“Cidadão não, engenheiro civil, formado, melhor do que você” – (VÍDEO): Empresa demite mulher flagrada por TV desrespeitando fiscal em bar no Rio

A distribuidora de energia Taesa informou hoje, por meio de suas redes sociais, que demitiu uma funcionária que desrespeitou as regras de prevenção à covid-19 e as normas de segurança da companhia.

A empresa não citou o nome da funcionária na nota, mas, em contato com a reportagem do UOL, confirmou que trata-se da mulher flagrada em reportagem do Fantástico exibida na noite de ontem desrespeitando fiscais em um bar no Rio de Janeiro.

O caso ganhou repercussão após a mulher na reportagem dizer: “cidadão não, engenheiro civil, formado, melhor do que você” para um profissional que fiscalizava o cumprimento das medidas de segurança contra a covid-19 em bares cariocas.

“A Taesa tomou conhecimento do envolvimento de uma de suas empregadas em um caso de desrespeito às leis que visam reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus e compartilha a indignação da sociedade em relação a este lamentável episódio, sobretudo em um momento no qual o número de casos da doença segue em alta no Brasil e no mundo”, diz a nota da empresa.

Foto: Reprodução

A empresa disse ainda que adotou “inúmeras iniciativas para proteger a saúde de seus profissionais e familiares”, e que a funcionária foi demitida por desrespeitar a “política vigente na empresa”.

“A Taesa ressalta que segue respeitando o isolamento [social] e as mais rigorosas regras de prevenção ao coronavírus e que a empregada em questão desrespeitou a política vigente na empresa. Diante dos fatos expostos, a Taesa decidiu por sua imediata demissão”, afirma a nota.

UOL

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lúcio de Lima disse:

    Parabéns pela imprensa ao denunciar esse caso de violação das medidas de proteção! E parabéns a empresa Taesa nos procedimentos educativos a essa cidadã . Quem sabe com isso ela vai aprender a respeitar as pessoas, instituições e os funcionários públicos do país!

  2. Manoel disse:

    Um doce pra quem advinhar de quem ela é fã e eleitora.
    É sempre a mesma "coincidência "

  3. Marcos Benício disse:

    Passou vergonha duas vezes: uma por ser idiota em rede nacional, outra por perder o emprego.
    O ser humano perdeu a noção mesmo!

  4. Sandro rangell de Rodolfo Fernandes disse:

    Parabéns para a empresa, pois é de atitudes como essas que mudaremos um pouco dessa sociedade preconceituosa, repleta de brasileiros que pq tem um emprego melhor acha que pode sair pisando em cima dos outros….

  5. Jk disse:

    Fazia tempo que não ouvia e via uma imbesilidade infanto juvenil de alto grau como o dessa mulher. O "Eng Civil não cidadão, deveria construir um cérebro novo pra ela, porque o dela as paredes já desabaram com esse comentário leproso…

  6. Manoel disse:

    Pegue! Pra deixar de ser babaca!

COMENTE AQUI