Saúde

CPI da Covid: Teich diz que saiu do governo por falta de autonomia

FOTO: TV SENADO/ REPRODUÇÃO

O ex-ministro da Saúde Nelson Teich afirmou em sua fala inicial nesta quarta-feira (5), na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid, que deixou o governo ao perceber que não teria autonomia no cargo.

Ele declarou que foi pressionado a estender a utilização do medicamento cloroquina a pacientes com casos leves e moderados de covid-19. “MInha convicção pessoal era de que não havia evidência para liberá-lo, mas havia uma visão diferente por parte do presidente [Jair Bolsonaro].”

Ele afirmou que não autorizou nem a fabricação nem a distribuição da cloroquina.

Teich disse ainda que a rapidez da propagação do vírus levou o sistema de saúde brasileiro ao estresse máximo, o que, em sua visão, explica em parte o caos que se abateu no país durante a pandemia de covid-19.

O ex-titular da pasta afirmou que entre suas ações durante os 29 dias que ocupou o cargo de minsitro trouxe ao país o estudo da vacina de Oxford e iniciou abordagens com a empresa Moderna, outra fabricante de imunizante.

Ele foi o segundo a ocupar a pasta no governo do presidente Jair Bolsonaro, em substituição a Luiz Henrique Mandetta, que prestou depoimento na terça-feira (4).

Teich assumiu em abril de 2020.

Em seu depoimento, Mandetta, que entrou em atrito com o presidente no início da pandemia do novo coronavírus, ficou mais de sete horas respondendo perguntas dos senadores. O atraso adiou a participação de Teich, marcada inicialmente para as 14h de ontem.

R7

Opinião dos leitores

  1. Ele agiu corretamente, conforme suas convicções e possibilidades, já que não dependia do emprego. Foi “homem”. O presidente eleito foi Bolsonaro, escolhido pelo povo junto com suas propostas. Quem discordar dele saia do governo ou nem chegue a entrar. Coerência é o nome disso.

    1. Teu comentário começou bom, mas terminou como sempre. INCOERENTE.

      Nada com nada.

      Só para te lembrar: O Brasil não é de Bolsonaro e ninguém está acima da lei.

      Taokei ?

  2. Só sai da cadeira se for pela canalhice daqueles que não tem moral nenhuma de julgar , quero ver é ele sair no voto, com a vontade do povo , assim eu queria ver, DUVIDEODÓ.

  3. Quem teve o voto popular foi o presidente o escrutínio é dele não é de ministro! Ou reza na cartilha de quem foi escolhido pelo povo ou pega o banquinho e sai de fininho!

    1. Ninguém está acima da lei. Mais cedo ou, tarde seu querido presidente responderá por sua incompetência administrativa.

    2. É mesmo!! Então quer dizer que se o presidente eleito mandar o ministro da saúde prescrever bosta, ele tem que cumprir a ordem é.

    3. Muito técnica essa escolha. Nada de política ou ideologia, né amigo? Nota-se que você não vive sem um demagogo pra chamar de seu. Só Jesus nessa causa mesmo

  4. É fumo, Bolsonaro… Quisesse tanto a cloroquina que é por ela que vc vai entrar pelo cano. Chega a ser poético!

  5. Aqui é fácil de entender

    Acho que o pão com mortadela e o minion vão concordar.

    A falta de autonomia era evidente, então fica difícil tomar decisões.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Lira diz que 100% dos pedidos de impeachment contra Bolsonaro já analisados por ele são ‘inúteis’

Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), disse que 100% dos pedidos de impeachment apresentados contra o presidente Jair Bolsonaro desde o primeiro ano de governo, em 2019, são “inúteis” para o que foram propostos.

“Eu ouvi Vossa Excelência calado e espero que Vossa Excelência também me ouça calado. Não cabe a esta Casa, neste momento, instabilizar (sic) uma situação por conveniência política de A ou de B. O tempo é o da Constituição, na conveniência e na oportunidade. Os pedidos de impeachment, em 100%, não 95%, em 100% dos que já analisei são inúteis para o que entraram e para o que solicitaram”, disse Lira ao responder um pedido do deputado Henrique Fontana (PT-RS).

Nesta terça-feira, 27, em entrevista à Rádio Jovem Pan, Lira havia dito que “90% a 95%” dos pedidos de impeachment protocolados até o momento contra Bolsonaro na Casa “não tem absolutamente nenhuma razão de terem sido apresentados a não ser (a tentativa) de gerar um fato político”. “Alguns outros, (têm) muito pouca coisa”, completou, em entrevista à Rádio Jovem Pan.

Fontana havia pedido seu tempo de fala no plenário para cobrar Lira. “Abrir o processo de impeachment de Bolsonaro é uma questão democrática. Eu não posso concordar com o que disse o presidente Arthur Lira de que 95% dos pedidos de impeachment não têm consistência nenhuma. Eu vejo muita consistência em diversos pedidos, mas mais do que isso eu quero ter o direito democrático de poder analisar esses pedidos, numa comissão processante, com debates, busca de dados, que é o papel do parlamento. Por isso, encerro essa fala apelando mais uma vez para que seja acolhido um dos pedidos de impeachment contra Bolsonaro”, disse o petista.

Lira fez, ainda, uma comparação com os apelos da esquerda sobre a questão na época em que Rodrigo Maia (DEM-RJ) presidia a Câmara. “Queria só pedir um pouco de reflexão ao deputado Fontana, que eu não via esses apelos nos dois anos do ex-presidente Rodrigo Maia, com 60 pedidos de impeachment na sua gaveta nessa Casa”, disse. “Então, eu estou há dois meses, deputado Fontana, e pediria à Vossa Excelência um pouco mais de tranquilidade, um pouco mais de paciência”. Fontana rebateu e disse que cobrou a abertura do processo de Maia também.

Estadão

 

Opinião dos leitores

  1. Inúteis como seus autores. A oposição ao presidente junta-se em bando mas faltou “combinar com o povo”. Vivem acuados, sem apoio de quem vota, enquanto o presidente é recebido com festa e aplaudido por onde passa. Falta só resolver no RN, tirando essa governadora incompetente e sem atitude.

    1. Você é o ASSESSOR do ESTAGIÁRIO que analisou os pedidos de impeachment né?! Está explicado porque nenhum pedido foi aceito!

  2. Um presidente nunca liberou tanta verba pra emenda parlamentar quanto o MINTO! Desse jeito, por enquanto, não tem nenhum pedido de impeachment “útil” (Freud explica o uso de termo por Lira)…

    1. Pode continuar nessa sua “ladainha” aceita que dói menos….

    2. Ótimo, vc não sabe como fico tranquilo em vc “permitir” que eu comente no Blog… KKK. Mas e aí, Lira virou um homem honesto só por ainda não ter tramitado os processos de impeachment do MINTO? Passa aí a narrativa mais atual do grupindo ZAP dos bolsopetistas…

    3. Anti Muro, a grana que compra parlamentares não sai do bolso do Bozo. Sai de seu, do meu e do nosso, meu querido. Gostar disso se chama Síndrome de Estocolmo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

FALTA DE VACINAS: Sesap diz que Natal não seguiu orientações, e que não há registro de problema similar em outros municípios do RN

A respeito de informações sobre a responsabilidade do Governo do Estado quanto à falta de vacinas e consequente suspensão da vacinação contra a Covid-19 em Natal, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) assegura que distribuiu todas as doses entregues pelo Ministério da Saúde aos municípios. E diz o seguinte em nota:

“Cabe esclarecer que o município de Natal usou parte das doses que o Ministério da Saúde orientou que fossem destinadas exclusivamente à segunda dose (D2) para vacinar pessoas com a primeira dose (D1). De maneira que a cada nova remessa recebida pelo município há uma lacuna, pois parte desses imunizantes foi usada em público não recomendado para aquele momento.

Não há registro de problema similar em outros municípios do Rio Grande do Norte. O município de Natal não seguiu as orientações da Nota Informativa nº 15 que, de forma clara e objetiva, deu conhecimento que o maior volume de doses recebidas naquele momento destinava-se à D2. Utilizá-las como D1 acarretaria, inevitavelmente, este problema.

A Sesap, tão logo recebe os imunizantes encaminhados pelo Ministério da Saúde, faz a distribuição aos municípios, como o fez no caso de Natal. E, nesse sentido, todas as doses que cabiam ao município foram devidamente entregues.

Ressalta, oportunamente, que o Governo do Estado não mantém estoque de imunizantes destinados à segunda dose no que se refere à 7ª Regional de Saúde, relativa à Região Metropolitana de Natal. Há, em estoque, apenas a reserva técnica, assim como orienta o Ministério da Saúde. A Sesap está discutindo com a Câmara Técnica de Vacinação a possibilidade de disponibilizar parte da reserva técnica para Natal, para não deixar idosos e profissionais de saúde sem completar o esquema vacinal por erro do município”.

Opinião dos leitores

  1. Sei que o Prefeito, que é Médico, teve a boa intenção de aumentar o número de vacinados, o que foi om neste aspecto, porém, por outro lado, cometeu um grave erro pois ele sabia que pra se tomar a 2a dose da vacina existe um prazo máximo, e este prazo já ultrapassou pra muitos pessoas (idosas e da saúde). O pior é que ninguém sabe se quando essa população for atendida com a 2a dose se vai ter efetividade de resultado.

  2. Pessoas vindo do interior estão tomando vacina em Natal. Basta olhar a quantidade pequenos ônibus que se aglomeram nas proximidades do “Palácio dos Esportes”, particularmente na rua Floriano Peixoto.

  3. Que fique claro o comentário quanto a falta sa 2 dose dizendo que é muita irresponsabilida brincar com a vida humana refere-se a Prefeirura dw Natal

  4. O governo federal já distribuiu 54 milhões de vacinas para os Estados . Até agora só utilizaram 33 milhões. Fica a ?

    1. Verdade, mesmo atrasado o governo federal está tentando reverter o quadro, porém o jogo é bruto, e a turma do quanto pior melhor estão escondendo as vacinas. Era pra prender e fuzilar essa cambada de fdp que estao brincando com a vida dos outros.

  5. Nessas contas tem alguma coisa errada, pois cerca de 200 mil vacinas não aparecem??????
    O governo federal diz que entregou, o do estado recebeu e diz que distribuiu ,os municípios diz que estão aplicando as vacinas. Alguém ta mentindo nessa história. Natal é o maior exemplo. Enquanto em joao pessoa já vacinou o pessoal de 60 anos a cerca de um mês, aqui em Natal não diminui de 63 anos. Tem algum ou alguns criminosos mentindo nessa história e com isso o número de mortes não cai de jeito nenhum. O MP e a PF tinham que investigar e pegar esses genocidas.

  6. Foi exatamente o que aconteceu.Muita irresponsablidade brincar com a vida humana

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Líder do governo cita número de vacinados e mortes por milhão e diz que situação do Brasil é ‘até confortável’ comparado a outros países

Foto: Reprodução/Globo News

O líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), ao comentar em entrevista à GloboNews nesta quarta-feira (17) o número de mortes por milhão de habitantes no Brasil por Covid-19 e a quantidade de vacinados, disse que a situação do país “é até confortável” (veja a íntegra da entrevista mais abaixo).

O Brasil registrou na terça (16) um novo recorde negativo com 2.798 mortes pela Covid-19 em 24 horas e totalizou 282.400 óbitos desde o início da pandemia. Também desde que a pandemia começou, o país já registrou 11.609.601 casos de infecção pelo coronavírus, 84.124 deles confirmados na terça. Segundo a Fiocruz, o Brasil passa pelo maior colapso hospitalar da história.

“Olhe bem a estatística, mortes por milhão, ou seja, o cuidado do sistema de saúde com as pessoas. Reino Unido, 1.853 [mortes por milhão], em 4º lugar. Estados Unidos, 1.609 por milhão, em 11º. Brasil, 1.300 mortes por milhão, em 22º lugar”, afirmou Barros.

“Então, nosso sistema de saúde responde, está melhor no tratamento as pessoas do que a maioria dos países de primeiro mundo que estão na nossa frente em número de vacinados, mas o Brasil é o 5º do mundo em número de vacinados. Embora tenha começado mais tarde, já são 10 milhões e 300 mil vacinados e 11 milhões e 600 que já pegaram Covid e estão imunes, então, a nossa situação, ela não é tão crítica assim. Comparada a outros países, é uma situação até confortável”, completou o deputado.

De acordo com um levantamento do projeto “Our World in Data”, ligado à Universidade de Oxford, atualmente, o Brasil ocupa a 11ª posição em número absoluto de vacinados e a 89ª se levado em consideração o percentual da população que já foi vacinada. Até o momento, 4,91% da população brasileira tomou a primeira dose da vacina e 1,79% está imunizada com duas doses. Quanto ao número de mortes por milhão, o país ocupa a 23ª posição, com 1.327,28 mortes/milhão.

O ritmo da vacinação no país é considerado lento por especialistas. Se o ritmo atual for mantido, a Fiocruz prevê dois anos e meio para imunizar todos os brasileiros com mais de 18 anos; e só com a primeira dose. Em várias cidades importantes, a vacinação tem sido interrompida por falta de doses.

O Brasil já possui casos confirmados de reinfecção pela Covid-19 desde dezembro de 2020. Por isso, ter tido a doença não é sinônimo de estar imune. Casos de reinfecção da nova variante que circula no país também já foram registrados.

Novo ministro

Na entrevista, Barros falou ainda sobre o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que já foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro como o sucessor do atual ministro, Eduardo Pazuello. Queiroga e Pazuello já iniciaram uma transição no comando da pasta. Barros disse que a prioridade deve ser a aceleração da vacinação e o adiantamento da entrega de doses já contratadas.

“Tenho a absoluta convicção que ele cumprirá sua missão, senão não teria assumido o ministério. Ele sabe o que deve ser feito e tem o comando do governo central, mas sabe que a tarefa é acelerar a vacinação, negociar adiantamento da entrega de doses e trazer novos fornecedores. E com isso nós podemos avançar”, afirmou o deputado.

G1

Opinião dos leitores

  1. Esse líder é um conversador de merda, um país que é o segundo em número de mortes, tem as maiores taxas de mortalidade diárias está em situação confortável, TNC, país sem liderança, um presidente chibata, com um legislativo pior ainda e um judiciário omisso, TNC.

  2. QUE QUE EU VOU DIZER DE UMA CRIATURA DESSAS??!! ANIMAL COM CERTEZA NÃO É!!
    É BEM PROVÁVEL QUE ELE SEJA ENQUADRÁVEL NO PERFIL MONSTRO!!

  3. A curva de mortes só cresce no país, enquanto em todo o mundo que saiu na frente com a vacinação a curva é decrescente. Esse pequeno detalhe vai fazer com que se perca mais alguns milhares de vidas. Todos ficaram comovidos e triste com a morte de um negro nos EUA, ( vidas negras importam) esse era o lema. Agora milhares morrem por dia e os cabeças de vento desapareceram, essas vidas que estão sendo perdidas agora não.importam???? Que contradição dessa resto de esquerda podre que sobrou.

  4. "11 milhões e 600 que já pegaram Covid e estão imunes." Não é bem assim, MESMO. Já foi provado que ter tido a doença não garante imunidade.

  5. Os imbecis nao se dao conta que nossa população de idosos, idade mais afetada pela pandemia, é muito menor que na Europa e USA mas sempre há alguém para tentar acobertar o desastre dessa pandemia no Brasil do gado.

  6. Interessante que ao falar sobre a vacinação ele nem usa o critério da porcentagem por milhão…

    1. Uma coisa é constatação outra é dizer que a situação é confortável, mesmo que em dados fosse, não é!!

  7. Os asseclas do jumento do Bozo são todos desprovidos, o que assumiu o MS já disse que seguirá à política do presidente no que tange à saúde, só tem LAGARTIXA. Jesussssssssssss

  8. O amigão do sogro do Laranjinha dando continuidade ao modo sabujo de administrar iniciado pelo general lambedor de botas.

  9. É muita falta de empatia desse energúmeno, mais de 2.800 no único dia e essa coisa solta uma piada desse nível.

  10. Políticos do centrão são capazes de tudo, exceto de acompanhar governantes ( presidente), em processo de autocombustão.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Ao Conselho de Ética, Flordelis chora e se diz inocente: ‘Me ajudem’

Foto: Reprodução

Em meio a lágrimas e declarações de inocência, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) apresentou sua defesa, nesta terça-feira (16), ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. A parlamentar participou virtualmente da reunião em que foi apresentado o plano de trabalho do relator do processo contra ela, deputado Alexandre Leite (DEM-SP). “Tenho sofrido uma perseguição pública e implacável, uma descontrução moral. Queria que vocês me olhassem como ser humano”, disse.

Investigada como possível mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, Flordelis é acusada de quebra de decoro parlamentar. “Eu sou inocente. Não mandei matar meu marido e nem participei de uma conspiração contra o meu companheiro por mais de 20 anos”, afirmou.

Flordelis declarou que está se submetendo à Justiça e ao devido processo legal. “Em nenhum momento tentei usar qualquer prerrogativa parlamentar”, disse. Mesmo assim, segundo ela, o princípio da presunção da inocência não está sendo levado em consideração. “Eu não fui julgada ainda. Existem provas robustas e suficientes para desmontar esse processo. Sairei inocentada.”

A parlamentar alegou não saber que a filha estava envolvida na morte de Anderson do Carmo. “Eu não sabia o que estava acontecendo dentro da minha casa. Não sabia que meu marido estava assediando minha filha. Eu não sabia”, disse, chorando. “Quero pedir a todos dessa comissão que me ajudem. Que não cometam nenhuma injustiça comigo.”

R7

Opinião dos leitores

  1. Esse tipo de "gente" é a nova política, conservadora , patriota e "família" tal qual o é a família da"rachadinha" do MINTO!

    1. É não zumbi, essa é a velha política em uma de suas variantes.
      Tem aqueles que deixaram R$ 72 milhões de herança para os filhinhos sem nunca ter trabalhado.
      Tem aqueles que respondem a 10 processos criminais por corrupção e formação de quadrilha.
      Tem aqueles cujos ex ministros da casa civil, todos, foram condenados por corrupção.
      Ela é da turma da velha política que é praticada por aqueles que distribuem recursos públicos para comprar apoio político e da mídia. Entendeu? Sei que é difícil, mas tente, talvez consiga

    2. Entendi perfeitamente CARA PÁLIDA , você prefere o verme ladrao condenado Lula ??aquele que preferiu construir estádios ao contrário de hospitais, o rato que fez o maior roubo da história da humanidade

    3. Paulo: Pq vc acha que sou zumbi? Pq não tenho corrupto de estimação é isso? Pq vc acha que eu defendo bandido corrupto de esquerda ou de centro? Mas estou gostando da narrativa nova dos minions: fulano roubou MAIS…

      Brasil: Pq vc acha que prefiro Lulaladrão? Só pq falo o óbvio: o MINTO tem a família toda envolvida (inclusive ele) em rachadinha?

      Eu não tenho que ficar falando de Lulaladrão, ele não é mais presidente! Por mim ele estava preso na cadeia , mas infelizmente o MINTO não cumpriu a promessa de campanha dele de apoiar a PEC da prisão após condenação em segunda instância. Logo, os corruptos condenados em segunda instância como Lula, Lira, etc, etc ainda estão soltos por aí!
      Se vcs ficam defendendo político corrupto de estimação, seja ele de centro, esquerda, direita, alto, baixo, magro, é problema de vocês!

    4. Segue abaixo os terrapalhistas desorientados tentando balbuciar algo q faça sentido…rs

    5. Certas antas, como Paulo Rocha, acreditam que, se vc criticar o Bozonaro, automaticamente vc é a favor de Lula ou do Comunismo. É um pensamento muito simplista viu (pra não dizer coisa pior)! Só digo uma coisa: Votei nesse traste que tá lá na presidência, nunca mais o farei. Errar é humano, persistir no erro, já é burrice demais…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Lula agradece Fachin e diz que foi ‘vítima da maior mentira jurídica em 500 anos de História’

Foto: Deslange Paiva/G1

“Eu sei que fui vítima da maior mentira jurídica contada em 500 anos de História”, disse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quarta-feira (10), no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Ele faz pronunciamento após decisão que anulou suas condenações na Lava Jato do Paraná.

“Antes de eu ir [para a prisão], nós tínhamos escrito um livro, e eu fui a pessoa dei a palavra final no título do livro que é ‘A verdade vencerá’. Eu tinha tanta confiança e tanta consciência do que estava acontecendo no Brasil que eu tinha certeza que esse dia chegaria, e ele chegou.”

Na última segunda-feira (8), o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, anulou todas as condenações do ex-presidente pela Justiça Federal no Paraná relacionadas à Operação Lava Jato. Com a decisão, o ex-presidente Lula recuperou os direitos políticos e voltou a ser elegível.

A decisão de Fachin foi tomada ao analisar um pedido da defesa de Lula, de novembro de 2020, que dizia que não cabia à Justiça do Paraná julgar quatro ações — as do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e duas ações relacionadas ao Instituto Lula. Isso porque essas denúncias não estariam diretamente ligadas a desvios na Petrobras. Edson Fachin concordou com argumentos da defesa e enviou os processos para a Justiça Federal do Distrito Federal.

“Eu sou agradecido ao ministro Fachin, porque ele cumpriu uma coisa que agente reivindicava desde 2016. A decisão que ele tomou tardiamente, 5 anos depois. A gente cansou de dizer, a inclusão do Lula e a inclusão da Petrobras na vida do Lula como criminoso era a razão pela qual a quadrilha de procuradores da Lava Jato, não o Ministério Público, a quadrilha de procuradores da força-tarefa e o Moro entendeu que a única forma de me pegar era me levar para a Lava Jato, porque eu já tinha sido liberado em vários outros processos fora da Lava Jato, mas eles tinham uma obsessão porque eles queriam criar um partido político”, disse Lula nesta quarta.

Pandemia

No começo da fala, Lula disse que tirou a máscara após consultar médico e por estar a mais de 2 metros de outras pessoas.

Ao falar sobre sua prisão, Lula prestou solidariedade às famílias que perderam pessoas para a Covid-19 e aos que estão desempregados.

“Se tem um brasileiro que tem razão de ter muitas e profundas mágoas sou eu, mas não tenho. […] A dor que eu sinto não é nada diante da dor que sofre milhões e milhões de pessoas. É muito menor do que a dor que sofre quase 270 mil pessoas que viram seus entes queridos morrer.”

“Eu quero prestar a minha solidariedade nesse entrevista às vítimas do coronavírus, aos familiares das vítimas do coronavírus, ao pessoal da área da saúde, de todos da saúde, privado e pública. Mas sobretudo para os heróis e heroínas do SUS que por tanto tempo foram descredenciados politicamente.”

Ele disse que, se não fosse o SUS, mais brasileiros teriam morrido. Lula criticou a forma como presidente Jair Bolsonaro está conduzindo a pandemia.

Suspeição de Moro

Na decisão de segunda, o ministro Edson Fachin declarou a “perda do objeto” e extinguiu 14 processos que questionavam se o ex-juiz Sergio Moro, que esteve à frente de ações da Lava Jato no Paraná, agiu com parcialidade ao condenar Lula.

O ministro Gilmar Mendes não concordou com a decisão de acabar com processos sobre a suspeição de Moro e levou o caso para a Segunda Turma nesta terça-feira (9), a fim de dar continuidade ao julgamento iniciado em 2018. Naquele ano, após os votos de Fachin e Cármen Lúcia, Gilmar Mendes havia pedido mais tempo para analisar o caso e, desde então, não tinha apresentado o processo novamente.

Nesta terça, Mendes e Ricardo Lewandowski votaram a favor de tornar Moro suspeito e, assim, anular todos os atos do então juiz, desde o início das investigações sobre Lula no Paraná. Os ministros citaram mensagens da força-tarefa da Lava Jato que foram obtidas por hackers e se tornaram públicas em 2019.

Para Mendes, elas mostraram um “conluio” entre Moro e procuradores, o que, segundo ele, maculou o processo. Para Lewandowski, ficou configurado no caso um “evidente” abuso de poder, porque Moro assumiu “papel de verdadeiro coordenador dos órgãos de investigação e acusação, em paralelo à função de julgador”.

O julgamento do caso Segunda Turma foi suspenso pelo ministro Nunes Marques, que pediu mais tempo para análise. Até então, o placar estava em 2 votos pela suspeição de Moro e 2 votos contrários. O de Nunes Marques, em tese, seria o decisivo. Mas Cármen Lúcia e Edson Fachin, que já votaram no início do julgamento, em dezembro de 2018 — ambos contra o pedido de suspeição — anunciaram que farão uma nova manifestação, o que poderá alterar o placar. Há expectativa de que a ministra mude o entendimento anterior.

Ainda não há data para que o julgamento seja retomado.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Falam que Lula é ladrão, que roubou, porém até hoje não acharam um centavo nas contas dele, inventaram um sítio e um triplex como forma de pagamento de propina para tirá-lo da disputa presidencial de 2018, porém o mundo da voltas e agora muitos que o culparam o querem novamente, pq elegeram um louco e um descontrolado que não me representa como presidente de uma república!
    Lula2022!

  2. Só penso que se foi cometido erro contra o cara, que seja processado e julgado de modo justo. Parece agora que tal forma justa não houve. Quanto a ser candidato, tenho certeza que em 2022 não serão somente dois. Que o povo saiba escolher e pronto.

  3. kkkkk O MAIOR LADRÃO DE TODOS OS TEMPOS, FALANDO EM MENTIRA, É MUITA HIPOCRISIA, SE ISSO SE MANTIVER, AGRADECEMOS A ESSE BABACA FACHIN POR ELEGER ANTECIPADAMENTE O MITO, CHUPA PTISTAS……

  4. Ex Presidiário, ex condenado e ex ladrao sacrificou toda sua família por causa de política e de roubos e corrupções, vai terminar sozinho ele e os bandidos. O cara é visto como um dos homens mais ricos pela Revista Forbes, estourou o País com desvios bilionários e afundou as maiores empresas do País. Em países onde a lei prevalece teria pena de morte.

  5. OS MINISTROS DO STF
    DESACORVADARAM??
    kkkkkkkkkkkk
    É brincadeira esses caras.
    Fazem uma coisa depois desmancham.
    Va entender.

  6. Taí um cabra " honesto". Tem muita gente presa igual a esse sr. . Manda soltar todos , inclusive os que o ajudaram a roubar o país. O BRASIL é o PAÍS da SACANAGEM. Estamos FUDIDOS com essa JUSTIÇA. Eu tenho vergonha de ser brasileiro. Essa PORRA só bom para que é Fora da lei, vagabundo, ladrão , traficante , estuprador , marginal.

  7. Esse indivíduo foi o mesmo que no dia 19 de Maio de 2020 em entrevista concedida à revista Carta Capital, disse que "ainda bem que natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus". Agora vem com essa demagogia. Pense numa jararaca…..

    1. Verdade! Lulaladrao eh um mentiroso à altura do MINTOmaníaco… Eles se completam e o Brasil vai ficar polarizado novamente um se limpando na sujeira do outro!

  8. STF é a casa de apoio a bandidagem! E os delatores que entregaram provas, informações da organização criminosa petista, vão se passar por mentirosos…

  9. Havia um burro amarrado a uma árvore, aí veio o demônio e o soltou.
    O burro entrou na horta dos camponeses vizinhos e começou a comer tudo.
    A mulher do camponês dono da horta, quando viu aquilo, pegou o rifle e disparou.
    O dono do burro ouviu o disparo, saiu, viu o burro morto, ficou enraivecido, também pegou seu rifle e atirou contra a mulher do camponês.
    Ao voltar para casa, o camponês encontrou a mulher morta e matou o dono do burro.
    Os filhos do dono do burro, ao ver o pai morto, queimaram a fazenda do camponês.
    O camponês, em represália, os matou.
    Aí perguntaram ao demônio o que ele havia feito e ele respondeu:
    – “Não fiz nada, só soltei o burro”.
    Conclusão, se você quiser destruir um país, Solte o Burro.

    QUANDO UM ANALFABETO CONSEGUE MANIPULAR MAGISTRADOS É SINAL DE QUE O PAÍS VIROU UM CURRAL…OS JUMENTOS TOMARAM O PODER!

    1. Não sou a favor de Lula, mas isso ja ESTAVA desenhado por culpa de Moro.ele tinha a lei a seu favor e fez tudo errado com as lei na mão….agora vc é burro viu antes de comenta tall assunto Leia ANTES viu

    1. Estadista só se for da roubalheira e da alienação de fanáticos zumbis!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Silveira gravou conversas com Bolsonaro, diz deputado do PSL

Foto: Leo Martins

Deputado federal e integrante da executiva nacional do PSL, Felício Laterça (RJ) afirmou em uma rede social que Daniel Silveira (PSL-RJ) gravou, sem permissão, conversas com o presidente Jair Bolsonaro. Silveira está preso desde a última terça-feira após insultar ministros do Supremo Tribunal Federal e incitar violência.

– Conheci Daniel Silveira em janeiro de 2019. Pude conhecer um pouquinho do seu caráter. Ele me revelou que já tinha feito gravações de algumas pessoas. Ele tinha esse mau hábito. Acabou gravando conversas de parlamentares dentro da Câmara para se autopromover. Ele disse para mim que também havia gravado o presidente da República. Eu falei: “Meu Deus! Que homem é esse?”.

Laterça, que é da ala do PSL próxima ao presidente da legenda, Luciano Bivar, disse que nem mesmo Bolsonaro saiu em defesa de Daniel Silveira, que integra o grupo bolsonarista do partido.

– O (que faria) próprio presidente da República, se souber que já foi gravado por ele (Silveira)? Quem sabe não será relevado com a apreensão dos celulares pela Polícia Federal? Vamos ver se descobrem gravação de conversas dele com o nosso presidente da República. O presidente da República lavou as mãos. Porque o que o Daniel Silveira fez prejudica o governo – disse, em seu perfil no Instagram.

Sonar – O Globo

Opinião dos leitores

  1. Deve ser uma conversa altamente relevante, para não dizer ao contrário. Deve ser de palavrões e impropérios.

  2. Esse Felício é mais um canalha que quer aparecer e criar uma crise entre Bolsonaro e Silveira.
    Mas não vai dar certo.

  3. Aiiiinnnnnnnn Felicinho, ela ficou chateadahhh. Essa gravação de reuniões foi em 2019, quando o Daniel se infiltrou e gravou a reunião do "PSL raíz" mostrando os surfadores da onda Bolsonaro

    1. Vixe, quer dizer que Silveira o miliciano bolsonarista já virou persona non grata? Narrativa nova? Quando ele virar comunista me avisem talkei!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Saúde diz que clínicas privadas devem seguir plano nacional de vacinação

Foto: reprodução/VEJA

Após o presidente da Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (Abcvac), Geraldo Barbosa, anunciar as negociações de compra de 5 milhões de doses da Covaxin, contra a Covid-19, produzida pelo laboratório indiano Bharat Biotech, o Ministério da Saúde afirmou que essas organizações — ainda que entrem na operação de vacinação brasileira — devem seguir o Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O comunicado diz que “é preciso observar que o registro da aplicação do imunizante precisaria ser feito junto à Rede Nacional de Dados de Saúde e à caderneta digital de vacinação. Esta rastreabilidade possibilita identificar quem tomou a vacina e em qual data, além de precisar o laboratório e o lote do imunizante, possibilitando a aplicação de uma segunda dose no prazo correto”.

Essa rastreabilidade, explica o Ministério, é fundamental para que também seja possível averiguar e detectar efeitos adversos relacionados ao antígeno. Os grupos prioritários definidos pela pasta da Saúde devem ser obedecidos pelas clínicas particulares.

Se realizada a compra, a vacina da Covaxin, inicialmente, não poderá ser utilizada em critério emergencial no país, por não cumprir dois pré-requisitos: passar por testes clínicos de fase 3 no Brasil e ter distribuição fora do Sistema Único de Saúde.

O medicamento ainda não tem dados de eficácia divulgados.

Veja

Opinião dos leitores

  1. As clínicas vão conseguir as vacinas 1º e o incompetente do governo federal vai ficar só na CLOROQUINA no toba da boiada

    1. O PR já disse a boiada.
      Não tem pressa.
      Portanto, o homi acerta tudo, não temos porque discordar.
      MITO!!
      2022.
      Primeiro turno viu babacas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Ciro Gomes diz que lavou roupa suja com Lula

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Ciro Gomes confirmou nesta segunda-feira(09) o reencontro que teve com Lula em setembro. Segundo pedetista, a conversa foi “muito franca, muito franca mesmo”, mas evitou falar em pazes com o petista.

“Usando uma expressão popular, lavamos a roupa suja para valer. Sob o ponto de vista das compreensões da questão brasileira, para trás e para frente, continuamos como estávamos antes de conversar. Mas a mim me agrada a ideia de que a gente faça política conversando.”

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. A verdade para os alunos da escola de falar besteiras que se instalou em Brasília é que, o falador de bostas mor tem que sair, pois não ta servindo pra nada! Fala uma merda e faz bosta e as coisas sendo entregues, ministros inoperantes e o da economia outra porcaria! Não gera renda, emprego, obras? Só as que estavam em andamento e olhe lá…..isso é um atraso, esse rebanho de cabra ruim…

  2. Duvido, nem uma lavadora industrial conseguiria . Esses aí tem a alma suja não é só a roupa não

  3. É muito interessante ver esses dois defensores de ditaduras comunistas/socialistas dizendo como deve ser o Brasil. Estamos realmente vivendo uma época muito obscura.

  4. Realmente toda esquerda será fatiada para derrubar o atual presidente, depois se juntam e fazem a festa, tá na cara. Agora repare bem, o tal do Ciro quer ser presidente do Brasil de qualquer jeito, aí que veremos quem será o ditador, é só perguntar ao cearense !!

  5. A roupa suja lavada foi para alinhar como irão roubar o povo novamente, principalmente o presidiário PeTralha.

  6. Por falar em roupa suja a turma do Tonho vai ter trabalho a bessa
    Tem chocolate e laranja manchada até na danada das cuecas
    O doidin e os bananinhas estão em grande afobação vão ter que lavar tudo e ainda dar explicação
    A Gadolândia ouriçada não se conforma com a situação
    Tudo está se transformando em uma grande decepção .
    Chega Roberval . Trás logo o meu guaraná Jesus com o pão doce !
    Tô rimando até de noite .
    Aí papai !

  7. Pode juntar os dois – o ladrão corrupto e o outro demagogo e esquizofrênico – que o Mito bota pra correr.

    1. Honesto mesmo é Bolsonaro e os filhos. Respeite Ciro, nunca foi provado nada, se é que foi acusado.

      Espero que com essa mesma medida vc seja medido.

  8. Esses se conhecem, são dois pilantras que devem serem varridos da vida pública, esses vermes querem enganar quem.

  9. A trouxa de roupa de cada um dos dois é pesada demais. Haja creolina e detergente. Juntando então, não tem lavanderia que dê jeito. Só a Lava Jato daria conta mas Bolso, chefe do centrão, ficou com medo e implodiu a operaçao dizendo que a corrupção em seu governo acabou. A família vai bem.

    1. Sai dessa CIRO. . . É cilada.
      Igual o que a GOVERNADORA FÁTIMA DO PT, fez para o funcionalismo público ESTADUAL na REFORMA PREVIDÊNCIA , deixou na pior e já faz 02 anos de GESTÃO do PT e, SALÁRIOS congelados seguindo os mesmos passos dos EX-GOVERNADORES ZERO REPOSIÇÃO salarial.

  10. Esses duas pessoas da imagem fotográfica são uns extremistas da esquerda,esses dois não possuem a menor chance na disputa de 2022 e como também o atual presidente da República que um extremista de direita daqui para eleição presidencial de 2022 já estará totalmente queimado como aqui se fala ou eliminado da disputa eleitoral,esse dois espectros ideológicos extremistas tanto da esquerda quanto da díreita,já estão totalmente ultrapassados,o povo brasileiro é em cima do muro não se enclina nem para um lado e nem para outro espectro do extremismo político e partidário e eleitoral,a população brasileira é ideologicamente do centro político e partidário,por isso que o MDB ganha mais ou menos metade das prefeituras do Brasil com chapa puro sangue ou como cabeça de chapa ou indicando o vice,acontecendo basicamente o mesmo nas disputas para os governos estaduais,algumas pessoas criticam e ofendem o MDB,mas o MDB continua existindo e forte, o PSD também um partido de centro com poucos anos de existência que continua crescendo,eleição após eleição,esses dois partidos continuam fortes e a tendência é se tornarem a cada eleição maiores.
    Com absoluta certeza o pré candidato Luciano Huck o pré candidato João Doria,o pré candidato Sérgio Moro,esses três candidatos da ideologia politica de centro dominaram o cenário da campanha eleitoral de 2022.
    Os candidato salvadores da pátria ou da nação já eram.

    1. Só li o início e o final do seu "textão". Respeito seu posicionamento mas não concordo em NADA. Moro, mais um traidor? Hulk, globalista representante da "Globolixo". Creio que vc está equivocado ou defendendo interesses.

  11. Jáaaaaaa!!!
    O que o coroné Cirão fala não se escreve.
    Dois derrotados atrás de enganar o povo.
    Estamos de olhos abertos viu??

    1. blablalblabalbla luladrão
      cara foi condenado com delação premiada, instituto jurídico mais controverso que nunca, por possibilitar benefícios aos delatores investigados e sobre ela ser DECRETADO SIGILO, e em alguns casos fundamentar, por si sós, condenações CRIMINAIS!
      Enquanto que o FLávio bolsonaro tem prova da doidinha que trabalhava pra ele, via quebra de sigilo, falando que tinha os extratos. Ela testemunhou pessoalmente no processo.
      Agora vc é uma anta que gosta de engolir tudo que passam pra vc sem investigar a fundo.

    2. Não adi anta, esses PTralhas estão ensandecidos. Come a merda desse ladrão e ainda diz que não é tão ruim assim não. Kkkkk
      Essa turma é igual ao cara que desconfiava da mulher e colocou um detetive pra seguir. O detetive chegou e foi relatar: ela entrou em um carro e eu a segui, depois entrou em um motel e eu segui, entrou no quarto e eu segui, olhei pela fechadura e ela tirou e ele tirou a roupa também, e depois perguntou o marido? Não vi ela colocou a calcinha na fechadura. Ele respondeu, essa dúvida é que me mata. Kkkkkk
      É assim a cabeça de um PTralhas, todos com seus ladrões de estimação. Doentes

    1. De verdade. Bolsonaro não é e nunca foi solução para nada, porém essas duas criaturas tb não. Precisamos andar pra frente.

    2. Cruzamento de jumento com vaca. Nem dá leite, nem serve pra tração.
      Dou o meu marroapoio. Vão fundo… Temos terabytes de troca de 'afagos' entre esses dois.
      Quero ver eles com a conversa mole de 'consenso democrático', de não polarização… conversinha melífula. Tou doido é de alegria. Falta só a chapa 'prudência e sofisticação', vulgo
      'new left' de morno, ruck e o títere chinês da calça sufoca-piru.

    3. Essa dupla o Mito derruba logo no primeiro turno em 2022.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Governador da PB não é alvo de ação nesta terça-feira, diz MP; 9ª fase da Operação Calvário cumpre dez mandados de busca e apreensão, na PB, DF e SE

Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Dez mandados de busca e apreensão são cumpridos nesta terça-feira (27) em uma nova fase da Operação Calvário, em João Pessoa, Bayeux e Cabedelo, na Paraíba, em Sergipe, e em Brasília, no Distrito Federal. A ação conjunta representa a nona fase da Operação Calvário e tem como objetivo reunir mais informações, unindo a provas adquiridas em fases anteriores, principalmente em relação ao crime de lavagem de dinheiro.

Nesta fase, apuram-se crimes de lavagem de dinheiro praticados pelo conselheiro afastado do TCE-PB Arthur Paredes Cunha Lima e por pessoas ligadas a uma das organizações sociais que recebiam propina de fornecedores. Além disso, a Justiça também bloqueou bens de investigados na operação, incluindo o ex-governador e candidato à Prefeitura de João Pessoa Ricardo Coutinho (PSB), suspeito de chefiar a organização criminosa.

Os mandados foram expedidos pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Francisco Falcão, porque desde dezembro de 2019 o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), e três conselheiros do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) vêm sendo investigados pela mesma operação e, portanto, a competência de expedir os mandados fica por parte do STJ.

O coordenador do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB), promotor Octávio Paulo Neto, explicou ao G1 que o governador da Paraíba não é alvo da ação desta terça-feira.

O TCE informou que Arthur Cunha Lima afastado desde dezembro de 2019 e não mantém contato com o TCE ou servidores. Segundo o órgão, as apurações são sigilosas e, por não saber o conteúdo, fica inviável emitir qualquer manifestação sobre o específico procedimento investigativo.

A defesa de Ricardo Coutinho informou às 12h20 que ainda não teve acesso à decisão do STJ e que vai se informar sobre o processo antes de se pronunciar.

A ação é organizada pelo Gaeco junto com a Polícia Federal e a Controladoria-geral da União (CGU). Os órgãos solicitaram o bloqueio de bens dos investigados na Calvário em um total de cerca de R$ 23,4 milhões para reparação por danos morais e materiais e os bloqueios foram autorizados pelo ministro Francisco Falcão.

Foram bloqueados os bens dos seguintes investigados e empresas:

Ricardo Vieira Coutinho – Ex-governador da Paraíba – R$ 2,28 milhões

Gilberto Carneiro da Gama – Ex-procurador-geral do Estado da Paraíba – R$ 2,28 milhões

Arthur Paredes Cunha Lima – Conselheiro afastado do TCE-PB – R$ 2,28 milhões

Arthur Paredes Cunha Lima Filho – Filho de Arthur Cunha Lima – R$ 2,28 milhões

Diogo Maia da Silva Mariz – Advogado – R$ 2,28 Milhões

Sérgio Ricardo de Ribeiro Gama – Ex-chefe de gabinete de Arthur Cunha Lima – R$ 1,01 milhão

Sérgio Ricardo de Ribeiro Gama Filho – Ex-chefe de gabinete de Arthur Cunha Lima – R$ 1,01 milhão

Lúcio Paredes Cunha Lima – Irmão de Arthur Cunha Lima – R$ 1,01 milhão

Keydison Samuel Sousa Santiago – Suposto operador financeiro do grupo – R$ 2,6 milhões

Maia & Mariz Advogados Associados – R$ 2,28 milhões

SG Construções e Locações de Máquinas e Equipamentos LTDA – R$ 1,01 milhão

Cidade Inteligente Goiana Construções SPE – R$ 1,01 milhão

Seven Software Sistemas e Serviços LTDA – R$ 1,01 milhão

Sumário Editora, Comércio e Distribuidora de Livros, Revistas e Periódicos, Representações e Gráfica LTDA – R$ 1,01 milhão

Os levantamentos apontaram que, no período de 2011 a 2019, somente em favor das Organizações Sociais (OS) contratadas para gerir os serviços essenciais da Saúde e da Educação, que integram as investigações de todas as fase da Operação Calvário, o Governo da Paraíba empenhou 2,4 bilhões de reais, tendo pago mais de R$ 2,1 bilhões, dos quais estima-se um dano ao erário de mais de R$ 134 milhões.

De acordo com a investigação, as OSs direcionavam os gastos de hospitais para determinados fornecedores, que, posteriormente, repassavam parte do valor a agentes públicos. Na mesma operação já houve buscas e apreensões em dezembro de 2019, ocasião em que o STJ determinou o afastamento do cargo de dois conselheiros do TCE-PB.

As investigações contam com mensagens de celular, gravações ambientais e informações obtidas por meio de um acordo de colaboração premiada firmado entre a Procuradoria-Geral da República (PGR) e um empresário que era gestor de fato de duas entidades envolvidas nos ilícitos.

A subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo, designada pelo procurador-geral, Augusto Aras, para atuar nos processos criminais perante o STJ, também requereu a imposição de medidas cautelares a um advogado investigado pelo esquema, como a proibição de frequentar as dependências do TCE-PB e a suspensão do exercício da atividade advocatícia perante o órgão e em contratos com entes públicos.

Conforme a CGU, as irregularidades praticadas pela organização criminosa impactaram fortemente a qualidade do atendimento prestado à população carente nos hospitais públicos estaduais gerenciados pelas Organizações Sociais, bem como a qualidade do ensino público estadual prestado à população da Paraíba.

G1

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Anúncio de sinal de vida em Vênus é ‘imprudente’ e ‘precipitado’, diz astrofísica brasileira associada à Nasa

Astrofísica brasileira Duilia Fernandes de Mello pede cautela pede cautela na divulgação de gás que poderia indicar a presença de micróbios na atmosfera de Vênus — Foto: Duilia de Mello/ BBC

Março de 2014: cientistas chocam o planeta com o anúncio da detecção de ondas gravitacionais descritas como “ecos” do Big Bang, em uma descoberta retratada como das mais importantes da história sobre as origens do universo. O anúncio é destaque nas principais revistas científicas e especialistas dão o prêmio Nobel como certo para a equipe de astrônomos.

Janeiro de 2015: os mesmos cientistas voltam atrás, pedem desculpas à comunidade científica, e afirmam que o que haviam descrito como reflexo da megaexplosão que aconteceu há 14 bilhões de anos era na verdade uma interpretação equivocada. As ondas atribuídas ao Big Bang eram, na verdade, sinais emitidos pela poeira que se espalha pela Via Láctea. A descoberta virava pó.

Foto: NASA / JPL-Caltech

Cinco anos depois, na segunda-feira (14), veio o anúncio da descoberta de um gás que, apesar de várias ressalvas apontadas pelos próprios cientistas, pode indicar a presença de micróbios na atmosfera de Vênus. Divulgada pela revista “Nature Astronomy” e pela Sociedade Astronômica Real, de Londres, a descoberta causou euforia e foi vista, por muitos, como o indício mais forte de vida extraterrestre já anunciado pela ciência.

Explica-se: no planeta Terra, as mesmas moléculas de fosfina identificadas pelo estudo em Vênus só existem na natureza como fruto da ação de seres microscópicos que vivem nas entranhas dos animais e em ambientes pobres em oxigênio, como pântanos.

Como não há outra explicação para a presença natural de fosfina além da atuação destes micróbios, a descoberta poderia ser um sinal concreto de vida na atmosfera venusiana. Mas cientistas importantes como a astrofísica brasileira Duilia Fernandes de Mello, vice-reitora da Universidade Católica de Washington e pesquisadora junto à Nasa há 18 anos, pedem cautela.

“As pessoas, às vezes, na ansiedade de mostrar resultados, acabam cometendo erros”, diz a professora em entrevista à BBC News Brasil.

Na avaliação da brasileira, responsável pela descoberta da supernova SN1997 (supernovas são as megaexplosões que ocorrem no fim do ciclo de uma estrela) e participante da equipe que identificou as chamadas “bolhas azuis” (aglomerados estrelares detectados pelo famoso telescópio Hubble), o anúncio sobre Vênus é “imprudente”, carece de “confirmação” e pode ser fruto de uma “coincidência”.

“Estamos em uma fase muito complicada da ciência, com as pessoas negando a ciência. Então é preciso ser muito cuidadoso.”

Coincidência?

Liderada por astrônomos da Universidade de Cardiff, no País de Gales, em parceria com outros cientistas no Reino Unido, nos EUA e no Japão, a pesquisa identificou a presença de moléculas de fosfina em Vênus por meio de ondas de rádio pelo telescópio James Clerk Maxwell, no Havaí.

Elas foram confirmadas por um conjunto de 45 das 66 antenas que formam uma espécie de telescópio gigante no importante observatório Alma, que fica no deserto do Atacama, no Chile.

(mais…)

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

PGR diz ao Supremo que Bolsonaro pode bloquear seguidores em rede social

Foto: Marcos Corrêa/PR

O procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou nesta sexta-feira (11) ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma manifestação na qual afirmou que o presidente Jair Bolsonaro pode bloquear seguidores em rede social.

O tema chegou ao Supremo porque um advogado bloqueado por Bolsonaro entrou com uma ação.

No processo, o advogado relatou ter comentado uma postagem do presidente na qual havia uma foto de um diálogo entre a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) e o ex-ministro da Justiça Sergio Moro. O advogado informou ter comentado que Bolsonaro “queria e quer, sim, intervir na Polícia judiciária Federal para interesse próprio e de seus filhos, o que por si só é um absurdo”.

Ao se manifestar sobre a ação apresentada pelo advogado, Augusto Aras afirmou ao STF:

“Por ser destituído de caráter oficial e não constituir direitos ou obrigações da Administração Pública, as publicações efetuadas pelo Presidente da República em rede social não são submetidas ao regramento dos atos administrativos em relação à aplicação do princípio constitucional da publicidade.”

Afirmou ainda que, apesar de Bolsonaro divulgar nas redes sociais uma série de atos relacionados ao governo, as publicações “têm caráter nitidamente informativo, despido de quaisquer efeitos oficiais, o que realça o caráter privado da conta”.

‘Apaziguar ânimos’

O procurador-geral afirmou também que forçar o dono de um perfil a admitir “pessoas indesejadas” como seguidoras poderia “anular o direito subjetivo do interessado de utilizar sua conta pessoal de acordo com os seus interesses e conveniências”.

“Essa possibilidade de bloqueio contribui inclusive para apaziguar ânimos mais acirrados, evitando a propagação de comentários desqualificadores e de discurso de ódio e a nociva polarização que atenta contra a democracia, especialmente nos ambientes político e religioso”, completou.

Instrumento utilizado no processo

Ainda no documento enviado ao STF, Augusto Aras afirmou que a ação usada pelo advogado, um mandado de segurança, não é o instrumento adequado para tratar do tema.

Isso porque, no entendimento de Aras, somente as ações do presidente no exercício da função podem ser analisadas pelo Poder Judiciário por meio de mandado de segurança.

“Apenas as manifestações comissivas ou omissivas praticadas no exercício da função pública ou a pretexto de exercê-las são, em tese, passíveis de controle jurisdicional no âmbito do mandado de segurança”, afirmou.

G1

Opinião dos leitores

  1. Desta vez Bolsonaro tem razão, embora que na maioria não, sua rede social, faz o que quiser.

  2. Oxe ele já me bloqueou faz tempo ?queria até pedir pra vcs que não são bloqueados pedir a ele : #sancionapl1095 #cadeiapramaustratos

    1. Aproveita e pergunta porque Queiroz depositou $$$ na conta de Michelle.

  3. Funcionários fantasmas do clã Bolsonaro receberam quase R$ 29 milhões em salários
    Pelo menos 39 funcionários que já passaram por gabinetes da família Bolsonaro têm indícios de que não trabalharam nos cargos. Juntos, eles receberam 16,7 milhões em salários brutos, o que equivale a R$ 29,5 milhõ.es em valores corrigidos pela inflação

  4. se ele usa para divulgação de açoe do governo tem que ser publico, nao podendo bloquear, tipo a pesquisa de opinião sobre matérias aprovadas pelo congresso .

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Bebianno alertou Bolsonaro sobre gravidade do caso Queiroz, diz empresário Paulo Marinho

Em depoimento no inquérito que investiga suposto vazamento da Operação da Polícia Federal que atingiu Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), o empresário Paulo Marinho afirmou que Jair Bolsonaro foi alertado pessoalmente da gravidade do caso Queiroz.

Empresário e apoiador da campanha de Bolsonaro em 2018, Marinho depôs ao Ministério Público Federal do Rio de Janeiro em 21 de maio.

Segundo o empresário, o alerta foi feito por Gustavo Bebianno, que foi coordenador da campanha eleitoral de Bolsonaro em 2018, integrou a equipe de transição, e chegou a ser ministro da Secretaria-Geral da Presidência. Bebianno morreu em março deste ano.

Em vídeo do depoimento obtido com exclusividade pelo Jornal Nacional, Marinho narra uma reunião realizada em 13 de dezembro de 2018, na casa dele.

Na reunião, segundo o empresário, Victor Granado, amigo de infância de Flávio, teria falado sobre a dinâmica para receber informações vazadas de um delegado da PF. O próprio Flávio participou da reunião.

No depoimento, Marinho informa ter telefonado para Bebianno, ainda no dia 13 de dezembro, após a reunião, para relatar a gravidade dos fatos.

“Achava importante você participar disso. E achava importante você comunicar o presidente […] Essa história é mais grave do que parece”, disse Marinho a Bebianno, segundo o empresário em depoimento ao MPF.

O empresário contou ao MPF o que Bebianno teria dito a ele sobre como foi a conversa com Jair Bolsonaro.

“Entrei [Bebianno] na sala do presidente, no escritório da transição, tinha muita gente na reunião. Eu [Bebianno] chamei o presidente e disse:’ É urgente’. Ele tinha intimidade com o presidente, total. Levei o presidente para o banheiro da sala. E fiquei dez minutos dentro do banheiro, contando para ele a história que você [Marinho] me contou. E o presidente me pediu que voltasse para o Rio para acompanhar esse assunto”, teria dito Bebianno a Marinho, segundo relato do empresário.

O que diz o senador

Leia a íntegra da nota divulgada pela defesa do senador Flávio Bolsonaro:

As afirmações de Paulo Marinho têm objetivo simples: manipular a Justiça em interesse próprio. Marinho parece desesperado por holofotes e por um cargo público. Inventa narrativas para tentar ocupar uma vaga no Senado sem passar pelo crivo das urnas. A defesa informa ainda que o parlamentar já prestou todos os esclarecimentos a respeito do tema. E o senador nega, categoricamente, o que foi dito por Marinho.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Até quando o HOSPÍCIO estará funcionando???? Tem muitos bobos da corte acreditando que o SATANÁS é inocente…ViGaRISTA , CANALHA…BOSTA DE BRASIL TER UM MERDA PRESIDENTE

    1. Vixe, pelo jeito não tomou seu rivotril. Vai lá, senta, toma um copo d´água, respira fundo e se acalma. A propósito, é Bolsonaro2000, talkey???

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Auxílio emergencial reduz extrema pobreza ao menor nível em 40 anos, diz Ibre/FGV

Foto: Getty Images

Com quase metade da população recebendo o auxílio emergencial em junho, a proporção de pessoas vivendo abaixo da linha de extrema pobreza nunca foi tão baixa em pelo menos 40 anos. O fim da distribuição do benefício neste segundo semestre tende, porém, a provocar um repique no indicador.

Levantamento do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) mostra que 3,3% da população vivia em junho com renda domiciliar per capita de US$ 1,90 por dia — o equivalente a R$ 154 mensais por membro da famílias. São 6,9 milhões de pessoas.

Um mês antes, em maio, a proporção da população vivendo abaixo da linha de extrema pobreza era de 4,2%, o equivalente a 8,8 milhões de pessoas, conforme o levantamento, que se baseou na Pnad Covid, pesquisa do IBGE que acompanha os impactos da pandemia no mercado de trabalho brasileiro.

Outras pesquisas do IBGE — com metodologias diferentes e limitações comparativas — sugerem que a miséria está no menor nível desde, ao menos, o início da década de 80. O melhor momento até então havia sido em 2014, quando estava em 4,2%, a mesma proporção de maio deste ano.

Com Valor

 

Opinião dos leitores

  1. É por isso que o Presidente tá forte no interior do Rio Grande do Norte.

    O pessoal esqueceu o PT

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Patrimônio dos super-ricos brasileiros cresce US$ 34 bilhões durante a pandemia, diz Oxfam

O patrimônio dos bilionários brasileiros aumentou US$ 34 bilhões (cerca de R$ 176 bilhões) durante a pandemia de coronavírus, segundo um levantamento da ONG Oxfam divulgado nesta segunda-feira (27).

Segundo o estudo da organização, entre 18 de março e 12 de julho, o patrimônio dos 42 bilionários do Brasil passou de US$ 123,1 bilhões para US$ 157,1 bilhões. Os dados compilados pela Oxfam foram extraídos da lista dos mais ricos da Forbes.

O mesmo cenário se observa quando se analisa o desempenho das fortunas dos 73 bilionários da América Latina e do Caribe. Eles aumentaram as suas fortunas em US$ 48,2 bilhões entre março e julho deste ano. Segundo a Oxfam, esse valor equivale a um terço do total de recursos previstos em pacotes de estímulos econômicos adotados por todos os países da região.

“A Covid-19 não é igual para todos. Enquanto a maioria da população se arrisca a ser contaminada para não perder emprego ou para comprar o alimento da sua família no dia seguinte, os bilionários não têm com o que se preocupar”, diz a diretora executiva da Oxfam, Katia Maia.

Segundo a ONG, desde o início das medidas de distanciamento social adotadas para evitar a proliferação coronavírus, oito novos bilionários surgiram na região – um a cada duas semanas.

Em paralelo com o aumento da quantidade de bilionários na América Latina e no Caribe, o número de desempregados também cresce. A Organização Internacional do Trabalho (OIT) já apurou que a pandemia de coronavírus deixou 41 milhões de desempregados na região. Já o Banco Mundial estima que 50 milhões de latino-americanos cairão abaixo da linha da pobreza este ano

No documento divulgado nesta segunda, batizado de “Quem Paga a Conta? – Taxar a Riqueza para Enfrentar a Crise da Covid na América Latina e Caribe”, a Oxfam propõe que os bilionários paguem impostos extraordinários e que o sistema tributário se torne mais progressivo.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. O comunismo foi um fracasso comprovado, inclusive foi a causa da morte de milhões. Agora o sistema capitalista tem esse problema da concentração de renda. É preciso que os governos encontrem uma solução parecesse mal.

  2. Será que a reforma tributária do imposto Ipiranga Paulo Guedes vai tributar esse pessoal pra ajudar a pagar os 600 dos analfabetos?? Ou será o maldito estado mínimo neo liberal de Chicago que continuará pagando??? Muuuuu

  3. e eu crente e abafando que só eu, com meus 600 de auxílio, que o papai bozo me deu, já tinha me dado bem. era muito melhor se ao invés desses 600,00 o governo pagasse 200,00, como queria o vovo paulo fezes. mas esse congresso comunista bateu o pé e aprovou esses 600,00.

    1. Com os auxílios dos governadores petistas, onde paga-se milhões de reais adiantados pra não receber os produtos, além de superfaturamento nos serviços de ambulâncias por dispensa de licitação, até eu saia de uber, pra ser bilionário, igualzinho aos filhinhos do luladrão.

  4. Mais a reforma tributária vem aí. Paulo Guedes vai cobrar imposto com força desse povo bilionário. Para a classe media vem ai o fim dos descontos com medicos e educacao, em troca da atualizacao tabela imposto de renda(como se nao fosse para ser reajustada faz tempo).

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Confiança do Consumidor cresce 7,7 pontos em julho, diz FGV

Foto: © Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), da Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 7,7 pontos na passagem de junho para julho deste ano. Com essa, que foi a terceira alta consecutiva, o indicador chegou a 78,8 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Ainda assim, o índice continua abaixo do patamar de fevereiro, ou seja, de antes da pandemia da covid-19.

A confiança do consumidor com a situação atual manteve-se praticamente estável de junho para julho, ao subir 0,4 ponto e passar para 71 pontos. Já a expectativa em relação aos próximos meses avançou 12,3 pontos e passou para 85,1 pontos.

“A confiança dos consumidores manteve em julho a tendência de recuperação, motivada principalmente pela melhora das expectativas em relação à economia. Mas, apesar de acreditar numa recuperação da economia no segundo semestre, o consumidor continua insatisfeito com a situação presente e ainda não enxerga a melhora de suas finanças pessoais no horizonte de seis meses. Sem prazo para terminar, a pandemia parece ter um efeito mais acentuado nos consumidores, que ainda se sentem ameaçados com desemprego e perda de renda nas empresas”, afirma a pesquisadora da FGV Viviane Seda Bittencourt.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *