BOLETIM COVID PARNAMIRIM: Prefeitura autorizou uso do CER para leitos de retaguarda

A Prefeitura de Parnamirim autorizou o uso das instalações do Centro Especializado de Reabilitação – CER como estrutura de leitos de retaguarda. O CER, localizado em Vida Nova, apresenta um amplo espaço. São pelo menos 10 consultórios e 12 salas terapêuticas, que serão usados para atender os pacientes. Vivemos um momento crítico e estamos mobilizando todas as nossas secretarias para ampliarmos ao máximo nossa rede de atendimento. Veja anúncio abaixo:

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bill disse:

    Paulinho em São Gonçalo do Amarante e Taveira em Parnamirim, estão comprometidos com a saúde dos seus munícipes, os outros municípios ninguém escuta nada.

  2. José Neto disse:

    Parabéns Taveira. A sua postura em Parnamirim é exemplar para os demais municípios.

Coronavírus no RN: sobe para 28 número de casos confirmados; suspeitos são 1176

Foto: Reprodução/Instagram

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) atualizou mais nove novos casos da Covid-19 na tarde desta sexta-feira (27),  registrando neste momento, no Rio Grande do Norte, 28 pacientes infectados pelo novo coronavírus. São 19 em Natal, quatro em Parnamirim e cinco em Mossoró.

No último boletim epidemiológico, nessa quinta-feira(26), os casos confirmados eram 19.

O boletim epidemiológico desta sexta-feira(27) ainda informa que foram descartados 282 casos e atualizados como suspeitos, 1176, sendo 30 de pessoas residentes em outras regiões do país

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. WellingtonB disse:

    Vamos deixar de hipocrisia. Todos são a favor do isolamento, desde que o supermercado funcione, os entregadores de compras, de pizza, idem. Porteiros e agentes de segurança não podem parar de jeito nenhum. Farmácias, ônibus, bancos, etc… Igrejas, loterias, tenho minhas dúvidas. A comida tem que chegar… De repente a classe média sente as mesmas ameaças que os pobres sempre sentiram, diariamente. E ao fundo um presidente que se faz de doido e a oposição, apeada do poder por excesso de desonestidade e há muito tempo sem o que dizer, que enxergou uma pauta, dada de bandeja pelo doido. O que interessa agora é o capital político para as eleições de daqui a pouco. Estamos perdidos.

  2. Raimundo disse:

    Esses dados de “suspeitos” eu acho totalmente desnecessário se mais de 70% dos contaminados são assintomáticos esses dados de suspeitos é muito irrelevantes

  3. anonimo disse:

    Pq não atualizam os que já foram recuperados ou fica esse tempo todinho com esse vírus

  4. Pedro disse:

    Sr Francisco não sou Bolsonaro nem nenhum desses ladrões vestidos de políticos, quanto maior a distância melhor, só para desmistificar essa fala do presidente, em tempos de colera (Ciro Gomes) e H1N1 ( nove dedos) fizeram o mesmo discurso, e sabemos o que aconteceu naquela época. Os áudios dos dois não deixam margens para FAKE, qual o motivo desse frenesi agora? Querem ressuscitar um defunto condenado em duas instâncias? Ou é mera gabolice?

  5. Laura disse:

    Gente olhem a Itália, vai devastar o Brasil se não pararmos.

  6. Antonio Turci disse:

    Respeito todos. Entretanto, ficar chingando o Presidente pelo fato de chamar o possível efeito do Coronavirus de "gripezinha";é reduzir o debate e priorizar questão semântica. Importantes são as ações, não o modo peculiar de alguém se expressar.

  7. peduca disse:

    Estou quase virando petista… Em casa sem trabalhar e esperando q o governo me banque.

  8. Everton disse:

    A quantidade ainda é pouca, pelo fato de poucos testes. Quando começarem os testes em massa, teremos uma real noção do perigo.

  9. alguem disse:

    torço que o presidente esteja correto no que ele tá fazendo, pois se der errado vai ser um problema grande e será que ele vai mudar de conversar se der zebra.

    • José Quirino disse:

      Vc ainda tem dúvidas quanto à isto, ele sempre pede desculpas pelas besteiras que faz.

    • Reinaldo disse:

      Esse vírus só vai ser parado com os remédios! ficar em casa acuado com medo, o máximo que consegue é atrasar a sua chegada! quando as pessoas começarem a ser medicadas e automaticamente não repassar o vírus aí ele cai do "x" para o 0.
      não tem governo no mundo derrote ele sem atacá-lo por dentro.
      vejam por exemplo os estados unidos.
      COVID19 é um inimigo mortal.

  10. Paty disse:

    Acabou a entrevista da governadora e a mesma coisa, falou nada com nada e retardando os resultados . A UFRN faz teste e a secretaria faz ré teste …

  11. Silva disse:

    a governadora está em casa…. e os hospitais pros pobres caso precise, já que a curva vai aumentar os casos… misericórdia … 🤦🏽‍♀️ Falou em 150 UTI …. queremos ação , hospital de campanha leitos …. e não politicagem

    • Bixa bixerrima disse:

      Seu presidente que mandou todo mundo ir pra rua e voltar a circular, vá pra rua pq a governadora toma atitudes melhores que seu presidente

    • Manoel disse:

      A entrevista dela agora a pouco foi mais parecido com um comício! Não se enganem , a maioria dos políticos está de demagogia em cima da epidemia. Fazendo discurso político puro!

    • Francisco disse:

      Não é só uma gripezinha, Silva?
      O MIto não disse que tudo não passava de uma fantasia?

Com 2.000 casos em 6 dias, país soma 3.027 doentes com Covid-19

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 10h53 de sexta-feira (27), 3.027 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil com 77 mortos, 58 deles em São Paulo, de acordo com a secretaria de Saúde do estado.

estado de Minas Gerais divulgou nesta manhã que alcançou 189 casos no estado. Paraíba atualizou o número de casos para nove na manhã de sexta-feira. Já Porto Alegre teve sua segunda morte provocada pela doença, mas ela ainda não foi contabilizada pelo governo local.

O avanço da doença está acelerado: foram 25 dias desde o primeiro contágio confirmado até os primeiros 1.000 casos (de 26 de fevereiro a 21 de março). No entanto, os outros 2.000 casos foram confirmados em apenas seis dias ( de 21 a 27 de março).

O Ministério da Saúde atualizou seus números na tarde de quinta-feira (26), informando que o Brasil registra 2.915 casos confirmados do novo coronavírus e que já foram registradas 77 mortes – os dados ainda não foram atualizados por todas as secretarias de saúde estaduais.

Com informações do G1

Itália tem mais de 8 mil mortes por Covid-19 desde o início do surto

Foto: Reuters/Yara Nardi

O Ministério da Saúde da Itália registrou ao menos 8.165 mortes pela Covid-19 desde o início do surto. Em um balanço divulgado nesta quinta-feira (26), as autoridades de saúde contabilizaram mais de 62 mil infectados pelo novo coronavírus.

Nos últimos dias, desde o pico de sábado (21), quando o país registrou 793 mortes, o número de vítimas reduziu levemente e ontem chegou a 683 mortes. Na quinta o número diário de mortes ainda é alto, mas mais baixo que no dia anterior, nas últimas 24 horas o país registrou 662 mortes por Covid-19.

A região de Piemonte, no norte da Itália, contabilizou mais 50 mortes por coronavírus. O número não foi atualizado na contagem oficial do governo italiano, segundo a agência Reuters. Com estes casos, o número de mortos no país salta para 712 mortes na quinta-feira.

Trabalhadores da saúde também estão entre as vítimas do novo coronavírus. Um levantamento do governo italiano mostrou que cerca de 9% dos infectados do país no início da semana eram médicos, enfermeiros ou técnicos. A Federação de Médicos da Itália contabilizou nesta quinta 37 médicos mortos pelo novo coronavírus.

Quarentena

A Itália vive, desde o dia 9 de março, um isolamento total que inclui a suspensão de aulas e de serviços não essenciais. Eventos foram cancelados, e até mesmo o transporte de mercadorias foi limitado.

Giuseppe Conte afirmou nesta quarta-feira que a emergência do novo coronavírus é “sem precedentes” em todo o mundo. Ele pediu também que os países sejam rigorosos no combate ao coronavírus.

“Ninguém pode aceitar, muito menos a Itália que está fazendo grandes sacrifícios para combater o vírus, que outros países não percebam essa necessidade de máxima atenção preventiva”, disse o primeiro-ministro durante um pronunciamento na Câmara dos Deputados da Itália.

O premiê disse também que, se outros países não forem rigorosos com as medidas preventivas, a pandemia pode aumentar ainda mais o ritmo dos contágios.

Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Observando disse:

    em 23.02.2020 eram 17 mortos.

UFRN adquire kits e começa a testagem para Covid-19

Foto: Anastácia Vaz

A UFRN começou a realizar nessa quarta-feira, 25, testes para detecção do Covid-19 em pacientes do estado. Foram adquiridos kits para realização de três mil exames com recursos próprios da instituição e do seu Instituto de Medicina Tropical (IMT). Seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, todas as amostras estão sendo coletadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (LACEN/RN) e, em seguida, testadas no IMT e no Departamento de Análises Clínicas e Toxicológicas (DACT). Desde a semana passada, o DACT já estava atuando na identificação de arboviroses e outras infecções respiratórias para reduzir esta demanda do LACEN, que precisa concentrar sua força de trabalho nos exames de detecção do novo vírus.

De acordo com o chefe do DACT, Andre Ducati Luchessi, a força-tarefa com a realização de testes também na UFRN permite que a capacidade do Lacen possa ser aumentada. “Os três laboratórios estão processando três vezes o que o Lacen conseguiria processar em um único dia. Isso vai gerar um dinamismo muito grande”, conta. Para ele, a partir do momento que a UFRN chega com essa força-tarefa, ao lado do governo do Estado, por meio do Lacen, consegue ajudar a dar agilidade à situação. Ao demonstrar com rapidez os casos positivos e negativos, com números que se aproximam mais da realidade, os gestores têm maior condições de tomar as decisões, inclusive sobre a quarentena.

A diretora do IMT, médica Selma Jerônimo, chama atenção para a importância do esforço para acelerar o diagnóstico. Um paciente sem confirmação do novo coronavírus acaba ocupando leito no isolamento e ficando exposto ao risco de ser contaminado por quem realmente tem o vírus. “Esses testes são determinantes porque ajudam a distinguir os casos positivos de Covid-19. Com isso, temos condições de direcionar as pessoas acometidas para o tratamento adequado”, afirma Selma Jerônimo.

Francisco Paulo Freire Neto, farmacêutico-bioquímico do IMT, lembra que, o IMT também disponibilizou uma linha de teleatendimento para orientação das pessoas com sintomas respiratórios ou suspeita da Covid-19. O serviço está disponível das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, através do telefone 3342-2300. “O IMT foi pensado para responder a essas emergências e tem mostrado que, quando há uma necessidade, está pronto para atuar com apoio da comunidade universitária que tem conhecimento para atuar com qualidade”, finalizou.

Com UFRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. natalsofrida disse:

    BG, O IMT ARRASOU, PESSOAL MUITO EDUCADO E PRESTATIVO, FALEI COM O BRUNO QUE ME ATENDEU MUITÍSSIMO BEM, PASSOU TODAS AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS. MEU FILHO FICOU GRIPADO E TIVE QUE BUSCAR INFORMAÇÕES. PARABÉNS AO IMT E ESPECIALMENTE AO BRUNO QUE ME ATENDEU, SHOW DE BOLA.

Prefeitura de Parnamirim deu posse a 12 novos médicos para ajudar na crise contra o Covid-19

A Prefeitura de Parnamirim deu posse ontem, a 12 médicos concursados para reforçar a rede municipal. Os médicos serão direcionados para atuar em regime de plantão.

As UBS de Nova Esperança, Suzete Cavalcante e o Hospital Márcio Marinho passam a ter horário estendido. Estas unidades funcionarão das 7h às 19 horas, de domingo a domingo, possibilitando maior resolutividade. Terão atendimento médico, coleta swab, aplicação de medicamentos e leitos de observação.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tom disse:

    Posse tá dando, já pagar os salários é outra coisa, os médicos que tomaram posse em dezembro estão até hoje a ver navios, sem receber nada, só promessas do pagamento.

Ministério da Saúde autoriza cloroquina para casos graves de covid-19

Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde oficializou, nessa quarta-feira (25), um posicionamento autorizando que médicos usem a cloroquina/hidroxicloroquina para tratar pacientes internados em estado grave com covid-19.

No entanto, não há qualquer indicação do medicamento para pessoas que queiram se proteger ou para casos leves da doença.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, alertou para os riscos de efeitos colaterais graves provocados pela droga, um imunomodulador receitado para casos de malária e para algumas doenças autoimunes, como o lúpus.

Em uma apresentação à imprensa, o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos da pasta, Denizar Vianna, frisou que o medicamento pode ser usado com outras medidas de suporte ao paciente pelo período de cinco dias.

Segundo ele, trata-se de “um medicamento muito promissor” e que “o Brasil conhece muito”, por fazer uso na região Norte em pessoas com malária.

Os casos graves são, em média, 14% dos infectados por coronavírus, sendo que 5% são considerados críticos.

Na semana passada, após o presidente dos Estados Unidos falar que o país aprovou o uso da substância no tratamento de alguns casos de covid-19, houve uma corrida às farmácias no Brasil, o que deixou algumas delas sem estoque.

Posteriormente, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a venda do remédio sem prescrição médica, para evitar a automedicação e também que pacientes que precisam da hidroxicloroquina fiquem desabastecidos.

Com R7 e CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nando disse:

    O maçaneta tirando uma de morto p pegar o coveiro dormindo.

NÚMEROS DO COVID-19 vão muito mais além dos que os oficias no RN

Foto: cedida

O governo do estado e a secretaria de saúde tem feito um excelente trabalho nas informações, ações e na transparência em relação ao Coronavírus.

Mas os números de casos suspeitos, de casos confirmados e até óbitos vão bem mais além dos que os informados.

É isso não é por negligência ou incompetência.

Uma boa parte porque sequer a saúde estadual tomou conhecimento. São pessoas que fizeram de forma privada ou até mesmo não fizeram e outras que relativizam a situação.

O blog tem recebido diariamente relatos e até comprovação de exames.

Um exemplo disso foi a morte de um idoso de 62 anos na última terça-feira. A vítima faleceu em casa e o corpo foi levado para o Serviço de Verificação de Óbito do Hospital Giselda Trigueiro.

O BG teve acesso a certidão de óbito e a causa morte:

Síndrome Respiratória Aguda Positivo para Covid-19(foto acima).

Enquanto ele não entra na estatística de casos fatais, a família garante que a vítima teve contato com pelo menos outros 6 idosos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ambrosio disse:

    Se não tem médico no estado na época normal imaginar infectologia , deixar de conversar

  2. Karol disse:

    Sem contar que a triagem nos hospitais tá muito abaixo do solicitado pela OMS, BG. Os médicos estão dando diagnósticos rasos, e no meu caso, mesmo tendo relatado contato com uma testado positivo para covid-19, deram de ombros e sugeriram uma outra doença, onde passaram três antibióticos.

  3. cyro disse:

    os casos sao subnotificados. as pessoas querem voltar às ruas como se nao fosse nada grave baseadas nesses "baixos" números. infelizmente se saírem de quarentena em duas ou três semanas teremos dezenas de milhares de contaminados.

  4. Sylvia disse:

    Quanto menos notificação, mais as pessoas vão se expor e as políticas públicas afrouxar.

  5. Erwin Junior disse:

    Incopetência. 3 pontos comprovam.
    1 – Os laboratórios particulares poderiam ser obrigados a repassar a informação para a secretária de saúde.
    2 – O Giselda é gerido pelo Estado.
    3 – Os laboratórios e hospitais públicos não tem o teste suficiente, quem está em casa com suspeita vai para o giselda e não consegue fazer, só quando está morrendo.
    Assistir uma entrevista do secretário e durante a mesma, ele mostrou vários sinais claros de insegurança e nevorsimo com as informações. Pois ele mesmo adimitiu que o Estado não estava preparado.

    Em fim, poderia relatar umas 3 páginas que comprovam o despreparo pela gestão.

    • Marcos disse:

      Falou, falou e não disse nada.

    • Marcelo Matias disse:

      O amigo está muito mal informado. País nenhum estava preparado para essa situação que não tem cor partidária. Os teste são obrigação do governo federal. Os hospitais particulares são obrigados a mandar as notificações para a Sesap. O primeiro atendimento deve ser feito na UPA e não no Giselda que é um hospital de doenças contagiosas, onde são destinados os casos positivos para internação.

  6. Ailton Silva disse:

    Bom dia saúde e paz ! É uma vergonha os políticos do nosso país, e algumas empresas de comunicação que tentam por cada vez + problemas, ( BG VC ESTÁ DE PARABÉNS PELO SEU GRANDE TRABALHO)

  7. Ricardo Weber disse:

    Vamos cobrar da governadora ao hospital de base, estou vendo a imprensa alarmando, mas não estou vendo cobrarem o que era pra cobrar a chefe de governo.

  8. JOSE MEDEIROS disse:

    Não só no RN mas em todo Brasil

  9. Amadeu disse:

    O Brasil só envergonha o mundo em vários sentidos . Quem aparecer com sintomas do Covid19 que não esteja num hospital é capa de ser agredido . Por isso o motivo de alguma que se isolam / escondem com medo de retaliações .

‘Há luz no fim do túnel’: médico paulista se recupera de Covid-19 após seis dias na UTI

Ortopedista Henrique Rodrigues está curado do coronavírus Foto: Arquivo pessoal

O ortopedista paulista Henrique Rodrigues, de 31 anos, enfrentou muitas dores no corpo, dificuldade para respirar e febre alta desde que começou a apresentar sintomas do coronavírus no início do mês. Passou seis dias na UTI até receber a notícia de que estava curado. Hoje, se recupera da pneumonia que restou como sequela da doença.

“Nunca me senti tão mal. É uma experiência bem ruim, mas melhora. Há luz no fim do túnel”, garantiu, em entrevista à ÉPOCA.

Rodrigues foi internado no Hospital São Luiz, em São Caetano (SP), no último dia 13, quando sua tomografia apontou para um padrão característico de covid-19. Menos de 24 horas depois, viveu o pior momento enquanto se tratava. O desconforto respiratório, a mialgia intensa e os calafrios não eram atenuados nem pelos remédios periódicos.

“A febre não passava, cheguei a quase 39 graus, mesmo com medicação de horário, tomando paracetamol e dipirona”, contou o médico. “As dores no corpo eram muito fortes. Até para levantar o braço doía muito”, acrescentou.

Os primeiros sinais da doença surgiram no dia 6 de março quando Rodrigues dava plantão em um hospital da Zona Sul de São Paulo. Uma das unidades em que trabalha passou por um surto da doença e registrou funcionários infectados. No entanto, Rodrigues não confirma que foi lá que contraiu o vírus. “Viajei para a Tailândia no final de janeiro. Também pode ter sido de algum paciente, já que atendemos, em média, uns 40, 50 por dia. Ou até um descuido meu na higiene”, sugeriu.

Enquanto trabalhava, Rodrigues começou a ter calafrios. Em seguida, desenvolveu febre intermitente por três dias junto a dores corporais, o que o fez procurar ajuda médica. Ele vinha tomando antibiótico e corticoide, que não surtiram efeito.

Examinado, o ortopedista foi orientado a ir para casa e retornar ao hospital caso seu estado piorasse. No dia 12, a tosse e a falta de ar se agravaram, e Rodrigues decidiu pagar para fazer o teste do coronavírus. “Eu suava demais. Teve uma noite em que precisei trocar de roupa cinco vezes, ficava encharcado”.

Como o resultado não é imediato, fez exames complementares que o levaram a ser isolado em observação na UTI. Mesmo com a confirmação de que havia sido infectado, Rodrigues diz que sua maior preocupação foi com a família. Isso porque teve contato com seus avós, de mais de 80 anos, e sua mãe que é hipertensa – todos enquadrados no grupo de risco da doença. O alerta também servia para a esposa médica, que testou negativo para o coronavírus.

A alta, no último dia 18, foi um alívio. O médico liberou Rodrigues desde que completasse a quarentena em casa. Hoje, se recupera da pneumonia que restou como sequela da doença. “O que me incomoda é apenas a tosse, mas já era esperado. Não tenho mais cansaço, dores, febre, nada”, afirmou o ortopedista, que pretende voltar ao trabalho na próxima semana.

“O que quero passar é que não é um bicho de sete cabeças. A maioria da população vai apresentar sintomas virais leves. Alguns vão evoluir, mas a tendência é melhorar. O principal medo é atingir o pessoal do grupo de risco”, disse Rodrigues.

Época

Brasil tem 46 mortes e 2.201 casos confirmados de Covid-19, diz Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde divulgou na tarde desta terça-feira (24) seu mais recente balanço dos casos de coronavírus Sars-Cov-2, vírus responsável pela doença Covid-19. Os principais dados são:

46 mortes, eram 34 na segunda-feira

2.201 casos confirmados

São Paulo tem 810 casos e 40 mortes

Rio de Janeiro tem 305 casos e 6 mortes

Alerta global

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta terça-feira (24) que percebe uma “aceleração muito grande” em número de casos de coronavírus nos Estados Unidos, o que representa potencial para o país se tornar o novo epicentro da epidemia, informou a agência Reuters.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    Conhecendo o país, não tenho dúvidas que esse número de infectados deve ser o triplo até porque a quantidade de pessoas que fizeram o exame é mínimo. Infelizmente ainda vai dá mer…. vamos ver o que acontece. Não quero mal de ninguém, apenas acredito que estão subnotificados.

Itália regista 743 mortes por Covid-19 entre segunda e esta terça

Foto: Reprodução

Depois de dois dias de queda, subiu tragicamente o número de mortes de Covid-19 na Itália.

Morreram 743 pessoas de ontem para hoje.

O número total só não foi maior do que o de sexta-feira, quando houve 793 mortes.

O número de novos casos (3.612) e de novos pacientes na UTI (192), porém, sinalizam que o aumento exponencial do contágio pode ter sido revertido.

O Antagonista e Exame

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Matematica disse:

    Aqui ainda se permitr voos vindos dos EUA. Depois não estejam no choro..

  2. Antonio disse:

    Esses países que fazem fronteiras com a China fecharam suas fronteiras bem cedo, logo quando apareceram os primeiros casos. Por isso eles tem poucos casos. Já a Itália tem a população mais idosa da Europa por isso tá havendo tantas mortes. É grupo de risco da doença

  3. Lobinha disse:

    Não consigo entender como países que fazem fronteiras com a China se encontram com números insignificantes de casos e de mortes, como é o caso da russia, Índia e Mongólia, muito estranho isso.

AUTOMEDICAÇÃO: Homem morre após ingerir cloroquina, medicamento testado contra a Covid-19

Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

Um homem morreu nos Estados Unidos após se automedicar com cloroquina. A droga, utilizada por pacientes que sofrem de malária e outras doenças, é uma das que estão sendo testadas para tratar pacientes com o novo coronavírus. A esposa dele, que também teria ingerido a mesma substância, está em estado grave no hospital Banner Health, no Estado do Texas.

Segundo informou o hospital, o casal tomou fosfato de cloroquina, utilizado para a limpeza de aquários e formulado de uma maneira diferente daquela empregada para o medicamento. Os sintomas no organismo começaram a aparecer 30 minutos após a ingestão. Daniel Brooks, médico e diretor do hospital, pediu que as pessoas não se automediquem.

“Dada a incerteza em torno da Covid-19, entendemos que as pessoas estão tentando encontrar novas maneiras de prevenir ou tratar esse vírus, mas a automedicação não é a maneira de fazer isso”, afirmou o hospital em comunicado enviado à imprensa, assinado por Brooks.

Testes

Nos Estados Unidos e na Europa, a substância cloroquina está sendo utilizada para tratar pacientes mais graves com coronavírus, mas os testes ainda estão sendo conduzidos. No Brasil, o Hospital Albert Einstein também está testando a droga, e o presidente Jair Bolsonaro já ordenou o aumento da produção.

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, diz que o Estado adquiriu 70 mil doses de hidroxicoloroquina, 750 mil doses de cloroquina e 10 mil doses de Zithromax – um antibiótico – a serem implementadas em testes a partir desta terça-feira. As informações são da ABC.

O Tempo

Crescem casos importados da Covid-19 na China, que teme nova onda de infecções

As autoridades sanitárias da China anunciaram nesta terça-feira (24) que foram registrados nas últimas 24 horas 78 novos casos da Covid-19, a maioria deles importada do exterior, o que gera o temor de uma nova onda de infecções.

De acordo com o balanço oficial do Ministério da Saúde, foram contabilizadas sete mortes, todas em Wuhan, o foco da epidemia, onde um novo caso foi detectado após cinco dias sem diagnósticos positivos.

A epidemia parece estar sob controle no país, já que a grande maioria dos novos casos é de pessoas que retornam do exterior.

Das 78 novas infecções relatadas nesta terça, 74 são casos importados, ou seja, quase o dobro do dia anterior.

Muitas cidades adotaram regras rígidas para colocar os recém-chegados em quarentena.

Na segunda-feira (23), entrou em vigor uma determinação obrigando todos voos internacionais para Pequim a parar primeiro em outro aeroporto chinês, onde os passageiros são rastreados.

Com mais de 80.000 casos e 3.277 mortes registradas oficialmente, a China é o segundo país mais afetado do mundo pelo novo coronavírus, depois da Itália. No total, 427 contágios importados foram registrados.

 Globo, com AFP
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. LEO disse:

    A China provando do próprio Veneno !!!!!

Ator de ‘Lost’ diz que hidroxicloroquina, remédio usado contra a malária, foi “arma secreta” para sua recuperação de COVID-19

Fotos: Reprodução

O ator de ‘Lost’, Daniel Dae Kim, acredita que a droga antimalárica apontada pelo presidente Donald Trump como um possível meio de tratamento para a pandemia de coronavírus, foi a “arma secreta” em sua recuperação após o diagnóstico positivo para COVID-19. O ator de 51 anos elogiou a hidroxicloroquina como sendo “crucial” no tratamento que o deixou agora “praticamente de volta ao normal” apenas alguns dias depois da confirmação de que havia sido infectado.

“Estou feliz em informar que meu progresso continua e me sinto praticamente de volta ao normal”, disse Kim em um vídeo gravado da sua casa no Havaí, onde ele se isolou. “Tenho a sorte de estar nos 80% dos casos diagnosticados que não exigiram hospitalização. Essa é uma estatística importante”. Kim disse que quase não apresenta sintomas após ser tratado com um “coquetel” de remédios que incluíram Tamiflu; o antibiótico azitromicina – ou Z-Pak – e sua “arma secreta”, hidroxicloroquina.

Ele disse que foi diagnosticado no dia 18 de março com COVID-19 depois de sentir a garganta arranhando, aperto no peito, dores no corpo e febre logo após retornar ao Havaí da cidade de Nova York. Quatro dias após o diagnóstico, ele disse que “não apresenta outros sintomas além de um pouco de congestão residual, que deve desaparecer em breve”.

“Sim, essa é a droga que o presidente mencionou no outro dia”, disse Kim em um vídeo no Instagram no sábado, observando que o Dr. Anthony Fauci havia alertado que supostas histórias de sucesso sobre o uso da hidroxicloroquina eram “apenas baseadas em experiências pessoais” e não em estudos científicos. “Bem, adicione meu nome a essas experiências pessoais, porque estou me sentindo melhor”, Kim insistiu sobre o medicamento que ele disse ter sido “usado com muito sucesso” contra o vírus na Coréia.

“Não direi que isso é uma cura e não direi definitivamente que você deve usá-lo, mas o que vou dizer é que acredito que foi crucial para a minha recuperação”, disse o ator, também conhecido pela série ‘Hawaii Five-0’. “Obviamente, eu não sou médico, nem advogado – apesar de já ter interpretado [esses papéis] na TV”, disse ele, abrindo um sorriso. Kim disse que sua quarentena poderia terminar na segunda-feira, mas admitiu que “para ter paz de espírito” ele “adoraria ser” testado novamente, mas “não há testes suficientes”.

“Este continua sendo um problema sério em nosso país”, disse ele, também observando a alarmante escassez de suprimentos médicos durante a pandemia. “Isso me confunde, considerando que tivemos vários meses de vantagem na preparação para esse surto”, disse ele. Ele disse que sua família continuava “livre de sintomas”, e brincou: “Apenas entediada, como todos nós”.

Em nota oficial, a ANVISA declarou que a hidroxicloroquina e a cloroquina são medicamentos de controle especial e não há nenhuma comprovação de que seja eficaz contra o COVID-19. “A medida é para evitar que pessoas que não precisam desses medicamentos provoquem um desabastecimento no mercado. A falta dos produtos pode deixar os pacientes com malária, lúpus e artrite reumatoide sem os tratamentos adequados. A Agência recebeu relatos de que a procura pela hidroxicloroquina aumentou depois que algumas pesquisas indicaram que este produto pode ajudar no tratamento da Covid-19. Apesar de alguns resultados promissores, não há nenhuma conclusão sobre o benefício do medicamento no tratamento do novo coronavirus. Ou seja, não há recomendação da Anvisa, no momento, para a sua utilização em pacientes infectados ou mesmo como forma de prevenção à contaminação pelo novo coronavírus”.

Globo, via Revista Monet

Mulher morre em Parnamirim após suspeita de Covid-19, destaca reportagem

Uma mulher de 47 anos faleceu nesta quinta-feira (19) em Parnamirim após procurar atendimento médico e lhe ter sido indicada a suspeita de que estava com covid-19. De acordo com o Blog do Dina – por Dinarte Assunção, a mulher procurou atendimento médico particular na terça-feira (17) pela manhã. Ela tinha febre, tosse seca e dificuldades de respirar. Na ocasião, segundo familiares, o médico que a atendeu,  indicou suspeita de Covid-19 e, em razão dos sintomas, a encaminhou para atendimento hospitalar. Ao chegar à UPA Nova Esperança, no entanto, a paciente e o familiar que a acompanhou se depararam com a informação de que ela não seria testada para covid-19 porque não teve vínculo epidemiológico com estrangeiros.

Segundo a reportagem, encaminhada para casa, as dificuldades respiratórias da mulher pioraram. O SAMU foi acionado e ela foi socorrida novamente na quarta-feira (18), mas não resistiu e morreu e nesta quinta (19). Até o momento, a morte foi dada como complicações causadas por pneumonia.

“A Secretaria Municipal de Saúde de Parnamirim (SESAD), juntamente com uma equipe da Secretaria Estadual de Saúde (SESAP), estão realizando neste momento os protocolos de identificação a respeito de óbito ocorrido na manhã desta quinta (19) na cidade de Parnamirim, a fim de determinar a sua causa”, diz a saúde no município, em nota encaminhada ao Blog do Dina. No texto, também se afirma que tão logo os resultados sejam concluídos, serão divulgados.

http://blogdodina.com/2020/03/19/mulher-morre-em-parnamirim-apos-medico-indicar-suspeita-de-covid-19-mas-upa-recusar-testa-la-para-doenca-e-libera-la-para-casa/

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ana Flávia Silva disse:

    Será que é mentira?

  2. Ceará-Mundão disse:

    Péssimo momento para o RN enfrentar uma pandemia. Hospitais sucateados e sendo até fechados, falta de controle, falta de equipamentos essenciais para os profissionais de saúde, incompetêncía do atual governo, crise financeira sem solução à vista… Que Deus se apiede do RN.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Vamos torcer pelo nosso Estado e pelo nosso País. Chega de tanto ódio, chega de tanto amor por políticos, pensemos um pouco mais em soluções e proatividade, e vamos incentivá-las de onde vierem.
      Que Deus se apiede de todos nós, mesmo !

  3. Jório disse:

    BG, o que se observa é a falta de Ação, de gestão dos Poderes Públicos.
    BG, por favor, interaja com outros órgãos de imprensa, e cobrem ação efetiva.
    Uma solução emergencial é destinar algumas UPAS para atenderem exclusivamente pacientes com doenças respiratórias. Só assim haverá controle e atendimento digno.
    A população está sem atendimento, vai pra um canto, encaminham pra outro, no final, não é atendido.
    Responda se recebeu e leu.

  4. Jório disse:

    BG, o que se observa é a falta de Ação, de gestão dos Poderes Públicos.
    BG, por favor, interaja com outros órgãos de imprensa, e cobrem ação efetiva.
    Uma solução emergencial é destinar algumas UPAS para atenderem exclusivamente pacientes com doenças respiratórias. Só assim haverá controle e atendimento digno.
    A população está sem atendimento, vai pra um canto, encaminham pra outro, no final, não é atendido.

  5. Eudes disse:

    um dos que morreram no sudeste, em hospital apropriado para idosos não tivera contato com estrangeiros.

  6. Priscila Vasconcelos disse:

    Absurdo! Tem q internar as pessoas com sintomas graves.

  7. Gilzilene disse:

    Estão dizendo que é fake

    • Lila disse:

      Será que é fake! O que eu achei estranho é que no site da tribuba do norte fala-se de um homem de 65 anos.

FÁCIL PARA NINGUÉM: autoridades mundiais tentam blindar sistema financeiro em pânico com Covid-19

Foto: © Stephen Jaffe/EFE/direitos reservados

Autoridades financeiras mundiais tentavam restaurar a confiança nesta quinta-feira (19) com medidas de emergência para injetar dinheiro em mercados em pânico, e investidores de todas as partes liquidaram ativos, preferindo o dólar em meio à pandemia crescente de coronavírus.

Formuladores de políticas dos Estado Unidos (EUA), Europa e Ásia cortaram as taxas de juros e abriram as torneiras da liquidez para estabilizar economias quase em estado de coma, tendo em vista os consumidores em quarentena, as cadeias de suprimento interrompidas, os transportes paralisados e as lojas desabastecidas.

Enquanto ministros das Finanças e chefes de bancos centrais adotavam estratégias semelhantes, mercados e países cujas fronteiras estão sendo fechadas e cidades submetidas a interdições ficaram ainda mais alarmados pela troca de farpas entre os EUA e a China.

Em todo o mundo, já foram registrados 219 mil casos de coronavírus, incluindo mais de 8.900 mortes ligadas à doença. Mais de 20 mil destes casos foram relatados nas últimas 24 horas, um novo recorde diário.

A China, onde a epidemia surgiu em dezembro, proporcionou um vislumbre de esperança ao anunciar que não teve mais nenhuma transmissão local do vírus — mas os casos importados aumentaram, representando todos os 34 casos novos da quarta-feira.

Se a crise econômica desencadeada pela pandemia faz estragos nos mercados de ações, quase todas as moedas, exceto o euro e o porto seguro do iene, despencaram diante do dólar.

O Banco Central Europeu emitiu novas compras de títulos no valor de 750 bilhões de euros em uma reunião de emergência realizada na noite de quarta-feira, uma tentativa de evitar uma recessão profunda que ameaça superar a crise financeira global de 2008-09.

“Tempos extraordinários exigem ações extraordinárias”, disse a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, em meio ao receio de que as tensões da crise possam destroçar a zona do euro como bloco de moeda única.

O BC norte-americano lançou seu terceiro programa de créditos de emergência em dois dias, com a meta de manter a indústria dos mercados de fundos mútuos de 3,8 trilhões de dólares funcionando se os investidores fizerem retiradas rápidas.

Economistas da J.P. Morgan previram que a economia norte-americana encolherá 14% no próximo trimestre, e a chinesa mais de 40% no atual, um dos prognósticos mais dramáticos da possível escala das consequências até o momento.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cidadão pagador de impostos disse:

    Os militares estão de boa… aumentaram suas regalias e ainda tiveram 50% de aumento de uma só vez.
    São os marajás da atualidade!

    • Capitão disse:

      Por isso que que as policias e o exercito merecem serem funcionários diferentes, quem é que está na rua de dia e de noite, defendendo o direito de ir e vir da população, enquanto um bocado de babaca fica falando mau das instituições, isso deitado em suas casas esperando eles resolverem tudo, quem ira defender o seu direito em tempos de crise, é bem o batman?

  2. Marcos disse:

    Há provavelmente 2.000 agentes transmissores do coronavírus no RN, trazidos pelos voos da TAP desde 1o março. Entraram, sem fiscalização sanitária e a maioria já circulou e espalhou o vírus na cidade e para terceiros. Uma minoria, acredito, deve ter se isolado ou está tendo o cuidado adequado. Mas, há relatos de turistas natalenses que chegaram em suas residências e no outro dia tava trabalhando ou passeando. A culpa não é só deles, não. A culpa é do GOVERNO FEDERAL que não impediu a chegada desses voos ou não adotou medidas mais severas desde fevereiro. No ano passado, morreram muitos peixes e animais marinhos no Nordeste por conta das manchas de óleo e da inércia do GOVERNO FEDERAL.
    Quem tem condições está se prevenindo e vai escapar. O pobre, desinformado e sem condições financeiras , nem para comprar um par de luvas descartáveis, é que tá lascado e vai pagar o pato, como sempre. E desta vez, com a vida.

    • Fulgêncio disse:

      Imagine sem os leitos de hospitais!!
      A sua governadora, quer acabar com o Rui Pereira.
      O hospital de Canguaretama ela já fechou, tem que pedir pra ir embora pra Paraíba né não??
      É muita incompetência, fechar hospitais!!!!
      Como mesmo ela diz.
      Pela mor de Deus.