Projeto da UFRN vai ajudar vacinação de idosos em condomínios de Natal durante a pandemia

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte, por meio do projeto de extensão “ESTRATÉGIAS DE APOIO À CAMPANHA DE VACINAÇÃO DE IDOSOS CONTRA INFLUENZA NO MUNICÍPIO DE NATAL/RN: uma ação complementar no combate a COVID-2019”, está contribuindo a Secretaria Municipal de Saúde de Natal na vacinação de idosos contra a influenza. A ação visa diminuir os riscos que esta população estaria exposta se aglomerada em espaços coletivos.

Nesse sentido, as unidades envolvidas no projeto de extensão (Departamentos de Enfermagem, Departamento de Saúde Coletiva, Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva, Diretoria de Atenção à Saúde do Servidor, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Instituto Envelhecer o e o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde – LAIS) disponibilizaram os números de telefone do Instituto Envelhecer para cadastramento dos condomínios através dos síndicos.

No entanto, em virtude do congestionamento das linhas telefônicas do Instituto Envelhecer, o grupo gestor do projeto está desenvolvendo uma plataforma que estará disponível no site do LAIS (https://lais.huol.ufrn.br/), a partir do dia 28/03/2020, para que os síndicos dos condomínios (e somente eles) acessem e cadastrem os idosos com 60 anos ou mais residentes, moradores dos respectivos condomínios, exclusivamente.

Para o cadastramento é necessário informar nome completo, idade, data de nascimento, e ainda se os idosos residentes já foram vacinados nesta campanha ou não.

Recomendamos que até que a plataforma esteja pronta, os síndicos iniciem a busca das informações que serão enviadas por meio da plataforma.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cabo Silva disse:

    Comece providenciando as vacinas!!!
    O LAIS é aquele enrolado na justiça com o programa da SIFILIS???

    • Ricardo Lúcido disse:

      Cabo Silva . Como autoridade militar de tão graduada patente , sugiro que se informe melhor sobre o que é o LAIS , e a importância desse serviço na inovação e gerenciamento médico em todo Brasil . Vovô me contava uma história muito engraçada . Soldado Totonho tinha 29 anos de PM , desses 28 servindo na mesma cidade , ao completar 29 anos e 11 meses foi promovido a cabo . Orgulhoso desfilava pela cidade com o novo uniforme devidamente normatizado com as insinuando de Cabo e o nome CB TOTONHO . Passsando pela farmácia foi cumprimentado por dona ZEFA , irmã do prefeito e senhora de destaque na sociedade local : “ PARABÉNS TOTONHO ! Agora já é cabo ! “ . Totonho parou , inchou o peito em posição de autoridade e respondeu . “ E EU DRUMO DONA ZEFA “ . Só para descontrair Silva .

SUCUPIRA PERDE – (FOTO): Vacinação em idoso em Assú ao inverso – fora dos padrões

Foto: cedida

Na vacinação do idoso no município de Assú, no Oeste potiguar, ao contrário do padrão nacional, registro em destaque mostra profissionais de saúde dentro do carro, enquanto o cidadão é imunizado do lado de fora, sob a exposição solar.

Vacinação da gripe “ao inverso” no município potiguar que nem Sucupira é capaz de encarar. Em nota, o município repudiou a ação “fora dos padrões”. Confira:

“A Secretaria Municipal de Saúde de Assú e Prefeitura Municipal de Assú repudia ações dessa natureza, jamais orientou qualquer atitude que esteja fora dos padrões e recomendações dos órgãos regulamentadores e lamenta o fato, ao ponto que tomará todas as medidas administrativas para apurar responsabilidades e punir os devidos culpados .

Prefeitura Municipal de Assú”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. BMJ disse:

    As pessoas, realmente estão sendo atendidas pelo pessoal da vacinação ao sol, mas, a cobertura de fato deve ser maior, o que é melhor e ao mesmo tempo, trabalha-se com a prevenção, pior do que ser vacinado sob o sol, é não vacinar!!!!

  2. Cap_Mor disse:

    Tá certo. Se fossem omissos estavam todos criticando.

Saúde esclarece vacinação antirrábica em alguns domicílios de Natal

A Secretaria Municipal de Saúde esclarece que há agentes de endemias, do Centro de Controle de Zoonoses, realizando vacinação antirrábica no bairros do Tirol e Pitimbu.

A medida protetiva se dá em virtude da identificação de um morcego positivado para raiva na região. Os profissionais da saúde se apresentam com farda e vacinam os animais em domicílio, além de realizar trabalho educativo com distribuição de panfletos nas residências.

Unimed Natal inicia vacinação de idosos no Shopping Via Direta

Fotos: Divulgação

Nas primeiras duas horas de vacinação contra a gripe Influenza e H1N1, 300 beneficiários da Unimed Natal com mais de 60 anos foram imunizados no sistema de Drive-thru, instalado no estacionamento do Shopping Via Direta . Os beneficiários não precisaram sair de seus carros para a aplicação da vacina.

A iniciativa é uma parceria com a Secretaria Municipal de Saúde que criou um esquema especial para atender os idosos nessa primeira fase da campanha nacional.

O atendimento fora dos veículos foi descartado para evitar aglomeração e impedir a proliferação do coronavírus , apesar da suspensão do funcionamento das lojas do shopping Via Direta. A vacinação, no estacionamento do Centro Clínico do Shopping Via Direta, prossegue até sexta-feira (27), das 8 às 17h. O atendimento é exclusivo para beneficiários da Unimed Natal acima de 60 anos. É preciso levar documento de identificação com foto, cartão de vacina e o cartão do plano de saúde.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sandra disse:

    Porque a PREFEITURA nao coloca mais pontos na zona norte, na area de lazer do panatis, na MOEMA Tinoco, maternidade …

Arena das Dunas tem ‘Drive Thru’ de vacinação na campanha contra a gripe Influenza

A aplicação das vacinas começa nesta terça-feira (24), das 13h às 16h, entre os Portões 5 e 1, pela Via Projetada da Arena. (Foto: Demis Roussos)

A Arena das Dunas é um dos pontos de vacinação da campanha contra a gripe Influenza, exclusiva para idosos. O atendimento começa nesta terça-feira (24), das 13h às 16h, no estacionamento da Arena, em esquema de ‘Drive Thru’. O idoso é público prioritário nesta primeira fase que se estende até 15 de abril, podendo ser prorrogada até o dia 20 de maio.

O acesso será pela Via Projetada, nas proximidades do Portão P5, subindo em direção ao Portão P1. A Via Projetada será fechada a partir das 12h30 nas proximidades do Portão P1. Um agente da STTU vai estar no local orientando e fazendo o bloqueio da via.

Recomendações

O idoso deve ter em mãos a identidade (RG) cartão do SUS (ou carteira de vacinação). Serão vacinados até dois idosos em carros duas portas ou até quatro idosos em veículos com quatro portas. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS-NATAL), não há a necessidade de sair do carro, o agente vai até o veículo para aplicar a vacina. É bom ressaltar que pedestres não serão atendidos na Arena das Dunas.

A ideia da Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS-NATAL) em abrir novos postos de vacinação pela cidade tem como objetivo evitar aglomeração. A Arena das Dunas se colocou à disposição para apoiar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Igor disse:

    Coisa de louco!!! equipamento de quase dois bilhões de reais ao final do pagamento e terminar servindo como posto de vacinação. Pense em um dinheiro mal aplicado. Né não Lula e Fátima?

  2. José Alves Machado disse:

    Parabéns vcs S de +, gostaria de ter WhatsApp do bolgdobg e da emissora de radios

  3. Delano disse:

    Obrigado luladrão, dinheiro de 10 hospitais superequipados servindo pra drive thru de vacinação. Vc extirpou o complexo de vira lata somente pra os ruminantes do seu curral. Bandido salafrário!

  4. Gilson disse:

    Tá na hora de abrir um posto de vacinação na escola presidente Kennedy da Jaguarari, lá se entra pela Jaguarari e sai pela Amintas barros, vacinação em idosos no carro.

SERÁ QUE NÃO SABIAM QUE IA TER PROCURA? Secretaria disponibiliza novos pontos de vacinação em Natal

Foto: Divulgação

Será que a prefeitura do Natal não sabia que a procura ia ser grande? Por que não se estruturou?

Permitiram os idosos ficarem amontoados um em cima dos outros nos postos de saúde.

Aí só agora abriram novos pontos. Por que não antes?

Segue a nota

Considerando a grande procura no primeiro dia de vacinação da campanha contra Influenza, a Secretaria Municipal de Saúde de Natal informa que para evitar aglomeração novos postos de vacinação EXCLUSIVOS PARA IDOSOS estão sendo disponibilizados a partir desta tarde.

Os novos pontos de vacinação:

• Praça Augusto Leite – a partir desta segunda-feira (23) – Zona Leste

• Ginásio Nélio Dias – a partir desta terça-feira (24) – Zona Norte

• Sede da Cruz Vermelha – Ponta Negra – a partir de terça-feira (24) – Zona Sul

• Shopping Via Direta (Exclusivo para idosos beneficiários da Unimed) – a partir da terça-feira (24) – Zona Sul

Também está sendo disponibilizada uma parceria com a UFRN a fim de viabilizar a ida de equipes de vacinação aos grandes condomínios de Natal.

A partir desta terça-feira (24) a Arena das Dunas se dispôs a colaborar e a SMS irá montar no estacionamento do estádio um posto de vacina drive thru que deve começar a funcionar amanhã.

Importante ressaltar que os profissionais de saúde devem aguardar a vacinação no próprio local de trabalho. Além disso, a Secretaria de Saúde orienta que os idosos, como público prioritário, poderão se vacinar até o dia 15 de abril, mas se necessário poderá se vacinar até o dia 20 de maio.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. FRASQUEIRINO disse:

    O problema é que todas as pessoas que estão inseridas na primeira fase da campanha querem se vacinar logo no primeiro dia, assustados com a epidemia. Calma gente. Vai ter vacina para todo mundo e novos postos já estão sendo abertos a partir de amanhã. A situação tende a se normalizar.

Campanha de vacinação da imunização contra a influenza tem início segunda em Natal

Foto: Ilustrativa

De 23 de março a 22 de maio acontecerá a campanha de vacinação da imunização contra a influenza, também chamada de vacina contra gripe. Todas as unidades básicas de saúde – UBS de Natal – estarão abastecidas para atender a população alvo da campanha.

No nordeste, especificamente em março, começam a se manifestar as doenças causadas pelos vírus respiratórios. As mais presentes em Natal são influenza A (H1N1), Influenza B e Sincicial. “Como temos essas informações, levamos para o Ministério da Saúde, ainda em 2019, o pedido de antecipação da vacina de influenza, que foi atendido agora pelo fato do país estar passando pela pandemia de Coronavírus. A preocupação do Governo Federal é trabalhar para evitar a sobrecarga nas Unidades de Saúde nesta época do ano”, esclarece George Antunes, secretário municipal de Saúde.

A imunização está organizada em três etapas: a primeira, que inicia em 23 de março, onde serão contemplados idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde; a segunda etapa (16/04) dedicada aos professores da rede pública e privada, profissionais das forças de segurança e salvamento e doentes crônicos; e a terceira etapa (09/05) que segue até 22 de maio, onde serão imunizadas crianças de 6 meses a 5 anos, mães no pós-parto de até 45 dias, população indígena em geral e pessoas de 55 A 59 anos sem doenças crônicas, sendo esse último público uma novidade. Grávidas em qualquer período gestacional serão atendidas em todos as fases. A vacina estará disponível nas 70 salas de vacinação do município de Natal.

“É importante ressaltar essa obediência às datas para cada fase, pois o município não receberá a quantidade total destinada ao público-alvo, que gira em 278 mil, de uma única vez. A medida também tem fim de evitar aglomerações e manter maior controle das aplicações”, indica Vaneska Gadelha, chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis de Natal.

Os pacientes precisam comprovar que estão inseridos no público-alvo da campanha através de documentação específica para cada caso. As puérperas devem apresentar documentos da criança ou maternidade, doentes crônicos precisam estar munidos de atestado médico, indivíduos das forças armadas devem ter em mãos a identidade profissional, e profissionais da saúde seus crachás ou carteiras dos conselhos.

Campanha de Vacinação contra a Influenza

23/03 – Idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde;

16/04 – Professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além de doentes crônicos;

09/05 – Crianças de 6 meses a menores de 6 anos, mães no pós-parto até 45 dias, pessoas de 55 a 59 anos sem doenças crônicas, população indígena em geral.

Grávidas em qualquer período gestacional podem ser atendidas em todas as fases.

O Dia “D” SERÁ 09 de maio. A expectativa é alcançar mais de 250mil pessoas na capital.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Teresa disse:

    Ontem fui a tarde no posto de Nova Descoberta e fui informada que o horário de funcionamento é apenas de 8:00 às 12:00 horas. Hoje passei no posto do Mirassol e lá fui informada que não estava vacinando porque o prédio estava em reforma. Dá para acreditar? Numa crise dessa o tratamento com a população é desse tipo, imaginem se estivéssemos numa situação comum. E os dirigentes da cidade parecem está mais preocupados com o dinheiro que vão receber para amenizar a situação. Seria interessante uma comissão com componentes (isentos de compromisso partidário e/ou político) da justiça e da população para acompanhar as aplicações dos milhões que serão recebidos…

  2. Helena Fernandes disse:

    Espero que as UBS estejam abertas. Ontem procurei uma vacina em três unidades e todas estavam fechadas as 15h sem qualquer aviso de funcionamento a população.

  3. Cristian disse:

    E o prefeito de natal proíbe 100% dos oônibus de circular. Como vamos combater o vírus. Sem as pessoas poderem se locomover. Acho um absurdo. Um desrespeito as pessoas que tanto sofrem para ir ao trabalho em busca de sua sobrevivência honestamente.

Dia D da campanha de vacinação contra o sarampo acontece em Natal neste sábado

FOTO: ISTOCK

Neste sábado (15) setenta salas de vacinação no município do Natal vão estar disponíveis para o dia D de mobilização da primeira fase da campanha nacional contra o Sarampo. Localizadas nos postos de saúde da cidade, elas vão estar recebendo das 8h às 13h desse sábado, pessoas com idade entre 5 e 19 anos que ainda não tenham tomado a primeira dose da vacina ou que estejam com o cartão vacinal incompleto.

“O objetivo é fazer com que as pessoas adquiram imunidade contra a doença, e para isso convidamos a toda a população interessada a comparecer às unidades de saúde para tomarem a primeira dose da vacina ou darem continuidade ao tratamento já iniciado, levando um documento de identificação e cartão de vacina”, como explica a chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis (NAI), Vaneska Gadelha.

A primeira fase da campanha começou no último dia 10 de fevereiro e se estende até o dia 13 de março com a intenção de imunizar cerca de 12 mil pessoas na capital.

SOBRE O SARAMPO:

Em 2016, o Brasil recebeu o selo emitido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) de “País livre da circulação de sarampo”. Por um ano, nenhum caso foi registrado. Porém, esse quadro mudou e com isso as campanhas do Sarampo são novamente necessárias para que a população não deixe de se vacinar.

O Sarampo é uma doença infectocontagiosa causada pelo vírus Measles morbillivirus e pode ser letal se não tratada adequadamente. Sua transmissão ocorre pelo contato com secreção expelida pelas vias respiratórias dos pacientes que possuem a doença, como espirro ou tosse. Entre os seus sintomas os pacientes podem apresentar febre, tosse e aparecimento de manchas avermelhadas pelo corpo e rosto. A única forma de evitar a doença é pela vacinação, que já se encontra disponível nas unidades de saúde do município.

A única forma de evitar a doença é pela vacinação, que deve ser aplicada em duas doses para pessoas com idade entre 12 meses e 29 anos de idade, sendo a segunda dose aplicada com intervalo de 30 dias. Para a população entre 30 a 49 anos é necessária apenas uma dose da vacina.

Dia D da campanha de vacinação contra sarampo acontece sábado em Natal

Neste sábado (15), acontece o Dia D de mobilização da primeira fase da campanha nacional contra o Sarampo. Cerca de 70 salas de vacinação de Natal estarão disponíveis, das 7h às 13h, para receber e imunizar pessoas com idade entre 5 e 19 anos que ainda não tenham tomado a primeira dose da vacina ou que estejam com o cartão vacinal incompleto. A abertura do Dia D será às 8h, na Unidade Básica de Saúde de Candelária.

A intenção da mobilização é disponibilizar um dia a mais para que a população possa se imunizar contra a doença, e para isso as pessoas com a faixa etária indicada devem comparecer às unidades de saúde do município portando documento de identificação e o cartão de vacina que comprova a sua identidade vacinal.

“O objetivo é fazer com que as pessoas adquiram imunidade contra a doença, e para isso o público alvo deve ir as unidades básicas de saúde para tomarem a primeira dose da vacina ou deem continuidade ao tratamento já iniciado”, como explica a chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis (NAI), Vaneska Gadelha, sobre a política do sistema vacinal do Ministério da Saúde, que estabelece que duas doses da vacina devem ser aplicadas para mulheres e homens com idade entre 12 meses e 29 anos de idade, sendo a segunda dose aplicada com intervalo de 30 dias.

A primeira fase da campanha começou no último dia 10 de fevereiro e se estende até o dia 13 de março e têm a intenção de imunizar cerca de 12 mil pessoas na capital. O Sarampo é uma doença infectocontagiosa causada pelo vírus Measles morbillivirus e pode ser letal se não tratada adequadamente. Sua transmissão ocorre pelo contato com secreção expelida pelas vias respiratórias dos pacientes que possuem a doença, como espirro ou tosse. Entre os seus sintomas os pacientes podem apresentar febre, tosse e aparecimento de manchas avermelhadas pelo corpo e rosto. A única forma de evitar a doença é pela vacinação, que já se encontra disponível nas unidades de saúde do município.

SMS em Natal realiza sábado Dia D de Vacinação contra Sarampo para adultos

A Secretaria Municipal de Saúde realiza neste sábado (30/11), o Dia “D” de Vacinação contra o Sarampo para adultos de 20 a 29 anos de idade. Estarão funcionando 63 Unidades Básicas de Saúde das 7h às 13h,encerrando a campanha que iniciou para esse público na segunda-feira (18/11). Os interessados devem levar o cartão de vacinas e o CPF.

Segundo a chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis (NAI) Vaneska Gadelha, a ideia da campanha visa vacinar contra o sarampo e atualizar o cartão vacinal do adulto.

A ideia do Ministério da Saúde é proteger 13,6 milhões de adultos contra a doença. o Ministério da Saúde informou que há 5.404 casos confirmados de sarampo em território nacional. Mais de 95% estão concentrados em São Paulo, mas 18 estados já registraram infecções pelo vírus.

Este é o segundo momento da campanha que iniciou dia 7 de outubro tendo como público-alvo as crianças com idade entre seis meses e quatro anos e 29 dias

Começa em todo o país a segunda fase da vacinação contra o sarampo

 Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começa nesta segunda-feira (18) em todo o país. As pessoas, na faixa etária de 20 a 29 anos de idade, são o alvo desta etapa.

De acordo com o último boletim epidemiológico sobre sarampo do Ministério da Saúde, esta faixa etária é a que mais acumula número de casos da doença. Nos últimos 90 dias de surto ativo, foram confirmados 1.729 casos em pessoas de 20 a 29 anos.

O secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, disse que um dos motivos é que esse público não tomou a vacina em nenhuma fase da vida e, se tomou, não voltou para aplicar a 2ª dose, necessária para a proteção.

Para atingir essa faixa etária, o ministério adotou algumas estratégias. Uma delas é a realização da segunda fase da campanha de vacinação em locais de grande circulação dessas pessoas. A ação será realizada em conjunto pelas três níveis de governo: federal, estadual e municipal.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Silva disse:

    Os zumbis bolsominions vão dizer q há um complô global p prejudicar a população através das vacinas e q a terra é plana.

Próxima etapa da vacinação contra o sarampo no RN começa em novembro

Foto ilustrativa: Prefeitura Botucatu/Divulgação

No último sábado (19) os postos de saúde de todo o Rio Grande do Norte realizaram o “Dia D” de vacinação contra o sarampo para as crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade. Para este público a campanha prossegue até 25 de outubro.

O balanço parcial da campanha nacional contra o sarampo aponta que no RN a cobertura vacinal passou de 61,12% para 85,24% nas crianças menores de 2 anos de idade. De acordo com o Ministério da Saúde, essa faixa etária é utilizada como parâmetro para acompanhar a cobertura vacinal em todo o país.

No mês de novembro, a partir do dia 18, começa a etapa para adultos na faixa etária de 20 a 29 anos de idade, que ainda não atualizaram a caderneta de vacinação. O “Dia D” está marcado para 30 de novembro.

Boletim

O mais recente boletim com os números do sarampo divulgado pela Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) indicou que foram notificados 82 casos com suspeita de sarampo no Rio Grande do Norte até o dia 12 de outubro. Desse total, permanece o número de quatro casos confirmados, 25 casos foram descartados e 53 estão em investigação.

UTILIDADE PÚBLICA: Natal terá 60 locais de vacinação no Dia D contra o Sarampo neste sábado

Foto: Divulgação

O Dia D de Vacinação contra o Sarampo, marcado para este sábado (19/10) em todo o Brasil, contará com 60 salas de vacinas abertas em Natal. A data é uma mobilização para estimular pessoas a se imunizarem contra a doença, cujos casos vêm crescendo no país nos últimos meses. O dia “D” acontece das 8h às 17h. Os pais e/ou responsáveis devem levar o cartão de vacinação das crianças.

Todas as unidades de saúde de Natal estarão abertas, além das salas de vacinação localizadas na Clínica do Shopping (Midway Mall) e na Clínica Saúde da Família (cruzamento das avenidas Prudente de Morais com a Bernardo Vieira). A abertura do Dia D será realizada na Unidade de Saúde de Nordelândia, no Distrito Sanitário Norte I, localizada na Rua José França da Silva S/N, Loteamento Nordelândia, Lagoa Azul.

A vacina trivalente ainda protege contra caxumba e rubéola. Devem ser vacinados os bebês de seis meses a 1 ano, que tomarão a chamada “dose 0”. As crianças de 1 a 5 anos devem receber duas doses, uma aos 12 meses e outra aos 15 meses. Em caso de aplicação de apenas uma das doses, é preciso se dirigir aos postos para realizar o complemento da segunda. Quem já tomou as duas doses da vacina não precisa se imunizar novamente.

Na segunda etapa, programada para o período entre 18 e 30 de novembro, o foco será em pessoas de 20 a 29 anos.

O sarampo é uma doença viral, altamente transmissível. Os principais sintomas são febre, tosse, coriza, conjuntivite e exantema (manchas avermelhadas pelo corpo). Passa de pessoa para pessoa através de secreções expelidas pelo doente ao tossir, respirar e falar.

Sábado será realizado em todo o país o “Dia D” de vacinação contra o sarampo

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Neste sábado (19), será realizado em todo o país o “Dia D de Vacinação contra o Sarampo”. A data é uma mobilização para estimular pessoas a se imunizarem contra a doença, cujos casos vêm crescendo no país nos últimos meses. Postos de saúde estarão abertos para receber os interessados em se proteger contra o sarampo ou que não tenham tomado todas as doses.

O “Dia D” faz parte da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, lançada no dia 7 de outubro pelo Ministério da Saúde, em parceria com secretarias estaduais e municipais.

A mobilização nacional de amanhã integra a primeira fase da campanha, até 25 de outubro, voltada a crianças com idade entre seis meses e 4 anos. Os bebês de até um ano apresentam coeficiente de incidência da doença de 92,3 a cada 100 mil habitantes, 12 vezes maior do que as demais faixas.

Na segunda etapa, programada para o período entre 18 e 30 de novembro, o foco será em pessoas de 20 a 29 anos. Essa faixa inclui a maioria do número de casos confirmados da doença, com 1.694, embora com coeficiente menor (13,2 casos a cada 100 mil habitantes) devido ao número de brasileiros nessa faixa de idade.

Devem ser vacinados os bebês de seis meses a 1 ano, que tomarão a chamada “dose 0”. As crianças de 1 a 5 anos devem receber duas doses, uma aos 12 meses e outra aos 15 meses. Em caso de aplicação de apenas uma das doses, é preciso se dirigir aos postos para realizar o complemento da segunda.

O objetivo é vacinar 39 milhões de pessoas ao longo da campanha, cerca de 20% dos brasileiros. Foram disponibilizadas neste ano 60,2 milhões de doses da tríplice viral, que imuniza contra sarampo, caxumba e rubéola. Para o próximo ano, o ministério anunciou a aquisição de mais 65,2 milhões de doses. O público-alvo será ampliado, abrangendo também as faixas de 50 a 59 anos.

Casos

Segundo o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde sobre Sarampo, de janeiro até outubro deste ano já haviam sido confirmados 6.640 casos e seis mortes. No período de 7 de julho a 29 de setembro, foram registrados 5.404 casos confirmados, enquanto 22.564 ainda estão em investigação. Outras 7.554 suspeitas foram descartadas. O período concentrou 81% dos casos confirmados neste ano.

Esses episódios ocorreram em 19 unidades da Federação, sendo a quase totalidade em São Paulo, com 5.228 casos (96,74%), em 173 cidades, principalmente na região metropolitana da capital paulista. Em seguida vêm o Paraná (39 casos, em 10 cidades), o Rio de Janeiro (28, em 9 municípios), Minas Gerais (25, em 8 localidades) e Pernambuco (24, em 8 cidades).

Como os registros estão em municípios específicos, quem quiser mais informações deve buscar a Secretaria de Saúde do estado para saber se a sua cidade está entre os locais de ocorrência da doença. Entre as mortes, cinco foram em São Paulo e uma em Pernambuco.

Sarampo

Causado por vírus, o sarampo é uma doença infecciosa grave, que pode levar à morte. A transmissão ocorre por via aérea, ou seja, quando a pessoa infectada tosse, fala ou respira próximo de outras pessoas.

Mesmo quando o paciente não morre, há possibilidade de a infecção ocasionar sequelas irreversíveis. Quando a doença ocorre na infância, o doente pode desenvolver pneumonia, encefalite aguda e otite média aguda, que pode gerar perda auditiva permanente.

Os sintomas do sarampo são febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, coriza (nariz escorrendo ou entupido) e mal-estar intenso. Quando o quadro completa de três a cinco dias, podem aparecer manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas.

A prevenção ao sarampo, feita por meio da vacinação, é fundamental, já que não há tratamento para a doença. O tipo de vacina varia conforme a idade da pessoa e a situação epidemiológica da região onde vive, ou seja, é necessário levar em conta a incidência da doença no local. Quando há um surto, por exemplo, a dose aplicada pode ser do tipo dupla viral, que protege contra sarampo e rubéola.

Existem ainda as variedades tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela, mais conhecida como catapora). As vacinas estão disponíveis em unidades públicas e privadas de vacinação. Segundo o Ministério da Saúde, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece doses gratuitamente em mais de 36 mil salas de vacinação, localizadas em postos de saúde de todo o Brasil.

O governo brasileiro recomenda que pessoas na faixa de 12 meses a 29 anos de idade recebam duas doses da vacina. Para a população com idade entre 30 a 49 anos, a indicação é de uma dose.

Recentemente, o Brasil perdeu o certificado de eliminação da doença. Na semana passada, passaram a apresentar semelhante condição quatro países da Europa: o Reino Unido, a Grécia, República Tcheca e Albânia. De acordo com o ministério, no primeiro semestre deste ano, o Cazaquistão, a Geórgia, Rússia e Ucrânia concentraram 78% dos casos registrados na Europa.

Agência Brasil

 

Campanha Antirrábica entra na última semana com novos locais de vacinação nas quatro regiões de Natal; confira

Fotos: Divulgação

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) inicia a última semana da Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica – segue até 18 de outubro – com novos locais de vacinação com postos fixos e porta a porta (confira ao final do texto).

Dados do CCZ apontam que até o momento foram imunizados 69.268 animais na capital potiguar, sendo 47.199 cães e 22.069 gatos. O objetivo da Campanha é controlar a circulação do vírus da raiva canina e felina, o que também evita a sua transmissão para humanos.

O Centro de Controle de Zoonoses também está realizando a vacinação para as pessoas que têm mais de cinco animais e condomínios, bastando ligar para o número 3232-8235 para agendamentos.

A semana de vacinação antirrábica corresponde de 14 a 18 de outubro nos seguintes locais:

DISTRITO SANITÁRIO LESTE:

Bairros de Areia Preta (14 e 15) e Lagoa Seca (16 e 17). Esquema vacinal porta a porta.

DISTRITO SANITÁRIO OESTE:

Bairro de Nazaré. Esquema vacinal porta a porta.

DISTRITO SANITÁRIO NORTE I:

posto fixo na UBS Pajuçara (14 a 17); posto fixo Mix Rações, Avenida dos Caboclinhos, 870, Nova Natal (14 a 16); posto fixo Canário rações, Avenida Mar Mediterrâneo, 872 (de 15 a 17);

Bairro Lagoa Azul, conjuntos Boa Esperança e Nova Natal (Esquema vacinal porta a porta).

DISTRITO SANITÁRIO NORTE II:

Bairro Potengi, conjuntos Santa Catarina e Panatis. Esquema vacinal porta a porta.

DISTRITO SANITÁRIO SUL:

posto fixo na UBS Satélite (de 14 a 18)

Bairros Capim Macio, Ponta Negra, Candelária, Neópolis, Planalto e Lagoa Seca (porta a porta)

Dia “D” da campanha de vacinação antirrábica em cães e gatos acontece neste sábado; veja lista de postos em Natal e região

Foto: Secretaria de Saúde/Divulgação

Neste sábado (28) o Rio Grande do Norte realiza o “Dia D” da campanha de vacinação antirrábica em cães e gatos. A estimativa para a campanha 2019 é vacinar 469.591 animais, sendo 337.702 cães e 131.889 gatos. A campanha, que iniciou em 19 de agosto, segue até 18 de outubro.

Na Grande Natal, postos de vacinação estarão funcionando no horário das 8h às 17h. Para os municípios do interior, a população pode obter informações sobre os locais de vacinação que estarão abertos diretamente nas secretarias de saúde de cada cidade.

Em agosto, o Ministério da Saúde comunicou à Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) que o número de doses da vacina antirrábica (VARC), solicitadas pelo Programa Estadual de Controle da Raiva, foi reduzido de 800 mil para 500 mil. Em todo o país, o número de estados que receberam a vacina foi reduzido para nove.

As doses enviadas ao RN atenderão apenas 59 municípios prioritários selecionados pela Sesap a partir de critérios orientados pela Coordenação Nacional do Programa de Controle da Raiva do MS, ou seja, municípios com registro de raiva animal nos últimos três anos em ao menos um dos seguintes animais: cão, raposa ou morcego. Outro critério são municípios com percentual de cobertura vacinal canina e/ou felina menor ou igual a 65% na última campanha. Em razão de feriado municipal o município de Mossoró será o único que não irá realizar o dia “D” em 28/09 e sim em 19 de outubro.

Em 2019 o Rio Grande do Norte já registrou casos positivos de raiva em 69 animais, sendo 61 morcegos, 4 raposas, 2 bois, 1 égua e 1 cão.

Lista dos 59 municípios selecionados para campanha de vacinação antirrábica no RN em 2019

Listas de Postos de Vacinação abertos no DIA D (28 de setembro) na Grande Natal:

Natal – Região Norte

Natal – Região Sul

Natal – Região Leste

Natal – Região Oeste

Macaíba

Extremoz

Parnamirim

São Gonçalo do Amarante