Judiciário

Moro diz que Ministério da Justiça e PF vão identificar e comunicar vítimas de hackers

Um dos alvos dos supostos hackers, Sérgio Moro afirmou na internet nesta quinta que, segundo as apurações preliminares, ‘ninguém foi hackeado por falta de cautela’ — Foto: Marcelo Camargo, Agência Brasil

O ministro Sérgio Moro afirmou nesta quinta-feira (25), em uma rede social, que o Ministério da Justiça e a Polícia Federal (PF) vão identificar e comunicar as centenas de vítimas de invasões de celulares dos supostos hackers que foram presos nesta semana em São Paulo. Segundo o titular da Justiça, haverá notificação para as vítimas de hackeamento, sejam elas autoridades ou não.

Na terça-feira (23), a PF prendeu, na Operação Spoofing, quatro suspeitos de envolvimento na invasão de celulares de autoridades. O próprio Moro foi um dos alvos dos supostos hackers.

A PF informou ao Ministério da Justiça que celulares utilizados pelo presidente Jair Bolsonaro também foram alvos de ataque do grupo de supostos hackers preso nesta semana.

Investigadores da Polícia Federal informaram nesta quarta (24) que já têm condições de afirmar, com base na apuração prévia, que aproximadamente 1 mil diferentes números telefônicos foram alvo do mesmo modus operandi usado para supostamente invadir o celular de Sérgio Moro.

Na internet, o ministro disse nesta quinta-feira que a invasão dos celulares não ocorreu por “falta de cautela” das vítimas. Ele destacou que o hackeamento se deu por uma vulnerabilidade no sistema do aplicativo de mensagens Telegram.

“A vulnerabilidade foi explorada por hackers criminosos e pessoas inescrupulosas. As centenas de vítimas, autoridades ou não, que tiveram a sua privacidade violada por meio de crime, serão identificadas e comunicadas pela Polícia Federal ou pelo MJSP [Ministério da Justiça]”, escreveu Moro em uma das mensagens publicadas na internet.

“Pelo apurado, ninguém foi hackeado por falta de cautela. Não se exigia nenhuma ação da vítima. Não havia sistema de proteção hábil. Há uma vulnerabilidade detectada e que será corrigida graças à investigação da Polícia Federal”, complementou o ministro em outro post.

Bolsonaro

Jair Bolsonaro comentou nesta quinta, durante um evento em Manaus, que eventuais ações de hackers nos celulares dele “não vão encontrar nada que comprometa”.

“Eu achar que meu telefone não estava sendo monitorado por alguém seria muita infantilidade, não apenas por eu ser capitão do Exército, conhecedor da questão da inteligência. Sempre tomei cuidado nas informações estratégicas, essas não são passadas via telefone. Então, não estou nem um pouco preocupado se porventura algo vazar aqui no meu telefone. Não vão encontrar nada que comprometa. […]. Perderam tempo comigo”, declarou.

O presidente disse ainda que discute apenas pessoalmente, no gabinete, questões tratadas com outros chefes de Estado.

Em junho, quando o site The Intercept começou a publicar conversas atribuídas a Sérgio Moro pelo aplicativo de mensagens Telegram, Bolsonaro afirmou que não segue recomendação do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) de utilizar um celular protegido com um programa de criptografia para se comunicar. Ele afirmou, naquela ocasião, não ter “nada a esconder”.

O GSI divulgou nota na qual ressaltou que disponibiliza ao governo federal, por intermédio da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), um Terminal de Comunicação Seguro (TCS), com tecnologia da própria agência, “cabendo às autoridades optar pelo equipamento e operá-lo conforme suas necessidades funcionais”.

Ainda segundo o GSI, “detalhes e desdobramentos sobre o assunto serão apurados por inquérito instaurado pela Polícia Federal”.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Estranhíssimo. Se Moro é honesto e está sendo vítima criminosos que estão adulterando as mensagens, o material que ele quer destruir serve para comprovar sua inocência com o resguardo da Justiça. Por que ele quer fazer justamente o contrário? Isso é muito louco.

    1. Já provou, pois mesmo depois da divulgação seletiva, não aconteceu nada que pudesses abalar a confiança no ministro. O que aconteceu foi uma falsa análise do gleengay, concluindo erradamente que com isso, iria inocentar os roubos praticados por Lula. Pelo o que deu pra concluir até agora, mesmo ele alardeando que era um material bombástico, foi o empenho de Moro pra defender a nação das ações maléfica dos corruptos.

  2. Ele dizia que as mensagens eram falsas ou adulteradas. Vai mandar periciar? Duvido. Vai querer destruir o quanto antes.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Mulher paga amante para marido por R$ 2 mil: ‘Ele escolhe com quem dorme’

Foto: Reprodução

Uma mulher de 44 anos decidiu contratar uma amante para o marido, na Tailândia, e contou sobre a experiência nas redes sociais. Na publicação, ela explica que não se achava capaz de agradar o amado, ainda listou os requisitos para o papel de amante e o salário oferecido.

Para ocupar a vaga, a mulher precisava ter entre 30 e 35 anos, além do ensino médio completo. Pattheema também disse que as amantes tiveram que fazer um exame médico negativo para HIV.

“Você receberá pelo menos 15.000 baht (cerca de R$ 2 mil) por mês, terá acomodação e refeições gratuitas. Mas você precisa me ajudar. Duas serão contratadas para ajudar com o trabalho de documentação em meu escritório e outra será contratada para cuidar de mim, meu marido e meu filho”.

Segundo Pattheema, o ambiente será de paz. “Eu garanto que não haverá briga entre nós. Eu permito que meu marido escolha com quem ele quer dormir ou ficar. Sem horário, ele pode escolher sozinho”.

E apesar da natureza estranha do pedido, agora parece que o casal conseguiu a “amante perfeita”. Pattheema teria pedido a uma “bela mulher” de 33 anos para se juntar à família como amante de seu marido.

Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Fecomércio recomenda aos candidatos ao governo privatização da Caern

Foto: Reprodução

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio Grande do Norte (Fecomércio) iniciou a entrega de um documento com propostas aos candidatos ao governo do Estado, no qual defende a privatização da Caern (Companhia de Águas e Esgotos do RN).

“A questão da privatização da Caern precisa estar no radar do futuro governo. A empresa chega a perder até 65% da água tratada que distribui, operando com uma rede de tubos depreciada e precisando ser mais efetiva na fiscalização das ligações clandestinas”, aponta a Fecomércio no documento entregue ontem à governadora Fátima Bezerra, candidata à reeleição, a primeira que participou de uma série e encontros na sede da entidade.

Amanhã, a entrega do texto será ao candidato Fábio Dantas (Solidariedade). O documento foi denominado “RN em Foco” e consiste em apresentar o que os setores de comércio e turismo considera como prioritário para o próximo governo.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Auxílio de R$ 600, vale-gás e benefício a caminhoneiros começam a ser pagos hoje

Foto: José Cruz/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal começa a pagar nesta terça-feira (9) o Auxílio Brasil de R$ 600, o vale-gás e o benefício para caminhoneiros.

As mudanças foram implementadas após a aprovação da PEC dos Benefícios, com gastos estimados em R$ 41,25 bilhões fora do teto de gastos até o fim de 2022.

Os pagamentos do Auxílio Brasil e do vale-gás serão feitos nos dias úteis entre 9 e 22 de agosto, seguindo a ordem do dígito final do Número de Identificação Social (NIS).

O Auxílio Brasil, hoje em R$ 400, vai para R$ 600 até dezembro deste ano. Já o vale-gás vai para R$ 110, correspondendo a 100% do valor da média nacional do botijão de 13 quilos. Até agora, o valor do benefício pago a famílias de baixa renda era 50% do preço do botijão.

O vale-gás será pago apenas nos meses de agosto, outubro e dezembro, mas seguindo o calendário do Auxílio Brasil.

Já o auxílio para caminhoneiros terá duas parcelas pagas no mesmo dia de agosto, com R$ 2.000. As quatro parcelas subsequentes também serão pagas em um único dia, no valor de R$ 1.000 cada.

De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, o volume total de recursos para esse benefício será de R$ 381,8 milhões.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro pede a banqueiros que reduzam taxas de juros de empréstimos

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PL) pediu nesta 2ª feira (8.ago) a banqueiros que reduzam as taxas de juros de empréstimos, durante discurso em encontro com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e a Confederação Nacional das Instituições Financeiras (CNF), em São Paulo.

Alguns dos banqueiros vêm sinalizando que não promoverão a redução. Na semana passada, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) aumentou a taxa básica de juros, a Selic, de 13,25% para 13,75% ao ano.

Ainda no discurso desta 2ª feira, Bolsonaro defendeu várias ações do governo na pandemia, acusou pessoas que o chamam de antidemocrático de serem-no, diferentemente dele, e criticou novamente a Carta às brasileiras e aos brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito, que foi elaborada pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) e, assim como o manifesto Em Defesa da Democracia e da Justiça, da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), será lido em ato na 5ª feira (11.ago) no Pátio das Arcadas, onde, em 1977, houve a leitura de outra carta – esta contra a ditadura militar.

O presidente chegou ao encontro por volta de 13h, acompanhado dos ministros da Economia, Paulo Guedes, da Casa Civil, Ciro Nogueira, e da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, além do filho Flávio, senador e um dos coordenadores da campanha pela reeleição. Bolsonaro saiu antes das 15h.

