Prefeito Taveira divulga calendário 2020 de pagamento dos servidores de Parnamirim

A Prefeitura de Parnamirim divulgou nesta sexta-feira(24) o calendário de pagamento dos servidores municipais para o ano inteiro de 2020.

Segundo o Prefeito Taveira, “esta ação é importante pois permite aos servidores se programarem para as suas responsabilidades financeiras domésticas, e só foi possível graças ao equilíbrio nas contas do município, que por sua vez se deve ao ajuste fiscal que fizemos nos dois primeiros anos de mandato” destacou o prefeito, para concluir que “respeito ao servidor é prioridade na nossa gestão”.

Foto: Reprodução

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mauro disse:

    E OS CONCURSADOS DENTRO DO NÚMERO DE VAGAS, QUANDO SERÃO CHAMADOS PREFEITO?
    VAI TIRAR OS COMISSIONADOS E CONTRATADOS TEMPORARIAMENTE QUANDO?

  2. oilerua disse:

    Parabéns ao Prefeito de Parnamirim que está sem problemas com os servidores. Diferente do Prefeito de Natal, Álvaro Dias, que em 2017 assumiu a Prefeitura de Natal, após a morte de Wilma de Farias. Álvaro Dias, poderia ter conversado com Carlos Eduardo em relação aos servidores que estão com mais de 6 anos sem receber qualquer aumento de salário, por causa da BRUTA MALDADE que O ex-prefeito de Natal fez contra os servidores na justiça, ou seja. um Termo de Ajustamento de Gestão (T.A.G) da maldade, ordenando que não sejam feitos nenhum pagamento de vantagens trabalhistas como gratificações, quinquênios, atualização da Matriz entre outros benefícios até o ano de 2020, ou sejam dois anos, fora os anos de mandatos em que o mesmo esteve na Prefeitura e não deu sequer, um aumento de salários ,aos servidores públicos do Município de Natal. Álvaro Dias, por sua vez, copiou a maldade de Carlos Eduardo, e até hoje, não se pronuncia em benefício do servidor, e pior que vem gastando os turbilhões de dinheiro público com as festas juninas, carnavais e festas natalinas. Mas a derrota dele já está certa nas urnas no mes de outubro. Unhas e dedos estão anciosos contando os dias dos nove meses que se passarão rápidos em breve.

  3. Bento disse:

    Ocorrerá tudo dentro do mês ganhou para SGA e olhem que tem novidades com relação ao décimo terceiro salário.

Prefeitura de São Gonçalo divulga calendário de pagamento dos servidores de 2020; confira

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN, através da Secretaria Municipal de Finanças, divulgou nessa segunda-feira (20) o calendário de pagamento dos servidores de 2020. A folha de janeiro será quitada no próximo dia 31.

Confira as datas:

Janeiro – 31 de janeiro
fevereiro – 02 de março
Março – 31 de março
Abril – 30 de abril
Maio – 01 de junho
Junho – 30 de junho
Julho – 31 de julho
Agosto – 01 de setembro
Setembro – 30 de setembro
Outubro – 30 de outubro
Novembro – 01 de dezembro
Dezembro – 30 de dezembro
Décimo terceiro – 18 de dezembro

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. COSTA disse:

    Cumpriu e vai cumprir, tem responsabilidade e a cidade está um canteiro de obras.

  2. Eduardo RR disse:

    Vamos ver se cumpre… De promessa o inferno ta cheio!

  3. Yang disse:

    Responsabilidade e comprometimento com o funcionalismo e por consequência com todos os munícipes, muito bom.

  4. Thor disse:

    Boa, é assim que se administra, o Prefeito Paulinho tem feito um excelente trabalho!!!!!!

É Fake News o calendário que circula no Whatsapp com pagamento dos atrasados do Governo do RN

Foto: Reprodução

Mensagem com um suposto calendário de pagamento dos atrasados de 2018 do Governo do Estado causou alvoroço e ganhou grande compartilhamento no fim da manhã e início de tarde desta quarta-feira(08). A fake news foi alertada pela Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças do RN(Seplan). Sobre uma previsão: cenas para os próximos capítulos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lucio flavio Cavalcante disse:

    Esse calendário é do Governo do estado do Mato Grosso.

  2. Ex-Pretralha disse:

    NADA DE FAKE NEWS, olhem a verdade: O Governo do RN nâo recebeu o dinheiro da cessão onerosa dos royalties que o Banco Daycoval comprou pela “mixaria” de R$ 180 milhões. O Estado está inadimplente junto ao CADIN. Ou seja, tá sujo.
    Embora o poderoso chefão do STF Dias Toffoli, já tenha ordenado tirar o RN do cadastro. Mesmo assim, a pendenga continua. O aval ainda não foi dado pela União. O CADIN é o como se fosse o SPC. Aquele serviço que fichava “os veacos” para não comprar mais nada até que limpase o nome. Ou seja, subam e desçam!

  3. hbbeto disse:

    Com certeza, é gópi!

  4. ForaCanalhas disse:

    Algo de bom vindo do PT com certeza e FAKE ou FRAUDE………

  5. Laurinha disse:

    É GOPI
    É GOPI
    É GOPI
    É GOPI
    É GOPI
    É GOPI

  6. STELA SANTOS disse:

    Não é fake, é
    GOPIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

VÍDEO: Pagar IPTU com desconto em Natal faz contribuinte passar tormento com demora em atendimento e ainda encarar fila na calçada, com sol na cabeça

Diversas são as reclamações que chegam ao Blog sobre a revolta de contribuintes para o pagamento com desconto do IPTU em Natal, que vai até esta quarta-feira(08). Mesmo sabendo que todo o início de ano muitas pessoas se dirigem a Semut em busca de pagar o imposto, a Prefeitura do Natal não toma uma providência para amenizar a situação.

Embora existam as facilidades tecnológicas, muitas pessoas ainda preferem pagar suas contas pessoalmente – fora a particularidade de casos. Resultado: filas ao sol, e um tratamento nada respeitoso.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Já que a prefeitura não tem interesse de agilizar estes recebimentos pelo pagamento do IPTU
    na própria Secretaria. (Politica de Agendamento)
    Vou mandar um projeto para a Câmara para a Prefeitura visitar cada morador e fazer a quitação in locco.
    Depois reclamam da inadimplência

  2. joão carlos disse:

    só gente que deixa pra última hora e não sabe usar internet.
    gerei o boleto no site e paguei pelo aplicativo do BB em 5 minutos.

    aprender coisas úteis ninguém quer, mas passar o dia em rede social todo mundo é profissional

  3. EMJ disse:

    Vergonha mesmo! Estou adimplente com o meu IPTU, não devo nada e também não consegui emitir o boleto do meu IPTU com o desconto. Fui a Secretaria de Tributação levando o pagamento dos meus últimos IPTUs e desisti quando vi a fila gigantesca. Como conseguiremos o boleto se não conseguimos nem mesmo entrar no prédio?

  4. BOSCO disse:

    Apesar de pagar muito contrariado, mas paguei ! o que esses contribuintes estão fazendo ai ? Com certeza não é pra pagar com desconto, deve ser para resolver alguma pendência e em seguida pegar o boleto com o desconto. pois é só ir no site da tributação municipal e pegar o boleto.

  5. Marcondes Morais disse:

    Bom dia!

    Não consigo acreditar que estão passando por isso.
    Consegui pagar o IPTU do meu imóvel em menos de 5 minutos, pois tirei o boleto pelo site da Semut e depois paguei no aplicativo. Como se não bastasse, muitos deixam sempre para última hora, de forma que o município não consegue atender todos. A Semut dá opções mais céleres, mas alguns preferem o atendimento pessoal, fazer o que?

    • Biu Fontes disse:

      Cada caso é um caso! Tem situações
      que os contribuintes só resolvem diretamente na Semut, inclusive casos de erros da própria secretaria.
      Concordo quando você que deixamos tudo para última hora, mas infelizmente é cultural este tipo de situação.

Desconto no pagamento do IPTU em Parnamirim continua até o próximo dia 10

A Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria de Tributação (Semut), está disponibilizando o desconto de 20% no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para os contribuintes que quitarem o valor até o dia 10 de janeiro.

De acordo com o Secretário da Semut, Fábio Araújo, os carnês já foram enviados para as residências dos contribuintes, mas também é possível imprimir através do Portal do Contribuinte, no site da Prefeitura de Parnamirim, ou na sede da Secretaria de Tributação.

Os carnês apresentam dois tipos de reajustes. Nos imóveis com o cadastro imobiliário atualizado, a correção será de 3,22%. Já nos imóveis que ainda precisam da atualização, o ajustamento é de 9,22%. Os contribuintes que efetuarem o recolhimento à vista até o dia 10 de janeiro de 2020, terão o desconto de 20%, exceto para contribuintes que não possuem CPF. Se esse for o caso é preciso comparecer na Tributação até o dia 30 de dezembro, cadastrar (informar) o CPF para ter direito ao desconto.

Além do contribuinte ficar em dia com o município, Fábio Araújo lembrou da importância do pagamento do IPTU para o desenvolvimento da cidade: “É muito importante o recolhimento do imposto, pois toda essa contribuição se transforma em investimentos. A cidade está um verdadeiro canteiro de obras. São obras de asfalto, saneamento, revitalização de ginásios poliesportivos, reformas em escolas, pagamento do funcionalismo público em dia. Tudo isso é fruto também da arrecadação dos contribuintes. É uma maneira do cidadão ajudar na administração do município.

Para mais esclarecimentos sobre o IPTU, os contribuintes podem ligar para os telefones (84) 3644-8443 ou 3644-8446, procurar a Secretaria de Tributação, na Rua Cícero Fernandes Pimenta, 1379, Santos Reis, ou ainda através do e-mail [email protected]

Detran divulga calendário de pagamento do licenciamento 2020

O Detran divulgou o calendário 2020 das taxas de licenciamento de veículos. O valor do imposto não sofreu reajuste, permanecendo R$ 90,00 independente do ano ou categoria do enquadramento do transporte. A medida é disciplinada através da Portaria 1.600/2019-GADIR, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), desta sexta-feira (03). O calendário separa os períodos de pagamento pelo final da placa correspondente a cada veículo.

A tabela indica que o primeiro grupo a efetuar o pagamento é o dos veículos com finais de placas 1 e 2, com datas de quitação da taxa para os dias 17 e 18 de fevereiro, respectivamente. O calendário tem seu término no mês de junho, no caso dos carros com final de placa 9 e 0, com vencimento programado para os dias 04 e 05 do mês citado anteriormente.

Além da taxa de licenciamento de veículo automotor, que é a única que é administrada pelo Detran, o cidadão já pode emitir no site do Detran os boletos bancários relativos ao IPVA (de responsabilidade da Secretaria Estadual de Tributação), seguro DPVAT (Banco do Brasil – Seguradora Líder), e a Taxa de Proteção contra Incêndio, Salvamento e Resgate em via Pública, que é destinada ao Corpo de Bombeiros Militar do RN.

Para ter acesso a página de emissão dos boletos do Detran é simples, basta que o usuário vá até o endereço eletrônico da instituição digitando www.detran.rn.gov.br. Com a página aberta, o cidadão clica no ícone “Consulta de veículos e boletos”. Logo em seguida é mostrada uma página onde é possível digitar a numeração da placa e do Renavam do veículo a ser consultado. Dessa forma é possível ter acesso ao ambiente online onde fica disponível os boletos referentes a taxa de licenciamento, IPVA, DPVAT, Taxa dos Bombeiros, além de possíveis débitos de infrações de trânsito relacionadas ao veículo consultado.

Um outro ponto positivo é a possibilidade do proprietário pagas as taxas no banco de sua escolha. A medida implantada pelo Detran funciona para os débitos referentes ao licenciamento, IPVA do veículo e Taxa dos Bombeiros. É só clicar no imposto que deseja efetuar o pagamento, e imediatamente é aberta uma nova tela com as opções de emissão de boleto direcionado ao Banco do Brasil ou as demais instituições bancárias.

Segundo dados do setor de Estatística do Detran, há no Rio Grande do Norte cerca de 1.342.000 veículos registrados, sendo Natal (417.173) e Mossoró (168.957) os dois primeiros municípios no ranking de maior quantidade absoluta de automóveis, correspondendo a 31,09% e 12,59% do total da frota do Estado, respectivamente.

Prefeitura do Natal efetua pagamento de dezembro nesta quinta-feira

A Prefeitura de Natal paga nesta quinta-feira (02) a folha de dezembro aos seus servidores. Já está garantido o pagamento do salário a 99% de todas as categorias do funcionalismo público municipal, entre ativos, inativos e pensionistas. O dinheiro será creditado na conta dos servidores ao longo do dia e pode chegar a todo o universo do funcionalismo ainda nesta quinta.

A Secretaria Municipal de Administração informa estar aguardando o Governo do Estado fazer o repasse da parcela de ICMS até o final do expediente bancário. Caso seja efetuado, a Prefeitura pagará hoje a 100% do funcionalismo. Se o repasse da parcela do ICMS não for feita, o Município concluirá o pagamento da folha de dezembro nesta sexta-feira (03), com o repasse dos vencimentos ao grupo restante de 1% dos servidores que não receberá nesta quinta.

Com o pagamento da folha de dezembro, somado ao pagamento do décimo-terceiro salário e à folha de novembro, a gestão municipal colocou em circulação mais de R$ 190 milhões na economia da capital potiguar nos últimos 30 dias.

Prefeitura do Natal só vai pagar salários do funcionalismo da ativa e inativos no dia 02

Foto: Getty Images

Vários servidores da Prefeitura do Natal enviaram mensagens ao Blog com a queixa que os salários do mês de dezembro não caíram na conta até esta terça-feira(31).

O Blog então, em contato com a assessoria da Prefeitura, recebeu a informação que o pagamento de todo o funcionalismo da ativa e inativos será feito apenas na quinta-feira(02) – primeiro dia útil do ano. “Como vem sendo feito nos últimos anos”, resumiu.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Júlio César disse:

    Teu prefeito de Ceará mirim . Júlio César que não pagou ninguém. Você não divulga nada …

  2. Oswaldo disse:

    Funcionário público muito mal acostumado, servidor privado receber até o 5º dia do mês subsequente e não vemos um pio de reclamação, e todos trabalhando, enquanto isso tem órgãos da prefeitura desde 15 que estão dispensados para festas do fim de ano!

  3. Getro disse:

    O povo é levando fumo e cantando……

  4. Silva disse:

    Pior e a governadora que não paga o atrasado dos servidores.

    • Múcia Teixeira Batista disse:

      A governadora pagou os salários em dia, quem deixou salário atrasar foi Robson farias e Carlos Eduardo Alves, lembra?

  5. Zanoni disse:

    Povo de Natal está levando fumo novamente!

  6. Marcos Aurelio disse:

    Esse prefeito de natal só sabe fazer a política do pão e circo.
    Acorda Natal!!

  7. Teresa disse:

    Ela só promete. A palavra dele não se escreve.

  8. Clara disse:

    Não é verdade (dele): o pagamento vem sendo feito dentro do mês, conforme calendário estabelecido por ele próprio. O "combinado" era dia 30, mas oremos que entre dia 02, pq já ouvi boatos de 5o dia útil ( 09/01)

  9. Luis disse:

    Agora o fiasco da queima de fogos de ponta negra já pagou.

    • Brasil e RN acima de tudo disse:

      E os artistas de fora do RN, também já saíram com o bolso cheio.

Confira o calendário de pagamento IPVA 2020 no RN

Foto: Reprodução/Diário Oficial

A Secretaria de Tributação do Rio Grande do Norte (SET) publicou a tabela com os valores do IPVA e o calendário do pagamento de 2020. O pagamento pode ser feito em cota única ou em até cinco parcelas, que não podem ser menores que R$ 100. Os boletos para pagamento podem ser emitidos no site do Detran(aqui). Quanto a modelo e ano de veículos, veja detalhado (AQUI).

A Secretaria de Tributação do RN informa que os valores do IPVA “foram calculados com base nos preços dos veículos obtidos mediante pesquisa aplicada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – FIPE”.

INSS: veja calendário de pagamento de aposentadorias e pensões de 2020

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Cerca de 35 milhões de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já podem checar a data de depósito dos benefícios de 2020. Segundo o INSS, os depósitos seguirão a mesma sequência de anos anteriores. Confira o calendário completo aqui. As datas foram divulgadas na segunda-feira (16).

Segundo o instituto, para quem recebe um salário mínimo, os depósitos de janeiro serão feitos entre os dias 27 de janeiro e 7 de fevereiro. Para saber a data exata, o beneficiário deve verificar o número final do seu cartão de benefício, sem último dígito verificador, que aparece depois do traço. Segurados com renda mensal acima do piso nacional terão seus pagamentos creditados a partir de 3 de fevereiro. A tabela completa pode ser conferida no site do INSS.

INSS/ Divulgação/ Direitos Reservados

Agência Brasil

 

Você vai pagar taxa do cheque especial mesmo sem usar; saiba o que fazer

Foto: Ilustrativa/via Serasa Consumidor

Muita gente viu a notícia de que o Banco Central limitou os juros do cheque especial a um teto de 8% ao mês. Mas muitos outros não perceberam uma outra regra criada junto: os bancos vão poder cobrar uma tarifa mesmo de quem não usa o cheque especial. A partir do dia 1º de junho, basta ter um limite de cheque especial acima de R$ 500 para ser obrigado a pagar essa tarifa.

Ou seja, mesmo que você não entre no cheque especial, o banco poderá cobrar uma taxa de você. Só não pagarão essa tarifa os clientes que tiverem até R$ 500 de limite. Acima disso, todos pagarão. O valor máximo dessa taxa será de 0,25% do limite por mês. O que você deve fazer com isso? Cancelar o seu limite? Reduzir para R$ 500? Esperar para ver o que o banco vai oferecer? Entenda a seguir.

Como funciona a nova taxa

Se você tiver um limite de até R$ 500,00, o banco não pode cobrar nenhuma tarifa. Apenas os juros sobre o que você utilizar. Mas se você tiver um limite além de R$ 500 no cheque especial, o banco poderá tarifar você. Por exemplo: se seu limite for de R$ 1.000,00, a instituição financeira poderá cobrar, todos os meses, R$ 1,25, ou seja, 0,25% sobre o valor que excedeu R$ 500.

Se você entrar no cheque especial, essa tarifa deverá ser descontada dos juros. Ou seja, se você passou um mês no cheque especial, com um crédito de R$ 1.000,00, sendo a taxa de juros de 8%, você vai pagar R$ 80 de juros, menos R$ 1,25 que havia sido pago de tarifa.

Banco tem que avisar antes

Na regra criada pelo Banco Central, está determinado que os clientes têm que ser avisados até um mês antes de começar a cobrança da tarifa. “O banco tem que entrar em contato com todos os clientes para avisar sobre a nova cobrança, caso resolva adotá-la. Assim, é o consumidor quem fará a escolha”, afirma Guilherme Farid, chefe de gabinete do ProconSP.

Segundo o Banco Central há 80 milhões de clientes de bancos que têm um limite acima de R$ 500. Outros 19 milhões de consumidores têm o limite de crédito no cheque especial abaixo dos R$ 500. Então, há um universo grande de consumidores que precisam ser avisados.

Devo reduzir meu limite para R$ 500?

Alguns consultores dizem que o melhor é antecipar-se e pedir ao banco a retirada do limite caso a instituição decida cobrar a tarifa sobre o cheque especial. Outros dizem que é bom negociar antes. Pode ser que o banco não cobre a tarifa no seu caso ou cobre menos. E um limite especial mais alto, que você já tenha, pode ser útil em alguma emergência.

Se o banco começar a cobrar a tarifa sem avisar, cabe até uma ação. Se o consumidor não contratou um serviço e foi cobrado sem sua clara solicitação, fica caracterizada prática abusiva, prevista no artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor, diz o Procon-SP.

“Sem dúvida, o cliente tem que se antecipar e pedir o ajuste no limite do cheque especial para até R$ 500, ou negociar para que não haja a cobrança da tarifa. Afinal, existe o risco de o cliente começar a pagar sem sequer a perceber a cobrança da tarifa no meio dos juros”, afirma a educadora financeira da Dsop Educação Financeira, Ana Rosa Vilches.

Limite não pode virar parte do salário

A mesma consultora alerta que abrir mão do limite no cheque especial exige mais atenção com as contas. “Cheque especial é, como o nome diz, algo especial. Infelizmente muitos brasileiros consideram o cheque especial um complemento de renda. Acabam esquecendo de contabilizar os custos dos juros e, quando vão ver, entraram em uma dívida grande”, diz Ana Rosa.

“Se a pessoa não consegue nem sequer administrar as contas, como vai perceber a tarifa e os juros que o banco está cobrando?”, diz ela.

Melhor pagar multa por atraso ou juros do cheque?

Entre as dicas, está a de reduzir opões no débito automático. Assim, se aquela fatura mais pesada cair no dia em que sua conta estiver com pouco saldo, o boleto vai voltar. É melhor pagar a multa do que cair nos juros do cheque especial, dizem os consultores.

O que é mais barato: crédito pessoal ou cheque especial?

Se faltar dinheiro, é melhor pedir um crédito pessoal porque as taxas de juros são inferiores à metade das cobradas no cheque especial.

Para se ter uma ideia, a taxa média cobrada no cheque especial é de 12,4% ao mês. Vai cair para 8% a partir de janeiro do ano que vem, de acordo com a regra criada pelo Banco Central.

A taxa média no crédito pessoal é de 5,9% ao mês. Se for uma linha de crédito consignado, ou seja, vinculada a salário, esse custo cai para 2,5%, no caso do trabalhador do setor privado, e a 1,4%, para o funcionário público.

UOL

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. felipekill disse:

    kkkk. nota-se claramente que o titular do blog não ganhou nenhum abada ou camarote… outrora era um dos socios do camarote Donna Donna… kkk esse ano me diserram que apenas em uma tarde mandou 45 e mails pra roberto bezerra e 30 pra ricardo implorando abadas que foram negados… como diz flavinho rezende… que situação;;;

    • Wagner disse:

      “Homi tenha calma….. foram mais e-mails, o medo é o Intercept grampear e mostrar”.

Começa nesta terça o pagamento do 13º do Bolsa Família; total de 13,1 milhões de famílias receberão o benefício em dobro neste mês

Foto: Reprodução/TV Globo

Começa nesta terça-feira e vai até o dia 23 de dezembro o pagamento da 13ª parcela para os beneficiários do Bolsa Família.

O 13º salário do Bolsa Família será pago junto com o benefício de dezembro. Com isso, neste mês, o pagamento do benefício será em dobro.

Segundo o Ministério da Cidadania, mais de R$ 5 bilhões serão pagos a 13.170.607 famílias em todo o Brasil neste mês de dezembro. O benefício médio, acumulando o valor extra, será de R$ 383,54 por beneficiário.

O 13º do Bolsa Família foi instituído pela Medida Provisória 898, editada em outubro. A MP que trata do benefício assegura somente o pagamento do benefício em 2019.

O Bolsa Família atende às famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais; e na pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais.

Confira o calendário

A data para pagamento é de acordo com o número final do Número de Identificação Social (NIS):

Final 1 – Saque no dia 10/12
Final 2 – Saque no dia 11/12
Final 3 – Saque no dia 12/12
Final 4 – Saque no dia 13/12
Final 5 – Saque no dia 16/12
Final 6 – Saque no dia 17/12
Final 7 – Saque no dia 18/12
Final 8 – Saque no dia 19/12
Final 9 – Saque no dia 20/12
Final 0 – Saque no dia 23/12

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Arnaldo Franco disse:

    Esperando os comentários dos petistas.Gostaria até que a Governadora opinasse sobre isso.

  2. Bodim disse:

    Vamos aprender a confiar no MITO petralhas.
    Taí!!
    Prego batido e a ponta virada.

  3. Ceará-Mundão disse:

    Bolsonaro, ao invés de acabar com o Bolsa-família, combateu as incontáveis fraudes no programa (onde tem PT…), criou o 13° para ele e, nesses dias, saiu a notícia de que está planejando aumentar as faixas etárias por ele abrangidas. A prezada vai encarar de tanta raiva desse governo. Enquanto isso, no RN… É triste a situação.

  4. STELA SANTOS disse:

    ÔXE, MAS BOLSONARO NÃO IA ACABAR COM O BOLSA FAMILIA, COMO PODE ELE INCLUIR O 13º
    O PT PIRA……

    • Comissário do Povo disse:

      Se dizia que Temer iria acabar. Vou mais pra traz: lembram que na campanha de 2014 os SMS disparados (o zap não tinha se disseminado) dizendo que Aelço iria acabar com o BF? Fake news violenta.

  5. Diogo disse:

    Bolsa família é um programa premiado e que faz a diferença, com um custo menor que certos penduricalhos de certos poderes. Acertou o presidente.

  6. Péricles Carvalho Filho disse:

    Que absurdo é esse, Bolsonaro querendo aparecer? Como se atreve a cumprir promessa de campanha logo no primeiro ano? Não aprende não? Tem que fazer como o governo anterior que ficou repetindo as promessas a cada nova eleição, repetia e não realizava, repetia e não cumpria, repetia e o povo votava… é disso que o povo gosta, promessas. promessas e promessas que geram pobreza e dependência do governo.

  7. João Maria disse:

    O PT dizia que Bolsonaro ia acabar com o Bolsa família.

    • Ludovico fon Míssil disse:

      O PT dizia que Aécio iria acabar com o programa. Depois disse que Temer o faria.
      Repetiu a mentira na eleição passada.

Governo do Estado conclui pagamento de novembro do funcionalismo neste sábado

O Governo do Estado conclui o pagamento de novembro neste sábado (30) com o depósito de quase R$ 165 milhões na conta de aproximadamente 50 mil servidores ou 20% do funcionalismo estadual. Os outros 80% já receberam no último dia 15, totalizando uma folha de R$ 486,6 milhões.

Quase 30 mil servidores que ganham mais de R$ 4 mil receberão os 70% restantes do salário – um montante de R$ 103,7 milhões. Além dos R$ 53 milhões referentes ao salário integral dos servidores lotados em órgãos com recursos próprios e da pasta da Educação.

O Governo conta agora com a aprovação, pela Comissão de Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa, do Projeto de Lei que prevê aumento de crédito extraordinário. Esse PL, já aprovado por unanimidade na Comissão de Justiça, possibilitará o Executivo pagar todas as folhas pendentes.

“Importante lembrar: solicitamos crédito extraordinário à Assembleia. Não são recursos. Os recursos para garantir o pagamento de dezembro e 13º de 2019, nós temos. Precisamos desse crédito para cobrir um déficit bilionário deixado pela última gestão, como é de conhecimento da sociedade”, lembrou o secretário de Planejamento, Aldemir Freire.

A Comissão de Finanças analisará o PL em reunião extraordinária próxima semana. Caso aprovado, o salário de dezembro será pago dias 14 e 30, seguindo o mesmo critério do mês de novembro. O pagamento do 13º de 2019 segue à espera de definições para anúncio da data.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zé Lopes disse:

    Meu plano de saúde vence no último dia útil do mês. Meu salário só vai para a conta amanhã. E aí? Ofende não, pagar juros, além das folhas em atraso. Um dia ela paga!!!!

Governo do Estado adianta pagamento do funcionalismo nesta sexta

Getty Images

O Governo do Estado inicia o pagamento de novembro com o depósito de quase R$ 250 milhões na conta de 90 mil servidores ou quase 80% do funcionalismo estadual nesta sexta-feira (15). Os outros 20% também receberão dentro do mês trabalhado, no próximo dia 29.

O salário integral será depositado na conta de quem recebe até R$ 4 mil (valor bruto) e 30% do salário dos servidores que ganham acima desse valor, entre ativos, inativos e pensionistas, além do pagamento integral do salário à categoria da Segurança Pública.

No próximo 29 de novembro recebem o salário integral os servidores das pastas com recursos próprios e da Educação, além dos 70% restantes de quem ganha acima de R$ 4 mil, concluindo a folha de R$ 431.849.698,58 milhões deste mês.

O 13º salário de 2019 será pago neste ano. O Governo segue trabalhando para conseguir recursos extras e quitar as últimas três folhas em atraso deixadas pela última gestão.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Júlio Cesar Felix disse:

    Boa noite,
    Infelizmente até agora minha mãe não recebeu o restante do salário, isso é uma vergonha o que já está atrasado vai atrasar mais ainda, aposentado e pensionista sofrem de todo jeito.

  2. Marcos Holanda disse:

    Adianta? Com salários atrasados? Não é adiantamento, é compensação de culpa, por não ter à capacidade de solucionar o problema que ela sabia que já existia, antes até de ser candidata.

  3. nelson disse:

    Com os salários atrasados do estado há menor circulação de mercadorias e serviços; consequentemente, menor arrecadação, estagnação da economia e maior o desemprego.

  4. Az disse:

    Adianta pagamento?Só pode ser piada de mau gosto.

  5. Teo disse:

    E os recursos do pré sal vai pra onde?

  6. Maria Aparecida Brito Da Nobrega disse:

    Se Deus quiser iremos receber todos atrasado ,quem espera por deus não cansa

  7. Sebastião disse:

    E os 3 meses atrasados ficam mais distantes de recebermos. por ter pego empréstimos dos valores pra alimentação de minha família com agiotas, hoje meu débito só é quitado com 12 meses de salários.Fátima não seja cruel, na mesma situação minha, existem milhares de pais de famílias. Não maltrate quem trabalha pra o estado.

  8. Almir Dionísio disse:

    Vai fazer um ano q esperamos esses recursos extras p pagar os atrasados e nada.

Governo informa que pagamento de bolsas do CNPq está garantido este ano: “Os pesquisadores podem dormir sossegados, e eu também”, diz ministro

Ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes: “Os pesquisadores podem dormir sossegados e eu também até o final do ano” – Valter Campanato/Arquivo Agência Brasil

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) anunciou nesta quinta-feira (17) que os recursos para o pagamento das bolsas de pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) estão garantidos até o fim do ano.

Segundo a pasta, foi efetuada a suplementação à Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019 para pagamento das bolsas para outubro, novembro e dezembro no valor de R$ 250 milhões. Desse total, R$ 93 milhões serão disponibilizados por meio do Projeto de Lei (PLN) nº 41, enviado ao Congresso Nacional em 15 de outubro.

O restante, R$ 156,9 milhões, será disponibilizado por meio de portaria que deverá ser assinada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, nos próximos dias.

Para 2020, a proposta de lei orçamentária já prevê recursos para as atividades do CNPq e o problema não deve se repetir, segundo o ministério. De acordo com a pasta, a situação deste ano ocorreu devido ao orçamento insuficiente da lei orçamentária aprovada em 2018 que destinou recursos inferiores ao que era necessário para o CNPq.

“Havia uma preocupação muito grande com o pagamento das bolsas do CNPq. São 84 mil pesquisadores desde iniciação científica até pesquisadores seniores na espera desse resultado”, disse o ministro Marcos Pontes. “Os pesquisadores podem dormir sossegados e eu também até o final do ano”.

CNPq e Capes

Marcos Pontes reiterou seu posicionamento contrário a uma eventual fusão entre o CNPq, subordinado à sua pasta, e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao Ministério da Educação (MEC).

“Recebemos a proposta do MEC com relação a esses estudos de junção da Capes com o CNPq e uma resultante ficando no MEC. É possível a convivência, como já tem sido, das duas agências, cada uma com sua tarefa e um trabalho administrativo de gestão para reduzir os custos”, afirmou Pontes. “Vamos ter uma reunião com a Educação para discutir quais serão os destinos, mas a junção das duas é extremamente improvável”.

No último dia 11, em sua conta no Twitter, Marcos Pontes afirmou que a posição do MCTIC era contrária à fusão, pois seria prejudicial ao desenvolvimento científico do país.

Agência Brasil

Santander vai lançar carência de seis meses para pagamento de financiamento imobiliário

Foto: Custódio Coimbra / Agência O Globo

Na briga por taxas e condições mais atraentes para o crédito imobiliário , o Santander vai lançar, nas próximas semanas, uma nova condição no financiamento de imóveis. A instituição passará a oferecer um prazo de carência para novos contratos . Na prática, o consumidor poderá obter o financiamento e começar a pagar as mensalidades somente seis meses após a assinatura . A modalidade pretende dar um fôlego para quem compra a casa própria e financia essa moradia pela instituição financeira.

O anúncio sobre o lançamento do financiamento com carência foi feito pelo próprio presidente do banco, Sérgio Rial, durante um evento com representantes de construtoras e incorporadoras. Oficialmente, a instituição financeira ainda não anunciou as novas condições, o que deverá ocorrer durante a Black Friday, em novembro. Com isso, a possibilidade de o comprador ter um prazo para começar a pagar as prestações está voltando ao mercado.

O Banco do Brasil , por exemplo, já oferece carência de até seis meses para o mutuário pagar a primeira parcela do financiamento imobiliário, nas linhas do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e da Carteira Hipotecária (CH). A instituição também dá ao cliente a possibilidade de pular uma parcela um mês por ano (escolhido pelo mutuário). Assim, a prestação é diluída no pagamento dos 11 meses restantes do ano.

Queda nos juros

O movimento do Santander ocorre em meio à disputa por taxas mais baixas no crédito imobiliário entre as instituições financeiras. Depois de bancos privados — como Bradesco e Itaú Unibanco — terem reduzido suas taxas crédito imobiliário, a Caixa Econômica Federal também anunciou queda dos juros do financiamento habitacional na semana passada. O corte foi de até um ponto percentual.

Com isso, a taxa mínima para quem é cliente do banco federal caiu de 8,5% para 7,5% ao ano mais Taxa Referencial (TR). A máxima baixou de 9,75% para 9,5% ao ano mais TR .

Bradesco e Itaú reduziram suas taxas para 7,3% e 7,45% ao ano mais TR, respectivamente. O movimento, dizem os bancos, foi possível devido ao novo cenário de juros baixos. A taxa básica da economia, a Selic, está em seu menor patamar histórico: 5,5% ao ano. E pode cair ainda mais até o fim de 2019.

O Santander pratica juros mínimos de 7,99% ao ano. O Banco do Brasil também oferece uma taxa anual de 7,99% para financiamentos em até 35 anos. No entanto, dependendo do tempo de pagamento do imóvel e do perfil do cliente, os juros podem chegar a 7,40% ao ano.

Otimismo no setor

Com estoques ainda altos e preços em queda, as novas taxas de juros e condições facilitadas de financiamento animam o mercado. Sanderson Fernandes, diretor da construtora e incorporadora Avanço Realizações Imobiliárias, avalia que o movimento pode impulsionar a retomada dos negócios e incentivar consumidores e investidores:

— A concorrência é fundamental para voltar ao ciclo de investimentos. Clientes que até pensavam em fazer distratos agora já voltaram a contratar financiamentos — ressalta Fernandes.

Do lado do consumidor, a carência pode ser uma oportunidade de fôlego e de planejamento de gastos. Marcel Galper, gerente de Vendas da Precisão Administradora de Imóveis, lembra que a aquisição de uma moradia gera despesas com cartório e impostos:

— Além disso, com uma carência de seis meses para começar a pagar, o comprador poderá pensar em fazer reformas e obras, ou mesmo mobiliar a casa ou o apartamento — lembra Galper.

De acordo com dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), o total de créditos concedidos este ano chegou a R$ 47,1 bilhões, de janeiro a agosto — volume 31,4% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. James disse:

    Depois é só sofrimento recebendo um boletinho durante 30 anos, período em que vc pagará dois apartamentos.

    • chibatazil disse:

      Se vc preferir, pode pagar o imóvel à vista, não tem problema, é só ter o dinheiro pra isso.