Mãe e filho ficam reféns de bandidos em porta de escola particular. Sequestro durou 25 minutos

Faz apenas uma semana, mas as lembranças vão atormentar a memória desta mãe por muito tempo. Na última sexta-feira, uma mulher, que prefere não se identificar, foi buscar o filho de três anos de idade na escola, por volta das 17h30. O que era uma tarefa simples e corriqueira se transformou em um momento de terror inigualável.

Pouco depois de apanhar a criança, em uma das maiores escolas de Natal, quando ainda estava em frente a instituição se viu na mira da arma de dois bandidos. Ela estava a menos  de 50 metros da instituição. Antes de ser abordada, só teve o tempo de colocar o filho na cadeirinha do banco traseiro.

Com a arma na cabeça, a mãe pediu apenas que deixassem ela tirar o filho de dentro do carro. Os bandidos queria o carro e os pertences. Ela desceu do carro para pegar o filho, mas o desfecho desta história preocupante, não se deu aí. O terror estava apenas começando.

Os seguranças da escola perceberam a movimentação estranha e caminharam em direção do veículo. Os bandidos, assustados, forçaram a mãe a entrar no carro novamente e partiram em um fuga típica de cinema de ação. O medo porém era real. Ao chutarem a mãe novamente para dentro do carro, os bandidos iniciaram uma sequencia de ameaças. Falavam que iam matar mãe e filho.

Na fuga, assim que os bandidos pegaram a avenida jaguarari, bateram em outro veículo, o que só aumentou a tensão e o terror. O motorista deu apenas ré e continuaram na fulga. Foram 25 minutos de terror que pareceram eternos para a mãe. A todo o tempo, ela pensava no destino promissor de seu filho que podia ser interrompido precocemente.

Muito apreensivo, o tempo todo um dos bandidos ficou ao telefone informando a outro. Mãe e filho foram abandonados em Petrópolis depois que o carro deu pane geral devido a batida. Os bandidos fugiram levando celular e bolsa.

Abandono

Depois de 25 minutos de terror, os bandidos abandonaram mãe e filho, Mas quem os abandonou primeiro? Eu respondo. O estado, tem a obrigação de garantir a segurança pública a ela, ao filho dele e a todos nós. Mas há tempos não se sabe o que é isso por estas bandas.

Ela e seu filho foram abandonados pelo poder público, assim como você, sua mãe e seus filhos. Estamos refém de bandidos e ‘livres’ de uma segurança que não existe.

Essa é a grande verdade.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zé Ninguém disse:

    Estamos abandonados e aprópria sorte!
    Pois a OAB, O MP, A CNBB, O TJ, OS PROCURADORES DO ESTADO, A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA, ETC… Estão com a boca calada depois dos recentes Aumentos e aprovação dos orçamentos…kkkkkkkkk
    A bravata era só essa…kkkkkkkkkkkkk
    Aprovados os Orçamentos, dado os aumentos e distribuidos uns cargos pro PMDB e outros Aleijados…kkkkk
    Dane-se o povo, já dizia "Justo Veríssimo", personagem eternizado de Chico Anisio.

  2. Jailson disse:

    Quando acontece um fato os cidadãos abastados da sociedade todos ficam chocados. Mas quem se preocupa com a violência? Este se torna um problema quando nos isolamos de todos os outros problemas, esquecemos que somos co-responsabilizados na nossa falta de compromisso na busca por uma sociedade justa e igual para todos. Lamento que isso tenha ocorrido no nicho social isolado di high society, mas lamento ainda mais o nosso descaso cotidiano com o resto das pessoas marginalizadas.

  3. Lena disse:

    Ano passado fui assaltada na porta de casa por dois rapazes numa moto.Foram detidos, mas como eram "menores" acabaram soltos no outro dia.A polícia prendeu e as leis Brasileiras soltaram.Complicado.

  4. Ilana disse:

    Minha casa foi assaltada 4 vezes…abandonei. Meu carro foi arrombado da outra vez e a última, levaram meu celular. Fora,m 6 vezes!!! Estou em pânico!!!

  5. Clebson disse:

    Bruno, sou leitor do seu blog há muito tempo e a questão de segurança esta cada dia pior. Quarta-feira sai de casa as 4:30h da manhã para ir a missa de cura em neópolis, quando o padre estava dando a benção final recebo uma ligação da minha esposa chorando informando que alguém tinha entrado lá em casa e feito o rapa.
    O que mais me impressiona é a ousadia dos bandidos tendo em vista que moro numa casa de 1° andar que teoricamente tem uma logística mais complica de acesso, outro fato é que minha esposa e meu filho esta dormindo e o mesmo foi em todos os cômodos da casa.
    O que me deixa indignado é que sou obrigado a ir numa delegacia prestar queixa para poder recuperar os documentos e só, pois sabemos que não haverá investigação por parte da polícia.

    • Joãozinho disse:

      É A ROSA E O POVO É O POVO E A ROSA VOTEM NOVAMENTE NELA QUE O RN VAI AVANÇAR CADA VEZ MAIS PARA UM CAMINHO SEM VOLTA, SEM SAÚDE SEM EDUCAÇÃO E SEM SEGURANÇA ABSURDOOOOOOOOOO.

  6. Ana Zélia disse:

    Verdade Bruno estamos sujeitos a ação de bandidos. Sexta feira eu fui assaltada em um salão de beleza em Natal. A minha casa em maio/2012 foi assaltada.

  7. Nara disse:

    A situação está cada vez pior e ninguém faz nada! É triste… As vezes me pego pensando se vale a pena termos filhos, para colocar neste mundo cruel, sem respeito, sem segurança…

  8. Eduardo disse:

    Vamos deixar acontecer com o RN o que aconteceu com Natal no tempo de Micarla? O RN não tem governo, ou seja, não tem eduacação, saúde e segurança, direitos minimos de todo cidadão. Temos que pedir INTERVENÇÃO da Governadora. Nosso estado hoje é terra de ninguem. Não tem lei. me revolto com essa situação

COMENTE AQUI