Grupo de evangélicos fica sobre mira de armas e é vítima de arrastão em acampamento na Lagoa do Bonfim

Foto: Ilustrativa

A Polícia Militar registrou uma ação criminosa na noite dessa quinta-feira(09) contra um grupo de evangélicos na Lagoa do Bonfim, em Nísia Floresta, na Grande Natal. Na ocasião, cerca de 100 pessoas estavam no acampamento, e parte delas ficou sob mira de armas de fogo durante um arrastão.

Informações dão conta que uma associação de igrejas recebia várias famílias que dormiam lá desde quarta-feira(08). Pelo menos três homens encapuzados participaram da ação criminosa, e renderam o grupo que estava em dormitórios de uma parte mais alta do acampamento, próximo a uma mata.

Durante o arrastão, os marginais prenderam pessoas nos quartos, roubaram tudo, atiraram pra cima e fugiram por uma mata localizada dentro do terreno do acampamento.

Após o assalto, a segurança no local foi reforçada.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergio disse:

    Se tivessem armados, a história era outra. Eles teriam levado as armas também…

  2. joaozinho da escola disse:

    Solta pombinha da paz que resolve…. ou entao faz apologia ao desarmamento que o bandido entrega a arma dele em nome da justiça e do povo. Lula é honesto…. o homem nunca foi a lua… e ninguem precisa trabalhar pq se vive da luz do sol. E os ladroes de celular sao todos inocentes pq a culpa é da sociedade.

  3. Flavio disse:

    A dois anos mais ou menos, houve outro assalto aí na lagoa, o final dos bandidos foi buraco, parece que não aprenderam, tá dado a dica quando pegarem esses.

  4. aof disse:

    Não é o primeiro assalto que ocorre ali. O primeiro item a ser observado em qualquer evento é segurança.

  5. Neco disse:

    Começar a bater mais em cima de quem recepta. Endurecer leis, botar mais inteligência (quem não sabe aqui dentro de Natal onde há muitos pontos de receptação de roubos?). Chega nos mercados e passa um pente-fino em quem vende produtos mais visados por bandidos, como celulares e eletros. Institui recompensas aos anônimos que denuciarem quem tem muitos celulares e eletros roubados. Não sei se ajuda muito, mas campanahas de publicitárias sobre receptação poderiam ajudar.

  6. Esdras disse:

    Quem tem granja, sítio, Fazenda, não pode mais frequentar esses locais , a bandidagem venceu. Reunir muita gente num só local e não levar seguranças é excelente para esses bandidos economizarem esforços.

    • Neco disse:

      Tá fácil e de pouco risco roubar. A economia não comporta pagar salários de 5 mil reais para todo o mundo. Mesmo que pudesse, ainda continuaria a ser mais "vantajoso" botar uma arma na cabeça das pessoas e tirar bens. Fazer um "apurado" de dois mil por semana. Vai ter quem compre os produtos do crime mesmo. Quem não tiver freios de consciência rouba e recepta mesmo.

COMENTE AQUI