Política

Obama, Bush e Clinton se oferecem para tomar vacina contra Covid-19 e provar que ela é segura

Foto: Reuters; Casa Branca; Jason DeCrow/Hult Prize Foundation via AP Images

Com exceção de Donald Trump, os três últimos ex-presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton, anunciaram que estão dispostos a serem vacinados contra a Covid-19 publicamente para promover a confiança no imunizante, assim que ele estiver disponível e for considerado seguro pelo FDA, órgão americano responsável pela regulação de medicamentos.

Freddy Ford, porta-voz de Bush, disse em entrevista à CNN que o republicano, que governou os EUA de 2001 a 2009, entrou em contato com Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas, e com Deborah Birx, coordenadora da resposta da Casa Branca ao coronavírus, para saber como ele poderia ajudar a promover a vacina.

“Quando for a hora certa, ele [Bush] quer fazer o que puder para ajudar a encorajar os cidadãos a serem vacinados”, disse Ford. “Primeiro, as vacinas precisam ser consideradas seguras e administradas aos grupos prioritários. Então, o presidente Bush entrará na fila para receber a sua, e ficará feliz em fazê-lo diante das câmeras.”

Clinton, democrata que esteve na Presidência de 1993 a 2001, também disse estar disposto a ser imunizado publicamente para apoiar a campanha americana de vacinação.

“O presidente Clinton certamente tomará a vacina assim que ela estiver disponível para ele, baseado nas prioridades determinadas pelas autoridades de saúde pública”, disse sua assessora de imprensa, Angel Urena. “E ele o fará em um ambiente público se isso ajudar a incentivar todos os americanos a fazerem o mesmo.”

Obama, que governou os EUA de 2009 a 2017, falou sobre o tema durante uma entrevista à rádio SiriusXM e reforçou a confiança nos especialistas americanos, além de prometer tomar a vacina assim que ela for disponibilizada para grupos de menor risco.

“Em pessoas como Anthony Fauci, que eu conheço e com quem trabalhei, eu confio completamente. Então, se Anthony Fauci disser que a vacina é segura, eu com certeza vou tomá-la”, disse o democrata.

“Eu posso acabar mostrando na TV ou filmando [a vacinação], apenas para que as pessoas saibam que eu confio na ciência. Eu não confio é em pegar Covid.”

Durante a entrevista, o apresentador Joe Madison perguntou a Obama sobre a aceitação da vacina pelos afro-americanos, citando o “histórico de experimentos médicos” com os negros do país.

Em um episódio internacionalmente reconhecido como um exemplo de má conduta científica, pesquisadores levaram cerca de 400 pessoas negras infectadas com sífilis a passar anos sem tratamento para que a doença pudesse ser mais bem analisada.

O caso, que aconteceu entre 1932 e 1972, ficou conhecido como “Experiência Tuskegee”, em referência ao nome da cidade, no estado do Alabama, onde os experimentos foram conduzidos. Em 1997, o então presidente Bill Clinton pediu desculpas públicas aos sobreviventes em nome do governo americano.

“Eu entendo por quê, historicamente, com tudo que remonta aos experimentos de Tuskegee, a comunidade afro-americana possa ter algum ceticismo [em relação à vacina contra a Covid-19]”, disse Obama, o primeiro presidente negro dos EUA.

“Mas o fato é que as vacinas são o motivo pelo qual nós não temos mais poliomielite, a razão pela qual não temos um monte de crianças morrendo de sarampo, varíola e de outras doenças que dizimavam populações e comunidades inteiras”, acrescentou o ex-presidente.

Embora Trump tenha reiteradamente assumido a postura de negacionismo científico no enfrentamento à pandemia e minimizado a gravidade da Covid-19 mesmo quando ele próprio foi infectado, o atual presidente americano parece usar outra abordagem em relação às vacinas.

Em agosto, em plena campanha eleitoral por sua reeleição, o republicano chegou a afirmar que os americanos teriam uma vacina antes do fim do ano, e seu governo considerou contornar padrões regulatórios para aprovar o imunizante produzido pela empresa AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford antes da votação marcada para 3 de novembro.

Derrotado nas urnas, Trump se recusou a admitir a vitória do democrata Joe Biden. Sua postura intransigente de falta de cooperação com a equipe de transição, segundo o presidente eleito, pode atrasar em semanas ou até meses a distribuição da vacina contra a Covid-19.

Apesar disso, o republicano tem tentado reinvindicar para si a maior parte do crédito pela rapidez sem precedentes no processo de aprovação de um imunizante para os americanos, enquanto o país volta a bater recordes de casos e mortes e os principais especialistas alertam para um período sombrio nos próximos meses.

“A realidade é que dezembro, janeiro e fevereiro serão tempos difíceis. Eu realmente acredito que eles serão os mais difíceis na história da saúde pública desta nação”, disse, nesta quarta (2), o diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC), Robert Redfield.

Também nesta quarta, o país bateu o recorde de óbitos em um único dia, superando os piores números registrados desde o início da pandemia.

Foram ao menos 2.804 mortes em um período de 24 horas, de acordo com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins. A marca anterior era de 2.607 óbitos registrados em 15 de abril.

No total, o país acumula 13,9 milhões de casos e mais de 273 mil mortes pelo coronavírus. Para Redfield, o número de óbitos pode subir para a faixa dos 450 mil já no primeiro trimestre de 2021.

Folha de São Paulo

 

Opinião dos leitores

  1. Sao eles tres mesmo os inventários desta praga, nao os Chineses – o vagabundo Busch mandou explodir os Torres gêmeas em Nova York.
    Eles sao os lideres de globalistas esquerdistas.
    Este triunvirato precisa enforcar acima do estatuto do Liberdade do Manhattan
    Para ver o mundo inteiro o que eles fizeram. Espalharam ao mundo o COVID. Sao piores como Hitler-Stalin. Vao fazer agora a aliança com assasino XI Ping.

    1. Pronto, pronto, passou, calma agora tome aqui seu comprimido, isso!

  2. Na FDA eu confio.
    Queria vê FHC, LULA e DILMA se oferecerem para serem os primeiros a tomarem vacina da China.
    Eu só vou tomar quando o Véio Bolsonaro aprovar, pq o Véio quer o bem do povo brasileiro.
    Hô Véio arretado.

    1. Seu inocente idiota
      O FDA nao e mais o que o do Fundação Rockefeller.
      O FDA somente cumprindo os mandados dos Illuminatos.
      Homem perdido quem esta confiando dos homens malditos.

    2. Alexandre, corretíssimo. Essa Calígula aí não manja dos tentáculos globalistas. É só um velho babão.

    3. Calígula não quer vacina…ele gosta do ozônio…várias vezes ao dia….kkkkkkkk

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Influencer posta foto com Rolex e homem invade salão para roubá-la em SP

Foto: Reprodução

A influenciadora Jeniffer Endringer foi assaltada em um salão de beleza em São Paulo, na sexta-feira (3). De acordo com a influencer, o criminoso entrou no local chamando por ela e quando se aproximou pediu o relógio Rolex que ela estava usando.

Horas antes do assalto, a influencer havia postado uma foto chegando ao local e usando a joia. Jeniffer não informou o valor do item, mas peças semelhantes chegam a ser vendidos por US$ 21 mil dólares (cerca de R$ 118 mil).

“Eu postei uma foto com o relógio assim que eu cheguei no salão, por volta das 8h da manhã, a foto não era de perto. E o assalto foi às 12h40. O assaltante tinha certeza que eu ainda estava no salão, pois ele entrou com arma em punho e chamando o meu nome. Ele se arriscou bastante, porque poderia ter algum segurança armado etc”, contou Jeniffer ao Uol.

Única cliente assaltada

A influenciadora disse ainda que foi a única cliente abordada pelo assaltante, que estava com roupa de entregador, máscara, capacete e mochila do iFood. “Ele entrou apenas para levar o meu relógio. O salão estava lotado, mas ele não levou nenhum pertence de outra pessoa. Ele entrou me procurando, dizendo: ‘Quem é a Jeniffer? Cadê a Jeniffer?’. E logo em seguida veio até mim e mandou eu tirar o relógio”, explicou a vítima.

IstoÉ

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Mistura de Pfizer e AstraZeneca com Moderna oferece melhor resposta imunológica

Foto: Reuters

Um importante estudo britânico sobre a mistura de vacinas contra a Covid-19 descobriu, nesta segunda-feira (6), que os vacinados conseguiram uma melhor resposta imunológica quando receberam uma primeira dose de AstraZeneca ou da Pfizer seguida de uma da Moderna após nove semanas.

“Encontramos uma resposta imunológica muito boa em toda a linha, na verdade, mais alta do que o limite estabelecido pelas duas doses da vacina Oxford/AstraZeneca”, disse à Reuters Matthew Snape, professor da Universidade de Oxford, responsável pela pesquisa Com-COV2.

As descobertas que apoiam a mistura de doses oferecerá alguma esperança aos países de renda média e pobre, que podem precisar combinar marcas diferentes entre a primeira e a segunda dose se os suprimentos ficarem baixos ou se tornarem instáveis.

Se a vacina AstraZeneca/Oxford for seguida por uma dose da Moderna ou Novavax (que ainda não foram regulamentadas no Brasil), produziram mais anticorpos e respostas de células T se for comparado contra duas doses de AstraZeneca/Oxford, de acordo com pesquisadores da Universidade de Oxford.

O estudo com 1.070 voluntários também descobriu que uma dose da vacina Pfizer-BioNTech seguida por uma dose da Moderna foi melhor do que duas doses do curso padrão da Pfizer/BioNTech.

A Pfizer/BioNTech seguida pela Novavax induziu anticorpos mais elevados do que duas doses da Oxford/AstraZeneca, embora este cronograma tenha induzido respostas de células T e anticorpos mais baixas do que o cronograma de duas doses da Pfizer/BioNTech.

Nenhuma preocupação de segurança das vacinas foi levantada, de acordo com o estudo publicado na revista médica Lancet.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

STTU divulga operação de trânsito para o Carnatal; confira as ruas que serão bloqueadas

Com o objetivo de atender os foliões e minimizar o impacto no trânsito para quem transita na altura do Corredor da Folia, na Arena das Dunas, a Prefeitura do Natal – por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana – definiu a operação Carnatal. A ação contará com a participação de agentes de mobilidade, viaturas e batedores.

De acordo com o inspetor Carlos Eugênio, trechos das vias da avenidas Prudente de Morais, Lima e Silva e Romualdo Galvão estarão bloqueados a partir das 15h desta quinta-feira (09), na altura do circuito Arena das Dunas.

A orientação para o folião é se dirigir à avenida de transporte público por ônibus, táxis, aplicativo ou carona amiga. O sistema de táxis e aplicativos terão pontos de estocagens na Prudente de Morais, Romualdo Galvão e Padre João Damasceno.

A região também é atendida por várias linhas de transporte como 51, 37, 33a, entre outras oriundas de todas as regiões da cidade, com pontos de embarque e desembarque para passageiros no complexo viário do 4oCentenário, Prudente de Morais e adjacências.

O órgão também está orientando o público com relação ao trânsito das pessoas na região. A STTU pede que os motoristas, os condutores de motocicletas e pedestres respeitem a sinalização. O pedestre para acessar o corredor de folia deve observar a sinalização, atravessar na faixa ou usar as passarelas localizadas em torno do Corredor da Folia. Os telefones 156 e 3232 1003 estarão operando para ocorrências no trânsito e no transporte.

Portal Grande Ponto

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 34,6%

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 34,6%, registrada no início da tarde desta quarta-feira (8). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 107.

Até o momento desta publicação são 106 leitos críticos (UTI) disponíveis e 56 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 85 disponíveis e 51 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 38,8% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 22,7% e a Região Seridó tem 40%.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: RN possui 106 leitos críticos e 85 leitos clínicos disponíveis

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h00 desta quarta-feira (8).

Neste período, haviam 02 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e 01 aguardava avaliação. Foram registrados disponíveis 106 leitos críticos e outros 85, sendo clínicos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

ACREDITE SE QUISER: Site da Central do Cidadão só dá opção de tirar identidade para pessoas transgêneros

Foto: Reprodução

Chegou ao Blog do BG o relato de um leitor que custa a acreditar: tentando tirar a 1ª via de identidade para seus filhos no site da Central do Cidadão, a única opção que aparece são para pessoas transgêneros.

Não há espaço para nenhum outro gênero. Ou seja, qualquer pessoa que deseje tirar a identidade, seja para quem for, será obrigado a marcar a opção de transgênero, valendo para a primeira, segunda ou terceira via.

É possível conferir o caso acessando AQUI.

Por definição, Transgénero ou Transgênero são pessoas que têm uma identidade de gênero que difere do típico do seu sexo atribuído ao nascer. Transgênero também é um termo abrangente: além de incluir pessoas cuja identidade de gênero é o oposto do sexo atribuído, pode incluir pessoas que são não-binárias

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Justiça determina ao Governo do RN entregar dados de arrecadação de impostos à Femurn

Foto: Reprodução

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte determinou ao Governo do Estado a entrega dos dados de arrecadação de IPVA, ICMS e da dívida ativa à Federação dos Municípios do RN (Femurn). O Executivo havia negado as solicitações administrativas apresentadas pela entidade desde o início de 2021. Com os números, a instituição espera poder aferir de forma mais precisa se o Estado está repassando (ou não) tudo o que é devido a cada município referente a arrecadação de impostos.

“Tomamos a iniciativa de acionar a Justiça diante da estranha atitude do Governo em nos negar acesso às informações a que temos direito – e para atender a reivindicação dos colegas prefeitos diante de indícios de distorções nos repasses do nosso ICMS e IPVA”, relata o presidente da Femurn, Babá Pereira (Republicanos), que também é prefeito de São Tomé.

Segundo Babá, a expectativa da Federação agora é que essa decisão da Justiça faça o Estado mudar sua postura, “dando mais transparência sobre sua arrecadação e tendo mais respeito ao direito constitucional que os municípios têm de fiscalizar as suas receitas”.

A decisão foi do desembargador Claudio Santos, que determinou ao secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, fornecer os dados solicitados no prazo de 15 dias. Conforme o magistrado, há “plausibilidade jurídica suficiente” para a concessão da liminar, “notadamente porque a omissão das autoridades em não fornecer as informações fiscais requeridas pela FEMURN prejudica sobremaneira o poder-dever dos Municípios de acompanhar e fiscalizar a arrecadação estadual, sobretudo para garantir o cumprimento da norma de repartição das receitas tributárias, indispensáveis à gestão municipal e à promoção das políticas necessárias aos que vivem nos Municípios”.

Ainda na decisão, Claudio Santos afirma que “os Municípios estão sendo privados mensalmente de fiscalizar a regularidade dos valores a eles repassados, indispensáveis à gestão municipal e à promoção das políticas públicas”.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Homem tem moto roubada na porta de casa por dois criminosos

Em vídeo circulando nas redes sociais, um homem é abordado por dois criminosos em uma moto quando estava prestes a entrar em sua casa no município de Extremoz.

No vídeo é possível ver que os indivíduos estavam seguindo o trabalhador, quando ele parou e esperou a abertura do portão da casa, os bandidos se aproximaram e um deles desceu da moto com uma arma de fogo apontada para a vítima, que não reagiu.

A moto foi levada e o localização dos criminosos ainda é desconhecida.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

Supermercado Extra vende carnes, frios e embutidos vencidos, diz ex-funcionário

Foto: Reprodução

De acordo com relato de um ex-funcionário do Extra, a unidade Cambuci, localizada na capital de São Paulo, troca a embalagem de carnes, frios e embutidos vencidos e coloca os produtos à venda novamente.

A denúncia foi feita ao ao G1 e confirmada pelo Metrópoles pela Prefeitura de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). De acordo com o órgão, as irregularidades foram constatadas em 17/8.

Nessa data, a ouvidoria municipal recebeu uma denúncia, o que resultou em uma inspeção. Após a prática irregular ser identificada, foi registrado um auto de infração e o supermercado foi parcialmente interditado.

Um processo administrativo sanitário para acompanhamento também foi aberto, e o Extra Cambuci é acompanhado pela Unidade de Vigilância em Saúde (Uvis) Sé desde então.

No entanto, em 27/9, uma nova vistoria constatou que as irregularidades haviam sido corrigidas, e o local foi desinterditado. Porém, o estabelecimento segue em monitoramento pela equipe de vigilância local. Outras inspeções foram realizadas em 15/10 e nessa terça-feira 7.

Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Olaf Scholz é eleito chanceler e Alemanha encerra era Merkel após 16 anos

Foto: Reuters

O político de centro-esquerda Olaf Scholz tomou posse, nesta quarta-feira (8), e enfim assumiu o cargo de chanceler da Alemanha, encerrando 16 anos de governo Angela Merkel.

Scholz, líder do Partido Social Democrata (SPD), venceu a votação secreta no parlamento alemão como já era esperado – uma culminação de meses de negociações entre partidos após a vitória apertada do SPD nas eleições federais de setembro.

O resultado final foi de 395 votos favoráveis, 303 contrários, 6 abstenções e 3 votos nulos. Para ser eleito, era necessária a maioria simples do parlamento alemão, de 369 votos.

Seguindo os protocolos cerimoniais, Scholz foi visitar o presidente alemão Frank-Walter Steinmeier, que o apontou oficialmente como o novo chanceler do país. Ele então retornou ao Parlamento para fazer seu juramento e ser empossado.

A expectativa é de que o novo chanceler se encontre com Angela Merkel por volta das 11 horas, no horário de Brasília, para uma cerimônia simbólica de “passagem de bastão”.

Na vida política, Scholz tem se posicionado como um pragmático adepto ao diálogo – seu estilo político não é diferente do de Merkel. Os dois podem ser considerados semelhantes em muitos aspectos, apesar de virem de partidos rivais, analisam especialistas.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *