Ex-presidente do STF parafraseia conversa interceptada e afirma: “In Moro we trust”

Em sua entrevista ao Correio Braziliense, Carlos Velloso, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu a permanência de Sergio Moro, no Ministério da Justiça.

“A quem interessa [a saída de Moro]? Dr. Pedro Aleixo, que foi vice-presidente da República, um jurista mineiro de grande porte e envergadura, diante de questões como essa, indagava: ‘Cui prodest?’ A quem interessa? A quem interessa que Moro deixe o ministério? Os homens de bem não devem pensar assim. Moro foi um bom juiz. Um juiz severo, mas garantidor das garantias individuais. É meu modo de ver. In Moro, I trust.”

Para Carlos Velloso, ex-presidente do STF, o que há por trás do vazamento de mensagens privadas de Sergio Moro com procuradores é uma tentativa de desacreditar a Lava Jato.

“A operação Lava-Jato esclareceu a ocorrência de monumental corrupção na administração pública, especialmente na Petrobras”, disse Velloso ao Correio Braziliense.


O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Magno Morais disse:

    O Brasil está se imbecilizando ou se tornando dissimulado, mesmo.
    Este ex-ministro é o que está defendendo Aécio de graça, no STF.
    Aécio é aquele cheio de roubalheiras e dezenas e dezenas de milhões de reais, que Moro tem conhecimento há muito tempo, e nada fez.

    Achar que esse apoio vindo do Carlos Veloso à quadrilha do Moro e da Lavajato é algo, estritamente, jurídico, chega a ser asqueroso.

  2. Ricardo disse:

    So um imbecil ou esquerdopata pensa diferente, o bandido nao é inocente, Luladrao na cadeia perpétua.
    Barbudo seboso e cara de pau!

  3. Ligado disse:

    Estranhamente este blog só escreve tudo a favor de de Bolsonaro. Se vc não for ibecil acorde.

  4. Lobo disse:

    Boa! Rsrsrs

  5. Escritor disse:

    Procurem no google. Foto carlos veloso com advogado de maluf. Uma linda foto.

    • Tertu disse:

      Vi na mesma página Cabral lado a lado com luladrão e dilmanta, inclusive Lula dizendo que era o salvador do RJ, e continuou achando, pois mesmo depois de Cabral ser preso, luladrão ainda achava que Cabral era inocente igual a ele. Rsrsrs

COMENTE AQUI