SBT News

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

25% dos solteiros não estão interessados em monogamia, aponta estudo

Foto: iStock

Um artigo recente da revista norte-americana Cosmopolitan reforçou a tese de que o formato de relações monogâmicas está perdendo espaço, sobretudo no contexto pós-pandemia. Segundo o levantamento, um em cada quatro solteiros não embarcaria em um relacionamento monogâmico.

Se você é do time do amor romântico, calma. O mesmo estudo apontou que, quando se trata de namoro, 71% dos solteiros querem relacionamentos duradouros.

O amor romântico

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Esquadrão Falcão, da Base Aérea de Natal, realiza resgate de tripulante filipino a bordo de um navio na costa do Ceará

Fotos: Divulgação

O Esquadrão Falcão (1o/8o GAV), sediado na Base Aérea de Natal, em Parnamirim (RN), resgatou, nesta segunda-feira (08), um tripulante filipino com suspeita de apendicite em um navio liberiano (NM BOKM TIANJIN) que seguia do Brasil para a China. O Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), organização da Força Aérea Brasileira (FAB) responsável pela coordenação de missões aéreas, acionou o Esquadrão após o contato do SALVAERO Recife.

Os primeiros contatos do navio com os órgãos do sistema de busca e salvamento foram realizados na manhã do dia 08 de agosto, quando a embarcação estava navegando a cerca de 50 milhas náuticas (NM) à nordeste de Fortaleza-CE (aproximadamente 237 milhas da cidade de Natal-RN).

A aeronave H-36 Caracal decolou de Parnamirim (RN) às 12:04h e seguiu diretamente para a vertical do navio para efetuar o resgate do tripulante por meio de um içamento com o uso de um guincho de resgate. Após o içamento da vítima, a aeronave prosseguiu para Fortaleza, onde pousou às 14:15h (horário local).

O helicóptero manteve o voo pairado enquanto os Homens de Resgate – SAR (do inglês Search And Rescue – Busca e Salvamento) desceram até o convés do navio e içaram a vítima com uso de um triângulo de resgate. Esse procedimento ocorreu em uma posição situada a 38 NM de Fortaleza. A tripulação do helicóptero, formada por 10 militares, sendo 3 pilotos, 2 operadores de equipamentos, 3 homens de resgate, 1 médico e 1 enfermeiro.

De acordo com o Capitão Aviador Andrey Araújo Moulin, Comandante da aeronave, o vento no local do resgate estava bastante forte, acima de 20kt. Por esse motivo foi necessário coordenar com o Comandante do navio um deslocamento da embarcação na proa do vento para facilitar a manobra de içamento da vítima. “A colaboração do Comandante do navio foi fundamental para a rapidez do resgate, acrescentou o Capitão Moulin.

O Aspirante Bruno Gomes Fonseca de Sá, médico que participou da missão, destacou que o paciente apresentava um quadro sugestivo de apendicite com necessidade de abordagem cirúrgica de urgência. “Durante o voo, foi realizada a devida analgesia e o controle dos sinais vitais da vítima de forma a conduzi-la com segurança aos cuidados médicos especializados em Fortaleza”, salientou.

O Suboficial César Augusto Machado Corchaki, Operador de Equipamento, que efetuou o içamento do filipino informou que a aeronave só tinha trinta minutos de autonomia na cena e todo o procedimento foi efetuado em quinze minutos. “Os treinamentos frequentes nesse tipo de missão foram fundamentais para a celeridade do resgate”, ressaltou o Suboficial.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Rosa Weber envia à PGR pedido de investigação contra Alexandre de Moraes por prevaricação e ativismo judicial

Foto: REUTERS/Adriano Machado

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, mandou a Procuradoria-Geral da República se manifestar em um pedido de investigação contra o também ministro Alexandre de Moraes por suposta prevaricação e ativismo judicial.

A determinação de Rosa é praxe porque cabe à PGR decidir se pede a instauração de apurações formais contra autoridades com foro privilegiado.

“Determino a abertura de vista dos autos à Procuradoria-Geral da República, a quem cabe a formação da opinio delicti em feitos de competência desta Suprema Corte, para manifestação no prazo regimental”, disse.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

FBI executa mandado de busca em residência de Trump em Mar-a-Lago, diz ex-presidente

Foto: REUTERS/Gaelen Morse

O FBI executou um mandado de busca nesta segunda-feira (8) na residência Mar-a-Lago de Donald Trump em Palm Beach, Flórida, confirmou o ex-presidente dos Estados Unidos à CNN.

Trump se recusou a dizer por que os agentes do FBI estavam em Mar-a-Lago, mas disse que a operação não foi anunciada e “eles até invadiram meu cofre”.

“Minha bela casa, Mar-a-Lago, em Palm Beach, Flórida, está atualmente sob cerco, invadida e ocupada por um grande grupo de agentes do FBI”, afirmou em um comunicado.

Em 2021, a decisão do ex-presidente dos Estados Unidos de utilizar o imóvel como sua residência permanente chegou a ser legalmente contestada.

O imóvel, que pertencia à socialite Marjorie Merriweather Post, foi comprado por Trump em 1985. Oito anos depois, ele decidiu transformar o local em um clube e gerar lucros com a propriedade.

Quando Trump transformou o local de uma residência privada em um clube, ele teria acordado com a cidade que limitaria as suas hospedagens em Mar-a-Lago. Ir morar no local seria uma violação do acordo, segundo alguns moradores.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Dólar cai para R$ 5,11 e fecha no menor nível em sete semanas

Foto: Marcello Casal Jr.

Em meio ao alívio no cenário externo e às expectativas para a ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o dólar aproximou-se de R$ 5,10 e fechou no menor nível em sete semanas. A bolsa de valores subiu quase 2%, impulsionada por ações da Petrobras e pela divulgação de lucros de empresas.

O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (8) vendido a R$ 5,113, com recuo de R$ 0,054 (-1,04%). A cotação operou em queda durante toda a sessão, beneficiada pela entrada de fluxos estrangeiros de investidores em busca dos juros altos no Brasil. A divisa está no menor valor desde 15 de junho, quando tinha fechado a R$ 5,02.

Com o desempenho de hoje, a moeda norte-americana acumula queda de 3,11% desde quinta-feira (4), no dia seguinte à reunião do Copom. Na semana passada, o Banco Central (BC) indicou que o ciclo de alta da taxa Selic (juros básicos da economia) está perto do fim.

No mercado de ações, o dia também foi marcado pela euforia. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 108.402 pontos, com alta de 1,81%. O indicador está no maior nível desde 7 de junho.

As ações da Petrobras dispararam nesta segunda-feira. Os papéis ordinários (com voto em assembleia de acionista) subiram 4,82%. As ações preferenciais (com prioridade na distribuição de dividendos) valorizaram-se 5,05%. Os investidores aguardam a distribuição recorde de R$ 87,8 bilhões em dividendos da estatal, que ocorrerá na quinta-feira (11).

Amanhã (9), o BC divulgará a ata da última reunião do Copom, que elevou a taxa Selic para 13,75% ao ano. A expectativa de que as elevações da taxa de juros acabem agora, ou em setembro, tem atraído investidores estrangeiros, em busca de maiores rendimentos no Brasil, o que empurra para baixo a cotação do dólar.

Quanto à bolsa de valores, o fim do aperto monetário eleva as ações de empresas ligadas ao consumo, como varejistas. A ata do Copom e a divulgação da inflação oficial em julho indicarão se o BC encerrou o ciclo de alta da Selic na última reunião ou se promoverá uma elevação adicional da taxa Selic, em setembro, para 14% ao ano.

Agência Brasil com informações da Reuters

Opinião dos leitores

  1. Desse jeito a quadrilha endoida o cabeção kkkk. Só noticias boas para o Brasil. Nunca foi tão fácil escolher um presidente.

  2. Grande Guedes. O Mago da economia tá concorrendo ao prêmio Nobel de Economia.
    E o MITO de melhor presidente.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Nike proíbe nomes de Lula, Bolsonaro, ‘mito’ e ‘comunismo’ na camisa da Seleção Brasileira

Foto: divulgação

Os novos uniformes da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2022 no Catar não podem ser personalizadas no site da Nike com nomes dos candidatos à presidência, como Lula, Jair Bolsonaro, Ciro Gomes e Simone Tebet. Os nomes Luiz, Jair, Ciro e Simone estão disponíveis. Outros termos como “mito”, “socialismo” e “comunismo” também não são permitidos.

O uso do primeiro nome dos candidatos, associado a seus números na urna eletrônica, também está liberado. Ou seja, se o comprador quiser usar na camisa o nome Luiz, com o número 13, é permitido. O mesmo acontece com “Jair 22”, “Ciro 12” e “Simone 15”, por exemplo.

Imagem: reprodução

RESPOSTA

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Nike explicou os motivos para não liberar a personalização dos uniformes com nomes dos candidatos. Segundo a fabricante de material esportivo, o veto está de acordo com as diretrizes da empresa de impedir o uso de expressões religiosas, políticas, racistas e até palavrões.

A Nike, como descrito na própria página, não permite customizações com palavras que possam conter qualquer cunho religioso, político, racista ou mesmo palavrões. Este sistema é atualizado periodicamente visando cobrir o maior número de palavras possíveis que se encaixem nesta regra“, informa a nota.

Estadão Conteúdo

Opinião dos leitores

  1. Vou comprar 5 camisas, já separei 1.250,00 reais.
    Em cada uma vou colocar nomes.
    MITO 22
    JAIR 22
    MESSIAS 22
    Bolsonaro 22
    Véio Macho 22

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *