Jornalismo

Deputados do RN têm até esta quarta para apresentar emendas à LDO

O deputado José Dias, membro da Comissão de Finanças e Fiscalização da Assembleia Legislativa, anunciou na última quinta-feira(14) que os demais parlamentares terão até o dia 20 de junho para apresentar emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2013.

José Dias, que é relator da matéria, informou que este prazo não será estendido, tendo em vista que a Comissão pretende votar o Projeto até o dia 26. A Casa só entrará em recesso após a votação da LDO.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias define as metas e prioridades da administração pública, incluindo as despesas de capital para o exercício financeiro subsequente, orienta a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA), dispõe sobre as alterações na legislação tributária e estabelece a política de aplicação das agências financeiras oficiais de fomento.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

[VÍDEO] LULA diz que cobrança por ‘saúde padrão Fifa’ era tentativa de ‘desmoralizar’ Copa do Mundo de 2014

Lula diz que cobrança por “saúde padrão Fifa” era tentativa de “desmoralizar” Copa do Mundo de 2014.

“Deus é justo, nós tomamos de 7 a 1 da Alemanha. Já que é pra castigar, vamos castigar”, prosseguiu o presidente da República.

Fonte: Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Publicitário potiguar é vencedor em Cannes

 

O Diretor de Arte potiguar Cortez Pereira, atualmente na agência Africa (SP), é vencedor do Leão de Bronze em Cannes pela campanha do Banco Itaú que traz a cantora Madonna como protagonista.

A campanha de título “The Value of Time”, também inclui outras peças com celebridades em diversas áreas.

Com a conquista, o publicitário, ex-integrante da agência local Execom onde também figurou em duas das edições do anuário “Lürzer’s Archive”, Cortez Pereira, junta-se aos profissionais brasileiros da Propaganda que elevam o nome do país internacionalmente.

Ponto para a publicidade potiguar. Ponto para a publicidade nacional.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Auxílio para pessoas com transtorno mental é reajustado para R$ 755

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Saúde aumentou de R$ 500 para R$ 755, o equivalente a 51%, o valor do auxílio concedido a pessoas com transtorno mental que ficaram internadas por longo tempo em hospitais psiquiátricos e de custódia.

“A estratégia busca favorecer a ampliação da rede de relações destas pessoas e o seu bem-estar, além de estimular o exercício pleno dos seus direitos civis, políticos e de cidadania, fora da unidade hospitalar”, diz nota do ministério.

O benefício visa estimular a reinserção social e bem-estar de pessoas que ficaram dois ou mais anos internadas de forma ininterrupta. O auxílio faz parte do programa De Volta para Casa, que já atendeu cerca de 8 mil pessoas em 20 anos, segundo dados do ministério em agosto de 2023.

No ano passado, o ministério criou um departamento para tratar sobre a saúde mental, focado em retomar habilitação de novos serviços e recompor Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e dos Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT).

Outra estratégia para ampliar o acesso à saúde mental é a construção de unidades de atendimento. O novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo PAC) prevê 150 novos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) em todas as regiões do país, o que permitirá atendimento de 13,4 milhões de pessoas.

Fonte: Agência Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

PL de Bolsonaro inaugura sede em Parnamirim, neste sábado (22)

A cidade onde Jair Bolsonaro ganhou as eleições em 2022 no Rio Grande do Norte vai receber um diretório do Partido Liberal. O PL inaugura sua sede municipal, em Parnamirim, no próximo sábado (22). A legenda é presidida no RN pelo senador e líder da oposição no Congresso Nacional, Rogério Marinho, tem como presidente municipal em Parnamirim o vereador Gabriel Cesar e lançou Salatiel de Souza como pré-candidato à prefeitura.

A abertura de sedes do PL nas cidades estratégicas para as eleições municipais em outubro faz parte do planejamento do partido para conquista do eleitor nordestino, fazendo frente ao PT que nas últimas eleições venceu nas principais cidades do Nordeste, com 69% para Lula (8 das 9 capitais nordestinas) contra 30% de Bolsonaro (vitória em Maceió, capital de Alagoas). Agora, a sigla do ex-presidente Jair Bolsonaro trabalha para estruturar os diretórios locais, identificar possíveis candidatos e expor ideias conservadoras para o eleitorado.

O Nordeste também elegeu mais governadores de esquerda, como na Bahia (Jerônimo Rodrigues), no Ceará (Elmano de Freitas), no Rio Grande do Norte (Fátima Bezerra) e no Piauí (Rafael Fonteles). Para mudar esse quadro em 2026, o líder da oposição no Senado, Rogério Marinho (PL-RN), presidente do diretório do Rio Grande do Norte, vai se afastar do mandato por quatro meses no segundo semestre deste ano para acompanhar pessoalmente as campanhas municipais, consideradas estratégicas também para 2026.

O senador diz que um dos objetivos é mostrar ao eleitor que ele “tem afinidade” com o que o partido representa e defende, e tentar descolar essas características das que são atribuídas a Lula.

“O PL está em construção. A nossa preocupação é dar uma nitidez maior no viés programático e ideológico do partido. Quem nós somos? O que nós defendemos, o que nós representamos?” Se você perguntar a alguém que mora no interior do meu estado o que ele pensa sobre natalidade, drogas, mérito, propriedade, ele pensa exatamente como nós pensamos, mas vota em Lula. Nós temos uma tarefa que é mostrar a esse eleitor que, na verdade, ele é um eleitor conservador. Que é um eleitor que tem afinidade com o que nós representamos e o que nós defendemos”, afirma.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Informe Publicitário

Segunda edição do Festival Sabores D’Praia celebra a culinária potiguar

Está chegando a segunda edição do tão aguardado Festival Sabores D’Praia, um evento que promove a culinária, os ingredientes e as tradições gastronômicas do Estado do Rio Grande do Norte. Realizado no Espaço D’Praia, situado na encantadora Praia de Ponta Negra, em Natal-RN, o festival tem como objetivo celebrar o que há de melhor na mesa do potiguar: ingredientes frescos, receitas autênticas, tradições culinárias e, é claro, muito sabor. O evento será dias 19, 20 e 21 de julho.

O Sabores D’Praia não é apenas um festival de comida, mas uma ação estratégica de valorização da cultura e da identidade gastronômica local. Em meio à globalização que muitas vezes nos afasta de nossas raízes, é fundamental resgatar e fortalecer as tradições, preservando o que é próprio e mostrando aos nativos e visitantes o valor inestimável de nossos tesouros culturais.

Além de proporcionar uma experiência gastronômica única para o público, o festival também oferece oportunidades educativas. Alunos de gastronomia e entusiastas da culinária potiguar podem participar de oficinas e workshops, aprendendo mais sobre os temperos da terra e a execução de técnicas e receitas genuinamente norte-rio-grandenses.

A entrada para o Festival Sabores D’Praia é gratuita, convidando a todos a se deliciarem com os sabores e aromas da culinária potiguar em um ambiente descontraído e acolhedor. Siga o perfil oficial @saboresdpraia no Instagram e fique ligado em todas as atualizações do evento. Prepare-se para celebrar conosco a diversidade e riqueza da culinária potiguar no Festival Sabores D’Praia!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Primeira ‘grande paralisação lunar’ em 18 anos acontece neste fim de semana

Foto: Reprodução

Os observadores do céu e amantes da astronomia terão mais um evento para acompanhar a partir de sexta-feira (21): a primeira “grande paralisação lunar” desde 2006 poderá ser observada. Também chamado de lunistício, esse fenômeno ocorre quando a lua nasce e se põe nas posições mais extremas no horizonte.

Durante a “grande paralisação lunar”, as inclinações da Terra e da Lua estão no máximo. A lua nasce no ponto mais a nordeste e se põe mais a noroeste, o que fará com que ela permaneça no céu por mais tempo. Esse fenômeno pode ser registrado a cada ciclo lugar, que dura 18,6 anos.

Locais históricos como Stonehenge parecem estar alinhados com os pontos de nascimento e pôr da lua durante o lunistício, o que pode indicar a importância do evento no céu para as pessoas que construíram o monumento.

Quem vai conseguir ver o lunistício?

O lunistício será visível somente no Hemisfério Norte. Isso significa que ele não poderá ser avistado no Brasil.

A visualização do fenômeno também vai variar de acordo com a localização, a fase da lua e com as condições do céu no momento.

Como observar o fenômeno?

Para observar a “grande paralisação lunar”, basta olhar do mesmo local de sempre e você já notará a diferença.

Binóculos e telescópios não são necessários, mas podem ajudar a ampliar a visualização e tirar o máximo proveito da observação da lua.

Por que o lunistício acontece?

O lunistício ocorre porque a lua não segue o mesmo caminho que o sol. O sistema solar é plano, com os planetas, planetas-anões e asteroides orbitando o sol no mesmo plano, conhecido como eclíptica.

A Terra gira em um eixo inclinado a 23,4 graus em relação a esse plano, fazendo com que o Sol nasça e se ponha dentro de quase 47 graus – uma faixa que cobre gradualmente ao longo de um ano inteiro.

A órbita da lua é inclinada 5,1 graus em relação à eclíptica, permitindo que o nascer e o pôr da lua aconteça dentro de uma faixa de 57 graus em qualquer mês.

Fonte: SBT News

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Informe Publicitário

Prefeito Álvaro Dias destaca São João de Natal em rádio paulista

Em entrevista concedida ao apresentador Carlinhos, do programa Oxydance, da FM Vintage, de São Paulo, o prefeito Álvaro Dias destacou as atrações do São João de Natal, que terá início nesta quinta-feira (20), na Praça Pedro Velho. Álvaro Dias ressaltou a importância do investimento em uma festa para que a história e a tradição sejam preservadas.

“Vamos investir nos Arraiás e Quadrilhas Juninas para que nossa tradição, a nossa história, e a nossa cultura sejam preservadas da melhor forma possível. Então, iremos nos unir com vários segmentos artísticos e culturais, dentro de um contexto do São João da cidade do Natal. Um São João popular e que visa realmente manter acesa a cultura e a tradição, a nossa história na cidade”, disse Álvaro Dias.

O prefeito aproveitou também e falou que tem uma grande expectativa em contar com o apoio não somente da população, como também dos turistas que frequentam a capital potiguar neste período junino.

“Há uma grande expectativa de realizarmos o São João não só com relação aos shows, mas também com o Festival de Quadrilhas e nos Arraiás que acontecerão nas quatro zonas administrativas da cidade”, acrescentou o prefeito.

A Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria de Comunicação Social (Secom), tem reforçado a divulgação turística da cidade em rádios de São Paulo, principal polo emissor de turistas para a capital potiguar. Desde o ano passado, a Prefeitura mantém, através da Secom, a veiculação de comerciais em emissoras como as FMs Top, Gazeta, Vintage, Tropical e Kiss.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

[VÍDEO] Encontro com líder de facção foi “atividade corriqueira”, diz secretário do RN na Assembleia

O secretário estadual de Administração Penitenciária, Helton Edi Xavier, classificou como “atividade corriqueira” o encontro que teve com o líder de uma facção criminosa, em janeiro do ano passado, na superintendência da Polícia Federal.

As declarações do secretário ocorreram nesta quarta-feira (19) na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Ele foi chamado para uma reunião da Comissão de Administração para explicar o contato que ele teve com o preso, após denúncia do Sindicato dos Policiais Penais.

Helton Edi Xavier relatou que o encontro aconteceu em janeiro do ano passado na sede da Polícia Federal com José Kemps Pereira de Araújo, mais conhecido como Alicate. Na ocasião, Kemps havia acabado de ser preso por uma força-tarefa após passar mais de seis meses foragido.

Alicate ficou na sede da PF até aguardar transferência para uma unidade prisional. Depois da conversa com o secretário, o preso foi transferido para a Penitenciária Estadual de Alcaçuz, onde ficou até março, quando eclodiram ataques criminosos no RN e Alicate acabou transferido para um presídio federal.

Helton Edi Xavier afirmou que havia acabado de tomar posse no cargo e que se reuniu com Alicate após ser avisado pela área de inteligência da Secretaria de Administração Penitenciária de que o preso era “perigoso”. O secretário disse que, diante dessa informação, resolveu ir à PF para se “inteirar de tudo o que estava acontecendo”.

O titular da Administração Penitenciária negou que tenha ido fazer qualquer acordo com a liderança da facção. Ao ser questionado pelo deputado estadual Coronel Azevedo (PL), rechaçou que o encontro tenha sido secreto, já que aconteceu na PF com a presença de outras pessoas.

O delegado Regional Executivo da Polícia Federal, Caio César Bezerra, confirmou a informação e também classificou o episódio como corriqueiro da atividade policial.

Assim como já tinha falado em entrevista na 94 FM, o secretário disse que a conversa com o detento teve apenas o teor de avisá-lo sobre as regras do sistema prisional potiguar. O secretário afirmou que resolveu fazer a reunião com o preso porque havia um temor de servidores da volta da liderança ao sistema prisional.

Fonte: Portal 98Fm

Opinião dos leitores

  1. Essa situação é vexatória e desmoralizante para o Governo do Estado. Onde já se viu um líder de facção ser ouvido por um secretário de estado. Sem falar no detalhe do marginal ser considerado “perigoso”. É patética essa situação! Ridículo!!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

[VÍDEO] Deputada petista mostra a língua durante discurso de bolsonarista na Câmara

Uma deputada do PT mostrou a língua no plenário da Câmara, nesta quarta-feira (19/6), durante discurso de um parlamentar bolsonarista em defesa do chamado “PL do Ab0rto”.

O gesto foi feito pela deputada federal Carol Dartora (PT-PR) em protesto ao discurso do deputado Coronel Chrisóstomo (PL-RO), aliado do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Enquanto Chrisóstomo discursava na tribuna do plenário da Câmara, a deputada petista passou do lado e mostrou a língua em direção ao parlamentar bolsonarista.

Chrisóstomo reagiu e chamou a atitude da colega do PT de desrespeito. O parlamentar prometeu ainda acionar a deputada no Conselho de Ética da Casa.

Fonte: Metrópoles

Opinião dos leitores

  1. Como diz o velho ditado: “Quando não é na entrada ,é na saída” ! depois ficam pedindo respeito ora VTNC !!!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Por unanimidade, Copom interrompe ciclo de cortes e mantém Selic em 10,50% ao ano

Foto: Agência Brasil

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu, nesta quarta-feira (19), manter a taxa Selic em 10,50% ao ano.

A decisão foi unânime. Ou seja, todos os diretores do Copom e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, votaram para manter a Selic no atual patamar. Isso também significa que todos os diretores indicados por Luiz Inácio Lula da Silva votaram de forma diferente do que pensa o presidente, que nos últimos dias subiu o tom contra o BC e defendeu corte nos juros.

Isso representa o fim de um ciclo de cortes da taxa básica de juros, que começou a recuar em agosto de 2023. Nesse período, foram sete quedas seguidas. A Selic estava em 13,75% ao ano no começo do ciclo.

O Copom justificou que o cenário da inflação ainda exige cuidados e não justifica uma mudança na taxa de juros.

“Entre os riscos de alta para o cenário inflacionário e as expectativas de inflação, destacam-se uma maior persistência das pressões inflacionárias globais; e uma maior resiliência na inflação de serviços do que a projetada”, afirmou o comunicado do Copom.

 

Os fatores que pressionam a inflação são tanto domésticos quanto internacionais, segundo o Copom.

“O comitê avalia que as conjunturas doméstica e internacional seguem mais incertas, exigindo maior cautela na condução da política monetária”, continuou o comitê.

Com a decisão de hoje de não cortar a Selic, o BC mudou de postura.

Ao permanecer em 10,50% ao ano, a taxa segue no menor nível desde fevereiro de 2022, quando estava em 9,25% ao ano.

Quem participa do Copom?

 

O Copom é formado pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e por oito diretores da autarquia.

A Selic é o principal instrumento de política monetária utilizado pelo BC para controlar a inflação. A taxa influencia todas as taxas de juros do país, como as taxas de juros dos empréstimos, dos financiamentos e das aplicações financeiras.

Ataques de Lula

 

A reunião desta semana ocorreu em meio a críticas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) — que subiu o tom das críticas ao tamanho da taxa de juros.

“Só temos uma coisa desajustada neste país: é o comportamento do Banco Central. Essa é uma coisa desajustada. Presidente que tem lado político, que trabalha para prejudicar o país. Não tem explicação a taxa de juros estar como está”, declarou Lula nesta terça-feira (18), em entrevista à rádio CBN.

O Banco Central não se manifestou sobre as declarações do presidente Lula.

Expectativa do mercado

 

Desde a semana passada, o mercado financeiro deixou de estimar um corte na taxa básica de juros na reunião do Copom de junho. Até então, as instituições financeiras projetavam uma redução de 0,25 ponto percentual no juro básico, para 10,25% ao ano — estimativa que foi abandonada.

O relatório “Focus”, divulgado nesta segunda-feira (17) pelo Banco Central, ouviu mais de 100 instituições financeiras, na semana passada, sobre as projeções para a economia.

O resultado mostrou que a maioria dos bancos também deixou de estimar corte nos juros no restante deste ano. A projeção é que a taxa fique estável em 10,50% ao ano até o fim de 2024.

Reuniões restantes em 2024

 

O Copom costuma se reunir a cada 45 dias para definir o patamar da Selic. Em 2024, o colegiado vai se reunir mais quatro vezes:

  • 30 e 31 de julho
  • 17 e 18 de setembro
  • 5 e 6 de novembro
  • 10 e 11 de dezembro

Fonte: g1

Opinião dos leitores

  1. O banco central é o melhor ministro da economia em atividade ! rs…Os petistas vão dizer haddad !rs…

  2. 4 dos 9 votos feitos por indicados pelo inominável. Cadê aquela neochavista lunática para acusar RCN?

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *