FOTOS: Henrique toma posse como novo ministro do turismo; Robinson emite nota

db88364761a8b0e6052f4e28225767137c5a30e1f35d2b9fb76f3fc3b8f3fc1bHenrique Alves acaba de tomar posse, na tarde desta quinta-feira(16), como novo ministro do Turismo. Presidente Dilma cumprimenta o representante do PMDB. Fotos: cedidas.

Ao dar posse ao novo ministro do Turismo, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), a presidente Dilma Rousseff teceu elogios ao antecessor no cargo, Vinícius Lages, e lembrou que o novo titular da pasta foi um “parceiro de tantas horas no Congresso Nacional”.

A nomeação é um aceno ao atual presidente da Casa e aliado de Alves, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), responsável por derrotas sucessivas do Planalto no Legislativo. Cunha, não compareceu ao evento. Autor de proposta que limita o número de ministérios, preferiu evitar comparecer a evento ao lado de Dilma, segundo a reportagem apurou.

“Sua presença [de Alves] no governo reforça nossa capacidade administrativa e a ação política na área do turismo” afirmou Dilma na tarde desta quinta-feira (16) em cerimônia no Palácio do Planalto.

O ex-presidente da Câmara assume a pasta no lugar de Vinícius Lages, cujo padrinho político é o atual presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). A troca irritou o senador, que impôs resistências à mudança -Calheiros também não compareceu à posse.

Com o discurso em defesa da redução de ministérios na Esplanada, Calheiros decidiu abrigar o afilhado em sua chefia de gabinete, na presidência da Casa. A nomeação de Vinícius Lages foi publicada nesta quinta no Boletim Administrativo do Senado.

O afilhado político de Renan vai ocupar cargo em comissão (sem concurso público). Lages vai receber salário de R$ 22,2 mil mensais (bruto), valor inferior à sua remuneração no Ministério do Turismo (R$ 30,9 mil brutos).

Henrique Eduardo Alves teve a vaga na Esplanada garantida após não figurar na lista que a Procuradoria-Geral da República enviou ao STF (Supremo Tribunal Federal) no mês passado para investigar 54 pessoas envolvidas na Operação Lava Jato.

TROCA-TROCA

Diante das rusgas internas no PMDB, Dilma também fez afago a Lages. “Em seus 13 meses no cargo, levou o turismo brasileiro a galgar novos patamares de qualidade. Vinícius Lages chegou trazendo um grande conhecimento técnico sobre a indústria do turismo e com seu trabalho intenso se incorporou perfeitamente ao nosso time”, disse.

A presidente destacou o desafio com a proximidade dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, em 2016, e o aumento de viagens de brasileiros em território nacional.

Esta é a sexta mudança feita pela presidente Dilma Rousseff em seu segundo mandato. Em pouco menos de quatro meses, houve trocas na Secretaria de Assuntos Estratégicos, Educação, Comunicação Social, Relações Institucionais e Direitos Humanos.

Ao destacar a relevância da indústria do turismo, Dilma afirmou que, neste momento, o setor ganha relevância. “Estamos realizando os ajustes na economia, ajustes para crescer, e a indústria do turismo pode assumir papel ainda mais relevante na retomada e aceleração do desse crescimento”, afirmou num rápido discurso, de cerca de 15 minutos.(Folha Press)

Robinson emita nota. Confira na íntegra:

O Rio Grande do Norte recebe com boa expectativa a notícia de que um potiguar assume hoje o cargo de ministro do Turismo, uma das mais importantes atividades econômicas do nosso estado.

Como governador, também me alegra saber que podemos contar com mais esse reforço na busca por incentivos e investimentos. O turismo é uma prioridade do Governo com ações concretas como a redução do ICMS sobre o querosene de aviação que tem estimulado o desenvolvimento da atividade no Rio Grande do Norte.

Parabenizo o ministro Henrique Eduardo Alves pela nomeação e desejo uma excelente gestão.

Em virtude de compromissos anteriormente assumidos, não poderei comparecer à solenidade de posse que só foi informada no dia de ontem. Serei representado pelo deputado federal Fábio Faria.

Robinson Faria

Governador do Rio Grande do Norte