Com processo travado, acusação de lavagem de dinheiro contra Lula prescreve em 30 dias

Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas

Um dos processos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Lava Jato está travado em Curitiba por causa de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Parte dos crimes prescreve no próximo dia 19 de dezembro, o que pode levar à impunidade do petista. Nesta ação penal, Lula é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro através da compra de um terreno para construção de uma nova sede para o Instituto Lula e do aluguel de um imóvel em São Bernardo do Campo (SP). Duas acusações de lavagem de dinheiro estão prestes a prescrever.

Na segunda-feira (16), o ministro do STF, Ricardo Lewandowski, determinou que a Justiça Federal de Curitiba disponibilize à defesa de Lula o acesso aos dados contidos no acordo de leniência entre a Odebrecht e o Ministério Público Federal (MPF) nos processos que envolvem o ex-presidente na Lava Jato.

Dentre os documentos aos quais a defesa do ex-presidente terá acesso estão a troca de correspondência entre a força-tarefa da Lava Jato com outros países, como Estados Unidos e Suíça, além de vários relatórios, depoimentos e perícias.

Em agosto, a Segunda Turma do STF concedeu acesso à defesa de Lula ao acordo de leniência firmado pela Odebrecht com autoridades brasileiras. Para tanto, restava apenas que o Ministério Público e a Odebrecht especificassem quais dados diziam respeito ao ex-presidente. A decisão fez com que o processo, que estava pronto para sentença, voltasse à fase anterior à apresentação das alegações finais, que é a última fase antes do anúncio da sentença.

“Não é possível condicionar o acesso do reclamante aos citados informes à prévia seleção destes pelas demais partes envolvidas, a saber, o MPF e a Odebrecht, cujos interesses, por óbvio, são claramente conflitantes com os da defesa”, destacou o Lewandowski na decisão desta semana.

MPF alega já ter atendido pedido de Lula

Em outubro, o MPF pediu que o processo fosse retomado, alegando que a decisão do Supremo já foi cumprida.

Um mês antes, em setembro, o ministro Ricardo Lewandowski ordenou à 13ª Vara Federal de Curitiba que garantisse à defesa acesso ao acordo. Segundo os advogados do petista, o juiz Luiz Antônio Bonat pediu manifestações do MPF e da própria Odebrecht antes de liberar acesso aos anexos em que Lula é citado.

O MPF argumenta que as informações já foram repassadas à defesa. Mas a ação penal está travada por causa da decisão de Lewandowski.

Todos os réus ainda vão precisar apresentar suas alegações finais para que só após o fim desse prazo Bonat possa tomar uma decisão. Como o ex-presidente tem mais de 70 anos, os crimes de lavagem de dinheiro prescrevem no dia 19 de dezembro.

Processo de Lula terá fase de alegações finais três vezes

O processo sobre a compra do terreno para o Instituto Lula é marcado por um vai e vem de decisões judiciais. O caso chegou à fase de alegações finais pela primeira vez em 2018.

Após a decisão do STF que determinou prazos diferentes para entrega de alegações finais quando há réus delatores no processo, a ação penal contra Lula retornou a esse ponto no início de 2020.

Mais uma vez, quando o processo estava pronto para sentença, a Segunda Turma determinou que a defesa tivesse acesso aos documentos do acordo de leniência da Odebrecht, atrasando mais uma vez a conclusão do caso.

Entenda o caso

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal, entre 2010 e 2014, o executivo Marcelo Odebrecht prometeu uma propina no valor de R$ 12,4 milhões para o ex-presidente Lula, paga na forma da aquisição de um terreno para a construção de uma nova sede para o Instituto Lula, em São Paulo.

O MPF afirma que, para receber a propina, Lula contou com o auxílio de um seus advogados, Roberto Teixeira, e também do ex-ministro Antonio Palocci. O terreno foi comprado por Glaucos da Costamarques e pela DAG Construtora, que agiram como “laranjas” da Odebrecht. A construção da nova sede do instituto, porém, nunca ocorreu.

No mesmo processo, o MPF também denunciou Lula, Glaucos e Teixeira por lavagem de dinheiro no valor de R$ 504 mil, realizado através da aquisição em favor de Lula de um apartamento em São Bernardo do Campo. O imóvel foi mantido no nome de Glaucos, mas foi adquirido com recursos da Odebrecht por intermédio da DAG.

Gazeta do Povo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dantas disse:

    Se tiver algum jurista que possa me explicar, eu queria saber.
    Um sujeito desse, JULGADO E CONDENADO EM DUAS INSTANCIAS, NÃO ERA PRA ESTÁ PRESO?????
    pra quê julgaram e condenaram?????
    Me ajude aí, minha cabeça não consegui entender.
    QUANTO AO STF DEIXAR CADUCAR ESSES PROCESSOS, SO POSSO ACHAR, QUE ESSES CARAS, SÃO FARINHA DA MESMA SAFRA.
    OU SEJA, UM LOTE RUIM QUE NÃO SERVE PRA NADA.

  2. NACIA disse:

    Isso é tudo combinado para manter esse LADRÃO solto. BRASILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL. Solta todos os presos . Essa P_ _ _ _ é uma CACHORRADA SÓ .

    • Antônio Soares disse:

      Cachorrada não, na realidade isso é uma grande quadrilha de bandidos, uns travestidos de políticos e outros de juízes. E agora vão soltar o capo, e com certeza aí vai entrar na "justiça" pra pedir indenização.

  3. Vaqueiro Açoitador disse:

    Esse MPF de sapatênis não tem o que fazer não?
    Processo sem pé e sem cabeça.

Moderna afirma que sua vacina é 94,5% eficaz contra a Covid-19

Foto: Dado Ruvic/Ilustração/Reuters

A farmacêutica norte-americana Moderna afirmou nesta segunda-feira (16) que sua vacina experimental foi 94,5% eficaz na prevenção contra o novo coronavírus.

Ainda segundo a empresa, não foram relatados efeitos colaterais relevantes. Apenas relatos de dor no local da aplicação.

O laboratório dos Estados Unidos está na fase final dos ensaios clínicos. É o segundo do país que anunciou dados. A Pfizer informou 90% de eficiência para seu imunizante.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maria disse:

    Me vacino com qualquer uma, menos a chinesa.
    #VachinaNão

Abrasel entra com mandado de segurança contra a “Lei Seca” no domingo das Eleições no RN

Foto: Pixabay

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/RN) ingressou com mandado de segurança com pedido de liminar no Tribunal de Justiça contra portaria da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesed) que proibiu a comercialização de bebidas alcoólicas no horário das 6h às 18h, a conhecida “Lei Seca” em virtude do domingo das Eleições Municipais, no próximo dia 15.

A entidade argumenta que “cumpre dizer que tal proibição, ausente de amparo legal, fere tanto a validade da resolução, quanto a competência coerente para criação da criminalização da ação. Primeiramente, pelo fato de não existir nenhuma disposição legal, seja no Código Eleitoral ou Lei de Eleição, seja no Código Penal que atue proibindo tal atuação, acarretando como reflexo a total incoerência do estabelecimento de uma resolução, tendo em vista que esta tem como função exemplificar e complementar uma lei já existente”, diz a peça.

O mandado de segurança, que foi distribuído por sorteio ao desembargador Vivaldo Pinheiro, requer a ilegalidade da proibição, uma vez que se trata de atos inconstitucionais e desamparados pela norma jurídica.

Número do Processo: 0810007-88.2020.8.20.0000
Justiça Potiguar

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rafael disse:

    Agora está escancarado…

    Querem acabar com as leis desse país e desmoralizar a nação!

    Só faltam pedir fim das penalidades dos pedófilos, drogas e aborto…

    O julgamento do Criador dos Céus e da Terra será justíssimo…a maldade que ele permitirá cair no povo!

Alexandre de Moraes suspende inquérito contra ex-marqueteiro de Aécio Neves

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou a suspensão de inquérito policial em curso na Justiça do Estado de Minas Gerais contra o publicitário Paulo Vasconcelos do Rosário Neto, ex-marqueteiro das campanhas de Aécio Neves (PSDB-MG).

A investigação apura suposta prática de crimes licitatórios, de corrupção ativa e passiva e de lavagem de dinheiro na construção da Cidade Administrativa, em Belo Horizonte (MG), a partir de 2008.

De acordo com o processo, Aécio, então governador do Estado, teria proposto acordo para garantir a vitória das maiores construtoras do país na licitação para a construção da nova sede do governo. Em contrapartida, elas repassariam ao tucano 3% do valor recebido.

Delações premiadas apontam que Paulo Vasconcelos teria forjado contratos e repassado o valor para saldar débitos da campanha de Aécio.

A defesa do publicitário argumenta que as medidas de busca e apreensão foram decretadas apesar da narrativa dos delatores indicar suposta prática de crimes eleitorais. Moraes, do STF, por sua vez, fundamentou sua decisão no entendimento da própria Corte sobre a competência da Justiça Eleitoral para julgar os crimes eleitorais e os comuns que lhe forem conexos.

Diante dos indícios da prática de eventual crime eleitoral pelo publicitário, para o relator, ao menos liminarmente, “é pertinente suspender a tramitação do inquérito policial”.

A decisão determinou ainda a suspensão do cumprimento de eventuais medidas cautelares ainda pendentes, até o julgamento do mérito do recurso, “preservando-se a validade de todos os outros atos praticados e das decisões já proferidas”.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. 45 e 12 MAIS FORTES disse:

    O 45 de Aécio e o 12 de Ciro vão sair das eleições de domingo fortalecidos com muitos vereadores e prefeitos eleitos em todo o Brasil.

  2. José Macedo disse:

    STF é o lado podre , deplorável da justiça brasileira. Alguém sabe me informar se rola muitos milhões nessas suspensões e solturas de bandidos e corruptos?

PF faz operação contra importação irregular de cabelo para revenda em território nacional

Foto: Divulgação / Polícia Federal

A Polícia Federal (PF), em conjunto com a Receita Federal, deflagrou nesta terça-feira (10) operação para desarticular grupo criminoso especializado na importação irregular de cabelos para revenda em território nacional. A operação cumpre sete mandados de busca e apreensão, expedidos pela 14ª Vara Federal de Curitiba, nas cidades de Foz do Iguaçu e Curitiba, no Paraná; São Paulo e Araçatuba, em São Paulo.

Parte do grupo é composto por pessoas de origem indiana. Os investigados poderão responder pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e operação irregular de instituição financeira.

Batizada de Baalon, o nome da operação faz referência a uma das traduções da palavra cabelo para o idioma híndi. O grupo agia por meio do subfaturamento do valor de importação da mercadoria. A polícia disse que, após a venda do cabelo no Brasil, o pagamento dos fornecedores estrangeiros era feito pela conversão do real em dólar.

Essa conversão, em geral, ocorria por meio da remessa dos reais ao Paraguai, ou por meio de contato com algum operador financeiro, que “disponibilizava o contravalor por meio de sistema internacional de compensação paralelo, sem registro nos órgãos oficiais, conhecido por dólar-cabo”.

“As mercadorias, quando não eram subfaturadas por meio de processos de importação realizados por empresas brasileiras, eram irregularmente internalizadas por meio da fronteira com o Paraguai. Vale ressaltar que a introdução da mercadoria se dava pela supressão parcial ou total de tributos que incidiam na operação de importação – crime de descaminho” -, acrescentou a PF.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Elio Cesario disse:

    Ah, Paraguai véi de guerra, derna de 1864 que não toma jeito!!!

Brasileira está no time de Biden contra a Covid-19, informa equipe de transição

Luciana Borio, em foto de setembro de 2014 — Foto: Alex Wong/Getty Images North America/Getty Images via AFP/Arquivo

A equipe de transição do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta segunda-feira (9) o conselho consultivo para o combate à Covid. Entre os membros anunciados está a brasileira Luciana Borio, segundo comunicado do governo de transição.

Borio é pesquisadora sênior de saúde global do Conselho de Relações Exteriores dos EUA, ex-diretora de preparação médica e de biodefesa do Conselho de Segurança Nacional do país e ex-cientista-chefe interina da FDA (Food and Drug Administration, na sigla em inglês), órgão equivalente à Anvisa.

A equipe de especialistas em saúde pública vai aconselhar Biden, a vice-presidente, Kamala Harris, e a equipe de transição do governo para enfrentar a pandemia. O conselho consultivo será liderado pelos co-presidentes David Kessler, Vivek Murthy e Marcella Nunez-Smith.

“Lidar com a pandemia do coronavírus é uma das batalhas mais importantes que nosso governo enfrentará e serei guiado pela ciência e por especialistas”, afirmou Biden no comunicado.

Segundo o presidente eleito dos EUA, o conselho consultivo “ajudará a moldar a abordagem para gerenciar o aumento nas infecções relatadas; garantir que as vacinas sejam seguras, eficazes e distribuídas de forma eficiente, equitativa e gratuita; e proteger as populações em risco”.

Na campanha, Biden prometeu uma estratégia completamente diferente da adotada por Trump, a começar por garantir que as decisões de saúde pública seriam amparadas na ciência e informadas por profissionais da área

Pandemia nos EUA

O atual presidente americano chegou a dizer em março que o coronavírus ia simplesmente “desaparecer”. No final de outubro, o chefe de gabinete de Trump afirmou “não vamos controlar a pandemia” e voltou a comparar o vírus com a da gripe.

Os Estados Unidos concentram cerca de 20% de todos os casos e mortes por coronavírus do mundo e registraram quatro dias seguidos de recordes de infectados na semana passada.

São quase 10 milhões de casos e mais de 237 mil óbitos no país. Na sequência vêm Índia (8,5 milhões e 126 mil, respectivamente) e Brasil (5,6 milhões e 162 mil).

Além dos co-presidentes e da cientista brasileira, o conselho terá como membros Rick Bright, Ezekiel Emanuel, Atul Gawande, Celine Gounder, Julie Morita, Michael Osterholm, Loyce Pace, Robert Rodriguez e Eric Goosby.

Luciana Borio

O comunicado da equipe de transição de Biden diz que Borio é especialista em biodefesa, doenças infecciosas emergentes, desenvolvimento de produtos médicos e emergências complexas de saúde pública.

A cientista brasileira é pesquisadora sênior de saúde global do Conselho de Relações Exteriores americano e já foi diretora de preparação médica e de biodefesa do Conselho de Segurança Nacional do país e cientista-chefe interina da FDA.

Borio também já foi diretora do escritório de contraterrorismo e de ameaças emergentes e comissária assistente para política de contraterrorismo do Conselho de Segurança Nacional, segundo o comunicado da equipe de transição de Biden.

Alerta de 2018

Boro vive desde o fim da década de 80 nos EUA, segundo a BBC, e era assessora da Casa Branca em maio de 2018 quando alertou, durante um simpósio, que uma pandemia de gripe seria a principal ameaça à segurança sanitária do país.

“Estamos preparados para responder a uma pandemia? Receio que a resposta seja não”, afirmou Borio durante uma palestra para marcar os 100 anos da pandemia de gripe espanhola, de acordo com a BBC.

Naquele mês, Trump decidiu fechar o departamento que era chefiado por Borio e que seria responsável pela resposta a uma nova pandemia. Em março deste ano, o presidente americano afirmou que “ninguém sabia que haveria uma pandemia ou epidemia dessa proporção”.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Silvio. disse:

    Joe Biden.
    Tamos juntos!!!
    MITO 2022.

  2. Rancho Do Açoite Sem Fim disse:

    O gado 🐮 ainda tá com essa conversa de fraude e que trump vai ser presidente?
    Temos que suspender o feno e o farelo e aumentar as açoitadas…

  3. Maurício disse:

    BG, vc trouxe a manchete, agora explique: como tem equipe de transição se não tem eleito? É só uma pergunta

    • Manoel disse:

      So se for Na terra plana dos bolsonarista.

    • Juca disse:

      Kkkk não tem kkkkkk o FBI já está providenciando o aparato de segurança para o novo presidente.

  4. Ana disse:

    Acabou Trump. Pegue seu velocípede e vá brincar lá fora, criança.
    Perdeu a Presidência, vai perder a mulher e ainda corre risco de ser preso pelos impostos que deve…
    🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣

  5. Val do Açai disse:

    Chama o Pauzuello !!!!!!

Ação no STF contra foro privilegiado de Flávio no caso da rachadinha fica com Kassio Nunes

Ministro Kassio Marques toma posse no Supremo Foto: Reprodução/TV Justiça

Uma ação direta de inconstitucionalidade apresentada pelo partido Rede Sustentabilidade contra o foro privilegiado concedido pelo Tribunal de Justiça do Rio ao senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no caso da rachadinha foi redistribuída para relatoria do novo ministro Kassio Nunes Marques, indicado ao cargo pelo presidente Jair Bolsonaro.

O caso estava com Celso de Mello, mas, com a aposentadoria do ministro, acabou ficando com o nome que o substituiu.

Essa ação, caso fosse aceita, determinaria o retorno da investigação da rachadinha para a primeira instância da Justiça do Rio. Flávio foi denunciado no último dia 19 pelo Ministério Público do Rio perante o órgão especial do TJ do Rio, que é a segunda instância. Isso significa que a aceitação da denúncia é julgada por um órgão colegiado. Na primeira instância, bastaria uma decisão monocrática do juiz Flávio Itabaiana para torná-lo réu.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou contra o pedido da Rede. Também há uma segunda ação questionando o foro privilegiado de Flávio, que foi uma reclamação protocolada pelo próprio Ministério Público do Rio. Essa também não foi julgada ainda.

Com O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lula encantador de otário disse:

    Vou conversar com Kacinho pra mim ajudar também no pobrema do Kiplex lá de Guarujá, que deram a Mariza e eu nem queria.

  2. Ivan disse:

    O correto seria declarar suspeição, e
    passar pra outro ministro.

  3. Santos disse:

    O mimistro agora não deve a ninguém, que seja feita a justiça.
    Quem for podre que se tore!

  4. Marcela disse:

    Deixe sua risada …kkkkkkkk

  5. Anti-Político de Estimação disse:

    Direto para a geladeira. Tá tudo dominado !!, rsrsrsrsrs

  6. Edson Oliveira disse:

    Não vai dar em nada…

  7. Walternani disse:

    Muuuuuuuuuuuito conveniente.

  8. Queiroz disse:

    Sem mais, meritíssimo! Fecha a conta e passa a régua.

  9. Pixuleco disse:

    Primeiro teste . Vamos ver se o ministro é arrochado agora . O Doidin , não tem mais a caneta para impedi-lo . O que será que a Gadolândia acha ?

  10. Flávio Xavier disse:

    Agora é a hora da verdade, que os jogos comecem…

  11. Manoel disse:

    Ah, agora eu entendi a pressa em nomear o novo ministro…

  12. Chocolate & Gado & Açoite disse:

    Xiiiiiiiiiiiiii
    A moleira do gado 🐄 vai ter um descanso…
    O menino 👦 dos imóveis 🏡 do papai e empreendedor do ramo de chocolate 🍫, vai de vento em popa.

  13. Arivaldo disse:

    E muita coincidência.

Justiça eleitoral proíbe Álvaro Dias de manter veiculação de fake news contra Leocádio

A Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte proibiu o prefeito Álvaro Dias (PSDB) de manter veiculação de fake news contra o Delegado Sérgio Leocádio (PSL). Em propagandas já veiculadas entre os dias 1 e 3 de novembro, o prefeito induziu o eleitor a pensar que o adversário respondia a processos criminais e que era envolvido em corrupção, uma verdadeira fake news.

Diante das acusações caluniosas, o candidato do PSL entrou com representações junto à Justiça Eleitoral, que deferiu cinco liminares proibindo o prefeito de prosseguir com a veiculação de propagandas falsas.

Além do espaço do programa eleitoral de TV, as propagandas com acusações caluniosas também foram veiculadas pelo prefeito por meio da internet. Em uma das decisões, a juíza Francisca Maria Tereza Maia Diógenes deferiu com medida de urgência e determinou que Álvaro Dias se abstenha de veicular a propaganda eleitoral impugnada, sob pena de multa no valor de R$ 10 mil por cada veiculação.

Nessa terça-feira (3), o TRE (Número único: 0600106-39.2020.6.20.0003) também deu ganho de causa para a propaganda do Delegado Leocádio, a qual apontou que Álvaro Dias responde a processo criminal que tramita na 7ª Vara criminal da Comarcar de Natal. A relatora do processo, a juíza Adriana Magalhaes observou que a propaganda do candidato do PSL falou a verdade.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Linhares Filho disse:

    Vamos votar em candidato ficha limpa, não vamos mais cometer o erro que cometemos, depois de eleitos são quatro anos de atendimento veja o exemplo da governadora e prefeito de Natal e de muitas cidades do interior Eu fiz minha opção Dr. Sergio Leocádio iniciando na sua carreira política um Delegado de carreira com muita capacidade de administra nossa cidade. Estou jogando todas minhas cartas confiante num Natal melhor

  2. Sistema do vampiro disse:

    O prefeito tem medo sim dos adversários, na verdade não existe esse clima de já ganhou, passando pro segundo turno a eleição é outra.

  3. ednilson disse:

    A justiça foi feita , a justiça será feita , Deus esta no comando , Deus ta vendo todas as sujeiras desse prefeito , vamos que vamos , segundo turno vem aí, agora é o delegado!!!!

  4. EQUILIBRANDO disse:

    A balança está começando a ficar equilibrada. Já estava ficando estranho.

  5. Val Lima disse:

    A verdade sempre prevalece…. Ai eu pergunto:…. Essas pesquisas condiz tb a verdade? Creio q não!!!

Anvisa autoriza retomada de testes da vacina da Johnson contra Covid-19

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou, nesta terça-feira (3), que o laboratório Janssen, do grupo Johnson & Johnson, retome os testes da vacina candidata da empresa contra a Covid-19 no Brasil. Os testes estavam suspensos desde 12 de outubro, por causa de uma “doença inexplicada” em um participante nos Estados Unidos.

A vacina candidata da Johnson, a Ad26.COV2.S, é uma das quatro que receberam autorização para testes de fase 3 (a última) no Brasil. As outras são a de Oxford, a da Pfizer-BioNTech e a da Sinovac.

Quando os testes foram interrompidos, 12 voluntários brasileiros, todos do Rio de Janeiro, já haviam participado dos testes (tomando a vacina ou o placebo, uma substância inativa).

Segundo a Anvisa, após avaliar os dados do “evento adverso” visto no participante americano e as informações do Comitê Independente de Segurança e Dados da autoridade regulatória dos Estados Unidos, a FDA, a agência concluiu que “a relação benefício e risco se mantém favorável e que o estudo poderá ser retomado”.

O estudo da Johnson no país está sendo conduzido em 11 estados, com previsão de envolver até 7.560 pessoas com mais de 18 anos.

Interrupção e segurança

Ao comunicar a suspensão, a Johnson disse, em nota, que “eventos adversos, mesmo aqueles graves, são uma parte esperada de qualquer estudo clínico, especialmente grandes estudos”.

Em comunicado desta terça (3), a Anvisa também afirmou que “eventos adversos estão previstos” pelas regras de pesquisa clínica, mas que eventos graves “exigem a paralisação de todo o estudo e a investigação do caso antes da retomada.”

A agência disse, ainda, que, “caso seja identificada qualquer situação grave com voluntários brasileiros, irá tomar as medidas previstas nos protocolos para a investigação criteriosa”.

Fases de testes

Nos testes de uma vacina – normalmente divididos em fase 1, 2, e 3 – os cientistas tentam identificar efeitos adversos graves e se a imunização foi capaz de induzir uma resposta imune, ou seja, uma resposta do sistema de defesa do corpo.

Os testes de fase 1 costumam envolver dezenas de voluntários; os de fase 2, centenas; e os de fase 3, milhares. Essas fases costumam ser conduzidas separadamente, mas, por causa da urgência em achar uma imunização da Covid-19, várias empresas têm realizado mais de uma etapa ao mesmo tempo.

Antes de começar os testes em humanos, as vacinas são testadas em animais – normalmente em camundongos e, depois, em macacos.

G1

 

MPF aceita denúncia contra Felipe Neto por supostas práticas de crimes referentes a vídeos do youtuber

Foto: Reprodução

O Ministério Público Federal aceitou mais uma denúncia feita contra Felipe Neto. Na representação constam aproximadamente 38 links de vídeos com supostas práticas de crimes, e que o órgão analisasse também o livro “Felipe Neto: A trajetória de um dos maiores youtubers do Brasil” por considerar que a obra tem conteúdo impróprio para o público infanto-juvenil. Na página 25 do exemplar, há uma brincadeira chamada Casa, Mata ou Trepa, onde o artista sugere a escolha de uma celebridade, entre elas o ator pornô Kid Bengala, justificando a última ação da brincadeira.

O MPF ao analisar as informações prestadas, entendeu as possíveis práticas de crimes e enviou este para o MP/RJ que deu origem às investigações em cima do vídeo ‘Dossiê Felipe Neto’, postado pelo youtuber Nikolas Ferreira.

O delegado responsável pelo caso é o Dr. Pablo Dacosta Sartori, onde Neto deverá prestar esclarecimentos em breve. O vídeo ‘Dossiê Felipe Neto’ feito pelo youtuber Nikolas Ferreira, já conta com mais de 500 mil visualizações.

Recentemente, a apresentadora e jornalista Antônia Fontenelle, também teve a notícia de que o Ministério Público do RJ, além da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, aceitaram a sua denúncia contra Felipe Neto, por entender que há uma suposta prática de crime em uma página do livro de Neto, assim como consta também nesta nova denúncia.

Diário do Centro do Mundo

Íntegra de matéria AQUI.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Quem é a favor deste canalha, o ajudem comprando o livro e dêem de presente a uma criança da família.
    E expliquem para ela porque o personagem citado no livro tem o nome de " kid bengala'.

  2. Webrevenger disse:

    Vivemos numa sociedade do denuncismo. Mas lembremos que acusar as pessoas sem provas também é crime.

  3. Manoel disse:

    Ajudou a eleger esses fanáticos religiosos e fascistas.
    Agora está provando do próprio veneno.
    O Brasil a caminho de se tornar um Gilead.

    • Victorino disse:

      E vc afim que volte a ditadura do seu corrupto de estimação, o molusco de 9 dedos. Aceita que dói menos.

Reino Unido pode disponibilizar vacina contra covid-19 antes do Natal

Foto: Reuters/Siphiwe Sibeko/Direitos Reservados

Uma vacina contra a covid-19 pode ser disponibilizada para algumas pessoas no Reino Unido antes do Natal, mas um lançamento no início de 2021 é o mais provável, disse Kate Bingham, a responsável pela aquisição de possíveis imunizantes no país, nesta quarta-feira.

“Se as primeiras duas vacinas, ou qualquer uma delas, mostrarem que são seguras e eficazes, acho que há uma possibilidade de que a disponibilização da vacina comece antes do Natal. Mas se não, acho que é mais realista esperar para o início do ano que vem”, disse ela à BBC.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulo disse:

    BG
    Essa vacina ai esta certa, agora aquela do anão de São Paulo feita pela mafia chinesa ele que tome.

  2. Hulk disse:

    Essa o gado toma.
    Da China e Rússia pode enfiar no rabo dos PETISTAS.

  3. Cláudio disse:

    Essa eu tomo sem medo.

STF não deve decidir sobre vacina, diz Maia

Foto: Sérgio Lima/Poder360

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta terça-feira (27) que o Executivo e o Legislativo deveriam chegar juntos a uma solução sobre a obrigatoriedade ou não de uma eventual vacina para a Covid-19.

Segundo Rodrigo Maia, sem esse acordo, governo e Congresso deixarão um “vácuo”, que exigiria uma resposta do Judiciário para a questão.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, já disse considerar “necessária” a “judicialização” dos critérios a serem adotados para a vacinação contra o novo coronavírus.

Por sua vez, o presidente da República, Jair Bolsonaro, tem repetido que é contra a obrigatoriedade da vacina. Nesta segunda-feira (26), por exemplo, ele disse a apoiadores que juiz “não pode decidir se você vai ou não tomar vacina”.

“Eu acho que o Poder Executivo e o Legislativo precisam encontrar um caminho. Nós não devemos deixar um espaço aberto, esse vácuo para que, mais uma vez, o Supremo decida e que tanto o Executivo quanto o Legislativo fiquem reclamando de algum ativismo do Poder Judiciário”, afirmou Maia em entrevista à imprensa na Câmara.

Atualmente, quatro ações no Supremo Tribunal Federal (STF) tratam do tema — três favoráveis à vacinação mais ampla e/ou obrigatória e uma que pede a proibição da vacinação compulsória.

Para o presidente da Câmara, o governo e o Legislativo são o “ambiente correto” para tratar da questão.

“Acho que o governo e o Legislativo deveriam organizar essa questão da vacina porque eu acho que é o ambiente correto. O governo, somado à casa da população [Câmara] e à casa da federação [Senado], eu acho que seria melhor do que uma decisão encaminhada pelo Supremo Tribunal Federal, que, se nada for feito, óbvio, vai, mais uma vez, decidir no lugar do Executivo e do Legislativo”, disse.

Rodrigo Maia disse que a obrigatoriedade da vacinação pode ser debatida, mas que isso dependerá antes da autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“A questão da obrigatoriedade ou não é uma questão que pode ser debatida. A questão da vacina depende da Anvisa, não depende de nenhum de nós. Aliás, é o correto. Não devemos nunca aprovar uma autorização de algo que existe um órgão, uma agência independente para tomar essa decisão. Então, é óbvio que, do meu ponto de vista, todas as vacinas serão bem-vindas depois, claro, de aprovadas pelo órgão regulador, pela Anvisa”, afirmou.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Direita Honesta disse:

    Quando houver vacina EFICAZ e SEGURA, devidamente autorizada pelos órgãos competentes, o povo deve ser informado de todos os detalhes a ela referentes para que AS PESSOAS civilmente capazes decidam sobre a conveniência e necessidade de usá-la.

  2. Boi 🐂 Tungão disse:

    Quem tem que decidir quando e como será a aplicação da vacina 💉, são os FAZENDEIROS. O STF não tem nada a ver esse assunto.

    • Augusto disse:

      LULADRAO aplicou onde em tu, pra deixar tão sem juízo. Kkkk

    • Chico disse:

      Quem melhor poderia decidir era dilma, a tecnocrata dona do curral desse boi, cujo raciocínio são semelhantes e … Kkkkkk

    • Samuel Uel disse:

      O gado atende ao chamado do berrante do Bozo.
      Muuuuuuuuuu

Deputados aprovam segundo pedido de impeachment contra governador de SC; dessa vez, por denúncia de compra de respiradores artificiais da China, pagos de forma antecipada, mas nunca entregues

(Foto: Maurício Vieira/Secom)

Por 36 votos a favor, dois contra, uma abstenção e uma ausência, o plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) aprovou o segundo pedido de impeachment contra o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) nesta terça-feira, 20. A denúncia aponta crime de responsabilidade na compra de 200 respiradores artificiais da China, pagos de forma antecipada, mas nunca entregues. O processo também investiga a contratação de um hospital de campanha e falta de procedimentos administrativos contra secretários envolvidos nas denúncias.

O processo agora segue para o tribunal de julgamento, que será formado por cinco deputados e cinco desembargadores, sob o comando do presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC), Ricardo José Roesler, e que terão a função de promover o julgamento do caso.

No primeiro processo de impeachment, aprovado no plenário em 17 de setembro, já foi formado tribunal de julgamento e, na sessão marcada para a próxima sexta-feira, 23, os membros analisam o relatório preliminar que poderá afastar o governador e a vice por 180 dias enquanto aguardam julgamento.

Neste processo, o governador e a vice, Daniela Reinehr (sem partido), são acusados de autorizarem a equiparação salarial dos procuradores do Estado sem autorização legislativa. No segundo processo, dos respiradores, apenas o governador responde às acusações.

Se confirmado o afastamento de Carlos Moisés na sexta-feira, 23, quem assume o governo interinamente é o deputado Julio Garcia (PSD), presidente da Alesc.

Garcia também está envolvido em escândalos e foi denunciado duas vezes pelo Ministério Público Federal, na Operação Alcatraz, por corrupção, peculato, fraude em licitação e lavagem de dinheiro. Ele é acusado de liderar um grupo que se beneficiava de contratos com o governo nas gestões passadas.

Defesa alega inocência

O advogado de Moisés, Marcos Probst, classificou o pedido de impeachment como “uma fraude”, e desqualificou as provas apresentadas na denúncia, como as lives de Moisés e uma declaração do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, e reiterou que o governador não sabia do pagamento antecipado de R$ 33 milhões pelos 200 respiradores.

Probst voltou a informar que o governador não participou e não autorizou os pagamentos e que, ao saber da denúncia, determinou investigação

A líder do governo, deputada Paulinha (PDT), uma das poucas pessoas em plenário a defender o governador, criticou a tramitação do processo na Alesc e falou em pressa para tirar o governo Moisés do poder. “Não apenas por levar isso tão longe, por achar que estamos prestando um desserviço, mas pela pressa, pelo flagrante uso do regimento para o benefício daqueles que querem o afastamento do governador”, afirmou a parlamentar.

O caso dos respiradores foi denunciado pelo site The Intercept Brasil em 28 de abril, apontando fraudes nos orçamentos apresentados para uma compra com pagamento antecipado e sem garantia de entregas.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) abriu um inquérito no início de setembro, com relatoria do ministro Benedito Gonçalves, para apurar a participação do governador nos indícios de pagamento e a autorização do processo de compra dos respiradores. No início deste mês, neste inquérito, foi determinada apreensão de celular e computador do governador em buscas realizada na residência oficial, em Florianópolis.

Estadão

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Humberto disse:

    Partido do Suco de Laranja – PSL
    Partido do Presidente que pegou carona e hoje foge apoiado pelos honestos desse partido.

  2. Rafael Pinheiro disse:

    Cadê o Impeachment de uma (des)Governadora que fez a mesma coisa? Alô Alô Assembleia

    OS 5 MILHÕES SUMIRAM 💴 💴 💴 💴 ??

  3. FAL$OS ME$$IAS disse:

    Pelo que parece os direitões da direita são errados do mesmo jeito dos erradões da esquerda.

    • M.D.R. disse:

      No RN, aconteceu dessa forma até hoje os 5 MILHÕES ñ foram devolvidos. A GOVERNADORA FÁTIMA DO PT e seus Secretários ñ justificaram.
      Aínda tem ñ autoridade moral e política de lançar candidato a PREFEITO DA CAPITAL pêlos desmandos que fez na REFORMA PREVIDÊNCIA, de empobrecer o funcionalismo e principalmente os APOSENTADOS E PENSIONISTAS. Ñ se preocupe GOVERNADORA breve as URNAS abrirão e a resposta seguirá no contexto político. Já no momento GOVERNADORA do seu CANDIDATO RENUNCIAR, pelas suas mentiras e ATRAÇÕES.

  4. Anti-Político de Estimação disse:

    A corrupção é o câncer do Brasil, que nos come por dentro : está na esquerda, na direita, como no caso acima, e sempre esteve no centrão.

  5. Fernando disse:

    Lá não é estado administrado pelo pt, aí o mecanismos é falho.

  6. Rogério disse:

    Os cinco milhões foram desviado para a campanha dos petralhas.

  7. Paulo disse:

    Alô, ALRN!
    Compra de respiradores que não foram entregues?
    Tchau, querida!!!

  8. Roberto disse:

    5 milhões????? KD VC ?????

  9. SORTUDO disse:

    VIXI. É A MESMA COISA AQUI DO RN. SERÁ QUE VÃO TER CORAGEM DE AGIR DA MESMA MANEIRA?

  10. Chicó disse:

    Cadê os 5 milhões ???

China defende vacinação emergencial contra Covid-19 e diz ter apoio da OMS

Foto: CARLOS GARCIA RAWLINS / REUTERS

A Comissão Nacional de Saúde da China, equivalente ao Ministério da Saúde brasileiro, afirmou nesta terça-feira (20) que o país ainda está sob “enorme pressão” com os riscos de casos importados da Covid-19 e, por essa razão, tem vacinado centenas de milhares de pessoas com fórmulas experimentais contra o novo coronavírus sob aprovação emergencial. O diretor do Centro de Desenvolvimento para Ciências Médicas da pasta, Zheng Zhongwei, afirma que a medida tem a aprovação da Organização Mundial da Saúde (OMS) e segue deliberações rigorosas de especialistas em imunizações e ética em saúde.

Zhongwei, no entanto, não detalhou quantas pessoas já foram imunizadas na nação asiática. Ao todo, três imunizantes receberam autorização emergencial da comissão: dois produzidos pela China National Biotec Group Co., subsidiária da estatal Sinopharm, e a CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório Sinovac Biotech e testada no Brasil em parceria com o Instituto Butantan. Todas ainda estão na fase de testes clínicos para atestar não apenas a eficácia contra o Sars-CoV-2, como também sua segurança.

O uso emergencial, na decisão do governo chinês, se aplica a profissionais da saúde, funcionários que atuam nas fronteiras do país e servidores de companhias estatais. Agora, Pequim avalia estender a imunização para estudantes que deixarão o país por motivos acadêmicos. Em pelo menos duas cidades chinesas, a população pode decidir se imunizar com a CoronaVac.

Zhongwei informou na mesma coletiva de imprensa que os indivíduos que são vacinados no programa de uso emergencial são acompanhadas para monitorar qualquer reaçao adversa, o que ainda não ocorreu.

O novo coronavírus foi identificado pela primeira vez em Wuhan, na província de Hubeii, região central da China. No entanto, o país controlou significativamente a doença com medidas rígidas para interromper a cadeia de transmissão. Oficialmente, as estatisticas indicam 91 mil infectados e pouco mais de 4,7 mil mortes.

Corrida pela vacina

Laboratórios chineses estão no páreo da corrida global por um imunizante capaz de bloquear a infecção pelo Sars-CoV-2. Na coletiva da Comissão Nacional de Saúde, representantes da Sinovac e da Sinopharm, que pretende produzir 1 bilhão de doses de sua vacina em 2021, informaram que nenhum efeito colateral foi identificado em participantes da fase 3 dos ensaios clínicos de suas respectivas fórmulas, um contraponto aos testes da americana Johnson & Johnson, recentemente pausados para investigar uma possível reação de um dos voluntários.

Em setembro, os trabalhos da vacina candidata da Universidade de Oxford (Reino Unido) e da farmacêutica AstraZeneca também foram interrompidos, mas retomados depois que investigações independentes concluíram que o efeito colateral não tinha relação com a fórmula.

As infecções diárias na China têm se mantido abaixo de 100 desde meados de agosto, mas o país asiático continua enfrentando surtos locais. O mais recente ocorreu na cidade portuaria de Qingdao, no Leste. Três outros episódios foram controlados, incluindo um na capital, Pequim, em junho, através de campanhas massivas de testagem da população. Milhões de chineses foram testados em diversas cidades em questão de dias. Máscaras e checagem de temperatura continuam sendo obrigatórias em locais públicos e estrangeiros que chegam ao país precisam se quarentenar por duas semanas.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Ribeiro disse:

    SÓ PODE SER BRINCADEIRA…. SÓ PODE SER PIADA. Esse organismo deveria ser repensado.

  2. José Ribeiro disse:

    Esse organismo deveria ser repensado.

  3. José Ribeiro disse:

    SÓ PODE SER BRINCADEIRA…. SÓ PODE SER PIADA. Não bastou o faturamento com respiradores para a pandemia da OMS?

  4. FLAVIO disse:

    Vacina Chinesa,nunca !!!!

  5. Chico 200 disse:

    Claro! A China é a maior parceira dessa organização de PN

  6. Talita disse:

    Quem causou o vírus quer oferecer a solução . Assim quantas vezes mais eles vão fazer isso?

    • Devolva o Brasil para os Índios disse:

      Se vc tiver como provar que o vírus foi um "INVENÇÃO" intencional, ai vc poderá lançar essa tese.

Vaticano se manifesta sobre ataques de extremistas contra igrejas no Chile

Foto: Reprodução/Twitter

O Vatican News, serviço prestado pelo Dicastério para a Comunicação da Santa Sé, finalmente, emitiu nota sobre ataque de extremistas a igrejas no Chile, nesse domingo(18).

“Contemplamos com tristeza as agressões, saques e ataques a lugares de oração, espaços sagrados dedicados a Deus e ao serviço solidário das pessoas. Dói-nos ver um templo patrimonial de Santiago destruído e que a destruição seja festejada”, diz manifestação no microblog Twitter.

O Vaticano ainda destacou nota – “Cidadãos não se deixarão intimidar por ameaças de violência, dizem bispos chilenos”. Confira abaixo:

“Contemplamos com tristeza as agressões, saques e os ataques a lugares de oração, espaços sagrados dedicados a Deus e ao serviço solidário das pessoas. Dói-nos ver um templo patrimonial de Santiago destruído e que a destruição seja festejada. Às comunidades da paróquia de La Asunción e à igreja institucional de Carabineros de Chile expressamos nossa especial proximidade.”

Em nota assinada pelo presidente da Conferência Episcopal do Chile, Dom Santiago Silva Retamales, e pelo secretário geral, o arcebispo de Puerto Montt, Dom Fernando Ramos Pérez, os bispos chilenos deploram e condenam os ataques contra igrejas no centro de Santiago, nas manifestações que reuniram milhares de pessoas na Plaza Italia, no âmbito do primeiro aniversário da onda de protestos, que começou contra o aumento das passagens do transporte público e se estendeu para reivindicações mais amplas. Foram os mais graves protestos desde o fim da ditadura militar (1973-1990).

Encapuzados atacaram inicialmente a Igreja de São Francisco Borja, usada pelos Carabineros e já atacada em outro protesto. O templo foi saqueado e algumas imagens foram levadas para a rua onde foram queimadas.  O incêndio no prédio foi debelado pelos bombeiros antes de provocar maiores danos. Os manifestantes, então, dirigiram-se para a Igreja La Assunción, uma das mais antigas do centro de Santiago, depredando o que encontraram e ateando fogo no templo com mais de um século de história. A cúpula pegou fogo e desabou, o que foi festejado pelos manifestantes.

“Esses grupos violentos – afirmam os bispos no comunicado – contrastam com muitos outros que se manifestaram pacificamente. A grande maioria do Chile anseia por justiça e medidas eficazes que contribuam para superar as lacunas de desigualdade; eles não querem mais corrupção nem abusos, esperam um tratamento digno, respeitoso e justo.”

A  nota enfatiza que “esta maioria não apoia nem justifica as ações violentas que causam dor a pessoas e famílias, prejudicando comunidades que não podem viver sossegadas em suas casas ou no trabalho, amedrontadas por aqueles que não buscam construir nada, mas sim destruir tudo”.

Em vista do plesbiscito convocado para o próximo domingo, 25 de outubro, para decidir pela abertura ou não de um processo constituinte para substituir a atual Constituição, herdada da ditadura e considerada como origem das desigualdades existentes no país, os bispos afirmam que “os cidadãos que desejam justiça, probidade, superação das desigualdades e oportunidades para podermos nos levantar como país, não se deixarão intimidar pelas ameaças de violência e estarão presentes para cumprir sua responsabilidade cívica. Nas democracias, nos expressamos com o voto livre em consciência, não sob a pressão do terror e da força.”

A nota conclui com um apelo para que todos contribuam, “a partir dos próprios espaços familiares, no trabalho e nos espaços sociais, com uma reflexão que nos permita tomar suficiente distância da violência irracional e nos aproximar da amizade cívica”, citando o Papa Francisco que recorda na Encíclica Fratelli Tutti que “somente cultivando o amor como forma de nos relacionarmos tornaremos possíveis a amizade social que não exclui ninguém e a fraternidade aberta a todos”. A partir desta atitude de fraternidade, poderemos expressar-nos com respeito, participar sem medo da democracia e concorrer na busca do bem comum.”

Com Vatican News

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joelson disse:

    Quero ver o pronunciamento do Papa Francisco .

  2. Maria do Carmo disse:

    Estamos esperando o Sumo pontífice se manifestar sobre esses incêndios escabrosos no Chile , mas até agora nada!

  3. Marcello disse:

    Realmente o silencio do Pontífice diante muitos acontecimentos é intrigante. Não é uma questão de dar satisfação nem prestar contas mas a maneira que as coisas são tratadas ou não tratadas deixa margem para questionamentos dessa natureza.

    A Esquerda pode não ser a autora ou responsável por esses ataques que aumentam ano após ano, mas ao mesmo tempo ela tem sido acolhedora, de proximidade conveniente e omissa diante de tais acontecimentos.

    A simpatia de nosso Papa por essa corrente é notória, mas até aí não há problema algum pois ele é e representa algo muito maior. O Sumo Pontifice ou qualquer outro guardião da nossa Fé não deve se moldar às nossas preferências ou simpatias.

    A Igreja Viva nunca vai parar de ser perseguida neste mundo, isso é um dos muitos sinais de sua autenciticidade e fidelida ao nosso Senhor Jesus Cristo, mas isso não quer dizer que será passiva ou omissa a atos como este. Eu realmente esperava algum comentário do proprio Pontifice para seu rebanho especificamente.

    • Joel Lima Pereira disse:

      Realmente uma fala direta do papa serviria de resposta aos críticos, como assunto para debates e também como conforto para as comunidades do mundo inteiro porém, as comunidades locais foram atendidas pelos bispos das dioceses e pelo núncio apostólico que representa pessoalmente o papa mais nós queremos vê-lo. Nunca ouvi o papa falar a favor do comunismo mais sempre o ouvi falar no Amor ao próximo, no cuidado com o menos favorecido, na santificação e unidade de todo povo Cristão coisas que ele viveu durante seu ministério sacerdotal, ademais ele sabe que há muito jogo político por trás de tudo isso talvez ele não esteja falando de viva voz para todos mais muitos estão a escutar…

  4. Antônio Ferreira disse:

    O papa é comunista só está preocupado com as queimadas do amazonas, ou seja as riquezas debaixo da terra. Não veio a público dizer uma só palavra em favor aos cristãos, e nem repudiou os ataques a cristão da xhina

  5. Antônio Soares disse:

    Agora Papa vem se manifestar, a igreja sempre não foi tão aliada da esquerda sebosa, como troco ela faz isso. Sem contar no carnaval do ano passado que colocou Jesus como homossexual e Maria como prostituta. Essa esquerda sebosa só quer destruir a família e as instituições.

  6. SERÁ?????? disse:

    A estratégia de marketing reverso está senda usada em todo o mundo. O jogo de futebol com a cabeça parece ser um exemplo de marketing reverso, onde a vítima do suposto ataque do opositor sai sempre ganhando politicamente. Se cria uma situação de vítima de ataque para se fortalecer junto à opinião pública. As Sementes da China parece jogo de interesse comercial. Tem gente que diz que é direita, mas planta, produz e dispara fakes. O fato existiu….só não se sabe quem produziu…..??????

  7. Antonio Turci disse:

    Ora, este senhor, Jorge Bergoglio, vulgo papa Francisco, não tem do que reclamar. Quem tocou fogo nos templos católicos chilenos foi a esquerda que ele e a CNBB fazem parte e tanto defendem. Este é o resultado dos princípios pregados por Marx, Engels, Gramsci, Stalin, Fidel Castro, Mao Tsé Tung, e que a caterva esquerdista brasileira segue à risca.

    • Manoel disse:

      E a direita imunda é expert em infiltrar fascistas para promover atos terroristas para incriminar a esquerda.

    • Mínion de Peixeira disse:

      A esquerda saí detonando com os seus antifas, blackblocks a afins e culpa é da direita.
      Tá 'serto.'

    • Marcos Benício disse:

      Antônio Turci, você é muito desinformado mesmo. No mínimo deve ser telespectador do Jornal Nacional.
      Em todos os jornais que falam do episódio, nenhum menciona que esse vandalismo foi provocado pela esquerda e sim por um pequeno grupo de encapuzados infiltrados nas manifestações.
      Fique sabendo você que o comunista Daniel Jadue, foi insultado e ameaçado. Conforme diversas pesquisas apontam Jadue é a figura de oposição da esquerda e centro-esquerda mais bem posicionada em relação à eleição presidencial que ocorrerá em 2021. Por aí dá para se supor que a direita no seu desespero planejou todos esses ataques para incriminar e desestabilizar a campanha de Daniel Jadue. Se informe melhor antes de vir criticar o Papa Francisco, uma das figuras mais emblemáticas da atualidade.

    • Antonio Feitosa Ramos Neto disse:

      Manoel,
      Não seria mais lógico reconhecer que nos ataques há pessoas que estão pondo em prática orientações de ideólogos da esquerda como Lenin e Gramci? Pesquise o que eles disseram sobre lutar contra a cultura cristã.

  8. Diabinho disse:

    A igreja tem colhido o que planta…. E o país que foi maravilhoso e ainda pode ser, pode ficar pior com essa tendencia esquerdista e autoritaria, pois toda esquerda é autoritaria na sua essencia, e se esconde num manto de mentiras. Pobre Chile.

    • Sergio disse:

      Foi maravilhoso, quando?
      Quando matou milhares de civis e torturou também?
      Já estive lá 2 vezes, e os chilenos têm horror a Pinochet!

Felipe Neto pergunta se terá campanha contra Gusttavo Lima por boatos de traição e vira alvo de críticas

Felipe Neto compara separação de Gusttavo Lima e Andressa Suita com Luísa Sonza e Whindersson Nunes (Foto: Reprodução/Twitter)

Felipe Neto causou polêmica ao fazer um post no Twitter na noite desta quarta-feira (14) sobre o fim do casamento de Gusttavo Lima e Andressa Suita. O influencer comparou a situação com a separação de Luísa Sonza e Whindersson Nunes, em que ela foi acusada de trair o humorista com Vitão, seu atual namorado, e falou de machismo.

“Uma dúvida… Vai rolar campanha de dislike em massa nos clipes do Gusttavo Lima por terminar o casamento sob acusações de traição? Ou é só contra mulher mesmo? Só pra eu entender…”, escreveu Felipe.

Segundo boatos na web, Gusttavo Lima teria traído Andressa com uma jovem chamada Gabriela Couto, o que já foi negado tanto por ela, quanto pelo cantor. Muitas pessoas não gostaram da publicação de Felipe Neto e o criticaram, dizendo que ele estava atacando o sertanejo, mas o influencer se defendeu.

“Fiz esse tweet e uns hétero top saíram em defesa do Gusttavo Lima como se eu tivesse falado da mãe deles. Achei curioso… Mas pior é ver como eles não têm grau intelectual o suficiente para entender que estou falando que ninguém deve ser atacado. Só que atacam a mulher por machismo”, explicou Felipe.

Globo, via Quem

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tarcísio Eimar disse:

    Quem diabos é Felipe Neto no jogo dos bichos

  2. Rivanilton Silva disse:

    Não entendo como ainda repercutem qualquer coisa que esse cidadão diz.

  3. disse:

    ainda dão cabimento às idiotices que esse cara publica??? Povo da mente vazia…

  4. Cidadão Indignado disse:

    Felipe Neto está certo. Nesse País o machismo é uma coisa muito nojenta e que está em todo lugar. Esses "machos" bestas feras parece que não têm mãe ou irmã. Aprendem esse tipo de comportamento dentro de casa mesmo, em convivência com o pai embuste!

    • Paulo disse:

      Enquanto isso, MC Karol é um dos ícones do feminismo.
      O feminismo incentiva a marcha das vadias.
      O feminismo envergonha as mulheres.
      O funk carioca, patrocinado por traficantes e endeusado pela esquerda como cultura da periferia, chamá as mulheres de cachorras ..
      Não se vê a esquerda criticar o funk nem traficantes que promovem bailes inclusive com frequentes estupros coletivos…

  5. Neto disse:

    É muita falta do que fazer desse ser acéfalo que se chama FELIPE NETO.