Jornalista da Globo News Leilane Neubarth é acusada de preconceito contra nordestinos nas redes sociais ao apontar que pessoas da região não sabiam o que era ‘lockdown’

 FOTO: SERGIO ZALIS/TV GLOBO

A jornalista e apresentadora Leilane Neubarth, da Globo News, passou por uma saia justa na tarde dessa quinta-feira (7). Através de seu perfil no Twitter, a comunicadora escreveu uma mensagem de teor preconceituoso em relação aos nordestinos ao dizer que algumas pessoas dessa região não sabiam o que significava o termo “lockdown”, referente ao isolamento total, que implica no fechamento de serviços ditos como essenciais, no combate ao coronavírus.

“Acabei de ouvir de uma amiga que tem parentes no nordeste que, por lá, muita gente está se perguntando de “lockdown” é nome de remédio! Precisamos achar uma expressão que as pessoas no Brasil TODO compreendam… Não só na nossa bolha…”, escreveu a jornalista. Não demorou muito para que ela recebesse respostas apontando sua discriminação.

“Como nordestina que morou no sul, tenho que lhe alertar que não é só nordestino que não entende essa expressão. Da forma como você coloca parece que só nordestino é burro”, apontou uma usuária. “Não é apenas o nordestino que não compreende a língua inglesa. A maioria dos brasileiros de todas as regiões também não. Aliás, embora conhecimento seja sempre válido, ninguém deveria ser obrigado a entender uma língua estrangeira para conseguir se comunicar no seu País”, respondeu outra seguidora.

“Comentário infeliz. Falta de instrução formal e desconhecimento de outros idiomas não é “privilégio” do nordeste”, disparou outra usuária.

Três horas após o post polêmico, Leilane Neubarth voltou ao seu Twitter para responder às críticas: “Quando a pessoa quer odiar sempre consegue um motivo… Eu apenas citei a informação que tive e falei no Brasil todo… Se você não conseguiu ler, não posso fazer nada”.

Foto: Reprodução

Jornal do Commercio

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ANTENOR NUNES disse:

    Que tal mudar o nome do noticiário para GLOBO NOVAS? Desejo um Knockdown no preconceito dessa apresentadora.

  2. Calixto Silva disse:

    Não assisto a Globo e muito menos a Globo fak News. Não sou a advogado de ninguém, agora eu quero só dizer uma coisa, ela está sendo vítima do mesmo jeito que o presidente Jair Bolsonaro tem sido, nos últimos tempos, o presidente fala uma frase tiram fora de contexto e aí está criada a polêmica, da mesma forma foi esta jornalista da Globo fak News, ela está provando do próprio veneno, só falta ela dizer que os que estão criticando ela, são bolsonaristas.

  3. Alcione disse:

    Essas notícias são estupidas mesmo, ela disse que recebeu de uma amiga a notícia e essa imprensinha de quinta mudou todo o comentário. Nota zero

  4. Nyco disse:

    Só sei dizer que haverá corrida nos cartório para registrar crianças com esse no me tão importante. ….. "Passe aqui, LOCKDOWN!"

  5. Itamar Piffer disse:

    Foi correta a manifestação da jornalista, tem muito sulistas e de outras regiões que não sabem bem o significado desta palavra em inglês. É muito mími para pouca coisa. Coisa do politicamente parvo

  6. Azevedo disse:

    Essa cachorra da comunicação sempre desrespeitou os nordestinos, não é a primeira vez. Deve ser falta de macho, pois é muito fraquinha.

  7. Wilson disse:

    Isso não tem nada de preconceito. Coisa desses vagabundos que adoram o Politicamente Correto.

  8. Claudia disse:

    Sou nordestina com orgulho!!Não troco meu OXENTE pelo OK de ninguém!! Humildade, amor, solidariedade, alegria, faz parte do coração dos nordestinos!! Sinto muito, pelo infeliz comentário desta mocinha!!

    otgulho, .

  9. JSL disse:

    meu cachorro é dessa raça aí também.

  10. Osvaldo Delgado disse:

    É muito mi mi .Não vi no texto nenhum preconceito.

  11. aof disse:

    Petralha e xenófoba já é demais!

  12. Rafael disse:

    Claramente xenofobismo que é enraizado no sul/sudeste. Mas tenho certeza que esses que apoiam o comentário estão levando para o clubismo politico. Se fosse o PR falando, os mesmos que estão concordando com a falta de respeito da jornalista, estariam criticando. Ou seja, é a psicologia do acuse os do que somos. Repita várias vezes que se tornara verdade. Diga que eles são gados, já que na verdade nos somos….e assim é a arma deles de revisionar toda a história. Xenofobia senhores, mas só se preocupam quando convém. Complicado….

  13. José disse:

    Tanto faz. O povo não sabe mesmo… Pode ser lockdown, lockup, lockleft, lockright, pode ser até ISOLAMENTO em bom português. As pessoas não entenderão. Pode ser Nordeste, Sul, Sudeste, Norte, Centro Oeste…. As pessoas não entenderão.

  14. AVELINO disse:

    Leilane Neubarth SE RESUMA A SUA BOLHA NEFASTA E PROCURE SER MAIS HUMILDE COM SUAS REPORTAGENS. VOCÊ SABE COM QUE SIGNIFICA A PALAVRA AMOR? NA SUA BOLHA É DIFICIL.

  15. Véi de Rui disse:

    Mas se Bolsonaro ou algum dos seus falasse isso, neguinho já sabe como seria, mas é de esquerda, tá tudo muito bom, lindinho….

  16. Tição disse:

    Oh besteira eu mesmo tenho um lokidau até mais ou menos, serve bem para gozação.

  17. Naldinho disse:

    Sou nordestino e prefiro dizer loquidau do que “taokey”

  18. Greg disse:

    Aposto que muitos aqui que comentam vieram aprender o termo lockdown um dia desses…

  19. José aldomar disse:

    Se ela disse não mentiu muitos não sabem nem o português que dirah o inglês eh só olhar o português nas redes sociais eh de fazer vergonha

  20. Lourdes Siqueira disse:

    A pedra sempre na mão para jogar…..Deus nos perdoe.
    Ela citou o que a amiga falou. Ainda destacou o Brasil TODO. Essa atitude do povo ou é falta de leitura e interpretação ou crueldade mesmo.
    Obs. Sou nordestina e nao troco o meu oxente pelo ok de ninguém.

  21. Antonio Turci disse:

    Não percebi nada de preconceito da parte da Sra. Leilane. Sou nordestino mas não me ofendo com pouca coisa. Mas, uma das palavras da moda, Lockdown, demonstra que o idioma inglês está entrando com força no nosso dia a dia.

  22. Cigano Lulu disse:

    Para quem se diz jornalista, é péssima a redação dos post. Quem fostes tu, Globo News.

  23. Véi disse:

    Aqui no NORDESTE pode falar LOQUIDAU., se o povo falar nem ligo, deixo o povo falar!

  24. realista disse:

    certamente esse é o pensamento da Globo , sou nordestino e com orgulho e respeito qualquer brasileiro de qualquer região, assim é o meu Nordeste.

  25. Luciano Porpino disse:

    Mimimi. Vi nas redes sociais vários memes feitos por aqui, justo sobre o que significa lockdown e todos com teor de gozação sobre o seu significado. Ninguém se melindrou. Agora, como o comentário foi feito por uma jornalista ….

  26. Zanoni disse:

    Que exagero danado. Sou NORDESTINO. Não vislumbrei preconceito na fala da repórter. Aliás, clamou pela utilização de expressão que todos entendessem. Chamou, inclusive, de bolha o mundo em que poucos sabem o real significado de lockdown. Ademais, é no Nordeste onde se tem os maiores índices de analfabetismo. Deveriam ficar revoltados com os políticos que elegem.

COMENTE AQUI