DRAMA: Médico cubano desempregado tenta vaga de gari, mas é recusado no Piauí

Foto: Reprodução

Um grupo de 48 médicos cubanos que decidiu ficar no Piauí depois que o governo de Cuba decidiu se desligar do Programa Mais Médicos, do governo brasileiro, está desempregado e enfrentando dificuldades para se manter no estado. Um deles, Raymel Kessel, 39 anos, contou ao G1 que tentou vaga de gari, mas não foi admitido porque tem formação em medicina.

Raymel chegou à cidade de Ilha Grande em 2014 e contou ao G1 que foi bem acolhido pela população da cidade, mas mesmo sendo querido, não consegue emprego.

“Não é fácil achar emprego porque quando colocamos no currículo que somos médicos, ninguém quer nos contratar. Eu até procurei trabalhar no carro de lixo e não foi aceito porque diz que médico não faz esse tipo de trabalho”, lamentou.

 G1
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. EMANOEL DIAZ disse:

    Venha pra o RN aqui tem trabalho digno pra ele
    Pelo menos uma vaga de motorista

  2. Couros disse:

    O Piauí é governado pelo pt, portanto esse cidadão Cubano não arruma vaga lá nem pagando!!!!

    • Papo_Reto disse:

      Vc é burro ou se faz?

    • Direita disse:

      Pagando acho que o PTralha no nord est pega valores muitos mais da aquelo oferedo rsrsrs o PT faz as reuniao de partido na cadeia kkkkkkkkkk burro ÷ quem vota em um outro burro PT rsrsrs

  3. A vida como ela é disse:

    Se realmente é médico, faça o revalida.
    Por aqui todo auxiliar de enfermagem sabe medir a pressão, aplicar injeção, ver os batimentos cardíacos, fazer curativo…
    Mas se ele é do paraíso democrático de Cuba, qual a razão de querer ficar aqui? Lá não existe tudo de melhor para o povo? Lá todos não são iguais? todos tem tudo, vida digna, trabalho, casa, transporte público, comida, saúde, educação da melhor qualidade?

    • Amo os Minions disse:

      Por isso que o caos impera, os deuses do Olimpo não sabem fazer o básico e esperam que a população se lasque para lucrar com procedimentos caros. Recomendo que leiam sobre atenção primária à saúde para entender o porquê do médico saber verificar um pressão durante a consulta, aliás ele deve saber usar um estetoscópio, esfigmomanômetro, fazer anamnese, exame físico etc. Enfim, gostaria muito de ser atendido por um médico brasileiro, patriota, dessa forma.

    • Larissa disse:

      Julgue menos a vida dos outros e não chame quem você não conhece de incapaz. A prova não tem todo mês, desde 2017 não é aplicada e não tem previsão, como você quer que ele faça se não tem?

  4. Rafael disse:

    Seria muito simples exercer a profissão dele, bastaria fazer o revalida.

    • Halina disse:

      O problema é que o revalida está em processo de reformulação e sem previsão de quando ocorrerá.

    • Joilson disse:

      O percentual de cubanos aprovados foi de pouco mais de 28%. O de brasileiros formados no exterior, pouco mais de 20%. Acho que o problema não se restringe aos cubanos. Não sei como funciona o revalida, mas para efeito de comparação, guardadas as devidas proporções, o exame da OAB costuma reprovar em massa os candidatos, que precisam acertar apenas o ponto de corte para passar. O problema real sequer é discutido – pq é necessário importar médicos de outros países?

Escassez de comida leva a longas filas e desespero em Cuba: ‘A gente quase se mata para comprar uma língua de porco’

Fila para entrar em supermercado dá a volta no quarteirão na capital cubana — Foto: @LENNIERLOPEZ

Segundo o jornal cubano independente ‘El Estornudo’, a polícia prendeu quem tirou fotos das filas nos supermercados, como aconteceu com o autor desta imagem — Foto: BELO PCRUZ / CORTESÍA EL ESTORNUDO

Maydelis Blanco Rodríguez, uma cubana de 32 anos, diz que toda manhã, quando acorda, só pensa em uma coisa: “O que vou dar de comer ao meu filho hoje?”

“É uma situação muito desesperadora, você se sente muito impotente porque nem com dinheiro consegue as mercadorias”, diz ela à BBC News Mundo, serviço em espanhol da BBC, por telefone de Havana.

Desde o fim de 2018, Cuba, que ao longo da história sofreu uma série de crises econômicas, enfrenta uma escassez generalizada de alimentos e produtos de higiene (como sabonete e pasta de dente), que se agravou nos últimos meses.

As autoridades atribuem o desabastecimento ao embargo e medidas dos EUA contra a ilha, especialmente às novas sanções do presidente americano, Donald Trump.

“Esta situação tem entre suas causas o recrudescimento do bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos e o aumento das perseguições financeiras”, afirmou o presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, durante uma reunião da Comissão Agroalimentar do Conselho de Ministros de Cuba em abril.

“Além da quebra de equipamentos e outros problemas internos, a falta de alguns produtos nos mercados se deve a essas medidas unilaterais promovidas pelo governo dos EUA, o que também provocou a redução de crédito de financiamento”, afirmou.

Como reação, o governo anunciou neste mês um plano de racionamento “temporário” para “conseguir maior equidade na distribuição de alguns produtos” e “evitar a acumulação compulsiva”.

Desde então, comprar salsicha, frango, arroz, ervilha, feijão, ovo ou óleo se tornou um desafio diário para muitos cubanos, além de motivo de discussão e pancadaria.

“Eu tenho pesadelo com as filas. Há fila para tudo. Você perde a vida nas filas”, diz Blanco Rodríguez.

Enquanto isso, fotografias de frigoríficos vazios, de filas imensas vigiadas por policiais e agentes de segurança (alguns com armas de alto calibre) e até mesmo de confrontos entre cubanos para comprar produtos como frango, começaram a circular nas redes sociais de Cuba, às quais cada vez mais pessoas têm acesso.

Mas, apesar de as imagens do desabastecimento na capital terem mais visibilidade, a situação em algumas províncias do interior da ilha parece estar pior, segundo vários cubanos relataram à BBC News Mundo.

“Outro dia eu estava na fila porque conseguiram cabeça, pata e língua de porco, e dois homens começaram a se agredir. A polícia teve que intervir. É incrível que depois de 60 anos da revolução, as pessoas quase se matem para comprar uma língua de porco”, diz Pinar del Rio Teresa García, de 86 anos.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rick disse:

    Petralho-chavista detectado. Albendazol nele!

  2. Cigano Lulu disse:

    Fatão, manda buscar os 'cumpanhêru' cubanos pra cá. Sob seu governo, o RN é a cara da riqueza.

  3. Walsul disse:

    Diarreia mental expelida nesses comentários. É tudo que os bolsominions pode oferecer.

  4. Fabia Rejane disse:

    Os cubanos poderiam comprar mantimentos de outros países que não os Estados Unidos.
    Não compram pois são caloteiros.
    Não pagam.
    Os países agora só admitem vender em dinheiro vivo.
    E ficam acusando o embargo americano.
    Ainda por cima, acabou a mamata do Brasil a financiar a ditadura comunista cubana.
    Essa crise no paraíso socialista também deve ter como ingrediente o fim da era PT.

  5. Roberto disse:

    País junto com a Venezuela que os cientistas, notáveis, artistas e intelectuais junto com a petralhada, se espelhavam na prática políticas, econômica. não sei porquê chegaram a esse nível de crise, diferentemente de quando eles eram os mandatários, e o país era tido como próspero, e que estavamos no caminho certo. Ou será que estavam nos enganando?

  6. Irany Gomes disse:

    Os eswuerdopatas que tanto elogiam Cuba, deveriam ir para lá de mala e cuia, ao contrário, vão gastar o dinheiro de propinas em Paris, Barcelona, Roma, Mônaco, Nova York e por aí vai…

  7. #Lula Na Cadeia sempre disse:

    Mas não é o país MODELO PARA OS VERMES PTRALHAS???

  8. Victorino disse:

    Folha de S.Paulo – Fortuna de Fidel entra na lista da 'Forbes' – 14/07/97

    das agências internacionais

    Bill Gates, dono da Microsoft, dobrou seus bens no último ano e agora tem US$ 36,4 bilhões, confirmando pelo terceiro ano consecutivo sua posição de empresário mais rico do mundo.
    A informação é da revista norte-americana "Forbes", que chega hoje às bancas com sua lista anual dos homens mais ricos do mundo.
    A classificação deste ano tem uma novidade em relação às anteriores. Foi criada uma nova categoria ("Reis, rainhas e ditadores"), pois, segundo a "Forbes", essas fortunas são resultado mais de herança política do que esforço econômico.
    Segundo a "Forbes", nos últimos 12 meses, a fortuna de Bill Gates aumentou em US$ 18 bilhões, atingindo o maior valor já registrado pela revista nos 11 anos em que o ranking dos homens mais ricos do mundo é publicado.
    O segundo lugar é ocupado pela família Walton, dona da cadeia de varejo Wal-Mart, que chegou há dois anos ao Brasil. Calcula-se em US$ 27,6 bilhões a sua fortuna atualmente.

  9. Gustavo disse:

    Os comunistas sempre colocam a culpa nos outros para os fracassos de seuodelo econômico, sua incompetência e seus desmandos.
    O.paraiso socialista na Terra sucumbe. O projeto do foro de São Paulo fracassou e a ilha prisão não tem mais vizinhos subalternos.
    É inconcebível como ainda há tolo que acredita no modelo socialista. Inventam mentiras para justificar sua crença e admiricaitpatologica do mal, de ditaduras, idolatria de bandidos e assassinos.
    Se a culpa é do cargo americano, então esses alucinados admitem que é a falta de capitalismo que arruína Cuba? E amis, se a culpa é do cargo americano, como justificar o ocaso da União Soviética?
    O comunismo é um erro em si mesmo. Um modelo imaginado por um sociopata que desprezava a própria mãe.

  10. Anti-Comunista disse:

    AS CUBANAS TEM QUE PEDIR ARREGO NOS ESTADOS UNIDOS.

  11. Victorino disse:

    Esse é o país que os PeTralhas amam, não para aquela massa chamada “companheiro”, mas para a massa de manobra, os alienados, eles gostam de gastar o dinheiro fácil no país do Donal Trump, que eles dizem ser fascista, pergunta onde os filhos deles estudam.

  12. Ricardo disse:

    É gopi, é gopi, é gopi e é gopi.

  13. Lino disse:

    Aí é de quebrar o C… com uma pedrada um negócio desses.
    É o modelo do bicho de 19 dedos.
    Queria implantar aqui.
    Isso tem cabimento??

  14. Cidadão disse:

    E manda só de ida… sem volta…

  15. Papudim disse:

    mandem os ParTidos vermelhos pra Cuba ou Venezuela… eram assim eles queriam transformar o Brasil…

  16. Flávio A disse:

    Estão guardando os mantimentos para os PETRALHAS BRASILEIROS que deveriam ir para lá e deixar o Brasil crescer.coisa inclusive que dúvido muito com esse Presidente sem norte e nem prumo que elegemos. Quem realmente está dando as cartas no Brasil é o MAIA do RJ,sabidão todo!

  17. Severino Carnegie-Rockfeller disse:

    O embargo é só americano. Cuba tem liberdade de comercializar com todos os demais países do Mundo. Só não faz em quantidade porque socialismo é sinônimo de ineficiência econômica (e não me venham com a mistificação do 'socialismo escandinavo'. Esses países são dos mais livres para se empreender e começaram a fazer graça no weflare DEPOIS que ficaram ricos).

  18. Netto disse:

    Petralho-chavista botando a culpa da desgraça cubana nos americanos em 3… 2.. 1…

  19. NOVO BRASIL disse:

    Muito triste. Cadê os petistas para um depoimento sobre o regime de Cuba.

FOTOS: Fim de semana marcou a interrupção da polícia com prisões da marcha LGBT em Cuba

Policiais em traje de civis prendem ativista que participava de marcha em favor dos direitos da comunidade LGBT, em Havana, no sábado (11) — Foto: Ramon Espinosa/ AP

Polícia cubana deteve ativista dos direitos dos homossexuais durante manifestação em Havana, no sábado (11) — Foto: Ramon Espinosa/ AP

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Curioso disse:

    Dizem que Che Guevara, o herói da Revolução Cubana, odiava homossexual. Só o que vejo é homossexual com camisa do Guevara.

  2. Realista disse:

    Cuba representa uma outra esquerda, menos preocupada com "pós-modernismo" e mais preocupada com meios de produção. O excelente "Antes do anoitecer " retrata o ditador mandando os gays e quem fosse contrário para os "gulags" cubanos.

  3. Ricardo disse:

    É gopi, é gopi,é gopi e é gopi.

  4. #Lula na cadeia sempre disse:

    Os ratos PTralhas não idolatram esse governo??? Quero ver os bicho grilo🚬 defender os cubanos

  5. Delano disse:

    Tá na hora de chamar esses. Cubanos pra administrar a UFRN e o ifrn

  6. Leonardo Marques disse:

    Aguardando o comentário dos apoiadores do regime político maravilhoso e democrático de Cuba.
    Não fiquem escondidos, abram seu coração, falem de como a democracia de Cuba é igualitária.
    Lá todo mundo é livre e igual, vamos pessoal, joguem as flores em seus ídolos…

Vários artistas de Cuba são detidos antes de protesto contra decreto que censura cultura

Tania Bruguera protestou contra decreto de governo de Cuba no Facebook Foto: Reprodução/Facebook

Vários artistas foram detidos em Havana ao tentarem organizar um protesto contra um novo decreto que, segundo eles, arrisca restringir a criatividade e aumentar a censura da cultura em Cuba. Tania Bruguera, a mais conhecida do grupo, foi pega por agentes ao sair de casa pela manhã de segunda-feira. Segundo a mãe da especialista em performances, Argelia Fernández, a detenção ocorreu antes de a filha ir ao Ministério da Cultura do país, local marcado para a manifestação.

Publicado em julho, o texto proíbe artistas, sejam eles músicos ou pintores, de “oferecer os seus serviços” em espaços públicos, incluindo casas de espetáculo privadas, sem autorização governamental. Tania, que já havia sido detida no passado por criticar publicamente o governo socialista, foi liberada na noite de segunda-feira, segundo Fernández. A artista decidiu ir direto para o ministério em protesto contra a detenção de colegas.

“Tudo o que posso fazer é mostrar solidariedade”, escreveu Bruguera no Facebook ao posar para um foto com uma camisa de estampa: “Não ao Decreto 349”. “Se me detiverem, entrarei em greve de fome e sede.”

A artista foi detida novamente na noite do mesmo dia, segundo Iris Ruiz, atriz e coordenadora da campanha contra o decreto, um dos primeiros textos legislativos a serem assinados pelo sucessor de Raúl Castro no comando de Cuba, Miguel Díaz-Canel, que assumiu o poder em abril.

“À noite Tania publicava esta mensagem. Pouco tempo depois, era presa por policiais a poucos passos do Ministério da Cultura de Cuba. Não sabemos onde (ela) se encontra. Começam a passar reportagens na televisão nacional a 72 horas de implantar como lei o Decreto 349 e, da mesma maneira, começam os atos difamatórios contra os artistas que discutem esse decreto. Seguem sem dialogar e seguem os artistas presos”, lê-se em publicação na rede social de Tania.

Fernández destacou à agência Reuters que não tem meios de localizar a filha porque seu celular parece ter sido bloqueado pela segurança estatal. Detenções breves são respostas padrão para protestos de rua de oposicionistas em um país que desaprova a dissidência pública e vê os dissidentes como mercenários movidos pelos Estados Unidos para subverter o governo.

O Decreto 349 deve entrar em vigor na sexta-feira. Com isso, manifestantes decidiram intensificar a campanha com protestos a semana toda nos degraus do Ministério da Cultura. O movimento inclui leituras de poesia e performances.

A lei atualiza um decreto anterior às reformas promovidas pelo ex-presidente Raúl Castro em 2010, que exigia autorização apenas para espaços geridos pelo Estado. Desde então, o governo tolerou que artistas apresentassem seus trabalhos de forma autônoma em espaços privados, como parte de uma reforma econômica, política e social mais ampla. A maior independência dos artistas cubanos, sustentada também por um acesso maior à internet e à liberdade para viajar, levou a um florescimento cultural. Estúdios musicais independentes e galerias de arte prosperaram.

Segundo a atriz Iris Ruiz, seu marido, o poeta Amaury Pacheco, e outro artista foram detidos ao chegarem juntos ao ministério na manhã de segunda-feira. Três outros colegas que também se encaminharam ao local, como o líder do movimento Luis Manuel Otero Alcantara, não foram localizados. A suspeita de Ruiz é de que tenham sido detidos. O celular de Otero Alcantara só dá desligado.

Embora poucos artistas cubanos tenham se mobilizado publicamente contra o decreto, o desconforto com a medida do governo é ampla na comunidade criativa da ilha e entre diplomatas de países ocidentais em Havana. A Anistia Internacional classificou o projeto como “perspectiva distópica” para a classe artística cubana.

A autonomia de artistas na era Raúl Castro também tornou mais difícil para o regime garantir que os criativos pagassem impostos — muitos não o fazem — e controlar o setor cultural. As autoridades de Cuba insistem que o decreto visa a prevenir evasão fiscal e circulação do que considerarem ser cultura de mau gosto. Para o governo, o debate sobre o decreto foi manipulado por contrarrevolucionários. Alguns expositores temem que não consigam obter aprovação estatal em razão das exigências burocráticas, o que pode impossibilitar o seu próprio meio de sustento. Outros estão convencidos de que serão silenciá-los.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Minion hipócrita disse:

    Falou em Cuba os Minions ficam ouriçados, mas quando o Mico deles fala q vai acabar com o Minc, perseguir /eliminar esquerditas, os hipócritas aplaudem.
    Esse povo é pura contradição e mau caratismo.

  2. Rio disse:

    Cadê as viuvinhas do presidiário de nove dedos?? Não vejo uma postagem desses vagabundos nessa notocia.

  3. Everton disse:

    Eu quero ver o foguete que esta ilhota irá lançar.

  4. Luladrão disse:

    Deveriam ir morar nessa democracia: Chico Buarque, Caetano Veloso, José de Abreu e todos os outros artistas que apoiam o PT. É muito fácil bancar o esquerdista morando no Brasil e tendo todas as mordomias possíveis. Esquerda fajuta que apoia as ditaduras pelo mundo.

  5. Rosa disse:

    E aí Chico Buarque, Caetano, Gil, Marieta severo, Tico? Se pedirem a devolução da lei Rouanet e censurar vocês? Cabeças de bagres!

  6. Francisco de Assis Alves disse:

    Imagina, se fosse no Brasil…! Um ato democrático de tamanha grandesa.

  7. Ems disse:

    'Cuba é um paraíso socialista !!!"

  8. Eleitor disse:

    Isso aí era o que o PT queria trazer para o Brasil, trazido com os modelos da Venezuela, Colômbia, Cuba e outros países socialistas…. Os brasileiros merecem tal mordaça e privação de liberdade?

  9. HSA disse:

    Com a palavra os artistas de esquerda do Brasil.
    O que vcs acham disto?

    • Esquerda mi mi mi disse:

      Devem achar normal, se veio de Cuba tudo bem.
      Hipócritas!

  10. raimundo disse:

    ta ai o modelo democrático espelho da esquerda brasileira

Médico diz que não volta para Cuba: ‘Fico no Brasil nem que tenha que recolher lixo ou varrer rua’

Adrian Brea Sánchez chegou ao Brasil em março de 2017 e tinha um contrato de três anos assinado com a Opas Foto: Arquivo pessoal / O Globo

Na tarde dessa quinta-feira, o médico cubano Adrian Brea Sánchez, de 30 anos, recebeu em sua caixa de email a mensagem que tanto temia. O governo cubano marcou para o próximo dia 5 o voo de retorno dele para Cuba. Segundo o comunicado, a passagem aérea será enviada na véspera da viagem e ele terá que se apresentar no aeroporto de Brasília.

Sánchez está a mais de mil quilômetros de distância da capital federal. Desde que chegou ao Brasil em março de 2017, vindo de Santiago de Cuba para trabalhar no programa Mais Médicos , ele vive em Pirapetinga, um município de cerca de 10 mil habitantes em Minas Gerais. Até ontem, o cubano diz que era o único médico de família da cidade, quando foi avisado pela secretaria de saúde municipal que seria desligado do programa por ordem da Organização Pan Americana de Saúde (Opas). Ele já decidiu que não atenderá à convocação do governo de seu país.

Indignado, Sánchez rompeu o silêncio e deu uma entrevista ao GLOBO nesta tarde. Ela fez duras críticas a Opas e ao governo cubano e diz que ficará no Brasil nem que tenha que “trabalhar recolhendo lixo ou varrendo rua”. Ele afirma não acreditar mais no governo cubano e, diferentemente da maioria dos médicos da ilha que estão no Brasil, diz não temer represálias.

Com informações de O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    De 8 mil encontraram 3 q nao querem voltar?
    Patético.

  2. Arnaldo disse:

    Melhor Jair pagando o que Cuba gastou com tua formação, já que quer ser coerente.

  3. Pedro disse:

    Agora para fechar esse episódio sórdido patrocinado pelo PT e Cuba, via OPAS, só falta dizer que o Senhor citado na entrevista não é médico.

    • M.D.R. disse:

      O PT, passou o tempo todo mentindo e fazendo acordo debaixo do pano, praticando atos que prejudica os profissionais de boas intenções.

  4. LULADRÃO disse:

    Na verdade quem deveria ir para Cuba seriam todos os petistas. Imagine você sair de uma democracia para retornar para uma ditadura sanguinária. No regime comunista a pobreza é socializada e a riqueza é do ditador e de seus babões.

Posso até ser leviano, mas metade não volta para Cuba, diz Mourão sobre médicos

Vice-presidente da República eleito, o general Hamilton Mourão (PRTB) disse, nesta segunda-feira (19), que acredita que metade dos médicos cubanos que trabalham no Brasil no programa Mais Médicos não retornará ao país caribenho após o fim da parceria com o governo brasileiro, anunciada na última semana.

“Posso até ser leviano, mas acho que metade não volta, hein. Não sei, acho que eles gostam do nosso estilo de vida”, afirmou a jornalistas na saída do CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), em Brasília, onde funciona o gabinete de transição. Ele disse ainda que os profissionais que desejarem ficar poderiam continuar trabalhando no país: “O próprio presidente Bolsonaro já falou isso”

“Não sei quanto tempo vai levar para esses médicos saírem. Vamos lembrar que para eles serem desdobrados onde estão, tiveram o apoio das nossas forças armadas. Eles estão espalhados por todo o Brasil, são mais de oito mil, não é dar um estalido e todos eles vão se deslocar para um aeroporto e embarcar”, comentou Mourão.

Na última quarta-feira (14), o governo de Cuba anunciou o fim de sua participação no Mais Médicos. O país atribui sua decisão a questionamentos feitos pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), à qualificação dos médicos cubanos e ao seu projeto de modificar o acordo, exigindo a revalidação de diplomas no Brasil e a contratação individual.

Nesta segunda (19), Mourão diz que se reuniu com diversos grupos da transição, mas não detalhou aos jornalistas as discussões de nenhuma das reuniões.

Atualmente, o Mais Médicos soma 18.240 vagas, sendo que cerca de 2.000 estão abertas, sem médicos. Do total de vagas preenchidas, 8.332 são ocupadas por médicos cubanos, que vem ao Brasil por meio de uma cooperação com a Opas. Além destas, o país tinha 4.525 vagas ocupadas por brasileiros formados no Brasil, 2.824 brasileiros formados no exterior e 451 intercambistas (médicos de outras nacionalidades).

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 1.600 municípios que hoje fazem parte do Mais Médicos só tem cubanos nas vagas do programa. Não há informação sobre o total de médicos extras (contratados pelos próprios municípios) nestes locais

A expansão de cursos e vagas de graduação em medicina ganhou impulso nos últimos cinco anos. Dados do Ministério da Educação apontam que, desde 2013, ano da implantação do programa, foram criadas 13.624 vagas para formação de novos médicos no país.

Folha de São Paulo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sérgio disse:

    Não foi leviano não. Foi até modesto, pois acho que 90% não quer voltar.

ABSURDO: Médica cubana do Mais Médicos é estuprada em posto de saúde

est

Foto: Divulgação

Uma médica cubana do Programa Mais Médicos foi estuprada dentro de um posto de saúde no município de Capoeiras, agreste de Pernambuco.

Segundo a Polícia Civil do município, o crime ocorreu na última segunda-feira (1º).

Um homem armado com uma faca entrou no posto e anunciou um assalto. No momento do crime só estavam no local a médica e outra funcionária. Não havia seguranças na unidade.

Ainda segundo a polícia, os celulares das duas foram roubados. A funcionária foi isolada numa sala, e a médica violentada no consultório.

Em nota, o Ministério da Saúde disse “lamentar o ocorrido” e que está providenciando a transferência da profissional para uma outra cidade até o fim da semana.

Afirmou também que a médica está recebendo apoio e que foram adotadas as medidas previstas no SUS para vítimas de violência sexual, com a medicação de emergência contra gravidez e doenças sexualmente transmissíveis, além de testes para detectar alguma infecção.

EMBATES

Ao mesmo tempo em que ganhou apoio de parte da população, o Mais Médicos se manteve nos últimos três anos como alvo frequente de embates entre governos, movimentos de saúde e entidades médicas.
Criado para levar médicos a regiões onde há carência de atendimentos, o programa tem enfrentado problemas em algumas cidades, como a substituição de profissionais efetivos por bolsistas do programa, infraestrutura precária, descumprimento ou falta de controle das cargas horárias e baixa supervisão.

Além disso, grupo se dividem diante de possíveis mudanças em critérios do programa. Associações médicas, por exemplo, são contrárias à prorrogação do contrato com médicos estrangeiros.

“Não somos contra médicos que se formaram fora virem trabalhar aqui. Mas, a partir do momento em que não são avaliados, não temos garantia de que são bons médicos”, diz o presidente da Associação Médica Brasileira, Florentino Cardoso.
Outras propostas, como a mudança nas regras que hoje ofertam a participantes brasileiros bônus de 10% na nota em provas médicas, têm ganhado apoio.

Declaração de jornalista potiguar sobre médicas cubanas, em comparação com domésticas, ganha repercussão nacional

As declarações em redes sociais continuam colocando alguns internautas “sem freio nos dedos” em “maus lençóis”. Desta vez, um infeliz comentário de uma jornalista potiguar sobre a chegada dos médicos cubanos ao país ganhou repercussão nacional e é o assunto mais comentado do momento no Twitter e Facebook.

A jornalista Micheline Borges resolveu expor sua opinião de momento, ou não soube colocar as palavras de uma maneira mais delicada, e soltou a “pérola” que as médicas cubanas do Programa Mais Médicos têm cara de “empregada doméstica”, e ainda questionou se as profissionais eram mesmo da área da saúde.

Após a repercussão imediata, a jornalista exclui o post, pediu desculpas as pessoas que se sentiram ofendidas e disse que tudo não passou de uma má interpretação. Tarde demais. O Brasil inteiro vem compartilhando o infeliz comentário. Confira abaixo:

borrada

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. marcia de jesus prado disse:

    ela e uma idiota se acha que empregada anda mal vestida…agente tem que ter medo e dela e não dos médicos …oooo sua imbecil vem dar uma volta em são luis ma ver oratarem agentes hospitais daqui que nunca tem médicos se forem escravos como tao dizendo quem aceitou o salario foram eles …os médicos do sus querem ganhar dez mil …. e nem sequer examinam agente se esses pelo menos tratarem agente bem e olharem pra nossa cara na hora da consulta eu não quero nem saber daonde vem e nem a cara que tem so quero ser tratada melhor no sus….pois pobre sofre vc não sabe que deve ter plano de saúde

  2. Josué disse:

    Que ser humano infeliz é essa jornalista. Dá tanto valor a "cara" das pessoas, julga conhecimento através da aparência, classifica pessoas por profissões? Será que ela sabe que preconceito e racismo é crime? Sabe moça, estar bem vestido, penteado ou manqueado não representa que sejamos médicos, engenheiros ou lixeiros. Estamos aqui nesse mundo por pouco tempo. Logo, logo voltaremos a ser pó. Desça do salto alto e venha conhecer o mundo real. Você ainda tem tempo ser aprender. Que Deus a proteja também.

  3. Luciana Morais Gama disse:

    Bruno, essa moça eh JORNALISTA mesmo??? Acredito que nosso jornalismo nao tenha pessoas desse nivel. Investiguem que ela deve ter um EMPREGO PUBLICO, e se trabalha ou simplesmente recebe.

  4. Olívia disse:

    Comentário mau gosto!!

  5. Luciano disse:

    hummmm…..há censura aqui tb? ….ou seria corporativismo jornalístico a favor dessa racista? Tão aprendendo rapidinho com os médicos….

  6. Maurício Giovani disse:

    Acho que a jornalista talvez tenha errado o alvo, mas se sabe que, grande parte dessas pessoas vem do MST. É só olhar os vídeos que tem no Youtube, onde os futuros guerrilheiros que atuarão no MST que futuramente levarão outra sova das Forças Armadas, talvez dessa vez, pior do que em 1964, são treinados em Cuba sob o pretexto de que estão estudando meidicina. Só vai para Cuba quem é escolhido a dedo pelo MST e preenche os requisitos da revolução, ou seja, tem que ser idiota útil e jurar a própria vida em defesa da causa revolucionária, ou seja, ser escravo para o resto da vida de Fidel Castro e sua laia. Bobinhos que só são esses moços

  7. eric disse:

    Pobre jornalista. Engraçado que ela pede ajuda de Deus para q proteja nosso povo. Se formos pesar seu pensamento: Nosso povo tá lascado a muito tempo com esse médicos brasileiros. Por isso digo e repito, Deus nos fez com dois ouvidos e uma só boca. Ela sabe tanto que cometeu um crime q excluiu sua conta. Se estivesse certa não teria agido com tal fuga.

  8. Luciano disse:

    Nossa sociedade estah totalmente podre e o melhor exemplo disso eh essa jornalista (?) que admira mais a "casca" que o conteuhdo. Totalmente infeliz. Nao me admira ser ela for admiradora da turma dos demo/tucanos…esse povo tem ogeriza ao povao!

Ministério Público vai questionar importação de médicos cubanos

A importação de 4.000 médicos cubanos para atuar no interior do país pelo programa Mais Médicos, do governo Dilma Rousseff (PT), será questionada pelo Ministério Público do Trabalho.

O procurador José de Lima Ramos Pereira, que comanda no órgão a Coordenadoria Nacional de Combate às Fraudes nas Relações de Trabalho, disse que a forma de contratação fere a legislação trabalhista e a Constituição.

“O MPT vai ter que interferir, abrir inquérito e chamar o governo para negociar.”

O acerto também foi questionado por auditores fiscais do Ministério do Trabalho em São Paulo e pelo presidente da comissão da OAB-SP que trata de assistência médica.

A vinda dos cubanos foi anunciada após a primeira etapa de seleção ter atendido apenas 10,5% das vagas.

Os profissionais de Cuba terão condições diferentes das dos demais estrangeiros –a bolsa de R$ 10 mil por mês paga pelo Brasil não será repassada aos médicos, mas ao governo de Cuba, que fará a distribuição a seu critério.

O governo diz não saber quanto eles vão ganhar, mas que os pagamentos devem ser como os da ilha comunista ou de missões deles ao exterior.

A gestão Dilma diz que, em parcerias entre Cuba e outros países, costuma haver um repasse de 25% a 40% do total –que, no Brasil, significaria de R$ 2.500 a R$ 4.000.

O ministro Alexandre Padilha (Saúde) disse à TV Globo que eles devem receber mais do que os enfermeiros.

O procurador Ramos Pereira afirmou que a contratação é “totalmente irregular”, sob pretexto de resolver uma questão relevante (a falta de médicos), “mas que não está caracterizada com a urgência que exige uma situação de calamidade”, como epidemia e terremoto. Ele disse que seria preciso concurso público.

“A relação de emprego tem de ser travada diretamente entre empregador e empregado. O governo será empregador na hora de contratar e dirigir esses médicos, mas, na hora de assalariar, a remuneração é feita por Cuba ou por meio de acordos. Isso fere a legislação trabalhista.”

Sobre a questão salarial, ele disse ser necessário respeito ao salário mínimo.

O auditor fiscal do trabalho Renato Bignami, coordenador do programa de erradicação do trabalho escravo em São Paulo, disse temer a “precariedade”. “Essa situação criará uma assimetria no mercado de trabalho se os médicos cubanos receberem salários inferiores aos pagos aqui.”

Para Bignami, é prematuro, porém, comparar com escravidão, como criticaram integrantes da classe médica. “Não são só os salários aviltantes que são considerados para essa situação. Há fatores como jornadas exaustivas e condições degradantes.”

José Cláudio Ribeiro Oliveira, que preside a comissão sobre assistência médica da OAB-SP, disse que foi criada a figura do “intercambista”, mas que isso serviria para estudo ou troca de informações. “Se a moda pegar, vamos ter intercambista na lavoura.”

Os cubanos atuarão em 701 cidades (que não tiveram interessados na primeira fase), com população de 11 milhões –45% em áreas rurais, a maioria no Norte e Nordeste.

O acordo teve aval da Opas (braço da OMS para as Américas). O governo disse não ter sido notificado pelo MPT, mas que a remuneração é referente a uma bolsa.

Folha

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antônio disse:

    Nao é possível que esse pais nao tenha pessoas serias que nao estejam vendo isso, uma verdadeira manobra do PT para mandar nosso dinheiro para Cuba , ou seja um roubo legalizado, minha gente vamos acordar o próximo ano é ano de eleição esta na cara que isso é uma artimanha para 2014. Cade o Ministerio do. Trabalho que nao ver isso? Será que todos os deputados e senadores estao comprados que nao derrubam essa imposição do PT. Pais sem segurança, sem educação, sem infraestrutura, sem saúde adequada, de políticos corruptos e de homens inertes vendo os PTralhas fazendo coisas absurdas sem fazerem nada.

  2. Carlos Augusto disse:

    os médicos que virão nessa primeira etapa já participaram de outras missões internacionais e têm especialização em medicina familiar e comunitária. Mais de 84% deles têm mais de 16 anos de experiência na medicina.
    Portanto, sejam bem-vindos

  3. Zé Povão disse:

    Se o PT não importasse esses médicos CUBANOS, fariam uma revolução e trariam de qualquer forma, nem que fosse a força. Tem muita coisa obscura por trás disso a começar pela forma de repasse dos pagamentos, TOTALMENTE FORA das leis trabalhistas brasileiras. Agora coitado daquele que se submeter aos cuidados deles! Que tal o governo PeTista importar os DENTISTAS INDIANOS para comunidades carentes do Brasil??? Já que virou ZONA MESMO, vale tudo!

  4. primo das primas disse:

    É obvio que qualquer trabalhador seja brasileiro ou estrangeiro deva seguir a mesma legislação. Nao pode haver distinção, nem ideologias sobrepor a nossa constituição. O que esse PT quer é trabalho escravo cubano camuflado para sustentar uma lavagem de recursos publicos (ano que vem tem eleições). Quatro mil medicos desses renderiam 40 milhões de reais a Cuba, e que a diferença entre salario de cuba e brasileiro poderia ser repatriado, o "mais-valia" teria a função de financiar algum partido, provavelmente a diferença paga a comissão de algum publicitário. O pagamento de salario tem que ser pago diretamente ao profissional e as questões de impostos é outro assunto. Se a ilha cobra 60% de imposto é problema deles. O programa mais médicos deve ser apenas para pessoas físicas.

Cuba apresentará tratamento sem efeitos colaterais contra câncer

O grupo empresarial cubano Labiofam anunciou nesta quinta-feira (8) que trabalha em “novos peptídeos antitumorais” que podem revolucionar os tratamentos tradicionais contra o câncer, e convocou um simpósio em setembro para “compartilhar” seus resultados e tentar “acelerar” o desenvolvimento do produto.

O diretor-geral do Labiofam, José Antonio Fraga, afirmou em entrevista coletiva em Havana que após 14 anos de pesquisas e estudos pré-clínicos o grupo concluiu que o efeito desses peptídeos (um tipo de molécula) obtidos por via biotecnológica “supera amplamente os produtos que existem hoje no mercado internacional”.

A empresa diz ter resultados sobre o impacto de peptídeos para tratar o câncer em crianças como o glioma e os tumores cerebrais e do sistema nervoso central, assim como os cânceres de origem epitelial em adultos.

Em particular, o Labiofam destaca o desenvolvimento do peptídeo “RjLB-14”, com “resultados impactantes” nos mecanismos de morte celular, já que só atua sobre as células malignas “sem efeitos colaterais”, o que permitiria substituir o uso de citostáticos nos tratamentos.

Fraga explicou que nos estudos pré-clínicos realizados com ratos o uso desse produto foi “surpreendente”, já que em nove dias de tratamento foi constatada uma redução de 90% do tumor, e em alguns casos o seu desaparecimento.

O diretor disse que não se trata de criar “falsas expectativas e informar algo que não está concluído” porque “os resultados pré-clínicos já fornecem evidências suficientes para comprovar e reafirmar a efetividade do tratamento em células humanas”.

Segundo ele, o trabalho está na fase de pesquisa de toxicologia para se chegar ao produto final e solicitar em 2014 a realização de um teste clínico em humanos.

“Mas por que não acelerar, por que não trabalhar, por que não nos unirmos nesse trabalho?”, questionou Fraga, ao anunciar a convocação do Labiofam para um simpósio internacional que acontecerá em Havana entre 18 e 20 de setembro.

O objetivo do Labiofam nesse evento será “compartilhar” e “multiplicar” seus resultados para “acelerar” o desenvolvimento de um produto que possa fazer frente ao problema das doenças oncológicas a nível mundial.

Nos últimos anos, os laboratórios do Labiofam trabalharam em outros projetos de tratamento contra o câncer a partir das propriedades do veneno de um escorpião cubano.

Atualmente, comercializam um produto homeopático chamado “Vidatox” que serve como complemento para tratar sintomas provocados pelos efeitos do câncer, além de aliviar a dor.

Em 2012, o câncer foi, pela primeira vez, a principal causa de morte em Cuba, responsável por 25% dos óbitos, superando doenças do coração e cerebrovasculares.

UOL

Argentina e Cuba desenvolvem vacina para combater câncer de pulmão

Cientistas e pesquisadores argentinos e cubanos desenvolveram uma vacina que ajuda a combater o câncer de pulmão. O medicamento, resultado de 18 anos de pesquisa, começa a ser comercializado na Argentina em julho. Laboratórios de 25 países, entre eles o Brasil, México e Uruguai estão interessados em obter a licença de fabricação.

“A vacina reativa o sistema imunológico do paciente, para que ele possa criar anticorpos contra as células cancerígenas”, explicou, em entrevista a Agência Brasil, o médico Daniel Alonso, um dos pesquisadores argentinos. “Não substitui tratamentos existentes, como quimioterapia ou radioterapia. Mas contribui para aumentar a sobrevida do paciente”, disse.

Segundo Alonso, a maioria dos pacientes só descobre que tem a doença quando o câncer no pulmão está em estado avançado. Como os tumores são provocados por células do próprio organismo, que sofreram mutação, o sistema imunológico não detecta um corpo estranho e, portanto, não reage. Os médicos usam quimioterapia e radioterapia para matar as células cancerígenas, mas os dois tratamentos também destroem outros tecidos.

O câncer de pulmão é um dos mais agressivos e mata 1,38 milhão de pessoas por ano no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). A vacina foi desenvolvida por um consórcio de empresas privadas e do setor público, da Argentina e de Cuba.

Da Agência Brasil

Cristina Kirchner chega hoje em Cuba para visitar Hugo Chávez

Hugo Chavez, Cristina Fernandez

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, chegará nesta sexta-feira (11) a Havana para saber sobre o estado de saúde de seu colega e amigo, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, informou o governo argentino.

“Cristina Kirchner parte depois da meia-noite em direção a Havana, onde o presidente da Venezuela se recupera de uma intervenção cirúrgica, e depois realizará um giro por Oriente Médio e Oriente”, segundo o comunicado publicado no site do governo argentino.

A presidente havia instruído seu chanceler, Héctor Timerman, a se dirigir a Caracas representando o país na cerimônia em apoio a Chávez, que contou com a presença de outros presidentes da região, entre eles o uruguaio José Mujica e o boliviano Evo Morales.

Fonte: Globo

Potiguares apresentarão a cultura potiguar em Cuba e Portugal

Artistas, pesquisadores e gestores da cultura potiguar estarão presentes em eventos nacionais e internacionais durante este mês de junho, com o apoio do Governo do RN/ Fundação José Augusto. Estudos, trabalhos e produção serão apresentados.

Cuba

Geraldo Cavalcante e Guaraci Gabriel participam em Havana, Cuba, no período de 16 de maio a 16 de junho da Bienal de Cinema de Havana. Na mostra, produzida pelo Instituto Cubano de Arte e Indústria Cinematográfica, realizada de 01 a 4 de junho, os produtores cinematográficos vão apresentar 8 filmes realizados no RN :

 “Lendas do Catu”, produzido em Goianinha; “Os Causos de Tomás Cabe” de São Tomé, “Belíssima”, trabalho dos produtores de Caicó; “O Retorno”, trabalho dos artistas de Jardim do Seridó; “Esquizofrenia”, produzido em São José do Mipibu; “O Pacto”, que contou com o apoio da Prefeitura de Serra Negra do Norte; “Em família” envolveu artistas e produtores de São José de Campestre, São Gonçalo do Amarante e Macaíba; e, as “As Marias”, que envolveu equipes de Santana dos Matos, Areia Branca e Natal.

Além de participarem da Mostra será entregue ao governo cubano os trabalhos da Escola Fidel Castro de Canguaretama e da Escola José Martim de Santa Fé, Cuba, que destacam o líder Fidel Castro. Na agenda de Geraldo e Guaraci, constam contatos com a Escola de Cinema de Santo Antonio de los Banos com o objetivo de estabelecer parcerias na área de cinema entre o Governo do Estado e Cuba.

Portugal

O fotógrafo norte riograndense Teotônio Roque participa em Serpa, Portugal, da IX Edição de Encontros de Cultura realizado pelo Centro Internacional de Música e Dança do Mundo Ibérico – MUSIIBERIA, que se realiza no período de 7 a 17 de junho. Teotônio participa com fotografias de uma exposição coletiva de fotógrafos de origem latina e deverá negociar com os organizadores do encontro a vinda da exposição para o Estado.