindé Soares/ Foto 2: Gráfico mostra alta nas buscas por Baía Formosa, na internet, após ouro olímpico de Ítalo Ferreira no surfe, em Tóquio

Todo mundo agora quer saber mais sobre a terra natal do campeão olímpico do surfe, Ítalo Ferreira. A procura por Baía Formosa cresceu consideravelmente no principal site de buscas na internet. Os pontos mais altos no gráfico representam uma maior popularidade de um termo na internet.

O pico de buscas por Baía Formosa foi na terça-feira (27) às 4h, exatamente no mesmo momento em que Ítalo Ferreira ganhava a medalha de ouro em Tóquio. Uma procura feita por pessoas de vários lugares do país. E o setor do turismo é um dos que quer “surfar” na onda do campeão. O entusiasmo vai das agências de viagem ao município.

Definitivamente, Baía Formosa virou parada obrigatória no Rio Grande do Norte.

Com acréscimo de informações do G1-RN

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Brasil cria 309,1 mil vagas com carteira em junho, 6º mês de bons resultados; todos os setores e regiões do país tiveram saldo positivo e semestre acumula 1.536.717 novas contratações

Foto:  iStock

O Brasil abriu 309.114 vagas de emprego com carteira assinada em junho, no sexto mês seguido de saldo positivo, apontam dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta quinta-feira(29) pelo Ministério da Economia. Esse resultado decorreu de 1.601.001 admissões e de 1.291.887 desligamentos.

O total de empregos com carteira no país somou 40.899.685 em junho, o que representa uma variação de 0,7% em relação ao mês anterior. No acumulado do primeiro semestre, o saldo na criação de empregos formais é positivo em 1.536.717 vagas.

A taxa de desemprego geral no país era de 14,7% no trimestre encerrado em abril, o dado mais recente do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). É o maior da série histórica, iniciada em 2012. O número se refere ao total de empregos, com e sem carteira assinada.

O mercado financeiro já esperava um novo avanço no emprego com carteira assinada no Caged no mês, e o resultado veio dentro do intervalo das estimativas de analistas consultados pelo Projeções Broadcast. As projeções eram de 175 mil a 350 mil vagas abertas em junho, com mediana positiva de 267.600 postos de trabalho.

De acordo com o ministério, 3,558 milhões de trabalhadores seguiam com garantia provisória de emprego em junho graças às adesões em 2020 ou 2021 ao BEm (Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda).

O programa, criado no ano passado e reeditado em 2021, oferece complementação de renda a trabalhadores que tiveram seus contratos de trabalhos temporariamente suspensos ou sofreram redução de jornada e salários durante a pandemia do novo coronavírus. Para cada mês de suspensão ou redução de jornada pelo programa, o trabalhador tem o mesmo período de proteção à sua vaga.

Guedes comemora dados em última entrevista

Em sua última entrevista coletiva pela internet para comentar os do Caged, o ministro da Economia, Paulo Guedes, comemorou a marca de 40 milhões de pessoas com empregos formais no país.

“Nós saímos desse patamar em 2015 e 2016. Com as duas recessões, nós mergulhamos num desemprego aberto. Já tinham os invisíveis —que descobrimos agora, mas já existiam naquela época. O número de empregos foi caindo, chegou a um piso no ano passado, mas nós reagimos”, declarou.

Com as mudanças ministeriais promovidas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta semana, a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho deixa o Ministério da Economia e passa a integrar o recém-criado Ministério do Emprego e Previdência, que terá Onyx Lorenzoni como chefe.

Segundo Guedes, Onyx deve comandar as próximas divulgações de dados do Caged e anunciar “muito em breve” dois programas que estão sendo desenhados pela secretaria que muda de ministério.

Todos os 5 setores tiveram saldo positivo

Os dados do Caged apontam saldo positivo no nível de emprego nos cinco grupos de atividade econômica.

Serviços: (+125.713 postos)

Comércio: reparação de veículos automotores e motocicletas: (+72.877 postos)

Indústria: (+50.145 postos)

Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura: (+38.005 postos)

Construção: (+22.460 postos)

Regiões

Ainda de acordo com os dados, houve saldo positivo na geração de empregos formais nas cinco regiões brasileiras:

Sudeste (+160.377 postos, +0,77%)

Nordeste (+48.994 postos, +0,75%)

Sul (+42.270 postos, +0,55%)

Centro-Oeste (+35.378 postos, +1,02%)

Norte (+22.064 postos, +1,17%)

Salários de admissão têm leve queda

O salário médio de admissão em junho foi de R$ 1.806,29 —comparado ao mês anterior, houve redução real de R$ 1,59 no salário médio de admissão, representando uma queda de 0,09%.

Ainda em junho, houve 20.889 admissões e 13.241 desligamentos na modalidade de trabalho intermitente, gerando saldo de 7.648 empregos.

Nova metodologia

Desde janeiro do ano passado, o uso do Sistema do Caged foi substituído pelo eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas) para as empresas, o que traz diferenças na comparação com resultados dos anos anteriores.

Na metodologia anterior (de 1992 a 2019), o melhor resultado para junho na série sem ajustes havia sido em 2008, quando foram criadas 309.442 mil vagas no sexto mês do ano.

UOL, com Estadão

Opinião dos leitores

  1. Divulgue os dados do RN . Em Junho o RN teve 15004 admissões e 10022 demissões. Saldo Positivo para o mês de Junho de 2021 de 4782 empregos formais.

    Lembro que um blogueiro recentemente esteve a passeio aos Estados de Alagoas e Paraíba e contando maravilhas desses estados. De empreendimentos em Alagoas e Paraíba e reclamando do RN. Sempre com objetivo de criticar a governadora.

    Vamos aos números do acumulado de um ano , em comparação aos 2 estados elogiados pelo blogueiro:

    RN teve 86561 admissões e 74240 demissões. Saldo POSITIVO de 12311 empregos criados.

    Paraíba teve 74968 admissões e 67675 demissões. Saldo de 7293 empregos formais criados.

    Alagoas 59964 admissões e 65529 demissões. Saldo NEGATIBO em 1 ano de 5565 empregos perdidos.

    Lembrando que a Paraíba tem aproximadamente 500 mil habitantes a mais que o RN é Alagoas 200 mil habitantes a menos que o RN.

  2. Tem que avisar ao paulo jegues que ainda tem 14 milhões de desempregados…
    Eu estou achando que tem muito sal nesse feijão, a realidade das ruas não bate com esses números.

    1. Energúmeno, quem deixou isso foram os ladrões que vc defende, felizmente o Brasil vive outro momento, apesar de vcs. Os países que alimentados pelo lindinho de nove dedos, estão todos passando por dificuldades, bom vc ir procurando o que fazer, sabendo que vai trabalhar, canto de vagabundo que vive as expensas do estado acabou.

    2. Ensine então a ele que medidas devem ser tomadas para gerar mais empregos e como passar pelo Congresso, pelos lobbies e pelo ativismo judicial.

    3. Fique tranquilo, que seu ponto na Roberto Freire, você não perde não.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Senac RN oferece 160 vagas gratuitas para Cursos Técnicos em Natal, Assú, Caicó e Mossoró

O Senac RN inicia, nesta quinta-feira (29), mais uma etapa de inscrições gratuitas para Cursos Técnicos em Natal, Assú, Caicó e Mossoró. Os interessados poderão se inscrever exclusivamente no site http://psg2.rn.senac.br/, até o dia 3 de agosto.

A iniciativa faz parte do Programa Senac de Gratuidade (PSG), com o objetivo de promover a inclusão social por meio da oferta de vagas gratuitas para pessoas de baixa renda. São 160 vagas em quatro opções de capacitação: Técnico em Administração (65 vagas), Técnico em Secretariado (30 vagas), Técnico em Logística (30 vagas) e Técnico em Guia de Turismo (35 vagas).Todos os cursos serão ministrados na modalidade presencial, com possibilidades de aulas on-line ao vivo.

A seleção dos candidatos será feita de acordo com a ordem da inscrição no site e envio da documentação necessária. De acordo com a Política do PSG, obrigatoriamente, os candidatos devem possuir renda familiar mensal per capita de até dois salários-mínimos federais e atender aos requisitos exigidos pelo curso escolhido. Cada candidato pode se inscrever em apenas uma opção de curso. As aulas iniciam em 30 de agosto e 18 de outubro.

“Somente em 2021 já são cerca de 1.100 vagas gratuitas que o Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac, oferta à população interessada em se capacitar.? São iniciativas que beneficiam principalmente aqueles de baixa renda, pois proporcionam um diferencial para a inserção no mercado de trabalho e que têm reflexos diretos no desenvolvimento econômico do estado, pois contribuem para a qualidade dos serviços oferecidos”, diz Marcelo Queiroz, presidente do Sistema Fecomércio RN, Sesc e Senac.

CONFIRA AQUI O EDITAL(AQUI)

Serviço

Cursos Técnicos gratuitos Senac RN

Período: 29/07 a 03/08

Inscrições: www.rn.senac.br

Vagas 160

Início das aulas: 30 de agosto e 18 de outubro

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: 13ª Conferência Municipal de Assistência Social é realizada em São Gonçalo

Fotos: Divulgação

Com o tema “Assistência Social: Direito do povo e Dever do Estado, com financiamento público, para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social”, acontece nos dias 28 e 29 de julho a 13ª Conferência Municipal de Assistência Social de São Gonçalo do Amarante/RN.

Realizada pelo Conselho Municipal de Assistência Social, a conferência apresenta cinco eixos de discussão. A intenção é, através deles, avaliar e propor novas diretrizes para o fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) do município.

Ontem (28), o evento aconteceu de forma virtual e contou com a palestra de Jucilene da Costa Barbosa, bacharel em Serviço Social e pós-graduada em Gestão Pública pela UEPB e assessora técnica do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas-RN). Já nesta quinta-feira (29), de forma presencial, com as limitações necessárias, os participantes se reuniram no IFRN para formação dos grupos de discussão dos eixos temáticos. Por fim, acontece a leitura e aprovação das propostas.

Eixos de discussão:

EIXO 1 – A proteção social não-contributiva e o princípio da equidade como paradigma para a gestão dos direitos socioassistenciais no enfrentamento das desigualdades;

EIXO 2 – Financiamento e orçamento como instrumento para uma gestão de compromissos e corresponsabilidades dos entes federativos para a garantia dos direitos socioassistenciais;

EIXO 3 – Controle social: o lugar da sociedade civil no SUAS e a importância da participação dos usuários;

EIXO 4 – Gestão e acesso às seguranças socioassistenciais e a articulação entre serviços, benefícios e transferência de renda como garantias de direitos socioassistenciais e proteção social;

EIXO 5 – Atuação do SUAS em Situações de Calamidade Pública e Emergências.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *