Governo do RN cria Comissão Especial para Monitoramento e Enfrentamento ao COVID-19

Com o objetivo de unir esforços para a adoção de medidas de combate ao novo coronavírus (COVID-19), o Governo do Rio Grande do Norte criou, nesta terça-feira (31 de março), em caráter provisório, a Comissão Especial de Monitoramento e Enfrentamento ao Coronavírus no âmbito do município de Natal. A iniciativa foi instituída por meio do decreto Nº 29.582, de 31 de março de 2020, e considera a capital potiguar por ser o município que concentra o maior número de casos suspeitos e confirmados da COVID-19 no estado, bem como o maior volume de hospitais e demais equipamentos de saúde pública que receberão ampliação e reforços.

O grupo técnico de trabalho será formado por integrantes do poder Executivo estadual e municipal e vem somar ao conjunto de medidas que o Governo tem realizado para mitigar os impactos da pandemia no RN, com foco na proteção à saúde e à vida da população. “A união de todos é fundamental para enfrentarmos esse momento de crise. E como tenho dito, reforço a importância de cobrar o envio de recursos por parte do Governo Federal, recursos estes fundamentais para a concretização dos projetos em curso de ampliação do serviço, criação de leitos, equipamentos e toda a estrutura necessária para combater e enfrentar a curva mais elevada da doença que está para chegar muito em breve e precisamos estar preparados”, destacou a governadora durante reunião realizada na última sexta-feira (27) com o prefeito de Natal, Álvaro Dias.

O Estado e o município de Natal estão em constante diálogo para o desenvolvimento de ações de prevenção e conscientização da população sobre os riscos da doença e a importância do isolamento social para resguardar vidas. Está em fase implantação o Hospital de Campanha de Natal que será instalado no Hotel Parque da Costeira, localizado na Via Costeira. A obra vem contando com o contínuo esforço da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern) que trabalha para restabelecer o abastecimento e esgotamento sanitário do Hospital Municipal de Campanha.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Guto disse:

    Só agora criou uma comissão ? Governo lento e incompetentemente, faz uma reunião para marcar uma reunião e nada mais, só falácia e nem uma ação ou projeto concreto. Fechou hospitais e agora vai criar um de campanha que ainda nem saiu de papel.

    Alguma suspensão ou prorrogação do ICMS e do IPVA? Nos Potiguares estando entregue a própria sorte.

  2. Cigano Lulu disse:

    O governo do Estado deveria era apresentar soluções para proteger os vulneráveis, isto sim.
    Quem vai cair de novo no conto dos governadores do Nordeste?
    Sem ter feito seu dever de casa, pedem auxílio para pagar a folha de pagamento de servidores públicos, ou das velhas federações da indústria que foram mal acostumadas pela desastrosa política econômica do governo Dilma?

  3. WellingtonB disse:

    Queremos menos burocracia, reuniões que não dão em nada e ideologia. Mais ação concreta, por exemplo providenciar condições sanitárias para funcionamento das feiras, aumentar a capacidade de atendimento hospitalar, fiscalizar a demissão criminosa dos funcionários do transporte público, entre tantas outras. Ação é o que está faltando.

  4. Manoel disse:

    Vixe! Sério isso??? Criaram uma comissão somente agora??? Faz mais de duas semanas que tudo parou e só agora estão começando a pensar nas soluções??? Jesus!!!

  5. Brasil Acima de Todos disse:

    Vixi! Está é adiantada (SQN)… Blá blá blá tem muito, mas ação que é bom, NADA!

  6. Vicente disse:

    Não crie comissão, grupo , agilize o hospital de campanha governadora, não seja irresponsável, até a prefeitura já aprontou o seu. São vidas de pessoas em risco, TRABALHE!

COMENTE AQUI