Política

Bolsonaro passou comando de suposta ‘rachadinha’ para Flávio e Carlos após descobrir traição de Ana Cristina, diz ex-empregado

Marcelo Nogueira dos Santos com Ana Cristina em boate no Rio de Janeiro. Foto: Arquivo pessoal

Marcelo Luiz Nogueira dos Santos, o ex-empregado que denunciou à coluna uma série de supostos crimes cometidos pela família Bolsonaro, afirma que o presidente Jair Bolsonaro decidiu transferir para Flávio e Carlos Bolsonaro o comando do suposto esquema de corrupção nos gabinetes de ambos após descobrir que era traído por sua então mulher, a advogada Ana Cristina Siqueira Valle. O ex-funcionário revelou, em entrevista exclusiva, que ela foi a primeira a controlar todo o recolhimento de parte dos salários de todos os assessores parlamentares dos dois filhos do presidente, respectivamente primeiro e segundo herdeiros de Bolsonaro.

Nesta parte da entrevista, Marcelo conta ter sido testemunha de diversos golpes praticados por Ana Cristina, de quem o chefe do Executivo federal se separou em 2007. O presidente teria conhecimento de alguns desses supostos crimes. Entretanto, pressionado por Ana Cristina, teria sido conivente em diferentes momentos. Primeiro, durante a vida de casado – quando ela teria comandado, sob a anuência de Bolsonaro, o desvio de dinheiro dos gabinetes dos dois filhos parlamentares. Depois, durante o tumultuado divórcio do casal.

Em 2008, segundo Marcelo, a advogada, em meio à disputa pela guarda de Jair Renan Bolsonaro, teria simulado o furto de um cofre que o casal mantinha no Banco do Brasil, para acusar o presidente.

O furto ao cofre foi revelado em 2018 pelos repórteres Hugo Marques, Nonato Viegas e Thiago Bronzatto. Mas tudo não teria passado de uma mentira. Ana Cristina moveu uma ação em abril de 2008 na 1ª Vara de Família do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro acusando Bolsonaro de ter roubado os pertences no Banco do Brasil. Dentro do cofre, havia joias avaliadas em R$ 600 mil, US$ 30 mil em espécie e cerca de R$ 200 mil, também em dinheiro vivo – um montante que, calculado pelos repórteres para valores de 2018, valia cerca de R$ 1,6 milhão.

Segundo Marcelo, foi a própria Ana Cristina quem esvaziou o cofre.

“Lá tinha joias e dinheiro. Ela entrou com um processo contra o Banco do Brasil, mas quando foi intimada, não foi. Ela viu que fez m… e nem apareceu. O processo ficou rolando. Ela que limpou o cofre, antes de decidir as coisas”, disse.

O falso furto do cofre foi registrado em 26 de outubro de 2007, na 5ª Delegacia da Polícia Civil do Rio de Janeiro, pela própria Ana Cristina, que já havia feito a queixa acusando Bolsonaro. Segundo o relato de Ana Cristina na delegacia, ela esteve na agência do Banco do Brasil e não conseguiu acessar o cofre com sua chave. Um chaveiro chamado pelo banco teria conseguido abri-lo, quando ela constatou que o cofre estava vazio. Dali, ela já teria ido até uma delegacia com o objetivo de acusar Bolsonaro.

Durante a investigação sobre quem seria responsável pelo furto ao cofre, Bolsonaro prestou depoimento no processo da guarda de Jair Renan em que acusava mulher de chantageá-lo. Ele afirmou que Ana Cristina tinha sequestrado o filho, levando-o para a Noruega, e condicionava o retorno do menino à devolução do dinheiro e das joias supostamente roubados do cofre.

Bolsonaro anexou esse depoimento com a acusação de sequestro ao inquérito do furto, e, a partir daí, a investigação nunca mais avançou na Polícia Civil do Rio. Ana Cristina foi chamada para depor, mas nunca compareceu, e o agora ex-casal chegou a um acordo. Jair Renan voltou para o Brasil, uma pensão foi acertada e o falso furto ficou em segundo plano.

De acordo com Marcelo, Bolsonaro pediu a separação porque descobriu que a então esposa o traía com seu segurança, o bombeiro militar Luiz Cláudio Teixeira, que fazia a escolta do clã no Rio de Janeiro. Foi ali que teria se rompido a confiança de Bolsonaro em Ana Cristina, e o presidente, então, teria autorizado que os filhos passassem a tocar eles mesmos o recolhimento dos valores desviados de salários de seus assessores parlamentares. Segundo o ex-empregado, o comando da rachadinha saía então das mãos de Ana Cristina e passava a ser de responsabilidade direta de Flávio e Carlos Bolsonaro.

Leia agora a segunda parte da entrevista com o ex-empregado.

Por que você pediu demissão do gabinete de Flávio Bolsonaro?

Foi justamente quando deu o problema com a traição.

Que traição?

Ela o traiu.

A Ana Cristina traiu o presidente?

Sim. Traiu com o segurança dele, Luiz Cláudio Teixeira, que era dos Bombeiros.

O Bolsonaro descobriu e foi por isso que eles se separaram?

Foi, foi. Foi por isso. Aí já estava aquela guerra dos meninos [Flávio e Carlos] pressionando ele porque ela comandava a rachadinha no gabinete deles. Já estava esse clima tenso. Aí veio a história da traição.

E por que isso tem a ver com a sua saída do gabinete de Flávio?

Porque ela era muito chegada a mim, não tinha amigos de verdade, então a gente saía junto, eu que ia com ela para as festas e coisa e tal. Então, quando ela começou a ficar com o Luiz, eu já comecei a ficar meio assim, porque o Bolsonaro sempre confiou muito em mim. Até em relação ao Jair Renan também, nos finais de semana, eu ia dormir lá na casa deles. Quando Bolsonaro ia para Brasília, ele me pedia para dormir na casa lá. Então foi nesse período que eu dormia lá que ela começou a botar o Luiz para dentro de casa.

E você ficou incomodado com isso?

Eu não podia contar para ele, porque eu tinha a confiança dos dois, fiquei numa sinuca sem saída. Aí eu tomei a decisão de que era melhor eu me afastar e deixar eles de lado, para que eles resolvessem a vida deles para lá. Se eu ficasse quieto, quando ele descobrisse, eu ia sair como traidor, de ter traído a confiança dele. Se eu contasse para ele, eu ia ficar mal com ela. Não queria ficar mal com ninguém. Então eu me prejudiquei, pedi minha exoneração e coisa e tal. Foi por isso que ela ficou com peso na consciência e me chamou para trabalhar lá na Valle Advogados. Eu me prejudiquei totalmente. Depois, o Bolsonaro descobriu o motivo de eu ter saído de lá, porque na época ele não quis, não queria aceitar. Uma das empregadas lá da casa sabia por que eu estava saindo e comentou com o Flávio e com o Carlos sobre o motivo. Aí ele até me chamou para conversar e falou: “Pô, Marcelão, brincadeira. Você se prejudicou todo, perdeu tudo que tinha por causa dela, você podia ter me contado”. Aí eu falei: “Não, Bolsonaro, eu não queria trair ela nem trair você, então eu preferi me prejudicar, saí de cena e vocês que se resolvessem, porque não era minha intenção”. E, mesmo assim, depois da separação, eu fui o único que fiquei do lado dela. Lógico, ela não tinha porra nenhuma, quem era o cara era ele. Eu fui o único otário que fui acompanhar ela, e mesmo assim me sinto injustiçado porque ela nunca me deu valor por isso.

Como foi o divórcio deles?

Nessa partilha de bens, na época, ela arrumou um monte de tretas, sumiu. Lembra da história do Banco do Brasil? Ela tinha dois cofres no Banco do Brasil. Depois da separação, ela disse que furtaram, porque sumiu tudo o que estava no cofre. Tinha joias, dinheiro. Ela entrou com um processo contra o Banco do Brasil, mas quando foi intimada, não foi. Ela viu que fez merda e nem apareceu. O processo ficou rolando. Ela que limpou o cofre, antes de decidir as coisas.

Você tem certeza de que ela esvaziou o cofre?

Ela que esvaziou mesmo. Quem ia esvaziar? O cofre é no nome dele e dela. Ele nem lá… Ela é tão retardada que quis jogar a culpa em cima dele. Só que ele não é ignorante, né? Aí ele falou: “Como é que você vai provar que eu fui lá no Banco do Brasil se eu não estive?”. Aí ela foi, ficou tão louca que esqueceu. Ela entrou com um processo contra o Banco do Brasil, dizendo que o Banco do Brasil que tinha de dar conta de como os cofres foram… Ia dar ruim para ela. Quando ela foi intimada no processo, ela não compareceu. Aí o processo ficou lá parado.

Ela mesma te contou que foi ela quem esvaziou o cofre?

Eu sabia de tudo o que acontecia. Ela me contava tudo.

Como foi o divórcio deles?

Foi o advogado dele que fez tudo, cada um ficou com uma parte. Na época, ela ficou com os dois terrenos que eles tinham no Limeira, em Resende. Aí tinha um outro terreno grande, que ela vendeu por R$ 3 milhões, e ele ficou com a casa que eles tinham na Barra, com a casa de Mambucaba. Esse flat que ela comprou para se encontrar com o amante ela vendeu também, nesse período. Ela tentou dar uns golpezinhos antes de sair a partilha dos bens.

Ela chantageava o presidente?

Quando ele começou a ser pressionado pelos filhos, no negócio da rachadinha, ela teve de tomar atitude. Foi quando ela passou a ameaçá-lo. Se ele fizesse algo, ela ia ferrar com ele também. Primeiro, ela fazia chantagem com ele usando o [Jair] Renan. Ela falava que ela sumiria com o Renan, isso e aquilo. Ela é capaz disso tudo. Depois, ela quis até me usar para chantageá-lo. Ela chegou a falar que se ele a tirasse da transação, ela seria capaz de divulgar que tinha pegado ele na cama comigo. Aí ele deixou a rachadinha continuar.

Coluna Guilherme Amado – Metrópoles

 

Opinião dos leitores

  1. Não estou entendendo mais nada. Como é que um homofóbico racista coloca pra tomar conta do seu filho um gay negro? Freud explica?

    1. Pela família honesta?
      Isso não existe nesse governo. É só olhar pra família da ex-dep. Flordellis

  2. Quer dizer que teve cornolice? Isso já explica a solidariedade dos bichos de chifres. Será que entendem a quem entregaram o país? Uma família que não deixa nada a dever a famiglia da máfia italiana. Só que a eliminação ainda não se dá por armas, mas através da fome do povo, da miséria e dos aumentos incontroláveis e insaciáveis dos preços.

  3. Aí é um presidente desmoralizado. Chamam de gay, Cormo e muito mais . Cagão ele mesmo disse que era ” tô cagando pra vcs” . Peidão, os radialistas da Paraíba se assustaram com o peido na rádio….Só tem boas referências kkkkk

  4. E novamente, mais uma vez a ideia do mito anticorrupção vai por água abaixo… E o gado acreditando, tsc

  5. Todo corno de vez em quando fica furioso. É o caso do mito. Ele lembra do chifre ataca Mourão. Lembra do chifre de novo vai p cima do ministro Barroso e por aí vai.

  6. Kkķkkk, o desespero tá grande , já foi queimadas que não deu certo , leite condensado , superfaturamento de vacina que nem comprada foi , agora um demitido revoltado dizendo asneira , e ainda vem mais, mas ninguém tira o presidente, kkķkkk, inventa mais esquerda imunda , PT nunca maaaaaaiiissss ladrões safados , kkkkkk

  7. Bem que eu falei ele era corno. Andar com motociclista é passaporte p levar chifre. O cara vai para Ushuaia, passa 30 dias com uma ruma de macho e a mulher fica fazendo a festa com o urso. Sei o que é isso, pois levei chifre 3 vezes. Depois q eu deixei essa turma chifruda de motociclista, nunca mais levei chifre.

  8. Pega fogo cabaré. Kkkkkk
    Luladrao tinha duas ou três amantes, Renam calheiros pagava com dinheiro da Câmara uma amante…….chico, Zé, Antônio todos todos, cada um pior que o outro. Kkkmm

  9. Putz, não está nada fácil para o presidente inepto! No mesmo dia ficamos sabendo que Rodrigo Maia pensa que o MINTO é gay e agora ficou público que ele foi CORNO?! Não à toa ele consegue reunir tanto bicho de chifre traído pelas promessas que ele fez e nunca cumpriu depois de eleito! KKKKKKK

  10. Eita que o valentão também é corno.
    Será que é por isso que chamam de gado, os seguidores do corno?

    1. Kkkk Nos esquerdalhas nem tem corno e gay? Brincadeira, só gritar que todos viram rsrsrs

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro diz que era obrigado a devolver 80% de seu salário, 13º e férias

Marcelo Luiz Nogueira dos Santos, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), disse em entrevista ao UOL que, no período em que foi funcionário do filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio), era obrigado a devolver mensalmente 80% de seu salário.

A informação foi revelada pelo portal Metrópoles e confirmada pelo UOL, que ouviu outros detalhes do ex-assessor, que é conhecido como Marcelo Nogueira.

Ele afirma que, além dos 80% do salário, tinha que entregar porcentagem semelhante do 13º salário, das férias, do que recebia como vale-alimentação e ainda da restituição do Imposto de Renda.

De acordo com Nogueira, ele precisava entregar esses valores em dinheiro vivo nas mãos da advogada Ana Cristina Siqueira Valle, segunda mulher do presidente Jair Bolsonaro.

Isso ocorreu todos os meses ao longo de mais de quatro anos. Ele foi assessor de Flávio Bolsonaro na Alerj no período de 1º de fevereiro de 2003, início do mandato de Flávio, até 6 de agosto de 2007, quando Ana Cristina e Jair Bolsonaro se separaram.

Nessa mesma época, a ex-mulher do agora presidente era a chefe de gabinete de Carlos Bolsonaro, em seu primeiro mandato na Câmara Municipal do Rio. As mesmas condições, segundo ele, foram impostas a funcionários de Carlos na Câmara. “Tudo a mesma coisa”, afirmou Nogueira.

Em maio, o TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) autorizou a quebra de sigilo bancário e fiscal de Carlos, Ana Cristina e outros 25 assessores para apurar a suspeita de rachadinha e da nomeação de funcionários fantasmas no gabinete do vereador.

Nos anos de 2003 e 2004, o salário bruto de Nogueira era de R$ 1.791,79. A partir de 2005, o salário passou a ser de R$ 4.253,69. Já em 2006, foi de R$ 4.466,37. Ao todo, nos mais de quatro anos na Alerj, ele recebeu em salário bruto um valor de R$ 176.700. Esse valor corrigido pela inflação do período chega a R$ 382.805.

Marcelo Nogueira diz que não era funcionário fantasma no gabinete e prestava serviços. Atendia eleitor, fazia serviço de correspondência: etiquetar, colocar selo, todo aquele trabalho que eles fazem”, diz Nogueira.

O ex-assessor disse que conheceu Ana Cristina por intermédio de um namorado e recebeu dela o convite para ir trabalhar no gabinete de Flávio. No entanto, desde o início, a proposta incluía devolver a maior parte do salário que era recebido no contracheque.

“Tudo foi negociado com ela [Ana Cristina]”, diz ele, que afirma que ela o orientou a não falar nada para Bolsonaro.

Na quebra de sigilo bancário, autorizada no âmbito das investigações de Flávio Bolsonaro, é possível ver os saques mensais feitos por Nogueira ao longo de 2007.

Em 13 oportunidades Marcelo realizou saques de mais de R$ 1 mil, chegando até a se endividar nesse período. Em abril daquele ano, por exemplo, dois dias após receber R$ 4.000 da Alerj, ele fez um saque de R$ 3.000.

Após a saída dele do gabinete, em sete anos de vida bancária, em apenas duas oportunidades houve registro de transações em espécie com valor acima de R$ 1.000.

O relato de devolução de salários e verbas como 13º salário, férias e restituição do imposto de renda feito por Marcelo Nogueira é semelhante ao da estatística Luiza Sousa Paes, outra ex-assessora de Flávio que fechou um acordo de colaboração com o MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) no ano passado.

Ela foi nomeada muito tempo depois de Nogueira sair do gabinete, já em 2011.

Luisa disse que ficava com R$ 700 dos quase R$ 5.000 que recebia como assessora. No entanto, a estatística admitiu que nunca trabalhou no gabinete de Flávio e que entregava os valores para Fabrício Queiroz, apontado como um dos operadores do esquema.

Essa é agora uma das principais provas contra o senador na investigação sobre o gabinete dele.

Os advogados do senador, Luciana Pires, Juliana Bierrenbach e Rodrigo Roca, negaram que o senador soubesse de irregularidades.

“O parlamentar sempre seguiu as regras da assembleia legislativa e tem sido vítima de uma campanha de difamação. Tanto a defesa quanto o senador desconhecem as afirmações de Marcelo Luiz Nogueira dos Santos”, diz a nota.

Marcelo Nogueira morou os últimos cinco anos com Ana Cristina, em Resende, no sul do Rio de Janeiro. Eles se desentenderam depois que ela o convidou para ir trabalhar com ela em Brasília e, segundo ele, não pagou os valores acordados anteriormente.

Como o UOL mostrou na semana passada, a segunda mulher do presidente mudou em fevereiro para a capital federal e recentemente passou a viver em uma mansão de R$ 3,2 milhões no Lago Sul, região das mais nobres de Brasília.

“Ela falava ‘você tá fazendo questão, mas não vai ter nem gasto, vai tá morando na minha casa.’ Eu falava que ‘não sou seu escravo não, não trabalho pra morar na casa de ninguém não’. A gente trabalha pra ter nossas coisas, sou igual todo mundo, não é porque sou preto que vou ficar em casa de patrão não. Ela queria me escravizar, né?”

Ele considera que Ana Cristina foi “praticamente” racista com ele. “Ela me viu como o quê? Só porque eu era preto”.

Esse foi um dos motivos alegados pelo ex-funcionário para denunciá-la ao MPT (Ministério Público do Trabalho). Ele afirmou ainda que pretende ingressar com uma ação na Justiça por danos morais contra a ex-mulher de Bolsonaro.

Folha de São Paulo

 

Opinião dos leitores

  1. Grande novidade….isso acontece da mais simples Câmara Municipal até o Congresso e ninguém nunca fez e nem fará nada.

  2. Isso é useiro e viseiro em todo o país, se esse rapaz não fosse filho do Bolsonaro, estariam todos caladinhos.
    Desça para o RN, câmaras de vereadores e assembleia lesgislativa pea vê.
    Todo mundo sabe que exister isso em todo território Nacional.
    Todo mundo sabe.
    Não é novidade pra ninguém.
    Ponto final.

    1. Né isso! Agora o gado cheio de chifre vai passar pano pra família das rachadinhas! Pensei que dois ladrões não faziam um honesto…

    2. Esse mané queima?
      Arrume um jumento de dois pé que nem vc?

  3. Devolveu pouco. Pensava que teria devolvido todo o dinheiro, 100%, ficava somente com o Vale Alimentação. Como pode um cara assalariado, relativamente jovem, comprar mansão de 6 milhões.

  4. Gleyse hofmam disse que 5 bilhões ROUBADOS DA PETROBRÁS não significa nada para o que a Petrobrás arrecadação. Pqp esses FDP não sabem diferenciar dinheiro.

    1. Quem for podre que se quebre. Eu não acho “normal” trabalhar duro e pagar meus impostos para sustentar políticos parasitas !!!!
      Quem quiser que os carreguem nas costas…..

  5. Esperamos que essas rachadinhas sejam investigadas em todo o país. Todo mundo sabe que elas existem em todas as unidades da federação. Quem não se lembra dos fantasmas da Assembleia Legislativa do RN, pois é, elas nunca deixaram de existir.

    1. E você não está vendo Bolsonaro fazer de tudo para proteger os filhos?
      Você não está vendo que os filhos aprenderam com o pai, que é político mais de 35 anos?

  6. Nesse ritmo logo ultrapassaria o Lulinha ladrão bilionário. Essa casas milionárias que estão comprando é só com as gorjetas das propinas. MORO 2022!

  7. Rachadinha tem em todos níveis, aqui em natal foi inclusive filmada a pessoa pegando o dinheiro com o assessor do vereador do Psol, sabe o que aconteceu, não deu em nada, pq todos absolutamente todos fazem do mesmo jeito. Aqui no Brasil só limpando tudo e começando do zero, do contrário esse cabaré nunca vai mudar.

  8. Novidade grande essa viu! Mas os bichos de chifres (cornos traídos pelo MINTO mas que culpam o sofá – STF, Congresso, os pobres, os que pensam diferente deles) vão no dia 7 de setembro para apoiar o MINTO das rachadinhas continuar fazendo NADA no governo exceto viabilizar o enriquecimento ilícito de seus filhos e se proteger das investigações dos crimes que cometeu e comete… Parabéns gado véi, a idolatria política aqui no Brasil já produziu outro ladrão antes , o lulaladrão!

    1. Deixa de ser c………, Quem danado defende roubo de quem quer que seja, só vejo vcs defendendo, que se danem os filhos do Presidente, inclusive ele se for pego roubando, esse deve ser o discurso de todo HOMEM de vergonha, nada de ficar se escondendo feito maricas, a lei que serve para uns, deveria servir a todos, infelizmente não é isso que vemos. O PT de Hélio Bicudo, Frei Beto, Paulo Wensceslau, Francisco de Oliveira, Celso Daniel, Heloísa Helena, Ivan Valente, Chico Alencar, Tarso Genro, eu, era outro. Votei diversas vezes em Lula, pensando que por ele ser pobre, iria enfrentar essa corja, que nada, na primeira refrega lá estava ele com Collor, Sarney, Helder Barbalho, Renan, Alfredo nascimento, os Alves, Temer e o resultado foi a sua adesão ao assalto público, deixem de ser hipócritas, o Brasil precisa de homens, engolidores de grana, espada e cobras está cheio.

  9. Parece que o pai levou um chifre e passou o negócio das rachadinhas para os filhos. Tá na imprensa.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Vacina cubana Abdala é 92,28% eficaz contra o coronavírus, segundo governo

Foto: Reprodução/AFP

Na última segunda-feira, o governo cubano anunciou que a Abdala, sua vacina de três doses contra o coronavírus, registrou uma eficácia de 92,28% em testes clínicos. Trata-se de uma entre as cinco vacinas experimentais contra a Covid-19 no país.

A terceira fase de testes começou em março e contou com a participação de 48 mil voluntários de 19 a 80 anos de idade, seguindo os padrões internacionais.

Apenas dois dias antes do anúncio da eficácia da Abdala, Cuba divulgou que outra das cinco vacinas experimentais, chamada Soberana 02, apresentou eficácia de 62% nos resultados preliminares realizados em Havana. Segundo o governo, cerca de dois milhões de cubanos receberam ao menos uma dose desses dois imunizantes.

Vale lembrar que o país está passando por uma intensa terceira onda de Covid-19. Por enquanto, menos de 1,2 mil mortes foram registradas em Cuba.

Pouco antes da divulgação da notícia da eficácia da vacina, o presidente Miguel Díaz-Canel publicou em sua conta do Twitter: “A eficácia com três doses da Abdala será um sucesso que multiplicará o orgulho.”

Veja

Opinião dos leitores

  1. Recomendo aplicar esse grande “sucesso” nos esquerdopatas e nos comissionados do governo Fátima GD. Junto com a Sputnik e com a própria Coronavac. E podem acreditar na eficácia. Coragem!

  2. Os bichos de chifres (gado) vão sair para o ataque, ainda bem que é de cabeça baixa, é só sair de lado. Mas Cuba, aquela ilhota comunista está produzindo vacinas? Como? Quando? Por que mito?

  3. Segundo o governo de Cuba!?? Kkkkkkk.. desde quando ditadura tem informações confiáveis e fidedignas?

  4. Compra FATAO DO GD, tome quem tiver coragem, essa e a SPUTINIK, eu não tomo, por mim BOIA.

  5. Segundo o ex ministro da saúde, o general Pezadello , Cuba tem a medicina avançada pois usa cloroquina no tratamento contra covid… kkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Queiroga diz não estar preocupado em ser investigado pela CPI da Pandemia: “minha vida é um livro aberto”

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse na manhã desta quinta-feira (17) que não está preocupado com a possibilidade de deixar a condição de testemunha e passar a ser investigado pela CPI da Pandemia.

“Sinceramente, eu não estou preocupado com CPI. Eu tenho que me preocupar com a vida dos brasileiros. Eu sou ministro da Saúde e a minha vida é um livro aberto, não tenho nenhum receio disso aí. Vamos trabalhar”, disse o ministro, ao ser questionado pela CNN.

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Pandemia, informou à CNN nesta quarta-feira (16) que vai incluir Queiroga na lista que de autoridades que passarão da condição de testemunhas para investigados.

Os senadores do grupo de oposição e de independentes que comandam a comissão avaliam que Queiroga demonstrou diversas vezes não ter autonomia para conduzir a pasta e que, apesar do discurso, submete-se ao que consideram negacionismo do presidente.

Antecipação de doses para acelerar vacinação

O ministro da Saúde também comentou sobre a antecipação de sete milhões de doses da vacina da Pfizer após apelo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo ele, a pasta trabalha com a meta de ter todos os brasileiros acima dos 18 anos vacinados com a primeira dose até setembro.

“Agora em julho nós conseguimos antecipar 7 milhões de doses da Pfizer graças ao empenho pessoal do presidente da República. Então vamos trabalhar forte porque queremos que até o mês de setembro tenhamos a população acima de 18 anos vacinada com pelo menos a primeira dose de vacina”, disse.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, o país deve receber 200 milhões de vacinas da Pfizer até o fim de 2021.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Homi, deixa Queiroga quieto fzd o trabalho dele. O culpado pagará pelos erros e passará o resto dos seus dias na cadeia, eu creio.

  2. Queiroga. A Paraíba e o forte povo Paraibano não vai esquecer de que você envergonhou nosso estado. Você deixou de ser médico para ser lambe botas de um fascista. Nós paraibanos temos vergonha do senhor.

  3. Nenhum Ministro, Nem secretário ou Funcionário do Alto Escalão do Governo Federal, tem medo de encarar essa CPI do circo, do Chafurdo, da Balbúrdia ou do covidão. O Véio só nomeou homens honestos, íntegros, competentes, incorruptível, imbroxável e incomíveis.
    Quem vai ter medo de Renan Calheiros e Omar Aziz? Só petralhas, que não podem ver um cone na rua , que se cagam, pensa que é blitz kkkkkk

    1. Se eram tão bons assim, não entendo porque foram substituídos e não tinham autonomia em suas pastas, sendo o tempo todo desmentidos e contrariados, havendo um Gabinete paralelo que verdadeiramente dava os comandos.

    2. Deve ser por não ter medo que TODOS os que tiveram seu sigilo quebrado pela CPI recorreram ao STF né?! Pensei que o ditado de “quem não deve não teme” ainda valia no governo do MINTO…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Sputnik V é eficaz contra variante de Manaus, dizem pesquisadores argentinos; Fundo Russo fala em proteção já após a 1ª dose

FOTO: AKHATAR SOOMRO/REUTERS – 04.04.2021

Pesquisadores argentinos do Instituto de Virologia da Universidade Nacional de Córdoba concluíram um estudo que mostra a eficácia da vacina Sputnik V contra a cepa P.1 do coronavírus causador da covid-19, que foi identificada inicialmente em Manaus (AM).

Segundo comunicado divulgado pelo RDIF (Fundo Russo de Investimento Direto), detentor dos direitos comerciais do produto, a vacina é capaz de proteger contra a doença provocada pela cepa P.1 inclusive após a primeira dose.

Os dados completos do trabalho, no entanto, não foram divulgados até o momento.

A Argentina começou a usar a Sputnik V no fim de dezembro. Em março, o país detectou a transmissão comunitária da cepa de Manaus.

“O estudo realizado na Argentina confirmou a alta eficácia da vacina “Sputnik V” contra novas cepas de coronavírus. A Argentina foi o primeiro país da América Latina a usar a “Sputnik V” para vacinar a população. Agora vemos que o uso do medicamento ajuda a proteger a população não só contra as conhecidas, mas também contra novas variantes do vírus, inclusive a brasileira. Uma forte resposta imunológica se forma já após receber a primeira dose da vacina”, afirmou o diretor-executivo do RDIF, Kirill Dmitriev por meio de nota.

No Brasil, a Sputnik V teve um pedido de importação e uso negado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) após técnicos concluírem que os documentos apresentados pelo desenvolvedor eram insuficientes — ou apresentavam inconsistências — para garantir a segurança do imunizante.

Na última sexta-feira (21), a agência recebeu novos dados da vacina enviados pelos estados da Bahia e do Maranhão, que pretendem comprar a Sputnik V. Em nota, a agência informou que o documento será anexado ao pedido de importação do imunizante.

R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Pazuello nega em CPI da Covid ter recebido orientações para adotar tratamento precoce: “O presidente nunca me deu ordens diretas para nada”

Foto: TV Senado

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello depõe nesta quarta-feira (19) à CPI da Covid. Ele foi o terceiro titular da pasta no governo Jair Bolsonaro e permaneceu no cargo por 10 meses. Durante a sessão ele disse que “o presidente [Bolsonaro] nunca me deu ordens diretas para nada”.

A declaração ocorreu veio após o relator Renan Calheiros perguntar: “Sua nomeação deu-se sob a condição de cumprimento de alguma ordem específica, como a recomendação de tratamento precoce para a Covid ou o uso de cloroquina?”

Pazuello ainda disse que se reunia com o presidente Jair Bolsonaro durante sua gestão “menos do que gostaria”. (…) Eu o via uma vez por semana, ou a cada duas semanas.”

Cultura – UOL

Opinião dos leitores

  1. Muita festa em Natal com direito a foguetório e bolo no dia que FAQUIM CARMEM MIRANDA liberou Lula ladrão, QUEM FEZ A FESTA?

    1. LULA lá de lavada no primeiro turno. Com voto impresso ou não. Melhor Jair se acostumando.

  2. Quer dizer que o presidente, centralizador do jeito que é, nunca deu ordem ao ministro?
    Tá de brincadeira BG?
    Não existe presidente que não dê ordens aos seus ministros! Só rindo!

    1. O presidente demitiu um ministro da justiça e dois ministros da saúde justamente porque não seguiram as suas ordens! Aí o cara vai numa CPI e vem com essa pérola! Parece coisa de criança!

    2. Vão chorando aí, porque essa é a última narrativa a ser derrubada. O que vier agora é só contra esse bando de esquerdistas vagabundos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

MC Kevin não caiu de apartamento onde estava hospedado, mas de quarto de casal de amigos, diz Polícia Civil

Foto: Reprodução

MC Kevin não caiu do quarto em que estava hospedado, mas sim de um outro, onde estava um casal de amigos, segundo a polícia civil. Os dois quartos estão sendo periciados pelos agentes. Em redes sociais monitoradas pelos investigadores, pessoas afirmam que Kevin teria bebido e queria pular na piscina do hotel.

O funkeiro paulista Kevin Nascimento Bueno, de 23 anos, morreu na noite deste domingo após cair do 5º andar — inicialmente o Corpo de Bombeiros informou 11º andar — de um hotel da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Ele chegou a ser encamihado, em estado grave, ao Hospital municipal Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul, mas a Secretaria municipal de Saúde confirmou sua morte por volta das 21h30. A 16ª DP (Barra da Tijuca) abriu um inquérito para apurar as circunstâncias do caso e policiais da delegacia estiveram no hospital e no hotel para buscar informações.

Nas redes sociais, a viúva de MC Kevin, Deolane Bezerra, postou uma despedida emocionada: “Você é e sempre será o amor da minha vida, o amor mais lindo que tive, o homem que mais me amou e me admirou. Vai com Deus, meu menino. Eu sempre vou te amar”. O funkeiro e a advogada criminalista tinham se casado numa praia em Tulum, no México, no dia 28 de abril, com a presença de vários amigos.

Socorro

Após a queda, o artista foi atendido pelo Corpo de Bombeiros, e o grupamento da Barra o encaminhou para o hospital. No dia 28 de abril, Kevin se casou, em Tulum, no México, com a advogada criminalista Deolane Bezerra. Ela estava com ele no hotel e vai ser ouvida pelos policiais. O delegado Henrique Damasceno, titular da 16ª DP, abriu um inquérito para apurar as circunstâncias da morte e, já na noite de deste domingo, equipes da delegacia fizeram diligências no hospital, além de buscar informações no Hospital municipal Miguel Couto.

No final de março, MC Kevin chegou a anunciar nas suas redes sociais que deixaria a carreira de cantor, mas, de acordo com registros no Instagram de Deolane, ele fez uma apresentação musical, em uma festa com muito público, na noite deste sábado, dia 16. Antes de oficializarem o casamento, os dois passaram por idas e vindas no relacionamento. No último dia 8, Deolane escreveu “Obrigada por tanto amor, por me fazer sentir a mulher mais especial do mundo”, na legenda de uma foto tirada em um passeio em Cancún.

Outro funkeiro, PK Delas, que é amigo de MC Kevin, postou mensagens com pedidos de oração em seu Instagram. Em um dos registros escreveu “estávamos juntos hoje cedo na minha casa comemorando seu primeiro show no RJ!! Não tô acreditando meu Deus”. Em outro escreveu “Te amo meu irmão, Deus tá no comando”. Em julho de 2020, os dois amigos foram motivo de polêmica, ao participarem de uma grande festa, com apresentações musicais.

Já em dezembro, MC Kevin passou por uma internação após sofrer um acidente de carro. MC Kevin morava em Mogi das Cruzes e é um fenômeno da internet, com 8,9 milhões de seguidores no Insatagram, além de 1,8 milhão de ouvintes mensais no Spotify. Ele começou a carreira em 2013 e já lançou músicas com astistas como MC Guimê e Igu. Seus maiores sucessos são “Cavalo de Troia” e “O menino encantou a quebrada”.

Extra – O Globo

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Vereadora de Natal, Margarete Régia, diz que ‘optou por ser conduzida à delegacia’

Através de nota publicada por sua assessoria jurídica nas redes sociais , a vereadora de Natal Margarete Régia (PROS/RN), que foi detida na noite dessa quarta-feira (12), pronunciou-se após o episódio, e afirma que “optou por ser conduzida à delegacia”. De acordo com relatos da Polícia Militar, a vereadora estaria dirigindo de maneira perigosa e por isso foi abordada, negando-se a se submeter ao teste do bafômetro, mesmo apresentando sinais de embriaguez.

Na nota, Margarete Régia não falou sobre a suspeita de embriaguez. Ela foi conduzida à Delegacia de Plantão da Zona Norte de Natal, onde foi arbitrada uma fiança de cinco salários mínimos. Veja a nota:

“A assessoria jurídica da Vereadora Margarete Régia informa que ela foi abordada em operação de trânsito, tendo optado em ser conduzida à delegacia, nos termos permitidos pela lei. Após os depoimentos, foi liberada.

A Vereadora reforça que respeita as autoridades policiais e estará sempre à disposição para os esclarecimentos que se façam necessários.”

Opinião dos leitores

  1. “Optou por ser conduzida a delegacia”, NÉ?
    Desse jeito ela toma menino das mãos de PAPA FIGO. É um Pelé. kkkkkkk.

  2. Adorei a parte onde diz que “optou por ser conduzida a delegacia” hahahaha, o deputado e “oftube” que é irmão dela deve tá bem mansinho, 2022 tá bem ai e ele sabe que canal em You tube não reelege ninguém. uma vergonha certos mandatos em nossa cidade e em nosso sofrido RN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

CPI da Covid: Teich diz que saiu do governo por falta de autonomia

FOTO: TV SENADO/ REPRODUÇÃO

O ex-ministro da Saúde Nelson Teich afirmou em sua fala inicial nesta quarta-feira (5), na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid, que deixou o governo ao perceber que não teria autonomia no cargo.

Ele declarou que foi pressionado a estender a utilização do medicamento cloroquina a pacientes com casos leves e moderados de covid-19. “MInha convicção pessoal era de que não havia evidência para liberá-lo, mas havia uma visão diferente por parte do presidente [Jair Bolsonaro].”

Ele afirmou que não autorizou nem a fabricação nem a distribuição da cloroquina.

Teich disse ainda que a rapidez da propagação do vírus levou o sistema de saúde brasileiro ao estresse máximo, o que, em sua visão, explica em parte o caos que se abateu no país durante a pandemia de covid-19.

O ex-titular da pasta afirmou que entre suas ações durante os 29 dias que ocupou o cargo de minsitro trouxe ao país o estudo da vacina de Oxford e iniciou abordagens com a empresa Moderna, outra fabricante de imunizante.

Ele foi o segundo a ocupar a pasta no governo do presidente Jair Bolsonaro, em substituição a Luiz Henrique Mandetta, que prestou depoimento na terça-feira (4).

Teich assumiu em abril de 2020.

Em seu depoimento, Mandetta, que entrou em atrito com o presidente no início da pandemia do novo coronavírus, ficou mais de sete horas respondendo perguntas dos senadores. O atraso adiou a participação de Teich, marcada inicialmente para as 14h de ontem.

R7

Opinião dos leitores

  1. Ele agiu corretamente, conforme suas convicções e possibilidades, já que não dependia do emprego. Foi “homem”. O presidente eleito foi Bolsonaro, escolhido pelo povo junto com suas propostas. Quem discordar dele saia do governo ou nem chegue a entrar. Coerência é o nome disso.

    1. Teu comentário começou bom, mas terminou como sempre. INCOERENTE.

      Nada com nada.

      Só para te lembrar: O Brasil não é de Bolsonaro e ninguém está acima da lei.

      Taokei ?

  2. Só sai da cadeira se for pela canalhice daqueles que não tem moral nenhuma de julgar , quero ver é ele sair no voto, com a vontade do povo , assim eu queria ver, DUVIDEODÓ.

  3. Quem teve o voto popular foi o presidente o escrutínio é dele não é de ministro! Ou reza na cartilha de quem foi escolhido pelo povo ou pega o banquinho e sai de fininho!

    1. Ninguém está acima da lei. Mais cedo ou, tarde seu querido presidente responderá por sua incompetência administrativa.

    2. É mesmo!! Então quer dizer que se o presidente eleito mandar o ministro da saúde prescrever bosta, ele tem que cumprir a ordem é.

    3. Muito técnica essa escolha. Nada de política ou ideologia, né amigo? Nota-se que você não vive sem um demagogo pra chamar de seu. Só Jesus nessa causa mesmo

  4. É fumo, Bolsonaro… Quisesse tanto a cloroquina que é por ela que vc vai entrar pelo cano. Chega a ser poético!

  5. Aqui é fácil de entender

    Acho que o pão com mortadela e o minion vão concordar.

    A falta de autonomia era evidente, então fica difícil tomar decisões.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Lira diz que 100% dos pedidos de impeachment contra Bolsonaro já analisados por ele são ‘inúteis’

Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), disse que 100% dos pedidos de impeachment apresentados contra o presidente Jair Bolsonaro desde o primeiro ano de governo, em 2019, são “inúteis” para o que foram propostos.

“Eu ouvi Vossa Excelência calado e espero que Vossa Excelência também me ouça calado. Não cabe a esta Casa, neste momento, instabilizar (sic) uma situação por conveniência política de A ou de B. O tempo é o da Constituição, na conveniência e na oportunidade. Os pedidos de impeachment, em 100%, não 95%, em 100% dos que já analisei são inúteis para o que entraram e para o que solicitaram”, disse Lira ao responder um pedido do deputado Henrique Fontana (PT-RS).

Nesta terça-feira, 27, em entrevista à Rádio Jovem Pan, Lira havia dito que “90% a 95%” dos pedidos de impeachment protocolados até o momento contra Bolsonaro na Casa “não tem absolutamente nenhuma razão de terem sido apresentados a não ser (a tentativa) de gerar um fato político”. “Alguns outros, (têm) muito pouca coisa”, completou, em entrevista à Rádio Jovem Pan.

Fontana havia pedido seu tempo de fala no plenário para cobrar Lira. “Abrir o processo de impeachment de Bolsonaro é uma questão democrática. Eu não posso concordar com o que disse o presidente Arthur Lira de que 95% dos pedidos de impeachment não têm consistência nenhuma. Eu vejo muita consistência em diversos pedidos, mas mais do que isso eu quero ter o direito democrático de poder analisar esses pedidos, numa comissão processante, com debates, busca de dados, que é o papel do parlamento. Por isso, encerro essa fala apelando mais uma vez para que seja acolhido um dos pedidos de impeachment contra Bolsonaro”, disse o petista.

Lira fez, ainda, uma comparação com os apelos da esquerda sobre a questão na época em que Rodrigo Maia (DEM-RJ) presidia a Câmara. “Queria só pedir um pouco de reflexão ao deputado Fontana, que eu não via esses apelos nos dois anos do ex-presidente Rodrigo Maia, com 60 pedidos de impeachment na sua gaveta nessa Casa”, disse. “Então, eu estou há dois meses, deputado Fontana, e pediria à Vossa Excelência um pouco mais de tranquilidade, um pouco mais de paciência”. Fontana rebateu e disse que cobrou a abertura do processo de Maia também.

Estadão

 

Opinião dos leitores

  1. Inúteis como seus autores. A oposição ao presidente junta-se em bando mas faltou “combinar com o povo”. Vivem acuados, sem apoio de quem vota, enquanto o presidente é recebido com festa e aplaudido por onde passa. Falta só resolver no RN, tirando essa governadora incompetente e sem atitude.

    1. Você é o ASSESSOR do ESTAGIÁRIO que analisou os pedidos de impeachment né?! Está explicado porque nenhum pedido foi aceito!

  2. Um presidente nunca liberou tanta verba pra emenda parlamentar quanto o MINTO! Desse jeito, por enquanto, não tem nenhum pedido de impeachment “útil” (Freud explica o uso de termo por Lira)…

    1. Pode continuar nessa sua “ladainha” aceita que dói menos….

    2. Ótimo, vc não sabe como fico tranquilo em vc “permitir” que eu comente no Blog… KKK. Mas e aí, Lira virou um homem honesto só por ainda não ter tramitado os processos de impeachment do MINTO? Passa aí a narrativa mais atual do grupindo ZAP dos bolsopetistas…

    3. Anti Muro, a grana que compra parlamentares não sai do bolso do Bozo. Sai de seu, do meu e do nosso, meu querido. Gostar disso se chama Síndrome de Estocolmo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

FALTA DE VACINAS: Sesap diz que Natal não seguiu orientações, e que não há registro de problema similar em outros municípios do RN

A respeito de informações sobre a responsabilidade do Governo do Estado quanto à falta de vacinas e consequente suspensão da vacinação contra a Covid-19 em Natal, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) assegura que distribuiu todas as doses entregues pelo Ministério da Saúde aos municípios. E diz o seguinte em nota:

“Cabe esclarecer que o município de Natal usou parte das doses que o Ministério da Saúde orientou que fossem destinadas exclusivamente à segunda dose (D2) para vacinar pessoas com a primeira dose (D1). De maneira que a cada nova remessa recebida pelo município há uma lacuna, pois parte desses imunizantes foi usada em público não recomendado para aquele momento.

Não há registro de problema similar em outros municípios do Rio Grande do Norte. O município de Natal não seguiu as orientações da Nota Informativa nº 15 que, de forma clara e objetiva, deu conhecimento que o maior volume de doses recebidas naquele momento destinava-se à D2. Utilizá-las como D1 acarretaria, inevitavelmente, este problema.

A Sesap, tão logo recebe os imunizantes encaminhados pelo Ministério da Saúde, faz a distribuição aos municípios, como o fez no caso de Natal. E, nesse sentido, todas as doses que cabiam ao município foram devidamente entregues.

Ressalta, oportunamente, que o Governo do Estado não mantém estoque de imunizantes destinados à segunda dose no que se refere à 7ª Regional de Saúde, relativa à Região Metropolitana de Natal. Há, em estoque, apenas a reserva técnica, assim como orienta o Ministério da Saúde. A Sesap está discutindo com a Câmara Técnica de Vacinação a possibilidade de disponibilizar parte da reserva técnica para Natal, para não deixar idosos e profissionais de saúde sem completar o esquema vacinal por erro do município”.

Opinião dos leitores

  1. Sei que o Prefeito, que é Médico, teve a boa intenção de aumentar o número de vacinados, o que foi om neste aspecto, porém, por outro lado, cometeu um grave erro pois ele sabia que pra se tomar a 2a dose da vacina existe um prazo máximo, e este prazo já ultrapassou pra muitos pessoas (idosas e da saúde). O pior é que ninguém sabe se quando essa população for atendida com a 2a dose se vai ter efetividade de resultado.

  2. Pessoas vindo do interior estão tomando vacina em Natal. Basta olhar a quantidade pequenos ônibus que se aglomeram nas proximidades do “Palácio dos Esportes”, particularmente na rua Floriano Peixoto.

  3. Que fique claro o comentário quanto a falta sa 2 dose dizendo que é muita irresponsabilida brincar com a vida humana refere-se a Prefeirura dw Natal

  4. O governo federal já distribuiu 54 milhões de vacinas para os Estados . Até agora só utilizaram 33 milhões. Fica a ?

    1. Verdade, mesmo atrasado o governo federal está tentando reverter o quadro, porém o jogo é bruto, e a turma do quanto pior melhor estão escondendo as vacinas. Era pra prender e fuzilar essa cambada de fdp que estao brincando com a vida dos outros.

  5. Nessas contas tem alguma coisa errada, pois cerca de 200 mil vacinas não aparecem??????
    O governo federal diz que entregou, o do estado recebeu e diz que distribuiu ,os municípios diz que estão aplicando as vacinas. Alguém ta mentindo nessa história. Natal é o maior exemplo. Enquanto em joao pessoa já vacinou o pessoal de 60 anos a cerca de um mês, aqui em Natal não diminui de 63 anos. Tem algum ou alguns criminosos mentindo nessa história e com isso o número de mortes não cai de jeito nenhum. O MP e a PF tinham que investigar e pegar esses genocidas.

  6. Foi exatamente o que aconteceu.Muita irresponsablidade brincar com a vida humana

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Líder do governo cita número de vacinados e mortes por milhão e diz que situação do Brasil é ‘até confortável’ comparado a outros países

Foto: Reprodução/Globo News

O líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), ao comentar em entrevista à GloboNews nesta quarta-feira (17) o número de mortes por milhão de habitantes no Brasil por Covid-19 e a quantidade de vacinados, disse que a situação do país “é até confortável” (veja a íntegra da entrevista mais abaixo).

O Brasil registrou na terça (16) um novo recorde negativo com 2.798 mortes pela Covid-19 em 24 horas e totalizou 282.400 óbitos desde o início da pandemia. Também desde que a pandemia começou, o país já registrou 11.609.601 casos de infecção pelo coronavírus, 84.124 deles confirmados na terça. Segundo a Fiocruz, o Brasil passa pelo maior colapso hospitalar da história.

“Olhe bem a estatística, mortes por milhão, ou seja, o cuidado do sistema de saúde com as pessoas. Reino Unido, 1.853 [mortes por milhão], em 4º lugar. Estados Unidos, 1.609 por milhão, em 11º. Brasil, 1.300 mortes por milhão, em 22º lugar”, afirmou Barros.

“Então, nosso sistema de saúde responde, está melhor no tratamento as pessoas do que a maioria dos países de primeiro mundo que estão na nossa frente em número de vacinados, mas o Brasil é o 5º do mundo em número de vacinados. Embora tenha começado mais tarde, já são 10 milhões e 300 mil vacinados e 11 milhões e 600 que já pegaram Covid e estão imunes, então, a nossa situação, ela não é tão crítica assim. Comparada a outros países, é uma situação até confortável”, completou o deputado.

De acordo com um levantamento do projeto “Our World in Data”, ligado à Universidade de Oxford, atualmente, o Brasil ocupa a 11ª posição em número absoluto de vacinados e a 89ª se levado em consideração o percentual da população que já foi vacinada. Até o momento, 4,91% da população brasileira tomou a primeira dose da vacina e 1,79% está imunizada com duas doses. Quanto ao número de mortes por milhão, o país ocupa a 23ª posição, com 1.327,28 mortes/milhão.

O ritmo da vacinação no país é considerado lento por especialistas. Se o ritmo atual for mantido, a Fiocruz prevê dois anos e meio para imunizar todos os brasileiros com mais de 18 anos; e só com a primeira dose. Em várias cidades importantes, a vacinação tem sido interrompida por falta de doses.

O Brasil já possui casos confirmados de reinfecção pela Covid-19 desde dezembro de 2020. Por isso, ter tido a doença não é sinônimo de estar imune. Casos de reinfecção da nova variante que circula no país também já foram registrados.

Novo ministro

Na entrevista, Barros falou ainda sobre o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que já foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro como o sucessor do atual ministro, Eduardo Pazuello. Queiroga e Pazuello já iniciaram uma transição no comando da pasta. Barros disse que a prioridade deve ser a aceleração da vacinação e o adiantamento da entrega de doses já contratadas.

“Tenho a absoluta convicção que ele cumprirá sua missão, senão não teria assumido o ministério. Ele sabe o que deve ser feito e tem o comando do governo central, mas sabe que a tarefa é acelerar a vacinação, negociar adiantamento da entrega de doses e trazer novos fornecedores. E com isso nós podemos avançar”, afirmou o deputado.

G1

Opinião dos leitores

  1. Esse líder é um conversador de merda, um país que é o segundo em número de mortes, tem as maiores taxas de mortalidade diárias está em situação confortável, TNC, país sem liderança, um presidente chibata, com um legislativo pior ainda e um judiciário omisso, TNC.

  2. QUE QUE EU VOU DIZER DE UMA CRIATURA DESSAS??!! ANIMAL COM CERTEZA NÃO É!!
    É BEM PROVÁVEL QUE ELE SEJA ENQUADRÁVEL NO PERFIL MONSTRO!!

  3. A curva de mortes só cresce no país, enquanto em todo o mundo que saiu na frente com a vacinação a curva é decrescente. Esse pequeno detalhe vai fazer com que se perca mais alguns milhares de vidas. Todos ficaram comovidos e triste com a morte de um negro nos EUA, ( vidas negras importam) esse era o lema. Agora milhares morrem por dia e os cabeças de vento desapareceram, essas vidas que estão sendo perdidas agora não.importam???? Que contradição dessa resto de esquerda podre que sobrou.

  4. "11 milhões e 600 que já pegaram Covid e estão imunes." Não é bem assim, MESMO. Já foi provado que ter tido a doença não garante imunidade.

  5. Os imbecis nao se dao conta que nossa população de idosos, idade mais afetada pela pandemia, é muito menor que na Europa e USA mas sempre há alguém para tentar acobertar o desastre dessa pandemia no Brasil do gado.

  6. Interessante que ao falar sobre a vacinação ele nem usa o critério da porcentagem por milhão…

    1. Uma coisa é constatação outra é dizer que a situação é confortável, mesmo que em dados fosse, não é!!

  7. Os asseclas do jumento do Bozo são todos desprovidos, o que assumiu o MS já disse que seguirá à política do presidente no que tange à saúde, só tem LAGARTIXA. Jesussssssssssss

  8. O amigão do sogro do Laranjinha dando continuidade ao modo sabujo de administrar iniciado pelo general lambedor de botas.

  9. É muita falta de empatia desse energúmeno, mais de 2.800 no único dia e essa coisa solta uma piada desse nível.

  10. Políticos do centrão são capazes de tudo, exceto de acompanhar governantes ( presidente), em processo de autocombustão.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Ao Conselho de Ética, Flordelis chora e se diz inocente: ‘Me ajudem’

Foto: Reprodução

Em meio a lágrimas e declarações de inocência, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) apresentou sua defesa, nesta terça-feira (16), ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. A parlamentar participou virtualmente da reunião em que foi apresentado o plano de trabalho do relator do processo contra ela, deputado Alexandre Leite (DEM-SP). “Tenho sofrido uma perseguição pública e implacável, uma descontrução moral. Queria que vocês me olhassem como ser humano”, disse.

Investigada como possível mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, Flordelis é acusada de quebra de decoro parlamentar. “Eu sou inocente. Não mandei matar meu marido e nem participei de uma conspiração contra o meu companheiro por mais de 20 anos”, afirmou.

Flordelis declarou que está se submetendo à Justiça e ao devido processo legal. “Em nenhum momento tentei usar qualquer prerrogativa parlamentar”, disse. Mesmo assim, segundo ela, o princípio da presunção da inocência não está sendo levado em consideração. “Eu não fui julgada ainda. Existem provas robustas e suficientes para desmontar esse processo. Sairei inocentada.”

A parlamentar alegou não saber que a filha estava envolvida na morte de Anderson do Carmo. “Eu não sabia o que estava acontecendo dentro da minha casa. Não sabia que meu marido estava assediando minha filha. Eu não sabia”, disse, chorando. “Quero pedir a todos dessa comissão que me ajudem. Que não cometam nenhuma injustiça comigo.”

R7

Opinião dos leitores

  1. Esse tipo de "gente" é a nova política, conservadora , patriota e "família" tal qual o é a família da"rachadinha" do MINTO!

    1. É não zumbi, essa é a velha política em uma de suas variantes.
      Tem aqueles que deixaram R$ 72 milhões de herança para os filhinhos sem nunca ter trabalhado.
      Tem aqueles que respondem a 10 processos criminais por corrupção e formação de quadrilha.
      Tem aqueles cujos ex ministros da casa civil, todos, foram condenados por corrupção.
      Ela é da turma da velha política que é praticada por aqueles que distribuem recursos públicos para comprar apoio político e da mídia. Entendeu? Sei que é difícil, mas tente, talvez consiga

    2. Entendi perfeitamente CARA PÁLIDA , você prefere o verme ladrao condenado Lula ??aquele que preferiu construir estádios ao contrário de hospitais, o rato que fez o maior roubo da história da humanidade

    3. Paulo: Pq vc acha que sou zumbi? Pq não tenho corrupto de estimação é isso? Pq vc acha que eu defendo bandido corrupto de esquerda ou de centro? Mas estou gostando da narrativa nova dos minions: fulano roubou MAIS…

      Brasil: Pq vc acha que prefiro Lulaladrão? Só pq falo o óbvio: o MINTO tem a família toda envolvida (inclusive ele) em rachadinha?

      Eu não tenho que ficar falando de Lulaladrão, ele não é mais presidente! Por mim ele estava preso na cadeia , mas infelizmente o MINTO não cumpriu a promessa de campanha dele de apoiar a PEC da prisão após condenação em segunda instância. Logo, os corruptos condenados em segunda instância como Lula, Lira, etc, etc ainda estão soltos por aí!
      Se vcs ficam defendendo político corrupto de estimação, seja ele de centro, esquerda, direita, alto, baixo, magro, é problema de vocês!

    4. Segue abaixo os terrapalhistas desorientados tentando balbuciar algo q faça sentido…rs

    5. Certas antas, como Paulo Rocha, acreditam que, se vc criticar o Bozonaro, automaticamente vc é a favor de Lula ou do Comunismo. É um pensamento muito simplista viu (pra não dizer coisa pior)! Só digo uma coisa: Votei nesse traste que tá lá na presidência, nunca mais o farei. Errar é humano, persistir no erro, já é burrice demais…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Lula agradece Fachin e diz que foi ‘vítima da maior mentira jurídica em 500 anos de História’

Foto: Deslange Paiva/G1

“Eu sei que fui vítima da maior mentira jurídica contada em 500 anos de História”, disse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quarta-feira (10), no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Ele faz pronunciamento após decisão que anulou suas condenações na Lava Jato do Paraná.

“Antes de eu ir [para a prisão], nós tínhamos escrito um livro, e eu fui a pessoa dei a palavra final no título do livro que é ‘A verdade vencerá’. Eu tinha tanta confiança e tanta consciência do que estava acontecendo no Brasil que eu tinha certeza que esse dia chegaria, e ele chegou.”

Na última segunda-feira (8), o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, anulou todas as condenações do ex-presidente pela Justiça Federal no Paraná relacionadas à Operação Lava Jato. Com a decisão, o ex-presidente Lula recuperou os direitos políticos e voltou a ser elegível.

A decisão de Fachin foi tomada ao analisar um pedido da defesa de Lula, de novembro de 2020, que dizia que não cabia à Justiça do Paraná julgar quatro ações — as do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e duas ações relacionadas ao Instituto Lula. Isso porque essas denúncias não estariam diretamente ligadas a desvios na Petrobras. Edson Fachin concordou com argumentos da defesa e enviou os processos para a Justiça Federal do Distrito Federal.

“Eu sou agradecido ao ministro Fachin, porque ele cumpriu uma coisa que agente reivindicava desde 2016. A decisão que ele tomou tardiamente, 5 anos depois. A gente cansou de dizer, a inclusão do Lula e a inclusão da Petrobras na vida do Lula como criminoso era a razão pela qual a quadrilha de procuradores da Lava Jato, não o Ministério Público, a quadrilha de procuradores da força-tarefa e o Moro entendeu que a única forma de me pegar era me levar para a Lava Jato, porque eu já tinha sido liberado em vários outros processos fora da Lava Jato, mas eles tinham uma obsessão porque eles queriam criar um partido político”, disse Lula nesta quarta.

Pandemia

No começo da fala, Lula disse que tirou a máscara após consultar médico e por estar a mais de 2 metros de outras pessoas.

Ao falar sobre sua prisão, Lula prestou solidariedade às famílias que perderam pessoas para a Covid-19 e aos que estão desempregados.

“Se tem um brasileiro que tem razão de ter muitas e profundas mágoas sou eu, mas não tenho. […] A dor que eu sinto não é nada diante da dor que sofre milhões e milhões de pessoas. É muito menor do que a dor que sofre quase 270 mil pessoas que viram seus entes queridos morrer.”

“Eu quero prestar a minha solidariedade nesse entrevista às vítimas do coronavírus, aos familiares das vítimas do coronavírus, ao pessoal da área da saúde, de todos da saúde, privado e pública. Mas sobretudo para os heróis e heroínas do SUS que por tanto tempo foram descredenciados politicamente.”

Ele disse que, se não fosse o SUS, mais brasileiros teriam morrido. Lula criticou a forma como presidente Jair Bolsonaro está conduzindo a pandemia.

Suspeição de Moro

Na decisão de segunda, o ministro Edson Fachin declarou a “perda do objeto” e extinguiu 14 processos que questionavam se o ex-juiz Sergio Moro, que esteve à frente de ações da Lava Jato no Paraná, agiu com parcialidade ao condenar Lula.

O ministro Gilmar Mendes não concordou com a decisão de acabar com processos sobre a suspeição de Moro e levou o caso para a Segunda Turma nesta terça-feira (9), a fim de dar continuidade ao julgamento iniciado em 2018. Naquele ano, após os votos de Fachin e Cármen Lúcia, Gilmar Mendes havia pedido mais tempo para analisar o caso e, desde então, não tinha apresentado o processo novamente.

Nesta terça, Mendes e Ricardo Lewandowski votaram a favor de tornar Moro suspeito e, assim, anular todos os atos do então juiz, desde o início das investigações sobre Lula no Paraná. Os ministros citaram mensagens da força-tarefa da Lava Jato que foram obtidas por hackers e se tornaram públicas em 2019.

Para Mendes, elas mostraram um “conluio” entre Moro e procuradores, o que, segundo ele, maculou o processo. Para Lewandowski, ficou configurado no caso um “evidente” abuso de poder, porque Moro assumiu “papel de verdadeiro coordenador dos órgãos de investigação e acusação, em paralelo à função de julgador”.

O julgamento do caso Segunda Turma foi suspenso pelo ministro Nunes Marques, que pediu mais tempo para análise. Até então, o placar estava em 2 votos pela suspeição de Moro e 2 votos contrários. O de Nunes Marques, em tese, seria o decisivo. Mas Cármen Lúcia e Edson Fachin, que já votaram no início do julgamento, em dezembro de 2018 — ambos contra o pedido de suspeição — anunciaram que farão uma nova manifestação, o que poderá alterar o placar. Há expectativa de que a ministra mude o entendimento anterior.

Ainda não há data para que o julgamento seja retomado.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Falam que Lula é ladrão, que roubou, porém até hoje não acharam um centavo nas contas dele, inventaram um sítio e um triplex como forma de pagamento de propina para tirá-lo da disputa presidencial de 2018, porém o mundo da voltas e agora muitos que o culparam o querem novamente, pq elegeram um louco e um descontrolado que não me representa como presidente de uma república!
    Lula2022!

  2. Só penso que se foi cometido erro contra o cara, que seja processado e julgado de modo justo. Parece agora que tal forma justa não houve. Quanto a ser candidato, tenho certeza que em 2022 não serão somente dois. Que o povo saiba escolher e pronto.

  3. kkkkk O MAIOR LADRÃO DE TODOS OS TEMPOS, FALANDO EM MENTIRA, É MUITA HIPOCRISIA, SE ISSO SE MANTIVER, AGRADECEMOS A ESSE BABACA FACHIN POR ELEGER ANTECIPADAMENTE O MITO, CHUPA PTISTAS……

  4. Ex Presidiário, ex condenado e ex ladrao sacrificou toda sua família por causa de política e de roubos e corrupções, vai terminar sozinho ele e os bandidos. O cara é visto como um dos homens mais ricos pela Revista Forbes, estourou o País com desvios bilionários e afundou as maiores empresas do País. Em países onde a lei prevalece teria pena de morte.

  5. OS MINISTROS DO STF
    DESACORVADARAM??
    kkkkkkkkkkkk
    É brincadeira esses caras.
    Fazem uma coisa depois desmancham.
    Va entender.

  6. Taí um cabra " honesto". Tem muita gente presa igual a esse sr. . Manda soltar todos , inclusive os que o ajudaram a roubar o país. O BRASIL é o PAÍS da SACANAGEM. Estamos FUDIDOS com essa JUSTIÇA. Eu tenho vergonha de ser brasileiro. Essa PORRA só bom para que é Fora da lei, vagabundo, ladrão , traficante , estuprador , marginal.

  7. Esse indivíduo foi o mesmo que no dia 19 de Maio de 2020 em entrevista concedida à revista Carta Capital, disse que "ainda bem que natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus". Agora vem com essa demagogia. Pense numa jararaca…..

    1. Verdade! Lulaladrao eh um mentiroso à altura do MINTOmaníaco… Eles se completam e o Brasil vai ficar polarizado novamente um se limpando na sujeira do outro!

  8. STF é a casa de apoio a bandidagem! E os delatores que entregaram provas, informações da organização criminosa petista, vão se passar por mentirosos…

  9. Havia um burro amarrado a uma árvore, aí veio o demônio e o soltou.
    O burro entrou na horta dos camponeses vizinhos e começou a comer tudo.
    A mulher do camponês dono da horta, quando viu aquilo, pegou o rifle e disparou.
    O dono do burro ouviu o disparo, saiu, viu o burro morto, ficou enraivecido, também pegou seu rifle e atirou contra a mulher do camponês.
    Ao voltar para casa, o camponês encontrou a mulher morta e matou o dono do burro.
    Os filhos do dono do burro, ao ver o pai morto, queimaram a fazenda do camponês.
    O camponês, em represália, os matou.
    Aí perguntaram ao demônio o que ele havia feito e ele respondeu:
    – “Não fiz nada, só soltei o burro”.
    Conclusão, se você quiser destruir um país, Solte o Burro.

    QUANDO UM ANALFABETO CONSEGUE MANIPULAR MAGISTRADOS É SINAL DE QUE O PAÍS VIROU UM CURRAL…OS JUMENTOS TOMARAM O PODER!

    1. Não sou a favor de Lula, mas isso ja ESTAVA desenhado por culpa de Moro.ele tinha a lei a seu favor e fez tudo errado com as lei na mão….agora vc é burro viu antes de comenta tall assunto Leia ANTES viu

    1. Estadista só se for da roubalheira e da alienação de fanáticos zumbis!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Silveira gravou conversas com Bolsonaro, diz deputado do PSL

Foto: Leo Martins

Deputado federal e integrante da executiva nacional do PSL, Felício Laterça (RJ) afirmou em uma rede social que Daniel Silveira (PSL-RJ) gravou, sem permissão, conversas com o presidente Jair Bolsonaro. Silveira está preso desde a última terça-feira após insultar ministros do Supremo Tribunal Federal e incitar violência.

– Conheci Daniel Silveira em janeiro de 2019. Pude conhecer um pouquinho do seu caráter. Ele me revelou que já tinha feito gravações de algumas pessoas. Ele tinha esse mau hábito. Acabou gravando conversas de parlamentares dentro da Câmara para se autopromover. Ele disse para mim que também havia gravado o presidente da República. Eu falei: “Meu Deus! Que homem é esse?”.

Laterça, que é da ala do PSL próxima ao presidente da legenda, Luciano Bivar, disse que nem mesmo Bolsonaro saiu em defesa de Daniel Silveira, que integra o grupo bolsonarista do partido.

– O (que faria) próprio presidente da República, se souber que já foi gravado por ele (Silveira)? Quem sabe não será relevado com a apreensão dos celulares pela Polícia Federal? Vamos ver se descobrem gravação de conversas dele com o nosso presidente da República. O presidente da República lavou as mãos. Porque o que o Daniel Silveira fez prejudica o governo – disse, em seu perfil no Instagram.

Sonar – O Globo

Opinião dos leitores

  1. Deve ser uma conversa altamente relevante, para não dizer ao contrário. Deve ser de palavrões e impropérios.

  2. Esse Felício é mais um canalha que quer aparecer e criar uma crise entre Bolsonaro e Silveira.
    Mas não vai dar certo.

  3. Aiiiinnnnnnnn Felicinho, ela ficou chateadahhh. Essa gravação de reuniões foi em 2019, quando o Daniel se infiltrou e gravou a reunião do "PSL raíz" mostrando os surfadores da onda Bolsonaro

    1. Vixe, quer dizer que Silveira o miliciano bolsonarista já virou persona non grata? Narrativa nova? Quando ele virar comunista me avisem talkei!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Saúde diz que clínicas privadas devem seguir plano nacional de vacinação

Foto: reprodução/VEJA

Após o presidente da Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (Abcvac), Geraldo Barbosa, anunciar as negociações de compra de 5 milhões de doses da Covaxin, contra a Covid-19, produzida pelo laboratório indiano Bharat Biotech, o Ministério da Saúde afirmou que essas organizações — ainda que entrem na operação de vacinação brasileira — devem seguir o Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O comunicado diz que “é preciso observar que o registro da aplicação do imunizante precisaria ser feito junto à Rede Nacional de Dados de Saúde e à caderneta digital de vacinação. Esta rastreabilidade possibilita identificar quem tomou a vacina e em qual data, além de precisar o laboratório e o lote do imunizante, possibilitando a aplicação de uma segunda dose no prazo correto”.

Essa rastreabilidade, explica o Ministério, é fundamental para que também seja possível averiguar e detectar efeitos adversos relacionados ao antígeno. Os grupos prioritários definidos pela pasta da Saúde devem ser obedecidos pelas clínicas particulares.

Se realizada a compra, a vacina da Covaxin, inicialmente, não poderá ser utilizada em critério emergencial no país, por não cumprir dois pré-requisitos: passar por testes clínicos de fase 3 no Brasil e ter distribuição fora do Sistema Único de Saúde.

O medicamento ainda não tem dados de eficácia divulgados.

Veja

Opinião dos leitores

  1. As clínicas vão conseguir as vacinas 1º e o incompetente do governo federal vai ficar só na CLOROQUINA no toba da boiada

    1. O PR já disse a boiada.
      Não tem pressa.
      Portanto, o homi acerta tudo, não temos porque discordar.
      MITO!!
      2022.
      Primeiro turno viu babacas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *