Confira o cachê dos artistas do Natal em Natal

Por Agora RN: O Diário Oficial do Município (DOM) trouxe nesta quarta-feira (23) o contrato da última atração nacional do Natal em Natal que ainda não havia tido o seu cachê divulado. A banda Babado Novo receberá por 1h30 de show R$ 65 mil. Desse valor, R$ 62,4 mil sairão do Ministério do Turismo, enquanto os demais R$ 2,6 mil serão por parte da Prefeitura de Natal. Com isso, os recursos do governo federal destinados ao evento ultrapassam os R$ 600 mil.

O Ministério do Turismo é a pasta controlada pelo ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB), primo do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT). A “ajuda” financeira do peemedebista expõe a parceria firmada entre ambos em relação as eleições de 2016, quando o pedetista disputará a reeleição. Nos bastidores, apesar de ainda não confirmada, é dada como certa a aliança entre os dois partidos na capital potiguar.

O cantor Dorgival Dantas receberá R$ 90 mil, Elba Ramalho R$ 120 mil e Lucy Alves R$ 45 mil. Elba cantará durante 1h20 no Festival de Música de Natal, no dia 30 de dezembro. O evento será realizado no largo do ginásio Nélio Dias, na zona Norte da cidade. O cachê da paraibana será dividido entre a Prefeitura (R$ 4,8 mil) e o Ministério (R$ 115,2 mil).

Já Dorgival receberá R$ 3,6 mil do município e R$ 86,4 mil do Ministério do Turismo para cantar durante 1h20 no mesmo local.

Lucy Alves fará um show de 1h30 também no Nélio Dias. O cachê da artista será dividido da seguinte forma: R$ 43,2 mil pagos pelo governo federal por meio do Ministério do Turismo, e R$ 1,8 mil alusivo à contrapartida da Prefeitura.

Os salários incluem “todas as despesas de logística aérea e terrestre, hospedagem e alimentação, excesso de bagagem e impostos da nota fiscal”, segundo informa os extratos publicados no DOM.

Outro cachê confirmado é o da banda Paralamas do Sucesso, que receberá R$ 158 mil para se apresentar por 1 hora no dia 26 de dezembro de 2015, na área externa do Arena das Dunas. Desse valor, R$ 151,6 mil são oriundos de repasses do Ministério do Turismo, enquanto a Prefeitura pagará apenas R$ 6,3 mil como contrapartida.

Já Fafá de Belém receberá R$ 100 mil por um show que deverá durar 1h20 no dia 27 de dezembro, também na área do Arena das Dunas. Desse total, R$ 96 mil serão pagos pelo Ministério do Turismo, enquanto somente R$ 4 mil sairão dos cofres do Palácio Felipe Camarão.

A cantora Margareth Menezes também teve seu cachê divulgado. A baiana receberá R$ 100 mil por 1h20 de show no dia 25 de dezembro, na Arena das Dunas. O Ministério do Turismo pagará R$ 96 mil, enquanto R$ 4 mil ficará como contrapartida da Prefeitura.

Das atrações que tiveram seus pagamentos publicados, apenas o cantor Fagner não receberá recursos oriundos do Ministério do Turismo. O artista cantará no dia 27 de dezembro e receberá R$ 115 mil, sendo R$ 70 mil bancados por meio da lei de incentivo fiscal, a partir dos patrocínios obtidos, enquanto a Prefeitura pagará os R$ 45 mil restantes.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bruno Cortêz disse:

    Natal é cidade turística, querem atrair turistas ? Certíssimo a contratação de grandes cantores e bandas, só acho que alguns valores poderiam ser melhorados para o contribuinte, apesar de incluir imposto do prestador de serviço, hospedagem e transporte.

  2. Rogerio Azevedo fotógrafo disse:

    E aí falta dinheiro para tanta coisa necessária… Más para trazer um bando de artistas de fora não, imagine este mesmo valor dividido entre artistas locais, valores que ficariam aqui e seriam gastos aqui….

  3. Lopes disse:

    30% de cada um ai esta indo para o bolso de alguém.
    Esses valores não condiz com os custos reais de cada banda!

  4. Elde Pereira disse:

    A velha politica do "pão e circo".
    O povo gosta é de festa, enquanto isso o país afunda-se em dívidas e mais dívidas.

  5. Godim disse:

    100 mil por Margareth Menezes?????

    Sou muito mais Pedrinho Mendes!

  6. Leonardo disse:

    Simplesmente absurdo. Enquanto isso o IPTU 2016 está sendo cobrado ainda em 2015 em razão da falta de recursos na prefeitura.

  7. José Carlos disse:

    Não existe absolutamente nada de graça, é o velho dinheiro do pagador de impostos sendo torrado em praça pública!

  8. Renato Lopes disse:

    Enquanto isso a saúde, segurança e educaçã, baubau……

COMENTE AQUI