FOTO: Natal dá início à vacinação contra a Covid-19; técnica de enfermagem Ednalva Mauricio da Silva, da UPA Pajuçara e Hospital Varela Santiago, foi a 1ª vacinada nesta quarta

Foto: Alex Régis/Prefeitura de Natal/Divulgação

A Prefeitura do Natal iniciou, nesta quarta-feira (20), a vacinação contra a Covid-19 na cidade. Médico de formação, o prefeito Álvaro Dias aplicou a primeira vacina na técnica de enfermagem da UPA Pajuçara e do Hospital Varela Santiago, Ednalva Maurício da Silva, 54 anos. O ato simbólico foi realizado no Ginásio Nélio Dias, na Zona Norte.

“Esse é apenas o primeiro passo. Esperamos receber todas as doses necessárias para vacinarmos toda a população de Natal o quanto antes”, disse o prefeito, logo após aplicar a vacina. Ednalva Silva definiu o momento como “uma grande emoção”. E recomendou: “Digo para todos que não tenham medo. Se tivesse chegado antes, a vacina teria evitado muitas mortes”.

A campanha de vacinação na capital potiguar contra a Covid-19 teve início efetivamente nos quatro pontos de aplicação no sistema de drive-thru. Além do ginásio Nélio Dias, a campanha está sendo realizada no shopping Via Direta, no Palácio dos Esportes e na Arena das Dunas, cobrindo as quatro regiões de Natal. Depois de aplicar a primeira vacina na cidade, o prefeito Álvaro Dias visitou os quatro “drives” acompanhado de auxiliares da Secretaria Municipal de Saúde e de outras pastas envolvidas na operação.

Neste primeiro momento, Natal conta com 12.235 doses, o que levou a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) a adotar como estratégia inicial a aplicação do imunizante nos idosos residentes em instituições de longa permanência e nos profissionais da saúde que estão no enfrentamento direto à doença, com a comprovação do efetivo exercício de suas funções nas seguintes unidades: Upas, Hospital Giselda Trigueiro, Hospital de Campanha de Natal, Pronto Atendimento Odontológico Morton Mariz, maternidades públicas e privadas, prontos-socorros públicos e privados, UTIs e nos Centros de Enfrentamento à Covid-19 de Natal.

Já nas unidades do Hospital Universitário (HUOL), Hospital Maria Alice Fernandes, Hospital de Pediatria Nivaldo Júnior e João Machado, somente serão vacinados os profissionais que atuam diretamente no atendimento aos pacientes Covid. No caso do SAMU/Transporte Sanitário, serão vacinados os servidores intervencionistas. É importante que o profissional faça o cadastro no RN + Vacinas (https://rnmaisvacina.lais.ufrn.br/).

Para receber as vacinas, os profissionais de saúde elegíveis para esta etapa inicial não precisam comprovar vínculo funcional, apenas apresentar a escala de trabalho do mês atual e a identificação com foto.

Sobre as demais vacinas, o prefeito Álvaro Dias disse que está buscando mais doses junto ao Ministério da Saúde. “O que recebemos ainda é muito pouco, mas estamos mantendo contato com o governo federal e esperamos logo poder ampliar esse processo”, explicou o gestor público, que completou: “O importante é que já conseguimos dar um primeiro grande passo nessa luta contra o coronavírus e pela vida”.

Álvaro Dias alertou para que outras pessoas que ainda não podem ser vacinadas evitem procurar os pontos de vacinação nesse momento. “Temos regras a seguir, sob orientação do Ministério da Saúde, e precisamos cumpri-las, até pela pouca quantidade de imunizantes que recebemos. Nesta largada da vacinação, apenas os profissionais de saúde e os idosos que estão em instituições de longa permanência podem ser vacinadas. Vamos lutar junto ao MS para que, o mais rápido possível, toda a população de Natal seja vacinada”, explicou.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cleanto disse:

    O prefeito tem feito um trabalho responsável em Natal no combate ao covid, bem mais estruturado, dimensionado e planejado que o governo estadual.
    Só não temos como concordar com essa colocação: "Se a vacina tivesse chegado antes, muitas vidas poderiam ser salvas".
    Como as vacinas poderiam chegar antes? Elas foram desenvolvidas em tempo recorde, como nunca antes em qualquer outra doença. Ele como médico sabe todo protocolo que é necessário na fabricação das vacinas. Essa afirmativa foi mal colocada ou está fora de contexto.
    O RN depois que um conjunto de 400 médicos assumiram que iriam adotar as medidas com medicação no início da doença, isso sim, salvou muitas vidas.
    Me digam aí:
    Com a vacina as pessoas ficam imunes ao vírus?
    Com a vacina as pessoas não vão mais ficar isoladas?
    Com a vacina as pessoas vão poder deixar de usar máscaras?
    Se essas respostas forem NÃO, fica a pergunta: Essa vacina serve para quê?

    • Renata Bastos disse:

      Serve para imunizar a população contra a covid19…enquanto a maioria não é contemplada com a vacina, vamos continuar seguindo o procedimento de evitar aglomerações, usar máscara e álcool gel 70%.
      Tudo é válido para frear essa pandemia!

    • Natalense disse:

      Homi, pelo amor de Deus. Liberte-se!

    • FarsaDoCovid disse:

      Concordo com Cleanto. Vai servir pra mais fraldes e controle populacional. Só.

COMENTE AQUI