“Farei minha defesa presencial”, diz Witzel sobre impeachment

Foto: Reprodução

Wilson Witzel foi ao Twitter reclamar da aprovação do impeachment na comissão especial da Alerj. Ele disse que está sendo vítima de “linchamento político”.

“Venho sendo acusado sem provas e sem direito à ampla defesa, inclusive no STJ. A minha luta é pela democracia, é para que um governador eleito pelo povo possa prosseguir e concluir o seu mandato.”

Witzel disse que, antes da votação no plenário, fará sua “defesa presencial, demonstrando que não cometi crime de responsabilidade”.

O Antagonista