Cultura vai avançar 40 anos em quatro garante prefeito Carlos Eduardo

_Lançamentos“Nestes quatro anos de gestão nós vamos avançar 40 anos na cultura”, declarou o prefeito Carlos Eduardo na solenidade de lançamento de três editais para a área cultural, nesta segunda-feira (15), no salão nobre do Palácio Felipe Camarão. Na ocasião, foram lançados os editais Natal em Cena (Natal e a Religião e Natal e sua Gente) e também o do Cine Natal (curta-metragem de ficção), além da assinatura da parceria com o Serviço Nacional de Pequenas e Médias Empresas (Sebrae/RN) para implantação do projeto Selo Brasil Original e do Espaço Território Criativo.

“Nunca é demais falar das preocupações de construirmos uma política cultural na cidade. Todas as nossas atitudes são no intuito de criar uma política cultural perene e sustentável”, ressaltou o prefeito. Carlos Eduardo lembrou que com a reforma administrativa a atual Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte) passará a se chamar Secretaria Municipal de Cultura, com dotação orçamentária própria.

Para o chefe do executivo municipal, os editais são uma conquista para a política cultural da cidade. Ele lembrou que a atual gestão incluiu o município de Natal no Sistema Nacional de Cultura e convocou a Conferência Municipal de Cultura. “Hoje a gente avança e atrai o Sebrae.  É um passo significativo. O grande desafio de minha gestão é construir um teatro na zona Norte”, revelou.

Alinhado com o pensamento do prefeito, o presidente da Fundação Cultural Capitania das Artes, Dácio Galvão, disse que o edital do Natal em Cena será publicado amanhã (16), no Diário Oficial do Município (DOM). Conforme o gestor, estão programadas quatro apresentações dos autos na praça da Árvore de Mirassol, na zona Sul, e duas na zona Norte. Em relação ao Cine Natal, serão classificados três projetos de curtas de ficção, cada um no valor de R$ 10 mil, totalizando R$ 30 mil. A temática é aberta. “Os editais foram resultado de ampla discussão com a classe artística de Natal. O edital do Cine Natal será publicado só no dia 27 de julho”, informou.

O acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura de Natal e o Sebrae se desmembra em quatro projetos: a Loja Conceito – Brasil Original, o Espaço Criativo, Território Criativo e o Inventário do Patrimônio Imaterial. Absorvendo o selo Brasil Original implantado pelo Sebrae em lojas conceito para expor e comercializar o artesanato autoral, a Prefeitura, por meio da Funcarte, disponibilizará espaço físico localizado na praça da Árvore de Mirassol para implantação de loja conceito, que vai dar mais visibilidade ao artesanato local. Uma equipe técnica do Sebrae participará da capacitação para a elaboração de projetos, formação e qualificação de artistas e artesãos, além da curadoria para o artesanato potiguar.

Outro projeto que celebra a parceria com o Sebrae/RN é voltado para o incentivo à economia criativa. Trata-se da abertura do espaço Território Criativo. Funcionará em um imóvel pertencente à Prefeitura, localizado na rua Nísia Floresta, na Ribeira, onde abrigou o antigo Arquivo Municipal, e será destinado à formação e qualificação de pessoal para profissionais na área do audiovisual e música. Também será canal de divulgação de conteúdo e produtos criados por fotógrafos, videomakers e músicos. O objetivo é desenvolver a economia criativa em consonância com os princípios propostos pelo Sistema Nacional de Cultura.

Os três lançamentos motivaram a participação do diretor-superintendente do Sebrae, Zeca Melo; do presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, Silvio Bezerra; e dos secretários de Trabalho e Assistência Social, Ilzamar Pereira; de Serviços Urbanos, Raniere Barbosa; Turismo e Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerril; Companhia de Serviços Urbanos de Natal, Jonny Costa, e Mobilidade Urbana, Elequicina Santos, dentro do projeto em parceria com o Sebrae/RN. Ainda prestigiaram o evento, o secretário chefe do Gabinete do Prefeito, Sávio Hackradt; Comunicação Social, Heverton Freitas; Meio Ambiente e Urbanismo, Marcelo Toscano, Planejamento, Orçamento e Finanças, Virginia Ferreira, além de representantes da Rede Potiguar de Teatro e cineastas.