Política

Ministério Público do Rio pede a prisão da ex-deputada Flordelis

Foto: Arquivo

O Ministério Público do Rio de Janeiro acaba de pedir a prisão preventiva da ex-deputada federal Flordelis dos Santos Souza.

Em agosto de 2020, ela e outras dez pessoas foram denunciadas pelo assassinato, em 2019, do seu então marido, Anderson do Carmo de Souza. Na época, Flordelis não teve sua prisão pedida por deter imunidade parlamentar. Na última quarta-feira, no entanto, a Câmara dos Deputados cassou seu mandato por quebra de decoro.

“Com a perda do mandato de parlamentar, a situação jurídica da ré deve ser revista, para sanar a desproporcionalidade que havia entre as medidas cautelares impostas e os fatos imputados e as condutas que a ré praticou para interferir na instrução e se furtar no momento da aplicação da lei penal”, diz o pedido encaminhado à 3ª Vara Criminal de Niterói.

Um trechinho do documento do MP: “ao longo de toda a persecução penal, ficou claro que a liberdade da ré colocava em risco tanto a instrução criminal quanto a aplicação da lei penal e que, mesmo sendo cabível e necessária sua prisão preventiva, a decretação só não foi possível devido à imunidade parlamentar”.

O pedido de prisão relata que, além da gravidade da conduta criminosa, a ex-deputada, poucos dias após o homicídio, orientou os demais corréus para que o celular da vítima fosse localizado e suas mensagens comprometedoras fossem apagadas, bem como que fossem queimadas as roupas com possíveis vestígios forenses. Ela também providenciou treinamento a réus e testemunhas que foram intimadas para prestarem depoimento em sede policial, solicitando que testemunhas mentissem à polícia e alterassem versões já fornecidas, assim como, por repetidas vezes, descumpriu a medida cautelar de monitoramento eletrônico. Flordelis foi denunciada por arquitetar o homicídio de Anderson.

Ancelmo Gois – O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. Flordelis, um modelo clássico bolsonarista raiz, cirstã e defensora da família tradicional brasileira.

    1. Está pondo em prática o que aprendeu com o pt, relembrando os assassinatos em série do caso celso Daniel onde a Impunidade permeia até hoje.

  2. Grande dia!
    Flordelis 👉👌
    Dr.Jairinho 👉👌
    Daniel Silveira 👉👌
    Bob Jeff 👉👌
    Tutti buona gente…kkkkkkkk
    Sextou galera…😂😂😂

  3. Aos poucos, o dominó da milícia vai caindo um por um…
    Falta chegar em quem REALMENTE mandou matar a vereadora Marielle…
    O Brasil tem que se livrar logo dessa corja.

    1. Esse canalha só pede justiça se for dos adversários do maior ladrão de dinheiro público do mundo, mais, desde que não seja instituída a prisão em 2a instância, é um vigarista trombadinha.

    2. Apesar de ser uma pauta abraçada por políticos de todas as vertentes, quem deu o tiro de misericórdia na prisão em 2a instância assim como em todo o pacote de combate ao crime foi Bolsonaro. Você deveria se lembrar.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Comerciante do ramo de motos é assassinado em Macaíba

Um crime ainda sem explicação marcou a noite da sexta-feira (23), na cidade de Macaíba, região metropolitana de Natal. Um comerciante do ramo de motos foi assassinado com dois tiros na cabeça enquanto trafegava em uma motocicleta, na rua Pedro Matos, no centro da cidade. José Mailson da, de 34 anos foi surpreendido por um atirador que também estava em uma moto.

De acordo com familiares da vítima, Mailson não tinha histórico de envolvimento com crimes e nunca se queixou de ameaças contra ele, o que deixa a polícia sem uma linha preliminar de investigação quanto a razão do crime. Mailson possuía uma loja de equipamentos e peças de motocicletas e era muito conhecido na cidade. A DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa) informou que nenhum pertence da vítima foi levado, o que descarta a hipótese de latrocínio, o roubo seguido de morte.

Nos próximos dias a Polícia Civil de Macaíba, sob os cuidados do delegado Cidorgenton Pinheiro irá ouvir pessoas ligadas ao comerciante e tentar solucionar o crime.

Portal BO

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Empréstimo consignado está suspenso para servidores do RN porque Governo do Estado não repassa desconto para o Banco do Brasil

Desde o dia 13 de outubro, dois dias antes do governo pagar parte dos salários dos servidores, que o Banco do Brasil interrompeu o empréstimo consignado para os funcionários do Estado. A informação foi divulgada pelo Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Direta do RN (Sinsp).

A justificativa está na recorrente prática do governo de descontar as parcelas do contracheque dos servidores e não repassar os valores para as instituições bancárias.

O Banco do Brasil só deve voltar a fazer o consignado depois que o governo regularizar o pagamento que já foram descontados dos servidores.

Desde o ano passado que o SINSP denuncia a política do governo de fazer caixa com o dinheiro descontado dos contracheques dos servidores.

O desconto e não repasse dos empréstimos consignados aos bancos se caracteriza como crime de apropriação indébita e o Estado pode responder por danos morais, segundo o artigo 168 do Código Penal Brasileiro.

Além disso, a governadora Fátima Bezerra pode responder por crime de responsabilidade fiscal. Já os servidores correm o risco de serem negativados pelos bancos, e ter seus nomes inseridos no SPC.

Grande Ponto

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro deve R$ 80 mil a estado do NE por não usar máscara em manifestações

O presidente Jair Bolsonaro está inscrito na dívida ativa do Maranhão por uma multa de R$ 80.000 pelo não uso de máscara e aglomeração em 1 visita ao Estado. A informação foi confirmada ao Poder360 pela assessoria do governo maranhense.

O Maranhão é governado por Flávio Dino, eleito pelo PCdoB, mas que atualmente é filiado ao PSB de olho nas eleições do próximo ano.

Em 9 de julho, o presidente foi multado pela Superintendência de Vigilância Sanitária do Maranhão, no valor de R$ 80.000, depois de ter provocado aglomerações durante visita de dois dias ao Estado no mês de maio. Se não pagas, o valor da autuação pode ser cobrado na Justiça.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

LEI SECA: 38 são autuados por embriaguez ao volante na Av. Omar O’Grady, em Natal

Uma ação conjunta, envolvendo policiais militares do 9º BPM e da Operação Lei Seca, autuou 80 motoristas durante fiscalização realizada entre a noite da sexta (22) e madrugada deste sábado (23) na Av. Omar O’Grady, em Natal.

Ao todo, foram feitas 1.653 abordagens, com 1.615 testes de bafômetro realizados. O resultado foi: 80 autos de infrações, sendo 38 de embriaguez ao volante e 42 autos de infrações diversas.

Ainda de acordo com a PM, oito veículos foram removidos ao pátio do Detran-RN.

Um motorista ainda foi preso em flagrante por TCE (Termo de Constatação de Embriaguez) e conduzido à DP de Plantão por crime de embriaguez ao volante.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Três estados não registram mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas; RN registra três óbitos

Três estados não registraram mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo levantamento da Agência CNN realizado neste sábado (23): Rondônia, Mato Grosso e Amapá.

Outros cinco estados registraram apenas uma morte cada nas últimas 24 horas: Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso do Sul e Sergipe. Já Alagoas, Piauí e Roraima registraram duas mortes. O Rio Grande do Norte registrou três óbitos.

Outros cinco estados registraram apenas uma morte cada nas últimas 24 horas: Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso do Sul e Sergipe. Já Alagoas, Piauí e Roraima registraram duas mortes. O Rio Grande do Norte registrou três óbitos.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

No Brasil, passagens aéreas sobem 56,8% em 12 meses

No momento em que cerca de 70% da população brasileira está vacinada contra a covid-19 ao menos com a primeira dose e se sente mais à vontade para retomar viagens aéreas, um fator pode complicar os planos de voar: o preço dos bilhetes. A inflação generalizada pesou sobre o setor de aviação. No acumulado de 12 meses, as passagens aéreas tiveram alta de 56,81%, ficando atrás apenas de quatro itens, três deles do grupo de alimentos, além do etanol. A diferença é considerável se comparada ao índice geral da inflação acumulada de 12 meses, que ficou em 10,25%, o maior desde fevereiro de 2016.

Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta dos combustíveis está diretamente ligada a essas tarifas salgadas, outro pesadelo do brasileiro. O setor aéreo é extremamente sensível a esse produto, porque o querosene de aviação é um dos principais custos para as companhias. Relatório da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ressalta esse peso. Na média do segundo trimestre, o valor do litro do querosene de aviação ficou 91,7% superior ao verificado em igual período de 2020.
A reabertura da economia e o aumento da demanda devido ao avanço da vacinação são outros fatores que explicam o aumento no preço dos bilhetes. A busca pelos destinos nem sempre é acompanhada por uma oferta suficiente por parte das companhias.

Estadão Conteúdo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Fabio Faria anuncia chegada de 36,2 milhões de vacinas da Janssen até dezembro

O Brasil fechou contrato com a farmacêutica Janssen para receber 38 milhões de vacinas de dose única contra a covid, sendo 36,2 milhões doses até dezembro.

De acordo com o ministro Fábio Faria (Comunicações), 7,8 milhões de doses serão entregues no mês de novembro e 28,4 milhões em dezembro.

Até agora, o Brasil já aplicou 268,2 milhões de doses, imunizando 104,3 milhões de pessoas com duas doses e outras 4,8 milhões com a vacina de dose única da Janssen.

No âmbito nacional, segundo o vacinabrasil.org, o Brasil já vacinou 73,9% das população e tem 51,2% imunizados.

Diário do Poder

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Cinco brasileiros são presos com ‘arsenal de guerra’ no Paraguai

Foto: Polícia paraguaia/Reprodução

Cinco brasileiros foram presos em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia na região de fronteira com o Brasil, neste sábado (23). Com os homens foi encontrado um verdadeiro “arsenal de guerra”, de acordo com os oficiais paraguaios.

Fuzis, cartuchos, dinheiros, veículos, munições e até rádio de comunicação estão entre os objetos apreendidos. Veja a lista abaixo do que foi confiscado:

  • Dois fuzis, do tipo AK-47, com carregadores;
  • Seis carregadores para fuzil, do tipo AK-47;
  • Um fuzil, do tipo M4, com dois carregadores;
  • Inúmeras munições;
  • Uma pistola, da marca Glock, com dois carregadores;
  • Celulares;
  • Equipamentos de rádio comunicação;
  • Dinheiro.

A apreensão dos armamentos e outros objetos ocorreu em parceria entre as polícias do Paraguai e do Brasil, que atuam em conjunto na fronteira desde a série de execuções de várias pessoas na região.

 

A ação, deste sábado, foi encomendada pela polícia paraguaia, em Assunção. Entre os presos está Jefferson Kelvin Gonçalves de Oliveira, que tem ficha corrida na polícia do Brasil. O suspeito tem antecedentes de tráfico internacional de drogas e homicídio.

Os presos são:

  1. Jefferson Kelvin Gonçalves de Oliveira;
  2. Angelo Gabriel Pereira de Carvalho;
  3. Mizael Correa Viana;
  4. Luiz Gustavo Alvez Aguiar;
  5. Marcio Vinicius da Paixão Vieira.

Foto: Polícia paraguaia/Reprodução

Confirmado ao g1, por uma fonte da polícia paraguaia, os cinco presos teriam ido à Pedro Juan Caballero para incorporarem uma facção criminosa, que atua com tráfico de drogas na região de fronteira.

Os cinco presos foram enviados a Assunção, sob custódia da polícia do Paraguai. Todos devem responder por crime organizado.

Todas as armas foram enviadas para perícia. A polícia apura o envolvimento dos presos e a utilização dos objetos nos casos de execuções que assustaram a fronteira há duas semanas.

g1

Opinião dos leitores

  1. Complete aí gadolândia ; Milícia armada até o talo nos faz lembrar do presidente :………..

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Ilha na Espanha com vulcão em erupção há mais de um mês é atingida por terremoto de magnitude 4,9

Foto: DESIREE MARTIN/AFP

A ilha de La Palma, na Espanha, onde o vulcão Cumbre Vieja está em estado de erupção desde 19 de setembro, registrou neste sábado um terremoto de magnitude 4,9 na escala Richter uma uma profundidade de 38 quilômetros, sentido pela população.

O tremor, detectado pelo Instituto Nacional Geográfico (IGN, na sigla em espanhol), é o maior desde o início do enxame sísmico que antecedeu a erupção e durante sua duração.

Desde que um terremoto de 4,3 foi registrado hoje cedo, o IGN localizou 30, dos quais uma dúzia ultrapassou a magnitude 3.

O cone principal do vulcão desmoronou parcialmente – de acordo com o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias, o arquipélago Atlântico onde está localizada La Palma -, e um sismógrafo IGN relatou uma emissão de fluxos de lava mais a oeste do cone secundário, que nas últimas horas sofreram vários transbordamentos de lava.

Os derrames alargaram a erupção mais preocupante neste momento, que está parada no bairro da cidade de La Laguna, com risco para edifícios e plantações.

Até agora, o vulcão devastou cerca de 900 hectares e destruiu cerca de 2,2 mil prédios, muitos deles residenciais, de acordo com dados do sistema de satélites Copernicus. Além disso, cerca de 7 mil pessoas foram evacuadas desde o início da emergência.

UOL via EFE

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncia

Presidente afastado da CBF, Rogério Caboclo é alvo de nova denúncia por assédio contra ex-funcionária

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O presidente afastado da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Rogério Caboclo, está sendo, mais uma vez, denunciado por assédio sexual. A denúncia, enviada esta semana para a Comissão de Ética da entidade, foi feita por um ex-funcionária que apresentou duas novas situações de assédio praticadas por Caboclo: uma na Copa América sediada no Brasil, em 2019, e outra durante uma viagem a trabalho para a Suíça junto com o dirigente. Em nota, a defesa de Rogério Caboclo negou as acusações.

A Comissão de Ética investiga outras três denúncias contra Caboclo, que está afastado do cargo até março de 2023. Duas das três denúncias são de assédio sexual apresentadas por duas mulheres, e a outra é de assédio moral feita por um dos diretores da CBF. Em nota, a defesa do presidente afastado afirma que o Conselho de Ética age “como um verdadeiro tribunal de exceção”, e que as decisões têm sido tomadas com parcialidade e de forma ilegal.

Em uma das situações apresentadas nesta nova denúncia, a ex-funcionária descreve que, durante a Copa América em 2019, ela foi obrigada a reservar quartos de hotel, em São Paulo, para acomodar acompanhantes do então presidente da entidade. Como as visitantes não tinham autorização para adentrar no hotel, ficava a cargo da funcionária buscá-las na recepção.

Na denúncia, ela relata ainda que, na mesma noite, Caboclo havia deixado um recado na secretária eletrônica do quarto da funcionária. Apesar da mensagem ser incompreensível, segundo consta no depoimento, era possível perceber que o dirigente estava em momentos íntimos com a acompanhante.

A ex-funcionária da CBF revelou também que, durante uma viagem para a Suíça ao lado de Caboclo, o dirigente a chamava para o quarto de hotel e buscava construir uma relação de intimidade com a colega de trabalho. Ela relata que, nesses encontros, Caboclo desabafava sobre a vida ou brincava na tentativa de ficar mais próximo dela, como quando pediu as pulseiras da funcionária pois queria usá-las.

A defesa afirma em nota que os relatos descritos pela ex-funcionária da CBF não configuram assédio. Bem como nas demais denúncias, novamente Rogério Caboclo está sendo acusado de trabalhar alcoolizado. Neste novo depoimento, a funcionária afirma que ele a fazia esconder garrafas de bebida no banheiro da sala da presidência, na sede da CBF.

Além disso, as acusações vêm à tona depois de uma suposta tentativa de quebrar o silêncio da ex-funcionária. Ela afirma que trabalhou na CBF até dezembro de 2019, quando Caboclo negou a ela uma oportunidade de trabalhar em outro departamento da entidade. No primeiro semestre deste ano, ela recebeu uma oferta para voltar a atuar na confederação para receber o dobro como salário. Ela entendeu que essa oferta era uma tentativa de silenciá-la e não aceitou o emprego.

IstoÉ

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *