Geral

Medidas de combate à pandemia são prorrogadas em Parnamirim até 23 de abril; veja decreto

Foto: Divulgação

O atual pacote de medidas de combate à Covid-19, vigente em Parnamirim, foi prorrogado nesta sexta-feira (16). O Decreto n° 6.473 estendeu a validade das medidas de enfrentamento por mais 7 dias, até 23 de abril. A novidade foi a autorização da prática de esportes coletivos, que a partir desta sexta-feira, pode ocorrer das 6h às 20h, respeitando todos os protocolos sanitários instituídos pelas autoridades de saúde, inclusive sem a presença de público. Ademais, permanecem mantidas as determinações anteriores:

RESTAURANTES, BARES E SIMILARES

Devem funcionar até as 20h, limitados a 50% da capacidade de ocupação, ficando permitido o funcionamento, das 20h às 6h, exclusivamente por delivery ou entrega de balcão, sendo vedada a comercialização de bebidas alcoólicas.

GALERIAS, CENTROS COMERCIAIS, SHOPPING CENTERS E PRAÇAS DE ALIMENTAÇÃO

Podem funcionar com horário reduzido: de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h e aos sábados, das 8h às 15h, limitados a 50% da capacidade de ocupação. Já os shoppings e as praças de alimentação, das 9h às 20h de segunda a sábado, também limitados a 50% da capacidade.

SALÕES DE BELEZA E BARBEARIAS

Funcionam com 50% de sua capacidade, até as 20h.

ACADEMIAS DE GINÁSTICA, BOXES DE CROSSFIT, ESTÚDIOS DE PILATES E SIMILARES

Podem funcionar das 6h às 20h, limitado a 50% da capacidade, devendo para tal, fixar placa indicando a capacidade máxima de lotação.

INSTITUIÇÕES DE ENSINO PÚBLICAS E PRIVADAS

As aulas na rede pública municipal de ensino permanecem suspensas. As escolas privadas ficam autorizadas a funcionar com aulas presenciais, devendo adotar, sempre que possível, o sistema híbrido (presencial e remoto), de modo a evitar a aglomeração de pessoas.

IGREJAS, TEMPLOS RELIGIOSOS E ESTABELECIMENTOS EQUIVALENTES

Autorizado o funcionamento com até 20% da capacidade, aproximadamente 1 pessoa a cada 5m², e, aos domingos permanece vedado o funcionamento com a presença de fiéis. As atividades nesse dia podem ser realizadas de forma virtual, limitada à participação da equipe responsável pela preparação da celebração.

TRANSPORTE PÚBLICO

O transporte de passageiros em pé não deve ultrapassar 50% da lotação máxima do veículo, de modo a evitar a aglomeração de pessoas.

SERVIÇOS SUSPENSOS

Estão vedados o funcionamento dos parques públicos, centros de artesanato, circos, parques de diversões, museus, bibliotecas, teatros, cinemas e demais equipamentos culturais. Eventos comerciais, corporativos, técnicos, científicos, esportivos, convenções, bem como festas, shows e atividades recreativas em clubes sociais e esportivos, também ainda não podem acontecer.

BEBIDAS ALCOÓLICAS

Proibida a venda para consumo no local em qualquer estabelecimento comercial, incluindo hotéis e pousadas, bem como segue proibido o consumo em qualquer ambiente público, inclusive lojas de conveniência, restaurantes e bares, independente do horário.

Os serviços não especificados anteriormente podem poderão retomar as atividades de forma presencial, com horário reduzido: de segunda a sexta-feira das 8h às 20h e aos sábados das 8h às 15h, limitado a 50% da capacidade máxima de lotação. As medidas restritivas não se aplicam às atividades consideradas essenciais, que podem funcionar normalmente.

ATIVIDADES ESSENCIAIS

Serviços públicos essenciais;

Serviços relacionados à saúde (médico, hospitalar, podologia, entre outros);

Farmácias, drogarias e similares, como lojas de artigos médicos e ortopédicos;

Supermercados, mercados, padarias, feiras livres (voltados ao abastecimento familiar), sendo vedado o consumo no local, durante o período do toque de recolher;

Segurança privada;

Serviço funerário;

Pet shops, hospitais e clínicas veterinárias;

Serviços de imprensa e veiculação de informação jornalística;

Atividades de representação judicial e extrajudicial, bem como assessoria e consultoria jurídicas e contábeis, assim como demais serviços de representação de classe;

Correios, serviços de entrega e transportadoras;

Oficinas, serviços de locação e lojas de autopeças (veículos automotores, máquinas, suprimentos agrícolas, bens eletrônicos e eletrodomésticos);

Oficinas e serviços de manutenção de bens pessoais e domésticos, incluindo eletrônicos;

Lojas de material de construção, bem como serviços de locação de máquinas e equipamentos para construção;

Postos de combustíveis e distribuidores de gás;

Hotéis, flats e pousadas;

Atividades de agências de emprego e de trabalho temporário;

Lavanderias;

Atividades financeiras e de seguros;

Imobiliárias com serviços de vendas e/ou locação de imóveis;

Construção civil;

Telecomunicações e serviços de internet, tecnologia da informação e processamento de dados;

Serviços de prevenção, controle e erradicação de pragas de vegetais e doenças dos animais;

Atividades industriais;

Serviços de manutenção em prédios comerciais, residenciais ou industriais, como elevadores e refrigeração;

Transporte de passageiros;

Serviços de suporte portuário, aeroportuário e rodoviário;

Cadeia de abastecimento e logística;

Serviços de call center.

Os estabelecimentos de serviços essenciais deverão assegurar o uso obrigatório de máscara, bem como garantir o distanciamento mínimo de 1,5m entre trabalhadores, colaboradores e clientes, já que os protocolos sanitários já noticiados, como a disponibilização de álcool gel para o público em geral, permanecem válidos de forma integral.

A fiscalização acontece diariamente na cidade, com as equipes da Prefeitura de Parnamirim, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. O descumprimento das medidas configura crime de desobediência e contra a saúde pública, previstos nos artigos 330 e 268 do Código Penal, bem como pode acarretar multa e interdição dos estabelecimentos. As denúncias, que ajudam muito no trabalho das equipes, podem ser feitas através do 156.

Opinião dos leitores

  1. TUDO Muito bonito, Tudo no FAZ de CONTA. só FALTA Fiscalização. E continua o discurso e Decretos Engana Besta.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Ministério da Justiça envia R$ 26 milhões para combate à criminalidade no RN

Foto: Reprodução/Instagram

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, destacou na tarde desta quinta-feira(25) que o Governo Federal, por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), autorizou nesta data o envio de R$ 160 milhões do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) para combate à criminalidade em seis estados. O RN vai receber R$ 26,3 milhões. Os recursos poderão ser usados para compra de equipamentos, viaturas e capacitação profissional.

O ministro ainda detalha:

“Os recursos estavam desbloqueados e aguardavam a aprovação dos planos de aplicação que os estados devem fazer para receber. Entre os critérios que devem ser observados estão a manutenção de um sistema de dados integrado ao Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp), possuir plano de carreira para os servidores e garantir que somente 3% do efetivo atue fora de suas corporações”.

Opinião dos leitores

  1. Não tem equipe melhor do que essa do governo da Professora Fátima Bezerra pra executar os recursos oriundo dos nossos impostos.
    Que venha mais para todas as áreas.

  2. O governo estadual deveria prestar conta de como são aplicadas essas verbas. Desde o início do governo, Bolsonaro fez inúmeros repasses para a segurança de nosso estado.

  3. Mais verba para a conta do governo estadual, enviado pelo presidente, esse é o melhor governador que o RN já teve, o veio é macho todo, nem rouba nem deixa roubar. Corrupção zero.

  4. Vai usar pra polícia continuar a repressão aos cidadãos de bem.
    Pra combater os verdadeiros marginais, bandidos ligados às facções que dominam o RN vai passar muito longe disso.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Em carta a Bolsonaro, Biden pede colaboração no clima e no combate à pandemia

Foto: Tom Brenner/Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, enviou uma carta ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no último dia 26 de fevereiro. De acordo com a nota divulgada pela Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom), o teor da carta é de estabilidade e cooperação diplomática entre os dois países, bem como a intenção de união de esforços no combate à pandemia de Covid-19 e no enfrentamento das mudanças climáticas.

“O Presidente Biden saudou a oportunidade para que ambos os países unam esforços, tanto em nível bilateral quanto em fóruns multilaterais, no enfrentamento aos desafios da pandemia e do meio ambiente, em alusão ao caminho para a COP26 e para a Cúpula sobre o Clima”, diz um trecho da nota da Secom.

Segundo a Secretaria, o presidente norte-americano dirigiu a carta a Bolsonaro em agradecimento aos cumprimentos enviados pela Presidência da República após a ratificação do democrata como presidente eleito dos Estados Unidos.

O governo do Brasil foi o último dos países que integram o G20 — grupo das maiores economias do mundo — a reconhecer a vitória de Biden nas eleições norte-americanas. Bolsonaro parabenizou o novo presidente dos Estados Unidos em 15 de dezembro de 2020, pouco mais de um mês após o resultado do pleito.

Ainda segundo a nota da Secom, “o presidente Biden sublinhou que não há limites para o que o Brasil e os EUA podem conquistar juntos”. O informe finaliza dizendo que “Biden salientou que seu governo está pronto para trabalhar em estreita colaboração com o Governo brasileiro neste novo capítulo da relação bilateral”.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

    1. Se faz referência a ivermectina, saiba que tem vários esquerdopatas se medicando com ela, regularmente. Outros usam e negam hipocritamente, como alguns que comentam aqui. Mas, falando sobre a manchete em questão, bem que Bolsonaro poderia aceitar a parceria e pedir em contrapartida, umas 10 milhões de doses da vacina de Oxford, que estão estocadas lá nos EUA!

  1. Preocupação zero do mundo com os óbitos no Brasil, nem uma palavrinha sequer, muito menos uma ajuda aos brasileiros que estão sofrendo e perdendo seus entes queridos. Agora a amazônia é um exagero de preocupação, o mundo inteiro tenta se meter com qualquer notícia veiculada, seja verdadeira ou mentirosa. Será se as vidas humanas perdidas e sofridas dos brasileiros não valem nada, só a Amazônia? Temos que cobrar das nações, o porque dessa apatia seletiva.

  2. Que saudade quando o presidente falava mal dos EUA e tinha como aliado o ditador de Cuba, o ditador da Venezuela, a socialista da Argentina e financiava obras a países falidos que jamais vão pagar ao Brasil o dinheiro público enviado.
    Que saudade do ex presidente que mente, mente e mente e vive de prometer coisas que jamais irá realizar.

  3. Kkkkk esses esquerdopatas acham que o bandido de nove dedos ganhará alguma coisa…. o povo aprendeu, PT nunca mais…..tchau queridas!!!

  4. A população do Brasil não é louca para botar um bandido corrupto no poder, este delinquente vai acabar com o pais, ele e sua quadrilha de bandidos. Deus nos livre deste mal !

  5. Desde fevereiro? Até agora nada? Lula só com suas entrevistas tem feito mais. Imagine esse homem presidente? Brasileiro voltando a ter orgulho com um presidente que já teve a taxa de mais de 80% de aprovação. Lula colocando o "presidentezinho" para trabalhar. #Lula2022

    1. Kkkkkkk
      O choro é livre.
      Que venha lula condenado, a lapada vai ser maior. 😂😂😂

    2. As mesmas palavras de Trump usava….kkkkkkkkkkk, olha o resultado, creio que teremos ae no Brasil uma reprise do ocorrido aqui nos EUA.

    3. O Sr. Acha mesmo que o "presidentezinho" vai ficar até 2022? Mourão é quem vai passar a faixa presidencial para Lula. O Centrão vai "entregar na bandeira" a "cabeça do presidentezinho", antes da primeira bombinha de São João estourar a sociedade civil, aos militares, aos grandes capitalistas banqueiros e tudo mais. O povo não aguenta mais, e quem manda é o dinheiro, sem vacina sem dinheiro e o "presidentezinho" e incompetente demais. O Centrão não vai "cair abraçados aos corpos vítimas do bolsonarismo". A negligência, imprudência e impericia é latente neste "governozinho" medíocre negacionistas. A vida vale mais e eles não reconhecem isso. Vacina Já!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Megaoperação em todo o país combate crimes contra as mulheres

Cerca de 12 mil policiais civis de todo o Brasil estão participando, nesta segunda-feira (8), de uma megaoperação de combate a crimes contra a mulher. Coordenada pela Secretaria de Operações Integradas, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, a Operação Resguardo acontece em mais de 1,8 mil cidades dos 26 estados e do Distrito Federal, no Dia Internacional da Mulher.

Segundo o ministério, o objetivo é localizar e deter suspeitos de ameaças, tentativas de feminicídio, lesão corporal, descumprimentos de medidas protetivas, estupro, importunação, entre outros crimes contra as mulheres. A ação visa, ainda, ao fortalecimento da atuação conjunta entre governos federal e estaduais, conforme estabelece o Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

A operação começou a ser delineada em janeiro deste ano, com a análise de diversas denúncias, instauração de inquéritos policiais e levantamento de mandados judiciais. Desde então, quase 46 mil denúncias foram apuradas, aproximadamente 60 mil inquéritos foram instaurados e em torno de 68 mil diligências foram cumpridas em todas as unidades da federação.

No período, mais de 165 mil vítimas foram atendidas e cerca de 9 mil pessoas foram presas, sendo que ao menos 638 delas foram detidas hoje até as 10h30. O Ministério deve divulgar o balanço final da operação em todo o país no fim da tarde.

No Twitter, o Ministro da Justiça, André Mendonça, classificou a iniciativa como “a maior ação da história [do país] no combate a crimes contra as mulheres” e desejou que a operação seja “um marco” no enfrentamento a esses crimes.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Estou profundamente desconfiado com ZeGado, fazendeiro, comedor de picanha, amigo compadre de Nove Dedos, bebedor de Haineken, admirador dos dedos de Anita (será fetiche?), ele ultimamente tem falado muito em rapazes, amoroso……….amigo……"quem disso cuida, disso usa", saia dessa.

    1. Segundo seu corrupto de estimação, o molusco de 19 tentáculos: Chama feministas do PT de ‘mulheres do grelo duro’. Mas os ASNOS aplaudem, hipocrisia sobra e que falta mesmo em vocês é a honestidade.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Operação do MPRN combate atuação de facção criminosa em seis cidades potiguares

Fotos: Divulgação/MPRN

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta quinta-feira (4) a operação Dia da Coruja. O objetivo foi desarticular uma facção investigada pelo cometimento dos crimes de homicídio, tráfico de drogas, roubo, organização criminosa e porte ilegal de arma de fogo, entre outros, na cidade de Jucurutu e região.

Ao todo, a operação Dia da Coruja cumpriu 25 mandados de prisão e outros 32, de busca e apreensão. A ação contou com a participação de 6 promotores de Justiça, servidores do MPRN e ainda policiais militares. Além Jucurutu, houve cumprimento de mandados nas cidades potiguares de São Rafael, Triunfo Potiguar, Mossoró, Assu e Acari. O nome da operação é uma alusão a Jucurutu, que é uma espécie de coruja, e também à ave símbolo do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MPRN.

As investigações sobre os crimes cometidos pela facção em Jucurutu foram iniciadas pelo Gaeco, do MPRN, em 2019. “Com esse trabalho investigativo, obtivemos provas que permitirão desarticular a facção que vinha cometendo uma série de crimes em Jucurutu e região, especialmente o tráfico de drogas, com toda a cadeia de outros crimes e problema que essa prática ilícita acarreta”, explicou o promotor de Justiça Fausto França, coordenador do Gaeco/MPRN.

O MPRN irá continuar investigando se as pessoas presas têm envolvimento com outros crimes. “Com essas prisões decorrentes da operação Dia da Coruja, acreditamos que haverá uma redução significativa no cometimento de crimes em Jucurutu. De qualquer maneira, vamos continuar investigando se essas pessoas presas também cometeram outros crimes na região”, concluiu Fausto França.

Opinião dos leitores

  1. Gostaria de ver essas operações em mãe Luiza, peço da pátria, Felipe camarão, favela do mosquito.
    Que todos os membros de facção que dominam esses locais fossem presos…

  2. Meu sonho é vê uma operação dessa, investigando prefeitos e secretários de saúde, envolvidos em desvios de recursos públicos do combate ao covid 19.
    Bolsonaro tem razão
    MITO 2022 REELEITO

    1. Pras bandas de ponta negra é por onde deve começar.
      Isso vai acontecer próximo ano, vcs vão vê, podem esperar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Parnamirim atualiza funcionamento do comércio e publica medidas de combate à Covid-19

FOTO: ASCOM – GCTI

A Prefeitura de Parnamirim publicou na última terça-feira (2), em edição do Diário Oficial do Município, mais um conjunto de medidas que atualiza o funcionamento do comércio na cidade, assim como estabelece medidas de combate à pandemia e reforça as regras de segurança sanitária. O Decreto n° 6.443, de 1° de março de 2021, atualiza o anterior e apresenta os direcionamentos para a iniciativa privada e os posicionamentos da Prefeitura de Parnamirim em relação a alguns pontos mencionados no decreto do governo do estado.

Funcionamento do Comércio e Serviços da cidade

A partir da terça-feira (2), o comércio municipal – porta para a rua, galerias e centros comerciais – funcionará, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados das 9h às 13h. Já os Shoppings Centers, bem como as respectivas praças de alimentação, passarão a funcionar das 9h às 22h.

Bares, restaurantes e similares, foodparks e foodtrucks

Esse segmento passará a funcionar das 11h às 22h, ficando proibido o funcionamento entre 22h e 6h da manhã do dia seguinte. Nesse intervalo, as atividades podem ser mantidas apenas para entrega em domicílio (delivery), exceto vendendo bebidas alcoólicas, serviço que permanece proibido.

Conveniências

As lojas de conveniência também estão proibidas de vender bebidas alcoólicas, no intervalo das 22h às 6h da manhã do dia seguinte, ainda que em sistema de venda de balcão para consumo fora do estabelecimento. O consumo de bebidas alcoólicas permanece proibido em espaços e ambientes públicos a partir das 22h.

Escolas das redes pública e privada

As aulas presenciais da rede pública de ensino permanecem suspensas. Já as escolas da rede privada continuam com autorização para funcionar, desde que obedecidos os protocolos estabelecidos nos decretos anteriores, como a limpeza constante, de modo que todos os alunos e colaboradores estejam frequentemente com as mãos desinfectadas. As instituições privadas poderão adotar, inclusive, o sistema híbrido com a finalidade de evitar ao máximo a aglomeração de pessoas.

Igrejas e templos religiosos

O decreto municipal permite o funcionamento, limitando, no entanto, a frequência máxima de lotação em até 30% da capacidade. Os protocolos de segurança estabelecidos pelos decretos anteriores devem ser obrigatoriamente respeitados para a manutenção das atividades.

Não são abrangidos pelas atuais medidas os seguintes estabelecimentos:

Supermercados e atacadistas;

Serviços funerários, com exceção da realização de velórios;

Postos de Combustíveis;

Hotéis e hospedarias;

Panificadoras;

Farmácias;

Indústrias;

Obras e serviços de engenharia e lojas de materiais de construção;

Oficinas mecânicas, autopeças e serviços de manutenção;

Serviços de call center.

Borracharias;

Unidades hospitalares com serviços de urgência e emergência;

Bancos e agências lotéricas;

Clínicas veterinárias, para atividades de urgência e emergência;

Casas de ração;

Escritórios de advocacia; e

Clínicas odontológicas, para atividades de urgência e emergência.

A realização de festas, shows e eventos comerciais, inclusive realizados em espaços comemorativos públicos ou privados, permanece proibida. A Prefeitura de Parnamirim deve proceder a instalação de barreiras sanitárias, intensificando a fiscalização e controle das medidas de segurança sanitária. Os protocolos sanitários já conhecidos, como o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social permanecem em pleno vigor, de forma integral.

As equipes de fiscalização da Prefeitura de Parnamirim estão nas ruas todos os dias, com grupos de trabalho da saúde, segurança, meio ambiente, serviços urbanos e assistência social, junto às forças de segurança do governo do estado, com o objetivo de combater as aglomerações e outras transgressões.

O descumprimento das medidas implica em Crime de Desobediência e Crime contra a Saúde Pública, previstos, respectivamente, nos artigos 330 e 268 Código Penal, bem como pode gerar multa e interdição de estabelecimentos. As denúncias de situações de descumprimento podem ser feitas através dos canais 156, da Guarda Municipal e 190, da Polícia Militar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Rede Feminina de Combate ao Câncer recebe doação do Projeto Busão Solidário e Natal Card

Foto: Divulgação

O Projeto Busão Solidário (Seturn/NatalCard), realizou nesta quinta-feira (25), a entrega de 200 cestas básicas e kits de limpeza e higiene pessoal. Dessa vez, as famílias contempladas fazem parte da Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer. No total já foram distribuídos cerca de 10. 579 cestas com kits, o que equivale a mais de 190 toneladas de alimentos e material de higiene e limpeza doados a população carente pela iniciativa Busão Solidário.

“Nosso muito obrigada, a todas que fazem desse projeto um ato de amor e solidariedade”, agredece Joábia Queiroz, coordenadora do projeto. Para participar da campanha as pessoas podem fazer as doações nos 10 postos de coleta do Supermercado Nordestão e postos fixos do SETURN e NatalCard: Na antiga rodoviária da Ribeira; Fundação Augusto Severo (Zona Norte) – Endereço: Av. Dr. João Medeiros Filho, 64, Igapó; no NatalCard Zona Sul, na Av. Sen. Salgado Filho, 2850, Loja 5, Chacom Center – Candelária, e; no galpão da antiga sede da entidade, na Av. Duque de Caxias – Ribeira.

Empresas e grupos que desejarem fazer doações em grande quantidade é só se dirigir ao armazém do SETURN, no bairro da Ribeira, ou manter contato pelo Call Center 3026-8450 para comunicar um ponto de coleta. Quem pretende ajudar sem sair de casa, pode fazer doações bancárias. Os dados são: Banco Sicoob (756), agência 4194, conta corrente 7327-0, CNPJ: 02.967.096/0001-97.

Os pontos de arrecadações e todas as informações do Busão Solidário estão disponíveis nas redes sociais @seturn e @natalcard e nos sites seturn.com.br e natalcard.com.br.

SOBRE A CAMPANHA – A campanha Busão Solidário é realizada em parceria. Para isto entidades são estimuladas a participar da ação. A Prefeitura do Natal via Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas-NATAL) e Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU-NATAL) já está participando, assim como o NatalCard.

Também participam o Tribunal de Justiça do Estado (TJRN), Tribunal Regional do Trabalho (TRT/RN), Ministério Público do Estado (MPRN), Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN), Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN), Associação dos Empresários do Bairro do Alecrim (AEBA), entre outras instituições.

O Projeto Busão Solidário tem ônibus caracterizado e pontos de coleta em 10 lojas do Nordestão. Os donativos para cestas básicas são recolhidos todos os dias, ao final do expediente, a frota Busão Solidário leva os donativos da sociedade natalense para o galpão do SETURN, no bairro da Ribeira, para separar, embalar, organizar e distribuir os donativos. Seguindo as recomendações da vigilância sanitária.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Guarda Municipal atua em dispersão de pessoas em festas e bares em Natal e região; equipamentos de sons também apreendidos

Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) atuou durante todo o final de semana com a Guarda Municipal do Natal (GMN) integrada as ações da Operação Pacto pela Vida, que tem o objetivo de combater aglomerações e outras atitudes contrárias aos decretos Municipal e Estadual de prevenção ao contágio pelo coronavírus. A Operação contou com comboio de 22 viaturas envolvendo, além da GMN, a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Semurb, Semsur e STTU.

As fiscalizações resultaram na interdição de um parque de vaquejada, apreensão de equipamentos de som, dispersão de pessoas em festas e bares em Natal e Grande Natal. Na capital, houve ações de fiscalização e dispersão de aglomerações na Rua Conselheiro Tristão (Redinha), Av. Engenheiro Roberto Freire (Ponta Negra), Rua Araxá (Conjunto Pirangi), Av. Das Alagoas (Neópolis), entre outros.

Já na região metropolitana, um Parque de Vaquejada, situado no Distrito de Caiana, em Extremoz, foi interditado pelas forças policiais por se encontrar promovendo competição com aglomeração de pessoas infringindo os decretos de combate ao coronavírus. No local estava ocorrendo vaquejada com a presença de vaqueiros e público, além de utilização de som.

O comandante da GMN, Alberfran Grilo, explicou que diversas denúncias foram recebidas pelas equipes de fiscalização que se dividiram para atender os chamados que na sua maioria versavam sobre aglomerações em locais públicos e utilização de equipamentos de som, também gerando concentração de pessoas. O comandante também falou que devido a um jogo de futebol nacional, alguns bares infringiram as regras com número alto de pessoas no mesmo local.

“Foi um final de semana de intensa fiscalização. Muitas denúncias e flagrantes de pessoas que insistem em desrespeitar as regras sanitárias e colocar a saúde da população em perigo. Nossas equipes estão dando tudo para combater essas ilegalidades, mas precisamos também que a sociedade nos ajude e respeite os decretos que prezam pela vida das pessoas”, pediu o comandante.

As fiscalizações seguem durante toda a semana e qualquer denúncia pode ser feita no número 190 do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que será repassada para as guarnições operacionais.

Opinião dos leitores

  1. Deviam fiscalizar a beira mar de ponta negra e interditar a praia e as barracas, estavam lotada no final de semana, um verdadeiro absurdo! Por isso, o aumento no número de casos, o povo sem noção…aglomerando na praia!

  2. Se as pessoas estivessem tomando os cuidados necessários, muita coisa poderia ter sido evitada.
    Se os políticos tivessem tomado as medida necessárias e dado mais importância a vida que as diferenças políticas, muita vida teria sido poupada.
    Existe uma quantidade incontável de medias inócuas, desperdício de recurso público e inversão da realidade nessa pandemia, como nunca antes foi visto no Brasil.
    Para variar quem errou transfere a responsabilidade e ficam cobrando de quem não mediu esforço para respeitar as vidas, com transferência de recursos que não foram aplicados corretamente por quem recebeu.
    O prefeito Álvaro Dias ainda teve o compromisso de viabilizar um hospital de campanha, distribuiu medicação preventiva, aquela que foi questionada pro "falte de comprovação científica" e agora é referenciada em vários países como eficaz para minimizar os efeitos do covid, a exemplo do Japão, Coreia do Sul, Israel, India, Eslováquia e vários médicos no Brasil e no RN que responsavelmente assumiram fazer o tratamento com a medicação, salvando muitas vidas. Tudo isso é de conhecimento público e facilmente encontrado nas redes sociais.

  3. Como tem animal selvagem circulando no meio da gente. Em pleno auge da pandemia os estúpidos ficam aglomerando.

  4. No passo da Pátria tava maior festa, passei pela ladeira da catinga e o barulho era de Funk, vários paredões.
    Parece que os órgãos de fiscalizações ignoram esses lugares. Ali tbm moram gente boa, humildes e trabalhadores.

  5. A única forma desse povo IRRESPONSAVEL e INCONSEQUENTE, entenderem que a covid-19 mata, é USANDO Muito SPRAY de PIMENTA na cara e CASSETE no Lombo. CHEGA de FAZ de CONTA e ENGANAÇÃO. CHEGA de Covardia e FALTA de DETERMINAÇÃO. PAU NELES. FICAR em casa é preservar VIDAS.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro determina articulação extra no combate à covid-19

Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro determinou ao ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, que articule ações extras em apoio aos estados para combate à pandemia do novo coronavírus (covid-19). O despacho foi publicado nesta segunda-feira (8) no Diário Oficial da União.

Braga Netto coordena o Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19, grupo interministerial instalado em março do ano passado pelo governo federal. O comitê é formado por todos os ministros, além dos presidentes da Caixa, do Banco do Brasil, de Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco Central e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

No despacho, Bolsonaro determina que o coordenador do comitê, “sem interrupção das ações em curso e do apoio já prestado pelo Ministério da Saúde, articule as ações complementares de toda a administração pública federal em auxílio aos estados e ao Distrito Federal que o solicitarem para enfrentamento da pandemia de covid-19 em decorrência da insuficiência ou do exaurimento de suas capacidades”.

Um exemplo é o estado do Amazonas, que, pela segunda vez durante a pandemia, enfrenta um colapso no sistema de saúde com falta de leitos e insumos para tratar os doentes.

No Brasil, as mortes por covid-19 chegaram a 231.534 desde o início da pandemia, além de 9,5 milhões de infectados pelo coronavírus.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Os militares só querem continuar mamando nas tetas do governo.
    Conchavo c empresários p ferrar os civis e tirar o deles da reta.

  2. Coincidência.
    Não vai ficar impune presidente.
    Qdo o senhor começou sua campanha de vazao da cloroquina que mandou produzir e de proliferação do virus, achava que não chegaria a 800 brasileiros mortos de covid mas 230mil mortos depois, fica difícil fingir que nada aconteceu.

    1. A gripezinha que ele usou, como diz você, foi uma crítica ao Dráuzio Varella, isso ninguém fala. Mas se você não está gostando das providências, paciência!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Governo do RN assina acordo de cooperação para criação de forças-tarefas de combate a organizações criminosas

O Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) e da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SEAP), acaba de celebrar um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) que vai permitir a criação de forças-tarefas de combate a organizações criminosas em território potiguar. O documento foi assinado na manhã desta terça-feira (19), em Brasília, pelo titular da SESED, coronel Francisco Araújo Silva, e pelo ministro da Justiça e da Segurança Pública, André Mendonça.

Segundo o coronel Araújo, as forças-tarefas a serem implementadas no Rio Grande do Norte proporcionarão uma integração ainda maior entre as instituições de segurança federais, como a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal, com as forças estaduais, caso da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Instituto Técnico-Científico de Perícia e Polícia Penal, “de forma que a sociedade é quem será a grande beneficiada, pois contará com ações de inteligência, prevenção e de combate cada vez mais eficientes contra o crime organizado”.

Representando o RN, também participaram da cerimônia no Distrito Federal o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Ben-Hur Cirino de Medeiros, e o titular da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio.

Plano de Forças-Tarefas SUSP de Combate ao Crime Organizado

O Plano de Forças-Tarefas SUSP de Combate ao Crime Organizado tem como objetivo reduzir os indicadores de crimes praticados por membros de organizações criminosas, como homicídio, latrocínio, tráfico de drogas, roubos a bancos, cargas e veículos.

Os primeiros estados a aderirem ao plano foram o Rio Grande do Norte e o Ceará, ambos de forma voluntária. “Precisamos avançar e avançar rápido. Por isso a importância da implementação desse plano que carrega o nome do SUSP: o Sistema Único de Segurança Pública, que demanda de todos nós que atuamos na gestão, na operação, no planejamento, na construção de políticas públicas baseadas em quatro princípios: atuação conjunta, coordenada, sistêmica e integrada”, afirmou o ministro durante cerimônia de assinatura dos acordos de cooperação.

As forças-tarefas terão como linha de atuação a busca pelo isolamento de líderes de organizações criminosas no sistema prisional, a prevenção e a repressão da criminalidade violenta praticada por esses grupos, a descapitalização das facções, com foco no bloqueio de bens e valores, além da venda antecipada desses bens.

Pelo plano, o Ministério da Justiça e Segurança Pública vai disponibilizar local apropriado para funcionar como base da Força-Tarefa, além de equipamentos de gestão de dados e informações, e outros necessários ao bom funcionamento dos trabalhos. O custeio das diárias e passagens para atuação das forças policiais também será feito pelo MJSP.

Os quatro eixos de atuação do Plano são: Inteligência de todos os órgãos de segurança pública envolvidos, análise criminal estratégica, policiamento ostensivo de forma especializada e adoção de procedimentos investigativos capazes de dar respostas efetivas e oportunas para a redução e repressão à criminalidade.

Sistema prisional

Ainda durante a celebração do acordo, o secretário da Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte, Pedro Florêncio, apresentou números de investimento federal no estado, por meio do Departamento Penitenciário Nacional, e falou da importância da implantação do Plano. “Podemos dizer que, hoje, com o apoio da inteligência do sistema prisional, nós temos números cada ano menores, que diz que o sistema prisional está seguro, são: homicídios, fugas, rebeliões e motins. Esses números vêm diminuindo ano a ano. Isso mostra que o sistema está mais seguro”, afirmou.

Opinião dos leitores

  1. Uma sugestão as autoridades da segurança pública e dos municípios de SGA e Macaíba, por que não transferem aquele posto da PRE chegando em São Gonçalo, localizado na estrada que liga Macaíba e SGA, colocam ele na rótula de acesso ao aeroporto? faria ali um posto policial moderno e instituía rondas na estrada que liga as duas BRs de Macaíba e Ceará Mirim. Isso já reduziria em muito a criminalidade e melhoraria a segurança dos que buscam os serviços do aeroporto.

    1. Infelizmente vários Partidos apoiam e até tem bandidos em seus quadros. E muitos brasileiros também tem seus bandidos e políticos de estimação.

  2. O véio é bom, o melhor governador do RN de todos os tempos Bolsonaro é duro e sabe fazer com qualidade diferente, honesto e trabalhador.

  3. Esperamos o terceiro curso de formação de policiais penais do RN, estamos alinhados com o governos como mão amiga, acreditamos que até maio o governo e a SEAP fazem esse CF, aguardamos a sensibilidade do MP para tudo ocorrer bem.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Governo do RN passa a integrar programa federal de combate ao crime organizado em fronteiras e divisas

Por meio do Programa V.I.G.I.A, estado receberá recursos e equipamentos para repressão ao tráfico de drogas, combate ao contrabando de armas e mercadorias. Foto: Divulgação

As forças de segurança pública do Rio Grande do Norte e do Ceará estão sendo incluídas no Programa V.I.G.I.A. – responsável por integrar o policiamento federal e estadual no combate aos ilícitos nas regiões de fronteira e divisas do país.

Em reunião realizada na manhã desta quinta-feira (14) na Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), o secretário de Operações Integradas do Ministério da Justiça, Jeferson Lisbôa Gimenes, apresentou os mecanismos de trabalho para a inclusão dos dois estados nordestinos no programa. No Ceará, a apresentação aconteceu na terça-feira (12). O início das ações do programa nos dois estados ainda será oficializado.

O programa V.I.G.I.A. (Vigilância, Integração, Governança, Interoperabilidade e Autonomia) é coordenado pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do Ministério da Justiça e Segurança Pública, e se baseia em metodologias modernas de gestão, utilizando a integração entre equipes especializadas, com padronização de técnicas, táticas e procedimentos, além das possibilidades de investimento em capacitações e equipamentos, ações com o intuito de direcionar esforços e contribuir com a formulação de estratégias operacionais.

Em 2020, o Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas agiu de forma integrada para o combate ao crime. Foram mais de R$ 2 bilhões de prejuízo aos criminosos, segundo o ministro do MJSP André Mendonça.

No RN e no Ceará – até então os únicos do Nordeste onde o programa será implantado – a missão do Programa V.I.G.I.A. será aumentar as fiscalizações e a repressão ao crime organizado, como o tráfico de drogas, por exemplo, além de combater ações do contrabando, e o fluxo de armas e munições, principalmente na divisa entre os dois estados. A intenção da instalação do programa é também coibir possíveis ocorrências de crimes por meio de rotas marítimas.

Além dos 11 estados que fazem fronteira com outros países (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima e Santa Catarina), o V.I.G.I.A. também já foi implementado nos estados do Tocantins e Goiás.

Sobre a instalação do programa, o secretário da SESED, coronel Francisco Araújo Silva, classificou como fundamental a implantação do programa no estado para fortalecer ainda mais a repressão ao crime organizado. “O V.I.G.I.A. é mais uma importante ferramenta nas ações integradas envolvendo as forças de segurança federais e estaduais no Rio Grande do Norte”, destacou.

Acompanharam a apresentação do Programa V.I.G.I.A. o secretário adjunto da SESED, o delegado Osmir Monte, o delegado geral adjunto da Polícia Civil do RN, delegado Ben-Hur Cirino de Medeiros, o comandante-geral da Polícia Militar no RN, coronel Alarico Azevedo, além de outros diretores e comandantes das forças policiais do estado.

Como integrantes da comitiva do Ministério da Justiça, participaram da apresentação o tenente-coronel Saulo de Tarso Sanson da Silva, que é titular da Coordenadoria Geral de Fronteiras (CGFRON), Gustavo Luis Dantas Guimarães, gerente administrativo da CGFRON, e João Fernando Henriques Pinheiro Filho, servidor mobilizado da CGFRON.

Opinião dos leitores

  1. Se o dinheiro for bem investido e também se não passar de uma propaganda enganosa dessa governadora, tem tudo pra dar certo.
    Só não podem repassar o dinheiro para o consórcio Nordeste, todos já sabem o destino.

    1. Num sei se você notou mas o programa V.I.G.I.A. é do Governo Federal!

    2. Essa Carniça não nota nada, está cego. Mal da vaca louca.?

    3. Ele não lê nada mais que as chamadas. Pobrezinho, assim não passa no ENCEJA.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Conselhos de Nutricionistas e de Educação Física solicitam abertura de inquérito contra falso profissional de saúde

Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte (RN) recebeu do Conselho Regional de Nutricionistas da 6ª Região (CRN-6) e do Conselho Regional de Educação Física da 16ª Região (CREF16-RN) queixa crime contra Anderson Nascimento de Lima, conhecido como Hulk, que, segundo denúncias nos respectivos conselhos, atua nas duas profissões de forma ilegal, vendendo pacotes de dietas e treinos através da internet, sem as formações nas devidas áreas.

O documento entregue pelos Conselhos Profissionais à Polícia, Anderson promete resultados imediatos e apresenta formas de pagamento variadas. Ele vinha sendo acompanhado pelos setores de fiscalizações dos dois Conselhos Profissionais. Após a apresentação da queixa crime, novos relatos chegaram à Polícia, inclusive com queixas referentes à prejuízos para a saúde. Exercer ilegalmente uma profissão regulamentada é considerado contravenção penal, passível de multa e até de prisão de 15 dias a 3 meses.

A denúncia foi encaminhada para a Diretoria de Polícia da Grande Natal – DPGran. A atuação de falsos profissionais, tanto na nutrição quanto na educação física, significa sérios riscos à saúde. “O nutricionista é o profissional que cuida da saúde de maneira global, com protocolos, estratégias, considerando plenamente a individualidade dos indivíduos. E a prescrição dietética é prática privativa do nutricionista, aquele graduado e com registro ativo no Conselho de classe, como diz a Lei Federal n° 8234/91. Além disso, a prescrição de dietética sem o menor conhecimento técnico-científico é um crime contra a saúde pública”, explica o presidente do CRN-6, Samuel Paulino.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Retomada do “pacto pela vida” e revisão de eventos de massa autorizados entre novas medidas de contenção da Covid no RN; veja lista

Foto: Elisa Elsie/ASSECOM/RN

O Governo do Estado dá prosseguimento às medidas para contenção da Covid-19 no Rio Grande do Norte, por meio do Pacto pela Vida. Nesta segunda-feira (7) a governadora Fátima Bezerra reuniu por videoconferência prefeitos, secretários municipais de saúde e representantes de municípios das regiões Metropolitana de Natal, Agreste, Oeste e Alto Oeste para tratar das novas ações de enfrentamento à pandemia no Rio Grande do Norte.

Após ouvir os representantes dos municípios, o Governo apresentou as medidas prioritárias que os prefeitos devem adotar, com apoio da gestão estadual: 1) atualizar e/ou editar novo decreto dos planos municipais de contingência; 2) retomar os Comitês Regionais com representação efetiva dos municípios; 3) realizar barreiras sanitárias qualificadas; 4) rastrear os casos através da atenção primária de saúde; 5) monitorar os pacientes com oxímetro; 6) editar norma técnica para orientar os cuidados pós-Covid e 7) ampliar a fiscalização nos ambientes de trabalho, em especial comércios, para garantir distanciamento social e evitar aglomerações.

A governadora Fátima Bezerra, que coordenou as duas reuniões, alertou que o aumento de casos reflete-se na hospitalização e internamentos e pode vir a se refletir no aumento dos óbitos. “Daí a necessidade do estado e municípios, através ações do Pacto pela Vida, tentar conter a ocorrência de novos casos. Pelo Governo do Estado estamos revertendo 89 leitos para atendimento Covid. O Governo vai dar todo o apoio aos municípios, inclusive na área da segurança pública. Os municípios têm suas prorrogativas legais e devem aumentar as medidas de combate a Covid e para evitar aglomerações das festas de fim de ano”, afirmou a governadora.

A programação da Sesap para reversão de leitos para atendimento exclusivo Covid é a seguinte: Região Metropolitana – 20 leitos; Seridó – 10 leitos; Oeste e Alto Oeste – 27 leitos; Mato Grande/Agreste – 16 leitos; Potengi – 16 leitos.

A secretária-adjunta de Saúde Pública do estado, Maura Sobreira, destacou que hoje o cenário é diferente do início da pandemia. “Temos maior incidência junto à população jovem que tende a desrespeitar mais o isolamento social. É fundamental a ação dos municípios para evitar o crescimento da pandemia”, avaliou a gestora.

Vários representantes dos municípios, a exemplo de Antônio Flávio (Alto do Rodrigues), informaram que os eventos do período eleitoral levaram a população a achar que pandemia acabou. “O município de Alto do Rodrigues não fará eventos neste final de ano. Mas a iniciativa privada se programa para fazer. Precisamos do apoio policial”, ressaltou.

A secretária de Saúde de Mossoró, Saudade Azevedo disse que a prefeitura ainda não editou novo decreto, mas está trabalhando na atualização do Plano de Contingência. Ela acrescentou que a partir de hoje à noite “o município vai recomeçar a fiscalização do cumprimento das regras protetivas como o uso da máscara, distanciamento social e restrições a aglomerações”.

De acordo com o secretário de saúde de Extremoz, Fábio Medeiros, “o município está voltado para não incentivar os eventos de massa. Com foco na atenção básica para evitar a lotação do hospital municipal. A equipe de saúde está alinhada”.

PACTO

O primeiro encontro de retomada, realizado no início da manhã, contou com representantes dos municípios de Parnamirim, Natal, Ceará-Mirim, Extremoz, São Miguel do Gostoso, Galinhos, Nísia Floresta, Tibau do Sul, Baía Formosa, São Gonçalo do Amarante, Canguaretama, Pedra Grande, Maxaranguape e Macaíba.

A promotora de Justiça do Ministério Público, Kalina Filgueira, parabenizou o Governo do Estado por abrir espaço e o diálogo e transparência com os municípios e os poderes. “O MP esta preocupado com o aumento do número de casos e a pressão por leitos. Sabemos da dificuldade da logística para a implantação dos novos leitos. Os eventos de massa tem nos preocupado, as festas de fim de ano. Não queremos que haja um retrocesso, principalmente nos setores econômicos. Estamos chamando a responsabilidade de cada município, principalmente no tocante aos eventos de massa. Os municípios precisam aumentar as equipes de fiscalização e publicar seus decretos com as normas e protocolos.”

Também participaram das reuniões o vice-governador Antenor Roberto, os secretários Aldemir Freire (Planejamento), Íris Oliveira (Trabalho, Habitação e Assistência Social), Francisco Araújo (Segurança Pública e Defesa Social), Fernando Mineiro (Gestão de Projetos e Metas), Guia Dantas (Comunicação), o controlador-geral Pedro Lopes e a secretária-adjunta Socorro Batista (Gabinete Civil)

Medidas adotadas a partir da recomendação do Comitê de Especialistas da Sesap:

Retomada do Pacto pela Vida;

Ampliação dos leitos nas regiões de saúde: 89 sendo 53 de UTI e 36 clínicos;

Ampliação das estratégias de comunicação;

Realização do Inquérito Sorológico;

Manutenção da testagem de forma ampliada;

Fortalecimento das ações de vigilância em saúde;

Recomendações aos empregadores/empregados

Recomendações acerca das festividades de final de ano

Revisão dos eventos de massa autorizados.

Opinião dos leitores

  1. Sentindo falta do médico Prof. Fernando Suassuma e de Albert Dickson nos programas de entrevistas pra explicar se a "profilaxia" está funcionando.
    Ou vão esperar mais 3 meses pra aparecer.
    O momento de explicar e esclarecer se faz efeito é agora.

  2. A turma q votou em Sr. Ivermectina Dias e Genocida Naro que sempre defenderam tdo aberto e até provocaram aglomerações botando a culpa falando no governo estadual pelo aumento dos casos?
    Esse povo além de mau caráter é doente de hipocrisia.

  3. Tragédia anunciada. O governo do estado liberou as aglomerações no período eleitoral, quando a situação estava sendo controlada. Irresponsabilidade e hipocrisia desse desgoverno.

  4. Como esperado passou o período eleitoral o qual a ilustre governadora não fez nenhuma questão de evitar as aglomerações, pelo contrário chegou a participar de algumas, e agora joga a culpa no setor produtivo, palhaçada, vá tratar de reabrir os leito hospitalares.

  5. Era pra ter acontecido na política e agora vem querer prejudicar os donos de bares e similares… PALHAÇADA

    1. Ômi, diga isso não, os jumentos ficam rinchando de raiva. Ion ion ion ion on on on

  6. Hipócritas canalhas, depois de terem incentivado o povo ir pra rua na política, agora querem tentar juntar o leite derramado.

  7. Deviam ter pensado no pacto pela vida no período eleitoral , mais todos foram para as ruas, inclusive a Exma. Sra. Governadora que passou qse toda a pandemia escondida e reaparece nas aglomerações em prol de seus candidatos, fez carreatas e tudo mais.
    Agora vem clamar pacto pela vida. É muita hipocrisia.

  8. Pacto pela vida é ABRIR novos leitos clínicos, críticos e de UTI para atender a população vítimas do Vírus Chinês.
    O resto é só lero lero…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Fátima anuncia reabertura de 89 leitos para covid-19 e diz que RN vai reanalisar autorizações para eventos no fim de ano

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou a reabertura de 89 leitos para covid-19, nesta sexta-feira (4). Ainda de acordo com ela, o comitê científico do estado vai fazer uma nova avaliação quanto às autorizações para eventos no fim de ano, por causa de um novo aumento dos casos da doença. O novo parecer dos pesquisadores sobre o assunto deve ser anunciado na próxima semana.

As medidas anunciadas seguem recomendações publicadas nesta semana pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, que acompanha os dados da doença e confirmou o aumento dos casos no estado.

“Infelizmente o Rio Grande do Norte, assim como os demais estados, passa por um momento de aumento do número de casos de pessoas com covid-19, que já se refletiu no número de internações. Esse aumento não se refletiu no número de óbitos, mas é preciso tomar medidas para conter esse crescimento que está em curso”, disse Fátima.

Dos 89 leitos anunciados pela governadora, 53 são de UTI e 36 clínicos, distribuídos em diferentes regiões do estado. A maior parte deles, no entanto, será reaberta na região Oeste, que, no início da tarde desta sexta, possuía mais de 80% das UTIs ocupadas. No estado como um todo, o percentual de ocupação dos leitos estava em 61%.

Fátima Bezerra também afirmou que o estado vai aumentar a disponibilização de testes para pessoas com sintomas.

Com acréscimo de informações do G1-RN

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Liga de Estudos e Combate ao Câncer vai parar serviços por causa da falta de repasse da prefeitura de Mossoró

A Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) comunica a sociedade Potiguar que, em razão da falta de repasse financeiro por parte da Prefeitura Municipal de Mossoró irá paralisar a realização de cirurgias eletivas a partir de amanhã (02 de dezembro).

Os débitos em atraso são referentes a produção do mês de setembro de 2020, que soma R$ 747.340,71 e ao plus do mês de agosto de 2019, que corresponde a R$ 371.099,21, valor este já enviado pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte e não repassado pela Prefeitura Municipal de Mossoró.

Recentemente foi realizada uma negociação com a Secretaria Municipal de Saúde, onde na ocasião foi firmado um compromisso verbal de quitar um débito no valor de R$ 381.331,96 parcelado em três vezes. Esta quantia seria destinada ao pagamento de procedimentos cirúrgicos já autorizados, mas que ainda se encontravam em aberto.

Na última sexta-feira (27 de novembro) foi emitido um comunicado esclarecendo a todos da real situação e pendências financeiras da Prefeitura Municipal de Mossoró para com a Liga Mossoroense. A Prefeitura nos informou e emitiu nota explicando que ontem (30 de novembro), estaria realizando o repasse referente a produção do mês de setembro do ano corrente. No entanto, até o presente momento não obtivemos a efetiva resolução do problema.

É importante ressaltar que somados todos os débitos dos valores do plus da Prefeitura Municipal de Mossoró para com a Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer, dos anos de 2018 à 2020, a dívida com a instituição chega a R$ 9.085.350,19.

Apesar de todos os esforços feitos por parte da Liga Mossoroense em buscar acordos com a Prefeitura Municipal de Mossoró, não houve por parte deste Poder Executivo manifestação que indicasse a solução do problema. A instituição lamenta pelos pacientes que serão prejudicados e espera poder retornar com este serviço o mais breve possível.

A Liga Mossoroense é referência no tratamento oncológico em Mossoró e região, atendendo cerca de 64 municípios, compreendendo as II, IV e VI regiões das Unidades Regionais de Saúde Pública (URSAP), com um fluxo de aproximadamente 350 pacientes/dia.

Paulo Henrique Lima do Monte

Presidente da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC)

Mossoró-RN, 01 de dezembro de 2020.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

FOTO: Helicóptero do Ibama cai em combate a fogo no Pantanal e bombeiro militar morre; ministro manifesta solidariedade

Foto: Reprodução

Um helicóptero do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) caiu em uma área alagada por volta das 11h desta segunda-feira (30) no Pantanal, próximo a divisa dos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Um militar dos Bombeiros do Pará morreu.

Segundo informado por fonte do Corpo de Bombeiros do MT à CNN, o aparelho foi encontrado às 4h desta terça sem o comandante Mauro Tadeu, de 54 anos. Seu corpo só foi localizado horas depois. As causas do acidente ainda são desconhecidas.

Segundo informado pelos Bombeiros, o militar atuava no combate aos incêndios que ocorrem no Pantanal. O helicóptero caiu durante a manobra conhecida como “bambi”, em que é feita a coleta de água para lançar no fogo. Para realizar esse processo, a aeronave mergulha uma bolsa de captação em uma lago, enche o equipamento e leva até o fogo.

Ainda de acordo com os Bombeiros, o comandante já estava habituado a atuar na região. Na operação, ele operava o helicóptero sozinho em razão do tipo de missão: o chamado “fiel”, um auxiliar na pilotagem, é dispensado para diminuir o peso do aparelho.

O Ibama explicou à CNN que o piloto era contratado por uma empresa terceirizada, que presta serviço ao instituto. Segundo a assessoria do órgão, o piloto era experiente e havia executado a manobra corretamente, até perder contato com a tripulação que estava em solo.

Ainda de acordo com as informações preliminares do Ibama, a equipe que estava em solo relatou ter ouvido, pelo rádio, gritos do piloto de que estava prestes a cair, logo antes de perderem a comunicação: “Estou caindo!”. Em seguida, foi ouvido o forte estrondo da queda.

O Protocolo de Busca e Salvamento foi acionado pelo Ibama junto à Aeronáutica e, portanto, a FAB responde pela investigação das causas do acidente.

A operação aérea de combate às queimadas teve de ser interrompida no Parque Nacional do Pantanal Matogrossense, devido à queda do avião. Segundo o Ibama, o enfrentamento ao incêndio na região segue agora apenas com agentes combatendo as chamas em solo.

O Corpo de Bombeiros do Pará informou, por meio de nota, que Tadeu era coronel da reserva e pertenceu ao quadro de saúde da corporação, como odontólogo, onde serviu por 19 anos. Atualmente, trabalhava como piloto comercial em uma empresa privada de aviação e serviços aéreos.

Salles lamenta

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, manifestou hoje (1º) solidariedade pela morte do comandante Mauro Tadeu da Silva Oliveira, ocorrida ontem (30) em um acidente com o helicóptero do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A aeronave caiu quando sobrevoava o Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense, em operação de combate aos incêndios florestais. O piloto estava sozinho.

“Transmito à família e amigos do comandante Mauro Tadeu da Silva Oliveira sentimentos de pesar e nossas orações. Faleceu em acidente com helicóptero do Ibama, no cumprimento da brava missão de combate aos incêndios florestais no Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense”, escreveu Salles, em mensagem nas redes sociais.

CNN Brasil

 

Opinião dos leitores

  1. Até nisso esse ministro da azar . O cabra incompetente . Também auxiliar de TONHO DA LUA , não escala um . Tudo fraco

    1. Esse rabugento pixuleco apareceu ??
      Não quis comentar a derrocada do PT né rancento?
      Vai cagar rabugento.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *