WhatsApp teve sua pior falha de segurança: brecha deixou vulnerável dados dos usuários e também todos os aplicativos instalados no celular

O WhatsApp alertou seus 1,5 bilhão de usuários no mundo todo para que o aplicativo de celular fosse atualizado. Uma brecha de segurança da plataforma permitiu que hackers instalassem um vírus para monitorar o uso do aparelho.

Segundo o professor da FGV Arthur Igreja, do ponto de vista técnico, o “WhatsApp teve sua pior falha de segurança.”

O especialista em tecnologia afirma que o WhatsApp tinha como uma de suas prioridades a segurança e a privacidade das mensagens trocadas entre os usuários. Porém, foi usado para expor todos os demais aplicativos instalados no aparelho.

“O vírus instalado pelos hackers permitia espionar 100% do uso do celular. Isso criou uma vulnerabilidade para aplicativos de bancos, e-mails e para outros serviços usados pelo celular”, explica o professor.

Os cibercriminosos usaram uma chamada de voz pelo aplicativo para conseguir instalar o vírus. A vítima não precisava atender a ligação para ter o celular invadido. O histórico de chamadas ainda era apagado para não deixar pistas. Isso dificultava a descoberta de que algo irregular estava ocorrendo.

O professor Igreja alerta que ainda é cedo para ter a dimensão real do ataque. “O WhatsApp não revelou o número exato de quantas pessoas foram vítimas dos hackers. É possível que não tenha sido algo tão pontual”, afirma.

Procurado pelo R7, o WhatsApp enviou o seguinte posicionamento:

“O WhatsApp incentiva as pessoas a atualizarem o nosso aplicativo para a versão mais recente, assim como manter o sistema operacional dos dispositivos atualizados, a fim de proteger contra possíveis ataques destinados a comprometer as informações armazenadas em dispositivos móveis. Estamos trabalhando constantemente ao lado de parceiros da indústria para fornecer os aprimoramentos de segurança mais recentes para ajudar a proteger nossos usuários.”

R7

MPRN requer cumprimento da decisão judicial que proíbe contingenciamento de verbas para segurança

Promotoria de Justiça pediu bloqueio, no dia 20 de cada mês, de R$ 9.539.083,33 para Polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e Itep

Foto: Ilustrativa

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) pediu o bloqueio mensal de R$ 9.539.083,33 da conta única do Governo do Estado para que sejam depositados em contas a serem administradas pelos gestores das Polícias Militar e Civil do Corpo de Bombeiros Militar e do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep). O pedido do MPRN se deveu pelo fato de o Governo do Estado ter descumprido uma decisão liminar para garantir que todos recursos previstos para a segurança pública na Lei Orçamentária Anual para este ano sejam integralmente aplicados na área, sem contingenciamento.

No pedido de cumprimento provisório de sentença, a 70ª Promotoria de Justiça de Natal relata que o Decreto n. 28.078, de 18 de fevereiro deste ano, dispõe sobre os procedimentos a serem adotados pelos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual para a execução e o encerramento mensal e anual orçamentário, financeiro e contábil do exercício deste ano contingencia R$ 60,7 milhões para os órgãos da segurança pública estadual, o que corresponde a um corte de 53% de todas as verbas de custeio e investimentos que lhes foram destinadas na lei orçamentária anual. “Diante desse ato oficial de afronta à decisão judicial, não resta outro caminho ao autor da ação civil pública senão buscar o Poder Judiciário para fins de obter o cumprimento da obrigação de fazer reconhecida em sede de antecipação de tutela”, diz trecho do pedido do MPRN.

Destacando que o descumprimento de decisões judiciais atenta contra o próprio Estado Democrático de Direito e a dignidade do Poder Judiciário, o MPRN requer que o não contingenciamento de verbas para os órgãos de segurança pública seja implementado mediante bloqueio mensal dos valores previstos na lei orçamentária anual. O repasse deve ser imediato para contas a serem administradas pelo comandante geral da Polícia Militar, a delegada geral da Polícia Civil, o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar e o diretor geral do Instituto Técnico-Científico de Perícia.

O MPRN ressalta que essas verbas, somadas, totalizam apenas 0,9% do orçamento estadual, de modo que o bloqueio proposto, embora seja importante para a efetivação do direito fundamental à segurança pública, não prejudica o equilíbrio fiscal nem a prestação dos demais serviços públicos.

Na decisão 3ª vara da Fazenda Pública de Natal que determinou que não haja contingenciamento de verbas previstas para segurança pública em 2019, a Justiça destaca que “é notório o aumento vertiginoso da criminalidade no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte, que vem avançando progressivamente no cenário social de maneira muito preocupante, na medida em que a Administração Pública não consegue deter o controle de determinadas situações, que beiram o caos social”.

Na ação civil pública, o MPRN destacou que os contingenciamentos, dada a situação de calamidade na segurança pública estadual, “não encontram amparo jurídico à luz do dever estatal de garantir o direito fundamental à segurança pública, o que vem sendo negligenciado ao longo dos anos, culminando por instalar um estado de coisas inconstitucional nessa área e, consequentemente, legitimar a intervenção judicial na execução orçamentária com vistas à cessação ou, pelo menos, a diminuição desses contingenciamentos”.

Em nota, Companhia Docas do Rio Grande do Norte(Codern) diz que já estuda medidas para corrigir deficiências no Porto de Natal e retorno das atividades à normalidade

Nota à Imprensa

A nova gestão da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) informa que, conjuntamente à Secretaria Nacional de Portos, ampliará, de imediato, o canal de comunicação com a CMA-CGM para buscar a manutenção das operações da empresa no Porto de Natal.

Conforme foi demonstrado em sua última correspondência, enviada ao Porto de Natal esta semana, a empresa reafirmou sua disposição em continuar as operações, atendendo aos clientes locais, exportadores de frutas, com programação de navio para dia 06 de abril.

A Companhia já estuda medidas para a superação dos óbices existentes, visando a corrigir as deficiências observadas, com o retorno das atividades à normalidade o mais breve possível. A intenção é demonstrar aos clientes que podem contar com o empenho da nova gestão.

Uma das principais metas será melhorar a segurança, com vista a recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE).

Outra ação será o estreitamento do relacionamento institucional com a Receita Federal, Polícia Federal, Anvisa, Ministério da Agricultura e Capitania dos Portos, visando uma maior interação e aperfeiçoamento das atividades no Porto.

A CODERN reafirma seu compromisso inalienável com o desenvolvimento do Rio Grande do Norte e priorizará, dentre suas metas de curto e médio prazo, a otimização de seus processos, a racionalização de sua gestão e, principalmente, a modernização de sua infraestrutura.

Assessoria de Comunicação
Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Medeiros disse:

    Suspenderam as exportações ???

  2. Brasil! disse:

    Tem que investigar todos nessa cadeia de acontecimentos. Investigar o patrimônio desse povo todo, inclusive da Codern.

    • JotaJusto disse:

      Com certeza! toda essa facilidade em exportar tanto ilícito, é possível que tenha uma cadeia de conivência…

IMAGENS FORTES – (VÍDEO): Jovem morre após levar ‘gravata’ de segurança do Extra; hipermercado emite nota

Um jovem de 19 anos morreu após levar uma “gravata” de um segurança do supermercado Extra. O caso ocorreu na unidade da Barra Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro (RJ). A ação aconteceu na tarde da quinta-feira (14).

De acordo com o corpo de Bombeiros, ele foi identificado como Pedro Gonzaga. O jovem acabou sendo levado para a Coordenação de Emergência Regional (CER) da Barra da Tijuca com uma parada cardiorrespiratória, mas morreu na unidade.

Nas redes sociais, circula um vídeo que mostra o momento no qual um dos seguranças ataca o rapaz. Na cena ele está possivelmente desacordado, com testemunhas ao redor alertando os seguranças sobre o estado do rapaz. É possível ouvir frases como “Está sufocando” e “Ele está roxo”.

O responsável pela “gravata” é Davi Ricardo Moreira, que foi preso após o crime, mas responderá em liberdade.

“Testemunhas prestaram depoimento e demonstraram que não foi bem assim que as coisas aconteceram. Em sede policial, contaram que por volta de 12h30 um jovem que já se encontrava dentro do supermercado vem correndo na direção do Davi, que pede para ele não se aproximar, percebe que ele está alterado. O jovem se joga ao chão e simula um ataque convulsivo e um desmaio”, afirma o advogado de Davi, André França.

Ao jornal “Extra”, o advogado afirmou que ele vai responder em liberdade pelo caso. O padrasto de Pedro foi ouvido e afirmou o rapaz tinha problemas mentais e era usuário de drogas. A mãe do jovem, que o viu sendo agredido, ainda não prestou depoimento.

Assista ao vídeo:

Leia nota divulgada pelo Extra:

A rede esclarece que repudia veemente qualquer ato de violência em suas lojas. Sobre o fato em questão, a empresa já abriu uma investigação interna e constatou de forma inicial que se tratou de uma reação a tentativa de furto a arma de um dos seguranças da unidade da Barra da Tijuca.

Após o indivíduo ser contido pelos seguranças, a loja acionou a polícia e o socorro imediatamente. A empresa já abriu um boletim de ocorrência e está contribuindo com as autoridades para o aprofundamento das investigações.

Yahoo

https://br.noticias.yahoo.com/jovem-morre-apos-levar-gravata-de-seguranca-supermercado-extra-122157153.html

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Márcia Guedes disse:

    Rpz tem q ver como foi o caso. Mas se de fato ele tentou furtar a arma do segurança está onde merece pq coisa boa não ia fazer com essa arma.

    • Marcia paiva disse:

      Se o rapaz errou realmente.deveria ser imobilizado e esperar a policia.nao eh matar nao.e que mae lerda do crlho..vef isso tudo quieta.Deus eh mais!!

  2. Junin disse:

    O engraçado aqui é ver esse monte de especialistas falando asneiras….!!!!

  3. João B disse:

    Sem inversão de valores, o segurança usou desproporcionalmente a força, notório despreparo. Ainda tem segurança que se acha polícia, se quiser fazer as vezes, estude e passe em um concurso.

  4. Ermeson disse:

    É mtooooo mimimi! Se ele tivesse matado o segurança ninguém estaria tão preocupado assim ne!

Atividade física dentro do condomínio é caminho para quem busca praticidade, segurança e otimização do tempo

O novo ano chegou e, com ele, as cobranças e lista de resoluções feitas no fim de 2018. Para grande parte das pessoas, a prática de atividade física é um dos compromissos e que precisa ser conciliado com os afazeres do dia a dia. Nesse cenário, as modalidades para mente e corpo têm sido cada vez mais realizadas dentro dos condomínios e cresce a importância de locais com estruturas adequadas, tanto pela praticidade de já estar “em casa”, quanto pela questão da segurança, já que há quem não faça exercícios ao ar livre por medo da violência das ruas.

Em Natal, foi-se o tempo de apenas piscina e quadra poliesportiva como diferenciais de imóveis. Segundo o especialista em mercado imobiliário e Diretor Comercial da Habitax Urbanismo, Edson Borba, uma das principais tendências do setor nos âmbitos nacional e local é o desenvolvimento de atividades esportivas que estão em alta nas academias, como espaços para pilates ou yoga ao ar livre, por exemplo, dentro dos residenciais. A expectativa acompanha o maior interesse de brasileiros por atividade física. Segundo pesquisa do Ministério da Saúde, o tempo gasto com atividade física semanalmente cresceu 24,1%, de 2006 até o ano passado.

Alguns empreendimentos lançados no Rio Grande do Norte já estão atentos à essa realidade, como o Condomínio Reserva YBY Natureza, que tem pista de cooper de 2,2 km, trilha ecológica com 1,6 km, quadras de tênis, beach tênis e poliesportiva, estruturas que permitem a realização de diversas práticas – da yoga às artes marciais, passando pelo investimento em espaços de corrida, uma vez que de acordo com o mesmo estudo do MS, a quantidade de atletas corredores aumentou 194% no país.

Moisés Dantas, Diretor Executivo da Habitax Urbanismo, responsável pelo lançamento do YBY Natureza, lembra que além de oferecer as estruturas para atividades, o condomínio reserva montou o próprio Plano Diretor de Segurança para garantir que os moradores possam fazer seus exercícios sem preocupação. “A ideia do YBY é proporcionar mais qualidade de vida e as atividades físicas são um dos principais pontos. Os moradores vão poder viver, realizar atividades prazerosas dentro de casa e ao mesmo tempo em meio à natureza, sem perder tempo no trânsito e sem se preocupar com a violência”, explica Moisés.

Diário Oficial do Estado traz mais nomes para a Segurança e os titulares de delegacias especializadas; confira

Mais nomes para a Segurança e os titulares de delegacias especializadas. No Diário Oficial do Estado desta sexta-feira, a nomeação de titulares de delegacias especializadas. Também o adjunto do secretário de Segurança, Coronel Araújo, será o delegado Osmir Monte. Abaixo os titulares das delegacias:

Erick Gomes da Silva – Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado – DEICOR.

Julio Cesar Barbosa da Costa – Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa – DHPP.

Marcos Geriz de Oliveira – Diretor de Polícia Civil da Grande Natal – DPGRAN.

Inácio Rodrigues Lima Neto – Diretor de Polícia Civil do Interior – DPCIN.

Adson Kléper Monteiro Maia – Diretor da Academia de Polícia Civil – ACADEPOL.

Maria do Carmo Alves Macedo – Secretária Executiva e de Comunicação Social – SECOMS.

Ainda nomeados para o setor de Segurança o Chefe do Estado Maior, o comandante da PM, a delegada geral, o adjunto dos Bombeiros:

Cel. PM Zacarias Figueiredo de Mendonça Neto – Subcomandante e Chefe do Estado Maior Geral da Polícia Militar.

Cel. PM Alarico José Pessoa Azevêdo Júnior – Comandante Geral da Polícia Militar.

Cel. BM Luiz Monteiro da Silva Júnior – Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar.

Ana Cláudia Saraiva – Delegada-Geral da Polícia Civil

A POSSE E O CARRO ABERTO: Bolsonaro irá ouvir recomendação da segurança sobre Rolls-Royce

Rafael Carvalho/Governo de Transição 30.12.2018

O presidente eleito Jair Bolsonaro não irá tomar uma decisão sozinho sobre o uso do Rolls-Royce, um carro aberto, durante o cortejo da posse presidencial nesta terça-feira (1º). Ele irá ouvir a recomendação do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), responsável pela segurança do evento.

A interlocutores, Bolsonaro disse que o que a segurança recomendar, ele vai cumprir: “Não adianta ficar todo bonitão e tomar um tiro”. O carro aberto, no entanto, não está descartado. “Nós vamos até o último segundo com as duas possibilidades”. O presidente eleito ainda se recupera de um ataque à faca durante evento de campanha em Juiz de Fora em 6 setembro.

Neste domingo, em entrevista coletiva após o último ensaio da cerimônia de posse, o general Heleno, futuro ministro do GSI, disse que a decisão sobre o Rolls-Royce se chama: “Jair Messias Bolsonaro”, e que será tomada minutos antes da cerimônia de posse. O fato da decisão ser tomada de última hora faz parte da estratégia da segurança: “Ações de segurança têm caráter sigiloso”, disse o general Heleno ao ser questionado sobre a presença ou não de policiais à paisana armados entre a população.

Sobre o critério da recomendação do uso do Rolls-Royce e qual seria a posição do GSI, ele disse: “O critério chama-se Jair Messias Bolsonaro e se eu tivesse que aconselhar não faria na frente das câmeras”.

O general Sérgio Etchegoyen, atual ministro do GSI, minimizou a discussão sobre o uso do Rolls-Royce: “A decisão do carro aberto ou fechado, que é uma coisa menor, será decidida no dia 1º entre o general e o presidente Jair Bolsonaro. A cerimônia é o simples coroamento da festa da democracia para que o desejo de milhões de brasileiros se concretize. Não vamos reduzir a festa a carro aberto ou fechado”.

O carro aberto não será o único momento em que Jair Bolsonaro estará mais exposto, ao ar-livre, durante a cerimônia. Ele também irá subir a rampa do Congresso Nacional e a rampa do Palácio do Planalto, além de passar as tropas em revista na saída do Congresso e receber a faixa e falar no parlatório no Palácio do Planalto, virado para a Praça dos Três Poderes. O Rolls-Royce é, portanto, apenas uma pequena parte da cerimônia, mas tem, no imaginário, o peso do atentado sofrido pelo presidente americano Jonh F. Kennedy, assassinado a tiros enquanto desfilava em um carro aberto, a limousine presidencial, em Dallas, em novembro de 1963.

A segurança de toda a posse foi reforçada em função do atentado sofrido por Bolsonaro em setembro e pelas ameaças que ele ainda enfrenta. Os acessos à Esplanada dos Ministérios estão mais restritos à população e a jornalistas que farão a cobertura, na comparação com as posses de Fernando Henrique, Lula e Dilma. O número de policiais, de atiradores de elite e de outros instrumentos de segurança também foi aumentado.

Coluna do Fraga – R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo martins disse:

    Esse Rolls-Royce da Presidência é tão atualizado quanto a frota em circulação nas ruas de Havana. Uma "máquina do tempo", por assim dizer.

  2. Rosa disse:

    Mas no Rolls Royce tem onde colocar a alfafa para ele e a esposa ancharem?!

  3. Moacir disse:

    Kalina certamente é por causa das fracções partidárias que fazem o posição a ele, o mais amado das pessoas de bem, certamente é o mais odiado dos bandidos. Pessoas de bem não tentam matar pessoa de bem.

  4. kalina disse:

    O mais amado com medo?

    • Valdemir disse:

      Se ele fizesse parte do mal e dos bandidos, com certeza, não estava correndo esse risco.

Sesed define detalhes da segurança para o Carnatal 2018; parte externa da festa contará com 600 policiais distribuídos nos quatro dias

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) se reuniu, nesta segunda-feira (10), com representantes da Destaque Promoções, organizadora do Carnatal, para discutir os últimos detalhes sobre o plano de segurança para a edição 2018 da micareta que começa na próxima quinta-feira (13) no Largo da Arena das Dunas.

Como vem ocorrendo nos últimos anos, a Sesed será responsável pela segurança na parte externa da festa, onde 600 policiais estarão distribuídos nos quatro dias. A Polícia Militar realizará patrulhamento em áreas estratégicas. Já a Polícia Civil estará com uma Delegacia Móvel abaixo do Viaduto Estaiado Dom Eugênio Sales, na Prudente de Morais, além de outra às margens da BR-101, na área de acesso dos portões M, N, O e P. Na quinta e sexta-feira, o funcionamento das unidades será das 18h às 6h do dia seguinte e no sábado e domingo será das 16h às 4h.

Para este ano, a Sesed conta com uma novidade para a população. O aplicativo Alerta Cidadão, já disponível na Google Play para celulares android, foi desenvolvido pela própria Sesed para ajudar o cidadão na recuperação de um celular roubado ou furtado.

“Nós conseguimos prender os receptadores, mas muitas vezes não sabemos quem é o dono do celular, em alguns casos são turistas que fazem o BO e vão embora. Mas agora, com o aplicativo, conseguindo recuperar o aparelho e devolver para o seu legítimo dono”, destacou a secretária da Segurança do RN, Sheilas Freitas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zezinho disse:

    No dia a dia ninguém vê esses 600 policiais nas ruas.

  2. Breno disse:

    Quando uma atividade privada usa o poder público pra ganhar dinheiro.

    • LULADRÃO disse:

      Pura verdade. É incrível a incompetência dos órgãos fiscalizadores que nada fazem para impedir isso.

PROTESTO – COMBUSTÍVEIS: principais reflexos da paralisação pelo país já atingem transportes, alimentos, segurança e outros

Por interino

Dezenas de caminhões parados no acostamento e em um posto em Seropédica (Foto: Reprodução/TV Globo)

Pelo 4º dia seguido, nesta quinta-feira (24), caminhoneiros fazem manifestações em 25 estados mais o Distrito Federal causando reflexos por todo o país. Os atos são contra a disparada do preço do diesel que faz parte da política de preços da Petrobras, em vigor desde julho.

Entre as consequências estão a redução nas frotas de ônibus em várias cidades, inclusive, capitais; a disparidade de preços nos postos de combustíveis – valores variam R$ 2,10 a R$ 10 -, mas em alguns estabelecimentos já há falta, além de grandes filas; o desabastecimento em supermercados, principalmente de hortifrutigranjeiros; hospitais suspenderam procedimentos por conta de falta de medicamentos; fábricas de diversos segmentos pararam suas produções; há possibilidade de racionamento de energia em Rondônia e falta de água no RJ. Aeroportos funcionam normalmente.

Veja os principais reflexos da paralisação pelo país:

Transportes

Redução nas frotas de ônibus em várias cidades, inclusive, capitais
Em São Paulo, protestos bloqueiam Régis Bittencourt, Fernão Dias e Imigrantes
No Rio de Janeiro, BRT só pôs metade da frota nas ruas
Em Santos (SP), acessos aos terminais estão fechados
Só 50% da frota de ônibus circula no Grande Recife
Porto de Ladário, às margens do rio Paraguai, está parado em MS
Correios suspenderam a entrega de alguns tipos de Sedex com data e horário agendados
Aeroporto de Brasília adotou “contingenciamento de combustível”
Aviões que saíram do Recife e Brasília pararam em Salvador para abastecer antes de seguir viagem para Portugal
Bloqueios dificultam entrega de produtos químicos no RJ e há possibilidade de faltar água
Barcas suspendem viagens no Rio; e RioÔnibus informa que quase 1/3 da frota está parada
Nova Mamoré (RO) enfrenta dificuldades com a distribuição de água mineral
Porto Velho (RO) com frota reduzida de ambulâncias
Porto de Paranaguá diminui operações de granéis em 27%
Ambulâncias de Castanhal (PA) estão sem combustível

Alimentos

Comércio já sofre com o desabastecimento de alimentos, principalmente hortaliças
95% dos legumes já estão em falta na Ceasa do RJ
Saco de batata sobe 650% na Ceasa do DF; tomate aumenta 230%
Em Pernambuco, quilo da batata inglesa subiu de R$ 2 para R$ 8
30 mil litros de leite estão sendo descartados por dia em Barra Mansa (RJ)
Ceasas de Campinas estimam prejuízos de R$ 25 milhões
CeasaMinas está sem ovos
Produtores descartam leite em pista e acostamento da MG-050
Peixaria do DF usa avião para abastecer lojas
Ceasa de MT está sem mercadorias
Frigoríficos estimam que os prejuízos já superam os R$ 200 milhões com as exportações

Combustível

Preço da gasolina chegou a R$ 10 no DF
Em Recife, gasolina é vendida a R$ 9
Em Ribeirão Preto (SP), valor chegou a R$ 6
No DF, bloqueio impediu distribuição de gasolina
No RS, falta gasolina em pelo menos 21 municípios
90% dos postos do RJ já estão secos
No PR, combustível para ônibus e ambulâncias são escoltados

Saúde

Em SC, hospitais suspenderam procedimentos por falta de medicamentos
Saúde pública pode ser prejudicada em 94 municípios de MG
Energia
Em Rondônia, haverá racionamento de energia em Buritis
No Rio, Light restringe atendimento por falta de combustível

Segurança

Em MG, as viaturas reduziram o deslocamento, mantendo o policiamento em pontos de base
Carros do Corpo de Bombeiros do DF podem parar “a qualquer momento” já que os postos conveniados estão sem combustível

Indústria

Atividades da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce foram paralisadas
Em Dourados, a empresa Laticínio Cambi reduziu a produção por falta de leite suficiente
Em Chapecó (SC), a Aurora começou paralisação de dois dias
Unidades BRF de Concórdia (SC) e Itapiranga (SC) também suspenderam o abate

Educação

Ubá (MG) suspendeu parte das aulas
Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ) suspende aulas

Lixo

Suspensa a coleta em Passos de Minas
Coleta de lixo prejudicada em Florianópolis e São Joaquim

Na noite de quarta, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto que elimina a cobrança de PIS-Cofins sobre o diesel até o fim de 2018. A medida foi aprovada para tentar conter a paralisação dos caminhoneiros. Eles protestam contra os sucessivos aumentos no preço do diesel, motivados pela política de preços da Petrobras, que determina o valor da venda dos combustíveis aos distribuidores com base na oscilação do preço do petróleo no mercado internacional e na variação do dólar.

A Petrobras já informou que não mudará a política de reajustes. Mas na noite desta quarta anunciou uma redução de 10% por 15 dias no preço do diesel vendido pelas refinarias como um “gesto de boa vontade” para dar solução à crise motivada pelo movimento dos caminhoneiros.

Com informações do G1

Segurança: Governador reúne Polícia Civil para tratar de concurso, estatuto e plantão em Assu

Foto: Demis Roussos

Por interino

O governador Robinson Faria se reuniu nesta segunda-feira, 21, com representantes dos delegados, agentes e escrivães da Polícia Civil. A reunião tratou da realização de concurso público para as três carreiras, promoções, reestruturação do estatuto da categoria e implantação do plantão policial em Assu para atender os municípios do Vale do Açu e parte da região Oeste.

Ficou definido que a Procuradoria Geral do Estado e a Secretaria de Administração irão incluir as vagas dos policiais exonerados no concurso. Hoje há 302 cargos vagos na Polícia Civil contabilizando delegados, agentes e escrivães que se aposentaram ou faleceram. Este número poderá ser ampliado em mais 36 cargos com a inclusão das vagas abertas pelos exonerados.

O pagamento das promoções e a correção de distorções terá andamento e também será condicionada à disponibilidade financeira e às normas da Lei de Responsabilidade Fiscal. Em relação à reestruturação do Estatuto os entendimentos serão iniciados visando a definição do novo regramento. O funcionamento em regime de plantão da delegacia de Assu será definido compreendendo o período da sexta-feira à noite até a manhã da segunda-feira.

“Estamos dialogando, ouvindo a categoria e encaminhando soluções. O RN e o Brasil enfrentam uma forte crise e precisamos adequar o atendimento às reivindicações ao que for possível e suportado pelo Estado, tudo dentro da Lei”, afirmou Robinson Faria.

A reunião contou com a presença do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Expedito Ferreira de Souza, da secretária de estado da Segurança Pública e Defesa Social, Sheila Freitas, da delegada geral de Polícia Civil, Adriana Shirley, delegado geral adjunto da Polícia Civil, Gustavo Santana, da presidente da Associação dos delegados da Polícia Civil, Paoulla Maues, presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Nilton Arruda, presidente da Associação dos Escrivães da Polícia Civil, Roberto Moura, delegado de Assu, Cidorgeton Pinheiro, dirigentes das instituições e do deputado estadual Raimundo Fernandes, representando a Assembleia Legislativa.

 

Robinson reconhece que percepção de segurança precisa melhorar

por Dinarte Assunção

O governador Robinson Faria comemorou os números que apontam redução da criminalidade no carnaval do Rio Grande do Norte.

Em outros cenários, citou que houve redução de furtos e roubos em 58% em Natal a partir de agosto do ano passado.

Mas foi confrontado: então, o que falta para aumentar a percepção de segurança?

Paciência. Ele admitiu que a percepção não está andando com a queda na criminalidade, mas explicou que a evolução do quadro atual resultará na sociedade perceber que a segurança está melhorando.

Aguardemos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    No meio militar aprendemos que a culpa é sempre do comandante. E ele é o Comandante deste Estado. O que se sabe é que o Governador é muito mal assessorado. Tem muita gente que quer entender de tudo e dá pitaco sobre o que não entende ou compreende. Mas a culpa é do governador, pois ele é quem escolhe seus auxiliares. É um governo "barata tonta", pois faz e desfaz ao que ele mesmo mandou. Infelizmente o governador demonstra que não está preparado para cargo como este que ocupa. Comandante fraco, Estado fraco, tropa fraca. Um caos.

  2. Ermeson disse:

    Se perdeu, mal assessorado e não ouve os verdadeiros operadores de segurança…tendência a naufrágio…

Governadores do Nordeste articulam proposta conjunta sobre segurança na região para Michel Temer

Os governadores da região Nordeste pretendem definir uma proposta conjunta e vão levar ao presidente Michel Temer para que seja adotada na região como medida para a área de segurança pública, informou a Tribuna do Norte.

Os governadores pretendem apresentar ao presidente uma pauta comum de ações emergenciais, que precisam do apoio do governo federal, no combate à violência nos estados.

A partir do anúncio da criação do Ministério da Segurança Pública pelo presidente da República, Michel Temer, os governadores tomaram a iniciativa de articula essa proposta. Eles definiram que vão se reunir em João Pessoa (PB), em breve, a fim de debater a questão do  combate a criminalidade nos nove estados nordestinos.

A data ainda não está agendada, mas o governador do Rio Grande do Norte,
Robinson Faria (PSD) confirmou que “nos próximos dias” participará da reunião na capital da Paraíba, a fim de tirarem uma proposta conjunta para melhorar a questão da segurança pública nos estados do Nordeste, “que sempre se reúnem a cada dois meses” para uma discussão sobre a solução dos problema dos seus estados.

Você já pode programar a volta do Carnaval e seguir essas dicas de segurança

Programe-se para volta do carnaval e siga essas dicas de segurança

Toda a volta de feriado é um grande desafio. Você pode escolher um horário para voltar tranquilamente, ou ter a má sorte de ficar preso em um congestionamento, correndo o risco de passar por situações nada agradáveis como arrastões e assaltos nas rodovias.
Confira abaixo as dicas de Marcos Roberto Araújo, especialista em segurança do GRUPO GR.

– Consulte o movimento das estradas, evitando pegar congestionamentos;

– Evite pegar a estrada de madrugada;

– Dirija com os vidros fechados, usando o sistema interno de ventilação e portas travadas;

– Não deixe os seus documentos no porta-luvas;

– Evite também deixar à mostra (ou mesmo sob os bancos) embrulhos, pastas e bolsas – o ideal é colocá-los no porta-malas do carro.

– No carro, evite adesivos, placas ou crachás que identifiquem o local onde você mora ou costuma frequentar;

– Ao parar, fique atento ao retrovisor de seu carro e mantenha o veículo engatado em 1ª marcha e distante do carro da frente o suficiente para arrancar, em caso de emergência;

– Se perceber estar sendo seguido por outro veículo, procure agir com naturalidade e dirija-se para ruas movimentadas;

– Ocorrendo uma leve colisão na traseira do seu veículo e se você desconfiar de algo, se dirija até um local movimentado e procure uma viatura ou posto policial;

– Jamais dê carona a estranhos e não pare para auxiliar outros motoristas em locais ermos e horário avançado;

– Se um dos pneus esvaziar sem motivo aparente, não pare no primeiro momento, procure um lugar seguro para efetuar a troca;

– Não pare para discutir “fechadas” ou “batidinhas”. É comum que ladrões provoquem isso, só para assaltar;

ATENÇÃO: Cuidado com falsos mecânicos, sempre solícitos, que aparecem “milagrosamente” para ajudá-lo em locais ermos, tão logo seu carro entre em pane. Sinalize seu carro e peça apoio para a primeira viatura de polícia que cruzar por você.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joca disse:

    Engarrafamento da BOSTA …perguntei a três parasitas da STTU por que eles não interviram no trânsito para fazer o escoamento….os inteligentes disseram que é competência da PRE…que ali NÃO EXISTE…vergonha para um estado turístico em altíssima temporada….SEUS INTELIGENTES APRENDEM A FAZER TURISMO COM O PESSOAL DE GRAMADO/RS

  2. Joca disse:

    Kkkk viatura ???? mais fácil ganhar na mega sena,em ponta negra que é o maior polo turístico do estado eu passei 2 dias e NÃO AVISTEI UM INFELIZ DESSES

  3. Heineken disse:

    Sinalize seu carro e peça apoio para a primeira viatura de polícia que cruzar por você. kkkkkkk
    Traduzindo: Morra onde seu carro der pane kkkkkkk
    A policia informou q voltou a operar, mas num vejo uma viatura sequer, blitz no carnaval? onde tem para eu passar?

Parnamirim ganha Secretaria de Segurança Pública

A Prefeitura de Parnamirim divulgou em publicação dessa sexta-feira (29) do Diário Oficial do município a criação da Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Social e Mobilidade Urbana. A lei que estabelece a criação da nova pasta foi aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo Prefeito Rosano Taveira.

O documento informa que fica transformada a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte – SETRA, em Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Social e Mobilidade Urbana – SESDE, que englobará, em sua estrutura, tanto os assuntos relativos à segurança pública, quanto aqueles relacionados ao trânsito.

A publicação traz ainda as principais atribuições da nova pasta. Entre elas estão: a propisição de uma política de defesa social do município, com ênfase na prevenção da violência e realização de programas sociais; promoção e articulação nas instâncias federal e estadual e a articulação dos demais órgãos da administração com a sociedade.

Para o Prefeito Rosano Tveira, a criação da Secretaria de Segurança Pública é um passo muito importante para o município. “A área de segurança é uma das prioridades da minha gestão. Acompanhei de perto todos os trâmites necessários para que chegássemos até a esse momento e posso dizer que Parnamiirm está no caminho certo”, destacou Taveira

Titular da nova secretaria, o Coronel Marcondes Pinheiro declarou que próximo passo será a elaboração de um edital para a abertura de um concurso público e assim, colocar a Guarda Municipal em funcionamento.

Maioria dos potiguares apontam falta de segurança como o maior problema do Estado

Na parte administrativa da pesquisa Consult/Fiern, os entrevistados apontaram como os maiores problemas do Rio Grande do Norte a “Segurança/Violência/Falta de Policiamento” (39,8%), “Saúde/Greve na Saúde/ Falta Remédios e Médicos” (20,5%), “Água” (10,8%) e “Desemprego” (8,4%).

Já no âmbito do projeto de desenvolvimento MAIS RN, da Federação das Indústrias, a pesquisa quis saber quais as iniciativas mais importantes a serem trabalhadas pelo setor público. “Água no Sertão”, com 71,8% lidera a preferência. Em seguida vem “Melhoria da Qualidade do Ensino Público de Nível Médio”, com 55,5%; “Melhoria na Rede de Transportes”, 12,2%, “Nova Política Industrial”, 7,8%, e “Desburocratização”, 5,2%

Entidade exige devolução de agentes de segurança do RN cedidos a outros órgãos

Fórum de Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Foseg-RN) – entidade que reúne as instituições de segurança pública que atuam no estado – apresentou ao Gabinete Civil do governo a proposta que busca a realização de um censo, uma auditoria a ser feita pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), para que o próprio estado saiba quantos são e onde estão cedidos os agentes de segurança que não estão trabalhando diretamente no combate à criminalidade. O objetivo é acabar com os casos de desvio de função.

Leia matéria completa http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/pm-troca-tiros-com-assaltantes-durante-perseguicao-e-recupera-carro-roubado-em-natal-veja-video.ghtml

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. jo disse:

    Deveriam fazer isso com os professores também. Há inúmeros casos de cedidos, quando deveriam estar em sala de aula

  2. JUNIOR PINHEIRO disse:

    ISSO SÓ PODE SER BRINCADEIRA, FÓRUNS, PROMOTORIAS , ASSEMBLÉIA POR QUE LÁ TEM FUNCIONÁRIOS DEMAIS DAÍ PRECISA DE POLICIA PRA ORGANIZAR A FILA DE BATER PONTO… E POR AÍ VAI….!!!!!!

  3. Romualdo disse:

    O Governo baixa um Decreto num dia e no outro começa as cessões facilmente observáveis no Diário Oficial do Estado.
    Se o MP pegasse os Diários Oficiais desde a edição do último decreto, veria a quantidade de Cessões pra tudo quanto é canto do mundo. Excetuando-se por questão de justiça os casos dos termos de permuta.

  4. Indignado disse:

    Seria ótimo ver policiais de todos os níveis funções e hierarquias trabalhando nas suas instituições de origem e nas suas funções fim. Conheço muitos que nunca puseram os pés nos quartéis ou delegacias. Políciais do AR!(condicionado). Polícia para quem precisa!

  5. Potyguar disse:

    Desde o começo do Governo atual que se fala nisso e ninguém toma uma providência. É muita falta de proatividade, verdadeira palhaçada !

  6. Luiz Fernando disse:

    Só o Judiciário tem um verdadeiro batalhão a sua disposição, em seguida vem a Assembleia

  7. JCabral disse:

    Sem sentido… seria apenas realizar no comando geral e na DEGEPOL e estaria resolvido, mas já houve um no ano passado, onde todos os servidores aposentados, pensionistas e ativos, fizeram e relataram se estavam cedidos ou não!!!!