PF mira governador do Amazonas e secretária de Saúde sob suspeita de desvios de recursos do coronavírus

O governador do Amazonas, Wilson Lima Foto: Márcio Melo/Agência O Globo

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira a Operação Sangria, que mira o governador do Amazonas Wilson Lima (PSC) sob suspeitas de desvios de recursos do combate ao coronavírus. A PF cumpre mandado de prisão temporária contra a secretária de Saúde Simone Papaiz e contra outros sete alvos. O governador é alvo de buscas, que também miram outros 19 alvos.

Os mandados foram expedidos pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Francisco Falcão. A operação foi solicitada pela PF, com concordância quase integral da Procuradoria-Geral da República (PGR). A PF, entretanto, havia solicitado a prisão temporária do governador do Amazonas, mas a PGR se posicionou contrariamente ao pedido. O ministro Falcão indeferiu o mandado de prisão contra Wilson Lima.

Tanto a PGR como a PF apontam Wilson Lima como líder de uma organização criminosa montada para desviar os recursos. Em seus pedidos, os investigadores apontam que o governador tinha conhecimento e participação na dispensa de licitação que gerou o contrato suspeito de desvios.

“No inquérito, constam provas e indícios revelando o desvio de recursos públicos federais, os quais eram destinados ao sistema hospitalar estadual, em razão da emergência provocada pelo novo coronavírus”, diz a PF. Há suspeitas de fraude na contratação de empresa para fornecimento de respiradores e superfaturamento de pelo menos R$ 1,7 milhão.

A PF aponta que a secretária de Saúde estava dificultando o andamento de investigações do Tribunal de Contas do Estado sobre os desvios de recursos. Também foram alvos de prisões temporárias ex-integrantes de cargos de direção na Secretaria de Saúde, suspeitos de envolvimento no contrato alvo da investigação, João Paulo Marques dos Santos e Perseverando da Trindade Garcia Filho.

A principal suspeita da investigação é a fraude na contratação da empresa FJAP E CIA LTDA para o fornecimento de 28 ventiladores mecânicos, usados para ajudar na respiração dos pacientes com Covid-19.

Segundo a investigação, a FJAP subcontratou uma outra empresa para fornecer os respiradores. O governo do Amazonas pagou R$ 2,9 milhões pelos 28 respiradores, mas a FJAP comprou os equipamentos de uma outra empresa pelo valor de R$ 2,48 milhões. Esta empresa, por sua vez, adquiriu os produtos pelo valor inicial de R$ 1 milhão. Por isso, há suspeitas do superfaturamento na compra dos respiradores.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Minga disse:

    Esse é mais um que se elegeu às custas de Bolsonaro e virou às costa. A exemplo da peppa e frutinha. Vocês é quem estão desatualizados.

  2. Anti-Político de Estimação disse:

    Infelizmente a corrupção no Brasil é um verdadeiro câncer generalizado, e pega TODOS os partidos e tendências, da esquerda à direita (como esse PSC aí da matéria acima), sem esquecer do famigerado CENTRÃO.

  3. Minga disse:

    Mais um esquerdista na mira. Oh raça!

    • Parabolicamará disse:

      Ele não é esquerdita. Ele é do PSC. Partido Social Cristão, o mesmo partido da base bolsonarista de extrema direita fascista.

    • Torres disse:

      Quando a gente ver um MINGA desse da vida escrever uma mentira dessa, a gente entende por que o país está desse jeito.
      Um cara que foi eleito com as bênçãos de Bolsonaro!!!
      É demais da conta 🤦🏻‍♂️!!!

  4. Augusto Santos disse:

    Tá faltando os governadores do Nordeste. O Famoso consórcio NORDESTE Já perdeu quase 100 milhões para uma empresa recém criada.
    A Governadora Fátima perdeu 5 milhões.

    É muito desvio

Operação que mira “Escritório do Crime” é desdobramento do caso Marielle

Até o momento, duas pessoas foram presas: Leonardo Gouvêa da Silva (conhecido como “MAD”) e Leandro Gouvêa da Silva (“Tonhão”). Foto: Reprodução

Equipes da Polícia Civil do Rio de Janeiro e do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado do Rio de Janeiro (Gaeco), do Ministério Público do Rio (MPRJ), deflagaram, na manhã desta terça-feira (30), a Operação Tânatos. Os agentes cumprem 20 mandados de busca e apreensão e 4 de prisão relacionados à investigação sobre o “escritório do crime”. A operação de hoje é um desdobramento das investigações que apuram o assassinato da veredora Marielle Franco e do motorista dela Anderson Gomes.

Até o momento, duas pessoas foram presas: Leonardo Gouvêa da Silva (conhecido como “MAD”), na Vila Valqueire, na Zona Oeste da cidade, e Leandro Gouvêa da Silva (“Tonhão”), no bairro de Quintino, Zona Norte. Os policiais estão nos bairros do Leblon e Barra da Tijuca e na favela Jorge Tuco, na Zona Norte da capital fluminense.

A operação mira chefes do “escritório do crime”, uma milícia formada por assassinos de aluguel que atua na Zona Oeste da cidade e que teria envolvimento com o assassinato de Marielle e Anderson, executados em março de 2018.

Ação conta com o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ), da Corregedoria-Geral da Polícia Militar (PMRJ) e da Coordenação-Geral de Combate ao Crime Organizado da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP).

A operação desta terça é resultado de três denúncias apresentadas pelo Gaeco/MPRJ, que descrevem os crimes cometidos pelo “Escritório do Crime”, o qual tinha ligação com Adriano Magalhães da Nóbrega (“Capitão Adriano”). Ele foi denunciado na Operação Intocáveis, em janeiro de 2019, e teve prisão decretada. Acabou morto por agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do RJ no dia 9 de fevereiro de 2020, durante uma operação que visava capturá-lo.

Em uma das denúncias apresentadas, afirma-se que o grupo criminoso emprega uso ostensivo de armas de fogo de grosso calibre. A agressividade e destreza nas ações finais revelam um padrão de execução. Fortemente armados e com trajes que impedem identificação visual, como balaclava e roupas camufladas, os atiradores desembarcam do veículo e seguem até o alvo, executando-o sem chances de defesa.

De acordo com o MPRJ, a organização possui estrutura ordenada e voltada principalmente para o planejamento e execução de homicídios encomendados mediante pagamento em dinheiro ou outra vantagem. Leonardo Gouvêa ocupa cargo de chefia e é encarregado da negociação, planejamento, operacionalização e coordenação quanto à divisão de tarefas. Já Leandro Gouvêa, irmão e homem de confiança de Leonardo, atua como motorista do grupo e é responsável pelo levantamento, vigilância e monitoramento das vítimas.

Operação Submersus 2

No dia 10 de junho, a polícia do RJ prendeu mais um suspeito de participação no crime durante a Operação Submersus 2, que cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão em diversos endereços da capital fluminense.

O sargento do Corpo de Bombeiros Maxwell Simões Corrêa, mais conhecido como Suel, foi preso num condomínio de luxo no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, onde a polícia também apreendeu uma BMW X6 avaliada em mais de R$ 170 mil. Seu salário na corporação é de cerca de R$ 6 mil por mês.

Ele é suspeito de ter ajudado a esconder armas dos acusados, entre elas, a que foi usada na emboscada contra a vereadora e o motorista dela. O militar já era investigado por agentes da Divisão de Homicídios da Capital e do Gaeco.

O nome de Maxwell apareceu nas investigações após a prisão de Ronnie Lessa e do ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, em março do ano passado.

Ronnie Lessa foi preso em março de 2019 suspeito de ser o homem que atirou na vereadora e no motorista Anderson Gomes, segundo denúncia do Ministério Público. Já o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz, preso na mesma época, é suspeito de ter dirigido o Cobalt prata usado na emboscada contra Marielle.

A operação desta terça é resultado de três denúncias apresentadas pelo Gaeco/MPRJ, que descrevem os crimes cometidos pelo “Escritório do Crime”, o qual tinha ligação com Adriano Magalhães da Nóbrega (“Capitão Adriano”). Ele foi denunciado na Operação Intocáveis, em janeiro de 2019, e teve prisão decretada. Acabou morto por agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do RJ no dia 9 de fevereiro de 2020, durante uma operação que visava capturá-lo.

Em uma das denúncias apresentadas, afirma-se que o grupo criminoso emprega uso ostensivo de armas de fogo de grosso calibre. A agressividade e destreza nas ações finais revelam um padrão de execução. Fortemente armados e com trajes que impedem identificação visual, como balaclava e roupas camufladas, os atiradores desembarcam do veículo e seguem até o alvo, executando-o sem chances de defesa.

De acordo com o MPRJ, a organização possui estrutura ordenada e voltada principalmente para o planejamento e execução de homicídios encomendados mediante pagamento em dinheiro ou outra vantagem. Leonardo Gouvêa ocupa cargo de chefia e é encarregado da negociação, planejamento, operacionalização e coordenação quanto à divisão de tarefas. Já Leandro Gouvêa, irmão e homem de confiança de Leonardo, atua como motorista do grupo e é responsável pelo levantamento, vigilância e monitoramento das vítimas.

Operação Submersus 2

No dia 10 de junho, a polícia do RJ prendeu mais um suspeito de participação no crime durante a Operação Submersus 2, que cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão em diversos endereços da capital fluminense.

O sargento do Corpo de Bombeiros Maxwell Simões Corrêa, mais conhecido como Suel, foi preso num condomínio de luxo no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, onde a polícia também apreendeu uma BMW X6 avaliada em mais de R$ 170 mil. Seu salário na corporação é de cerca de R$ 6 mil por mês.

Ele é suspeito de ter ajudado a esconder armas dos acusados, entre elas, a que foi usada na emboscada contra a vereadora e o motorista dela. O militar já era investigado por agentes da Divisão de Homicídios da Capital e do Gaeco.

O nome de Maxwell apareceu nas investigações após a prisão de Ronnie Lessa e do ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, em março do ano passado.

Ronnie Lessa foi preso em março de 2019 suspeito de ser o homem que atirou na vereadora e no motorista Anderson Gomes, segundo denúncia do Ministério Público. Já o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz, preso na mesma época, é suspeito de ter dirigido o Cobalt prata usado na emboscada contra Marielle.

CNN Brasil

Operação da PF mira hackers que vazaram exames de Bolsonaro

Foto: Kacper Pempel/Reuters

A PF (Polícia Federal) inicia nesta sexta-feira (26) uma ação contra hackers que invadiram dados privados de servidores e autoridades públicas. Entre eles estaria, segundo o site do jornal O Estado de S.Paulo, exames do presidente Jair Bolsonaro divulgados durante a pandemia.

A Operação Capture the flag cumpre três mandados judiciais de busca e apreensão no Rio Grande do Sul e Ceará.

A investigação suspeita de acesso ilícito a dados pessoais de mais de 200 mil servidores e autoridades “com o objetivo de intimidar e constranger tanto as instituições quanto as vítimas que tiveram seus dados e intimidade expostos”.

Entre os alvos, estariam sistemas de universidades federais, prefeituras e câmaras de vereadores municipais nos estados do Rio de Janeiro, Paraná, Goiás e Rio Grande do Sul, de um governo estadual e diversos outros órgãos públicos. Somente no Rio Grande do Sul, foram mais de 90 instituições invadidas pelos hackers.

A investigação se concentra na apuração dos crimes de invasão de dispositivo informático, corrupção de menores, estelionato e organização criminosa, mas há indícios, ainda, de compras fraudulentas pela internet e fraudes bancárias.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jailson disse:

    A PF virou polícia política?

  2. Gibira disse:

    Tem que botar pra torar e desmascarar esses vazadores.
    MITO 38 em 2022.

  3. Az disse:

    A OAB já está preparada com um time de advogados pra defender a democracia deles quem que aposta?

Covidão em Pernambuco: PF agora mira prefeituras

Foto: Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou duas operações em Pernambuco hoje em investigações sobre os gastos no combate à pandemia de Covid-19. Ao todo, foram R$ 90 milhões em desvios.

A Operação Antídoto apura desvios em contratos da empresa FBS Saúde com a Prefeitura de Recife. A Operação Casa de Papel, negócios de algumas prefeituras do estado com a empresa AJS Comércio.

De acordo com a PF, a FBS, uma empresa individual, assinou 14 contratos por dispensa de licitação com a Secretaria de Saúde de Recife durante o decreto de calamidade pública. Ao todo, a companhia levou R$ 81 milhões dos cofres recifenses.

No caso da AJS, foram contratos de venda de equipamentos médicos que totalizaram R$ 9 milhões. Mas, segundo a PF, a empresa foi constituída em nome de laranjas e seus verdadeiros donos já eram fornecedores dos municípios envolvidos – o que seriam indícios de favorecimento.

Ontem, conforme noticiou O Antagonista, o Tribunal de Contas de Pernambuco enviou um alerta ao governo do estado sobre as compras feitas por meio do Consórcio Nordeste.

Pelo menos dois contratos de compras de respiradores assinados pela Secretaria de Saúde estadual tinham irregularidades e indícios de superfaturamento.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José antonio disse:

    Tá demorando a chegar no RN. Te cuida Fatão

  2. Santos disse:

    Pera aí? O que tem haver as prefeituras com o consórcio do Nordeste? Essa politicagem é incrível.

    • Minion alienado disse:

      Prefeituras não receberam recursos? Estão apenas investigando o fluxo deles.

  3. Boró disse:

    Essas operações dependem do STF?
    É só uma pergunta.

Moro se diz ‘perplexo’ e ‘indignado’ com delação negociada por Aras que mira seu amigo

FOTO| MICHAEL DANTAS/ AFP

O ex-ministro Sergio Moro disse que ficou “perplexo” e “indignado” com decisão do procurador-geral da República, Augusto Aras, de desengavetar uma delação que atinge seu amigo, o advogado Carlos Zucolotto.

Como “O GLOBO” revelou nesta quarta-feira (3), a PGR negocia um acordo com Rodrigo Tacla Duran, que disse ter pago dinheiro a Zucolotto para obter vantagens em seu acordo de delação premiada com a Lava-Jato em 2016. O relato já foi alvo de investigação e acabou arquivados em 2018. Setores do MPF veem o ato com uma retaliação contra o ex-juiz.

“Causa-me perplexidade e indignação que tal investigação, baseada em relato inverídico de suposto lavador profissional de dinheiro, e que já havia sido arquivada em 2018, tenha sido retomada e a ela dado seguimento pela atual gestão da Procuradoria-Geral da República logo após a minha saída, em 22 de abril de 2020, do governo do presidente Jair Bolsonaro”, afirmou Moro em nota.

O ex-ministro disse ainda que “ninguém está acima da lei” e que ele se dispõe a prestar esclarecimentos sobre os fatos.

Moro também afirmou que lamenta que “mais uma vez o nome de um amigo seja utilizado indevidamente para atacar a mim e o trabalho feito na operação Lava Jato”.

O ex-ministro disse ainda que “relato não verdadeiro prestado por acusado foragido do país teve o destino apropriado: o arquivamento”.

Bela Megale – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Braulio Pinto disse:

    Corruptos da direita e da esquerda unidos pra tentar derrubar Moro. E a eleição se aproximando, motivo principal de preocupação das duas facções. Se for candidato tem meu voto.

  2. MORO É O CARA disse:

    A MITOLÂNDIA MILICIANA está preocupada com o MORO MURALHA 2022. Cadê Queiroz?

  3. Zanoni disse:

    Se não sabia jogar o jogo, por que entrou na partida?

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Então devemos achar normal e aplaudir "jogo sujo" quando é praticado pelos nossos políticos prediletos ?????????

Grupo de evangélicos fica sobre mira de armas e é vítima de arrastão em acampamento na Lagoa do Bonfim

Foto: Ilustrativa

A Polícia Militar registrou uma ação criminosa na noite dessa quinta-feira(09) contra um grupo de evangélicos na Lagoa do Bonfim, em Nísia Floresta, na Grande Natal. Na ocasião, cerca de 100 pessoas estavam no acampamento, e parte delas ficou sob mira de armas de fogo durante um arrastão.

Informações dão conta que uma associação de igrejas recebia várias famílias que dormiam lá desde quarta-feira(08). Pelo menos três homens encapuzados participaram da ação criminosa, e renderam o grupo que estava em dormitórios de uma parte mais alta do acampamento, próximo a uma mata.

Durante o arrastão, os marginais prenderam pessoas nos quartos, roubaram tudo, atiraram pra cima e fugiram por uma mata localizada dentro do terreno do acampamento.

Após o assalto, a segurança no local foi reforçada.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergio disse:

    Se tivessem armados, a história era outra. Eles teriam levado as armas também…

  2. joaozinho da escola disse:

    Solta pombinha da paz que resolve…. ou entao faz apologia ao desarmamento que o bandido entrega a arma dele em nome da justiça e do povo. Lula é honesto…. o homem nunca foi a lua… e ninguem precisa trabalhar pq se vive da luz do sol. E os ladroes de celular sao todos inocentes pq a culpa é da sociedade.

  3. Flavio disse:

    A dois anos mais ou menos, houve outro assalto aí na lagoa, o final dos bandidos foi buraco, parece que não aprenderam, tá dado a dica quando pegarem esses.

  4. aof disse:

    Não é o primeiro assalto que ocorre ali. O primeiro item a ser observado em qualquer evento é segurança.

  5. Neco disse:

    Começar a bater mais em cima de quem recepta. Endurecer leis, botar mais inteligência (quem não sabe aqui dentro de Natal onde há muitos pontos de receptação de roubos?). Chega nos mercados e passa um pente-fino em quem vende produtos mais visados por bandidos, como celulares e eletros. Institui recompensas aos anônimos que denuciarem quem tem muitos celulares e eletros roubados. Não sei se ajuda muito, mas campanahas de publicitárias sobre receptação poderiam ajudar.

  6. Esdras disse:

    Quem tem granja, sítio, Fazenda, não pode mais frequentar esses locais , a bandidagem venceu. Reunir muita gente num só local e não levar seguranças é excelente para esses bandidos economizarem esforços.

    • Neco disse:

      Tá fácil e de pouco risco roubar. A economia não comporta pagar salários de 5 mil reais para todo o mundo. Mesmo que pudesse, ainda continuaria a ser mais "vantajoso" botar uma arma na cabeça das pessoas e tirar bens. Fazer um "apurado" de dois mil por semana. Vai ter quem compre os produtos do crime mesmo. Quem não tiver freios de consciência rouba e recepta mesmo.

Lava-Jato mira pagamentos da Oi para empresas de filho de Lula; mandados de busca e apreensão em SP, RJ, BA e DF

Foto: Edilson Dantas / Agência O Globo

A Polícia Federal (PF) realiza nesta terça-feira mais uma fase da Operação Lava-Jato . São cumpridos 47 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Distrito Federal. A PF e o Ministério Público Federal (MPF) investigam pagamentos suspeitos de R$ 132 milhões da Oi para empresas do filho do ex-presidente Lula, Fabio Luis Lula da Silva, o Lulinha.

Essa é a 69ª fase da Operação Lava-Jato e foi batizada de “Mapa da Mina”, um desdobramento da 24ª fase, que levou o ex-presidente Lula para depoimento .

De acordo com o Ministério Público Federal, tais pagamentos foram realizados sem justificativa econômica plausível enquanto o grupo Oi/Telemar foi beneficiado por diversos atos praticados pelo Governo Federal.

Contratos e notas fiscais colhidas pela operação, além da quebra de sigilo bancário e fiscal que demonstrariam que as empresas do grupo Oi/Telemar contrataram as empresas de Lulinha sem cotação de preços e com pagamentos acima dos valores contratados e praticados no mercado, bem como teriam realizado pagamentos por serviços não executados.

“Entre 2005 e 2016 o grupo Oi/Telemar foi responsável por 74% dos recebimentos da Gamecorp”, afirma o MPF, citando uma das empresas de Lulinha.

Fabio Luis Lula da Silva é sócio de Fernando Bittar, Kalil Bittar e Jonas Suassuna em pelo menos nove empresas. Fernando Bittar e Jonas Suassuna também aparecem como proprietários do sítio de Atibaia, que levou à condenação do ex-presidente Lula a 17 anos, um mês e dez dias de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

De acordo com a Lava-Jato, as evidências apontam que os serviços contratados pelo grpo econômico foram contratados em patamares ínfimos ou sequer foram prestados.

“O montante dos repasses apurado até o momento chega a R$ 193 milhões, ocorridos entre 2005 e 2016”, afirma a Polícia Federal.

Segundo o MPF, o grupo Oi/Telemar teria sido beneficiado pelo Governo Federal em algumas decisões políticas e administrativas.

Além dos pagamentos para empresas ligadas ao filho do ex-presidente Lula, a Lava-Jato também apura pagamentos para a RT Serviços Especializados, empresa que teria sido utilziada para o custeio de despesas do ex-ministro José Dirceu.

Além da Oi, os investigadores também apuram indícios de irregularidades da empresa Vivo. Dados bancários indicam o pagamento de R$ 40 milhões de uma das empresas do grupo.

A operação foi batizada d e “Mapa da Mina”, em razão de um arquivo eletrõnico de apresentação financeira interno da empresa encontrado durante a deflagração da 24ª fase da Operação.

Os mandados expedidos pela 13ª Vara Federal, em Curitiba, estão sendo cumpridos em São Paulo e no Rio de Janeiro.

O GLOBO está procurando as empresas e pessoas investigadas.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Gente vamos com calma, o nove dedos nunca viu nada, não sabe de nada, Rosemeyre, oi, Petrobras, África, ditadores de segunda linha, gamecorp, sítio de Atibaia, triplex, dona marise, fundos de pensão, BNDES, irmãos, Dilma, José Guimarães, Dirceu, aloprados, Toninho do PT e celso Daniel (assassinados), falência do Brasil, vcs deixem de onda, se não os atrapalhados do PT ficam com raiva..kkkkkkkk, tudo mera ilusão.

  2. Luciana Morais Gama disse:

    Por isso que a OI entrou com pedido de recuperação judicial.

  3. Véi de Rui disse:

    E o COAF nunca se manifestou?

  4. Manoel disse:

    E o dinheiro num era de Marisa, que tinha ganho vendendo avon ?

  5. Junin disse:

    Agora a casa desmoronou mesmo. Era só o que precisávamos. Kkkkkkk

Moro: “Melhor forma de diminuir o número de presos é diminuir os crimes”

Foto: Sérgio Lima/Poder360

Em sua última intervenção na audiência pública da CCJ do Senado que discute a prisão em segunda instância, Sergio Moro disse que a medida traria maior “agilidade” e “eficiência” ao sistema penal brasileiro.

“Nosso sistema ganha agilidade, eficiência, e diminui a impunidade. E, quem sabe, isso tenha o efeito salutar de diminuição de crimes”, disse o ministro da Justiça aos senadores.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ems disse:

    Perfeito, Ministro Moro !!! A turma dos "estudiosox", cheia de teorias e mais teorias, não consegue achar solução pra nada, mas são os primeiros a criticarem.

  2. Bento disse:

    Sergio Moro herói Nacional sério inteligente bem intencionado colocando o país nos eixos.
    Só ficam contra os contraventores, os fora da lei e aqueles que seguem o lider encantador de jumentos, conhecido também como "o criminoso cachaça "

  3. Neto disse:

    BLOG do PT.

  4. Ana julia disse:

    Correto, Argentina, Chile, EUA, toda a Europa, todos tem índices muito baixos de crimes, aqui é essa zona devido a punição que quase não existe, e com o governo dos PTralhas é que se banalizou o crime, pois o apoio era total a todo tipo de bandidos.

  5. Gustavo disse:

    #ParabénsCasoQueiroz, que completa 1 ano de impunidade
    Hoje completa-se 1 ano que estourou o "caso Queiroz" , data que o Coaf apontou movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em nome de Fabrício Queiroz, ex-assessor do então deputado estadual Flávio…

    • M.D.R. disse:

      O caso QUEIROZ, é igual a promessa da isenção do IMPOSTO DE RENDA até 05 salários mínimos.

    • Biró disse:

      Quem é esse Queiroz, o que o heroi Moro tem haver com esse cara??
      O que o governo tem haver com isso??
      Tão querendo encontrar chifre em cabeça de cavalo né ptezada???
      Kkkkkkk
      Avise a esses petralhas que em 2018 teve eleição presidencial, e quem ganhou foi JAIR MESSIAS BOLSONARO viu???
      A DIREITA TÁ?? Então vcs só tem um caminho.
      Aceita isso de uma vez por todas que doi menos, simples assim.
      Kkkkkkk
      Esquerda ladrona NUNCA mais.

    • Chicão disse:

      Mais grave é o crime cometido contra o petista celso daniel, há 20 vezes mais tempo que o caso Queiroz, já em termos de valores, existem os mesmos fatos, envolvendo valores superiores ao caso do Queiroz, em gabinetes do pt, psol e dsb na mesma assembléia do rj e porquê vocês também não indagam sobre os suspeitos? Ou será uma forma de omitir os casos idênticos do pt, psol e psb? E enfim tentar se livrar da ação da justiça. Acho mais plausível ser isso mesmo, o que é uma característica da esquerdalha, agora e sempre, Hehehe.

  6. Sílvio Sampaio disse:

    É uma piada Sérgio Moro falando em crimes.

  7. Manoel disse:

    Willian, não tem nada de bravata! A recente queda nos índices de homicídios em todo o Brasil é prova que o governo federal está diminuindo sim os crimes. Além disso, houve muito sucesso no projeto Em Frente Brasil que Moro, vide os resultados do projeto piloto nas cidades Ananindeua (PA), Goiânia, Paulista (PE), Cariacica (ES) e São José dos Pinhais (PR)… Basta você pesquisar que vai entender…

    • willian disse:

      MANOEL, ME DIGA QUAL PROJETO QUE MORO APROVOU NO CONGRESSO PARA JUSTIFICAR A ATRIBUIÇÃO QUE VOCÊ DÁ A ELE ???
      A RECENTE QUEDA NOS ÍNDICES DE HOMICÍDIOS DIVULGADAS SÃO UMA TENDÊNCIA NATURAL DA SENÓIDE (SOBE E DESCE). NO RIO E SÃO PAULO A POLÍCIA TÁ MATANDO INOCENTES A CULHÕES.
      VOCÊ ESTÁ ERRONEAMENTE TÁ ATRIBUINDO MÉRITO A QUEM AINDA NÃO CONSEGUIU MOVER UMA PALHA .

  8. willian disse:

    BRAVATA: SOLUÇÕES SIMPLES E ESTUPIDAS PARA PROBLEMAS COMPLEXOS. SE FOSSE SIMPLES ASSIM JÁ TERIAM RESOLVIDO AO LONGO DA HISTÓRIA DA HUMANIDADE !!!
    ELES PENSAM QUE ESTÃO DESCOBRINDO A RODA !!!
    PURA IMBECILIDADE E, PIOR, AINDA TEM GENTE QUE ACREDITA !!!!

    • Biró disse:

      Deixa de conversar carga d'água, mané, Moro não manda no parlamento e muito menos nos parlamentares.
      O projeto? Tem existe, só que Rodrigão Maia sentou a bunda em cima, sequer botou em pauta com medo de se lascar, porque é outro desonesto morrendo de medo de ir pro xilindró igual ao molusco de dezenove dedos.
      Então, vc quer que o ministro faça o quê?
      Papa angu.
      Na base da força não pode, vc sabia disso??
      Portanto preste muita atenção no que vai escrever meu caro.

Operação da Polícia Civil do RN e mais 11 estados, com apoio do Ministério da Justiça, mira mais de 300 sites e aplicativos por pirataria na internet

Operação conta com a participação das Polícias Civis de 12 estados – Divulgação Ministério da Justiça e Segurança Publica

A Polícia Civil de 12 estados realiza na manhã desta sexta-feira (1º) uma operação de combates a crimes de propriedade intelectual – a “pirataria”. São 30 mandados de busca e apreensão, bloqueio e suspensão de 210 sites e 100 aplicativos de streaming ilegal e remoção de perfis e páginas em redes sociais.

A pena para esses tipos de crimes prevê de dois a quatro anos de prisão e multa. A ação policial está em Amazonas, Bahia, Espirito Santo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Paraíba, Pernambuco, Santa Catarina e São Paulo.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública coordena esse trabalho que foi denominado de Operação 404. O nome faz referência ao código de resposta do protocolo HTTP para indicar que a página não foi encontrada ou não está disponível.

Metro Jornal

Taxa de energia solar entra na mira do Congresso

Foto: Jornal de Brasília

A consulta aberta pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para taxar a energia solar está na mira de deputados e senadores. Pretendem realizar audiências públicas nas duas Casas para que diretores da Agência expliquem o objetivo da revisão das atuais regras.

A consulta que trata da chamada geração distribuída foi aberta recente e se encerra em 30 de novembro. A bancada de parlamentares crítica à medida cita, por exemplo, que muitos agricultores buscaram a energia solar como uma alternativa para baratear o custo da produção.

Coluna Esplanada

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Igor disse:

    Lixo de Anatel percebe q as pessoas começam produzir sua própria energia e já começa a colocar areia. É igual gás, prometem mundos e fundos aos proprietários de veículos, os otários acreditam e depois de gastar uma grana na conversão, o preço do gás dispara.

  2. Brasil de Poucos disse:

    Quem devia cobrar a taxa é o próprio SOL! Não faz sentido, o que aparecer querem taxar, não temos nada, não somos dono de nada, nem de carro nem de imóvel algum tudo é pertence o Governo, deixe de pagar os impostos para eles virem tomar posse e agora até o que o Sol fornece querem ser os donos. Em breve haverá plano de saúde só para os impostos se manterem bem.

Nova fase da Lava-Jato mira doleiros e gerentes do Banco do Brasil em SP e Natal que movimentaram R$ 200 milhões e burlaram Coaf

Foto: (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A força-tarefa da Lava-Jato deflagrou nesta sexta-feira uma nova-fase da operação, denominada Alerta Mínimo, a 66ª etapa da investigação. No total, são setes mandados de busca e apreensão que estão sendo cumpridos pelos agentes da Polícia Federal em São Paulo e Natal expedidos pela 13ª Vara Federal Criminal do Paraná. A ação desta manhã mira um esquema de lavagem de dinheiro envolvendo doleiros e gerentes do Banco do Brasil .

Os gerentes teriam atuado para encerrar registros do sistema de detecção de lavagem de dinheiro do banco, o que impediu ou dificultou a comunicação de operações suspeitas ao Coaf.

São investigadas as atuações de três gerentes e um ex-gerente do BB cooptados por operadores financeiros para facilitar operações de lavagem de dinheiro entre 2011 e 2014. O valor movimentado em transferências bancárias superou R$ 200 milhões. Parte desse dinheiro foi utilizado para pagamento de propinas por empreiteiras que praticaram corrupção contra a Petrobras.

Leia mais aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. #Vergonha nacional disse:

    Coloque o nome desses FDP que roubam diariamente os cofres públicos, está o motivo de vários carros importador rodando na cidade , dinheiro roubado

  2. Luciana Morais Gama disse:

    Interessante que uma pessoa honesta vai no Banco do Brasil, apresenta tudo que é documento, e tem funcionário que só coloca dificuldade, e nada pode. Agora vejo que pode!!

    • Francisco S J Filho disse:

      Verdade, Luciana. Infelizmente, nosso amado País foi entregue às falcatruas. Falcatruas "altas", claro.

FOTOS: Ex-BBB, potiguar Isabella Cecchi, põe silicone, muda de Natal para São Paulo e mira carreira de atriz

Foto: Reprodução/Instagram

A potiguar Isabella Cecchi, que foi a sexta eliminada do Big Brother Brasil 19, está de malas prontas para São Paulo. Pela primeira vez, a Miss Natal 2014 deixa a casa da família para morar sozinha e está muito animada com a nova fase da vida. Além disso, a loira conta ao Gshow, em um vídeo exclusivo, que fez uma cirurgia plástica e está se recuperando.

“Coloquei silicone, estou superfeliz com o resultado”, revela Isabella, que escolheu uma prótese de 300 ml.

O desejo da ex-sister de ficar mais “turbinada” é antigo. Antes mesmo de entrar na casa mais vigiada do Brasil, Isabella contou que já havia feito lipoaspiração e tinha vontade de colocar silicione nos seios.

Isabella antes de entrar no BBB19 — Foto: Ariane Ducati/Gshow

Já sobre a mudança de Natal, no Rio Grande do Norte, para a capital paulista, Bella – que aproveitou a visibilidade do reality e as oportunidades para trabalhar como digital influencer, em eventos e publicidades – entrega que foi uma escolha focada no futuro de sua carreira.

Depois de abandonar a faculdade de Odontologia para investir no sonho de se formar médica, como a mãe, a potiguar passou no vestibular de Medicina, mas agora quer focar nas Artes Cênicas e Comunicação.

“Hoje, graças a Deus, eu conquistei a minha independência financeira. Tenho feito em média 10 campanhas por semana junto com eventos, presença. Mas sei que dinheiro não é eterno, é preciso ter disciplina, investir na carreira, levar a sério. Estou de mudança para São Paulo, no final de setembro começo o curso de teatro, adoro esse mundo da TV, acredito que vou me dar muito bem atuando”.

“Eu que sou superfamília vou ter que me adaptar bem a essa nova fase. Estou indo para lá para estudar, vou fazer alguns cursos, workshops de atriz, de apresentadora… Quero estudar um pouquinho esse universo”, conta Bella.

Isabella Cecchi viajou a Dubai a trabalho — Foto: Divulgação / Giovanna Curi

De olho no futuro, ela já sabe bem quem são suas inspirações seguir na carreira artística: “A Grazi Massafera é um grande exemplo de determinação, de força, coragem, chegou e mostrou para o que veio mesmo, e está aí fazendo o maior sucesso, é uma baita atriz. Outra que eu também acho maravilhosa é a Paolla Oliveira, não só profissionalmente, mas a pessoa dela, é muito doce, muito amável”.

GSHOW – Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ozias Vieira l disse:

    Quem é essa atriz? Nhen, nhen, nhen

  2. Garibaldo Laranjeiras disse:

    Com toda certeza será uma ótima hatriz…hahahaha

    • Zé Garcez disse:

      Deixa a moça seguir o seu caminho, seus sonhos.
      Deixem de preconceito.

Homem fica uma hora na mira de assaltantes dentro do próprio carro na Zona Norte de Natal

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Um homem passou uma hora dirigindo o próprio carro sob a ameaça de três bandidos armados na manhã desta quarta-feira (4), na Zona Norte de Natal. Os criminosos fizeram assaltos com a vítima no volante e também levaram objetos da casa do homem. De acordo com a polícia, passava das 4h quando os três o abordaram. Ele estava saindo com seu veículo da garagem de casa, no bairro Igapó. O trio obrigou o homem a voltar para dentro do imóvel e recolheu duas TVs, celulares e joias. Tudo foi colocado no automóvel da vítima. Veja todos os detalhes aqui em reportagem do portal G1-RN.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ALEX DE MESQUITA disse:

    VAGABUNDOS COVARDES !!!!!
    TEM QUE DAR FIM A BAMDIDAGEM

PF mira propina a Palocci e Mantega em nova fase da Lava-Jato

Foto: Geraldo Bubniak / Agência O Globo/28-7-15

A Polícia Federal deflagrou a 63ª fase da Operação Lava-Jato , na manhã desta quarta-feira, para investigar a suspeita de pagamentos da empreiteira Odebrecht a dois ex-ministros . Os agentes cumprem dois mandados de prisão temporária e outros 11 de busca e apreensão em São Paulo e na Bahia. Delações de executivos da companhia apontaram “Italiano” como o apelido do ex-ministro Antônio Palocci, e “Pós-Itália”, do também ex-ministro Guido Mantega.

São alvos de mandados de prisão o ex-executivo da empreiteira Maurício Ferro e o advogado Nilton Serson. Genro de Emilio Odebrecht e um dos raros homens do antigo alto comando da companhia a não fazer delação premiada, conforme informou o colunista do GLOBO Lauro Jardim , Ferro foi preso antes das 7h, segundo o G1.

Com os mandados, a PF investiga os crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Foi determinado o bloqueio de R$ 555 milhões dos investigados. Segundo a Polícia Federal, o pagamento de propina visava à aprovação de medidas provisórias que instituíram o programa Refis da Crise, entre outros objetivos.

A investigação leva em conta uma ação penal que apura a informação de que Palocci e Mantega agiram de forma ilícita para favorecer os interesses da Brasken. De acordo com a investigação, Mantega solicitou a Marcelo Odebrecht propina de R$ 50 milhões como contrapartida para as edições de duas MMedidas Provisórias. O pedido, segundo a PF, foi aceito por Marcelo e pago pela Brasken

Há indicativos, de acordo com a investigação, de que os valores teriam sido entregues a um casal de publicitários. Há um ano, a força-tarefa da Lava-Jato apresentou denúncia contra Mantega e Palocci pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em medidas que beneficiaram diretamente empresas do Grupo Odebrecht, como a Braskem, do setor petroquímico.

Na época o casal de publicitários João Santana e Mônica Moura, além de André Santana, filho do marqueteiro do PT, também foram denunciados pelo mesmo episódio. Os dois chegaram a ser presos, permaneceram de tornozeleiras eletrônicas e foram soltos meses depois.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Chegou a vez do Mantega….espero que o Mercadante seja o próximos…Ministros que acabaram com nosso país!!!!

  2. Valter Barroso Costa Fonseca disse:

    A vergonhosa lei de proteção à criminalidade é um absurdo, representa um perigoso retrocesso institucional num país que mal começa a ter algum sucesso no combate à corrupção.
    Essa lei é tão letal para quem quer fazer justiça, que pode chegar ao ponto do juiz indeferir na pergunta de um advogado e ele não gostar ou não concordar, poderá me acusar de abuso de autoridade. E se o julgador entender como ele, poderei ser preso.
    Na realidade essa lei aprovado pelo congresso, onde boa parte de seus membros tem o nome na lava jato, é uma apologia a impunidade, contra justiça, contra a legalidade, contra a ordem institucional do país. Só é a favor dessa lei que pretende implantar o caos no Brasil, deixando o país sem segurança pública, nem justiça. O resto é discurso falacioso para enrolar os babacas e justificar a prática de corrupção e demais crimes.

  3. Francis Press disse:

    Agora os funcionários terão que fazer "arminhas" e cantar musiquinha na hora da demissão, acho pouco, muito pouco…hahahaha…toma o que vão ganhar nas fuças.

  4. Severino Monte disse:

    Isso não é ABUSO DE AUTORIDADE? A PF não pode mais atuar livremente, tem antes que pedir permissão, avisar que vai agir, dizer contra quem e se for autorizada, só então, pode sair as ruas.
    Assim determinada a lei aprovada no congresso por incentivo maior de RODRIGO MAIA que pune as autoridades no combate a corrupção, aos assassinos, aos crimes em geral. VIVA A IMPUNIDADE!

  5. nasto disse:

    O ROMBO no BRASIL é GRANDE. Vai ser difícil fechar.

Ao despachar o Fortaleza, Visão Celeste-RN segue fazendo história e encara o Primavera na tarde desta segunda pela 3ª fase da Copa SP

Visão encara o Primavera na terceira fase da Copinha. Foto: Hélio Florêncio / Visão Celeste

A garotada do Visão Celeste segue fazendo história na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2019. Nesse sábado (12), a equipe potiguar venceu o Fortaleza, atual campeão da Copa do Nordeste Sub-20, por 2 a 1, e se classificou para terceira fase da Copinha.

Os gols do Visão foram marcados por Denilson e Zé Eduardo, artilheiro da equipe e vice artilheiro da competição com seis gols.

O bom resultado iguala o feito do ABC, que chegou a mesma fase em 2016.

Na próxima fase, o Visão enfrenta o Primavera, nesta segunda-feira (14), às 15h (horário local). O vencedor deste duelo vai encaras nas oitavas de final o Corinthians ou RB Brasil.

Com informações da FNF