Educação

Escola Agrícola de Jundiaí da UFRN retoma aulas com ensino remoto

Foto: Reprodução

No último dia 1°, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (CONSEPE-UFRN) aprovou, em caráter excepcional, a oferta de atividades remotas na graduação, pós-graduação e ensino básico, técnico e tecnológico (EBTT). Na pós-graduação as disciplinas de 2020.1 foram retomadas no modelo remoto, na graduação, iniciou-se um período letivo suplementar excepcional (PLSE), chamado período 2020.5. Nas Unidades que têm ensino básico e técnico, como a EAJ, estão sendo discutidos, internamente, os mecanismos para a retomada das aulas do ano letivo de 2020, sempre no formato remoto.

Em relação à graduação, pensado para durar seis semanas, o PLSE não é obrigatório nem para os estudantes, nem para os professores, sendo, portanto, uma opção para aqueles que assim o desejarem, se sentirem à vontade e em condições de fazer esta experiência proposta pela UFRN.

A portaria do CONSEPE estabelece que, uma vez matriculado no PLSE, o estudante não precisa trancar nenhum componente, caso desista da disciplina ou não se adapte. Para que o desligamento aconteça, basta deixar de participar das aulas, sem prejuízo para ele. O insucesso em componentes no período suplementar,não irá constar no histórico. Se o estudante estiver matriculado em um componente que já estava matriculado no semestre 2020.1, e for aprovado no PLSE, a matrícula anterior será retirada do histórico escolar e dará lugar à realizada no período remoto.

A Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ-UFRN) ofereceu todas as disciplinas dos seus cursos de mestrado. Já no ensino técnico, os colegiados de curso, as coordenações, a assessoria acadêmica de EBTT e a Direção da Escola estão finalizando as definições de como será a retomada do ano de 2020, o que deve acontecer no final de Julho ou Agosto. A EAJ também ofereceu 30 componentes curriculares para esse período na graduação, distribuídos nos quatro cursos de ensino superior da unidade: Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Engenharia Agronômica, Engenharia Florestal e Zootecnia. Isso representa 20,5% do número de componentes oferecidos no semestre regular 2020.1. Com relação a taxa de matrícula, o número foi de 19% em relação ao mesmo período.

A aluna do curso de Engenharia Agronômica, Edlaine Patrocínio, diz que ficou muito animada e feliz quando soube da notícia de que a Universidade retornaria com aulas remotas. Apesar de saber das necessidades de cada um, Edlaine afirma que tem conseguido acompanhar as vídeos aulas e as reuniões online com os professores, e destaca que o fato de estar no final do curso colaborou para que ela se matriculasse em três disciplinas – o máximo permitido para o período excepcional. “Estou no final do curso, faltando apenas 5 disciplinas para encerrar a minha carga horária de disciplinas obrigatórias. Com o semestre que ficamos parado, teria conseguido concluir esta etapa. Quando surgiu o período suplementar, vi a oportunidade que estava faltando para adiantar essas disciplinas”, disse.

Com relação a participação dos professores, na pós-graduação, todos os professores estão ofertando componentes curriculares nos mestrados em Ciência Florestal e no de Produção animal. Nos cursos técnicos, todos os professores retornarão com suas disciplinas. Na graduação, 25 docentes da EAJ estão envolvidos em algum componente curricular nesse período suplementar. Um deles é o professor Alexandre Pimenta, do curso Engenharia Florestal. Ele afirma que viu a criação do semestre como uma boa iniciativa. “A criação desse semestre complementar foi uma excelente iniciativa porque mantém ativo o fluxo de informações na parte de ensino, mesmo em época de pandemia e distanciamento social. Fortalece os vínculos entre professores, universidade e alunos”, disse.

O professor afirma que a participação dos estudantes nas aulas tem sido excelente. Entre as atividades desenvolvidas estão as aulas remotas via aplicativo, debates em grupo, exercícios em aula e vídeo. Para avaliação, o professor tem feito lista de exercícios e trabalhos, além das avaliações tradicionais no formato online.

Ao longo do período de distanciamento social, a EAJ-UFRN vem realizando diversas atividades remotas, envolvendo sua comunidade acadêmica e também a população em geral. O professor Márcio Dias, Diretor adjunto da instituição, afirma que a EAJ tem trabalhado para manter seus serviços essenciais, como a criação de animais, produção vegetal e a pesquisa em diversas áreas, sempre respeitando o distanciamento social e as recomendações das autoridades de saúde. As atividades em formato remoto são uma resposta em caráter excepcional, frente ao momento excepcional que estamos vivendo, com o objetivo de minimizar os prejuízos sofridos pelos nossos estudantes e pela comunidade acadêmica de modo geral, afirma o professor Marcio.

Opinião dos leitores

  1. Sei não! Imagino a qualidade do profissional. Cursos com grades disciplinares maioritariamente voltadas às práticas de campo como poderão ter sucesso??

    1. Querido, veja os índices de aprovação nas universidades.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Filha de Maria Bonita e Lampião processa rede de motéis por trocadilho com nome dos pais

 

Expedita Ferreira Nunes, filha de Virgulino Ferreira, o Lampião, e Maria Bonita — Foto: Camilla Maia

Expedita Ferreira Nunes, única filha de Maria Bonita e Lampião, entrou com um processo contra uma rede de motéis com filiais em várias cidades do Nordeste brasileiro. A empresa veiculou uma peça publicitária na qual havia um trocadilho com os nomes dos pais da denunciante. Ela pede indenização e a retirada do comercial.

O slogan da propaganda irritou Expedita. A rede de motéis instalou outdoors em cidades de Pernambuco e Sergipe com a frase: “Maria Bonita, acenda o Lampião”.

A campanha publicitária foi feita em 2011, quando Expedita entrou com uma ação no Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE). Mais de uma década depois, o processo chegou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O caso de Expedita entrou na pauta da Quarta Turma do STJ. No entanto, o ministro Raul Araújo pediu vista e o processo levará ainda mais tempo para ter uma decisão definitiva.

A ação judicial chegou ao STJ por iniciativa da rede de motéis. A empresa foi condenada no TJ-SE a pagar indenização no valor de R$ 8 mil e recorreu da sentença na instância superior.

A empresa alega que utilizou pseudônimos ligados à cultura nordestina. Mas Expedita argumenta que houve “uso indevido de imagens para fins comerciais, implicando a posse indevida do patrimônio imaterial dos personagens”.

O Globo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social

Bolsonaro sanciona Auxílio Brasil permanente com piso de R$ 400

Foto: Júlia Dutra/Ministério da Cidadania

O presidente Jair Bolsonaro (PL) aprovou nesta 4ª feira (18.mai.2022), no Palácio do Planalto, um PL (Projeto de Lei) que torna permanente o Auxílio Brasil com piso de R$ 400.

Também estava presente durante a assinatura do documento o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, que afirmou que o projeto é um “marco” para o país. “Garantimos de forma permanente uma renda mínima para as pessoas que mais necessitam, pelo maior programa de transferência de renda da nossa história”, disse o ministro.

O texto atual substitui o do relator, o deputado federal João Roma (PL) –ex-ministro da Cidadania do governo Bolsonaro. Ele incluiu uma emenda para tornar permanente o auxílio. Segundo o deputado, o auxílio oferece “condições de as famílias buscarem sua autonomia” para não precisarem mais da ajuda do governo.

Em 4 de maio, o Senado aprovou a medida provisória do auxílio, que instituiu benefício extraordinário para as famílias que já integravam o programa para que se chegasse ao valor mínimo de R$ 400 por mês. Sem o adicional, o valor era de R$ 224. A medida já havia sido aprovada pela Câmara dos Deputados em 27 de abril.

O Auxílio Brasil, criado pelo governo no ano passado, tinha validade apenas para dezembro de 2021, mas seu prazo foi prorrogado por decreto até o fim deste ano. Com o texto aprovado pelo Congresso, ganha caráter permanente. O benefício substituiu o Bolsa Família, consagrado pelos governos petistas e que já foi alvo de críticas do presidente Bolsonaro.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Funcionário da Caern é morto a tiros no pátio da empresa no interior do RN

Foto: Arquivo da família

Um funcionário da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern) foi morto a tiros no pátio da empresa, em Rodolfo Fernandes, na tarde desta quarta-feira (18).

A vítima foi identificada como Francisco Nilton de Carvalho, 52 anos. De acordo com a Polícia Militar, ele foi surpreendido por um atirador quando chegava para trabalhar. Ele foi atingido por vários disparos e morreu no local.

Em nota, a Caern informou que Francisco trabalhava na companhia há 32 anos. “O caso está sendo investigado pela polícia. A diretoria, consternada com o ocorrido, solidariza-se com amigos e familiares”, diz a nota.

Após o crime, a PM fez diligências na região, mas ninguém foi preso. A motivação do crime é desconhecida.

g1-RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PESQUISA AGORA SEI/96FM: Rogério Marinho lidera mais uma pesquisa espontânea

O pré-candidato ao Senado, Rogério Marinho, mais uma vez aparece na liderança de uma pesquisa de intenção de voto do eleitorado potiguar.

No levantamento do instituto Agora SEI, Rogério aparece com 5,6% na pergunta espontânea, ou seja, quando o eleitor diz em quem vai votar sem que nomes sejam apresentados.

Carlos Eduardo tem 3,8% e Rafael Motta vem em seguida, com 1,3%.

A pesquisa Agora SEI ouviu 1.200 eleitores por telefone e presencialmente em todo Rio Grande do Norte, entre os dias 11 e 14 deste mês de maio.

O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro máxima é de 2,8 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral com o número RN-01962/2022.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PESQUISA AGORA SEI/96FM: Rafael Motta aparece pela primeira vez na pesquisa estimulada para o Senado

Na primeira pesquisa estimulada para o Senado Federal que colocou o nome do deputado federal Rafael Motta (PSB) como pré-candidato ao Senado Federal, o parlamentar apareceu em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, atrás de Carlos Eduardo Alves (PDT) e Rogério Marinho (PL).

A pesquisa ouviu 1.200 eleitores em todas as 19 microrregiões do Rio Grande do Norte, entre os dias 11 e 14 deste mês de maio. A coleta foi realizada por telefone e humanizada. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 2.8 pontos percentuais, para mais ou para menos sobre os resultados totais da amostra. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com a identificação RN-01962/2022.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PESQUISA AGORA SEI/96FM: Lula lidera e Bolsonaro é o mais rejeitado

A disputa pela presidência da República, considerando os votos no RN, mostrou que o ex-presidente Lula lidera com quase 50% dos votos válidos.

A pesquisa ouviu 1.200 eleitores em todas as 19 microrregiões do Rio Grande do Norte, entre os dias 11 e 14 deste mês de maio. A coleta foi realizada por telefone e humanizada. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 2.8 pontos percentuais, para mais ou para menos sobre os resultados totais da amostra. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com a identificação RN-01962/2022.

Opinião dos leitores

  1. Entre 25 e 30% do eleitorado escolheram viver numa bolha. Igual o filme Titanic enquanto o navio afunda a banda escolheu ficar tocando pra afundar com o navio.

  2. Quer dizer que o voto de Lula não está casado com o de Fátima?
    É por isso que Bolsonaro não acredita em pesquisas. LÓGICO
    QUE AGORA NÃO SABIA DESSA!

  3. Duvido. Meus amigos e parentes e quase todos que tenho no whats votam no Messias. A verdade será relatada em 02 de outubro

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PESQUISA AGORA SEI/96FM: Fábio Dantas se destaca em mais uma pesquisa

O pré-candidato a Governo do Estado, Fábio Dantas, aparece mais uma vez bem colocado em pesquisas de intenção de voto, desta vez no levantamento do Instituto Agora SEI.

Apesar do lançamento recente da sua pré-candidatura, Fábio Dantas aparece novamente com dois dígitos, com 11,3% , na lembrança do eleitorado.

A governadora Fátima Bezerra tem 36% e o senador Styvenson Valetim, 15,2%.

Vale ressaltar que em 20 dias foram publicadas 3 pesquisas de intenção de voto para Governo do Estado e a pré-candidatura de Fábio Dantas segue em crescimento.

Fábio Dantas também é o menos rejeitado entre os três nomes, com 18,3%. Fátima Bezerra tem 39,1% e Styvenson Valentim marca 26,0% de rejeição.

A pesquisa Agora SEI entrevistou 1.200 eleitores por telefone e presencialmente em todo Rio Grande do Norte, entre os dias 11 e 14 de maio.

O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro é de 2,8 pontos percentuais, para mais ou para menos e o registro na Justiça Eleitoral é o RN-01962/2022.

Opinião dos leitores

  1. Os votos do Senador Styvenson somados com os votos do Fábio, o resultado indica que a Fátima não terá uma campanha fácil. Mito 22

  2. O declínio, a rejeição e a santidade do MESSIAS vai levar a Sra Fátima Bezerra do PT a levar a maior surra nessas eleições.
    Eu voto em quem o MESSIAS Planaltino apoiar.

    1. Interessante que Fátima bateu no teto e não consegue colocar mais do quê isso, e é a mais rejeitada entre todos os eleitores. Se Styvenson não for candidato esse 15 dele vão para Fábio Dantas. Fátima que se segure na sela.

    2. O interessante é que Styvensson, mesmo sem dizer se é candidato ou não, continua na frente de F.Dantas e não é dado destaque algum, kkk.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Por 7 votos a 1, TCU aprova a última fase da privatização da Eletrobras

Foto: Reuters/Pilar Olivares

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou, nesta quarta-feira (18), a segunda e última fase da privatização da Eletrobras, a maior empresa de energia elétrica da América Latina. A intenção do governo Jair Bolsonaro é transferir o comando da estatal para a iniciativa privada entre julho e agosto deste ano. O placar foi de 7 a 1.

O julgamento havia sido suspenso em abril após um pedido de vista do ministro Vital do Rêgo, que solicitou 60 dias para análise do processo. A presidente do tribunal, Ana Arraes, sugeriu a concessão de vista coletiva por 20 dias. Rêgo disse, na ocasião, que existe “uma contradição entre o discurso para justificar a privatização da Eletrobras e os estudos apresentados ao TCU, que preveem em 30 anos a ausência de investimentos”. De acordo com o ministro, há “uma inconsistência nos investimentos previstos”.

A expectativa do governo era que a matéria fosse aprovada pela maioria dos ministros e, assim, dar continuidade ao processo. A transferência do controle da empresa para a iniciativa privada deve ocorrer entre julho e agosto, sinalizou Rodrigo Limp, presidente da estatal.

Os ministros Paulo Guedes (Economia) e Adolfo Sachsida (Minas e Energia) se reuniram na última terça-feira (17) para tratar da privatização da Eletrobras, às vésperas do julgamento. O encontro contou com a participação de Rodrigo Limp (presidente da estatal), Gustavo Montezano (comandante do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e secretários.

Para o diretor da Associação dos Engenheiros e Técnicos do Sistema Eletrobras (Aesel), Ikaro Chaves, um dos autores de um estudo que avalia os impactos da privatização da Eletrobras e os impactos tarifários para os brasileiros, a privatização da estatal pode significar um aumento de tarifa para o consumidor cativo de até 14%. Chaves alerta, porém, que esse estudo foi feito com base na MP original.

R7

Opinião dos leitores

  1. Viva ao Messias Terrestre qid vai modernizar o sistema elétrico brasileiro vamos lutar pelo fim do novo padrão de tomadas!!

    Meu outro viva é pra estátua da liverdade da van que chegou hj, eu vi, é linda, viva LUCIANO VANG

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PESQUISA AGORA SEI/96FM: Fátima Bezerra é a mais rejeitada entre os candidatos

A pesquisa do Instituto Agorasei revela que Fátima Bezerra é a mais rejeitada para o Governo do Estado. Segundo os dados, 39,1% dos entrevistados disseram que não votam de jeito nenhum na petista. O segundo mais rejeitado é Styvenson Valentim, com 26%, sendo seguido por Fábio Dantas, com 18,3%.

Em seguida aparecem Wesli Dantas (16,2%), Rosália Fernandes (15,5%), Haroldo Azevedo (13,5%), Clorisa Linhares (12,3%) e Daniel Morais (12,3%).

Os entrevistados que disseram não possuir rejeição a nenhum dos nomes somam 10,8%. Aqueles sem opinião ou que não souberam respondem aparecem com 11,6%.

Por ser uma questão de múltiplas escolhas os percentuais ultrapassam os 100%.

A pesquisa ouviu 1.200 eleitores em todas as 19 microrregiões do Rio Grande do Norte, entre os dias 11 e 14 deste mês de maio. A coleta foi realizada por telefone e humanizada. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 2.8 pontos percentuais, para mais ou para menos sobre os resultados totais da amostra. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com a identificação RN-01962/2022.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PESQUISA AGORA SEI/96FM: Desaprovação do Governo Fátima é maior do que a aprovação

Pesquisa estadual realizada pelo Instituto Agorasei, entre os dias 11 e 14 deste mês de maio, aponta que 34,8% dos norte-rio-grandenses desaprovam o Governo Fátima Bezerra avaliando como ruim ou péssimo, enquanto 31,9% aprovam avaliando como ótimo e bom.

Os entrevistados que consideram a gestão da petista como regular somam 31,3%. Aqueles sem opinião ou que não respondeu totalizam 2%.

A pesquisa ouviu 1.200 eleitores em todas as 19 microrregiões do Rio Grande do Norte, entre os dias 11 e 14 deste mês de maio. A coleta foi realizada por telefone e humanizada. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 2.8 pontos percentuais, para mais ou para menos sobre os resultados totais da amostra. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com a identificação RN-01962/2022.

Opinião dos leitores

  1. Uma pena que os homens públicos do RN não tenha coragem, estariam a uma tasquinha de rapadura para se tornar governador.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *