Médico diz que não volta para Cuba: ‘Fico no Brasil nem que tenha que recolher lixo ou varrer rua’

Adrian Brea Sánchez chegou ao Brasil em março de 2017 e tinha um contrato de três anos assinado com a Opas Foto: Arquivo pessoal / O Globo

Na tarde dessa quinta-feira, o médico cubano Adrian Brea Sánchez, de 30 anos, recebeu em sua caixa de email a mensagem que tanto temia. O governo cubano marcou para o próximo dia 5 o voo de retorno dele para Cuba. Segundo o comunicado, a passagem aérea será enviada na véspera da viagem e ele terá que se apresentar no aeroporto de Brasília.

Sánchez está a mais de mil quilômetros de distância da capital federal. Desde que chegou ao Brasil em março de 2017, vindo de Santiago de Cuba para trabalhar no programa Mais Médicos , ele vive em Pirapetinga, um município de cerca de 10 mil habitantes em Minas Gerais. Até ontem, o cubano diz que era o único médico de família da cidade, quando foi avisado pela secretaria de saúde municipal que seria desligado do programa por ordem da Organização Pan Americana de Saúde (Opas). Ele já decidiu que não atenderá à convocação do governo de seu país.

Indignado, Sánchez rompeu o silêncio e deu uma entrevista ao GLOBO nesta tarde. Ela fez duras críticas a Opas e ao governo cubano e diz que ficará no Brasil nem que tenha que “trabalhar recolhendo lixo ou varrendo rua”. Ele afirma não acreditar mais no governo cubano e, diferentemente da maioria dos médicos da ilha que estão no Brasil, diz não temer represálias.

Com informações de O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    De 8 mil encontraram 3 q nao querem voltar?
    Patético.

  2. Arnaldo disse:

    Melhor Jair pagando o que Cuba gastou com tua formação, já que quer ser coerente.

  3. Pedro disse:

    Agora para fechar esse episódio sórdido patrocinado pelo PT e Cuba, via OPAS, só falta dizer que o Senhor citado na entrevista não é médico.

    • M.D.R. disse:

      O PT, passou o tempo todo mentindo e fazendo acordo debaixo do pano, praticando atos que prejudica os profissionais de boas intenções.

  4. LULADRÃO disse:

    Na verdade quem deveria ir para Cuba seriam todos os petistas. Imagine você sair de uma democracia para retornar para uma ditadura sanguinária. No regime comunista a pobreza é socializada e a riqueza é do ditador e de seus babões.

COMENTE AQUI