Credibilidade sob questionamento: OMS tem sido criticada pelo mundo além de Bolsonaro e Trump

Foto: Denis Balibouse

A Organização Mundial de Saúde(OMS) não está restrita às críticas dos presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump pelo mundo. Desde o início do surgimento da Covid-19, ela é acusada de ter se alinhado a China, de ter elogiado as medidas das autoridades de Pequim contra a doença e de ter demorado a dar o alerta mundial sobre o perigo do novo coronavírus.

Um tuíte de Donald Trump em abril, que acusa a OMS de ter “se enganado completamente”, tem sido cada vez mais discutido, principalmente, com os últimos episódios de entidade ter voltado a estudar a cloroquina, quando, anteriormente, em cima de estudo da Lancet, condenou o medicamento. Dias depois, mais uma gafe: a chefe do programa de emergências da OMS, Maria van Kerkhove, disse que assintomáticos raramente transmitem o vírus, o que foi capitalizado pelo presidente Jair Bolsonaro, crítico das medidas de isolamento social.

Na última terça (9), no entanto, a mesma Kerkhove explicou que sua declaração se baseava em dados ainda não publicados e que é preciso levar em consideração os pré-sintomáticos, o que torna necessárias as medidas de prevenção contra a pandemia.

Além disso, o diretor do programa de emergências da organização, Michael Ryan, garantiu estar “absolutamente convencido de que a transmissão por casos assintomáticos está ocorrendo”. “A questão é saber quanto”, explicou.

O representante italiano na Organização Mundial da Saúde (OMS), Walter Ricciardi, criticou a entidade por causa da polêmica relativa à transmissibilidade do novo coronavírus a partir de assintomáticos.

Segundo Ricciardi, que também é conselheiro do ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, a organização deu uma “resposta imprecisa e equivocada” ao dizer que pacientes sem sintomas raramente transmitem o Sars-CoV-2.

As críticas também são bastante contundentes no Reino Unido, França, Espanha e Austrália.

Com UOL, Ansa, Isto É

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JJ NEngana disse:

    É OBVIO QUE a OMS NAO TEM MAIS NENHUMA CREDIBILIDADE

  2. Justus disse:

    Santos, já ouviu falar de Taiwan? Sabe onde é? Não é membros da OMS. Vai ler um pouco os outros meios de comunicação, principalmente internacional?Se informar dá trabalho, mas é assim que evoluímos.

  3. .40 disse:

    Interessante, quando a OMS diz pra ficar em casa, o Bozo não concorda, mas quando a OMS fala algo que ele quer ouvir (mesmo que fora de contexto, sem base científica) ele usa em seus discursos. Afinal, o Bozo é a favor ou contra a OMS? Ah, antes de falarem merda, quero que o PT se exploda.

  4. Santos disse:

    O países que menos seguiram as recomendações e são os líderes em contaminação e em número de mortos, questionando a credibilidade da OMS.
    Sei não viu.

  5. Basta disse:

    Duvido que a gloriosa rede Globo não continue pregando que é a OMS não seja o que deveremos seguir.

  6. Manoel disse:

    A OMS, por sua omissão no início da pandemia, eh tão culpada quanto ao China quanto ao fato de ocultar a pandemia. Em outros momentos q houve pandemia de gripe na China, a OMS não se furtou de recomendar que os países fechassem as fronteiras pra os chineses… A atual diretoria da OMS se mostrou uma fracasso. Deveriam ter vergonha!!!

    • Luladrão Encantador de Asnos disse:

      Até que em fim a lucidez voltou a sua cabeça. Deus seja louvado.

  7. paulo disse:

    BG
    Cabide de empregos para PELEGOS, retorno ZERO.

COMENTE AQUI