Governadores do Nordeste discutem linhas de crédito com agência francesa

FOTOS: ELISA ELSIE

No segundo dia da missão na Europa, os governadores do Nordeste discutiram com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) o financiamento de projetos para o desenvolvimento sustentável da região. No encontro com a diretoria-geral da AFD, realizado em Paris, nesta terça-feira (19), os gestores trataram de linhas de crédito para investimentos principalmente nas áreas de sustentabilidade e agricultura familiar.

O Nordeste possui 3,9 milhões de estabelecimentos agrícolas, sendo 77% da agricultura familiar. O Consórcio Nordeste pretende estabelecer parcerias para desenvolver políticas e implementar ações que aumentam a renda do agricultor familiar, permitam a assimilação de tecnologia produtiva e gerem desenvolvimento sustentável com preservação da biodiversidade.

Presente no Brasil desde 2007, a AFD financia e acompanha projetos que melhoram a vida das populações, com foco na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e nos resultados do Acordo de Paris. As equipes da AFD trabalham em iniciativas em 115 países. No Brasil, a agência atua em 40 projetos, com 1,9 bilhão de euros já investido.

O vice líder da Divisão de Desenvolvimento da Agricultura Rural e Biodiversidade da AFD, Matthieu Le Grix, comentou a importância do setor agrícola para o Nordeste e falou sobre os objetivos da AFD. “Damos prioridade para agricultura familiar porque queremos transformar os pequenos agricultores em grandes. Lutamos contra a pobreza e para aumentar a produtividade da agricultura”.

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, reforçou a importância da parceria entre a AFD e os governos do Nordeste. “Vai contribuir para nosso desenvolvimento sustentável. O Rio Grande do Norte tem o absoluto compromisso na defesa do meio ambiente, daí a importância de termos boas parcerias com a AFD para fortalecer o desenvolvimento da agricultura familiar e segurança hídrica”.

Fátima Bezerra também destacou que o Governo do RN promove ações de uso sustentável da água como indutora da inclusão nos planos social, econômico e ambiental no contexto da agricultura familiar. “Nossos eixos de atuação passam pelo aumento da segurança hídrica para as famílias rurais difusas do semiárido, água para a produção de alimentos saudáveis. Devemos registrar ainda que a agricultura familiar é responsável por mais de 70% dos alimentos que chegam à mesa do o povo brasileiro” afirmou a governadora. Ela ainda enfatizou a recuperação de áreas degradadas, o fortalecimento das ações de assistência rural com olhar voltado para o fortalecimento da política territorial. “Encontramos o Rio Grande do Norte em uma situação muito difícil, mas temos feito todos os esforços para levar adiante nosso projeto de inserir o nosso Estado em um Nordeste forte, produtivo e inclusivo”, declarou.

Na Europa, o consórcio destaca o potencial de consumo e de desenvolvimento da região nordestina, que reúne 57,1 milhões de habitantes e responde por 14,3% do PIB brasileiro.

Além de Paris, o grupo estará em Roma, na quarta-feira (20), e em Berlim, na quinta (21) e sexta-feira (22).Participam da missão os governadores Rui Costa (Bahia), Renan Filho (Alagoas), Camilo Santana (Ceará), João Azevêdo (Paraíba), Paulo Câmara (Pernambuco), Wellington Dias (Piauí), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte), assim como o vice-governador Carlos Brandão (Maranhão). O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, está sendo representado pelo superintendente de Parcerias Público Privadas, Oliveira Junior.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    Excursão turística ás custas dos contribuintes

  2. Ceará-Mundão disse:

    Essa gente de esquerda foi apenas fazer turismo às nossas custas. Esse consórcio de governadores do NE é inconstitucional e essa viagem é totalmente inócua para os nossos estados. Muitas das atividades alegadas não são sequer atribuições dos estados. O RN está quebrado, com 3 folhas salariais atrasadas, devendo a fornecedores, com a saúde destroçada (pelo próprio governo), sem saber como vai pagar o 13º do funcionalismo, dependendo de recursos repassados pelo governo federal (que o PT odeia e combate), com a economia estagnada, com enorme déficit previdenciário e sem perspectiva de melhoras. Triste RN sem norte e sem sorte.

  3. Cigano Lulu disse:

    Como tomar dinheiro de empréstimo se a capacidade de endividamento da maioria dos Estados, inclusive do RN, encontra-se literalmente esgotada?

  4. Flauberto Wagner disse:

    Estou vendo a publicação de tantas fotos e de muitas "estórias" que os governadores do nordeste estão fazendo muitos esforços para atrairem acordos comerciais e buscando parcerias na Europa e logo vão ao oriente, sendo tudo que fizerem pôr lá muita coisa terá quer ter anuência do governo federal.
    É interessante observar que alguns países da Europa estão em situações econômicas difíceis em especial a França, que tem para a sua agricultura uma forte barreira de protecionismo.
    Outra coisa, antes todos pediam socorro ao governo federal, hoje sobre orientação partidária e tendo Lula com guru, preferem outros caminhos cujo resultado é por enquanto só de turismo.
    E fala disso não foi possível vizualizar a presença do "papagaio de pirata" nas fotos, só assim Fatinha tem um pouco de privacidade.

    • Sinaldo disse:

      Flauberto, sempre leio seus comentários e acho muito admirável a maneira como você articula tanta baboseira e tem a habilidade de florear tamanhas asneiras. Poderia candidatar-se a auxiliar de Alexandre Garcia.

    • Ceará-Mundão disse:

      Verdade, Flaubert. Estão fazendo turismo às nossas custas. Esse tal consórcio de governadores é inconstitucional e essa viagem é absolutamente imprestável para os estados nordestinos. Vários dos assuntos pseudamente tratados sequer são da competência dos estados. E onde estão os empresários? Por que nenhum participa dessa tal caravana? E esse senador Prates e o secretário Mineiro, o que foram fazer por lá? Turismo, passeio, deleitar-se com o dinheiro suado do povo sofrido e carente, como SEMPRE fazem esses esquerdistas aproveitadores. Socialismo pros outros, pros bestas, luxo e riqueza para eles. É sempre assim.

  5. Anti-Político de Estimação disse:

    Independentemente das preferências e antipatias pessoais , os verdadeiros CIDADÃOS tem que torcer a favor do seu Estado, da sua Região e do seu País. Chega de paixões políticas cegas e idiotas, de um lado e de outro !!

  6. Vergonha disse:

    Como ??? Esses PTralhas não são contra o Capitalismo??? Porque não fazem TURISMO PELA VENEZUELA???
    Não irão trazer uma cigarreira da EUROPA, só doido para investir em um estado sem segurança jurídica e pública , exemplo; veja o HOTEL REIS MAGOS , vivem os PTralhas gritando para não derrubar aquela MERDA , veja se saiu algum RESORT NO LITORAL NORTE , nenhum conseguiu licença , IBAMA, IDEMA E O DIABO não liberam , aqui prevalece BOLSA ESMOLA

  7. Luso disse:

    Óia, é gopi toda style. Mas minina. Rsrsrs

  8. Luciana Morais Gama disse:

    Eles esquecem que para isso tem que ter o aval do governo federal.

  9. Ivan disse:

    Só sumidade…#sqn…kkkkkkkkkkkk

COMENTE AQUI