Saúde

Ministério da Saúde inclui todas as gestantes e puérperas em grupo prioritário de vacina contra Covid

O Ministério da Saúde decidiu incluir todas as gestantes e puérperas no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19. A medida consta de uma nota técnica da pasta divulgada aos estados e municípios.

Até então, a vacina era indicada apenas para as grávidas que tinham doenças preexistentes ou estavam em algum outro grupo previsto para receber a vacina (como trabalhadores de saúde, entre outros) após avaliação de riscos e benefícios com o médico.

A estimativa é que existam hoje cerca de 3 milhões de gestantes e puérperas no país. O documento do ministério não cita data específica, mas estima que a oferta da primeira dose ocorrerá até o final de maio.

Na nota técnica, a pasta diz que a decisão pela inclusão das gestantes na campanha de vacinação considerou possíveis riscos e benefícios, a situação epidemiológica do país e dados que apontam aumento no risco de hospitalização de pacientes com Covid neste grupo.

O ministério afirma também que, ainda que a segurança e eficácia das vacinas contra a Covid não tenham sido avaliadas em gestantes, vacinas de plataformas de vírus inativado (como é o caso da Coronavac) já são utilizadas por esse grupo de mulheres no Calendário Nacional de Vacinação, e levantamento feito pela pasta em recomendações nacionais e internacionais apontou parecer favorável à imunização.

“Considerando ainda o momento pandêmico atual no Brasil com elevada circulação do Sars-CoV-2 e aumento no número de óbitos maternos pela Covid-19, ficou entendido que, neste momento, é altamente provável que o perfil de risco versus benefício na vacinação das gestantes seja favorável”, informa a nota, que cita análises por câmaras técnicas para a decisão.

“Portanto, o Programa Nacional de Imunizações (…), decidiu por recomendar a vacinação contra a Covid-19 de todas as gestantes e puérperas e incluí-las nos grupos prioritários para vacinação”, completa.

Ainda segundo a pasta, a vacinação das gestantes e puérperas deve ocorrer em conjunto com a vacinação de pessoas com comorbidades (como diabetes, hipertensão e outros fatores de risco) e pessoas com deficiência, mas em duas fases.

Na primeira, devem ser vacinadas gestantes e púerperas com comorbidades, independentemente da idade. Já a segunda inclui o restante das gestantes, independentemente de condições preexistentes.

Junto a essas fases, a pasta também traz na nota técnica uma especificação para os demais grupos de deficiência e comorbidades (veja abaixo), os quais devem ser organizados por faixa etária e outros critérios, como o acesso ao BPC (benefício de prestação continuada). Como a Folha mostrou, sem uma diretriz clara, estados estavam adotando critérios diferentes para organizar a vacinação dessa população.

O ministério orienta ainda gestantes com comorbidades a comprovar a situação por meio de exames, relatórios ou receitas médicas.

A vacinação deve ocorrer independentemente da idade gestacional. A nota técnica diz que mulheres puérperas que estejam amamentando devem ser orientadas a não interromper a prática.

Ainda segundo o ministério, a vacinação poderá ser realizada com qualquer vacina de plataforma de vírus inativado (Coronavac, por exemplo), vetor viral (Oxford/AstraZeneca) ou mRNA (Pfizer), respeitando os intervalos entre as doses recomendados.

A pasta também orienta respeitar o intervalo de no mínimo 14 dias entre a aplicação da vacina da gripe e outras indicadas a gestantes e a administração da vacina da Covid-19.

Neste mês, o secretário de atenção primária em saúde do ministério, Raphael Câmara, afirmou que as variantes do coronavírus no Brasil têm se mostrado mais agressivas em grávidas e recomendou postergar a gravidez nesse período crítico da pandemia. Câmara, porém, não especificou a quais variantes se referia nem mostrou pesquisas que comprovem que as novas variantes sejam mais agressivas especialmente nesse público.

Reportagem da Folha com dados do OOBr Covid-19, observatório obstétrico que agrupa informações de várias bases públicas, mostrou que o número de mortes maternas por Covid mais do que dobrou nas 13 primeiras semanas de 2021 em relação à média semanal do ano passado. Passou, assim, de 10,4 óbitos (449 mortes em 43 semanas de pandemia de 2020) para 22,2 nas primeiras semanas deste ano, com 289 mortes.

Embora estudos apontem que a gestação e o pós-parto aumentam o risco de complicações e morte por Covid-19, especialistas dizem que pesa nesse cenário a falta de assistência adequada, como acesso a UTI e ao procedimento de intubação.

O CDC (Centro de Controle de Doenças) dos EUA recomendou que as gestantes se vacinem contra a Covid-19. Um estudo recente mostrou que as vacinas da Pfizer e da Moderna são seguras para grávidas e bebês.

Em audiência na Câmara, a coordenadora do PNI, Francieli Fontana, disse que o governo não teria doses suficientes para fazer a vacinação apenas com Pfizer, daí a opção por incluir as demais vacinas também a gestantes.

“A vacina Coronavac tem uma plataforma bastante conhecida, e a Oxford e a Pfizer também não contém agentes vivos que podem se replicar no organismo”, disse. “Estudos pré-clínicos em animais e dados de gestantes vacinadas inadvertidamente em testes também não mostraram riscos.”

Confira a ordem recomendada pelo Ministério da Saúde para vacinação de pessoas com comorbidades, com deficiência e gestantes e puérperas:

Fase 1 (datas dependem da organização local):

Pessoas com síndrome de down, independentemente da idade;

Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise) independentemente da idade;

Gestantes e puérperas com comorbidades, independentemente da idade;

Pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos;

Pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 55 a 59 anos

Fase 2:

Pessoas com comorbidades de demais faixas etárias, com critério de priorização por idade (pessoas de 50 a 54 anos, 45 a 49 anos, 40 a 44 anos, 30 a 39 anos e 18 a 29 anos);

Pessoas com deficiência permanente cadastradas no BPC;

Gestantes e puérperas independentemente de condições pré-existentes.

Fonte: Ministério da Saúde

Folha de São Paulo

Opinião dos leitores

  1. Confesso que fui pesquisar o significado de “puérpera”. Em 53 anos de existência nunca ouvi essa palavra!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

VÍDEO: Veja como deverá ser a vacinação contra covid dos grupos prioritários em Natal a partir da semana que vem; secretário de Saúde do Município detalha

Foto: Reprodução/Meio-Dia RN

Em entrevista ao Meio-Dia RN na 96 FM, com o BG,  nesta terça-feira(27), o secretário de saúde de Natal George Antunes confirmou que o Município está na iminência de iniciar a vacinação dos grupos prioritários, que deverá ocorrer a partir da próxima semana. Até sexta-feira(30), a SMS na capital anunciará como se dará essa imunização, dentro dos 3 grupos.

Segundo George Antunes, os diabéticos deverão ser o primeiro grupo vacinado, independente da faixa de idade, desde que oficialmente comprovado.

No segundo grupo de prioridades serão os cardiopatas

No terceiro serão pessoas com obesidade.

O secretário de saúde de Natal ainda disse que até quinta-feira(29), a vacinação para pessoas a partir de 60 anos será iniciada.

Por isso, segundo George Antunes, ao ser finalizada essa etapa de vacinação de (60), iniciará de imediato a imunização das pessoas com combordidades. Vale destacar, nesses grupos, ainda entrarão outros tipos de portadores de doenças crônicas.

Opinião dos leitores

  1. Uma pergunta: Quem trabalha em Natal, porém reside em outro município vai poder se vacinar em Natal ? Existem milhares de profissionais em várias áreas nessa situação.

    1. Eles solicitam o comprovante de residência. Diante disso acredito que o cidadão tem que se vacinar na cidade onde reside e não onde trabalha.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Prefeitura inclui professores e pessoas com deficiência em grupo prioritário para vacinação em Natal

Foto: Reprodução/DOM

A Prefeitura do Natal  publicou no Diário Oficial do Município desta terça-feira(27) a lei número 7.138, para inclusão dos/as trabalhadores/as em educação no município de Natal na fase 1, como grupo prioritário do programa emergencial de vacinação para o combate e erradicação do vírus covid-19 em todo o território do município de Natal, como medida de proteção e segurança, à saúde e vida dos/as trabalhadores/as supracitados/as, que
poderão estar expostos/as a pandemia do coronavírus nas escolas do território natalense.

O documento diz assim:

Faz saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL aprovou e que sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Ficam incluídos/as os/as trabalhadores/as no município de Natal na fase 1, como grupo prioritário do Programa Emergencial de Vacinação para o combate e erradicação do vírus COVID-19 em todo o território do município de Natal, como medida de proteção e segurança, à saúde e vida dos/as trabalhadores/as supracitados/as, que poderão estar expostos/as a pandemia do coronavírus nas escolas do território natalense.

Parágrafo Único – São considerados/as Trabalhadores/as em Educação, alcançados/as pelos benefícios desta Lei, todos/as aqueles/as profissionais, de todas as categorias, que estejam atuando nas unidades escolares no município de Natal.

Art. 2º A vacinação dos/as Trabalhadores/as em Educação será operacionalizada pelo órgão municipal competente, permitida a realização de convênios ou parcerias para a sua execução, de forma gratuita, àqueles/as trabalhadores/as de que trata esta Lei.

Art. 3º As despesas decorrentes da execução desta lei correrão a conta de dotações orçamentárias próprias da Secretaria Municipal de Saúde Pública, suplementadas, caso necessário.

Art. 4º Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Já a lei  7.139, estabelece prioridade na vacinação das pessoas com deficiência para vacinação contra a covid-19, no âmbito do município de Natal/RN, e dá outras providências.

O documento diz assim:

Art. 1º Fica estabelecida a prioridade na fase I, das pessoas com deficiência, definida no artigo 2º, da Lei 13.146/2015 (Estatuto da Pessoa com Deficiência), na vacinação contra a Covid-19, no âmbito do município de Natal/RN.

Art. 2º Caberá ao Poder Executivo Municipal e a Secretaria Municipal de Saúde proceder a inclusão no rol de prioritários do programa de vacinação as pessoas com deficiência e estabelecer as diretrizes e planejamento de distribuição dos imunizantes.

Art. 3º O Poder Executivo regulamentará esta lei, no que couber, no prazo máximo de 30 dias.

Art. 4º Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação.

Opinião dos leitores

  1. E os prioritários de 60 anos, qdo chegará? Em joao pessoa já faz um mês que esse pessoal foi vacinado. Aqui em natal com todas as malandragens que arranjam não chega no pessoal de 60 anos , criminosos.

  2. Falta, portanto, o Prefeito dizer a partir de qdo, nós professores, poderemos tomar a vacina? Amanhã já posso. Querendo e muito voltar a ministrar aula presencialmente. Prefiro 1000 vzs uma aula presencial do que 01 online. Engana-se quem pensa q não dá trabalho ministrar aulas online. É bemmmm mais complicado.

  3. Incluir em grupo prioritário é uma coisa, efetivar a vacinação é outra muito distante. Imagino que o prefeito antes dessa publicação ja garantiu as doses. É ver pra crer!

  4. E agora, professores? Qual será a desculpa para continuarem sem trabalhar? Vão fazer greve? O sindicato de vcs não quer as aulas. Nunca quis.

    1. É de uma injustiça sem tamanho essa generalização aos professores. Tenho colegas na rede pública de educação que nunca trabalharam tanto. Muitas planilhas, planejamento, reformulação de conteúdos para dar 2 anos de currículo em um. Procure um professor conhecido seu e pergunte. Os da Escola privada perderam o total direito a horários e finais de semanas. Trabalham 3 vezes mais para preparar a tal da aula hibrida. Pergunte se recebem pelas madrugadas e finais de semanas num computador. São heróis. Pena que a maioria esquece que todos precisaram de professores em sua vida.

  5. Depois faltam doses pros grupos prioritários do programa nacional de vacinação e ninguém sabe o porque né?!

    1. Todo mundo já sabe por que faltam doses no país todo: porque o presidente Bolsonaro não as comprou a tempo, aliás, sabotou a compra o tempo todo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Grupo suspeito de formar milícia e extorquir moradores e comerciantes de cidades da região Agreste potiguar é preso pela Polícia Civil

O portal G1-RN noticia nesta terça-feira(27) que um grupo suspeito de formar uma milícia armada e extorquir moradores e comerciantes de cidades da região Agreste potiguar foi detido nesta segunda-feira (26) pela Polícia Civil. Cinco pessoas foram conduzidas para a delegacia, quatro delas suspeitas de integrar o grupo. Os homens estavam em um carro roubado e foram presos na cidade de Bom Jesus, distante 52 quilômetros de Natal.

A Polícia Civil encontrou armas de fogo, capas de colete balístico, pistola taser, uma luz intermitente, além de porções de maconha e celulares com os suspeitos. Mais detalhes AQUI em matéria na íntegra.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Agente infiltrado se reuniu com grupo que deu golpe da vacina em prefeituras do país

Empresa que suspeita de aplicar golpes em prefeituras na venda de vacinas contra a Covid-19 se reuniu com agente infiltrado da polícia no Recife — Foto: Pedro Alves/G1

Os sócios da empresa investigada por aplicar golpes em prefeituras com falsas vendas de vacinas contra a Covid-19 participaram de uma reunião que contou com um agente infiltrado da polícia, segundo documento ao qual o G1 teve acesso.

O esquema foi descoberto depois que a prefeitura de Barra do Piraí, no Rio de Janeiro, desconfiou que era uma fraude e acionou a polícia.

Segundo a Delegacia de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro do RJ, responsável pela investigação, não havia indícios de que prefeituras de Pernambuco tenham sido contatadas, apesar de a reunião ter acontecido no Recife.

Os sócios diziam ser intermediários de uma empresa estadunidense que seria dona de meio bilhão de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca, por, supostamente, ter financiado os estudos para a produção dos imunizantes (veja vídeo acima).

A empresa alvo da investigação é a Montserrat Consultoria, com sede no Poço da Panela, na Zona Norte do Recife. Pelo menos 20 prefeituras de todo o Brasil podem ter sido lesadas pelos criminosos.

Como foi a reunião

O G1 teve acesso à decisão judicial que autorizou o cumprimento dos mandados de busca e apreensão nesta quinta-feira (22) em Pernambuco. Nela, o juiz auxiliar da 1ª Vara Especializada do Rio de Janeiro Bruno Monteiro Ruliere cita a reunião realizada no dia 12 de abril, após uma “carta convite” expedida pela Montserrat Consultoria.

Segundo o documento, participaram da reunião Eduardo Henrique Meneses e José Klleber Queiroz Malaquias, ambos sócios da Montserrat, além do agente infiltrado da polícia, que acompanhou o prefeito de Barra de Piraí, Mário Reis Esteves (Republicanos), que foi quem denunciou o esquema.

O encontro aconteceu em uma sala compartilhada por duas das empresas dos investigados (veja vídeo abaixo), a Montserrat Consulting e Hat Soluções Inteligentes, no edifício empresarial Casa Forte Corporate, mesmo local onde foram cumpridos mandados de busca nesta quinta-feira (22).

Os dois homens, na reunião, afirmaram ter negócio jurídico com a Oxford/AstraZeneca, “o que lhes conferiu o direito de receber vacinas contra o Covid-19 e que ora pretendem revender ao ente municipal”, disse o juiz. A fornecedora do imunizante Oxford/AstraZeneca negou qualquer negociação com os suspeitos.

Os criminosos entravam em contato com as prefeituras por e-mail ou WhatsApp e exigiam pagamento antecipado, segundo o delegado Thales Nogueira, da Delegacia de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro, do Rio de Janeiro.

“Eles entravam em contato por e-mail, por WhatsApp e depois mandavam uma minuta de contrato que exigia o pagamento antecipado ou por swift, que é uma remessa internacional, ou por carta de crédito internacional”, afirmou.

O contrato, ao qual o G1 teve acesso, apontou que seriam vendidos a Barra do Piraí 4,5 mil frascos contendo dez doses cada um. Cada frasco custaria US$ 7,90, o que daria aproximadamente R$ 44.

Nas investigações, a polícia também descobriu que esses dois sócios abriram, neste ano, duas empresas, cada uma com capital de R$ 7 milhões: VGL Administração de Participações, cujo proprietário é Eduardo Leal, e RWX Participações, de José Klleber.

O delegado Thales Nogueira afirmou que foram expedidos oito mandados de busca e apreensão em Pernambuco. Alguns deles foram em residências dos sócios da empresa, na Madalena, Zona Oeste do Recife, e num resort de luxo na Praia de Muro Alto, no Litoral Sul.

Ele disse ainda que a Ecosafe Solutions, empresa que supostamente seria detentora das vacinas, sequer aparentava ter estrutura para ser capaz de fazer esse tipo de transação.

“A empresa que ela diz representar nos Estados Unidos é uma empresa recém-criada, é uma empresa que funciona num coworking, o que não é normal pra uma empresa desse porte e várias inconsistências que levaram o Juízo da Primeira Vara Criminal Especializada do Rio de Janeiro a definir oito mandados de busca e apreensão. Tanto na sede da empresa, aqui, quanto na residência dos sócios relacionados”, afirmou.

Em Pernambuco, foram apreendidos documentos, celulares e computadores. Os donos da empresa deverão ser intimados a depor posteriormente, depois que o material recolhido for analisado.

O delegado afirmou, ainda, que as próximas fases da operação serão voltadas a identificar os municípios que podem ter sido prejudicados pelos golpistas. Entre os municípios que receberam a oferta estão Duque de Caxias e Barra do Piraí, no Rio de Janeiro, e Porto Velho, em Rondônia. Somando apenas esses contratos, o golpe renderia quase R$ 70 milhões.

Negociação com prefeituras

Caxias chegou a assinar um contrato de intenção para compra de um milhão de vacinas no valor de R$ 45 milhões, mas teria voltado atrás devido à forma de pagamento exigida pela empresa, segundo o delegado.

Porto Velho negocia há mais de um mês a aquisição de 400 mil doses. O acordo passa por uma inspeção do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia. Ao todo, R$ 20 milhões foram investidos para a compra das vacinas. O dinheiro está bloqueado e só seria liberado com a remessa embarcada. O prefeito da cidade, Hildon Chave, afirmou que não há risco de prejuízo financeiro.

“Até agora, o que se sabe é que eles se colocavam na posição de sócios da empresa e diziam que intermediavam para uma empresa americana. Ela se diz uma empresa de tecnologia, uma empresa que trabalha com Lei Geral de Proteção de Dados, mas não localizamos nenhum contrato consistente que possa dar lastro a nenhum contrato desse, internacional”, afirmou o delegado.

O G1 tentou contato com os sócios da Montserrat Consultoria e com a Ecosafe Solutions, mas nenhum deles atendeu aos telefonemas da reportagem.

G1

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Justiça determina inclusão de médicos veterinários em grupo prioritário de vacinação no RN

Foto: Reprodução

A Justiça Estadual atendeu a um mandado de segurança aberto pelo Conselho Regional de Medicina Veterinário do Rio Grande do Norte (CRMV-RN) e determinou a reinclusão dos médicos-veterinários no grupo de profissionais de saúde que devem ser vacinados contra a Covid-19 em Natal. A decisão da 2ª Vara da Fazenda Pública foi publicada nesta sexta-feira (26), para “cumprimento imediato”.

A Prefeitura ainda deverá ser intimada a respeito da decisão, mas a autarquia já entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde para solicitar o atendimento aos profissionais nos postos de vacinação.

O pedido foi realizado pelo conselho de classe, após os profissionais serem retirados da lista de profissionais de saúde que começaram a ser imunizados nesta semana na capital.

“Ficamos felizes que a decisão tenha corrigido uma injustiça e garantido o direito dos nossos profissionais. Os veterinários são profissionais de saúde. Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, nosso trabalho é fundamental também para a saúde humana”, afirmou o presidente da autarquia, Dr. Raimundo Alves Barrêto Júnior.

“Combatemos doenças que são transmitidas entre animais e humanos, na Vigilância em Saúde, nos centros de controle de zoonoses, no desenvolvimento de vacinas e também na produção e na garantia da qualidade e segurança de alimentos como carne, ovos, leite e seus derivados, entre outros”, complementou.

Veja decisão completa AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. Esta liminar só está favorecendo os veterinários de Natal. Em outros municípios não está sendo permitido a vacinação destes profissionais.

  2. Enquanto isso os renais crônicos não são nem sugeridos como prioritários, mesmo que pelo menos 3 vezes por semana tenham que fazer hemodiálise em ambiente hospitalar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Grupo de entidades médicas pede banimento do uso de cloroquina e ivermectina contra Covid-19

Foto: Edilson Dantas/Agência O Globo

Um grupo de associações médicas divulgou nota nesta terça-feira defendendo que medicamentos sem eficácia comprovada contra a Covid-19, como a cloroquina e a ivermectina, devem ter sua utilização “banida”. Os remédios citados no texto são defendidos pelo presidente Jair Bolsonaro. As sociedades também defendem o isolamento social e pedem medidas para acelerar a compra do chamado “kit intubação”.

A manifestação ocorreu em um boletim do Comitê Extraordinário de Monitoramento Covid-19, organizado pela Associação Médica Brasileira (AMB), e conta com o apoio de sociedades especializadas e de associações locais dos estados.

As entidades ressaltam no texto que, na última semana, o Brasil representou 25% das mortes registradas em todo o mundo por Covid-19 e que em breve o país ultrapassará a marca de 300 mil óbitos causados pela doença.

O objetivo do boletim é esclarecer condutas dos médicos, orientar pacientes e “conclamar as autoridades responsáveis à urgente resolução de casos que exclusivamente delas dependem”.

“Reafirmamos que, infelizmente, medicações como hidroxicloroquina/cloroquina, ivermectina, nitazoxanida, azitromicina e colchicina, entre outras drogas, não possuem eficácia científica comprovada de benefício no tratamento ou prevenção da Covid-19, quer seja na prevenção, na fase inicial ou nas fases avançadas dessa doença, sendo que, portanto, a utilização desses fármacos deve ser banida”, diz um dos trechos do documento.

Em relação ao “kit intubação”, as organizações afirmam que “são urgentes esforços políticos, diplomáticos e a utilização de normativas/leis de excepcionalidade, para solucionar a falta de medicamentos ao atendimento emergencial” e que “na ausência destes fármacos, não é possível oferecer atendimento adequado para salvar vidas”.

O boletim também defende que “o isolamento social, com a menor circulação possível de pessoas, segue sendo imperioso para conter a propagação viral”. De acordo com as entidades, “todos, sem exceção, temos de seguir à risca as medidas preventivas: uso correto de máscara, distanciamento social, evitar aglomerações, manter o ambiente bem ventilado e higienizando, ficar em isolamento respiratório assim que houver suspeita de Covid-19, identificar os contactantes, higienizar frequentemente as mãos”.

No último dia 4, o Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou uma nota onde defendeu que medidas restritivas locais têm chances de “reduzir momentaneamente a pressão sobre o sistema de saúde, como tentativa de evitar o colapso”, mas que podem também gerar “consequências graves de efeito duradouro para a sociedade, como o fechamento de empresas, desemprego e surgimento de doenças mentais em adultos e crianças”.

O texto disse ainda que a adoção dessas medidas deviam “ser precedida de análise criteriosa de indicadores epidemiológicos, capacidade da rede de atendimento e impactos sociais e econômicos, devendo ser de curta duração e considerar as realidades específicas”. O CFM também destacou o uso de máscara, a higienização frequente das mãos, o distanciamento social e a proteção de olhos e mucosas e os cuidados com os grupos vulneráveis, como forma de proteger a vida, além de pedir a vacina a “todos os brasileiros, no menor espaço de tempo”.

Na nota desta terça-feira, as organizações também fazem “votos especiais” ao cardiologista Marcelo Queiroga, indicado para assumir o Ministério da Saúde, mas que ainda não tomou posse.

O texto diz que “os brasileiros almejam que vossa gestão ecoe e se guie exclusivamente pela voz da ciência; que seja um exemplo de independência na implantação de políticas/medidas consistentes e necessárias à resolubilidade e qualidade do sistema; de conduta ética; de compromisso com a melhor Medicina; e, acima de tudo, com a saúde de todos os cidadãos”.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Tem muitas associações médicas infestadas de esquerdistas e negacionistas. Essas sim são negacionistas Chegar a esse ponto de pedir banimento de medicamentos que salvaram a vida de Davip Up, Kalil e tantos outros médicos importantes.
    Deusnulivre, pobre de nós seres humanos comuns, leigos.

  2. Queiroz, vc está desatualizado sobre Araraquara/SP. O número de contaminados aumentou 30%.
    Procure se informar.

  3. Isso é uma associação médica de petistas e seus puxadinhos , torcendo para aumentar o número de mortes , dúvido que eles não recrutem para seu familiares e para se próprio igual ao médico de Dória David Uip.

  4. Os genocidas são realmente defensores da morte. Cegos , comandados por um neofascista que torce pelo extermínio de seu povo , mas quando chega a hora da vacina são os primeiros da fila.

  5. O que os brasileiros querem é poder escolher o que tomar , essas associações estão com viés político e tem que ser responsabilizadas pelas mortes que por ventura vierem ocorrer pela falta de tratamento precoce .

  6. Como nenhum medicamento tem eficácia comprovada para a COVID, na prática, o que essa turma está dizendo é: Fiquem casa e, se pegarem covid, esperem o caso se agravar pra ser entubado.

  7. Movimento puramente político. E bem direcionado. Pior é que simplesmente pedem o banimento de todas as opções de medicamentos existentes, mas não apresentam uma solução. Ou seja, é para não prescrever nada nem na prevenção, nem na gravidade. São esses que usam do nome genocida para os outros.

  8. Eu usei alguns desses. Conheço vários amigos, inclusive petistas, que tomam ivermectina como se fosse vacina. Há inúmeros médicos e estudos mundiais que recomendam. Médicos potiguares recomendam. Por que não deixam os médicos e as pessoas escolherem o que usar? Da minha parte, uso qualquer coisa que possa ajudar e não apresente grandes riscos. As pessoas precisam deixar os outros viver, fazerem suas escolhas. Que vício autoritário é esse? Sossegue, cuidem de suas vidas. Se não quer tomar o remédio, vá tomar o que quiser, onde quiser. Esse papo já deu.

  9. Quer uma razão simples para não usar essas drogas? O mundo todo não usa, e tem a mesma pandemia no quintal. Apenas… É burrice mesmo, não tem outro nome para quem AINDA defende esses kits covid. Se seu médico prescreveu, mude de médico ! Urgente !

    1. Isso mesmo. Escolha o médico que diz? vá para casa, não tome nada e se piorar, quando estiver muito pior, quando tiver puxando o ar, venha para cá para nós entubarmos e rezar para você sobreviver. Esses são os melhores médicos. Enquanto isso o sistema carcerário daqui do RN adotou o tratamento precoce, inclusive com Ivermectina e até a atual data não teve nenhuma morte.

  10. Por que essa obsessão contra o tratamento precoce? Remédios baratos, praticamente sem efeitos colaterais e que estão apresentando resultados positivos contra o vírus. Já há países que estão usando oficialmente. E muita gente que critica está tomando escondido como se fosse vacina. Essa epidemia está mostrando a hipocrisia, a índole autoritária e as más intenções de muitos. Se não quer usar, não use, fique em casa e aguarde a falta de ar.

  11. Uma perguntinha básica; quantos governadores e prefeitos subscreveram essa nota tão bem direcionada?

  12. Quanto custa a intubação..? E a ivermectina..?
    Infelizmente, os lucros falam mais alto. Nada barato presta e nem é eficaz. Complicado!

    1. Potiguar, essa sua mesma pergunta pode ser feita para o lockdow. O lockdow até agora não foi eficaz.

    2. Antenado, o Lockdown não funciona na sua cabeça porque você está alienado pelas mentiras que o seu ídolo sagrado espalha todo vez que abre a boca. Em Araraquara, aonde a situação estava descontrolada houve uma redução de 50% de casos após a adoção de um Lockdown. Pare com esse negacionismo doentio. Procure se informar fora dessa bolha infectada do bolsonarismo.

  13. Eu não consigo entender esse pessoal que luta contra o tratamento precoce. Quando existia o Mais Médicos, diziam que era um programa importantíssimo porque ali existia uma medicina preventiva e evitava que as pessoas agravassem de alguma doença que tivessem. Com o surgimento do Covid, agora a medicina preventiva não funciona e nao tem comprovação científica. Meu Deus, que loucura o tempo que estamos vivendo. Pura ideologia!

  14. Esse grupo são os principais genocida e nagacionista do tratamento precoce, eles tem apoio de prefeito e governadores ditadores de tiranetes.

  15. Chegamos a um ponto muito triste na história da humanidade. Realmente como seres humanos estamos involuindo. As pessoas que tem o dever de salvar vidas condenando a tentativa de evitar que uma doença se agrave. Tentem pelo menos se não der certo tenta outra coisa, estamos em guerra e todas as armas que temos tem que ser utilizadas. Uma triste história da humanidade.

  16. Eu sou prova viva que esses medicamentos são eficazes no tratamento contra a COVID19.
    Que Deus tenha misericórdia daqueles que estão com COVID19 e são atendidos por um desses médicos.

    1. Tu deu sorte de pegar uma variante fraca e ia ficar boa de qualquer jeito (assim como tem milhares que não sentem uma dor na unha)…. se tu tivesse pego a mais forte, não tem cloroquina, azitromicina, ivermectina nem ozônio que desse jeito.

  17. Gostaria de saber qual dos medicamentos que estão usando nos hospitais tem escrito na bula que é eficaz para Covid-19. Ou simplesmente estão internando sem fazer uso de nenhum medicamento? Vejo muitos casos de ficarem trocando de medicamento para saber qual atua melhor no tratamento. Esta troca de medicamento é comprovação cientifica ou empírica?

  18. Só procure um hospital quando sentir falta de ar. Mandetta.
    Ainda bem que a natureza criou esse monstro do Coronavirús. Luiz Inácio Lula da Silva.
    Bolsonaro tem razão.
    O Véio é disparado o Melhor Presidente.

    1. Carissimo .O mandeta sabia tanto de covid como toda a entidade médica do mundo.Hoje ainda se sabe alguma coisa .No início da pandemia não se sabia nada .Ou seja : só procurar quando estava com falta de ar era tão somente o que se pensava naquele contexto.

    2. Lucis, eu discordo totalmente, as notícias vindas da África sobre a suspeita da Ivermectina como responsável pela baixa mortalidade naquela região já existia em março do ano passado. No início da pandemia a Universidade de Monash na Austrália já havia estudos In Vitro sobre a eficácia dessa droga. Maus políticos sempre enxergaram atenuantes da crise como uma ameaça ao que esses psicopatas enxergam como oportunidade: compras sem licitação, verbas federais abundantes e pouca fiscalização dos órgãos de controle.

    3. Em toda moléstia quanto antes se começar o tratamento melhor, essa orientação de Mandeta não se sustenta! Como pode um médico orientar para esperar a evolução oara só depois buscar ajuda? Isso é inconcebível e criminoso. Não tem defesa!

    4. "Acorda Brasil" tá precisando acordar!
      Esse papo de ivermectina na África não passa de uma grande mentira já desmascarada. Não há evidência nenhuma que lá foi distribuída em massa ivermectina p a população. Lá há grande subnotificacao de casos e mesmo assim eles aumentaram. Por fim, um estudo que funciona in vitro não necessariamente funciona em humanos. Ou seja, a África não serve como parâmetro.

    5. Essa calígula não escreve nada que tenha fundamento, são apenas palavras que ela gosta de ouvir e escrever.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Guarda Municipal e PM abordam grupo superior a 150 pessoas fazendo baderna nas ruas de Natal

Fotos: Divulgação

Uma ação conjunta da Guarda Municipal do Natal (GMN) e Polícia Militar abordaram mais de 150 jovens que estavam aglomerando e fazendo baderna pelas ruas da cidade. A operação mobilizou cinco viaturas da GMN e três da PM que interceptaram os envolvidos na Av. Prudente de Morais e apreenderam diversas caixas contendo ovos que estavam sendo lançados contra as pessoas.

O comandante da GMN, Alberfran Grilo, contou que as equipes estavam patrulhando as ruas no intuito de inibir aglomerações quando foram informadas da situação de vandalismo e baderna. Na ocasião, os envolvidos foram abordados e passaram por revista pessoal antes de serem pouco a pouco liberados. “Eram mais de 150 jovens fazendo baderna. Os mesmos estavam jogando ovos na população, todos foram abordados e liberados em pequenos grupos no sentido de manter a dispersão”, informou.

Logo em seguida, foi registrada outra ocorrência de mesmo teor, só que na área do bairro Ribeira, zona Leste da capital. Na ocasião, as viaturas foram deslocadas para a área e flagraram dois grupos distintos utilizando ovos e lançando nas pessoas. A ação dos agentes contribuíram para a rápida dispersão dos grupos que juntos contabilizavam mais de 100 pessoas envolvidas nessa ocorrência.

Opinião dos leitores

  1. Isso é o fim da picada, as autoridades, todas perderam a moral para essas gângues que se proliferam pela cidade de Natal. Esses baderneiros só fazem isso porque não existe punição, fica tudo como antes no quartel de abrantes.

  2. É quase inacreditável se ouvir tanta reclamação de falta de alimentos como também, se enfatizar tanto a continuidade do auxílio emergencial e esse bando de desocupados comprarem e estragarem um alimento tão importante da gastronomia, com essa brincadeira totalmente sem graça. Os próprios comerciantes deveriam fazer uma acareação e procurar descobrir o motivo da procura de tantos ovos, de uma hora pra outra. A não ser que tenham sido adquiridos de forma pontual, com cada "comprador" dizendo que a finalidade disso era a usual, ou seja, a de servir de alimentos mesmo. Se foram adquiridos de forma pontual, fica realmente difícil pro comerciante saber que a finalidade seria pra baderna mesmo. Não duvido que eles tenham se espalhado por vários pontos do bairro, ou até da cidade, pra adquirirem esses ovos. Mas pelo menos a "brincadeira" foi descoberta e espero que a tempo, de se preservar a maioria dos ovos, que devem ser distribuídos nas comunidades carentes que realmente vão fazer bom uso deles.

  3. Mais rapaz, era o que faltava mesmo… num bagunça dessa a polícia tem que ter respaldo das autoridades e combater com exemplo… nem precisa dizer qual o melhor remédio pra isso, né?!?!

  4. Impressiona ver como gira a cabeça das autoridades.
    Em pipa só foram agir depois de 03 dias de folia sem limite. O povo aglomerado, sem máscara, sem distanciamento, uma farra só.
    Afinal pipa é um local desconhecido e ninguém poderia imaginar que ali haveria aglomerações. Sem falar em tantas outras praias.

  5. Como sempre, o povão pagando a conta.
    As aglomerações dos "bacanas" nas praias do litoral sul e Norte, ninguém foi fiscalizado, não teve 01 festança interditada e a folia foi grande

  6. Esses jovens eram para estarem em sala de aulas, mas nossa governadora que é professora , não tá nem aí para reabrir as Escolas, ai esses anjinhos vão pra rua , jogar ovos.

  7. Falta de umas balas de borracha no lombo desses vândalos.
    Devem ser eleitores do PT, Hô turminha pra gostar de baderna.

  8. Deviam cortar o bolsa família e auxilio do governo desses vândalos, a maioria deles devem ser benefíciados por esses programas. Só está servindo pra comprar drogas e disperdiçar alimento

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Grupo de médicos e cientistas protocola pedido de impeachment de Bolsonaro por “negacionismo” na pandemia

Foto: Sérgio Lima/Poder360

Um grupo de médicos e cientistas protocolou um pedido de impeachment na Câmara contra o presidente Jair Bolsonaro. O pedido afirma que Bolsonaro cometeu crimes de responsabilidade na condução da pandemia de Covid-19.

Para embasar o pedido, os médicos e cientistas listaram uma série de declarações públicas e ações de Bolsonaro desde março de 2020, quando o coronavírus começou a se alastrar pelo país, até o dia 20 do mês passado.

Foi citada, por exemplo, a frase “Não sou coveiro”, proferida por Bolsonaro após ser questionado sobre o elevado número de óbitos pela doença no país. O pedido lembra também as declarações de Bolsonaro contra as medidas de isolamento social e as ocasiões em que o presidente minimizou os efeitos da doença.

Segundo os médicos e cientistas, o presidente “usou seus poderes legais e sua força política para desacreditar medidas sanitárias de eficácia comprovada e desorientar a população cuja saúde deveria proteger”.

O pedido também afirma que o negacionismo de Bolsonaro tem custado vidas de brasileiros.

“o Sr. Jair Messias Bolsonaro insistiu em arrastar a credibilidade da Presidência da República (e, consequentemente, do Brasil) a um precipício negacionista que implicou (e vem implicando) perda de vidas e prejuízos incomensuráveis, da saúde à economia”, diz um trecho do documento.

Cabe ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), decidir se aceita ou não um pedido de impeachment. Já foram protocolados mais de 60 pedidos de impeachment contra Bolsonaro. Lira é aliado do presidente da República.

Outros pedidos

No dia 26 de janeiro lideranças religiosas protocolaram na Câmara um pedido de impeachment contra Bolsonaro, também devido à atuação do governo no enfrentamento da pandemia.

O documento foi assinado por 380 pessoas, entre as quais bispos, pastores, padres e frades, ligadas a igrejas cristãs, incluindo católicas, anglicanas, luteranas, presbiterianas, batistas e metodistas, além de 17 movimentos cristãos.

No dia seguinte, outro pedido foi protocolado por seis partidos de oposição — PT, PSB, PDT, PCdoB, PSOL e Rede – com base nos mesmos argumentos.

G1

Opinião dos leitores

  1. Cambada de canalhas, vão procurar o que fazer, tem que aceitar Bolsonaro até 2026se não, vão Pra cuba que partil.

  2. Pedido muito bem embasado. Pena q temos um integrante do “correto” Centrão na presidência da Câmara.
    Precisamos sair às ruas e exigir q o impeachment seja aceito.

    Impeachmentsalvavidas

  3. Se seguir todos os protocolos de forma rígida fosse de fato uma solução, os números na Europa não seriam tão altos… A doença existe, obviamente, mas é carregada de muitos mistérios, sem nada de concreto ainda, e pedidos de impeachment só geram instabilidades, lamentável diante de tanta dificuldade que o mundo tá passando com a Covid-19 ainda, ter pessoas pensando só em fazer política de forma canalha e rasteira…

  4. E POR FALAR EM COVID-19 : CADÊ OS 5 MILHÕES DOS RESPIRADORES? O POVO NÃO ESQUECEU,O POVO QUE SABER!! VAI FICAR POR ISSO MESMO?? ALÕ MPF,PF!!!

  5. É MUITA INVEJA
    BOLSONARO TÁ CAGANDO PRA MELIANTES EM DESESPERO SEM MAMAR
    TÁ FAZENDO TUDO CERTO, O CHORO É LIVRE

  6. QUANDO É QIE ESSES BOSTAS VÃO PARAR DE INVEJA DO PRESIDENTE BOLSONARO? VÃO CRIAR JUIZO E TRABALHAR, PAREM DE FALAR MERDA MELIANTES SEBOSOS.
    BOLSONARO O MELHOR PRESIDENTE, SEM CORRUPÇÃO , HONESTO E FICHA LIMPA, teu CHORO É livre

  7. Vão esperar sentados, que nem o mundial do Palmeiras! Só quem é tapado, ou não tem opinião própria(ou as duas coisas juntas), segue a quem quer que seja! Eu votei em Bolsonaro, mas não sigo as suas recomendações. Portanto, isso não muda em nada, à quem preza pela sua saúde e dos seus! É uma tremenda babaquice, ou burrice mesmo, culpar uma pessoa pelas sua opiniões pessoais. E quem segue as recomendações do condenado petista? Não tá fazendo o mesmo? O cara roubou o País e a população, das mais variadas formas possíveis, para enriquecimento próprio e "pela causa"! E esses dementes ainda têm a audácia de falar da opinião de quem quer que seja! Tem várias pessoas que se dizem de esquerda, se aglomerando, comendo e bebendo nos bares e restaurantes, não usando máscaras…e por aí vai! Isso não é só "privilégio" de quem é seguidor das idéias de Bolsonaro, não! Acordem, hipócritas!

  8. É muito fácil viver. Basta cada qual cuidar da sua vida e fazer aquilo que reputação adequado. Não preciso de governo algum para determinar o que seja melhor para minha saúde. Procuro médicos em quem confie. Se não gostar de algum, ignoro e procuro outro. Creio que todos agem assim.

  9. ESSA CANALHA DA ESQUERDA , QUER VER O BRASIL NOVAMENTE ATOLADO EM ESCÂNDALOS DE CORRUPÇÃO. COM A QUADRILHA DO IMCOPETENTE, O LULADRÃO.

  10. Outro????
    Essa turma não cansa de passar vergonha.
    Kkkkkkkkkkkkkk
    Grande motivo pra da queda num presidente.
    Chupa esquerdistas derrotados.
    Kkkkkkkkkkkkkk

  11. Se dependesse desses tipos de médicos e cientistas o país estava em lockdown total, quebrando a economia e jogando muitos na miséria. Parecem servidores públicos que estão ganhando em casa e acham que todos podem ficar sem trabalhar.
    O PRESIDENTE foi um herói em ter a coragem de enxergar o problema e se posicionar contra o que a mídia lixo insistia em afirmar ser a única solução.

  12. Esses médicos devem ser os mesmos que na época do PT , só iam bater pontos nos hospitais públicos e iam para seus consultórios e clínicas particulares.

    1. ISSO MESMO, SÃO UM BANDO DE ESQUERTOPATAS CAVIAR, QUE GOSTA DE DEFENDER OS BANDIDOS COMO O LULADRÃO

  13. Ninguém pode querer remover um presidente legitimamente eleito apenas porque não concorda com seus posicionamentos. O instrumento constitucional do "impeachment" está sendo banalizado por essa oposição irresponsável e inimiga da democracia, que NUNCA aceitou a vontade expressa do povo brasileiro. Aguardem 2022 e arrumum um candidato competitivo porque, até agora, Bolsonaro é o franco favorito. E suas sandices estão só aumentando tal favoritismo.

    1. Não precisa nem ser médico pra entender que o inepto MINTOmaníaco que está na presidência se comportou sabotando medidas sanitárias e enganando o povo dizendo que máscara não funciona e que cloroquina funciona… Eh um irresponsável que só pensa em se proteger de investigações contra a corrupção da família!

    2. Oh mané, onde é que tem algo cientificamente comprovado sobre o covid? Diga o local do mundo onde tem! A toda hora muda os conceitos. O que se ver aí é política. Uns querendo vender máscaras, outros, vacinas e por aí vai. Nada absolutamente comprovado cientificamente. Inclusive, vacinas faltando dados.

    3. Há médicos e especialistas para todos os gostos. Conheço vários "canhotos" que criticam o presidente mas não deixam de tomar seus comprimidos de ivermectina. Talvez vc seja um deles. Cuide da sua vida, meu caro.

    4. Caro Manoel F, tem vários médicos e cientistas também que recomendam o uso de medicamentos e Cientistas para uso contra o COVID, também acho que o comportamento do Presidente é inapropriado, mas só. Eu por exemplo sigo as recomendações dos médicos que eu sempre acompanharam minha saúde o resto pra mim é especulação.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Vacinação adiantada de Doria divide governadores e gera mal-estar em grupo de WhatsApp

A decisão de João Doria (PSDB-SP) de aplicar a primeira vacina nesse domingo (17) gerou mal-estar. Em grupo de WhatsApp de governadores, Wellington Dias (PT-PI) disse que a atitude foi lamentável. “O entendimento sempre foi o Brasil numa mesma data. Um estado coloca os demais como de segunda categoria”, escreveu.

A insatisfação chegou a Eduardo Pazuello (Saúde), que sentiu confiança para convidar governadores a um ato simbólico nesta segunda-feira (18).

Até o fim da noite, Doria não tinha respondido no grupo. Nos bastidores, governadores se dividiram. Alguns dizem ter sido uma atitude previsível do tucano, de explorar politicamente os efeitos do acerto de ter apostado na ciência e na vacina contra o negacionismo de Jair Bolsonaro e seu ministro. Outros endossaram a crítica.

Na visão de parte do grupo, a ação do governador paulista deu sobrevida a Pazuello. Quem não concordou decidiu ir para o lado do enfraquecido ministro com a justificativa de que devem todos se unir ao plano nacional de imunização.

Quem criticou Doria diz que o ato convocado pelo titular da Saúde estará maior por causa da insatisfação gerada. Alguns deles tinham o mesmo discurso de Pazuello: a vacina é do SUS, não de SP. Convidado para a cerimônia, Doria enviará o vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) em seu lugar.

Desde o início da pandemia, o governador de São Paulo tomou a liderança em medidas que observavam a ciência, enquanto o presidente da República tentava minimizar a pandemia.

De um lado, Doria apostou em ações de isolamento social da população, seguindo orientação de especialistas, e, de outro, passou levantar a bandeira da vacina. Virou, assim, o maior contraponto a Bolsonaro, tendo apoio também de colegas governadores.

Painel – Folha de São Paulo

Opinião dos leitores

  1. Querem apadrinhar a vacina, esquecem que a o SUS desembolsou milhões na terceira fase.

  2. É cada comentário bosta! Como se calça apertada fosse um jesus. Anvisa fala que a coronavac não vale merda mesmo assim liberou. Tem tbm a Oxford que é mais eficaz e só falam na coronavac, tudo politicagem! Tá chegando carnaval kkkkk

  3. O Doria apostou na ciência segundo o texto certo? Quais os números da Pandemia em São Paulo? Melhores que o resto de Brasil?

  4. só criticou Dória os governadores "CALÇA FOLOTES" que são incompetentes e só vão vacinar os seus cidadãos por causa da persistência do governo de São Paulo. Porque se fossem depender do rascunho de presidente, terminava o ano e ninguém se vacinava.

    Da mesma forma, esses incompetentes não criticam o desgoverno que chegou a envelopar um avião para nada, porque ia buscar uma vacina que a índia não vendeu.

    Mas a inveja mata… tome cuidado para não se contaminar.

    Da próxima sejam competentes e façam como Dória… trabalhe.

  5. Esse calça colada é um palhaço. 100% politicagem. Cadê os dados completos? O PCC não permite. A garota propaganda já tomou a terceira dose. Mas já que é caldo de batata, tá tudo certo kkk

    1. Verdade, competente eram os governos anteriores que faziam da corrupção a moeda de apoio comprando a mídia, congresso, empresas e financiava as ditaduras de Cuba, Venezuela e tantas outras. Competente era o governo anterior que produzia um escândalo de corrupção por mês e levou as empresas públicas a operar no vermelho por anos

  6. Não vou defender nem atacar ninguém, mas existem situações peculiares nessa pandemia.
    Qual governador ficou a frente da PROIBIÇÃO NO USO DA IVERMECTINA, CLORIQUINA e ZINCO? Qual estado brasileiro tem o maior número de mortes com covid 19? Qual governador tem dado espetáculo na mídia, fazendo da pandemia uma irresponsável disputa política?
    Qual a UNICA vacina que teve propaganda da mídia e foi defendida por 01 governador? Qual o governador, que MESMO SEM COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA e testes DEFENDEU e COMPROU antecipadamente uma vacina?
    Se essas perguntas tiverem apenas 01 NOME como resposta, fica a dita: "PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER VÊ e SE DEIXA MANIPULAR".

    1. Parabens pelo comentário
      Si para acrescentar por que ele fez de tudo para nao entregar os 6 milhões de dose que tinga em SP
      R É por que nao tinha 6 milhões duvido que tinha e duvido que vai vacinar o numero de pessoas que ficou de vacina lá

    2. Quem comprou foi o SUS.
      A vacina é do SUS, não é de São Paulo.
      Satisfeito??
      Esse Doria é um canalha discarado, faz da desgraça alheia, uma politicagem sebosa.
      Essa a verdade.
      Desde o início que ele faz essa presepada, tentando abafar o aumento dos impostos.
      Um cara desses não serve pra presidir um país.
      É um safado.
      Vota quem quer, mas sabendo quem ele é.
      É um Fanfarrão!!

  7. O choro é livre. Queria que minha Governadora também pulasse a frente e começasse logo a vacinação. Farinha pouca meu pirão primeiro. Quero ver o morador de São Paulo reclamar. Cambada de babacas quem critica. Ele bancou a vacina do Butantã, então ele que receba os louros e Bolsonaro que se lasque.

  8. Dória pode ser tudo, agora ninguém pode tirar dele o direito de ser o maior responsável pelo o programa de vacinação no Brasil.
    Reagiu todas as teses negativistas de Bolsonaro e seus comparsas, investiu no Butantã, produziu e estocou vacinas, enquanto o Presidente insistia no receituário de suas grarrafadas primitivas.

  9. Governo incompetente.
    Negacionista, achismo, boiada imunda. Atrapalha quem quer agir e salvar vidas.

  10. Doria é o maior combustível desse governo. É o que ele faz que impulsiona essa cambada de milico incompetente!!!

    Obrigado, Doria!!!

    1. Melhor ser exibido que inepto como o MINTOmaníaco… Kkkkkkkk. Pense num presidente ruim , fraco…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Vereadores em Natal incluem academias de ginástica no grupo de atividades essenciais

Foto: Marcelo Barroso

Os vereadores de Natal aprovaram em sessão ordinária nesta quarta-feira (23), no modelo de votação híbrido (presencial e remoto), projetos em regime de urgência, entre estes um que inclui as academias de ginástica e similares no grupo de atividades essenciais e outro que institui o programa “Locação Social”, para auxílio de moradia às famílias em vulnerabilidade.

O Projeto de Lei Nº 316/2020 de autoria do vereador César de Adão Eridan (PDT) reconhece as academias de ginásticas, estúdios de musculação, de esportes, artes marciais e congêneres de pequeno, médio e grande porte, voltados à atividade física, como serviço essencial à saúde pública. “É de suma importância para a saúde e bem-estar da população e para os profissionais da área também. Na pandemia a categoria ficou impossibilitada de trabalhar por muito tempo porque não era uma atividade considerada essencial. Agora será vista com prioridade”, disse.

Kleber Fernandes (PSDB), líder do Governo, subscreveu a matéria e destacou que a iniciativa representa um avanço para a saúde da população. “Sabemos que há estudos que mostram que a atividade física previne doenças e até cura sequelas, além disso, o projeto ajuda a garantir a manutenção de empregos”, declarou o parlamentar.

A Câmara aprovou ainda o projeto de nº 082/2019, da vereadora Divaneide Basílio (PT), que estabelece o programa “Locação Social”. A iniciativa consiste na concessão de auxílio às famílias que se enquadrem em situações de vulnerabilidade mencionadas no próprio texto, além de mulheres em situação de violência doméstica e/ou sexual, idosos, pessoas com deficiência, enfermos graves ou arrimos de família, que não disponham de meios materiais para adquirir ou alugar moradia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Baleia Rossi avança como favorito do grupo de Maia ao comando da Câmara

Foto: Michel Jesus – 8.abr.2019/Câmara dos Deputados

Presidente nacional do MDB e líder do partido na Câmara, o deputado federal Baleia Rossi (SP) despontou nas últimas horas como nome favorito para ser o candidato do grupo de Rodrigo Maia (DEM-RJ) ao comando da Casa, em 1º de fevereiro.

No fim de semana, Baleia levou Maia para um encontro com o ex-presidente Michel Temer, uma das principais lideranças do MDB. Os três conversaram sobre a sucessão na Câmara por mais de duas horas no sábado (19), no apartamento de Temer, na capital paulista.

Segundo interlocutores do ex-presidente, Temer “alertou” Maia da importância dessa eleição para o comando do Legislativo. O próximo presidente comandará a Câmara pelos próximos dois anos, que antecedem as eleições gerais de 2022.

A expectativa dos aliados de Maia é de que o anúncio do candidato oficial do grupo ocorra até quarta-feira (23). Falta apenas acertar detalhes com a oposição, que se reunirá nesta segunda-feira (21) para discutir se tenta oferecer um nome da esquerda para Maia avaliar.

A ideia da oposição também é apresentar uma “carta compromisso” com temas que querem ver aprovados no Congresso. Entre eles, a garantia da vacina contra a Covid-19 para todos os estados e reforço do Bolsa Família ou prorrogação do auxílio emergencial.

Após o encontro da oposição, Maia deve reunir ainda hoje todos os partidos do bloco na residência oficial. O grupo é formado por 11 siglas e, se confirmado em janeiro, terá direito a indicar quarto das seis vagas da Mesa Diretora, sem contar a presidência.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Covid-19: Fachin determina que presos do grupo de risco em cadeias lotadas deixem o regime semiaberto

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal — Foto: Reprodução

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quinta-feira (17) que, por causa da pandemia de Covid-19, presos do regime semiaberto que forem dos grupos de risco e estiverem em cadeias superlotadas devem passar para a prisão domiciliar.

O ministro atendeu a um pedido feito pela Defensoria Pública da União (DPU), que queria a concessão de um habeas corpus para todas as pessoas presas em locais acima da capacidade, que não tenham cometido crime com uso de violência e que fazem parte do grupo de risco para a Covid-19

Para serem beneficiados, os presos precisam: estar em presídios com ocupação acima da média e comprovar, mediante documentação médica, pertencer grupo de risco para Covid-19. Não serão atingidos presos que praticaram crimes com grave ameaça.

O ministro afirmou que os juízes podem deixar de conceder prisão domiciliar ou liberdade provisória quando o presídio não tiver registrado casos de Covid-19, a unidade prisional tiver adotado medidas preventivas ao coronavírus e ainda houver atendimento médico no estabelecimento.

A DPU relatou ao STF que há resistência de magistrados em aplicar as orientações previstas pela recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que permite aos juízes, por exemplo, conceder prisão domiciliar para presos do grupo de risco que não tenham cometido delitos violentos.

De acordo com o ministro, as medidas para evitar a contaminação não podem ser analisadas apenas sob a perspectiva do direito do preso, mas sim pela ótica de um conjunto de pessoas ligadas à execução da pena, como funcionários do sistema penal.

“As medidas para evitar a infecção e a propagação da Covid-19 em estabelecimentos prisionais, contudo, não devem ser enxergadas apenas sob a ótica do direito à saúde do detento em si. Trata-se, igualmente, de uma questão de saúde pública em geral. Isso porque a contaminação generalizada da doença no ambiente carcerário implica repercussões extramuros”, escreveu Fachin.

Na decisão, Fachin ainda determina que os juízes troquem a decretação de prisões preventivas ou temporárias por domiciliar ou liberdade provisória, com a opção de estabelecer também medidas cautelares, como uso de tornozeleira eletrônica.

O despacho afirma que os juízes podem agir por iniciativa própria na análise das circunstâncias ou atender a pedidos da defesa e do Ministério Público. Os critérios que permitirem a concessão da medida terão que ser avaliados a cada 90 dias.

G1

Opinião dos leitores

  1. Como o cidadão ira ter respeito pelo um país desses, onde só quem tem direitos são bandidos depois não sabem porque estamos nessa situação de criminalidade, esse país é uma vergonha.

  2. Deveria permanecer, cada um no seu quadrado.
    Aqui fora tem covid que nem a mulesta.
    Então, quem fez que pague.

  3. No BRASIL HOMEM DE BEM não tem direito a PORRA NENHUMA. Se facilitar se FODE. Direito tem quem ERRADO É. É UMA LÁSTIMA MAIS É VERDADE>

  4. Lamentável isso. E o trabalhador que pega ônibus lotado? O risco é igual ou maior.
    A responsabilidade por se proteger também é do preso. Use máscara.
    Ganha liberdade e salvo conduto para matar.

  5. Pense em um bandido,pq ele não leva pra casa dele? A gente de bem q se lasque com mais bandidos na rua…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Grupo de “influenciadores digitais” aplica golpes em hotéis de Ponta Negra

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN) recebeu denúncias de alguns de seus associados, que estão recebendo um golpe de fraude e estelionato por parte de clientes que deixaram o local com uma dívida de mais de R$ 4 mil reais em consumo.

A ação ocorreu no Hotel Esmeralda e em um outro hotel de Ponta Negra, onde dez jovens se hospedaram por três dias em quatro apartamentos e deixaram o local sorrateiramente, sem malas e deixando a conta do estabelecimento a ser paga. Os administradores do hotel também acreditam que o cartão usado no pagamento das diárias através do motor de reservas é um cartão clonado.

Qualquer informação que tenham sobre os suspeitos, entrar em contato com a Polícia Civil pelo telefone: (84) 3232-4074.

As informações são da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN).

Opinião dos leitores

  1. So é o que tem agora esses malfluenciador digital kkkkk pagando tudo no @. Vão trabalhar bando de vagabundos.

  2. um bando de desocupados e gente fraca que seguem essas banalidades que vivem as custas de nossos impostos, com recebidos e parecerias que fazem as pessoas acharem que vivem num mundo de alice.
    Só futilidades, chegam em lojas, restaurantes, hotéis e tudo mais, mostram o número de seguidores e aí se acham.
    Banalidades e Futilidades das redes sociais.

  3. Integrantes de ONGs, MST, Influencer, Sindicalistas, cargos comissionados, torcidas organizadas e demais atividades afins de lucros sem trabalhar são de esquerda, ainda tem os grupos dos barbudos, os que não gostam de banho, sem esquecer dos mensageiros e lavajateiros.

    1. Meu bebê anda mal da cabeça, misturando MST com influenciador digital.. tadinho, se continuar nessa toada não dura muito. Oremos.

  4. Influenciador de gital é coisa de esquerdista, esses na pior das hipóteses são petistas eleitores da safadeza e corrupção! E viva Fatão!

    1. Verdade…os patriotas gostam de rachadinha e (Mi)cheque…
      Muuuummmmmmmm

    2. O diretor do Multishow, pelo video, claramente é contra Bolsonaro e contra os valores cristãos.
      De direita é que não era.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Cantor Ubirany do grupo Fundo de Quintal morre de Covid-19 no Rio

Foto: Marcelo Lacerda/PCR

O cantor Ubirany Félix Do Nascimento do grupo Fundo de Quintal, morreu de Covid-19 nesta sexta-feira no Rio (11) em um hospital do Rio de Janeiro. Ele tinha 80 anos.

Ubirany foi o responsável por introduzir o repique de mão no mundo do samba, instrumento que deu identificação ao Fundo de Quintal, conjunto que ajudou a fundar na década de 1970.

O grupo divulgou uma nota lamentando o falecimento do integrante. (Confira a íntegra ao fim da reportagem)

Em abril, o cantor Sereno, também integrante do grupo, foi diagnosticado com coronavírus. Segundo comunicado divulgado na página oficial do Fundo de Quintal, ele não chegou a ser hospitalizado.

Grupo ‘nasceu em quintal’

O grupo Fundo de Quintal nasceu na casa da cantora Elza Soares, em Jacarepaguá. O quintal da Elza deu nome ao grupo, que é um dos mais importante da história do samba.

A nova geração toda de sambistas e pagodeiros tem influência do Fundo de Quintal e tudo começou no Cacique de Ramos. Beth Carvalho conheceu o pessoal em 1977, ainda amadores, e deu aquele empurrão na carreira do grupo.

Em 2018, o grupo lançou um DVD para comemorar a longa carreira.

Nota do grupo Fundo de Quintal:

“É com grande lamento que o grupo Fundo de Quintal, por meio de sua assessoria de imprensa, vem a público informar o falecimento, na manhã desta sexta-feira (11), de Ubirany Félix do Nascimento, o ‘nosso querido’ Ubirany, aos 80 anos de idade.

O sambista estava internado no hospital por complicações decorrentes de sua contaminação por Covid-19.

A assessoria informará, posteriormente, questões sobre velório e sepultamento do sambista. Pedimos respeito ao luto de amigos e familiares, que se manifestarão em momento oportuno e espontâneo”

G1

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF mira grupo que cobrava até R$ 94 mil por entrada ilegal nos EUA

Foto: Reprodução / Prefeitura de Caratinga

A Polícia Federal cumpre três mandados de busca e apreensão, nesta quarta-feira (2), contra um grupo suspeito de promover a entrada ilegal de brasileiros nos Estados Unidos. As investigações indicam que a organização criminosa cobrava até US$ 18 mil (R$ 94.200,00 na cotação do dia) pelo serviço.

As buscas são feitas em Caratinga e Tarumirim, a 311 km e 291 km de Belo Horizonte, respectivamente. Os possíveis agenciadores foram identificados pelos representantes da Polícia Federal brasileira em Washington, capital estadunidense.

Segundo a PF, o grupo promovia a entrada “massiva” no país norte-americano. O valor cobrado era referente a passagens aéreas, hospedagens, transportes terrestres e contratação dos coiotes, que são pessoas responsáveis pela travessia na fronteira. “Suas vítimas eram submetidas a condições degradantes durante a imigração”, explicou a corporação em nota.

Ainda de acordo com os investigadores, os envolvidos no esquema vão responder pelos crimes de associação criminosa e de promover, com o fim de obter vantagem econômica, a entrada ilegal de brasileiro em país estrangeiro. Se condenados, eles podem pegar até 9 anos de prisão.

Morte

A polícia investiga, ainda, as causas da morte de um brasileiro que foi mandado de volta ao México ao ser pego na fronteira. O homem foi encontrado morto em uma área entre El Paso e o Texas, 11 dias depois. A PF acredita que ele tenha sido assassinado por não conseguir pagar a dívida com os atravessadores que seriam parceiros dos agenciadores de Caratinga.

R7

Opinião dos leitores

  1. Eu estou procurando um coyote pra entrar ilegalmente em Cuba, Venezuela ou Argentina… Alguém conhece? Cansei do fascismo e da opressão no Brasil. Envia o contato no privado, por favor.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *