FOTO: Guarda Municipal apreende paredão de som e recolhe veículo em ação de combate a poluição sonora na Avenida Senador Salgado Filho

Foto: Divulgação

Um paredão de som automotivo foi apreendido pela Guarda Municipal do Natal (GMN) enquanto estava acionado nas proximidades de um posto de combustível situado na Avenida Senador Salgado Filho, ao lado da Universidade Potiguar (UNP). A ação ocorrida nessa quinta-feira (23), resultou ainda no recolhimento de um veículo modelo Corsa, onde o equipamento de som se encontrava instalado.

Na ocasião, sete homens que estavam no grupo responsável pelo acionamento do som foram alvos da intervenção dos guardas municipais lotados no Grupamento de Ação Ambiental da GMN, que identificaram o proprietário do automóvel e realizaram revista pessoal em todos os suspeitos envolvido na ocorrência. Um fato constatado pelos guardas foi a presença de menores de idade, que faziam uso de bebidas alcoólicas.

Segundo a coordenadora do Grupamento de Ação Ambiental da GMN, Francineide Maria, o paredão de som e o veículo foram recolhidos e entregues aos cuidados da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), que passa a ser responsável pelos procedimentos legais de guarda, multa e encaminhamento no processo. “Estamos diariamente combatendo esse tipo de delito, porém muitas pessoas ainda insistem em desrespeitar a lei e sofrem as punições legais previstas”, lamentou.

A titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Sheila Freitas, ressaltou que as ações integradas de combate a poluição sonora realizadas pela Guarda Municipal, Semurb e a Companhia Independente de Proteção Ambiental da Polícia Militar (Cipam) estão semanalmente apreendendo paredões de som e evitando o uso irregular desses equipamentos que ferem uma lei municipal, como também uma legislação federal relacionada a poluição sonora. “Esse é mais um trabalho que a Prefeitura está intensificando e a população de Natal vem aprovando essa medida que zela pelo sossego do cidadão”, informou.

O maior número de registro de apreensões de paredões de som está localizado durante os finais de semana. Nesses momentos, é formada uma força-tarefa integrada para atender as solicitações e denúncias informadas pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp). Para o cidadão denunciar esse tipo de violação pode entrar em contato com o número 190 (Ciosp) que as viaturas do Grupamento de Ação Ambiental da GMN serão acionadas para averiguar a ocorrência. A denúncia pode ser feita também pelo 181 (Disk Denúncia – Polícia Civil) ou 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jorge disse:

    Normalmente quem vende droga e quem compra não são presos? Entenderam meu raciocínio? Se não pode ter paredão de carro, quem instala não deveria se responsabilizar?

    • Dai paciência senhor disse:

      Vender som não é crime, agora perturbar a paz dos outros é….

    • Gil disse:

      Concordo. Inclusive, estou fazendo uma petição online pedindo a prisao do dono da Tramontina por vender facas e do Governo do Estado do RN, por autorizar o funcionamento da Caern, que fornece água, com a qual as pessoas podem matar as outras, afogando-as.
      Imagine só o que os fabricantes de carros vão fazer quando todos começarem a serem presos pelos crimes que os motoristas cometem no trânsito.

  2. Netto disse:

    Alguém bem que poderia desenvolver um tipo de arma de pulso eletromagnético direcional para tostar à distância essas porcarias (sem danos colaterais).

  3. Antonio Turci disse:

    Essa coisa absurda chamada "paredão" usada indiscriminadamente, em qualquer lugar ou hota, desculpem-me, constitui um dos mais execráveis exemplos de grosseria, de falta de educação, de desrespeito à vida e ao ambiente civilizado.

COMENTE AQUI