“O PT usou as universidades como uma fábrica de militantes”, diz Bolsonaro

Foto: Alan Santos/PR/Divulgação

Em entrevista ao Jornal da Record no início da madrugada dessa terça-feira (3), o presidente Jair Bolsonaro falou sobre segurança pública, as críticas ao Ministério da Educação e à escolha de Sérgio Nascimento de Camargo para o comando da Fundação Palmares.

Ao ser perguntado pelo repórter sobre o envio de projetos de segurança ao Congresso, Bolsonaro ressaltou que o principal trata do excludente de ilicitude durante missões de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

“Se assinar o decreto, a tropa de segurança vai pra lá. Entra as forças Armadas, Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Militar e PRF. Nessas condições, eu quero que esse pessoal vá pra fazer valer a sua força para recuperar a normalidade”, afirmou Bolsonaro. “Essa força tem que chegar para se impor. E não pode chegar pra se impor e o policial responder por um processo e ser condenado a 30 anos de cadeia”.

O presidente também foi perguntado pelas críticas ao Ministério da Educação . No fim do mês passado, uma comissão da Câmara dos Deputados apontou paralisia e ineficiência na gestão.

“O Ministério da Educação tem mais de 300 mil servidores. No governo Dilma (Rousseff) foram contratados mais de cem mil servidores. O PT usou as universidades como uma fábrica de militantes. E não é fácil reverter tudo isso, nos últimos 16 anos. Nas provas do Pisa (avaliação escolar internacional, promovida pela OCDE ), que pega o ensino fundamental, nada cresceu, muito pelo contrário, na última prova no início desse ano e querem botar na minha conta o Brasil caiu mais ainda. A partir do próximo triênio, aí sim fica sobre a nossa responsabilidade”, disse.

Bolsonaro afirmou ainda que os temas e questões em provas do Exame Nacional do Ensino Médio ( ENEM ) já começaram a seguir pro lado de interesse público. E que o ministro da Educação, Abraham Weintraub , tem desenvolvido um “bom trabalho”.

“O próprio Enem. Acabou aquelas perguntas esquisitas, diferentes, que os pais não gostavam e que atentavam contra os valores familiares. Acabou aquelas perguntas sobre mentiras do período de 64 a 85. Era muita mentira pregada ali. Então, os temas já começam a voltar pro lado de interesse público como um todo. Ele, Abraham Weintraub está fazendo um bom trabalho e deve continuar assim. Essa crítica do parlamento, vem por parte de que grupo parlamentar? De que partido. Tem que ver isso para saber se procede ou não”, afirmou.

A entrevista é encerrada sobre a visão de Bolsonaro na declaração do novo presidente da Fundação Palmares , negando a existência de racimo no Brasil: “eu adotei uma politica de que cada ministro é 100 % responsável pelo seu ministério. No caso, a Cultura está no mistério de turismo e o secretário de cultura é o Roberto Alvim. Ainda não conversamos sobre isso, mas ao meu ver foi deturpado o que ele falou”.

Último Segundo – IG

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    As universidades públicas do país se transformaram em doutrinadoras de militantes esquerdistas, sem nenhuma exceção, TODAS estão sob um regime dominante de ideologia socialista/comunista/globalista e por aí vaí.

  2. Verdade disse:

    Cabra mentiroso, fazer igual ao Vereador Fernando Luceno, esse Bolsonaro fulero.
    Pense num presidente fulero sem moral.

  3. Franco disse:

    E AS IGREJAS EVANGÉLICAS FABRICAM POLÍTICOS E FANÁTICOS RELIGIOSOS DOIDOS POR DINHEIRO E PODER.
    EDIR MACEDO, MARCOS FELICIANO E SILAS MALAFAIA QUE O DIGAM.

  4. Brasil e RN acima de tudo disse:

    O presidente não vai descer desse palanque eleitoral não? A eleição passou, esqueça os PTralhas, eles são passado, governe esta nação ou ela vai afundar mais ainda.

  5. Hyuri disse:

    Errado ele não tá. Vá nas universidades e confiram!

  6. Bento disse:

    Detectados militantes formados em fabricas das universidade.
    Como descobrir: falam errado, escrevem errado e adoram um corrupto e o seu grande líder é o cachaça. E ficam babando de ódio com
    Quem discordam deles.

    • Corretor! disse:

      Verdade!
      Corrigindo os erros de ortografia de seu texto:

      "Fábricas" é paroxítona, portanto é acentuada;
      "Universidade" deveria estar no plural, concordando com o restante da oração;
      A conjunção aditiva "e", antes de adoram deve ser substituído por vírgula ( , );
      Por fim, "Quem" deve ser grafado com "q" minúsculo, pois não está iniciando frase.

      Estude para o ENEM 2020, pois o desse ano já ocorreu.

    • Alaca disse:

      Saudades do mobral, esses erros eram corrigidos rapidamente.

  7. willian disse:

    MUITO SIMPLES: PARE COM AS LAMBANÇAS E FAÇA MELHOR QUE ELE !!!!

  8. Ricardo disse:

    Políticos e partidos a parte, só não vê o que esta sendo feito, e muito bem feito, quem é cego ou não quer ver, ou ainda aqueles que perderam as mordomias.

  9. Diogo disse:

    E tome olhar para trás.

  10. Lamento disse:

    Quando leio essas opiniões de petistas, fica imaginando o quanto estão sentindo falta da boquinha que recebiam. Lamentem, lamentem, lamentem e esperam 2022 para votarem nos seus candidatos.kkkkkk

  11. Nono Correia disse:

    Quando é que esse imbecil vai começar a governar? Ahhh…nunca. Acha que a presidência é a câmara dos deputados onde ele passou quase 30 anos mamando nas tetas do estado e vomitando bravatas. O PT já não é mais governo há quase 4 anos coleguinha, vamos agir, vamos trabalhar.

  12. Saulo Laranjeiras disse:

    Mi-mi-mi grande, trabalhar que é bom nada, né?…..RETROVISOR não resolve nada

  13. Carlos Bastos disse:

    Vai trabalhar deixe de olhar pelo retrovisor, faz um ano que tomou posse até agora nada, só faz criticar por não ter um projeto para tirar o país dessa situação.

  14. Palmeiras disse:

    Ficam se escondendo por trás do pt e tão fazendo as mesmas falcatruas e assim continua a velha política brasileira.

  15. Az disse:

    O cara ganha ai não pode colocá seus aliados tem que coloca pessoas que pensa diferente dele,tá de brincadeira kkkkk

  16. João Neto disse:

    Acho que passou da hora de governar, esqueça o passado, deixe de mi mi mi.

  17. Fonsa disse:

    E o aparelhamento atual do Estado apenas com seguidores da direita é o quê? Cada um com os seus e deixe de conversar merda, presidente.

  18. Fonsa disse:

    E as escolas militares serão o quê? E nove militares no ministério é o quê?

COMENTE AQUI